Home

Atualizações
Colunas
Críticas

Projetos

Adote Uma Ideia
Leitor Criativo
Quiz Criativo
Songfics

Informativo

Destaques
Vagas abertas
Torne-se VIP

VOCÊ SABIA? As atualizações são anunciadas diariamente pelo nosso twitter. Siga o perfil para saber quais histórias foram atualizadas!

⥃ CONFIRA ATUALIZAÇÕES PASSADAS

Histórias Vip
  1. Em Busca de Mim, por Natashia Kitamura
    | Original, Restrita, Andamento
  2. Me Apaixonei Pela Babá, por Natashia Kitamura
    | Original, Finalizada
  3. Enemies But We've Got Benefits, por M-Hobi
    | K-Pop, Seventeen, Restrita, Finalizada
  4. 7 Heavens, por Betiza
    | K-pop, BTS, Restrita, Andamento
  5. Semiapagados, por Ray Dias
    | Cantores, Luan Santana, Andamento

Para criar e inovar é só começar
|| sexta-feira 24 de novembro de 2023 às 14:00 - Comentários
|| Arquivado em: Colunas, Postagens

– Por Fe Camilo.

Olá, mi amores!

Hoje estou aqui para falar sobre um questionamento que deve atormentar muitos escritores por aí: como abordar um tema “batido” de maneira mais criativa e interessante?

Acredito que essa é uma pergunta que por muitas vezes nos deixa um tanto inseguros na escrita, justamente porque nesse mundo já foi criado de tudo e mais um pouco. Inclusive, você já deve ter ouvido a famosa frase popular “nada se cria, tudo se copia” eternizada pelo grande Chacrinha. Porém, ainda que tenhamos como inspiração uma temática que possa ser considerada clichê, é possível inovar e criar algo que seja único.

Nessa coluna pontuarei três dicas fantásticas para ajudá-las nesse dilema, mas antes de abordá-las é necessário uma breve explicação que pode tirar um pouco desse peso da originalidade das nossas costas. É fundamental entender a diferença entre invenção e inovação. A frase popular mencionada no parágrafo anterior evidência que inventar – ou seja – criar algo completamente novo é um tanto impossível, uma vez que temos como ponto de partida as referências e conhecimentos que adquirimos no decorrer da vida. Portanto, o que resta é inovar: trazer uma nova perspectiva e fazer de forma diferente algo que já existe.

Dessa maneira, confira as dicas abaixo que servirão justamente para que você possa inovar na criação de suas histórias e utilizar todas as suas inspirações de maneira produtiva e original.

 

Dica #1 – pequenas mudanças geram grandes transformações.

Se você encontrou uma ideia em um filme, livro ou mesmo na realidade e acha que pode dar uma história incrível, mas não quer fazer exatamente igual à ideia original, faça alterações sutis que terão um grande impacto no enredo. Por exemplo, imagina se o universo de Harry Potter fosse ambientado no futuro com todas as novas tecnologias possíveis de serem inventadas? Ou imagina se o lendário John Wick fosse uma mulher?

Perceba que essas mudanças são bem simples no papel, mas podem gerar uma gama de possibilidades completamente novas para sua história. Tente refletir sobre o que pode ser mudado para criar um plot twist incrível ou tornar o enredo mais intrigante para seus leitores e se jogue! Algumas alternativas são: mudar o gênero, raça, idade, local, orientação sexual ou época.

 

Dica #2 – seja simplesmente e indubitavelmente você.

Eu sei que essa dica soa um pouco estranha, mas a verdade é que ninguém no mundo vai ter exatamente a mesma perspectiva de mundo que você tem, então use isso a seu favor! Tenha seu estilo próprio, pense em algo que represente você como escritora e seja fiel ao seu estilo e ponto de vista. Todos os grandes escritores e artistas do mundo se tornaram tão grandiosos justamente porque foram capazes de transformar suas ideias e visões de mundo em arte.

Sempre que você vê um filme do Tarantino você sabe que pertence a ele, pois ele nunca decepciona em apresentar seu estilo sem concessões. Da mesma forma que Tolkien criou um universo imaginário completo e permitiu que as pessoas pudessem compreender e viver dentro dele. Autoconhecimento é a palavra-chave aqui, saiba quem você é e como você quer ser vista e lembrada como escritora, e então siga esse caminho não importando quantas curvas você precise percorrer.

 

Dica #3 – não tenha medo do que vão dizer.

Sabe aquela máxima do “falem bem, falem mal, mas falem de mim”? Ela é muito utilizada por quem está envolvido no meio artístico, e isso se dá porque é impossível agradar todo mundo. As pessoas vão achar o que quiserem achar de acordo com suas próprias ideias e perspectivas de mundo, mas não deixe que isso te impeça de fazer aquilo em que acredita.

Lembre-se das pessoas que citei nessa coluna e de tantas outras que até hoje causam controvérsia sendo amados por muitos e completamente detestados por outros, e perceba que se você deseja fazer e mostrar ao mundo algo autenticamente seu, é preciso ter coragem de dar a cara a tapa e correr o risco de as pessoas gostarem ou não. E está tudo bem, você não está sozinha e haverá sempre alguém que pode se identificar com a mensagem que você deseja transmitir.

 

Isso é tudo pessoal! Espero ter ajudado e gerado algumas sementinhas para que vocês brotem e criem histórias incríveis.

Até a próxima! 😉

AJUDE-NOS A MELHORAR! AVALIE ESTA COLUNA:




0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x