Esta história pertence ao Projeto Songfics
Redes Sociais



643 leituras

Seja um
Autor VIP
www.espacocriativo.net/VIP

#002 Temporada

Fall
Justin Bieber



Fall In Love With You

Escrito por leigherdeira

« Anterior


  Melhores amigos, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, nem a morte irá nos separar.

  Essa era o lema dos dois amigos. Aqueles que nada e ninguém separava. Como todos os melhores amigos tinham sim seus desentendimentos, mas nada que uma conversa não resolva.
  Era simplesmente mais um dia qualquer da vida de James, a mesma rotina e naquele exato momento estaria passando em algum estabelecimento e comprando café para ele e sua melhor amiga, se não fosse por seu telefone tocando. Na tela aparecia o nome da qual era apaixonado desde a quinta série, Olivia Martins.
  - É melhor ser algo importante, é quase seis horas e o café já vai fechar.
  - Esqueça o café por favor!
  A voz fraca do outro lado da linha denunciava o quanto Olivia havia chorado sozinha em seu quarto, e o quanto estava desesperada por um abraço daquele que sempre a protegeu de tudo, seu melhor amigo James Hunt.
  Olivia adoraria passar cada segundo de sua vida ao lado de James. Algumas vezes na vida, você encontra um amigo especial. Alguém que muda sua vida simplesmente por estar nela. Alguém que te faz rir até você não poder mais parar. Alguém que faz você acreditar que realmente tem algo bom no mundo. Alguém que te convence que lá tem uma porta destrancada só esperando você abri-la. Isso é uma amizade para sempre. Quando você está pra baixo e o mundo parece escuro e vazio, seu amigo para sempre te põe para cima e faz com que o mundo escuro e vazio fique bem claro. Seu amigo para sempre te ajuda nas horas difíceis, tristes e confusas. Se você se virar e começar a caminhar, seu amigo para sempre te segue. Se você perder seu caminho, ele te guia e te põe no caminho certo. Seu amigo para sempre segura sua mão e diz que vai ficar tudo bem. Seu amigo é para sempre, e para sempre não tem fim.
  Tudo começou com brincadeiras idiotas, isso porque nem se conheciam direito, era fato que conversavam bastante, mas nada além daquilo. Depois, ao passar dos anos, aquilo se fortaleceu, aquela amizade não seria quebrada por ninguém. James sentia isso, Olivia sentia isso.
  Ao chegar na casa da garota, James entrou sem bater e foi direto para o quarto da mesma. Sua amiga estava com o belo rosto inchado, alguns lenços jogados ao lado da cama e quase que imediatamente, ele sentiu seu peito doer.
  Ele sabia o motivo, também sabia que poderia mudar aquilo. Ele poderia mostrar todo seu amor por ela, poderia cuidar e trata-la como realmente merecia. Seu namorado era um merda de sortudo, e não sabia dar o devido valor.
  Olivia era uma amiga incrível, sempre ajudou James quando alguns rapazes implicavam com ele, ou quando admitiu que nunca havia beijado nenhuma garota e sua amiga se ofereceu. Talvez ali teria sido um impulso maior para toda aquela loucura guardada em seu peito. Ele faria aquilo, mas de uma forma confortável para ele.
  Pegou o violão da amiga encostado perto da pequena janela do quarto e se sentou ao lado de Olivia na cama, começou a dedilhar alguns acordes. Ele não era bom naquilo, mas tentaria o possível.
  Você não precisa ter medo algum, oh meu amor...
  Olivia segurou as lágrimas, teu amigo lhe conhecia tão bem... nem ao menos falou qual era o problema, é por isso que sempre soube que ele estaria ali para sempre ao seu lado.
  Mas você não pode voar, a menos que você se deixe você não pode voar, a menos que você se deixe cair.
  James se concentrou ao máximo, trabalhou naquela musica algumas semanas atrás... e gostou tanto do resultado, aquele era o momento perfeito.
  Bem, eu posso dizer que você tem medo do que isso pode fazer, porque nós temos uma amizade incrível e que você não quer perdê-la.
  Olivia rapidamente soube o propósito da música, aquele assunto já havia sido tocado pelos dois. Ter seu melhor amigo se declarando pela segunda vez foi um choque para ela, as lagrimas não caiam mais.
  Bem, eu não quero perdê-la também eu acho que não posso ficar sentado enquanto você está se machucando querida venha pegue minha mão. Bem, você sabia que você é um anjo que se esqueceu de como voar?
  James fechou os olhos, ele não conseguiria continuar se Olivia ficasse o encarando daquela forma, mas ele deu o melhor de si. Era seu amor que estava em jogo.
  Você sabia que parte meu coração toda vez que te vejo chorar porque eu sei que um pedaço de você se foi.
  Olivia não poderia perde-lo, mas não saberia como dizer aquilo. E então, quando finalmente iria dizer alguma coisa, James continuou a cantar, e ela se perdeu na voz incrível que seu melhor amigo havia herdado de sua mãe.
  Toda vez que ele faz algo errado, eu sou o ombro em que você está chorando e eu espero que quando eu terminar com essa música eu descubra...
  - Por favor James... – O rapaz parou rapidamente de tocar, ele havia entendido. Estava sendo rejeitado. Novamente.
  - Olivia, eu poderia lhe dizer mil coisas e pedir para que ficasse comigo, largasse Mike e apenas ficasse comigo, mas sei que não é fácil e sei que pode ser desconfortante ficar ao meu lado sabendo que ainda não deixei passar a paixão absurda que sinto por você mas guardar tudo isso para mim não é certo... – naquele momento James se sentiu a pior pessoa do mundo, não poderia obriga-la a ficar do seu lado.
  Sua amiga havia entendido, aquele amor... era o verdadeiro amor. Mas ficar ao seu lado... aquilo não poderia ser possível.
  - James, você merece alguém da qual te ama o dobro do amor que sente por mim. Eu não posso lhe dar esse amor...
  Uma hora ou outra ele teria que aceitar, aquele seria o melhor para os dois. Então James apenas se levantou e foi embora, a deixando ali.
  Olivia por sua vez, percebeu que tudo que é difícil, só fica mais difícil ainda, quando não se tem seu melhor amigo do lado.
  E no final, quem destruiu aquela amizade incrível, foram eles.

FIM