Esta história pertence ao Projeto Leitor Criativo

Esta história não possui capas prévias (:

Ideia #17

Doada por Giovanna

// A Ideia
Noah Urrea, integrante do Now United, foi selecionado para gravar um filme com a Netflix. O que ele menos esperava que iria se envolver pela sua parceira de cena.
Quatro meses são tudo que eles possuem, mas até lá o caminho é repleto de amizade, diversão e romance.
O que ele menos esperava era que se tornariam parceiros da mesmo grupo, e ainda teriam um contrato!
A personagem principal tem dupla cidadania (brasileira/italiana), e ela está na italiana fazendo faculdade, foi convidada para participar do filme pois era perfeita para o papel!
Mas o que não imaginava e que, após o filme, seria convidada por Simon Fuller para ser a última integrante do N.U representando a Itália. O que ela não imaginava era uma cláusula do contrato que não podem se envolver com os integrantes. Será que conseguiria ficar ao lado do Noah como se nada do que viveram tivesse acontecido?

// Sugestões
– Noah se ausenta por 4 meses do grupo para gravar o filme
– Pp não é famosa
– A pp precisa ter um nome e sobrenome italiano
– A pp tem dupla cidadania (brasileira/italiana), sabe falar inglês, português e italiano
– Tem que envolver música e dança
– A música Legends so now United seria incrível para ser a música “solo” deles
– Noah e Beatrice vão viver um romance durante os 4 meses juntos na gravação do filme, além da amizade e cumplicidade
– Ambos voltam para a rotina normal, mas Beatrice recebe uma proposta para ser uma das integrantes do Now United devido comentários e/ou vídeos ou inscrição antiga (?)
– Mas os integrantes do grupo tem um contato e não porém manter um relacionamento entre si, e ela está muito apaixonada pelo Noah
– Ela entra no grupo, eles ficam um pouco tristes pela falta de contato e por não poderem demostrar o que sentem um pelo outro mas todo o grupo ajuda os dois a ficarem juntos apesar do contrato!
– tem que envolver todo o grupo na parte final
// Notas
A ideia surgiu de sonhos que eu tive (?), como tem poucas informações sobre o filme ainda fica complicado de ter detalhes sobre os personagens e as cenas. Além de não saber de forma concreta as características e história personagem principal, ou seja toda a trajetória dela para ser reconhecida e entrar no filme e NU. Mas tudo precisar envolver cantar e dançar!

// Leitor Doador
Nome: Giovanna

SIGA NAS REDES SOCIAIS

// Status

Loading

// Avalie
Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Sem informações no momento.

United Dreams

Capítulo 1

Não há destino escrito nas estrelas, que
não tropece nas pegadas de nossas escolhas.

– Autor desconhecido.

 

  Toscana, inverno de 2015

  Aquele era mais um inverno solitário, regado a lágrimas de esforço, de uma garota do leste da Toscana. Martini era a filha mais velha de uma família que pertencia a duas culturas um pouco parecidas. Tinha dois irmãos caçulas e uma mãe atenciosa. Seu pai, um brasileiro determinado e muito audacioso, havia falecido oito anos antes, decorrido de uma derrota para a leucemia. Foi um baque e tanto para ela, que o tinha como uma motivação para alcançar seus sonhos. Não que a senhora Marie, uma italiana de raízes tradicionais, não apoiasse a filha no sonho de ser uma cantora ou atriz de musicais, contudo, para uma mãe que batalhou para criar seus três filhos sozinha, achava perigoso sua primogênita se aventurar no mundo das celebridades e acabar sendo sucumbida pelo lado obscuro de ser famosa.
0
Comente!x

  E foi pelos muitos argumentos da mãe após o falecimento do senhor José, que desistiu dos seus sonhos por um tempo. Mas se há uma coisa relacionada ao destino de alguém, é que quando algo tem que acontecer, não há nada que impeça. Isso se confirmou quando completou dezenove anos naquele mesmo inverno e sua amiga Lola pediu para ser acompanhada em um teste para um musical no Teatro Della Pergola, o mais famoso da região de Toscana. Ambas compartilhavam o mesmo desejo de estar nos palcos desde a infância; por mais que Martini se distanciara disso, ainda apoiava e incentivava a amiga a continuar.
0
Comente!x

  Tudo se transformou quando em meio aos ensaios dos candidatos ao elenco, o diretor Giulie responsável pelas audições do musical The Beauty and the Beast, viu recitando uma das falas para Lola, a fim de mostrá-la a entonação correta exigida pela cena.
0
Comente!x

  — Meu senhor, meu pai não me obrigou, apesar do compromisso que ele possuía com o senhor, mas concordei com este matrimônio por minha livre e espontânea vontade, apesar de jamais me imaginar casando por dinheiro. — interpretou demonstrando na suavidade de seu rosto a coragem e sutileza da personagem, então abaixou a folha e olhou aamiga. — Entendeu Lola, como você precisa se pronunciar?
0
Comente!x

  — Você é perfeita amiga! — Lola se mostrou boquiaberta pela ligeira atuação dela, que parecia se encaixar com perfeição na personagem.
0
Comente!x

  — Finalmente, eu encontrei a minha Lady Lewis! — disse o diretor, com um brilho no olhar.
0
Comente!x

  As amigas voltaram-se para o diretor com olhares assustados pela aproximação repentina. Martini ainda mais, após a declaração do mesmo a seu respeito.
0
Comente!x

  — Desculpe senhor, mas eu não me inscrevi para a audição. — disse a garota, se encolhendo um pouco.
0
Comente!x

  — Como assim não se inscreveu? Pois abriremos essa exceção, você é a atriz que eu estava procurando para o meu musical. — afirmou ele com segurança do que dizia.
0
Comente!x

  — Me desculpe, mas… Eu não posso. — ela soltou um suspiro cansado e entregou o papel para a amiga. — Eu tenho que ir agora.
0
Comente!x

  — Espere. — o diretor a segurou de leve pelo braço, confuso pela reação dela. — Como assim você não pode? Se for pelos horários de ensaio, podemos organizar melhor o cronograma…
0
Comente!x

  Giulie Mondrian era tão determinado quanto seus mentores, que o ensinaram a ser assim. Seu olhar clínico para encontrar talentos naturais não tinha fronteiras. E diante dele, havia um botão de rosa que com o cuidado certo, seria a mais bela flor no futuro.
0
Comente!x

  — Não é isso, me desculpe. — se afastou deles, impulsionando seu corpo para correr em direção à saída.
0
Comente!x

  — Mas o que eu disse de errado? — o diretor olhou confuso para Lola.
0
Comente!x

  Afinal, muitas jovens atrizes se matariam por aquele papel. Se ser uma novata desconhecida e ter a honra de estrelar como a protagonista de um grande espetáculo musical, somente as joias raras conseguiam.
0
Comente!x

  — Acredite, diretor Mondrian, é bem mais complexo que se pode imaginar. — comentou Lola.
0
Comente!x

  — Diretor, ainda teremos audição? — perguntou a assistente Kim, que presenciara tudo de perto.
0
Comente!x

  — Mas é claro que teremos, nosso musical não é um monólogo, precisamos de bailarinos figurantes e antagonistas. — respondeu ele, num tom frustrado, então se voltando para a amiga. — Você…
0
Comente!x

  — Eu o quê? — perguntou ela, se assustando novamente com o rompante dele.
0
Comente!x

  — Que tal um acordo? — propôs ele.
0
Comente!x

  — Depende. — ela se mostrou interessada.
0
Comente!x

  — Não posso te prometer o papel principal, pois este já tem dona, entretanto, se você convencer sua amiga a aceitar meu convite, te dou qualquer outro papel que você quiser. — completou ele, ciente do peso de suas palavras. — O que me diz?
0
Comente!x

  — Qualquer outro personagem? — reforçou ela.
0
Comente!x

  — Sim, tem minha palavra. — assegurou ele.
0
Comente!x

  — Não quero sua palavra, mas aceito um contrato assinado com esses termos. — contra ofertou ela, visando a garantia daquela proposta.
0
Comente!x

  — Fechado. Assistente Kim, prepare o contrato. — ordenou o diretor.
0
Comente!x

  Kim apenas respirou fundo do balançou a cabeça negativamente, já prevendo futuros problemas com esse acordo desesperado.
0
Comente!x

  Distante dali, chegando próximo ao ponto de ônibus, ainda em sua corrida desnorteada, acabou trombando em uma pessoa no meio da rua. No impacto, seu corpo perdeu a estabilidade e se desequilibrou, antes mesmo de cair ao chão a outra pessoa a segurou firme pelo braço, puxando-a para perto. Um abraço inesperado surgiu, com a pessoa apoiando sua mão direita nas costas dela, para que voltasse ao eixo. Por um breve segundo, ambos os corpos se arrepiaram de uma forma intrigante.
0
Comente!x

  — Te peguei, está tudo bem. — uma voz masculina soou de forma baixa, porém firme e grossa.
0
Comente!x

  — Me desculpe. — sussurrou ela, ao se afastar no susto e olhá-lo meio sem graça. — Não estava muito atenta, distração tem sido meu ponto fraco.
0
Comente!x

  — Não se preocupe, acontece com qualquer pessoa. — disse ele, fixando mais seu olhar nela.
0
Comente!x

  Visivelmente o homem parecia impressionado com a suavidade da beleza de , considerada por muitos como singela e sutil, mas de impacto e inesquecível.
0
Comente!x

  — Você está realmente bem? — perguntou ele, percebendo o olhar vago dela.
0
Comente!x

  — Sim, eu acho. — ela não queria demonstrar fraqueza diante de um estranho. — Mais uma vez, me desculpe.
0
Comente!x

  Ela respirou fundo e se afastou dele, voltando-se para o ônibus que se aproximava. As palavras demonstravam força, mas por trás daquele olhar tristehaviam tantos problemas e indecisões que lhe pesavam o corpo. Assim que entrou no transporte público, ela assentou em uma cadeira do lado esquerdo. Do lado de fora o homem apenas ficou observando-a, como se estivesse hipnotizado, internamente seu coração estava pulsando mais forte, o que lhe fez estranhar. Assim que o veículo partiu levando a garota, o homem voltou seu olhar para o chão e percebeu algo reluzindo um feixe de luz em seus olhos. Era uma pulseira com pingentes de estrelas. Ele abaixou e pegou o objeto, voltando novamente o olhar para o ônibus que seguia. Será que a garota do olhar profundo era a dona? Pensou ele consigo. Não precisou muito para que ele guardasse a pulseira em seu bolso, na esperança de voltar a vê-la.
0
Comente!x

  Dentro do ônibus, apenas fechou seus olhos e tentou não pensar muito nas palavras inimagináveis do diretor. O que não foi difícil, já que a imagem do estranho com quem trombou estava nítida como uma pintura em sua mente. O que a levou a se indagar o arrepio sentido pelo abraço do mesmo. E que abraço! Ela pensou deixando sair um suspiro longo, até mesmo o perfume dele voltou a sua memória, um toque leve de amadeirado e doce.
0
Comente!x

  — Mãe… Cheguei. — disse ela, ao chegar em casa e finalmente se despir do grosso casaco de lã e o pendurar no cabideiro da entrada. — Mãe?
0
Comente!x

  — A mamãe ainda não chegou do trabalho. — respondeu sua irmã Flora, ao aparecer com um balde de pipocas na mão, jogando algumas na boca.
0
Comente!x

  — O que está aprontando? — colocou a mão na cintura, olhando desconfiada.
0
Comente!x

  — Estamos fazendo uma sessão pipoca de Harry Potter. — explicou ela, já seguindo para a sala.
0
Comente!x

  — E desde quando podem ver filmes durante a semana? — perguntou ela seguindo a irmã e se deparando com o pequeno Miguel despojado no sofá.
0
Comente!x

  — Se você não percebeu, já entramos de recesso pelo natal. — retrucou Flora não ligando para a tentativa de repreensão da irmã.
0
Comente!x

  — Mesmo assim, vocês possuem atividades extras de recesso que eu sei, deverias estar estudando agora para não esquecer o conteúdo aprendido. — ela ignorou o argumento da rebelde adolescente da família. — Principalmente o senhor Miguel, que está indo mal em matemática.
0
Comente!x

  — , por favor, deixa a gente descansar hoje? — os olhinhos apertados do caçula foram seu ponto fraco, que se deu por vencida pelo cansaço.
0
Comente!x

  — Tudo bem, mas nada de ficarem até tarde acordados. — disse ela.
0
Comente!x

  A vida já não era muito boa para ela e sua família, financeiramente falando. E após a perda do pai, como a mais velha, teve que ser responsável por seus irmãos enquanto a mãe trabalhava em três empregos para garantir o sustento de todos. Naquela época Miguel era um bebê e Flora tinha apenas sete anos, com isso a maturidade chegou bem cedo para .
0
Comente!x

  Aquela era a parte desgastante de tudo em sua vida, com o passar dos anos sua mãe foi adoecendo facilmente por causa dos muitos produtos de limpeza que utilizava nas faxinas onde trabalhava. Acarretando assim na necessidade da mais velha trabalhar de meio período na mercearia ao lado do prédio onde moravam, após as aulas. Se havia uma coisa que sua mãe jamais permitiu, é que a filha deixasse os estudos com o motivo de lhe ajudar com o financeiro, porém o dinheiro que ganhava nas poucas horas trabalhadas para o senhor Bellini, ajudou muito.
0
Comente!x

  Com isso, seus sonhos foram ficando cada vez mais esquecidos. Os aparelhos que não a deixava matá-los por definitivo, se chamava Lola Bianchi, a amiga que todas as noites passava na mercearia para compartilhar com ela tudo o que aprendia na aula de teatro e interpretação que fazia.
0
Comente!x

  Assim que se retirou, ela seguiu para o quarto em que dividia com a mãe. As duas camas de solteiro ficavam uma de cada lado e grudadas na parede. Ela apenas sentou na cama e se espreguiçou sentindo suas costas doloridas. Havia passado a madrugada organizando o estoque da loja de roupas que agora trabalhava, apenas para conseguir ter a tarde de folga para acompanhar a amiga.
0
Comente!x

  — Que loucura. — sussurrou ela. — Como pode esse diretor falar algo assim? Minha Lady Lewis… Acho que nunca poderei viver isso, não tendo a vida que eu tenho agora.
0
Comente!x

  Ela riu baixo. Por mais que ela tivesse o talento natural, tinha dificuldades para enxergar isso, sempre achando que os outros eram melhores que ela.
0
Comente!x

  — Se minha mãe soubesse disso, provavelmente surtaria. — ela voltou seu olhar para o violão nos pés de sua cama. — Que falta que eu sinto do senhor, papá, com certeza se estivesse aqui, diria para eu aceitar sem pensar nas consequências.
0
Comente!x

  O momento em que o tocava era o único que sentia sendo ela mesma. Um momento em que ela sentia que podia se conectar com os sonhos em que compartilhava com o pai.
0
Comente!x

  E foi exatamente isso que ela fez.
0
Comente!x

  Retirou o instrumento da capa e começou a dedilhá-lo.
0
Comente!x

Disseram que devemos estar sonhando
Então não subestime
O futuro você e o futuro eu.

– Future Me / Now United

2. Beautiful Life

“Quase sempre é preciso um gole de loucura
para se construir um destino.”

– Oliveira, Pâmela.

 

  Toscana, inverno de 2015

  Em um breve momento, parou de dedilhar o violão e finalmente notou que em seu pulso faltava algo. Deixando o objeto ao lado, ela passou a mão esquerda no pulso e começou a se desesperar. Como poderia ter perdido algo tão importante e significativo para ela? Sua pulseira com valores afetivos havia sido o último presente de natal que o pai lhe dera em vida, tinha como seu amuleto da sorte. Mas o que seria a sorte na vida, se não houvesse a vontade de uma pessoa em mudar seu destino?
0
Comente!x

  Ela se levantou da cama e começou a cogitar a ideia de voltar onde perdeu, até que pensou: E se for um sinal? Para , coincidências existiam na vida e perder algo valioso no mesmo dia em que recebeu uma proposta tão significativa certamente tinha uma relação.
0
Comente!x

  — Ah, pare de pensar besteiras, . — disse a si mesma.
0
Comente!x

  Ela se espreguiçou um pouco e trocou de roupa. Saindo do quarto, observou seus irmãos na sala vendo filme, então seguiu para a cozinha. Como era o dia da mãe dormir em seu emprego, ela era a responsável pela casa, assim como pelo jantar. Foram alguns minutos de silêncio, quando bateram na porta e Flora abriu, era Lola e sua entrada afoita para conversar com a amiga. Assim que ambas ficaram sozinhas na cozinha, o assunto se iniciou:
0
Comente!x

  — Ainda não acredito que você saiu daquela forma. — comentou Lola, sentando-se na banqueta observando-a cozinhar.
0
Comente!x

  — Não quero falar sobre isso, amiga. — disse , ignorando o olhar dela. — Já estou com uma batalha interna fulminante aqui.
0
Comente!x

  — E por quê? Se a resposta é mais do que óbvia? — Lola colocou a mão direita na cintura — Deixe de besteiras, , você é super talentosa, nasceu para ser uma estrela, tem brilho próprio.
0
Comente!x

  — Você sabe como são as coisas para mim. — lembrou ela.
0
Comente!x

  — Sei, e você pretende viver essa vida medíocre até a morte? — retrucou. — Essa é uma oportunidade única, falo isso como sua amiga.
0
Comente!x

  — Eu sei, Lo. — ela suspirou fraco, ainda indecisa.
0
Comente!x

  — Olha, eu vou ser sincera porque somos amigas — disse se ajeitando na cadeira, enquanto roubava uma batata que a amiga tinha acabado de retirar da gordura — O diretor me fez uma oferta.
0
Comente!x

  — O diretor? — voltou seu olhar para a amiga, surpresa.
0
Comente!x

  — Sim, ele me ofereceu qualquer outro papel na peça, se eu te convencesse a ser a protagonista. — ela foi sincera quanto ao ocorrido. — Mas eu não estou aqui por isso, estou aqui porque não é justo que não realize seu sonho, nós planejamos ser atrizes juntas, lembra?
0
Comente!x

  — Eu nem sei o que dizer. — ela se mostrou estática pela revelação.
0
Comente!x

  — Mas é claro que eu também quero participar do The Beauty And The Beast. — brincou Lola, fazendo-a rir.
0
Comente!x

  — Ei, pare de roubar minhas batatas. — reclamou num tom de brincadeira, enquanto batia de leve na mão da amiga, que roubava mais uma vez.
0
Comente!x

  — Acho que vou jantar aqui hoje. — comentou ela, sentindo o cheiro suave da comida. — Sua mãe está em casa?
0
Comente!x

  — Não, hoje ela dormirá na casa do senhor Anderson. — respondeu, ao desligar a trempe do fogão.
0
Comente!x

  — O que significa que você está livre hoje. — o olhar de Lola ficou um pouco malicioso.
0
Comente!x

  — O que acha que está tramando? — perguntou desconfiada. — Nem continue com seus pensamentos malucos, que eu tenho que ficar cuidando dos meus irmãos.
0
Comente!x

  — Ah, para isso temos uma senhorinha maravilhosa que mora comigo. — sugeriu ela. — E que seus irmãos a amam.
0
Comente!x

  — Sua avó não merece passar por isso. — brincou , rindo baixo com a amiga. — É sério, se minha mãe sonhar que deixei eles com a dona Mercedes novamente…
0
Comente!x

  — Ela não fará nada, você tem dezenove anos, é mais do que adulta para até morar sozinha. — retrucou a amiga com confiança. — Sua mãe precisa deixar você viver, amiga.
0
Comente!x

  — Você falando parece tão fácil, mas…
0
Comente!x

  — Mas nada, ! Trate de ir tomar um banho e escolha sua melhor roupa, nós vamos sair hoje em comemoração ao nosso futuro como atriz! — disse Lola dando um pulo da banqueta animada.
0
Comente!x

  — Do que está falando, Lola? — ela a olhou assustada.
0
Comente!x

  — Estou falando da peça que vamos estrelar juntas. — Lola abriu um largo sorriso. — Agora, trate de se arrumar logo, deixa que dos seus irmãos eu resolvo com a minha avó, tenho certeza que será um prazer para ela mimá-los.
0
Comente!x

   não teve forças para lutar contra a empolgação da amiga, apenas começou a rir de Lola, deixando-a resolver a tal solução. Assim, ela seguiu para o banheiro e tomou uma ducha rápida, no frio do inverno, um pouco de água quente no corpo era tudo o que precisava para dar uma relaxada no estresse da vida. Assim que selecionou uma roupa confortável e quente para vestir, ficou esperando por sua amiga. Às seis em ponto da noite, sua amiga retornou acompanhada da senhorinha dona Mercedes e suas inseparáveis linhas de tricô. Quando seus irmãos a viram, ficaram surpresos e felizes também, afinal, dona Mercedes sabia muito bem como conquistá-los com seus cookies caseiros e chocolates quentes.
0
Comente!x

  — Você vai demorar desta vez? — perguntou Miguel, pouco antes de deixá-los com a inusitada babá.
0
Comente!x

  — Não, eu prometo voltar antes de vocês irem dormir. — respondeu ela.
0
Comente!x

  — Se fosse eu, não contava com isso. — brincou Lola, já com intenções de chegar bem tarde em casa.
0
Comente!x

  — Lola! — tentou repreendê-la.
0
Comente!x

  — Aposto que a mamãe não sabe disso. — Flora cruzou os braços, olhando de forma debochada para a irmã.
0
Comente!x

  — E nem vai saber, projeto de naja. — Lola a ameaçou.
0
Comente!x

  — Não fale assim com ela. — pediu ao olhar para a irmã. — Não se preocupe, Flora, eu já mandei uma mensagem a nossa mãe, ela sabe que estarão com a dona Mercedes.
0
Comente!x

  — Hum… — Flora deu de ombros como sempre fazia, algo que irritava sua irmã mais velha, então seguiu novamente para a sala.
0
Comente!x

  — Não se preocupe, querida, eu vou cuidar muito bem dos seus irmãos. — assegurou dona Mercedes, já com planos em sua cabeça para a noite.
0
Comente!x

  — Acredite, estou mais preocupada comigo. — brincou ela, se referindo a amiga ao lado.
0
Comente!x

  — Deveria é me agradecer, sua ingrata. — Lola cruzou os braços, indignada.
0
Comente!x

  — É brincadeira, sabe disso. — riu dela.
0
Comente!x

  — Vão e aproveitem a noite. — disse dona Mercedes.
0
Comente!x

  — Até mais vovó. — Lola puxou a amiga pelo braço, antes que a mesma desistisse de aproveitar a tal noite de comemoração de ambas.
0
Comente!x

  Entre brincadeiras e alguns assuntos aleatórios que Lola jogava durante a partida delas, não demorou muito para que o táxi que compartilharam chegasse ao destino final. estranhou um pouco assim que desceu do carro, ela esperava que a amiga a levasse para um lugar de aspecto mais comercial. Entretanto, ao contrário ela, se deparou com a porta do que parecia uma casa, bem no canto escuro de uma rua sem saída e bem estreita.
0
Comente!x

  — Lola, em que poço você está tentando me arrastar? — perguntou ela, insegura com a escolha dela.
0
Comente!x

  — O quê? Está com medo? — Lola riu de leve.
0
Comente!x

  — Não tem graça, olha pra esse lugar parece daqueles filmes de serial killer. — retrucou se encolhendo um pouco, achando aquilo bem estranho.
0
Comente!x

  — Fica tranquila amiga, não tem nada de mais, além do que não se deve julgar o livro pela capa. — rebateu ela, cruzando os braços e arqueando a sobrancelha. — Não é você mesma quem sempre menciona essa frase?
0
Comente!x

  — É sim uma filosofia de vida, mas olhe para isso, esse livro nem capa tem. — questionou.
0
Comente!x

  — Pare de ser preconceituoso, eu ganhei dois convites vip de um amigo, lugares como esse são daqueles que temos a oportunidade de conhecer apenas uma vez na vida. — Lola descruzou os braços e se afastou dela, então deu dois toques na porta.
0
Comente!x

  Logo a maçaneta girou e soou o ranger da porta abrindo.
0
Comente!x

  — Convites? — perguntou uma voz abafada.
0
Comente!x

  — Aqui. — Lola retirou dois papeis dourados da bolsa e os entregou.
0
Comente!x

  Em instantes, a porta se abriu mais um pouco e ela entraram. Se o lado de fora era totalmente estranho, internamente a sensação que tivera, é que estava entrando em um palacete. Carpete vermelho no chão, papeis de paredes de tons neutros e uma decoração digna da arquitetura Art Déco, linhas retas e muito dourado contrastando com o preto e o branco.
0
Comente!x

  — O que me diz agora? — brincou Lola, segurando o riso.
0
Comente!x

  — Que lugar é esse? — perguntou desnorteada com tanta mudança de realidade.
0
Comente!x

  — É casa que alugam para fazer festas. — explicou ela sem detalhes. — O amigo que me deu os ingressos me disse que teríamos um baile de máscaras hoje.
0
Comente!x

  — Mas nós não temos máscaras. — comentou o óbvio.
0
Comente!x

  — Não se preocupe, é para isso que temos eles. — ela apontou para os seguranças na porta de entrada para o salão.
0
Comente!x

  Dois passos à frente havia uma recepcionista com algumas máscaras em cima de uma mesa.
0
Comente!x

  — As máscaras são padronizadas, amiga. — explicou Lola, se animando um pouco mais — Nós colocamos apenas antes de entrar.
0
Comente!x

  — Para que tipo de festa está me levando, Lola?! — se pegou receosa.
0
Comente!x

  — Festa da elite de Toscana. — respondeu ela. — Precisamos nos enturmar.
0
Comente!x

  Ela sabia que a amiga tinha uma pitada de deslumbre quando o assunto era festas. Por muitas vezes a deixara sozinha em suas festas malucas, principalmente as universitárias que entraram de penetra em sua época de ensino médio. Um respiro fundo, após ajustar a máscara em seu rosto, ambas entraram no salão. Do lado de dentro já continha um número considerável de pessoas, algumas com um pouco de esforço reconhecidas por das festas universitárias que a amiga frequentava, ela tinha uma boa memória auditiva e conseguia se lembrar da voz de alguns.
0
Comente!x

  — Ali. — Lola apontou para um menino que dançava com mais duas meninas na pista.
0
Comente!x

  — Quem é? — perguntou .
0
Comente!x

  — Meu amigo dos convites. — respondeu ela. — Temos que agradecer pessoalmente.
0
Comente!x

  — De onde conheceu ele? — voltou a ficar desconfiada.
0
Comente!x

  — Ah, ele é um turista que estava meio perdido no centro da cidade e eu o ajudei a encontrar o caminho certo. — explicou ela.
0
Comente!x

  — Ah sim, e ele resolveu te dar dois pares de convite? — cruzou os braços olhando-a séria.
0
Comente!x

  — Claro que não, eu acabei descobrindo que ele é amigo de um amigo de uma conhecida. — continuou ela com tranquilidade. — Mas o que importa é que estamos aqui com o convite.
0
Comente!x

  — Para você tudo é tão fácil, não sei como consegue. — comentou boquiaberta.
0
Comente!x

  — Tenho contatos, amore. — Lola deu uma piscada.
0
Comente!x

  — Olha só quem está aqui, Lola Bianch. — de repente o tal turista se aproximou delas, de forma simpática e espontânea. — Que bom que minha guia italiana veio.
0
Comente!x

  — May. — Lola abriu um sorriso singelo, chamando-o pelo sobrenome.
0
Comente!x

  — Quem é a sua amiga? — perguntou ele, curioso pela garota ao lado que se mantinha séria e silenciosa.
0
Comente!x

  — Esta é minha amiga Martini, ela também é atriz como eu. — contou Lola, de forma natural como se já fosse uma realidade na vida de ambas.
0
Comente!x

  — Lola? — sussurrou tentando repreendê-la.
0
Comente!x

  — Relaxa, amiga. — e elevando um pouco mais a voz. — , este é o Bailey.
0
Comente!x

  — Prazer, eu sou o Bailey Thomas Cabello May. — ele esticou a mão em cumprimento mantendo o sorriso discreto no rosto.
0
Comente!x

  — Prazer. — retribuiu o cumprimento apertando a mão dele — Você é de onde? Consigo perceber seu sotaque.
0
Comente!x

  — Filipinas. — respondeu prontamente.
0
Comente!x

  — Uau, e o que faz tão longe de casa? — perguntou curiosa.
0
Comente!x

  — Intercâmbio. — respondeu ele, novamente, mantendo sua atenção total na garota. — Vim estudar música por alguns meses.
0
Comente!x

  — Sério? — Martini ficou ainda mais impressionada.
0
Comente!x

  — May, você ficaria impressionado de ver a cantando, ela é maravilhosa. — comentou Lola.
0
Comente!x

  — Eu adoraria vê-la cantar. — comentou ele, se empolgando. — Temos um karaokê na outra sala, podemos improvisar um dueto juntos.
0
Comente!x

  — Ah não, eu não conseguiria. — recusou ela, se mostrando mais tímida que o normal. — Pare de dizer essas coisas, Lola.
0
Comente!x

  — Tenho certeza que sua voz deve ser bonita. — Bailey esticou a mão para ela e insistiu. — Só se vive uma vez.
0
Comente!x

  Se está na chuva, é para se molhar! Pensou consigo. Às vezes um pouco de loucura não faz mal a ninguém, afinal, o que teria demais em cantar com um intercambista desconhecido em uma festa?
0
Comente!x

  Ela pegou na mão dele com um sorriso singelo de canto e seguiu para o espaço do karaokê. Bailey foi o primeiro a pegar no microfone, escolhendo o clássico Cry Me a River do cantor Justin Timberlake. Em provocação escolheu Royals da cantora Lorde, um dos sucessos musicais do ano anterior. Quando a garota iniciou as primeiras notas, logo a atenção de todos que estavam próximos se voltaram para ela. Uma sutil admiração e fascinação foram despertadas dentro de Bailey, sentindo-se como se estivesse ouvindo um lindo anjo cantando, trazendo suavidade e ao mesmo tempo força para a canção.
0
Comente!x

  — And we’ll never be royals (royals)… It don’t run in our blood… That kind of lux just ain’t for us… We crave a different kind of buzz… — sua voz soava pelo lugar com tanta naturalidade, como se a música tivesse sido composta para a mesma — Let me be your ruler (ruler)… You can call me Queen Bee… And, baby, I’ll rule (I’ll rule, I’ll rule)… Let me live that fantasy…
0
Comente!x

  Para aquilo era mais do que apenas diversão, a música fazia parte dela.
0
Comente!x

  Os dias foram passando…

  Com custo e muita luta, havia convencido sua mãe a aceitar o fato de que ela faria o papel da principal na peça de teatro. A grande oportunidade de sua vida não seria mesmo jogada fora, e ela se dedicaria ao máximo para fazer tudo com perfeição. Após o término das audições para os outros personagens da peça, o elenco se reuniu para conhecer o ator celebridade que havia sido convidado para fazer o papel do Sebastian Winchester, o protagonista da peça. Kim Rossi Stuart, o grande ator conhecido pelo filme Le Chiavi Di Casa, estava diante de todos os selecionados do elenco para se apresentar.
0
Comente!x

  — Stuart, esta é nossa Nalla. — disse o diretor Mondrian, ao apresentá-la ao ator.
0
Comente!x

  — É um prazer conhecê-lo. — disse ela, esticando a mão em cumprimento.
0
Comente!x

  — O prazer é meu, eu vi seu vídeo e achei impressionante, nunca havia visto alguém tão talentosa como você. — elogiou ele, com um olhar visivelmente impressionado. — Tenho certeza que vamos fazer um bom trabalho.
0
Comente!x

  — Agradeço pela confiança. — disse se encolhendo um pouco com sua timidez em receber um elogio.
0
Comente!x

  — Mas é claro que o sucesso já está garantido! E que Dio nos ajude para que ninguém nos boicote. — brincou o diretor — A inveja alheia é um perigo, ainda mais que eu encontrei o diamante raro de Toscana.
0
Comente!x

  Seu último comentário era obviamente se referindo a .
0
Comente!x

I look at you and I see million stars
I am so glad you came and stole my heart.

– Beautiful Life / Now United

3. All Day

“Não deixe o medo de perder,
te impedir de conquistar.”

– Oliveira, Pâmela.

  Londres, primavera de 2018

  Após o estrondoso sucesso da peça teatral The Beauty and the Beast, a porta para o estrelato se abriu para ambas as amigas, principalmente , que literalmente, graças ao consagrado diretor Mondrian, recebeu o apelido de O Diamante de Mondrian
0
Comente!x

  Agora, quase três anos depois de sua estreia, em meio a contratos de peças publicitárias de grandes grifes europeias, participações em novelas italianas como os romances Tinta de Amor e Genie, tinha seu primeiro grande projeto como protagonista em uma série americana. Inesperadamente, a garota Martini recebera um novo convite que a deixou sem palavras.
0
Comente!x

  Ao vê-la atuando como lady Nalla Winchester, Mark Connor, um grande e importante produtor da Netflix, se encantou de imediato, não perdendo tempo para lhe convidar a estrelar um novo filme original do canal stream. O intitulado I Need U, contava a história de um homem deficiente visual que se apaixonava por uma garota através de seu perfume, descobrindo depois que a mesma tinha problemas de perda de memória recente. Mesmo com o conselho de sua mãe para não aceitar mais um trabalho e tirar um tempo para descanso, assim que leu o roteiro, se encantou tanto com a protagonista que seus olhos brilharam.
0
Comente!x

  — Eu ainda acho que você não deveria aceitar isso. — disse Marie, caminhando pela sala do apartamento na cobertura em que a família Martini morava atualmente.
0
Comente!x

  — Já conversamos sobre isso mãe, eu vou assinar esse contrato hoje e farei esse filme. — manteve a firmeza em sua decisão. — Estrelar em um filme da Netflix pode ser o início para minha carreira no cinema, que é o meu objetivo atual.
0
Comente!x

  — Mas você precisa descansar. — retrucou ela, sentando no sofá de couro sintético branco, um mimo da filha para ela que sempre sonhara em ter um. — Tem trabalhado direto desde que estreou no teatro.
0
Comente!x

  — Fiquei muito tempo sem fazer o que gosto, e no mais, para mim não é trabalho, isso é diversão. — contra argumentou , dando alguns passos até a janela e olhando a rua. 
0
Comente!x

  Havia um pequeno fluxo de carros na via. Em um suspirar fraco, voltou o olhar para o relógio em seu pulso Movado Rosé, um presente Gucci de sua última campanha. Ela esperava Naomi, sua assessora de imprensa, chegar para acompanhá-la no encontro com o produtor. Por mais que amasse sua mãe, ela já havia decidido não misturar assuntos profissionais com os familiares, o que acarretou na escolha de Will, um amigo carismático de infância para ser seu agente confiável. Afinal, sabendo como a mãe é, certamente os muitos contratos que assinou jamais chegariam ao seu conhecimento.
0
Comente!x

  — Onde está o Miguel? — perguntou a sua mãe.
0
Comente!x

  Após retornar de sua viagem à Lisboa para a campanha de bolsas da Chanel, ela não tinha visto o irmão caçula ainda e desejava lhe entregar pessoalmente um presente que trouxera para ele.
0
Comente!x

  — Ele passou este final de semana na casa de um amigo, mas segundo o meu cronograma, hoje à noite ele estará de volta. — respondeu a mãe com segurança.
0
Comente!x

  — Hum… — ela respirou fundo, desviando o olhar para a irmã que passava da cozinha para a porta de entrada do apartamento.
0
Comente!x

  — Onde está o nosso diamante rumo à nova conquista? — disse Will com seu jeito espontâneo e alegre.
0
Comente!x

  — Olha só quem chegou. — disse Flora, que havia aberto a porta para que ele entrasse.
0
Comente!x

  — Já estava meio apreensiva, mas e a Naomi? Não era ela quem viria me buscar? — seu olhar ficou confuso.
0
Comente!x

  — Naomi está ocupada resolvendo os trâmites da conferência de imprensa sobre a produção do filme, ainda mais agora que… — ele deu uma pausa, lembrando-se do sigilo.
0
Comente!x

  — Agora o quê? — indagou ela.
0
Comente!x

  — É surpresa. A única coisa que posso te dizer é que você vai estrelar este filme com um cantor famoso entre os teens. — explicou ele, dando uma mordiscada no lábio, se segurando para não falar mais nada.
0
Comente!x

  — É alguém do BTS? — perguntou Flora, se animando um pouco. — Kim Taehyung foi perfeito em Hwarang, nem o Minho tirou o brilho dele.
0
Comente!x

  — Lá vem essa menina com esses japoneses de novo. — disse Marie, em choque pelo amor da filha pelo grupo.
0
Comente!x

  — Não são japoneses, são coreanos, mãe, e saiba que este é só o início, o BTS vai dominar o mundo. — Flora jogou o cabelo para trás, mantendo uma pose firme.
0
Comente!x

  — Isso eu não duvido, esse povo asiático sabe causar. — brincou Will. — Mas não, não é nenhum membro do BTS.
0
Comente!x

  — Deprimente. — Flora deu as costas e saiu seguindo para as escadas.
0
Comente!x

  Eles seguraram o riso, pela reação dela.
0
Comente!x

  — Vamos Will, antes que nos atrasemos. — disse , ao pegar sua bolsa da Prada e ajeitar no ombro.
0
Comente!x

  — Vamos lá, chefa. — ele soltou uma risada exagerada seguindo em direção a porta.
0
Comente!x

  O carro já estava parado esperando na entrada. Seguindo para o escritório do produtor, ligou para Lola no caminho. Diferente dela, que ambicionava investir em sua carreira de atriz, sua amiga se encontrou como modelo. E após o primeiro contato com as passarelas, descobriu onde estava de fato seu talento, levando-a a ser uma modelo exclusiva da Louis Vuitton.
0
Comente!x

  — Amiga, já voltou de Lisboa? — a voz de Lola tinha traços de espanto.
0
Comente!x

  — Bom dia para você também, Lola. — ela riu, mantendo o olhar para fora do carro.
0
Comente!x

  — O que faz em Londres? — perguntou ela. — Já posso contar com as suas férias?
0
Comente!x

  — Ainda não, tenho mais trabalho pela frente. — deu um sorriso de canto. — Agora estou curiosa sobre você, o que faz aqui, não era para estar na França?
0
Comente!x

  — Estou aqui para a nova campanha da LV. — respondeu ela, demonstrando animação.
0
Comente!x

  — Estou orgulhosa da minha modelo exclusiva. — brincou ela, rindo de leve. — Quando terá desfile novamente?
0
Comente!x

  — Teremos um evento extra da coleção primavera-verão, mas já estamos no preparo para o outono-inverno. — ela soltou um suspiro cansado, preocupando um pouco a amiga.
0
Comente!x

  — O que foi? Isso não é bom? — perguntou .
0
Comente!x

  — É sim, eu amo esses eventos, mas me esgotam bastante, tenho trabalhado muito também. — confessou ela. — E agora essa maldita dieta que me impede até de comer chocolate.
0
Comente!x

   soltou uma gargalhada boba da amiga.
0
Comente!x

  — Desculpa Lo, mas foi você quem escolheu seguir a carreira de modelo. — disse ela, lembrando a amiga.
0
Comente!x

  — Não precisa me lembrar, amiga. — ela riu de leve. — Mas voltando ao assunto, que trabalho é esse que estava falando?
0
Comente!x

  — Fui convidada por um diretor da Netflix para estrelar um filme original. — contou ela, demonstrando animação também. — E me disseram que é com um cantor famoso.
0
Comente!x

  — Ed Sheeran? — perguntou ela, de imediato.
0
Comente!x

  Era seu cantor favorito.
0
Comente!x

  — Não sei. — respondeu. — Will não quis me dizer, disse que era surpresa.
0
Comente!x

  — Estamos quase chegando. — avisou Will, estando no banco da frente com o motorista.
0
Comente!x

  — Quem está aí? — perguntou.
0
Comente!x

  — O Will. — respondeu. — Estamos a caminho do contrato.
0
Comente!x

  — Vou deixar você ir trabalhar mais então. — brincou.
0
Comente!x

  As amigas se despediram e guardou seu celular dentro da bolsa. Não demorou muito até que o carro estacionou em frente a um grande prédio comercial. A assistente do produtor já estava na recepção aguardando a chegada deles, que foram bem pontuais em seu comprometimento. Ao entrarem na sala do décimo sétimo andar, lá estava o produtor conversando com um homem desconhecido para ela.
0
Comente!x

  — Senhor Connor, a senhorita Martini. — anunciou a assistente, deixando que os convidados entrassem.
0
Comente!x

  — Ah, muito prazer senhorita Martini, finalmente nos encontramos pessoalmente. — disse o produtor.
0
Comente!x

  Até o presente momento, eles haviam se encontrado apenas por vídeo conferências devido às agendas de .
0
Comente!x

  — Prazer, senhor Connor. — disse ela, em cumprimento, voltando o olhar para o homem à esquerda.
0
Comente!x

  — Bem, este é o diretor Hilte, que trabalhará conosco. — apresentou Connor.
0
Comente!x

  — Estou muito ansioso para vê-la em ação. — brincou o homem ao apertar a mão dela. — Ando impressionado com o seu trabalho e me sinto honrado por trabalharmos juntos.
0
Comente!x

  — A honra é minha, senhor. — disse ela, mantendo a suavidade na voz.
0
Comente!x

  — Will, agradecemos por dar uma chance à nossa oferta. — disse o produtor.
0
Comente!x

  — Ah, não agradeça a mim, eu sou apenas o cara que entrega os convites. — brincou rindo baixo. — A palavra final sempre é da nossa estrela.
0
Comente!x

  — Will é muito modesto, mas eu sempre levo suas opiniões em consideração e ele me recomendou muito este trabalho. — confessou .
0
Comente!x

  Após as apresentações, todos se acomodaram nas cadeiras da sala de reunião e foram servidos pela assistente que trouxe café para eles. Após alguns minutos de conversas sobre a equipe de produção, a escolha do elenco, a cereja do bolo chegou um pouco atrasada por causa de seu voo. O misterioso cantor convidado a ser o protagonista e par romântico de no filme, I Need U, finalmente havia chegado de viagem.
0
Comente!x

  — Nos desculpem pelo atraso. — disse Paul, o assessor, ao adentrar a sala acompanhando o cantor.
0
Comente!x

  — Bom dia, senhores e senhorita. — a voz do cantor soou um pouco baixa, após uma maratona de shows e gravações de novos singles, sua garganta estava inflamada.
0
Comente!x

  — , gostaria de lhe apresentar o nosso Simon de I Need U. — disse o produtor ao confirmá-lo como o protagonista. — Noah Urrea, um dos integrantes do grupo Now United.
0
Comente!x

  — Prazer. — a garota se levantou e finalmente voltou o olhar para o rapaz.
0
Comente!x

  Assim que seus olhos se encontraram com os dele, seu corpo paralisou de imediato. Uma brisa estranha passou por seu corpo, fazendo-a se lembrar do dia em que perdera sua pulseira ao esbarrar em uma pessoa. E lá estava ele, coincidentemente o garoto em quem havia quase derrubado no chão. Será que ele se lembrava dela? Pensou consigo. Provavelmente não, entretanto, ela jamais esqueceria aquele olhar que a deixou brevemente encantada.
0
Comente!x

  — Prazer. — em sussurro, Noah a cumprimentou apenas com um sorriso de canto leve e se sentou em uma cadeira de frente para ela.
0
Comente!x

  — Então, acho que podemos continuar e falar sobre o cronograma de filmagens. — disse o diretor, já abrindo sua agenda e uma pasta que estava sobre a mesa à sua frente. — Eu olhei a agenda de ambos e tive um pequeno surto após ver…
0
Comente!x

  — Lamentamos por isso, mas meu diamante é uma estrela bem ocupada. — disse Will num tom de brincadeira. — Tem sido o destaque das grifes europeias.
0
Comente!x

  — Como sabem, o Now United também está em atividade frenética com as sequências de performances que estão fazendo em alguns países e a preparação de uma colaboração para o canal BeIN Sports devido a Copa do Mundo. — completou Paul querendo dar mais destaque ao seu artista.
0
Comente!x

  Assim que Will se impulsionou para travar uma disputa de ego, afinal, ele sempre levava tudo para seu lado competitivo, pousou discretamente sua mão na dele, para que não falasse nada.
0
Comente!x

  — Sabemos que ambos estão ocupados e com a agenda lotada, mas estamos extremamente confiantes que podemos realizar esse trabalho. — disse o produtor com otimismo nos olhos.
0
Comente!x

  — Eu também acho senhor Connor, e farei o meu melhor para que este filme seja um sucesso. — assegurou , com confiança no olhar.
0
Comente!x

  O que admirou Noah.
0
Comente!x

  — Faço das suas as minhas palavras. — concordou Noah, mantendo sutilmente o olhar nela, ainda mais admirado.
0
Comente!x

  — Bem, se minhas estrelas estão dispostas a fazer dar certo, saibam que vou me dedicar ao máximo para que ambos se sintam confortáveis e o menos sobrecarregados o possível no processo. — disse o diretor. — Sabemos das atividades do Now United, e por isso deixaremos uma equipe a parte para os ensaios a distância do senhor Urrea.
0
Comente!x

  — Isso é muito bom. — disse Paul, voltando o olhar para Noah. — Pois temos um curto espaço de tempo para alocar as gravações, estando preparado, levaria menos tempo para gravar as cenas.
0
Comente!x

  — Eu já li o roteiro e fiz algumas marcações de observações, tem algumas partes que acho interessante revermos. — comentou Noah — Mesmo eu não sendo ator, sendo minha primeira vez, acho que tem coisas que precisam ser trabalhadas.
0
Comente!x

  — Eu também fiz algumas considerações minhas ao roteiro. — se posicionou também. — Acho que podemos explorar o improviso em algumas partes da minha personagem.
0
Comente!x

  — Esplêndido, se tem sugestões é porque realmente gostaram da história. — disse o produtor, se empolgando. — Após assinarmos o contrato, teremos uma segunda reunião com a equipe de roteirista e a sua responsável geral.
0
Comente!x

  — Todo trabalho sempre tem ajustes ao longo do processo. — concordou o diretor.
0
Comente!x

  — E quanto a ? — perguntou Will, voltando ao assunto anterior. — Como farão com o cronograma dela, mesmo que estamos finalizando as gravações do filme I Am The Best, temos muitos eventos da premiere pela frente, além dos contratos publicitários com a Chanel, Louis Vuitton e a Gucci, ah… E não podemos nos esquecer da gravação do início das segunda temporada de My Little Thief para a HBO. Ela é a protagonista da série.
0
Comente!x

  Agora sim, o agente estava mais do que satisfeito por detalhar os compromissos da amiga.
0
Comente!x

  — Não se preocupe, senhor William, temos um planejamento para a senhorita Martini e de acordo com o relatório de atividades que ambos me enviaram, já defini todo o nosso planejamento de produção. — assegurou o diretor.
0
Comente!x

  Após a explicação detalhada de cada etapa, não havia mais desculpas ou dúvidas para a assinatura dos contratos.
0
Comente!x

  Para seria mais um passo em sua carreira.
0
Comente!x

  Para Noah, um desafio diferente a ser enfrentado.
0
Comente!x

Today’s my day, my year, my century
And you can’t take any of it from me.

– All Day / Now United

4. One Love

“Cada qual sabe amar a seu modo; 
o modo, pouco importa; 
o essencial é que saiba amar.”
– Oliveira, Pâmela.

  Manhattan, primavera de 2018

  Três semanas se passaram após a assinatura dos contratos. aproveitou a deixa para resolver outros assuntos profissionais neste meio tempo, além de iniciar seus ensaios das primeiras cenas de sua personagem.
0
Comente!x

  — Enfim chegamos ao primeiro dia das nossas gravações. — Exclamou Will com entusiasmo, assim que o carro estacionou próximo à rua fechada para o set de filmagens. — Como estamos de expectativas?
0
Comente!x

  Ele manteve o olhar em , curioso para extrair alguma expressão mais visível dela. Entretanto, a atriz permaneceu com o olhar tranquilo.
0
Comente!x

  — Estou normal, é mais um trabalho como qualquer outro em que vou me dedicar ao máximo para que seja um sucesso. — Declarou ela com precisão.
0
Comente!x

  — Ah, bem que a senhorita poderia demonstrar mais animação. — Reclamou o agente seguindo em direção ao prédio principal. 
0
Comente!x

  — Estou guardando as minhas energias para as gravações, você sabe que venho de uma rotina bem pesada de trabalho. — Disse ela, finalmente sentindo o peso do cansaço.
0
Comente!x

  Naquele último final de semana, havia participado de um desfile beneficente para a revista Vogue Italiana. Um evento inesperado que surgiu em sua agenda, deixando-a levemente esgotada. Contudo, sua contribuição para a causa deixou seu coração quente.
0
Comente!x

  — Verdade, minha chefa tem trabalhado muito. — Assentiu ele, apertando o botão do elevador. — Preciso encontrar um espaço na sua agenda para um final de semana no SPA. Você merece.
0
Comente!x

  — Se conseguir essa proeza, vou te agradecer muito.
0
Comente!x

  — Farei o impossível. — Prometeu ele, batendo continência de brincadeira ao entrar no elevador.
0
Comente!x

  Ela começou a rir, entrando logo atrás. Martini retirou o celular da bolsa e tirou uma selfie em frente ao espelho e postou no Instagram.
0
Comente!x

“Iniciando mais um trabalho com a @netflix. 
Todos aguardem para mais novidades.

#netflix #trabalho #atriz #filme #ineedu #beatrice”

  — Outra postagem? — perguntou Will.
0
Comente!x

  — Sim, o produtor disse que seria bom para o marketing e faria as pessoas ficarem curiosas. — Respondeu ela, enquanto terminava de digitar as tags.
0
Comente!x

  — Bom, você tem muitos seguidores pelo mundo graças a série MLT, tenho certeza que vão ficar curiosos para ver o filme.
0
Comente!x

  Em instantes o celular dela tocou, era uma ligação de sua irmã.
0
Comente!x

  — O que foi agora, Flora? — perguntou ao atender.
0
Comente!x

  — Como você está fazendo um filme com o Noah Urrea e não me conta? — disse a irmã num misto de chateação e euforia. — Ele é o meu favorito do Now United.
0
Comente!x

  — Respira, Flora. — Disse um pouco assustada com a reação da irmã. — E como você descobriu isso? Desde quando gosta de Now United?
0
Comente!x

  — Gosto deles desde sempre e foi o próprio Noah quem postou no Instagram pessoal dele a novidade. — Explicou a irmã. — Eu vou poder acompanhar as filmagens? Queria tanto conhecer ele.
0
Comente!x

  — Me prove que pode ser a melhor aluna da sua sala e eu penso sobre isso. — mostrou sua condição.
0
Comente!x

  — Amanhã eu terei uma prova de cálculo 2, se eu tirar total… — insinuou ela.
0
Comente!x

  — Se você tirar total, talvez… Eu disse talvez, eu possa te mandar uma passagem para o final de semana. — A atriz segurou o riso, sabia que sua irmã era bem capaz de conseguir a tal façanha. — Não vou prometer.
0
Comente!x

  — Eu vou tirar total e quero minha passagem. — Disse Flora convicta de suas palavras, então encerrou a ligação.
0
Comente!x

   começou a rir de leve, guardando o celular na bolsa novamente.
0
Comente!x

  — Desde quando sua irmã se interessa pelo Now United? — perguntou Will, mostrando o caminho até o camarim improvisado.
0
Comente!x

  — E eu lá sei, cada dia minha irmã aparece falando de um grupo novo, primeiro foi o 1D, depois o BTS, agora o Now United. — Ela riu um pouco mais. — Segundo ela, seu coração é como a casa de uma nonna, sempre cabe mais um grupo.
0
Comente!x

  Eles riram um pouco até que entraram na sala. Martini seguiu até a janela, avistando os staffs trabalhando na montagem final do set. Logo Will recebeu uma mensagem do produtor e se retirou por um momento da sala. Estando sozinha, aproveitou para repassar as falas que memorizou para as primeiras cenas.
0
Comente!x

  — Como eu disse, é algo difícil de imaginar, poderia ser até uma história de reflexão sobre a vida, se esta história não fosse minha. Sim, sou eu, o namorado que doou as córneas e perdeu o coração. — Sussurrou , ao ler mais uma vez o final da introdução da história.
0
Comente!x

  — É louco pensar que realmente existem amores assim. — A voz de Noah soou da porta, fazendo-a se assustar um pouco.
0
Comente!x

   tentou disfarçar e voltou o olhar para ele, dando um sorriso singelo. A garota ainda não tinha mencionado sobre o esbarrão de anos atrás e tinha vergonha de se passar por uma boba em relembrar algo que talvez não tenha sido significante para ele.
0
Comente!x

  — Te atrapalhei? — perguntou ele, adentrando um pouco mais.
0
Comente!x

  — Não, eu só estava revisando o texto pela terceira vez. — Ela riu baixo de si mesma.
0
Comente!x

  Quando se tratava de roteiros, tinha um certo perfeccionismo que a fazia decorar cada vírgula se fosse preciso. Mesmo se divertindo enquanto trabalhava, ela levava a sério seu comprometimento em ser uma excelente atriz em cada um de seus personagens. Um dos motivos para sempre ser indicada a prêmios e ganhá-los.
0
Comente!x

  — Não te recrimino, também já li umas três vezes. — Ele manteve o olhar sereno com um sorriso escondido no canto do rosto.
0
Comente!x

  — É a sua primeira vez, não é? — perguntou ela, curiosa.
0
Comente!x

  — Atuando?
0
Comente!x

  — Sim. — Assentiu ao se sentar na poltrona, observando ela se aproximar mais.
0
Comente!x

  — Sim, é minha primeira vez, tenho certeza que não é a mesma coisa que gravar um music video. — Comentou ele, ao encostar na parede e colocar as mãos nos bolsos da calça.
0
Comente!x

  — Não, definitivamente não é a mesma coisa. — Assegurou ela, com sua experiência. — Eu já participei de uns dois clipes de cantores italianos e realmente é bem diferente.
0
Comente!x

  — Que bom que vou trabalhar com você, assim vai poder me ajudar a não errar. — Ele deixou seu sorriso transparecer, mantendo o olhar fixo nela.
0
Comente!x

  — Espero ser uma boa professora. — Brincou ela, tentando descontrair um pouco.
0
Comente!x

  Por mais que Noah tentasse demonstrar que estava tranquilo, conseguia perceber sutilmente seu nervosismo. Talvez pelo cantor estar carregando o nome do grupo ao qual pertencia e a responsabilidade de não fazer feio, era compreensível ele estar nervoso. Martini desviou o olhar para a janela, aquele seria o primeiro dia das gravações e para seu alívio, seriam feitas em Manhattan, o que ajudaria bastante a organizar sua agenda e revezar os dias da gravação do seu seriado que em sua maioria também era naquela cidade.
0
Comente!x

  A sala onde estavam era o camarim improvisado dos protagonistas. O prédio se localizava em uma rua tranquila do Brooklyn, no qual seriam gravadas quase todas as cenas do filme. O ambiente do restaurante, um dos cenários principais, havia sido montado bem em frente ao prédio, o que antes era um estacionamento vazio com uma placa de vende-se, agora se encontrava uma estrutura em container totalmente ambientada e preparada para as primeiras cenas do romance.
0
Comente!x

  — Tenho certeza que você será. — Confirmou ele, demonstrando confiança nela.
0
Comente!x

  Algo que deixou impressionada.
0
Comente!x

  — Então, você está pronto para fazer o Cedric Baker? — perguntou , com um olhar curioso para ele.
0
Comente!x

  — Acho que sim, e você? Está pronta para fazer a Annia Miller? — retrucou ele, a pergunta.
0
Comente!x

  — Estou muito pronta. — Assegurou , com confiança.
0
Comente!x

  — Com licença, senhor Urrea e senhorita Martini, o set está pronto e o diretor está esperando. — Disse a staff ao dar dois toques na porta, chamando a atenção deles.
0
Comente!x

  Ambos assentiram com a cabeça e seguiram a garota até o térreo. Assim que chegaram, foi direcionada para o ambiente do restaurante, para se preparar para a primeira cena de ambos juntos. Enquanto isso, Noah foi direcionado para o apartamento montado para seu personagem; após algumas instruções do diretor e curtas passagens de fala com o ator Joseph Brown, que faria o personagem de Dimitri, o primo do protagonista. Assim que todos se colocaram em suas posições e o diretor deu o sinal, a primeira cena do filme começou a ser gravada.
0
Comente!x

  — Ação! — gritou o diretor Hilte.
0
Comente!x

  — Posso dizer o quanto não estou com a mínima vontade de sair? — disse Cedric pegando sua carteira em cima da mesa de canto ao lado da cama.
0
Comente!x

  — Não. — Dimitri riu com ar meio sarcástico. — Já faz quinze dias que você não sai de casa.
0
Comente!x

  — Então, seria uma pena se você não me deixasse bater meu recorde. — Explicou Cedric colocando seus óculos escuros. — Não quero esbarrar em pessoas, não quero sentir perfumes fortes, não quero que o mundo me veja.
0
Comente!x

  — Yah, pare de reclamar, você é o cego mais normal que eu conheço, as pessoas nem percebem se eu não falo. — Retrucou Dimitri como se fosse algo positivo em minha vida.
0
Comente!x

  — Isso é porque eu sei disfarçar muito bem. — O rapaz deu de ombros encostando a mão direita na porta. — E onde está sua noiva? Deveria levar ela.
0
Comente!x

  — Ah, nem chegou aos setenta e já parece um velho ranzinza. — Ele riu seguindo pelo corredor até a sala. — Hoje é o dia dos homens, além do mais a Joy está numa viagem a trabalho.
0
Comente!x

  — Hum. — Cedric resmungou seguindo em direção à porta, porém ao passar pelo sofá esbarrou na mesa de centro batendo minha perna nela. — Yah.
0
Comente!x

  — Oh, aish, eu esqueci de falar que ela trocou os móveis de lugar hoje cedo antes de ir.
0
Comente!x

  — Não diga. — Ele respirou fundo prendendo outro grito de raiva. — Ela adora fazer isso quando vai viajar.
0
Comente!x

  — Tenho certeza que logo você se adapta novamente. — Dimitri propositalmente prendendo um riso.
0
Comente!x

  — Vamos, antes que mude de ideia.
0
Comente!x

  — Corta! — gritou o diretor, ao sentir que não estava fluindo como ele esperava. 
0
Comente!x

  Paciência era uma qualidade genuína do diretor, agora mais do que nunca era essencial para conduzir e direcionar o jovem cantor, que mesmo demonstrando entusiasmo e foco, tinha dificuldades em acertar o timing da cena e evidenciar as emoções do seu personagem. 
0
Comente!x

  — Noah, vamos tentar mais uma vez. Tudo bem? — disse o diretor. — Respire fundo, você vai conseguir chegar no eixo do seu personagem, falta só mais um pouco de emoção e sensibilidade.
0
Comente!x

  — Tudo bem, vou me esforçar. — O cantor assentiu, respirando fundo e se concentrando novamente. 
0
Comente!x

  Mais uma vez deu início às filmagens. Foram longas quatro horas entre pausas para reajustes e testes, até que finalmente obtiveram um resultado satisfatório no olhar do diretor. Assim, prosseguiram para a cena do restaurante, onde teria o primeiro contato dos personagens principais e mais três horas de filmagens.
0
Comente!x

  — O que houve? — perguntou Dimitri.
0
Comente!x

  — O perfume dela estava me incomodando. — Explicou, respirando de leve e logo demonstrando sentir um cheiro mais agradável vindo da mesa ao lado.
0
Comente!x

  — Bom dia, desejam mais alguma coisa? — perguntou uma voz diferente vindo da mesa ao lado, era Annia, a personagem de finalmente entrando na história.
0
Comente!x

  Ele precisou demonstrar em suas expressões faciais que sabia não ser a mesma atendente, pois seu perfume parecia ser feito de essência de jasmim.
0
Comente!x

  — Ah, não, obrigado, estamos satisfeitos. — Disse uma voz rouca ao tossir um pouco.
0
Comente!x

  — Se precisarem de algo, só chamar. — Aquela voz sim, era suave e angelical, eram música para os ouvidos de Cedric.
0
Comente!x

  — Quem era? — perguntou ele a Dimitri.
0
Comente!x

  — O quê? — Dimitri indagou como se não estivesse prestando atenção no primo.
0
Comente!x

  — Perguntei quem era falando ao lado. Insistiu.
0
Comente!x

  — Uma outra atendente, eu acho. — Respondeu se espreguiçando na cadeira. — Viva, nosso café chegou.
0
Comente!x

  — Aqui está, senhores, mais alguma coisa é só chamar. — Disse a atendente de voz aguda, demorando alguns segundos para se retirar.
0
Comente!x

  — Corta! — gritou o diretor.

When you’re lost and need a sign
Love will be the light
When you feel like down inside
If you look, then you will find, yeah, yeah.
– One Love (feat. R3HAB) / Now United

5. Lean On Me

“Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança.”
– Russo, Renato.

  Londres, primavera de 2018

  As primeiras duas semanas de gravação intensa haviam terminado, apesar de não ter sido satisfatório para o diretor Hilte conseguir finalizar apenas três cenas. Algo que causou impacto no cronograma de filmagens, sendo acrescentado mais alguns dias para as eventualidades. Com isso, ambos os protagonistas tinham outros compromissos importantes em suas agendas, o que os levou a dar uma breve pausa de acordo com o calendário.
0
Comente!x

  Enquanto Noah seguia com as viagens em grupo e apresentações em países específicos, tinha as filmagens da segunda temporada de sua série americana para enfrentar. Seria complicado para a garota não misturar as falas e acabar errando o texto, entretanto, ela já havia passado por isso quando gravou a personagem antagonista da novela Genie na mesma época que participou como a protagonista do musical Bon Voyage em Florença.
0
Comente!x

  — Miss Martini, vamos levantando que hoje temos muito trabalho pela frente! — disse Will ao adentrar o quarto dela, no apartamento da família Martini.
0
Comente!x

  O homem caminhou tranquilamente até a janela e abriu as cortinas sem nenhum remorso. Ele sabia que ela odiava isso, mas era a única forma da moça acordar de fato de seu sono profundo.
0
Comente!x

  — Hum? — rolou na cama, cobrindo a cabeça e virando para o canto, resmungou — Só mais dois minutos.
0
Comente!x

  — Não, não, nada de dois minutos. — ele se aproximou de sua cama e retirou a coberta do rosto dela — Mesmo sendo à noite hoje, estamos atrasados para a gravação, era para você ter chegado ao set há trinta minutos.
0
Comente!x

  — Não, por favor. — ela apertou os olhos, sentindo seu corpo dolorido — Eu tô morta, não aguento mais, preciso dormir mais um pouco.
0
Comente!x

  — , eu sei que tem sido puxado para você e que seu treino de ontem foi puxado, mas precisamos cumprir com o cronograma. — insistiu ele, tentando ser o mais compreensível que podia.
0
Comente!x

  E sim, Will sabia que estava mesmo sendo uma rotina pesada. Após a pausa de I Need U em Manhattan, já se contava uma semana de seu retorno a Londres e três dias em que estava sendo treinada pela equipe de preparadores físicos da série para entrar em forma para as gravações. Não que estivesse acima do peso, porém, o condicionamento físico de sua personagem LT da série My Little Thief, a exigia muito. Não foi à toa que a atriz necessitou entrar numa aula de artes marciais e defesa pessoal. Além de aprender um pouco de parkour.
0
Comente!x

  Mas e os dublês? Sim, contava com uma eficiente equipe de dublês, entretanto seu fascínio pelo seu trabalho lhe fazia querer gravar algumas cenas de ação por conta própria. Resultando assim em um esforço a mais para ensaiar as cenas de luta.
0
Comente!x

  — Eu cheguei da academia de madrugada. — sussurrou ela, forçando suas pálpebras abrirem — Will, onde está aqueles dias no spa que você me prometeu?
0
Comente!x

  — Oh amiga, queria tanto poder te conceder isso. — ele soltou um suspiro cansado — Mas não teremos o dia do descanso tão cedo.
0
Comente!x

  Até mesmo Will, sendo seu agente e Naomi, a assessora de imprensa, estava em uma rotina pesada para tentar proporcionar o melhor conforto de comodidade a naquele momento de excesso de trabalho. A assessora estava até mesmo à frente de todas as redes sociais da atriz, algo que acontecia raramente, afinal tomava um certo tempo de Martini.
0
Comente!x

  — Tudo bem. — ela bocejou de leve, tampando a boca com a mão direita e ergueu um pouco o corpo — Tenho direito a um café da manhã?
0
Comente!x

  — No carro? Claro que tem! A gente passa na Starbucks no caminho. — ele abriu um sorriso largo e se afastou da cama — Te espero lá embaixo.
0
Comente!x

  Ela bufou discretamente pela resposta dele. Não era bem o que esperava ouvir.
0
Comente!x

  — Tem alguém em casa? — perguntou ela.
0
Comente!x

  — Sua mãe saiu mais cedo com o pequeno Miguel, acho que o levou ao médico. — respondeu ele ao abrir a porta — Ambos ainda não retornaram e Flora, não a vi quando cheguei.
0
Comente!x

  — Miguel tem alguma coisa? — ela se moveu rapidamente e pegou o celular — O que aconteceu com ele?
0
Comente!x

  — Calma, é consulta de rotina, não tem nada com seu irmão. — disse acalmando-a — Agora se preocupe consigo mesma e trate de se trocar.
0
Comente!x

  Assim que Will se retirou, fechando a porta, escreveu uma mensagem para sua mãe no aplicativo do whatsapp perguntando sobre o irmão. Ficou olhando por alguns instantes a tela, esperando pela resposta. Com o silêncio da mãe, ela finalmente levantou-se da cama e seguiu para o closet. Sem se importar muito com o que vestiria, apenas pegou a roupa mais confortável para vestir e colocou no corpo.
0
Comente!x

  — Agora podemos. — falou ela, assim que entrou no carro.
0
Comente!x

  — Let’s go! — disse ele animado.
0
Comente!x

  Assim que chegaram no set, a diretora Collins já se encontrava ansiosa para o retorno de toda a equipe para as filmagens da segunda temporada, após o estrondoso sucesso da primeira. Todos bem animados e eufóricos com as surpresas que o enredo da história prometera ao público.
0
Comente!x

  — Obrigada a todos por continuarem neste projeto. — a diretora iniciou seu discurso de boas vindas — Nesta fase da história, temos mais alguns roubos da nossa protagonista de muitas viagens também, Londres está num ótimo clima para gravações e tenho certeza que a segunda temporada será tão incrível como a primeira.
0
Comente!x

  Todos aplaudiram empolgados.
0
Comente!x

  — Eu só queria dizer que tem sido uma experiência incrível contracenar com a e ser o álibi perfeito da LT. — disse o ator coreano Lee Junho, um dos mais bem pagos de seu país.
0
Comente!x

  Park era filho de um britânico e uma coreana. Desde de pequeno foi inserido no meio artístico por sua tia que é fotógrafa, primeiro como um modelo e agora seguindo seu sonho de infância, a carreira de ator. O convite para contracenar com , veio da própria atriz que após ver um dorama protagonizado por ele, teve certeza que havia encontrado o ator ideal para viver o papel do sério Park Jung na série. Até mesmo a diretora teve que admitir o talento e a harmonia de ambos em cena.
0
Comente!x

  — , o Will me enviou sua agenda e eu quase entrei em surto com esse projeto da Netflix. — comentou a diretora, ao se aproximar dela — Como consegue trabalhar tanto?
0
Comente!x

  — Eu juro que não sei o que deu em mim quando aceitei, mas agora não posso desistir, só vou precisar de um pouco da sua compreensão e ajuda. — pediu ela, mantendo o olhar cansado.
0
Comente!x

  — Fique tranquila, nós temos um tempo bom de cronograma e as partes que não vai aparecer podemos remanejar para serem gravadas tempo em que estará afastada. — assegurou ela — Só me preocupo com sua saúde física e mental.
0
Comente!x

  — Eu já decidi que vou parar por algumas semanas para descansar depois que tudo isso terminar. — respondeu ela — Muito obrigada.
0
Comente!x

  — Não precisa agradecer, foi foi a melhor atriz com quem já trabalhei até hoje. — ela piscou de leve — É sempre um prazer ter você no meu set de filmagens.
0
Comente!x

  — Nisso eu também concordo, bora lá passar o texto? — perguntou Minho se aproximando delas.
0
Comente!x

  — Sim, vamos. — assentiu.
0
Comente!x

  Eles levaram cerca de trinta minutos para ler o roteiro completo dos 7 episódios que iriam compor a segunda temporada. Haviam algumas marcações para possíveis mudanças no roteiro ao longo das filmagens, assim como espaço para falas e cenas de improviso. Algo que amava fazer em seus trabalhos.
0
Comente!x

  — Muito bem, silêncio no set. — pediu Collins, observando seus atores se posicionarem — Um… Dois… Ação!
0
Comente!x

  O plano era um pouco complexo, mas bem estruturado, e LT faria de uma forma que ninguém iria descobrir um roubo. Desta vez ela havia chegado pela porta da frente, ao lado de seu álibi Jung e sua família. Ficando os primeiros vinte minutos andando pelos corredores dos estandes com a sogra Mary, afinal precisava ser vista com a mesma para que o álibi funcionasse.
0
Comente!x

  Foi neste momento que os olhos da mulher encontraram um sapato todo cravejado de cristais Swarovski, fazendo seu coração acelerar na hora, com o olhar fixado ela teria que obter aquele sapato, de alguma forma aquele sapato seria dela ao final da noite. Fechando seus olhos LT se concentrou, instantes depois aproveitando que Mary estava distraída olhando uma gargantilha de esmeraldas ela se afastou cautelosamente em silêncio. E seguiu mais que depressa em direção a área dos funcionários. Precisava ser rápida com tudo aquilo, pois já tinha avistado um concorrente em meio aos convidados.
0
Comente!x

  Entrando em uma das portas onde estava o ponto cego da câmera mais próxima, LT caminhou até o vestiário masculino. Dean, seu chefe, havia conseguido uma chave de um dos armários, o que facilitou sua troca de roupa em menos de cinco minutos, finalizando o disfarce com um boné e um bigode, deixando o vestido dentro do armário para seu retorno. Antes de sair do vestiário, ela pegou uma caixa de ferramentas que estava ao lado da porta, caminhando até a sala de preparo onde organizam as peças a serem leiloadas em pequenas caixas de vidro.
0
Comente!x

  Haviam algumas pessoas trabalhando no local, ao se desviar de algumas, seguiu em direção a sala onde estava o diamante Pink Panter. Disfarçadamente, LT pegou o cartão de acesso do bolso de um dos seguranças quando esbarrou propositalmente nele e seguiu direto pelo corredor até a sala. Ao chegar, lá estava o primeiro concorrente, o que a fez arquear a sobrancelha direita, olhando aquele ladrão patético cheio de instrumentos tecnológicos tentando descobrir como abriria a porta.
0
Comente!x

  — Por que não deixa uma profissional fazer isso? — disse a LT com um sorriso de canto debochado.
0
Comente!x

  — Hum. — ele se virou, estava surpreso em me ver ali — Little Thief.
0
Comente!x

  — Fish, está muito longe da água. — eles começaram a se tratar pelos nomes de profissão.
0
Comente!x

  Fish era um antigo aprendiz de Dean.
0
Comente!x

  — E você de casa. — ele olhou para trás e viu que vinha dois seguranças.
0
Comente!x

  — Ei você. — um dos seguranças gritou para Fish.
0
Comente!x

  — Senhor, ele está tentando entrar à força. — ela elevou a voz de leve gritando para eles.
0
Comente!x

  — Você me paga. — Fish juntou suas coisas e saiu correndo.
0
Comente!x

  Os seguranças acionaram a central, LT se comprometeu a ficar até que o responsável chegasse, enquanto eles foram atrás de Fish. Aquele foi o momento de aproveitar e passar o cartão roubado na fechadura eletrônica da porta e entrar. No meio da sala estava o cobiçado diamante rosa. Ela teria que ser precisa neste momento, pois o diamante estava ligado a um alarme de segurança. Respirando fundo, retirando uma relíquia perfeita e fiel ao formato e cor do diamante do bolso e em milésimos de segundo ela fez a troca, prendendo a respiração no susto pensando que o alarme tocaria, mas deu certo minha troca.
0
Comente!x

  Coloquei o diamante verdadeiro no bolso da calça e saí, ao fechar a porta e me virar dei de cara com uma ex-amiga que também estava lá pelo diamante.
0
Comente!x

  — Corta! — disse Collins ao gravar pela segunda vez a sequência — Vocês foram perfeitos!
0
Comente!x

  — Obrigada. — disse .
0
Comente!x

  Os atores se reuniram para ver como haviam saído as gravações. Foi quando avistou um rosto conhecido e inusitado no local, conversando com Will. Se afastando da equipe, seguiu em direção ao seu agente.
0
Comente!x

  — Noah? — disse o nome do cantor, com um olhar surpreso — O que faz aqui?
0
Comente!x

  — Oi. — ele deu um sorriso tímido — Eu vim observar como os profissionais fazem de verdade.
0
Comente!x

  — Hum… — ela se sentiu um pouco envergonhada pelas palavras sinceras dele.
0
Comente!x

  — Eu vou deixar vocês conversando e conferir se seu jantar já chegou. — disse Will se afastando deles.
0
Comente!x

  Eles ficaram por um tempo em silêncio, apenas observando o agente se afastar.
0
Comente!x

  — O que realmente está fazendo em Londres? — perguntou ao voltar sua atenção para ele.
0
Comente!x

  — Eu e meu grupo gravamos as últimas cenas do nosso clipe Summer in the City, foi quando eu soube que você estava na cidade… — ele não sabia bem responder o motivo real de estar ali.
0
Comente!x

  No fundo, nem mesmo Noah sabia explicar para si mesmo sua necessidade de ver a colega de filmagem, após uma semana longe. Mas uma coisa ele sabia, seu coração sempre acelerava quando ela estava perto.
0
Comente!x

  — Você já comeu? Imagino que deve estar tão cansado quanto eu, pelo seu olhar. — comentou ela, certa de suas palavras.
0
Comente!x

  — Ah sim, não posso negar que tem sido mesmo muito louco ter que conciliar o grupo com as gravações e meus ensaios com a equipe da Netflix. — sua voz também não estava das melhores, ele parecia continuar com a inflamação na garganta.
0
Comente!x

  — Consigo perceber pela sua voz. — comentou ela — Está tudo bem?
0
Comente!x

  — Sim, eu forcei um pouco a voz há uns dias e minha garganta acabou brigando comigo. — brincou ele, tentando suavizar sua situação — Mas já está tudo bem agora, estava bem pior ontem.
0
Comente!x

  — Você precisa se cuidar, não quero ser deixava no set. — brincou ela, de volta, mas com um fundo de preocupação — Como tem sido seus ensaios?
0
Comente!x

   queria muito ajudá-lo com sua atuação, porém sua timidez não ajudava muito. Em seu pensamento, ela cogitava a possibilidade do cantor se sentir ofendido caso ela lhe oferecesse algum tipo de aula de atuação. Afinal, a produção da Netflix já estava prestando essa assessoria.
0
Comente!x

  — Um desastre. — ele riu baixo — Não sei se algum dia vou levar jeito pra isso, olhando para o ator que estava contracenando com você, me sinto pior que uma criança nesse meio.
0
Comente!x

  — Para, não diga isso, você começou agora, o Minho tem anos de prática. — explicou , tentando motivá-lo — Não desanime, a prática leva à perfeição, até mesmo para aqueles que nascem com esse talento natural.
0
Comente!x

  Nesta última parte, ela se referia a si mesma e seu esforço para melhorar a cada dia.
0
Comente!x

  — Agradeço pela força. — ele sorriu de leve.
0
Comente!x

  — Hum… Acho que posso te ajudar mais do que só palavras motivacionais. — disse ela, pensando alto.
0
Comente!x

  — Do que está falando? — ele franziu a testa, confuso.
0
Comente!x

  — Podemos ensaiar juntos? Aproveitando que estamos aqui em Londres. — sugeriu ela de forma espontânea.
0
Comente!x

  — Ah, seus dias são tão tumultuados quanto os meus, não quero tomar o seu tempo. — disse ele, em recusa.
0
Comente!x

  — Não estará tomando o meu tempo. — insistiu ela, não aceitando a resposta dele — Além do mais, eu sempre tenho tempo para ajudar um amigo.
0
Comente!x

  — Então, eu posso ser o seu amigo? — ele ficou surpreso com as palavras dela.
0
Comente!x

  — Apenas se quiser. — ela abriu um sorriso singelo, sentindo um pulsar mais forte no seu coração pelo olhar dele.
0
Comente!x

  — Tudo bem, então, seu amigo aceita a ajuda. — Noah bem que tentou, mas não conseguiu evitar o sorriso de canto, de aparecer em seu rosto.
0
Comente!x

  Após um pedido a Collins para encerrar as gravações naquele dia. convidou Noah para ir até seu apartamento, assim poderiam ensaiar sem nenhuma preocupação. Seguiram para o terraço da cobertura, o melhor lugar para ensaios, segundo a atriz. O cantor se impressionou com o ambiente aconchegante e confortável em que o lugar transmitia.
0
Comente!x

  — Aqui estamos! — disse ela, ao retornar de seu escritório com alguns papeis na mão — Trouxe o roteiro, só tenho uma cópia, pode ficar com ela.
0
Comente!x

  — Mas e você? — perguntou ele, ao pegar.
0
Comente!x

  — Já decorei. — respondeu.
0
Comente!x

  — Sério? — ele não conseguiu disfarçar estar impressionado.
0
Comente!x

  — Tenho boa memória. — brincou ela, ficando sem graça — Vamos?
0
Comente!x

  — Sim, claro, por onde começamos? — perguntou ele.
0
Comente!x

  — Começamos com você relaxando. — ela riu de leve — Você fica muito tenso enquanto grava.
0
Comente!x

  — Bem, fico com medo de errar e acabo errando. — confessou ele.
0
Comente!x

  — Esse é o problema, não se cobre demais, assim sua mente não vai aguentar e você vai continuar nervoso e tenso nas gravações. — aconselhou ela se aproximando um pouco mais dele — Agora, feche os olhos.
0
Comente!x

  — Para que? — perguntou confuso.
0
Comente!x

  — Você poderia confiar em mim? — perguntou ela, com um olhar suave.
0
Comente!x

  Ele apenas sorriu de leve e fechou os olhos, em resposta à sua pergunta.
0
Comente!x

  — Ok. Para entender o seu personagem, você precisa viver o que ele vive e sentir o que ele sente. — ela retirou do bolso da calça um lenço e amarrou nos olhos dele — Você precisa se conectar com as emoções do Cedric.
0
Comente!x

  — E como faço isso? — perguntou ele.
0
Comente!x

  — Da mesma forma que você se conecta com a música, confie em si mesmo. — respondeu ela, retirando o roteiro da mão dele — Você leu esse roteiro mais do que eu, você sabe as falas, sobre precisa deixar elas virem naturalmente, como a letra das suas canções.
0
Comente!x

  — … — ele sussurrou ao senti-la se afastar.
0
Comente!x

  — A partir de agora, eu sou a Annia, sinta a sua frustração quando eu descubro que é um deficiente visual. — sussurrou ela, de volta — Ação!
0
Comente!x

  Assim que clareou o dia, Cedric acordou com o barulho da porta, a campainha estava tocando repetidas vezes. Ele já não gostava de ser acordado, e com barulhos era ainda pior. Seu dia tinha tudo para ser estressante e o mesmo já estava mal humorado em menos de um minuto acordado. Ao se levantar, ainda um pouco zonzo e com alguns xingos pelo caminho, seguiu em direção a porta. Tinha certeza que era seu primo Dimitri e sua falta de atenção em não sair com a chave.
0
Comente!x

  — O que foi? — disse Cedric de forma rude ao abrir a porta, demonstrando sentir a respiração da pessoa que parecia meio sem reação.
0
Comente!x

  Algo que o deixava ainda mais nervoso.
0
Comente!x

  — Não vai dizer nada? — insistiu.
0
Comente!x

  — Bem… — era ela, a voz doce da mulher que ele salvou — Acho que posso começar com um… Bom dia?
0
Comente!x

  — Annia? — ele tentou sussurrar, porém o som de sua voz saiu alto, seu coração acelerou novamente, abaixando a face, foi cauteloso em não deixar ela ver seus olhos — O que deseja?
0
Comente!x

  — Bem… — ela respirou fundo — Primeiro, eu desejo que retribua o bom dia que eu te dei. — sua voz era de uma garota de atitude naquele momento.
0
Comente!x

  — Nossa… — ele ficou envergonhado pela própria reação ao abrir a porta — Bom dia.
0
Comente!x

  — Agora está melhor. — sua voz voltou a ser mais suave como sempre — Eu… Li sobre você, então pensei que pudesse agradecer de forma mais adequada.
0
Comente!x

  — Leu sobre mim? — a expressão dele era de choque, afinal ele havia pedido para que ela o “esquecesse” e a mesma escreveu sobre ele.
0
Comente!x

  — Sim, esta manhã, havia uma página sobre você, no meu álbum de informações. — assentiu ela de forma branda — O que fez por mim foi, você me salvou, não tenho palavras pra expressar como estou grata.
0
Comente!x

  — Eu nem sei o que dizer, achei que fosse se esquecer de mim. — ele foi sincero e claro com seus pensamentos sobre o assunto
0
Comente!x

  — Eu também. — ela riu de leve — Está sendo um pouco estranho para mim, por mais que todo dia seja sempre uma novidade, eu sempre deixo passar muita coisa que não vai fazer diferença na minha vida, mas acho que o meu eu de ontem, não queria te esquecer.
0
Comente!x

  Ela abriu um singelo sorriso, algo que fez o coração do rapaz acelerar um pouco.
0
Comente!x

  — Você é incrível! — disse Noah, ao retirar o lenço dos olhos e olhar o sorriso no rosto dela.
0
Comente!x

  E sim, não era somente o coração de seu personagem que estava acelerado, mas o seu também. No que havia sido apenas um ensaio, Noah conseguiu se conectar ao ambiente que ela havia lhe proporcionado, não somente como atriz, mas também se mostrava uma excelente professora, ao ensiná-lo de uma forma inusitada e nada convencional.
0
Comente!x

  — Como eu disse, a prática leva a perfeição. — reforçou ela — Vamos fazer de novo?
0
Comente!x

  — Claro. — assentiu ele, com um sorriso animado.
0
Comente!x

Lean to the left, lean to the right
And I need someone to lean on
Slide to the left, slide to the right
I’ll be here, just lean on me.

– Lean On Me / Now United

6. Momentos

Meu futuro começa quando acordo todas as manhãs.
Todos os dias eu encontro algo criativo para fazer com minha vida.

– Davis, Miles

  Londres, primavera de 2018

  Após duas horas de ensaio sem ver o tempo passar, de final da tarde, a lua já se mostrava bonita no céu iluminando todo o terraço. Assim que a dupla finalizou mais uma cena, se espreguiçou de leve, sentindo seus ombros doloridos, os músculos de seu corpo ainda se lembravam dos ensaios das sequências de luta. Noah notou nitidamente o cansaço estampado no rosto da jovem, mesmo ela tentando disfarçar mantendo a suavidade no olhar e no sorriso discreto.
0
Comente!x

  — Acho que podemos parar por hoje. — disse ele, ao desamarrar o lenço que havia pousado em seu pescoço — Estamos os dois cansados demais para prosseguir e posso dizer que aprendi muita coisa por hoje.
0
Comente!x

  — Bem, estou feliz em tê-lo ajudado de alguma forma. — disse ela ao se aproximar da garrafinha de água e tomar um gole — A tarde passou tão rápido que nem vimos a noite chegar.
0
Comente!x

  — Sim. — concordou ele, voltando o olhar para lua — E o céu está lindo.
0
Comente!x

  Ele voltou o olhar para ela de forma espontânea.
0
Comente!x

  — Como você. — finalizou deixando as palavras saírem com fluidez na voz.
0
Comente!x

  Ela sorriu com timidez sentindo seu rosto corar de leve. Não havia como negar o fato do olhar de Noah ser tão intenso e atraente para ela, assim como o seu sutil sorriso que a deixava um pouco boba também. Era intrigante para ter mantido aquele olhar em sua memória desde que esbarrou nele no dia mais importante de sua vida. E por mais que quisesse perguntar se ele se lembrava daquele dia, sua insegurança não a permitia pronunciar o assunto.
0
Comente!x

  — Você disse que estamos cansados… Posso acrescentar famintos também? — disse ela, mudando de assunto ainda envergonhada pelas palavras dele.
0
Comente!x

  — Acho que sim. — Noah sentiu seu celular vibrando no bolso e notou ser uma chamada de Paul — Eu preciso atender.
0
Comente!x

  — Claro, vou esperar lá embaixo. — disse ela ao se afastar.
0
Comente!x

   logo direcionou seus passos até às escadas para deixá-lo confortável, Noah se aproximou do guarda-corpo do terraço e atendeu a ligação.
0
Comente!x

  — Urrea, onde você está? — perguntou o assessor, num tom de preocupação — Estamos todos loucos sem saber onde está.
0
Comente!x

  — Me desculpe, eu disse que iria dar uma volta e acabei me esquecendo de avisar onde estou agora. — respondeu ele, com tranquilidade.
0
Comente!x

  — E onde você está? Mandarei um táxi para te pegar. — disse o homem.
0
Comente!x

  — Acredite ou não, eu estou no apartamento da . — contou ele, receoso pela reação dele.
0
Comente!x

  — A atriz? — reforçou para ter certeza de que não ouviu errado.
0
Comente!x

  — Sim, Martini. — confirmou.
0
Comente!x

  — E… Espera, alguém viu você entrando aí? Algum paparazzi te seguiu? — o tom ficou mais preocupado e apreensivo — Noah, estamos no início da carreira do grupo e sabe que rumores de romances amorosos estão totalmente proibidos, mesmo ela não sendo do grupo.
0
Comente!x

  — Não Paul, não é isso, não interprete errado, eu e somos amigos. — Noah se sentiu atordoado pela reação do homem e também um pouco confuso em sua negação, após um frio na barriga aparecer de repente — Eu… — ele se controlou para não gaguejar — Ela me ofereceu ajuda para ensaiar com ela.
0
Comente!x

  — Ah sim… Que alívio, mesmo assim não deveria ter ido com ela sem a minha presença, imagina se tiverem fotografado vocês, podem interpretar mal e prejudicar a imagem do grupo. — disse o homem, mantendo o tom de repreensão.
0
Comente!x

  — Eu sei, Paul. — Noah soltou um suspiro frustrado e cansado.
0
Comente!x

  — Digo isso como um amigo e sei que o senhor Fuller não vai gostar de saber sobre isso. — reforçou mais.
0
Comente!x

  — Me desculpe pela preocupação, não vai acontecer novamente. — assentiu ele.
0
Comente!x

  — Muito bem, vou mandar um carro particular para te buscar e pedir para serem discretos. — disse ele.
0
Comente!x

  — Tudo bem. — Noah apenas concordou para não render as palavras de repreensão dele.
0
Comente!x

  Enquanto isso no andar de baixo, ao chegar na sala se deparou com a sua irmã dançando no meio da sala com a televisão ligada, passando um music video do BTS. Seu corpo gelou ao se lembrar que a adolescente também era fã do Now United e coincidentemente seu parceiro de gravação era um membro do grupo. O que fazer? Ela não tinha nenhuma ideia.
0
Comente!x

  — O que aconteceu, ? — a voz de sua mãe soou da cozinha, adentrando a sala — Está está com um olhar apático.
0
Comente!x

  — Mãe. — ela voltou seu olhar para o lado e tentou voltar sua mente ao lugar — Eu… Trouxe visita…
0
Comente!x

  — Que visita? — perguntou a mãe — Trouxe para o jantar?
0
Comente!x

  — Ah não, foi para ensaiar. — respondeu ela, ainda estática pela irmã — Coisas do trabalho.
0
Comente!x

  — Você trouxe o Junho para cá? — Flora abaixou o volume da televisão e voltou o olhar para a irmã — Finalmente vou conhecer meu ator favorito?
0
Comente!x

  Os olhos de Flora brilharam por um momento, até que demonstraram surpresa e espanto assim que viram Noah descendo as escadas.
0
Comente!x

  — Noah Urrea? Na minha casa? — sussurrou ela, boquiaberta com o acontecimento — Minhas amigas não vão acreditar.
0
Comente!x

  — Pois é… — engoliu seco temendo a reação da irmã e deu um sorriso forçado — Ele veio ensaiar comigo algumas cenas do filme e…
0
Comente!x

  — Boa noite. — disse ele ao se deparar com a família da atriz, um pouco envergonhado — Me desculpe a surpresa repentina.
0
Comente!x

  — Ah, não se desculpe. — disse a mãe de , abrindo um largo sorriso para o rapaz e se aproximando dele — Prazer, eu sou Marie, a mãe da .
0
Comente!x

  — Prazer, senhora. — disse ele.
0
Comente!x

  — Por favor, pode me chamar apenas de Marie. — disse ela — Você ficará para o jantar, não é?
0
Comente!x

  — Bem, eu… Preciso ir, meu assessor está a caminho para me pegar aqui. — disse ele, guardando o celular que estava na mão, no bolso.
0
Comente!x

  — Ah, mas eu estou preparando canelones com massa fresca recheada de provolone, uma receita da família. — insistiu ela, com um olhar esperançoso.
0
Comente!x

  — Mãe, eu e o Noah estamos cansados, trabalhamos o dia todo, acho melhor… — tentou ajudá-lo.
0
Comente!x

  — Que isso, filha, não foi isso que te ensinei, enxotar a visita. — Marie suavizou o sorriso e segurou na mão do rapaz — Eu insisto para que fique e prove o canelone, está maravilhoso, eu mesma preparei. Prometo que não vai se arrepender.
0
Comente!x

  Noah olhou para que estava tão sem reação quanto ele. Então sorriu de volta para Marie assentindo o convite e agradecendo pela gentileza. Assim que a mãe seguiu para o espaço da mesa de jantar guiando o rapaz, se aproximou da irmã que até o momento estava estática.
0
Comente!x

  — Feche a boa e reaja, Flora. — disse em tom baixo, segurando o riso da irmã.
0
Comente!x

  — Acho que ela não te ouviu. — disse Miguel ao passar pelas duas em risos — Imagine se fosse o Junho.
0
Comente!x

  — Flora, está tudo bem? — o olhar da atriz ficou um pouco mais preocupado.
0
Comente!x

  — É o Noah. — sussurrou Flora — Meu cantor favorito, na minha casa.
0
Comente!x

  — Sim, e você precisa respirar e não surtar. — pediu sem saber como reagir a ela.
0
Comente!x

  Flora respirou fundo tentando se acalmar internamente e seguiu para mesa de jantar com a irmã mais velha. A adloescente fez questão de se sentar ao lado de Noah, mesmo contra a vontade da mãe, que preferia sua primogênita ali. Após Marie agradecer pela refeição, fez questão de servir a visita inesperada primeiro.
0
Comente!x

  — Espero que goste de gastronomia italiana. — comentou Marie ao serví-lo.
0
Comente!x

  — Obrigado. — ele pegou o prato e ao olhar involuntariamente para a atriz que sentou em sua frente — Aprecio bastante tudo na Itália.
0
Comente!x

  Todos à mesa repararam no olhar do rapaz, porém se mantiveram silenciosos quanto a isso. por sua vez apenas se mantinha envergonhada pela situação constrangedora de sua mãe.
0
Comente!x

  — Noah. — Flora finalmente se pronunciou — Eu amo o Now United.
0
Comente!x

  — Fico feliz por isso. — disse ele, abrindo um largo sorriso.
0
Comente!x

  — Eu acompanho tudo sobre o grupo desde o início e você é o meu membro favorito. — continuou ela, querendo gritar internamente.
0
Comente!x

  — Me sinto lisonjeado por isso. — ele voltou o olhar para o prato — E agradeço pelo apoio, o carinho dos fãs nos motiva a continuar.
0
Comente!x

  — Vocês vão mesmo gravar uma canção para a copa da Rússia? — indagou Flora — Eu vi umas postagens em um fansite sobre isso.
0
Comente!x

  — Ah sim, já fizemos a gravação da música no estúdio e na próxima semana faremos a gravação do videoclipe. — respondeu ele, já indo para dar a próxima garfada.
0
Comente!x

  — Mas e como vão ficar as gravações do filme? — mais uma vez Flora e sua curiosidade.
0
Comente!x

  — Pare de enchê-lo de perguntas, menina, deixe-o comer em paz. — Marie a repreendeu fazendo cara feia, num tom típico e bravo de toda mama italiana.
0
Comente!x

  Noah bem que tentou segurar o riso, mas acabou não conseguindo. O que levou todos à mesa a rirem junto, pela casa de emburrada que Flora fez.
0
Comente!x

  — Está tranquilo, já estou acostumado com as curiosidades dos fãs. — brincou ele, ao piscar de leve para Flora, fazendo-a se animar — Pode perguntar o que quiser.
0
Comente!x

  — Tem certeza? — o pequeno Miguel o olhou admirado — Ela é maluca, não fala isso.
0
Comente!x

  — Seu feio. — Flora mostrou a língua para ele, levando um olhar de repreensão da mãe.
0
Comente!x

  — Sim, pode me perguntar o que quiser, Flora. — assentiu ele.
0
Comente!x

  — Você tem namorada? — a adolescente foi rápida e precisa.
0
Comente!x

  — Flora! — agora foi a vez de repreender a irmã — Me desculpa, Noah.
0
Comente!x

  Noah riu mais um pouco.
0
Comente!x

  — Está tudo bem, e eu não tenho namorada, Flora. — respondeu ele, ainda em risos.
0
Comente!x

  — Isso é legal, minha irmã também está solteira. — continuou a menina, falando de forma espontânea.
0
Comente!x

  — Flora! — nesta altura do jantar já não sabia reagir de tanta vergonha.
0
Comente!x

  Seu olhar para Urrea foi apenas de: Me desculpe. Fazendo-o se divertir ainda mais. Após o jantar, o acompanhou até a garagem privativa do prédio, onde uma Mercedes preta já o aguardava.
0
Comente!x

  — Me perdoe pela minha família, eu nem sei onde foi parar minha cara de tanta vergonha. — disse ela, ao pararem a poucos metros do carro.
0
Comente!x

  — Fique tranquila, família é família, a minha consegue ser um pouco pior. — brincou ele, sorrindo de leve — E eu acho bem legal a forma espontânea de vocês.
0
Comente!x

  — Italianos são mesmo muito espontâneos, até demais. — concordou ela — Mas, tirando os constrangimentos, fico feliz que tenha gostado do jantar.
0
Comente!x

  — Nossa, espero não ter me passado por guloso, mas sua mãe cozinha muito bem, não tive como recusar repetir. — contou ele, com um olhar de culpado.
0
Comente!x

  — Fique tranquilo, na cultura italiana, se não repetir a comida significa que não gostou, então está salvo. — respondeu ela, rindo de leve.
0
Comente!x

  — Ufa! — brincou ele, rindo também — Obrigado por hoje.
0
Comente!x

  — Não foi nada, só ajudei um amigo. — respondeu ela.
0
Comente!x

  — É sério… — Noah ficou de frente para ela, mantendo a serenidade no olhar — Eu estava me sentindo um pouco pressionado e frustrado pela manhã, passar esse tempo com você… Não imagina o quanto foi bom.
0
Comente!x

  Ela respirou fundo, sentindo seu coração acelerar. Somente percebeu o quanto ambos estavam tão próximos, quando sentiu a mão direita de Noah tocar a dela. sentiu lá no fundo que aquelas palavras não eram a única coisa que o rapaz se intencionava a fazer. Como de fato não era mesmo. Por dentro o jovem cantor sentiu seu corpo todo arrepiar, apenas das pontas de seu dedo tocarem os dela.
0
Comente!x

  E sim, ele queria dar mais um passo para os lábios da garota. Entretanto, todo aquele momento foi cortado por um longo som de buzina vindo do carro. Era Paul, trazendo a dupla para a realidade.
0
Comente!x

  — Você precisa ir. — disse ela, dando um passo para trás.
0
Comente!x

  — Sim. — ele assentiu ao respirar fundo, para manter sua sanidade intacta — Mais uma vez, obrigado.
0
Comente!x

  — Até as gravações, amigo. — disse ela, sorrindo de leve.
0
Comente!x

  — Até as gravações, prometo continuar praticando o que aprendi hoje. — afirmou ele, com segurança.
0
Comente!x

  Ela assentiu com a face e o observou se afastar até entrar no carro. soltou um suspiro suave assim que retornou para o elevador privativo. Ao retornar para seu apartamento, foi recepcionada pelos olhares curiosos de sua família.
0
Comente!x

  — Ele disse alguma coisa sobre o jantar? — perguntou sua mãe.
0
Comente!x

  — Quando ele vai vir aqui novamente? — perguntou Flora.
0
Comente!x

  — Quando vocês vão se casar? — perguntou Miguel em tom de brincadeira, segurando o riso.
0
Comente!x

  — Miguel? — seu olhar repreensivo fez o irmão finalmente rir — Eu não vou responder a nenhum de vocês, que vergonha!
0
Comente!x

  Ela respirou fundo e olhou para a irmã.
0
Comente!x

  — E você, mocinha, trate de apagar todas as fotos que eu sei que tirou. — ela manteve um tom de ordenança — Se isso cair em mãos erradas, pode trazer problemas para o Noah e para mim.
0
Comente!x

  — Mas… — Flora tentou se defender.
0
Comente!x

  — Mas nada, apague todas. — reforçou se dirigindo para a escada.
0
Comente!x

  Assim que finalmente chegou em seu quarto e fechou a porta, seu único pensamento era se jogar na cama e dormir. Ela aproveitou a deixa para tomar um banho de espumas na hidromassagem recém-instalada no banheiro de sua suíte, algo que seu corpo agradeceu plenamente. Voltando para o quarto, vestida com o seu roupão, ela pegou o celular que havia deixado dentro da bolsa e chegou suas mensagens. Sua manhã seguinte seria no set de filmagens de My Little Thief e sua agenda já estava toda cronometrada para o restante da semana.
0
Comente!x

  Com tanta demanda em sua vida profissional, ela havia se sentido bem ao terminar as gravações mais cedo e ter passado aquele tempo com Noah. O mais interessante, foi eles terem conversado sobre coisas aleatórias entre as pausas dos seus ensaios. Contudo, a parte mais impactante daquele dia, foi a despedida na garagem deixando um gostinho de quero mais em ambos.
0
Comente!x

  Mia não tinha a localização exata da medalha, apenas uma imagem dela no celular enviada por seu chefe e a certeza que estava em alguma parede do castelo. Seu maior desafio naquele trabalho não era habilidade e nem velocidade, e sim a sorte de encontrar a medalha antes do final da expedição do grupo de turistas do qual participava. Após andar por algum tempo em círculos se controlando internamente para não se desesperar, por duas vezes um guarda a parou para lhe perguntar se a mesma estava perdida. Algo que reforçou seu desespero no momento e contribuiu para diminuir sua motivação para concluir aquele trabalho. Com o celular curiosamente sem sinal, LT não conseguiria fazer sua ligação de emergência, lhe deixando sem alternativas.
0
Comente!x

  — Senhorita? — um guarda se aproximou dela.
0
Comente!x

  — Sim? — eu se virou, voltando a atenção para ele.
0
Comente!x

  — Está tudo bem? A senhorita parece estar perdida? — perguntou o homem.
0
Comente!x

  — Bem, acho que sim, eu estava procurando um lugar que tivesse água e me perdi do grupo. — disse dando a primeira desculpa que lhe passou pela cabeça.
0
Comente!x

  — Ah, eu te mostro onde pode beber água. — disse ele, estendendo a mão para indicar o caminho.
0
Comente!x

  O guarda a acompanhou até a lateral leste do castelo onde tinha os banheiros públicos para os visitantes. Ao se afastar dele até o bebedouro, ela tomou um pouco de água para disfarçar, olhando de relance para o lado, tinha uma fresta do que parecia uma passagem secreta. Uma olhada para trás, analisando sua situação, ela aproveitou que o guarda havia se afastado e caminhou até a fresta e a empurrou de leve, por ser uma porta velha e enferrujada. Adentrando o corredor, logo ergueu a mão que segurava o celular e ligou a lanterna para iluminar o local que estava praticamente sem iluminação externa. Com o olhar atento nas paredes, foi seguindo lentamente até que em um movimento espontâneo com a mão, o celular iluminou alguma coisa que refletiu em seu olho.
0
Comente!x

  No susto ela fechou os olhos rapidamente, porém ao abri-los novamente se abaixou para olhar com mais cuidado, aparentemente tinha traços de ser folheado a ouro. Um leve sorriso surgiu em seu rosto, remexendo dentro de sua bolsa, ela pegou uma chave de fenda e começou a cavar um pouco a parede. Assim que conseguiu desgrudar o objeto, fez uma análise prévia por alguns minutos e o limpou na barra da calça. Era realmente a tal medalha que estava procurando.
0
Comente!x

  — Tão pequena e tão difícil de achar. — sussurrou ela, ao dar um suspiro cansado.
0
Comente!x

  LT a guardou no bolso da calça e retornei pelo mesmo caminho para sua sorte, quando chegou na lateral, havia algumas mulheres do grupo entrando no banheiro. Foi a deixa para entrar junto e aproveitar a oportunidade para limpar a leve sujeira que grudou em sua roupa. Assim que ela saiu do banheiro, disfarçou seu olhar na direção do homem estranho que ainda a observava com naturalidade.
0
Comente!x

  — Acha mesmo que eu não tenha observado que você está me analisando? — sussurrou ela — Quem é você?
0
Comente!x

  LT manteve sua naturalidade e fotografou um pouco os lugares que era permitido fotografar, afinal seu disfarce deveria ser mantido ao longo do passeio. Passaram alguns minutos a mais até que o guia organizou os turistas para nossa volta. Assim que chegaram à agência de turismo, o gerente se aproximou dela com sutileza.
0
Comente!x

  — Senhorita, espero que tenha se divertido com o nosso passeio. — o homem era alto de cabelos grisalhos e voz suave.
0
Comente!x

  — Ah, sim. — ela sorriu de leve — Foi uma ótima oportunidade para minhas fotos e obter mais conhecimento do passado. — ela levantou sua câmera profissional de leve.
0
Comente!x

  — Posso pedir que me envie estas fotos para que eu possa colocar em nosso mural? — pediu ele.
0
Comente!x

  — Ah, claro, com prazer. — ela respirou fundo pensando em como faria aquilo — Só me passar seu cartão.
0
Comente!x

  — Aqui está. — o gerente retirou o cartão do bolso e me entregou.
0
Comente!x

  Ao pegar o cartão ela o virou para ver o contato que tinha no verso e lá estava escrito Little Thief. Neste exato momento a jovem havia entendido o que ele estava querendo dizer. O gerente era seu contato para finalizar o trabalho, ela o olhou disfarçadamente para o homem que a observava da porta e virando seu corpo ficando de costas, em movimento precisos ela retirou cautelosamente a medalha do meu bolso e colocando debaixo do cartão de visitas do gerente, pegou uma caneta que estava em cima da bancada e escreveu um número qualquer para disfarçar.
0
Comente!x

  — Aqui, este é meu número, peça a sua assistente para me ligar, se eu ficar com seu cartão não vou lembrar de enviar as fotos e tenho certeza que o cartão vai se perder na minha bolsa. — brincou ela, rindo baixo.
0
Comente!x

  — Entendo. — o gerente pegou com cuidado e logo colocou no bolso do terno — Foi um prazer ter conosco uma pessoa tão gentil como a senhorita.
0
Comente!x

  — Igualmente, adorei o passeio. — ela manteve o sorriso no rosto.
0
Comente!x

  — Corta! — gritou a diretora Collins, encerrando mais um dia de gravação — Muito obrigada a todos pela dedicação.
0
Comente!x

  — Obrigado, gente. — disse , ao respirar fundo, se espreguiçando.
0
Comente!x

  A atriz tinha repetido aquela mesma cena umas dez vezes até conseguir deixar as ações de sua personagem mais naturais conforme a necessidade que pedia a cena.
0
Comente!x

  — Obrigada pela sua dedicação, . — disse Collins com um olhar orgulhoso.
0
Comente!x

  — Eu que agradeço pela paciência e por antecipar minhas gravações. — disse a atriz, ao receber uma garrafinha de água do staff e agradecer com um sorriso — Eu fui totalmente pega de surpresa pelo adiamento das gravações do filme.
0
Comente!x

  — Eles cancelaram? — perguntou a diretora curiosa pela história.
0
Comente!x

  — Não, não foi cancelado, mas precisou ser adiado as gravações por causa da agenda do Noah. — explicou .
0
Comente!x

  Parcialmente ela estava frustrada, pois queria muito voltar a gravar com o cantor, por outro lado, estava feliz por ter seus quinze minutos a mais de descanso. Apesar de Will aproveitar a deixa para encaixar outras atividades para ela em sua agenda, mais que apertada.
0
Comente!x

  — Agora teremos que esperar até o outono para gravarmos. — continuou.
0
Comente!x

  — Ah, outono é uma boa estação para se gravar filmes românticos. — comentou Collins — Estou ansiosa para ver seu novo projeto.
0
Comente!x

  — E eu estou ansiosa para conseguir terminá-lo. — ela riu baixo.
0
Comente!x

   se afastou dela e seguiu até seu assessor. Assim que entregou a garrafinha já vazia para ele, pegou seu celular para checar as mensagens. Lá estava uma que lhe chamou a atenção por se tratar de algo inesperado.
0
Comente!x

  Uma mensagem de Noah Urrea dizendo estar com saudades e ansioso para gravar com sua nova amiga.
0
Comente!x

  Seu coração acelerou?
0
Comente!x

  Sim, ainda mais por se lembrar do olhar intenso que ele sempre mantinha quando a olhava.
0
Comente!x

If I could paint a picture in my mind
Of all the things I like
I would paint you every time

– Momento / Now United

7. Love Is Love

Um dia me disseram que o sorriso é uma forma
de mostrarmos o quanto gostamos de alguém.
Hoje me perguntaram se eu gostava de você,
e eu apenas sorri.

– Oliveira, Pâmela

  Marrocos, verão 2018

  LT não sabia como Dean conseguia selecionar com tanta rapidez as pessoas que lhe ajudariam ao longo das missões. Afinal, ela sempre contava alguns pontos cruciais dos seus planos que exigia ajuda externa, porém ele apenas sabendo não mais do que o necessário, sempre conseguia os melhores ajudantes para a execução. E neste momento não foi diferente, assim que LT ficou em uma posição próxima do cortejo, uma mulher a pegou pelo braço arrastando-a para dentro da casa que era da noiva, de onde todos estavam saindo.
0
Comente!x

  A mulher fez sinal de silêncio e LT assentiu de imediato, ao lhe dar um uniforme de cozinheira, mostrou onde poderia se trocar. Para sua sorte, a cultura do país lhe proporcionava o benefício de esconder o rosto, assim ela poderia utilizar disso para lhe favorecer. Não poderia demorar muito, pois aquele seria somente seu primeiro disfarce para entrar na festa, ao se misturar no meio dos outros empregados do buffet contratado e seguiu até a casa do noivo.
0
Comente!x

  A preocupação de LT com o tempo era instável, o cortejo circularia algumas ruas da cidade até irem para a casa do noivo. Logo notou alguns seguranças da família atentos aos movimentos de todos os funcionários do buffet, ela sabia que para adentrar ainda mais na casa não poderia permanecer com aquele disfarce. Levou mais alguns minutos ajudando ali na cozinha, aproveitando na tarefa de levar as caixas de alimentos para a dispensa, contou quantos seguranças tinham e o total de câmeras espalhadas pelo jardim.
0
Comente!x

  Observando alguns pontos cegos que poderia utilizar, pois a cautela nunca é demais, LT olhou para o céu. Já era início da noite, o cortejo longo chegaria e ela definitivamente tinha que mudar sua estratégia. Então deu-se início a terceira etapa do plano. Assim que o grupo de dançarinas do ventre chegou para a animação da festa, ela se infiltrou entre elas, a organizadora do grupo aparentemente era conhecida de Dean, pois assim que LT se aproximou, a mulher lhe entregou uma roupa de odalisca na tonalidade amarela, que tinha na etiqueta escrito: Little Thief.
0
Comente!x

  LT só não estava surpresa, porque nada mais que vinha de Dean lhe impressionava. Ao vestir a roupa, ela ficou treinando alguns movimentos de improviso com uma das dançarinas. Assim que o organizador do evento na casa anunciou a chegada dos noivos, a audaciosa ladra respirou fundo e me preparou para se infiltrar no meio dos convidados, pegar a chave do quarto onde estava a túnica e finalizar a noite com perfeição.
0
Comente!x

  Necessariamente nessa ordem.
0
Comente!x

  Seria fácil? Não, claro que não, ela teria que roubar a chave do dono da casa, pai do noivo, ou seja, aquele que estaria rodeado de pessoas. Assim que a música foi surgindo pelos cantos da casa, ela e as outras mulheres começaram a dançar livremente entre os convidados. Seu alvo estava com sua esposa recebendo os votos das pessoas ao lado dos noivos. LT manteve seu olhar nele durante longos minutos enquanto dançava, até que uma certa mão a segurou pelo braço, puxando-a para a lateral da sala.
0
Comente!x

  — Junho? — um misto de surpresa e alívio era nítido em seus olhos.
0
Comente!x

  — Calma. — disse ele olhando-a com preocupação.
0
Comente!x

  — Você me assustou. — ela recuperou seu fôlego — O que está fazendo aqui?
0
Comente!x

  — Acredite ou não, sou amigo do noivo, fizemos faculdade juntos. — ele riu de leve — Até tinha me esquecido desse casamento, me lembrei dele quando ouvi que estava vindo para Marrocos.
0
Comente!x

  — Estou feliz que seja você. — admitiu ela, sem vergonha.
0
Comente!x

  — O que houve? Aquele agente está aqui também? — indagou ele, olhando discretamente em volta.
0
Comente!x

  — Sim. — ela desviou seu olhar para o alvo novamente — Está me seguindo sem a menor preocupação.
0
Comente!x

  — Se está aqui é porque vai roubar algo daqui. — concluiu Jinho.
0
Comente!x

  — Óbvio. — assentiu ela.
0
Comente!x

  — Quer ajuda? — perguntou ele, dando um sorriso de canto bobo.
0
Comente!x

  — O que você acha? — ela arqueou a sobrancelha direita, com um tom ousado na voz.
0
Comente!x

  — Como nos velhos tempos? — comentou ele, com malícia.
0
Comente!x

  — Corta! — gritou a diretora Collins, com um olhar orgulhoso e satisfeito pela última sequência de gravação da segunda temporada de My Little Thief.
0
Comente!x

  Finalmente as gravações haviam finalizado após quatro meses de intenso trabalho e dedicação. Não somente por parte dos atores como também toda a produção. Agora a série estava a um passo de seu retorno no horário nobre da HBO. E de Marrocos, onde estava gravando as últimas cenas da temporada, ela já tinha um voo marcado direto para Milão no dia seguinte. Seu próximo trabalho a aguardava na Semana de Moda da cidade italiana.
0
Comente!x

  — Muito obrigada a todos, nossa temporada será incrível. — agradeceu a diretora, voltando seu olhar para os atores — Vocês foram sensacionais.
0
Comente!x

  — Toda a produção foi sensacional. — comentou Junho, retribuindo as palavras de gentileza.
0
Comente!x

  — Concordo plenamente. — sorriu de leve, mesmo sentindo algumas dores musculares, manteve-se serena — Todos foram maravilhosos comigo nessa temporada, muito obrigada mesmo.
0
Comente!x

  — É sempre um prazer trabalhar com os dois. — disse Collins com entusiasmo — Duas semanas de descanso e quero ambos em Los Angeles para a conferência de retorno da temporada.
0
Comente!x

  Eles assentiram e se afastaram para seguir ao camarim. se espreguiçou pelo caminho ao longo do set de gravação. Tudo que ela ansiava era um pelo banho de espumas e dois dias dormindo direto.
0
Comente!x

  — Me desculpe a sinceridade, mas você parece acabada agora. — comentou Junho, segurando o riso.
0
Comente!x

  — Errado você não está. — ela o olhou rapidamente — Estou mesmo assim, no ápice do meu cansaço.
0
Comente!x

  — Vai tirar férias depois daqui? — perguntou ele, mesmo já sabendo que a amiga sempre mantinha o ritmo acelerado nos trabalhos.
0
Comente!x

  — Bem que gostaria, mas na próxima estação retornarei às filmagens de I Need U. — respondeu ela, ao dar um suspiro cansado — E antes disso, tenho outros compromissos profissionais com a Semana de Moda em Milão.
0
Comente!x

  — O Will realmente não quer te dar uma folga. — brincou ele — Ele é realmente o seu amigo?
0
Comente!x

  — Ele conseguiu uma semana pra mim. — confessou ela, o segredo de estado do seu agente — Nas Maldivas.
0
Comente!x

  — Uau. — Junho tentou disfarçar, mas estava boquiaberto com a notícia — Para ter uma folga assim, tenho que trabalhar por quanto tempo direto?
0
Comente!x

   soltou uma gargalhada boba e o olhou.
0
Comente!x

  — Como se você não tivesse ido para Bahamas no verão passado. — retrucou ela, com um olhar desconfiado.
0
Comente!x

  — Ah, mas foi a trabalho, fomos eu e a Suzi pela revista Ceci Korea. — explicou ele.
0
Comente!x

  — Ainda assim, você aproveitou. — ela manteve seu olhar, com uma ponta de descontração — Ficou três dias a mais que eu sei.
0
Comente!x

  — Quem anda te contando essas coisas? — ele a olhou impressionado.
0
Comente!x

  — Will. — confessou ela, rindo da cara dele — Ele segue todo mundo no Instagram.
0
Comente!x

  Mais alguns passos, finalmente chegaram no espaço do camarim. seguiu para onde deixou sua bolsa, enquanto Junho seguiu para o trocador, já desabotoando sua camisa.
0
Comente!x

  — E você vai fazer o que depois daqui? — perguntou ela, elevando um pouco mais sua voz.
0
Comente!x

  — Tenho alguns contratos de publicidade para cumprir e também estarei na semana de moda coreana e londrina, além de ser escalado para o próximo dorama épico da JTBC.
0
Comente!x

  — Hummm, será que terei a chance de te encontrar em Milão? — perguntou ela — Vou desfilar para a Prada e você?
0
Comente!x

  — Na Coreia irei pela Dolce & Gabbana, em Londres, será pela Louis Vuitton. — respondeu ele, enquanto terminava de trocar sua roupa.
0
Comente!x

  Assim que ele abriu as cortinas, olhou para o reflexo dela no espelho.
0
Comente!x

  — Você só vai desfilar em Milão? — perguntou curioso.
0
Comente!x

  Ele sabia que a amiga tinha influência na moda italiana, mas sempre a via nos eventos britânicos e americanos.
0
Comente!x

  — Will está tentando me convencer a participar pelo menos da Semana de São Paulo, recebi uma proposta muito boa da Gucci, agora que descobriram que meu pai era brasileiro. — ela pegou sua bolsa e ajeitou no ombro — Mas não sei se poderei aceitar sem afetar minha semana de folga.
0
Comente!x

  — As datas estão perto? — indagou ele.
0
Comente!x

  — Mais ou menos. — respondeu, pegando o celular e destravando a tela — Ah, e ainda tenho uma reunião com a equipe de gravação do filme.
0
Comente!x

  — Estou ansioso para ver seu filme. — comentou ele, com um tom animado.
0
Comente!x

  — E eu ansiosa para voltar a gravar, você sabe que eu tenho um gatilho com coisas inacabadas. — confessou ao rapaz.
0
Comente!x

  — Eu sei. — ele riu de leve, tirando o celular do bolso da calça — Que tal uma selfie de comemoração pelo final da gravação?
0
Comente!x

  — Claro. — assentiu ela, se aproximando dele.
0
Comente!x

  Após fazerem uma pose em frente ao espelho, Junho bateu a foto e logo postou no Instagram marcando ela. Fechamento de um trabalho, com tantos outros para continuar. estava feliz com o resultado final das gravações dos sete episódios da segunda temporada de My Little Thief. curtiu a postagem do amigo e logo postou outra foto somente dela, agradecendo a todos pelo trabalho e dedicação.
0
Comente!x

“Nos vemos na estreia, aguardem para as loucuras da LT!
  #mlt #lt #hbo #acabou #trabalhamosbem”

  Não demorou nem cinco minutos e a notificação de uma mensagem de Urrea surgiu na sua tela. Seu coração pulsou um pouco mais forte. Após uma semana trabalhando direto e sem conseguir conversar com ele pelo aplicativo, estava curiosa para saber como tinha ido os dias dele. Após ficar alguns segundos encarando a tela, antes de pensar em mandar uma resposta, ela guardou o celular na bolsa e seguiu para o carro que a levaria para o hotel em que se hospedou com toda a equipe de produção, ela tinha que esperar por Will para seguirem juntos a Milão.
0
Comente!x

  Assim que chegou em seu quarto, ela se jogou na cama com a roupa de rua mesmo e já pegou o celular da bolsa. Um leve sorriso surgiu espontaneamente em seu rosto, enquanto digitava a resposta.
0
Comente!x

sim
  terminamos as gravações e foi um sucesso.
  todos estão eufóricos

  Ela enviou e ficou esperando por um tempo. Até que a conversa à distância de ambos se iniciou.

  estou feliz por você
  e agora mais ansioso para voltarmos a gravar

sim
eu também
como tem sido suas promoções?

  um pouco cansativo
  mas nas pausas eu tenho ensaiado

não se force muito
você precisa descansar também

  falou a atriz que faz mil projetos ao mesmo tempo.

  Ela riu baixo do comentário dele.

de todos os projetos que já participei
esse é o que mais quero ver depois de concluído

  acho que também me sinto assim
  mas

mas?

  confesso que ao mesmo não quero que termine tão rápido

porque?

  acreditaria se eu dissesse que
  quero passar mais tempo com você?

comigo?

  Ela sentiu seu coração acelerar um pouco.

  sim
  confesso que sim

bem
amigos também passam tempo juntos

  amigos?
  um dia, posso ter esperança de passar disso?

um dia, talvez, podemos deixá-la colorida.

  Bem distante de Marrocos, lá estava Noah em seu quarto, no hotel em que o grupo seguia hospedado. A sequência de apresentações eram intensas e as filmagens do clipe da música One World haviam sido um sucesso, segundo os produtores. Agora, com a chegada da Copa do Mundo, mais apresentações seriam feitas ao longo do evento. Enquanto os países paravam para apreciar o futebol, ele e seus amigos de grupo mantinham-se focados nas promoções das canções recém lançadas.
0
Comente!x

  — Um dia, talvez, podemos deixá-la colorida. — Noah sorriu de canto, sentindo seu coração um pouco mais esperançoso.
0
Comente!x

  Ver era o que ele mais queria naquele momento. E mesmo sabendo que relacionamentos estavam proibidos por tempo indeterminado, ele não conseguia impedir que seu coração se inclinasse para a atriz italiana. No automático seu dedo indicador tocou na foto dela, para que ampliasse na tela, foram longos segundos apenas admirando o sorriso da garota, até que sua atenção foi despertada com toques na porta.
0
Comente!x

  — Urrea? — mais toques soaram — Está acordado?
0
Comente!x

  — Sim. — ele se levantou da cama e guardou o celular no bolso, então seguiu para porta e a abriu, para sua surpresa era Paul — O que foi?
0
Comente!x

  — Que bom que está acordado. — disse o assessor, num tom afobado, parecia ter corrido — Temos uma reunião de última hora com o senhor Fuller.
0
Comente!x

  — Aconteceu alguma coisa? — indagou Noah se preocupando.
0
Comente!x

  — Eu juro que se soubesse te diria, mas não sei. — respondeu o homem — A única coisa que sei é que ele está no lobby te esperando.
0
Comente!x

  — Ele quer falar somente comigo? — perguntou.
0
Comente!x

  Paul assentiu com a cabeça e estendeu a mão, indicando para Noah sair do quarto. Assim que o rapaz pegou sua chave e fechou a porta, seguiu o assessor até o elevador. A reunião de última hora com o produtor do grupo, foi no jardim do hotel. O senhor Fuller já estava sentado em uma poltrona ao lado do jardim vertical, seu olhar atento à aproximação do seu cantor. Noah por sua vez, manteve-se em silêncio, apenas sentou na poltrona em frente a ele e esperou para que o produtor iniciasse a conversa.
0
Comente!x

  — Boa noite, Urrea. — disse o produtor, mantendo seu tom habitual de voz.
0
Comente!x

  — Boa noite, senhor Fuller. — disse o jovem, com inúmeras perguntas em sua mente sobre qual assunto o homem poderia tratar com ele.
0
Comente!x

  — Como está? Tem conseguido descansar? — perguntou Fuller — Soube de alguns problemas que teve com sua garganta.
0
Comente!x

  — Sim, mas já passou, tenho conseguido descansar um pouco, senhor. — respondeu ele.
0
Comente!x

  — Sabe que a voz é a ferramenta do cantor, por isso deve cuidar bem das suas cordas vocais. — aconselhou o homem.
0
Comente!x

  Noah assentiu com a face.
0
Comente!x

  — Deve estar se perguntando o motivo desta conversa de última hora. — supôs Fuller.
0
Comente!x

  — Sim, estou vasculhando minha mente para saber se fiz algo errado. — confessou o jovem.
0
Comente!x

  O produtor soltou uma gargalhada engraçada.
0
Comente!x

  — Não se preocupe, meu jovem, você não fez nada de errado. — garantiu ele — Pelo contrário, só pela Netflix ter anunciado o filme que está gravando com a atriz italiana, a popularidade do grupo aumentou de forma considerável.
0
Comente!x

  — Fico feliz por isso, senhor, por estar contribuindo ainda mais com o sucesso do grupo. — ele manteve o olhar abaixado.
0
Comente!x

  — É por isso que conversei com os produtores da Netflix e decidimos investir pesado no marketing do grupo juntamente com o filme, por isso, estou selecionando uma música para você regravar juntamente com a . — anunciou Fuller com um tom animado — Eu soube que ela tem uma voz muito bonita, e tenho certeza que um dueto é o que falta para as futuras promoções do filme.
0
Comente!x

  — Um dueto? — Noah sentiu seu corpo arrepiar, ao se imaginar cantando com .
0
Comente!x

  Um pulsar mais forte em seu coração, que fez sua ansiedade aumentar.
0
Comente!x

  — Sim. — assegurou o homem — Uma reunião foi agendada com os produtores da Netflix para alinharmos a gravação das canções, será um dueto e uma música do grupo para o filme.
0
Comente!x

  — A vai participar da canção com o grupo? — perguntou Noah, meio curioso.
0
Comente!x

  Afinal, seria legal uma interação de todo o grupo com a atriz que encantou seu coração.
0
Comente!x

  — Ainda está sendo estudado essa possibilidade, vai depender se ela aceitar nossa ideia e primeiro fazer o dueto com você. — explicou Fuller em resposta — Assim com a canção de vocês, as promoções iniciarão antes mesmo das gravações do filme terminarem.
0
Comente!x

  — Se isso será importante para o filme e para o grupo, tenho certeza que a vai aceitar. — comentou Noah.
0
Comente!x

  — Urrea. — Fuller respirou fundo, tentando encontrar as melhores palavras para o segundo assunto, então retirou do bolso interno no terno algumas fotos.
0
Comente!x

  — O que é, senhor? — perguntou o rapaz, já se preocupando.
0
Comente!x

  Seus olhos se voltaram para as imagens. Eram fotos dele e juntos, entrando no prédio dela.
0
Comente!x

  — Essas fotos foram retiradas de você há algumas semanas, eu evitei falar antes devido a pausa nas filmagens, mas com o retorno na próxima estação… — Fuller voltou para o tom sério — Você sabe que é proibido relacionamentos, mesmo não sendo um membro do grupo…
0
Comente!x

  — Senhor, foi apenas uma tarde de ensaio. — interrompeu Noah, tentando manter-se calmo diante da indagação dele.
0
Comente!x

  — Eu sei, Paul me disse sobre isso, só espero que tenha mais cuidado da próxima vez. — pediu o produtor — E mantenha o foco, a imagem do grupo vem em primeiro lugar.
0
Comente!x

  — Sim senhor. — assentiu Urrea.
0
Comente!x

  O cantor não estava feliz com a parte final da conversa, se sentia frustrado e chateado com aquela infeliz regra. Mas enquanto não pudesse ser algo a mais para , ele iria aproveitar ao máximo o status de amigo que possuía.
0
Comente!x

  É claro que o jovem cantor lutaria para ser algo além de apenas amigo.
0
Comente!x

Ooh, lady, I’ve been in need of love
Somewhere to lean when I’m not felling up
Could you be the one?

– Love is Love / Now United

8. Summer In The City

Precisa se perder para achar
lugares que não se acham,
se não todos saberiam onde fica.

– Capitão Barbossa (Piratas do Caribe)

  
  Toscana, verão 2018

  A boa filha à casa torna. Este foi o comentário de todas as mídias na Itália pelo retorno do Diamante de Mondrian. Claro que, para , estar em casa era mais do que uma felicidade. As paisagens de Toscana sempre a deixava inspirada e motivada com o trabalho.
0
Comente!x

  Ao entrar em seu apartamento na cobertura que adquiriu na cidade, se espreguiçou um pouco, adentrando um pouco mais. Seguida por seu amigo, Will, que carregava suas bagagens. Ela retirou o celular do bolso e olhou para as notificações do Instagram. Se divertiu com algumas postagens de Lola com seus vídeos de tour pelo closet recheados de bolsas e sapatos de marca, e olhou rapidamente as postagens da HBO sobre a nova temporada de sua série. Foi em um piscar de olhos que uma mensagem de Noah, no Whatsapp apareceu.
0
Comente!x

Oi amiga.

  Logo um sorriso bobo apareceu em seu rosto. Não tinha mais dúvidas de que o cantor estava mexendo com ela, de uma forma inimaginável. Com uma mordiscada no lábio inferior, ela começou a digitar uma mensagem de retorno.
0
Comente!x

  Oi amigo.
  Não conseguimos conversar direito da última vez

  Ela digitou a mensagem, ao dar alguns passos até a varanda. O dia estava quente, porém havia o frescor vindo das colinas dos campos de vinha e olivas. Ela voltou o olhar para o horizonte, as cores que formavam na cidade, apenas desejava mostrar ao seu amigo aquela bela paisagem.
0
Comente!x

Sim
tive algumas apresentações
então ensaiamos muito

  Sigo contando os dias para o outono

Eu também
quero muito te ver

  Soube da reunião com os produtores
  está sabendo de algo?

está preocupada?

  um pouco
  às vezes fico com medo
  de cancelarem de vez as filmagens

não vão
fique tranquila

  como sabe?

o senhor Fuller disse que o filme
tem sido muito bom para o grupo
ele não deixaria cancelar

   encostou de leve no guarda-corpo da varanda enquanto digitava. Um brilho meigo no olhar.

  hummm
  só isso? algo me diz que você sabe de mais
  #desconfiada kkkkkkkkkkk

kkkkkkkkkk

  fala
  está me deixando nervosa

finja que não sabe na reunião

  prometo

o senhor Fuller teve a ideia de cantarmos
um dueto

  cantar? nós dois?

sim
o que acha?

  bem…

  Ela respirou fundo, sentindo seu coração acelerado.

?

  eu já participei de musicais
  mas nunca imaginei algo assim

assim como?

  não sou cantora

agora estou curioso para ouvir sua voz

  não é isso tudo que imagina
  acredite

   riu de leve. Então seu olhar foi em direção ao amigo que retornou dos quartos, já consultando a agenda da atriz pelo tablet.
0
Comente!x

  — Minha diamante, hoje ainda temos a reunião com os produtores da Netflix. — anunciou ele, com a atenção voltada ao aparelho em sua mão — Amanhã teremos a prova inicial das roupas para o desfile da Prada, e na sexta teremos a sessão de fotos para a Vogue Italiana.
0
Comente!x

  — Ok, mais alguma coisa, senhor? — ela colocou o celular no bolso da calça, enquanto segurava o riso — Terei meu momento de folga?
0
Comente!x

  — Assim que acertarmos seu desfile para a Gucci no Brasil. — ele fez uma cara de sapeca.
0
Comente!x

   já havia negado o convite antes, porém o amigo havia deixado a possibilidade em aberto. Ele sabia que seria importante para a carreira da amiga adentrar no cenário da moda brasileira com grande destaque, o que geraria outros possíveis trabalhos na televisão do país.
0
Comente!x

  — Will, eu já disse que não quero nem por um momento atrapalhar minha semana de folga, colocando outro trabalho no meio. — reclamou ela, voltando ao seu argumento original.
0
Comente!x

  — Mas amiga, é uma oportunidade única. — comentou ele.
0
Comente!x

  — Você sempre diz isso, e só vai acumulando os trabalhos pro meu lado. — ela colocou a mão na cintura, olhando-o com seriedade.
0
Comente!x

  Will soltou uma gargalhada boba e a olhou.
0
Comente!x

  — Só mais esse, prometo que te consigo três dias de descanso nas Maldivas com direito a tudo o que quiser. — prometeu ele.
0
Comente!x

  — Três dias? — ela se mostrou chocada — Que mesquinho.
0
Comente!x

  — Amiga, preciso contar com as horas de voo, a logística é um fator muito importante na sua agenda, e voltaremos a tempo para participar do programa Kingsman da ITV britânica. — explicou ele.
0
Comente!x

  — Will… — pediu ela, fazendo bico.
0
Comente!x

  — Amiga, pense no futuro, ainda te consegui três dias de qualidade. — argumentou ele.
0
Comente!x

  — Eu te odeio, Will. — disse ela, se dando por vencida.
0
Comente!x

  Ele abriu um largo sorriso para ela, que logo mostrou a língua para ele. Ambos caíram na gargalhada e continuaram a checar o cronograma para os próximos dias. Após tomar um banho de espumas relaxante e trocar de roupa, seu olhar ficou por um tempo observando cada peça que havia retirado de sua mala. Verão em Toscana pedia pelo look mais suave e confortável possível, por isso ela escolheu um vestido longo de tecido fino e estampa floral.
0
Comente!x

  — Boa tarde, senhores. — disse , ao chegar na sala de reuniões dos produtores da Netflix, acompanhada por Will.
0
Comente!x

  Logo seu olhar se voltou para Noah, que estava sentado na cadeira do fundo, com fones no ouvido. Assim que seu olhar se levantou, como os outros homens da sala, apenas conseguiu olhar para ela, e sua beleza sutil e meiga.
0
Comente!x

  — Boa tarde, senhorita Martini. — disse Connor, ao esticar a mão para que ela se sentasse — Acho que já deve conhecer o senhor Simon Fuller.
0
Comente!x

  — Boa tarde, senhorita. — Fuller a olhou, admirado por sua beleza simples.
0
Comente!x

  — Boa tarde, já nos conhecemos de alguns eventos da revista W. — explicou ela, ao se sentar — Estou ansiosa para saber o assunto desta reunião.
0
Comente!x

  Ela olhou de relance para Noah, e assim como ele, segurou o riso.
0
Comente!x

  — Bem, precisamos definir algumas coisas sobre o retorno das filmagens de I Need U, no outono. — iniciou Connor, ao abrir seu cronograma no tablet em sua mão — E temos também outro assunto importante para lhe apresentar como proposta.
0
Comente!x

  — Bem, vamos iniciar então. — disse ela, dando um sorriso singelo.
0
Comente!x

  — Começando com o cronograma de filmagens. — disse Will, também abrindo a agenda de — Eu já lhe enviei uma prévia das datas que preciso, relacionadas aos outros trabalhos da .
0
Comente!x

  — Sim, e já vamos falar sobre isso. — assentiu Connor.
0
Comente!x

  Após mais de duas horas a portas fechadas, alinhamento de cronogramas e o senhor Fuller, finalmente liberar Noah das atividades em grupo para se focar nas filmagens, tudo estava acertado. Faltava apenas a resposta de para a mais importante questão.
0
Comente!x

  — Então, senhorita Martini. — Fuller a olhou ansioso pela resposta — O que me diz sobre o dueto com o Noah?
0
Comente!x

  — Bem, eu não me sinto preparada para algo tão sério assim. — disse ela, respirando fundo — Mas, darei o meu melhor para não desapontá-los.
0
Comente!x

  — Isso é um sim? — Fuller voltou o olhar para Will, que assentiu com a cabeça — Então, ficou feliz por isso, estou escolhendo a melhor canção para regravar como o dueto.
0
Comente!x

  — Que tal um brinde de comemoração? — propôs Connor, transbordando empolgação.
0
Comente!x

  — Eu gostei da sugestão. — brincou Fuller, também animado pelos negócios caminharem conforme o planejado.
0
Comente!x

   com seu jeito travesso e meigo, apenas aproveitou a distração dos senhores, que já iam traçando mais planos para o marketing do filme e puxando Noah repentinamente, o arrastou para a porta de saída pelas escadas. Eles começaram a descer os degraus aos risos como dois adolescentes em fuga, para matar aula. O cantor apenas se deixou divertir com a ação inesperada da amiga, afinal, o que ele mais queria, era ter um tempo sozinho com ela.
0
Comente!x

   estava em sua cidade e a conhecia quase como a palma de sua mão. Entrando e saindo de ruas, até se afastarem um pouco mais da área urbana da região, Noah jamais imaginou que existiria ainda mais beleza escondida naquela cidade, seu olhar continuava se admirando com as paisagens que surgiam pelo caminho.
0
Comente!x

  — Para onde está nos levando? — perguntou ele, ainda segurando em sua mão, sendo guiado por ela.
0
Comente!x

  — Ainda estou decidindo. — brincou ela, em risos.
0
Comente!x

  — Nós vamos nos perder assim, então. — disse ele, rindo junto.
0
Comente!x

  — É preciso se perder para encontrar lugares que não se pode achar, se não, todos saberiam onde ficam. — disse ela, ao parar bem no topo da colina e olhar para o horizonte.
0
Comente!x

  — De onde tirou essa frase de efeito? — perguntou ele, parando também.
0
Comente!x

  — Você não vê filmes? — perguntou ela, aos risos.
0
Comente!x

  — Uau. — disse Noah, assim que olhou para frente, se sentiu sem fôlego, não somente pela longa e inesperada caminhada, como também pela vista proporcionada pela amiga — Que linda.
0
Comente!x

  — Não é? — concordou ela — Eu descobri esse lugar há pouco tempo.
0
Comente!x

  — Não estou falando especificamente do lugar. — ele manteve seu olhar fixo nela.
0
Comente!x

   se voltou para ele, um pouco desnorteada.
0
Comente!x

  — É você, a parte mais bela dessa paisagem. — disse ele, num tom mais baixo, porém intenso, se aproximando mais dela.
0
Comente!x

  — Noah… — ela respirou fundo, sentindo seu coração acelerar um pouco mais.
0
Comente!x

  O cantor sentiu sua voz falhar. Ele sabia que naquele momento, não era de palavras. Assim, centímetro por centímetro, seu corpo foi se aproximando do dela, até que finalmente seus lábios se encostaram, iniciando o mais doce e sublime beijo.
0
Comente!x

  Deixando o coração de ambos totalmente em aceleração e aquecido.
0
Comente!x

One thing is true
The summer has no rules.

– Summer In The City / Now United

9. Who Would Think That Love?

“É preciso se perder
  para se encontrar.”
  – Oliveira, Pâmela

  
  Toscana, verão 2018

  Sentir os lábios de Noah foi como se sentir aquecida no inverno. Mesmo com suas pernas trêmulas e o coração acelerado, tanto quanto o dele, permaneceu retribuindo, enquanto lutava com os muitos pensamentos negativos em sua mente. Até que em um momento de retorno à sanidade, ela se afastou no impulso.
0
Comente!x

  Foram alguns instantes de silêncio de ambas as partes para retomar o fôlego e assimilar o que tinha acontecido. Sim. Eles tinham se beijado por um longo tempo. E não. não sabia como lidar com aquele acontecimento, não naquele momento, não sabendo que havia uma regra temporária de proibição de namoros no Now United. A única coisa que ela conseguia pensar agora, é se aquele beijo iria prejudicar Noah de alguma forma.
0
Comente!x

  A atriz conhecia muito bem o mundo em que trabalhava, os muitos paparazzis que a seguiam para conseguir uma simples foto comprometedora.
0
Comente!x

  — Isso não deveria ter acontecido. — sussurrou ela — Me desculpa.
0
Comente!x

  Ele riu baixo, sem entender o motivo do seu pedido de desculpas. Parecia desacreditado da reação da garota, afinal o cantor esperava um olhar apaixonado no lugar da preocupação.
0
Comente!x

  — Foi eu quem te beijou primeiro. — disse ele — Por que está assim?
0
Comente!x

  — Ainda assim, eu consenti. — ela olhou em sua volta, tentando perceber algo ou alguém suspeito.
0
Comente!x

  — O que foi? — ele manteve um olhar confuso para ela — O que está acontecendo?
0
Comente!x

  — Existe uma coisa chamada paparazzi, que estragam tudo e… — ela respirou fundo — Eu não quero que se prejudique por minha causa.
0
Comente!x

  — , eu não me importo com eles… Somente com você. — disse ele, deixando seu olhar suave.
0
Comente!x

  — E eu me importo com você. — retrucou ela.
0
Comente!x

  Antes que ambos pudessem criar argumentos mediante aquela esquisita e disfarçada DR, o celular de Noah tocou, forçando-o a atender.
0
Comente!x

  — Paul. — disse ele, ao atender, colocando o aparelho no viva voz.
0
Comente!x

  — Ah, Noah, onde está? Estamos todos aqui procurando por você e pela atriz. — disse o assessor.
0
Comente!x

  — Eu… — ele olhou para , que balançava a cabeça negativamente — Eu fiquei com fome de repente e saí pra comer algo.
0
Comente!x

  — Onde está? — insistiu o homem — Está sozinho?
0
Comente!x

  — Eu não sei onde estou e estou sozinho, sei o caminho de volta, em dez minutos estarei aí. — respondeu ele, já encerrando a ligação.
0
Comente!x

  O olhar desapontado de Noah se voltou para ela.
0
Comente!x

  — Por que não podem saber que estamos juntos? — perguntou ele — Somos amigos, não somos?
0
Comente!x

  — Sim, nós somos, mas as pessoas não acreditam na amizade de um homem e uma mulher. — respondeu ela diretamente — É melhor você ir, daqui eu vou pra casa e invento qualquer desculpa para o Will.
0
Comente!x

  — Vamos ficar assim então? — ele segurou a mão dela, sentiu seu coração entristecer.
0
Comente!x

  — Noah… — ela respirou fundo.
0
Comente!x

  — Eu já entendi. — ele soltou a mão dela com leveza e se afastou seguindo o caminho para voltar.
0
Comente!x

  Desculpa. Foram as palavras que passaram na mente de , das quais não conseguiu dizer em voz alta. Após Noah desaparecer de seu campo de visão, a atriz apenas sentou-se na grama e ficou mais algum tempo naquela colina, observando o restante do pôr-do-sol. Quando a noite chegou, a atriz pegou um uber para retornar ao seu apartamento, assim que entrou, achou estranho a ausência de seu agente.
0
Comente!x

  — Onde Will está? — ela retirou o celular do bolso e viu algumas mensagens que ele havia enviado a ela.
0
Comente!x

  A primeira perguntando onde estava. A segunda, dizendo ter inventado uma desculpa pelo seu sumiço. Já a terceira, com o print da sua agenda de trabalho. Ela apenas suspirou fraco e caminhou pelo lugar até chegar em seu quarto. Jogando o aparelho na cama, pegou a toalha e seguiu para o banheiro, uma ducha quente e uma noite de sono era tudo o que ela precisava para voltar ao eixo. Contudo, certamente seu coração não voltaria ao normal depois do beijo de Noah.
0
Comente!x

  — Onde estou com a cabeça? — suspirou fraco, ao se sentar na cama, já com o pijama no corpo e pegar seu celular — Pare de pensar nele, .
0
Comente!x

  Todos os pensamentos da atriz, desde o momento em que Noah retornou até ali, estavam no cantor. Seu coração permanecia em uma luta contra sua razão, enquanto olhava a foto de Noah em sua última postagem no instagram.
0
Comente!x

  — ! — a voz de Will soou do corredor — Já está em casa, amiga?
0
Comente!x

  Ela despertou de seus pensamentos.
0
Comente!x

  — Estou no quarto. — respondeu com um tom mais alto.
0
Comente!x

  — Onde estava, querida? — disse ele, ao aparecer da porta do quarto — Ficamos preocupados com sua ausência repentina. 
0
Comente!x

  — Eu… — ela respirou fundo, não queria mentir.
0
Comente!x

  — Estava com o cantor? — supôs ele, olhando-a atentamente.
0
Comente!x

  O olhar de já lhe condenava. Arrancando uma risada boba do amigo.
0
Comente!x

  — Eu sabia. — disse Will, se animando.
0
Comente!x

  — Não começa, Will. — ela desviou o olhar para a janela.
0
Comente!x

  — Você está gostando dele? — perguntou.
0
Comente!x

  — É visível?! — ela o olhou novamente.
0
Comente!x

  — Eu já percebi antes um brilho no seu olhar quando fala dele. — confessou o agente.
0
Comente!x

  — Esse é o problema, Will. — disse ela.
0
Comente!x

  — Você estar gostando dele? — o amigo cruzou os braços, olhando-a confuso.
0
Comente!x

  — Sim. — ela soltou um suspiro cansado — Eu me lembro de uma vez a Flora dizer que os membros do Now United estavam proibidos de namorar ou estar em qualquer relacionamento.
0
Comente!x

  — Ah… Aí complica, você acha que pode prejudicar ele? — Will começou a entender um pouco.
0
Comente!x

  — Sim… Tenho medo que possam ter seguido a gente ou algo assim. — revelou ela — Você sabe como são as coisas.
0
Comente!x

  — Ah sim, os paparazzis mercenários. — afirmou o amigo, entendendo o lado dela — Mas, e como vão ficar as coisas?
0
Comente!x

  — Seremos amigos e nada mais, como sempre foi. — assentiu a atriz, nenhum pouco segura de suas palavras.
0
Comente!x

  Eles conversaram mais um pouco a respeito da agenda de com seus próximos trabalhos. Na manhã seguinte, a atriz teria o privilégio de visitar o espaço em que a estrutura do desfile da Prada estava sendo montada no centro da cidade, em frente a Galleria Vittorio Emanuele II. 
0
Comente!x

  Faltavam apenas cinco dias para o evento.
0
Comente!x

  Entrevistas, desfiles e campanhas publicitárias, esta era a parte mais desgastante da carreira de . E ali estava ela na semana de moda de Milão, se preparando para o desfile da Prada em seu camarim VIP. Com sua programação milimetricamente calculada, ansiosa para um momento de descanso.
0
Comente!x

  — Como estou? — perguntou a atriz, assim que terminou a maquiagem.
0
Comente!x

  — Espetacular, como sempre. — disse Naomi, sua assessora de imprensa — Pose para a foto.
0
Comente!x

  Assim que sorriu com leveza fazendo uma pose de apaixonada, a assessora registrou a foto e já postou no Instagram da atriz. Um evento como a semana de moda de Milão teria toda a cobertura de Naomi para a postagens dos melhores momentos da atriz para o desfile da Prada. E mesmo que fosse parcialmente cansativo sorrir o tempo todo, ela se divertia muito com todo aquele universo.
0
Comente!x

  Entretanto, mesmo com a chuva de distrações pelo trabalho, seus pensamentos permaneciam em uma pessoa: aquela que passou os últimos dias em silêncio.
0
Comente!x

  — Tem certeza que está mesmo bem? — perguntou Any, ao se sentar no chão do estúdio ao lado de Noah — Não tem falado muito, desde que saímos da Itália.
0
Comente!x

  — Está tudo bem. — sussurrou ele, mantendo o olhar no chão.
0
Comente!x

  — É a atriz? Não é? — supôs ela, conhecendo bem o olhar — Nas últimas semanas você só falava dela e de como a admirava, e agora está todo minguado.
0
Comente!x

  — Não é nada, Any, obrigado pela preocupação, mas estou bem. — Noah se levantou e espreguiçou um pouco — Terminar logo com isso?
0
Comente!x

  Noah não estava muito animado com a sequência de ensaios daquele dia, mas precisava manter a animação pelo menos diante dos fãs na apresentação do dia seguinte. Estar no Brasil era diferente dos outros países, a intensidade, o acolhimento, toda a experiência deixava o coração dos membros aquecidos. 
0
Comente!x

  — Olha só quem está animado para repassar a coreografia mais uma vez. — brincou Sofya, ao se colocar ao centro do estudo — Pensei que estivesse querendo uma pausa.
0
Comente!x

  — Não implique com ele, Sof, nosso ator está triste esses dias. — brincou Bailey, ao se aproximar dela — Brigou com a namorada?
0
Comente!x

  O olhar de Noah para ele foi como um fuzilamento.
0
Comente!x

  — Deixa de brincadeira boba, Bailey, todo mundo aqui sabe que não podemos ter nenhum tipo de relacionamento, nosso foco é o grupo. — disse Any, defendendo o amigo — Além do mais, acho que tudo isso é inveja por não ter sido escalado pra nenhum filme.
0
Comente!x

  — Ha… ha… ha… — ele fez uma careta engraçada — Eu só estava brincando, além do mais, estou mais do que satisfeito pela minha participação em Grey’s Anatomy.
0
Comente!x

  — Olha o olhar orgulhoso dele, gente. — brincou Sabina — Não é como se você fosse o protagonista.
0
Comente!x

  — Acho que são vocês que estão com inveja, eu e o Noah pelo menos estamos fazendo algo a mais pelo grupo. — retrucou ele, tentando aliviar seu comentário inicial.
0
Comente!x

  — Tá gente, vamos ter foco, amanhã vamos nos apresentar, precisamos nos concentrar. — disse Josh, interrompendo o momento descontração — Vamos repassar Summer in the City, ainda tem pontos que estamos errando.
0
Comente!x

  — Fale por você, porque eu já decorei toda a coreografia. — disse a coreana segura de suas palavras.
0
Comente!x

  — Heyoon?! — Any entrou na conversa — Acho que foi você quem errou o último passo.
0
Comente!x

  — Ai gente, se ficarmos assim, nunca acertaremos tudo, vamos repassar só mais uma vez, agora quem está morrendo de fome aqui sou eu. — Sina deu o ultimato, colocando todo mundo em suas posições — Josh tem razão, todo mundo está errando uma parte da coreografia, vamos ficar mais atentos.
0
Comente!x

  Foram quase metade do dia no estúdio improvisado no hotel em que se hospedaram no Brasil. Haviam fãs do lado de fora, esperando pela oportunidade de vê-los em algum momento, o que deixava tudo mais emocionante para o grupo. Após o jantar no restaurante do hotel, o grupo se reuniu no saguão para dar uma volta pela cidade à noite, claro, sob a supervisão de Paul, e bem discretamente sem os fãs de plantão saberem.
0
Comente!x

  — Noah, ainda está aí? — disse Josh, ao entrar no quarto que dividia com o amigo, para pegar sua carteira — Achei que estivesse lá embaixo.
0
Comente!x

  — Eu não vou com vocês. — respondeu o cantor, enquanto permanecia dedilhando seu violão.
0
Comente!x

  — O que está acontecendo meu amigo? — Josh sentou na beirada da cama, o olhando preocupado.
0
Comente!x

  — Só não consigo entender as ironias da vida. — respondeu com um tom de frustração.
0
Comente!x

  — O que aconteceu entre você e a atriz? — perguntou o amigo — Está estranho desde que saímos da Itália.
0
Comente!x

  — Eu a beijei. — direito e preciso.
0
Comente!x

  — Uau. — Josh se pegou impressionado com a clara revelação — E alguém viu?
0
Comente!x

  — Não, eu acho que não. — respondeu.
0
Comente!x

  — Mais alguém sabe? — continuou.
0
Comente!x

  — Só você e peço que guarde segredo.
0
Comente!x

  — Ah claro, fique tranquilo. — ele continuou atento ao amigo — Mas por que está com essa cara de velório? Deveria estar feliz.
0
Comente!x

  — Eu estaria, se não fosse por essa maldita regra de não poder namorar. — Noah soltou um suspiro cansado, ao parar de tocar o instrumento — Sabe quando você se apaixona por uma garota apenas por causa do sorriso dela, e sente que nunca mais vai vê-la, e depois de anos o destino cruza sua vida com a dela, e você sente que ela te ama também, mas… tudo contribui pra ser um fracasso total.
0
Comente!x

  — Isso quer dizer que…
0
Comente!x

  — É, sabe a garota que esbarrou em mim? É ela. — confessou Noah — Eu passei todos esses anos desejando vê-la de novo e agora… Não posso nem gostar dela.
0
Comente!x

  — Eu lamento meu amigo. — Josh se levantou da cama — Eu queria fazer algo para te ajudar mas…
0
Comente!x

  — Vai me ajudar inventando algo para explicar minha ausência. — Urrea fez um olhar de abandono para ele.
0
Comente!x

  — Pode deixar, eu te cubro. — brincou Josh ao se aproximar da porta e aconselhando-o — A noite está refrescante, pelo menos não fique aqui preso no quarto.
0
Comente!x

  Urrea permaneceu mais um tempo no quarto, até que pegando seu violão, seguiu para o jardim do terraço do hotel. Seria apenas mais uma noite normal e relativamente tediosa, até que o corpo de Noah gelou ao se deparar com encostada no beiral do guarda-corpo, olhando para o céu estrelado.
0
Comente!x

  — Martini. — disse ele, seu nome para confirmar se realmente não era uma miragem.
0
Comente!x

  — Urrea?! — sussurrou ela, assim que olhou para trás e o viu, confirmando tê-lo reconhecido pela voz.
0
Comente!x

You’re the best part of my day
Heart is open, it’s open
Something is pulling you to me
Like an ocean, we’re flowing.
– Who Would Think That Love? / Now United

10. All Night Long

“Viver com medo, 
é viver pela metade.”
– filme: Vem Dançar Comigo

  
  Toscana, verão 2018

  — O que faz aqui? — perguntou o rapaz confuso e visivelmente surpreso com sua presença no mesmo hotel em que estava.
0
Comente!x

  — Semana de moda de São Paulo. — respondeu ela, com certa dificuldade em processar a cena que protagonizava.
0
Comente!x

   não estava preparada para vê-lo tão cedo novamente, afinal, os ensaios e a gravação da música em que regravariam para o filme deles, estavam planejadas para acontecerem na primeira semana do outono. Um desvio do olhar dela para frente, voltando a atenção para os carros da avenida em frente ao hotel, foi o suficiente para Noah perceber que ela estava um pouco nervosa. 
0
Comente!x

  Lá no fundo ele sabia que a atriz tinha razão em suas palavras da Itália, eles não podiam se relacionar por causa das regras do seu grupo. Entretanto, Urrea não se forçaria a aceitar perder a chance que a vida lhe deu, cruzando seu caminho com o da garota que lhe roubou os pensamentos durante anos.
0
Comente!x

  — Vai desfilar para Gucci então. — concluiu ele, se lembrando que ela havia comentado sobre essa possibilidade.
0
Comente!x

  — Sim, resolvi aceitar. — afirmou ela — E você? O que faz no Brasil?
0
Comente!x

  — Tenho alguns shows agendados pra cá e gravamos a parte final do nosso clipe de Summer In The City, finalmente terminamos. — ele riu baixo, estava aliviado por ter encerrado a sequência de gravação que mais pareceu uma via sacra.
0
Comente!x

  — Teve ter sido cansativo viajar de país em país pra gravar. — comentou ela.
0
Comente!x

  — Foi, bastante. — assentiu ele.
0
Comente!x

  Todo aquele curto espaço de tempo, Noah permaneceu com seu olhar fixo nela, observando seus traços discretos de insegurança. estava mesmo assim, com medo do que aquele beijo poderia fazer na carreira dele e com seu grupo. Ela já havia passado por muitos rumores de relacionamentos com outras celebridades e alguns altos de baixos ao longo dos anos. 
0
Comente!x

  Um deles foi a falsa notícia que estava grávida do jogador de futebol Gareth Bale, em sua temporada de 2016 nos campus, como atacante do club Real Madrid. Boatos infundados que se espalharam rapidamente pela Itália, após um encontro casual não planejado de ambos em um restaurante famoso. Foi apenas um simples convite de cortesia do jogador a atriz, após sua admiração por tê-la visto atuando na peça The Beauty and the Beast. A cereja do bolo, foi o mal estar que a modelo teve na sessão de fotos na semana seguinte, causando especulação da mídia. estava somente com problemas de má alimentação e falta de vitaminas no corpo.
0
Comente!x

  — Onde estão os outros? — perguntou ela, curiosa.
0
Comente!x

  — Saíram para curtir a noite. — respondeu.
0
Comente!x

  — E não foi com eles… — comentou ela, voltando o olhar para ele, percebendo a fixação do rapaz nela.
0
Comente!x

  — Não estava animado. — confessou ele, num tom mais baixo — Mas estou feliz por não ter ido.
0
Comente!x

  — Seus shows serão que dia? — perguntou ela, tentando manter a conversa bem longe do assunto restrito que ela não queria dar espaço.
0
Comente!x

  — Tenho um amanhã e outro na sexta. — respondeu ele, colocando as mãos nos bolsos da calça — E você? Quando é o desfile?
0
Comente!x

  Noah se segurava ao máximo para não fazer uma loucura. O que ele queria mesmo era tocar a garota e beijá-la com toda a intensidade que possuía dentro dele. Sentiu suas mãos suando um pouco e seu corpo trêmulo, e o coração de ambos estava em ritmo de escola de samba em época de carnaval, totalmente acelerado.
0
Comente!x

  — Sexta-feira, cheguei dias antes para poder me preparar e descansar um pouco. — explicou ela — Mas estou ansiosa pelos meus dias de férias.
0
Comente!x

  — Você merece, tem trabalhado bastante. — comentou ele, deixando escapar um sorriso de canto bobo.
0
Comente!x

  — Você também tem trabalhado muito. — retrucou ela, e demonstrando sua preocupação — Se alimente bem para estar saudável no outono.
0
Comente!x

  — Eu estou fazendo isso, não tem sido muito fácil, mas tenho comido. — confessou ele, abaixando o olhar um pouco e seguiu com outro assunto — Você fica bem nesse vestido.
0
Comente!x

  Seu elogio demonstrou que também não queria tocar no assunto restrito, por mais que seu desejo fosse mencionar o beijo.
0
Comente!x

  — Obrigada, o Brasil está mais refrescante esse ano. — comentou ela, sorrindo de leve.
0
Comente!x

  — Já veio aqui antes? — perguntou ele, curioso.
0
Comente!x

  — Algumas vezes quando criança com meus pais, meu pai é brasileiro, como sabe, mas não vim com tanta frequência, me sinto mais italiana do que brasileira. — confessou ela, não se identificando muito com a cultura do país — Ainda não me habituei com a cultura geral daqui, cada região tem uma particularidade bem complexa.
0
Comente!x

  — Entendo. — ele manteve o olhar admirado nela, era impossível não perceber os sentimentos que um tinha pelo outro.
0
Comente!x

  Ambos ficaram poucos segundos em silêncio. Coração acelerado e uma forte vontade de se beijarem. A tentação foi bloqueada graças a chegada repentina dos outros integrantes do grupo dele. Que ficaram surpresos em confirmarem a estadia da atriz no mesmo hotel que eles.
0
Comente!x

  — Uau. — disse Any em voz alta, despertando o casal, a voltando a atenção deles para o grupo — Ela está mesmo aqui.
0
Comente!x

  — Galera. — Noah engoliu seco, revoltando pela presença repentina deles — O que fazem aqui?
0
Comente!x

  — Quando chegamos no lobby, ouvimos boatos de que uma atriz italiana estava hospedada aqui. — explicou Diarra, feliz por ter ganhado a mini aposta que rolou entre os membros — E eu ganhei.
0
Comente!x

  — Ganhou o quê? — Noah se manteve sério.
0
Comente!x

  — Isso não vem ao caso. — disse Lamar, e brincando — Nos apresenta sua namorada.
0
Comente!x

  — Ela não é… Eu não sou… — disse o casal confuso ao mesmo tempo, e totalmente apavorados internamente.
0
Comente!x

  — Brincadeira, eu sei que não podemos namorar. — Lamar riu baixo, levando um cutucão de Any seguido de um olhar repreensivo.
0
Comente!x

  — Desculpa a brincadeira, somos assim para extravasar a pressão e o cansaço. — explicou Any, tentando apaziguar a situação — Eu sou a Any, sou brasileira.
0
Comente!x

  — Olá, eu sou a , metade italiana e metade brasileira. — disse , segurando o riso.
0
Comente!x

  — Viu, é por isso que eu achei que não era ela. — reclamou Sofya, chateada por ter perdido a aposta — Ela é só metade italiana, e estamos na cidade da moda de São Paulo, poderia ter sido qualquer outra atriz da Itália.
0
Comente!x

  — O que importa é que você perdeu e nos deve. — continuou Bailey, e voltando seu olhar para — Martini, há quanto tempo.
0
Comente!x

  — Bailey May?! — disse ela, se lembrando vagamente dele e da maluca festa de máscaras que sua amiga a arrastou.
0
Comente!x

  — Isso, da festa do Baker. — assentiu ele, relembrando a referência.
0
Comente!x

  — Que legal, eu não sabia que você era do Now United! — comentou ela, abrindo um largo sorriso e surpresa.
0
Comente!x

  — E eu não sabia que você era a atriz do Noah. — comentou ele, com uma pitada de provocação.
0
Comente!x

  Ambos se abraçaram rindo um pouco do encontro maluco. Nesta altura do momento, todos os outros membros, principalmente Urrea, estavam boquiabertos e sem entender nada.
0
Comente!x

  — Vocês já se conhecem? — perguntou Noah, sentindo seu coração apertado, pela situação.
0
Comente!x

  — Sim, lembram da garota que conheci na Itália e cantei com ela numa festa? Era a . — explicou ele, ainda admirado por tê-la encontrado — E como está a Lola? Me diverti muito com ela naquele dia.
0
Comente!x

  — Lola deixou a carreira de atriz e virou modelo profissional. — contou , mantendo um sorriso no rosto — Agora ela é exclusiva da Louis Vuitton.
0
Comente!x

  — Uau, ela é muito bonita e extrovertida, tá explicado o sucesso. — comentou Bailey.
0
Comente!x

  — É agora que temos um triângulo amoroso nessa história? — sussurrou Sabina, dando para poucos membros ouvir.
0
Comente!x

  — Não seja desagradável, Sabina. — Josh que havia ouvido, a repreendeu num tom mais baixo — Olha a cara do Noah, perdido na história.
0
Comente!x

  — Está com cara de ciúmes. — disse Sabina.
0
Comente!x

  Josh se afastou dela, e se aproximou um pouco mais do amigo.
0
Comente!x

  — O que faz aqui em São Paulo? — perguntou Josh, curioso.
0
Comente!x

  — Vim desfilar na semana de moda. — respondeu a atriz.
0
Comente!x

  — Ela vai desfilar para Gucci. — completou Noah, visivelmente abalado.
0
Comente!x

  — Uau, que legal. — Sofya se mostrou empolgada e admirada — Sempre gostei das marcas italianas, meu sonho é desfilar para Prada.
0
Comente!x

  — Sonhos são possíveis de realizar se não desistir. — a encorajou.
0
Comente!x

  Sofya assentiu com um brilho no olhar. Desde momento em diante, uma chuva de perguntas e comentários brincalhões aconteceu. Todos os integrantes queriam conhecer a atriz que balançou o coração de Urrea, e descobrir mais sobre a tal festa que ela conheceu Bailey.
0
Comente!x

  Noah, aproveitou que a atenção de todos estava em , para se afastar do grupo. Ele apenas encostou na parede ao lado da porta de entrada para o hotel e ficou olhando amargurado.
0
Comente!x

  — Está tudo bem, cara? — perguntou Josh, ao se aproximar do amigo.
0
Comente!x

  — Eu pareço estar bem? — Noah o olhou com uma subjetiva e aparente raiva nos olhos — A noite parecia estar ficando legal, até vocês chegarem.
0
Comente!x

  — Eu juro que se eu soubesse que estavam aqui, não tinha deixado eles subirem novamente. — explicou o amigo — Mas Diarra, Sofya e Lamar começaram uma aposta para saber se a atriz era ou não a .
0
Comente!x

  — Vocês me impressionam a cada dia. — Noah cruzou os braços — Uma aposta.
0
Comente!x

  — É a nossa diversão, sem ofensa, mas sabe que geralmente apostamos em quase tudo. — Josh tentou minimizar a situação — E aí, correr pelos andares do hotel virou a caça ao tesouro da estação.
0
Comente!x

  Noah soltou um suspiro cansaço, e encostando sua cabeça na parede fechou os olhos.
0
Comente!x

  — Só queria que esse dia terminasse. — sussurrou ele.
0
Comente!x

  São Paulo Fashion Week, o evento de moda mais aguardado pelo país. E lá estava em seu camarim, de olhos fechados, sentada em uma cadeira especial, esperando a profissional terminar sua maquiagem para a ocasião. O backstage da Gucci estava uma loucura, mas ela já havia se acostumado com isso, não era seu primeiro desfile e nem o último. Era especial por estar no Brasil, o país de seu pai que tanto a apoiou em seus sonhos, e por mais que não se sentisse lá muito brasileira, ela havia criado um carinho pelo povo e pela variada cultura.
0
Comente!x

  — Ok, cinco minutos para Martini entrar. — disse a staff, que coordenava a entrada das modelos.
0
Comente!x

  — Já terminei a maquiagem. — disse a profissional.
0
Comente!x

  — Muito obrigada e mais uma vez, desculpe meu atraso. — disse a atriz, ao abrir os olhos e se levantar.
0
Comente!x

  — Fique tranquila, já tive dias mais corridos. — a mulher apenas riu e se afastou.
0
Comente!x

  Logo outra staff se aproximou para ajudá-la a se trocar. Em instantes, já estava pronta e na entrada da passarela para seu momento modelo em Sampa. Assim que deu o primeiro passo, ela notou que estava tocando uma música conhecida por ela. Quando seu olhar se voltou para frente na passarela, adentrando um pouco mais, ela precisou ser o mais profissional possível para não se congelar e continuar caminhando como se tudo estivesse normal. 
0
Comente!x

  Mas é claro que não estava. O Now United havia sido “convidado” de última hora para se apresentar durante o desfile. Puramente proposital e orquestrado pelo produtor Fulhan, que usaria o evento como mais um ponto de marketing para o grupo e para o filme da Netflix. 
0
Comente!x

  Afinal, os protagonistas estavam ali, lado a lado na passarela.
0
Comente!x

  Um cantando e a outra desfilando.
0
Comente!x

When I look for the strength
Then I can’t find within
And the whole world’s caving in
I wanna be with you
All night long.
– All Night Long / Now United

11. Creo En Ti

“A música se apropria do espaço
em que está sendo executada.”
– Oliveira, Pâmela.

  
  Manhattan, outono de 2018

   estava de volta à New York. Depois do sucesso de sua presença no São Paulo Fashion Week, finalmente pôde desfrutar de três dias de folga extraordinária nas Maldivas. Ela estava mais do que descansada e pronta para sua rotina de filmagens. Primeira semana do outono e a produção de I Need U já estava se preparando para retornar a todo vapor, para a alegria de todos e empolgação dos fãs do Now United. Os anúncios do retorno das filmagens estava causando muita expectativa no público, algo positivo para o marketing do canal streaming.
0
Comente!x

  Em frente ao estúdio de música alugado pela XIX Entertainment, o carro da atriz italiana estacionava. Acompanhada por seu agente Will, ela desceu do veículo já identificando alguns paparazzi em pontos estratégicos do outro lado da rua. O lado negativo de todo o empenho da Netflix para atrair a atenção da mídia para o projeto, a alta exposição do elenco principal.
0
Comente!x

  — Aqui estamos. — disse Will, ao olhar para o monumental edifício — Está pronta para soltar a voz?
0
Comente!x

  — Insegura, eu acho. — admitiu ela, sentindo suas mãos frias — Faz tempo que eu não canto profissionalmente.
0
Comente!x

  — Ah, uma vez maravilhosa, sempre maravilhosa. — encorajou o amigo, certo do talento dela — Tenho certeza que será perfeita como sempre.
0
Comente!x

  — Nossa, acho que o nervosismo está tomando conta de mim. — comentou ela, já com um frio na barriga — Acredita que fiz exercícios de aquecimento vocal antes de sair de casa?
0
Comente!x

  — Acredito. — Will riu baixo — Sei que você é totalmente dedicada, aposto que praticou a semana toda.
0
Comente!x

  — Para ser honesta, tenho praticado desde o dia em que fechamos o acordo da gravação. — confessou ela, ao pegar o celular na bolsa e olhar as mensagens.
0
Comente!x

  Tinha algumas fotos de Lola em seu encerramento da semana de moda em Londres, com muitas figurinhas de boa sorte para a amiga. Para alimentar as redes sociais, tirou uma selfie com Will, deixando a mostra parte da fachada do prédio. Alguns ajustes com um filtro legal e logo postou em sua conta do Instagram para agitar os fãs.
0
Comente!x

Os dias de folga acabaram, agora voltamos as atividades de I Need U!
Esperem por nós, vocês irão se emocionar!

#trabalho #filme #netflix #inu #beatrice

  Ao postar, ela guardou o celular novamente na bolsa e entrou no edifício com seu amigo. O senhor Fuller já os aguardava na sala de reuniões. A canção escolhida pelo produtor para ser o tema dos personagens foi Creo En Ti, do grupo Reik, no qual seria regravada em dueto por e Noah. A atriz cumprimentou a todos e apenas recebeu um aceno com a cabeça de seu parceiro de gravação, o que a deixou incomodada.
0
Comente!x

  O cantor permaneceu sentado na cadeira onde estava, mantendo sua atenção voltada para o papel em sua mão com a letra da canção. Não seria sua primeira vez cantando em espanhol, mas claro que aquela ocasião era ainda mais especial para ele.
0
Comente!x

  — Bem, vamos iniciar as gravações. — anunciou o senhor Fuller, demonstrando animação em seu olhar.
0
Comente!x

  — Nem começaram e confesso que já estou ansioso para ver o resultado final. — disse o produtor da Netflix, Mark Connor.
0
Comente!x

  — Para ser honesto, eu também. — concordou Will, observando a dupla entrar na cabine de gravação e posicionar-se.
0
Comente!x

   tentou se concentrar e ficar o mais tranquila possível. Mesmo já tendo decorado a letra da canção, internamente um nervosismo ainda se mantinha. E estar ali frente a Noah, lhe deixava ainda mais desestabilizada. O olhar fixo e profundo dele para ela, a hipnotizava de uma forma inexplicável. Quase fazendo o mundo fora da cabine desaparecer.
0
Comente!x

  — Muito bem, vamos começar o primeiro verso da canção com Noah e o acompanha no refrão, então fazemos a troca no segundo verso iniciando com . — disse Fuller, ao dar o sinal para seu funcionário iniciar a gravação.
0
Comente!x

  A dupla assentiu da cabine, ajeitando os fones no ouvido. tomou um gole de água para suas cordas vocais, sendo acompanhada por Noah, que mantinha sua atenção nela. Se em sua chegada o cantor se forçou a ignorá-la um pouco, naquele momento ele não conseguia mais desviar o seu olhar e menos ainda acalmar seu acelerado coração.
0
Comente!x

  — Ya no importa cada noche que esperé… Cada calle o laberinto que crucé… Porque el cielo ha conspirado a mi favor… Y, a un segundo de rendirme, te encontré… — iniciou Noah, mantendo a suavidade em sua voz atento a sua entonação natural — Piel con piel… El corazón se me desarma… Me haces bien… Enciendes luces en mi alma…
0
Comente!x

  Tudo ficou em silêncio. deveria entrar primeiro no refrão para que o cantor lhe acompanhasse, porém, ela estava tão fascinada ao ouvi-lo pela primeira vez cantando que apenas se deixou sair de órbita para contemplá-lo. Noah logo percebeu e também ficou em silêncio, deixando que o clima de atração entre os dois fosse percebido pela equipe que estava do outro lado da porta.
0
Comente!x

  — Senhorita Miller? — disse o funcionário que controlava a mesa de comando — Está tudo bem?
0
Comente!x

  — Ela deve ter esquecido a letra. — comentou Connor, tentando aliviar a realidade que presenciaram.
0
Comente!x

  — Acho que está claramente enganado. — disse Fuller, um pouco preocupado.
0
Comente!x

  — Ela deve estar nervosa, já tem um tempo que ela não canta profissionalmente e principalmente em um estúdio. — explicou Will, tentando contornar a situação.
0
Comente!x

  — Senhorita Miller? — chamou o funcionário, mais uma vez.
0
Comente!x

  Noah sorriu de canto, com um olhar compreensível.
0
Comente!x

  — Você parece nervosa. — comentou ele.
0
Comente!x

  — Um pouco. — confessou ela, sentindo o coração acelerar.
0
Comente!x

  — Me permite? — perguntou ele.
0
Comente!x

  — O quê? — ela o olhou de forma curiosa, o observando erguer sua mão direita e tampar seus olhos — O que está fazendo, Noah?
0
Comente!x

  — Ajudando uma amiga. — explicou ele — Cantar é como atuar, só que usamos mais a nossa voz.
0
Comente!x

  Um singelo sorriso surgiu no rosto dela, deixando-o encantado no mesmo instante. Noah precisou ser forte e controlar seu desejo de beijá-la, pois havia muitos olhos os observando, e um deles em questão certamente não estava gostando. Uma respiração funda por parte da atriz, que permaneceu imóvel, apenas sentindo o toque dele.
0
Comente!x

  — Vamos de novo. — anunciou Noah, se preparando para cantar a canção do início.
0
Comente!x

  Novamente se impressionou com a voz dele, porém com seus olhos vendados, conseguiu se concentrar melhor pois não teria como se perder no olhar dele.
0
Comente!x

  — Creo en ti y en este amor… Que me ha vuelto indestructible… — ela iniciou o refrão sendo acompanhada por ele, assim como o produtor orientou — Que detuvo mi caída libre… Creo en ti, y mi dolor… Se quedó kilómetros atrás… Mis fantasmas hoy, por fin, están en paz…
0
Comente!x

  Foi impressionante para todos a forma em que suas vozes se encaixavam e a harmonia que parecia ter sido trabalhada por anos. Se não os conhecessem, poderiam dizer que ambos cantam juntos desde pequenos, devido a tamanha conexão que presenciaram. Em instantes para iniciar a segunda parte, Noah abaixou sua mão suavemente, mantendo sua atenção fixa em , que percebendo seu movimento abriu seus olhos.
0
Comente!x

  A gravação havia sido tão única e perfeita nas palavras do produtor da Netflix, que apenas gravaram mais algumas outras vezes a pedido do senhor Fuller. O homem não queria admitir, mas também havia se encantado pela voz da atriz, começando a ter várias ideias em sua mente.
0
Comente!x

  — Você foi incrível, amiga. — comentou Will, ao lhe entregar sua bolsa — Ambos foram, e isso que impressiona. Vocês ensaiaram juntos escondido?
0
Comente!x

  — Não. — riu do amigo, movendo seu olhar para o cantor que conversava com Connor — Mas, tenho que admitir, cantar com Noah foi mágico.
0
Comente!x

  — Hummmm… — Will a olhou com uma ponta de empolgação.
0
Comente!x

  — Não, não me olhe assim. — ela o repreendeu de imediato, assim que percebeu as insinuações do amigo — Você já percebeu que o senhor Fuller ficou incomodado com nossa interação.
0
Comente!x

  — Bem, todo mundo notou o quão intenso vocês dois estavam naquela cabine. — confessou o amigo — Não há como negar que formam um lindo casal.
0
Comente!x

   sentiu suas bochechas corar de vergonha, afinal, sabia que seu amigo tinha certa razão.
0
Comente!x

  Semanas depois, com o retorno das filmagens, os produtores decidiram fazer algumas cenas especiais somente para o vídeo musical do dueto. Estava próximo do dia agendado para o lançamento da música, então teriam que correr contra o tempo para deixar tudo pronto. E lá estava o casal, bem ao centro do cenário montado especialmente para o momento, sendo orientados pelo diretor Hilte.
0
Comente!x

  — Agora faremos a cena principal, quero todos atentos pois usaremos este ângulo da foto para as promoções. — explicou ele, ao fotógrafo contratado pela produtora.
0
Comente!x

  Connor se aproximou do casal e lhe deu mais algumas orientações. A cena a ser fotografada, seria de ambos no centro da sala, com a neve sendo projetada caindo do lado de fora e a lareira acesa. Um de frente para o outro e Noah com um lenço vendando seus olhos, uma sugestão dele para demonstrar a condição física do personagem. Algo que internamente somente entendia a referência de seus ensaios com ele.
0
Comente!x

  — Eu quero que você permaneça imóvel, apenas olhando para ele com sentimento de amor e carinho, você consegue isso, senhorita Miller? — perguntou Connor.
0
Comente!x

  — Sim, parece tranquilo. — assentiu ela.
0
Comente!x

  Como de fato era, sim. tinha seu talento natural para atuação, e demonstrar um olhar apaixonado não era tão difícil para ela. Entretanto, certamente aquele olhar não seria apenas uma encenação, mas sim, a pura realidade de suas emoções.
0
Comente!x

  — E você, Noah, quero que toque com suavidade a face dela, deixando seu rosto bem mais próximo, como se fosse beijá-la. — orientou o homem — Consegue fazer isso?
0
Comente!x

  — Sim, acho que sim. — assentiu o cantor, sentindo um frio na barriga.
0
Comente!x

  Sua insegurança era em não conseguir resistir ao seu desejo e de fato beijá-la. Ao sinal do diretor, ambos se posicionaram como pedido e o fotógrafo iniciou os registros. Hilte aproveitou o momento e a forma em que o casal se olhava, a harmonia e a química entre eles estava bem longe de ser apenas uma encenação, algo totalmente percebido pelo diretor.
0
Comente!x

  — Inicie o take para o music video. — sussurrou Hilte para o supervisor de filmagens.
0
Comente!x

   olhou de relance para Hilte que assentiu com a face para que ela desse prosseguimento à cena. A atriz segurou as mãos de Noah, entrelaçando seus dedos, o sinal para ele entender que deveriam prosseguir nas gravações do vídeo da canção.
0
Comente!x

  — Eu te amo… — disse ela, prosseguindo com sua fala.
0
Comente!x

  Fazia parte do take inicial do vídeo, uma declaração de ambos os personagens.
0
Comente!x

  — Eu te amo. — sussurrou Noah, ainda com seu rosto próximo ao dela.
0
Comente!x

  O jovem cantor esqueceu-se totalmente onde estava, e de forma espontânea e totalmente intensa a beijou, sentindo de imediato seu coração acelerar por ela retribuir na mesma proporção.
0
Comente!x

  — Isso estava no roteiro? — sussurrou Will, para Connor que também acompanhava as filmagens.
0
Comente!x

  — Acho que não. — sussurrou o homem de volta.
0
Comente!x

  Não teve uma só pessoa no estúdio que ficou boquiaberta com a naturalidade do beijo, que em poucos instantes foi interrompido pelo grito do diretor dizendo:
0
Comente!x

  — Corta! — Hilte quase inexpressivo, tentou manter a ordem, fingindo saber do beijo improvisado.
0
Comente!x

  — Desculpa, acho que confundi as cenas. — disse Noah, com um olhar vergonhoso para o diretor.
0
Comente!x

  — Oh, não se desculpe, ficou perfeito, vamos usar com toda certeza. — disse o diretor amenizando a situação.
0
Comente!x

   se mostrou mais envergonhada ainda pelo beijo inesperado. Ao final das filmagens, foi uma tarde divertida e bastante produtiva. Uma semana, tudo estava pronto para o lançamento do single para o público e o music video no canal da Netflix no youtube. De imediato a regravação de Creo En Ti foi um sucesso, batendo cerca de 20 milhões de visualizações nas primeiras vinte e quatro horas. Um marco para o cantor e uma surpresa para a atriz.
0
Comente!x

  — Olá espectadores da Netflix, como vocês estão? — disse ao cumprimentar a todos que estavam participando da live do canal no Youtube — Diga oi para eles, Noah.
0
Comente!x

  — Olá a todos! — Noah sorriu de leve e voltou sua cabeça para ela — O que estamos fazendo aqui e por que eu estou vendado?
0
Comente!x

  Ele voltou a cabeça para frente novamente, demonstrando estar confuso.
0
Comente!x

  — Bem, hoje nós estamos aqui para contar um pouco sobre nossos personagens de I Need U. — explicou ela, olhando para ele e rindo de leve — E você está bem representado com este lenço em seus olhos.
0
Comente!x

  — Uau, vamos ver quem acerta nos palpites então. — disse ele, em um tom de brincadeira — O meu personagem tem uma deficiência, vocês já descobriram qual?
0
Comente!x

   checou os comentários em animação com a interação do público.
0
Comente!x

  — Olha só que legal, muitas pessoas estão comentando aqui. — disse ela, com o tablet na mão.
0
Comente!x

  Eles interagiram por cerca de uma hora e meia com o público, contando sem spoilers o que eles iam encontrar no filme e fizeram um reaction ao vivo do music video de Creo En Ti. Noah não precisou ver de fato o vídeo para reagir nos momentos chave do mesmo, ele havia gravado em sua mente cada detalhe do dia mais inspirador de sua vida.
0
Comente!x

Ya no importa cada noche que esperé
Cada calle o laberinto que crucé
Porque el cielo ha conspirado a mi favor
Y, a un segundo de rendirme, te encontré.
– Creo En Ti / Reik

12. Crazy Stupid Silly Love

“Dizem que a curiosidade
é uma virtude de pessoas inteligentes.”
– Oliveira, Pâmela.

  

  Manhattan, outono de 2018

  Os meses foram passando com a vida de casados, mesmo sendo diferente da forma tradicional, Cedric e Annia estavam seguindo da forma que desejavam. A rotina diária do homem que um dia se sentiu a pessoa mais desafortunada do mundo, iniciava com o café da manhã especial preparado por sua esposa, algumas horas no trabalho durante o dia e para finalizar a noite com um jantar entre família e amigos.
0
Comente!x

  — Uah… Estou sentindo o peso da idade. — disse Cedric se levantando da cama e espreguiçando um pouco.
0
Comente!x

  — Cedric. — sussurrou Jenie ao fechar a porta do guarda-roupas.
0
Comente!x

  — Sim? — ele virou sua face naturalmente na direção de sua esposa — Aconteceu alguma coisa?
0
Comente!x

  — É… Não sei o que dizer e nem como dizer. — iniciou ela, visivelmente sem reação.
0
Comente!x

  — Dizer o quê? — perguntei dando alguns passos até ela — Annia, está com alguma dúvida? Falta alguma informação no seu álbum?
0
Comente!x

  — Não, está tudo ok… — ela respirou fundo, seu coração acelerado — É uma nova informação que acabei de ler e…
0
Comente!x

  — E?
0
Comente!x

  — Aqui diz que eu ainda não te contei. — continuou ela.
0
Comente!x

  — O que você não me contou?
0
Comente!x

  — Acho que eu queria que você sentisse.
0
Comente!x

  Annia pegou a mão de seu marido e lentamente a levou até sua barriga. As expressões confusas em suas face, demonstrou que não havia entendido a primeiro momento. Porém, aos poucos ele começou a sentir algo diferente, aquilo não era o batimento cardíaco dela. Então finalmente Cedric entendeu o que ela queria que ele sentisse. Seus olhos se encheram de lágrimas, aquela notícia era a melhor coisa que poderia imaginar a ter um dia.
0
Comente!x

  — Eu estou te vendo. — sussurrou Cedric bem próximo a barriga dela — Estou vendo o nosso bebê.
0
Comente!x

  — E ele está te vendo também. — disse Annia, ao tocar suavemente em sua face, o fazendo erguer seu corpo novamente.
0
Comente!x

  Ela manteve seu olhar gentil e apaixonado por ele, o coração acelerado de ambos era uma das confirmações de seus sentimentos profundos um pelo outro.
0
Comente!x

  — Eu te amo, Annia. — sussurrou ele, ainda sentindo o toque dela e se inclinando um pouco para aproximar seus lábios.
0
Comente!x

  — Eu também te amo, Cedric. — sussurrou ela de volta, erguendo um pouco seu corpo para finalmente permitir seus lábios tocarem os dela.
0
Comente!x

  Mais um beijo para o resto de suas vidas cheias de amor e descobertas, superação e cumplicidade.
0
Comente!x

  — E corta! — gritou o diretor Hilte, anunciando o fim das filmagens.
0
Comente!x

  Aquela cena era a última e uma das mais aguardadas pela produção. Até mesmo o senhor Fuller teve que reconhecer que o filme seria sim um sucesso que traria bons frutos ao Now United. Todos começaram a comemorar sendo servidos por um rodízio de pizza totalmente oferecido por pelo trabalho duro de todos da produção. Claro que se a atriz já tinha a simpatia de geral, aquilo só aumentava seu nível de carisma.
0
Comente!x

  — Obrigada pela pizza. — disse uma das staffs ao passar por ela.
0
Comente!x

  — Vocês foram os melhores, eu amei trabalhar com vocês. — disse um dos câmeras em gratidão, quando se aproximou para pegar um dos equipamentos.
0
Comente!x

  — Nós que agradecemos. — disse ela, sorrindo de leve.
0
Comente!x

  Noah ao seu lado estava um pouco vergonhoso principalmente por terem gravado tantas cenas de beijo em um curto espaço de tempo. Claro que para ele tinha sido maravilhoso poder fazer isso, por outro lado, era constrangedor beijar a garota que gostava cercado de pessoas te observando e câmeras registrando tudo. Mas o fato é que todas as cenas tinham ficado tão perfeitas que nem precisaram ser refeitas, para a tristeza deles.
0
Comente!x

  — Acho que terminamos, então. — comentou Noah, com traços de tristeza na voz.
0
Comente!x

  — Sim… — ela o olhou, notando — Acho que vou ficar com uma sensação de algo faltando depois que o filme for lançado.
0
Comente!x

  — Eu me diverti muito trabalhando com você. — confessou ele, ao segurar de leve na mão dela.
0
Comente!x

  — Urrea… — ela voltou o olhar para suas mãos, ainda insegura — Ainda estamos sendo observados.
0
Comente!x

  — Não estou mais me importando com isso. — ele manteve seu olhar sincero e suave para ela — Não sou um ator, não consigo esconder meus sentimentos e honestamente foi difícil me controlar e não dizer o seu nome.
0
Comente!x

  Ela o olhou com carinho e o abraçou forte. Entendia bem a parte em que ele afirmou não esconder o que sentia. E sim, tinha que admitir que para ela era mais fácil não demonstrar.
0
Comente!x

  — Obrigada por trabalharmos juntos. — disse ela, ao se afastar dele.
0
Comente!x

  — Digo o mesmo. — assentiu ele.
0
Comente!x

  — Miller e Noah Urrea, meu casal Netflix. — disse o produtor Connor ao se aproximar dele, com o olhar emocionado e orgulhoso — Estou ainda mais ansioso para ver a estreia desse filme.
0
Comente!x

  — Acredite, nós também. — disse Noah, disfarçando seu descontentamento pois sabia que o próximo passo seria voltar a sua rotina diária de ensaios e longe de .
0
Comente!x

  — Que tal um jantar de comemoração? — sugeriu Will, com empolgação.
0
Comente!x

  — Não seria uma má ideia, estou morrendo de fome. — confessou , fazendo eles rirem.
0
Comente!x

  O New York Plaza Restaurant havia sido fechado e reservado para toda a produção de I Need U. A mesa dos atores estava repleta de risadas e altas expectativas para a estreia, comentários sobre a impressionante química de e Noah dentro e fora das filmagens não foram poupados. O que os deixou um pouco envergonhados e prudentes em suas trocas de olhares. Foi uma boa noite de comemoração, a partir daquele momento os dias começariam a ser contatos para a verem a reação do público.
0
Comente!x

  — Eu não tenho palavras para expressar minha ansiedade para as próximas semanas. — confessou Will, assim que adentrou a cobertura de na cidade.
0
Comente!x

  — Eu também, quero ver o resultado final do filme. — confessou ela, ao caminhar até a cozinha e abrir a geladeira.
0
Comente!x

  — Eu acho tão linda essa vista. — comentou ele, se aproximando da varanda — Foi bom você ter comprado uma cobertura em frente ao Central Park.
0
Comente!x

  — Me custou uma fortuna esse apartamento, mas de fato sinto que tenho mais privacidade em algo que é meu. — concordou ela, retirando uma garrafinha de água para tomar.
0
Comente!x

  — Nem pense nisso. — gritou Will, ao vê-la abrindo a garrafinha — Água gelada não faz bem para as cordas vocais e você precisa cuidar delas.
0
Comente!x

  — Eu não sou cantora. — ela o lembrou.
0
Comente!x

  — Mas certamente vai precisar cantar aquele dueto maravilhoso em algum momento. — Will a lembrou que seu trabalho ainda não tinha terminado.
0
Comente!x

  — Ok, senhor Will. — ela deixou a garrafinha em cima da bancada e pegou um copo para tomar água do filtro — Vamos de temperatura ambiente, então.
0
Comente!x

  — Muito bem, e quero ver você comendo maçã também, faz bem para a garganta. — aconselhou ele, quase em tom de ordem.
0
Comente!x

  Ela assentiu rindo baixo e tomou a água. Um banho quente, uma noite de sono dos justos e as energias de já estavam totalmente restauradas para o restante da semana. Dias depois, a atriz foi contemplada com um café da manhã de entrevista para a revista Rolling Stones juntamente com Noah para falar sobre o single lançado e o filme que já tinha data de estreia agendada na plataforma streaming.
0
Comente!x

  — Muito bem, agora só mais uma foto para o artigo. — disse o fotógrafo que registrava tudo em sua câmera, pegando um ângulo que centralizava o casal na foto — Pronto.
0
Comente!x

  — Obrigada, Yves. — disse a editora Dana, ao voltar seu olhar para o casal — Continuando nossa entrevista, para você Noah, como foi se aventurar no mundo da atuação? Sei que estreou com o Now United em 2017.
0
Comente!x

  — Sim, foi uma surpresa quando o senhor Fuller me chamou para uma conversa e me disse sobre esse projeto com a Netflix, eu realmente não tinha conhecimento sobre o que seria o projeto especial, apenas sabia da votação que o canal tinha feito em seu site pedindo ao público para escolher de um dos membros do NU. — comentou ele a contar sua versão da história — Isso me deixou totalmente sem reação, pela lógica Bailey é bem mais conhecido que eu nesse meio, achei que ele seria o escolhido.
0
Comente!x

  — Sim, eu me lembro que Bailey já fez aparições em série de televisão londrinas. — comentou a editora.
0
Comente!x

  — Isso, mas fiquei muito feliz por ter sido eu e agradecido por conhecer e trabalhar com uma atriz maravilhosa como a Miller. — completou ele, sua resposta — Foi um momento de muita descoberta e muitos conhecimentos.
0
Comente!x

  — E para você, , como foi gravar um dueto com um integrante do Now United? — perguntou Dana, com seus comentários à parte — Soube que os bastidores da gravação foram ainda mais intensos.
0
Comente!x

  — Ah… — deu um sorriso envergonhado — Foi uma surpresa para mim quando me convidaram para participar do dueto também, eu já imaginava que o Noah cantaria alguma música para a trilha sonora e quando soube que teria um dueto, imaginei que fosse alguma integrante do Now United que faria com ele.
0
Comente!x

  — Eu também pensei assim quando ouvi sobre o dueto. — confessou Noah — E fiquei animado quando ela aceitou fazer.
0
Comente!x

  — Acho que I Need U foi uma experiência única para nós dois, ambos fizemos coisas desafiadoras como atuar e gravar um dueto. — completou , a resposta.
0
Comente!x

  — Mas você já participou de musicais, não é? — indagou a mulher.
0
Comente!x

  — Sim, eu participei de alguns, mas é claro que não é a mesma coisa, principalmente por estar em um estúdio e tem todo um ambiente diferente. — explicou a atriz — E mesmo com esses trabalhos eu jamais me considerei uma cantora, atuar sempre foi a minha paixão.
0
Comente!x

  — Fico impressionada com o olhar do Noah para você. — comentou Dana, com um sorriso maquiavélico — E é claro que eu não posso terminar essa entrevista sem perguntar se vocês estão namorando fora das filmagens.
0
Comente!x

  A pergunta fez o corpo de gelar, assim como o de Noah. Desconcertante para ambos esconderem seus nítidos sentimentos, mas pelo menos não mentiriam quanto à real situação daquele relacionamento.
0
Comente!x

  — Eu e o Noah, somos apenas bons amigos. — afirmou com segurança — Eu o ajudei com a atuação e ele me ajudou com o dueto, então nos tornamos bem próximos por conta disso.
0
Comente!x

  Ele apenas assentiu com o olhar, que tinha um misto de tristeza e frustração.
0
Comente!x

  — Hum, então vocês gostariam de deixar alguma mensagem ao nosso público? — uma última pergunta para encerramento.
0
Comente!x

  — Agradecemos pela longa espera que tiveram para nos ver juntos em I Need U, e pedimos que continuem nos apoiando em nossos projetos futuros. — disse Noah, ao olhar para o lado recebendo um sorriso doce de .
0
Comente!x

  Mais algumas entrevistas pelo decorrer dos dias e finalmente I Need U estava disponível na plataforma streaming.
0
Comente!x

  — Noah? — disse ao abrir a porta de seu apartamento em Manhattan e vê-lo parado com um buquê de rosas brancas e uma caixa de chocolates na mão.
0
Comente!x

  — Oi. — disse ele, com um olhar tímido — Posso entrar?
0
Comente!x

  — Claro. — ela abriu mais a porta para ele — Fica à vontade.
0
Comente!x

  — Obrigado. — disse ele entrando — Isso é para você.
0
Comente!x

  Ela fechou a porta e pegou as rosas e chocolate, agradecendo um com sorriso e seguindo até a cozinha para colocar as flores em um vaso.
0
Comente!x

  — Obrigada pelos presentes. — disse ela, ao encaixar as rosas em um vaso e colocar um pouco de água — Mas, o que faz aqui?
0
Comente!x

  — Eu tentei ficar no hotel, mas queria muito te ver antes da entrevista de amanhã. — respondeu ele, permanecendo na sala — Fiz mal?
0
Comente!x

  — Não… Talvez… Não sei. — ela suspirou fraco e deu alguns passos até ele — As pessoas falam tanto nas entrevistas e em todo lugar que nós dois temos uma química incrível e que tudo no filme parece tão real, principalmente o que sentimos um pelo outro. — iniciou ela.
0
Comente!x

  — Sim, e o que tem? — ele pareceu confuso.
0
Comente!x

  — Isso não te deixa preocupado? — perguntou ela.
0
Comente!x

  — Por que eu ficaria preocupado? — retrucou.
0
Comente!x

  — A mídia é perspicaz, e minha avó sempre dizia que pessoas inteligentes tendem a ser bastante curiosas… — explicou ela, seus temores — E se tentarem descobri algo a mais entre nós? Ainda me preocupo com você.
0
Comente!x

  — Mesmo não estando namorando, já somos o casal Netflix, tenho certeza que regras podem ser revistas. — ele segurou a mão dela, tinha um fio de esperança nos olhos.
0
Comente!x

  — O que quer dizer com isso? — indagou ela.
0
Comente!x

  — Quero dizer que não desisti de nós. — disse ele, dando um passo para mais perto e finalmente fazendo algo que seu coração ansiava a muito tempo.
0
Comente!x

  Beijá-la sem se preocupar se tinha pessoas os olhando e um diretor para interromper. A única coisa que queria era envolvê-la em seus braços e paralisar o tempo.
0
Comente!x

  As expectativas foram superadas quando o filme ficou em primeiro lugar por sete semanas consecutivas mostrando o grande interesse do público no romance. E claro que mais que depressa o canal streaming promoveu uma turnê de entrevistas e apresentações do casal principal em conjunto com o grupo Now United. Uma forma de aproveitar todas as possibilidades de marketing para todos os envolvidos, algo que deixou o produtor Simon Fuller mais do que satisfeito e certo de seus próximos passos para seu grupo.
0
Comente!x

Makes me light up when we touch
Yeah, you got me acting foolish
Crazy, stupid, silly love
Yeah, that’s what I want.
– Crazy Stupid Silly Love / Now United

13. Baila

“A felicidade só é verdadeira 
quando compartilhada.” 
– filme: Na Natureza Selvagem

  
  Manhattan, inverno de 2018

  A cidade cumprimentava a estação mais fria do ano. E mesmo com o chão coberto pela neve, as pessoas não se deixavam abalar e saíam às ruas para as compras de natal. E com todo esse movimento, até mesmo o grupo do produtor Simon Fuller continuou seus ensaios para as apresentações de final de ano. Algo extremamente necessário, agora que ganharam reforço com uma integrante temporária inexperiente no assunto.
0
Comente!x

  — Eu juro, fiquei toda empolgada quando soube que você tinha aceitado o convite do senhor Fuller. — confessou Any, ao se sentar ao lado da atriz no chão do estúdio de ensaio.
0
Comente!x

  O lugar parcialmente espelhado, se localizava no quinto andar do prédio, o que lhe rendia uma vista parcial da Ilha da Liberdade. A fachada de vidro se escondia pelas persianas fechadas, deixando que a iluminação fria e artificial do led mantivesse todos com atenção as atividades desenvolvidas no lugar. A única coisa que a atriz achou confortável foi o piso amadeirado que auxiliava na execução dos passos das coreografias.
0
Comente!x

  — Foi por pouco que eu não aceitei. — revelou , voltando seu olhar para o vidro da fachada.
0
Comente!x

  Era final da tarde com o dia nublado, ainda assim ela conseguia perceber o pouco do sol batendo no tecido da persiana. nunca se imaginou sendo integrante de um grupo tão grande, menos ainda trabalhando profissionalmente como cantora, já estava mais do que satisfeita no ramo da atuação. Entretanto, se permitiu encarar mais um desafio em sua carreira que não parava de avançar.
0
Comente!x

  — Finalmente temos mais uma brasileira aqui. — brincou Any, rindo de leve.
0
Comente!x

  — Ela não é só brasileira. — Sabina se aproximou dela, permanecendo de pé, curvando um pouco o corpo pra se alongar — É só eu que estou com dores nas costas?
0
Comente!x

  — Acho que sim. — Any riu dela.
0
Comente!x

  — Eu sou metade brasileira, mas entrei representando a Itália. — explicou , forçando seu olhar a não seguir na direção de Noah, que conversava com Josh — Pelo menos foi o que o senhor Fuller me propôs.
0
Comente!x

  — Eu amei a ideia do intercâmbio. — disse Sabina, erguendo seu corpo novamente e encostando na parada, pensativa — Imagina se ele convida outros artistas depois da ?!
0
Comente!x

  — Seria interessante. — Heyoon entrou na conversa sentindo uma ponta de empolgação — Que cantor vocês gostariam de ver no grupo?
0
Comente!x

  — Hum… Eu não reclamaria se o Maluma fizesse uma parceria com a gente. — comentou Sabina — Ele é o meu favorito!
0
Comente!x

  — Seria muita fanfic se eu dissesse Harry Styles? — brincou Any, fazendo-as rir.
0
Comente!x

  — Se eu fosse escolher… — Heyoon se mostrou pensativa — Não sei, acho que ficaria indecisa entre o Taehyung do BTS ou o Yuta do NCT.
0
Comente!x

  — Vocês realmente gostam de viver no mundo das fics, né? — brincou rindo um pouco — Minha irmã Flora também é super fã do BTS.
0
Comente!x

  — Quem não é nesse mundo? — Heyoon se sentou no chão também, deitando sua cabeça no colo de Any — Meu sonho é conhecê-los pessoalmente.
0
Comente!x

  — O que é isso, clube das garotas e nem me chamaram? — reclamou Sofya, parando na frente delas com a mão na cintura.
0
Comente!x

  — Junte-se a nós, amiga. — Any a olhou, abrindo os braços como uma mãezona.
0
Comente!x

  — Hum… — ela fez bico e se sentou no chão também — Sobre o que falavam?
0
Comente!x

  — Nossos sonhos de fanfic. — revelou Sabina, se mantendo de pé.
0
Comente!x

  A mexicana ainda sentia os músculos de seu corpo doloridos pela sequência de ensaios.
0
Comente!x

  — Ah… , você sabe até quando vai se apresentar com a gente? — perguntou Sofya, curiosa pelas novidades que estavam vivendo.
0
Comente!x

  — Acho que o contrato é de um ano. — respondeu a atriz — Vocês vão ter que me aguentar por um tempo.
0
Comente!x

  Ela brincou, fazendo as outras rirem.
0
Comente!x

  — Pelo menos você é esforçada e sabe cantar. — comentou Heyoon, se lembrando do último experimento fracassado do seu produtor.
0
Comente!x

  — Aconteceu algum desastre antes de eu entrar? — perguntou , um pouco temerosa, pelo comentário dela.
0
Comente!x

  — O projeto intercâmbio já tinha sido testado antes. — explicou Sofya — Mas não deu certo, o senhor Fuller tinha convidado uma atriz da Disney, mas a garota foi mega sem conexão com a gente.
0
Comente!x

  — Nem me lembra daquela Beverly Hills entojada. — Sabina fez uma careta se lembrando da tragédia — Nada pra ela estava bom e sempre achava defeito em cada membro.
0
Comente!x

  — Ela nunca errava, a gente é que não tinha talento para acompanhar ela. — completou Any, dando razão às amigas.
0
Comente!x

  — Socorro. — se admirou com a história — E eu aqui, com medo de vocês não gostarem de mim.
0
Comente!x

  — Olha, se a Sabina gostou de você, acredite, todos nós gostamos. — brincou Any, rindo da amiga que lhe fazia outra careta.
0
Comente!x

  — Você é tão difícil de fazer amizade, Sabina? — a olhou intrigada.
0
Comente!x

  — Não é isso, elas que exageram. — Sabina se defendeu, se alogando novamente movimentando os ombros — Eu simplesmente consigo sentir a aura da pessoa, e tem gente que tem uma energia tão carregada, que não consigo nem olhar na cara.
0
Comente!x

   se impressionou.
0
Comente!x

  — Mas você é tranquila, é legal ficar perto de você. — afirmou a mexicana.
0
Comente!x

  — Fico mais aliviada. — sorriu de leve.
0
Comente!x

  — Já que estamos no nosso momento amigas… — Sofya olhou para a atriz, com curiosidade — O que tem entre você e o Noah?
0
Comente!x

   começou a tossir, sem saber o que responder.
0
Comente!x

  — Credo Sofya não seja tão direta, vai assustar ela. — Any a repreendeu.
0
Comente!x

  Mesmo com níveis extraordinários de curiosidade, a brasileira entendia o lado reservado de .
0
Comente!x

  — Desculpa, mas é que o olhar de vocês torna tudo tão óbvio. — explicou a russa, se defendendo.
0
Comente!x

  — Não há nada entre a gente. — , tentando responder em negação, porém seus olhar se moveu diretamente para Urrea, que de forma involuntária a olhou também.
0
Comente!x

  — Vocês estão vendo o que eu estou vendo? — insistiu Sofya — É disso que estou falando.
0
Comente!x

   voltou a realidade, um pouco envergonhada e segurando o riso.
0
Comente!x

  — Meninas, assim vocês me deixam sem graça. — disse a atriz.
0
Comente!x

  — Saiba que a gente apoia o romance. — disse Any, com os olhos brilhando — É muito fofo vocês dois juntos, eu já vi I Need U umas três vezes e chorei em todas.
0
Comente!x

  — Foi legal fazer aquele filme com ele, e um tanto constrangedor nas cenas de beijo. — confessou — E olha que nunca tinha sentido constrangimento dos meus outros trabalhos.
0
Comente!x

  — É porque os outros você não estava apaixonada, talvez. — supôs Any.
0
Comente!x

  Elas se entreolharam.
0
Comente!x

  — Eu concordo com as meninas, você e o Noah são um casal muito bonito. — elogiou Sabina — E estou torcendo para o senhor Fuller permitir o namoro de vocês.
0
Comente!x

  — Só está falando isso porque assim você pode namorar também. — retrucou Heyoon, instigando a verdade.
0
Comente!x

  — Não vou negar… — Sabina lançou um olhar malicioso — Convites para encontros é que não me faltam.
0
Comente!x

  Elas riram…
  — Atualmente, eu e o Noah, somos apenas amigos. — assegurou — Mesmo querendo ser bem mais que isso.
0
Comente!x

  — Eu sabia! — Sofya soltou um grito, chamando a atenção dos outros integrantes que estavam afastados.
0
Comente!x

  Segundos de silêncio e uma chuva de risadas soou pelo lugar. Logo Josh chamou a atenção de todos, motivando-os a voltar aos ensaios. Além da canção em grupo feita especialmente para o filme da Netflix, e o dueto de Urrea e Miller, a atriz precisava aprender as outras canções do grupo bem como suas coreografias.
0
Comente!x

  — Como está indo sua semana? — perguntou Noah, ao se aproximar de .
0
Comente!x

  Após finalmente conseguir se afastar do grupo, a atriz havia se refugiado no terraço verde do prédio, para descansar e assim poder respirar ar puro após gastar todas as energias na sala de ensaio. Em meio a toda vegetação que compunha o espaço, lhe motivava a contemplar a noite, mesmo com alguns flocos de neve caindo do céu.
0
Comente!x

  — Cansativa, mas estou sobrevivendo. — respondeu ela, mantendo sua atenção nos carros que passavam na rua — Já imaginei que seria complicado conciliar este projeto com os outros, nada de novo na minha vida.
0
Comente!x

  — Achei que fosse demorar mais na sessão de fotos. — comentou ele, se aproximando dela e encostando no guarda-corpo de vidro do prédio.
0
Comente!x

  — Eu também, mas foi bem rápido para minha surpresa. — comentou ela — Hum…
0
Comente!x

  — O que foi? — indagou ele.
0
Comente!x

  — Você, conversou com o Bailey? — perguntou ela curiosa.
0
Comente!x

  Já se contavam dois meses com a inserção de no Now United. Algumas fotos dela conversando e cantando com Bailey no inusitado baile de máscaras de 2015, tinha sido jogada na mídia. Rapidamente os rumores de um triângulo amoroso foram sendo replicados, causando diversas discussões entre os membros, principalmente por Urrea não conseguir esconder seus ciúmes e May se aproveitar disso para provocá-lo.
0
Comente!x

  — Sim. — assentiu ele, evitando olhá-la.
0
Comente!x

  — E? — insistiu ela.
0
Comente!x

  — Está tudo bem… Ele sabe como me deixar irritado, mas nos entendemos. — mantendo o olhar para frente, ele respirou fundo.
0
Comente!x

  — E nós? — ela se voltou para ele e tocou em sua mão.
0
Comente!x

  — O que tem? — ele finalmente a olhou com suavidade.
0
Comente!x

  — Como nós estamos? — perguntou ela.
0
Comente!x

  — Falando por mim… — ele sorriu de canto, inclinando um pouco para aproximar seus rostos — Meu coração está acelerado agora.
0
Comente!x

  Ela abriu um largo sorriso, mesmo tímida pelo momento, se impulsionou e lhe roubou um selinho rápido. Rindo depois do olhar estático dele.
0
Comente!x

  — Como vamos continuar assim? Tem sido difícil fingir que nada acontece, principalmente para o grupo. — comentou ela, ao sentir o abraço dele, aninhando em seus braços — Precisamos conversar com o senhor Fuller.
0
Comente!x

  — Não gosta da adrenalina de um namoro proibido?! — brincou ele, rindo baixo, não se conteve em acariciar os cabelos da garota.
0
Comente!x

  — Não quero que se prejudique por minha causa… — ela suspirou fraco — Romances entre celebridades podem ser positivas ou negativas em suas carreiras.
0
Comente!x

  — Acha que pode ser negativo pra nós? — perguntou ele.
0
Comente!x

  — As pessoas vão se perguntar o que vai nos acontecer quando eu não fizer mais parte do Now United. — continuou ela, sua reflexão.
0
Comente!x

  — Simples, vamos continuar juntos. — afirmou ele, com segurança — Não importa o que as pessoas vão dizer ou perguntar… Eu já gostava de você bem antes disso.
0
Comente!x

  Noah se afastou um pouco dela e a guiou para a parte central do terraço. Retirando os fones do bolso, ele colocou um no ouvido da garota e um no dele, então acionou sua playlist especial do Spotify.
0
Comente!x

  — O que está fazendo? — perguntou ela.
0
Comente!x

  — Tirando a minha namorada para dançar. — explicou ele, pousando sua mão esquerda na cintura dela, e começando a movimentar seus corpos.
0
Comente!x

  — Noah… — ela sussurrou, segurando o riso e tentando acompanhá-lo — E de onde tirou isso?
0
Comente!x

  — Confesso que ainda estou com ciúmes do baile a fantasia que dançou com o Bailey. — suas palavras foram tão sinceras que a deixou impressionada.
0
Comente!x

  — Não precisa ter ciúmes… — ela manteve um brilho no olhar, que lhe transmitia segurança — Você sempre será o meu melhor parceiro de dança.
0
Comente!x

  — Só isso? — indagou ele.
0
Comente!x

  — E o único que faz meu coração acelerar. — afirmou ela.
0
Comente!x

  Noah parou de repente, olhando-a com carinho. Não resistindo ao desejo de beijá-la, o que de fato fez com todo o amor que possuía por .
0
Comente!x

All night long
Keep dancing, turn the music loud
Like there’s nobody else around
Feel the rhythm in your coração.
– Baila / Now United

14. Come Together

“A vida passa muito rápido.
Se você não parar e olhar em volta de vez em quando,
você pode perdê-la.”

– filme: Curtindo a Vida Adoidado

  
  Rio de Janeiro, verão de 2019

  Mudando totalmente as estações da noite para o dia, após participarem do Special Olympics World Games 2019 na cidade Abu Dhabi dos Emirados Árabes, os membros do Now United foram contemplados pelo calor do hemisfério sul. Em um curto espaço de tempo o grupo desembarcou novamente na cidade brasileira, trazendo ainda mais empolgação para todos.
0
Comente!x

  Any iria aproveitar a oportunidade para visitar sua família e já tinha combinado com que a levaria junto, e a atriz aceitou de imediato com gratidão. Uma tarde cheia de risadas com as histórias de família contada pelas tias de Any, em conjunto com os comentários da avó da garota sobre os jovens da atualidade.
0
Comente!x

  — Foi maravilhoso esse almoço com sua família. — comentou , assim que entraram no quarto do hotel em que estavam hospedadas — Lembra muito os da minha.
0
Comente!x

  — Sério? — Any riu de leve, indo até sua cama e se sentando, para retirar o tênis dos pés.
0
Comente!x

  — Ah, os italianos também são bem-falantes e barulhentos, acredite. — confirmou , dando alguns passos até a janela — Quando minha avó era viva, costumava ser bem mais barulhento.
0
Comente!x

   riu de leve, ao se lembrar das festas em família nos finais de ano. Onde tudo era felicidade e com algumas broncas de sua mãe por sempre insistir em sair pela casa dançando com suas primas.
0
Comente!x

  — Como é para você ficar longe da família por tanto tempo? — perguntou , curiosa.
0
Comente!x

  Mesmo que ela tivesse muitos trabalhos em sua agenda, no final da semana sempre passava com sua família, ou até mesmo pagava passagens para que sua mãe e irmãos acompanhassem as gravações. Então, sabia que no caso de sua nova amiga, não era o mesmo.
0
Comente!x

  — É complicado, mas sempre que sinto saudades, eu me lembro que estou realizando um sonho, então me reconforto com isso. — respondeu a brasileira, ao jogar seu corpo para trás e olhar o teto — Não é o mesmo com você, não é?
0
Comente!x

  — Não. — assentiu .
0
Comente!x

  — Você podia ter pagado um quarto só para você, por que escolheu ficar aqui comigo? — perguntou ela, curiosa.
0
Comente!x

  A atriz tinha dinheiro o suficiente para se instalar até mesmo na suíte master do luxuoso Copacabana Palace.
0
Comente!x

  — Quando eu aceitei ser uma Now United, decidi que viveria como você. — admitiu ela — Claro que em alguns momentos eu teria que fugir para ser a atriz.
0
Comente!x

  Ela riu baixo.
  — E confesso que me divirto muito dividindo quarto com você e a Sabina. — comentou.
0
Comente!x

  Any soltou uma gargalhada boba.
  — Dividir o quarto com a Sabina, sempre é uma diversão, principalmente quando ela conta sobre seus muitos namorados do ensino médio. — Any riu mais um pouco e ergueu o corpo olhando a amiga — Posso te fazer uma pergunta?
0
Comente!x

  — Pode. — encostou de leve no peitoril da janela e a olhou.
0
Comente!x

  — Você e o Noah, estão mesmo juntos, não é? — Any manteve o olhar fixo nela.
0
Comente!x

  — Bem… — tentou desconversar.
0
Comente!x

  — Nós já percebemos, a gente só não comenta mais, principalmente depois de todo aquele surto com as fotos de você e o Bailey. — explicou Any, se ajeitando um pouco mais na cama — Então… Não precisa esconder, não pelo menos de nós.
0
Comente!x

  — Bem, eu sei muito bem como é esse mundo das celebridades e de toda a parte má, não quero prejudicar o Noah, nem o Now United. — explicou a atriz, com seus sentimentos à mostra — Um relacionamento tanto pode ser positivo quanto negativo, por isso resolvemos fazer isso em segredo.
0
Comente!x

  — Que fofo, sua preocupação com o Urrea. — os olhos de Any brilharam um pouco.
0
Comente!x

  — Eu não sei quando começou, mas… Acho que posso dizer que amo ele. — sentiu suas bochechas corarem de vergonha.
0
Comente!x

  — Vocês se conheceram no set de filmagens, não é? — perguntou Any.
0
Comente!x

  — Sim e não. — a garota tombou a cabeça, se lembrando do dia certo — Nós dois nos trombamos na rua, antes mesmo dele entrar para o NU e antes mesmo de eu estrear como atriz… Eu não sei ao certo o que ele fazia na Itália, mas nunca me esqueci do olhar dele pra mim.
0
Comente!x

  — Uau, parece até filme. — Any olhou para seu braço impressionada — Fiquei até arrepiada agora.
0
Comente!x

  — Eu sempre sinto um frio na barriga quando me lembro disso. — confessou — E fico me perguntando se ele se lembra de mim, naquele dia.
0
Comente!x

  — Vocês nunca conversaram sobre isso? — perguntou Any.
0
Comente!x

  — Não, não sei o motivo, mas nunca tive coragem de perguntar. — confessou ela — Talvez por ter medo da resposta, dele não se lembrar que a garota do esbarrão era eu.
0
Comente!x

  — Entendi… Mas acho que se não tentar, vai passar o resto da vida se perguntando. — aconselhou a brasileira, se levantando da cama — Acho que vou tomar um banho.
0
Comente!x

   ficou pensando nas palavras dela, enquanto a brasileira se afastava seguindo para o banheiro. A atriz continuou pensativa, até que pegou o celular do bolso e mandou uma mensagem para Noah, pedindo que a encontrasse no estacionamento do hotel, devidamente disfarçado. O cantor apenas mandou um emoji de coração como resposta. Um sorriso surgiu do rosto dela, seguido de um arrepio bobo no corpo.
0
Comente!x

  Ela pegou sua bolsa novamente e colocou os óculos e um lenço no pescoço para disfarçar. Claro que fãs à paisana e paparazzis eram um risco que ela poderia correr, mas a jovem atriz queria passar algum tempo com seu namorado, aproveitando o luar em uma noite de folga. Saindo do quarto silenciosamente, deixando um bilhete na cama de Any, seguiu até o elevador. Ao chegar no estacionamento, Urrea já a aguardava encostado em uma moto que pegou emprestado de um dos funcionários, via suborno. De braços cruzados e sorriso de canto como um bad boy charmoso e aventureiro.
0
Comente!x

  — Você fica lindo assim. — comentou ela, com um sorriso bobo no rosto.
0
Comente!x

  — Somente assim que eu fico bonito? — reclamou ele, com um olhar chateado.
0
Comente!x

  — Claro que não, seu bobo. — ela se colocou em sua frente e lhe deu um selinho — Você é sempre lindo.
0
Comente!x

  — Não mais que a minha namorada. — ele se inclinou e a beijou com mais profundidade — Estava com saudades.
0
Comente!x

  — Nos vimos hoje no café. — disse ela, sentindo os braços do rapaz envolvendo-a.
0
Comente!x

  — Você passou o dia fora, estou mal acostumado a tê-la por perto o dia todo. — confessou ele, com o olhar de gato abandonado — Como foi o passeio com a Any?
0
Comente!x

  — Divertido, amei conhecer a família dela. — respondeu, rindo de leve — Sua família é tão engraçada como a minha.
0
Comente!x

  — Sim, eu tive o prazer de conhecê-los. — concordou — Qual o nosso programa para hoje? Você me disse que me disfarçar.
0
Comente!x

  — Escapada noturna, o que acha? — sugeriu ela, com brilho nos olhos.
0
Comente!x

  — No que está pensando? — perguntou ele.
0
Comente!x

  — Amanhã vamos para Curitiba, o que significa que não teremos mais tempo sozinhos, pensei que nossa noite pudesse ser ao ar livre. — contou ela, seus planos, ao se afastar de leve dele, permanecendo segurando sua mão.
0
Comente!x

  — Já tenho as chaves da nossa carruagem. — brincou ele, retirando-as do bolso e balançando.
0
Comente!x

  — Como conseguiu? — indagou ela, curiosa.
0
Comente!x

  — Bem, alguns autógrafos e fotos, e uma nota de cem reais como suborno. — explicou ele.
0
Comente!x

  — Estou chocada. — ela segurou o riso — Vamos então, temos que fazer valer a pena o seu suborno.
0
Comente!x

  — Com certeza. — concordou ele, se rendendo ao riso.
0
Comente!x

  Ambos subiram na moto e Noah dando a partida, saiu sem direção definida pelas ruas. O fator óbvio deles não conhecerem a cidade, poderia tê-los deixado perdidos, porém Noah já tinha ouvido alguns relatos de Any sobre a cidade em outras visitas no grupo ao país, e antes mesmo da sugestão de sua amada, ele já tinha visto no Google Maps, alguns lugares legais para ir com o seu amor. Mais alguns quilômetros rodados, o cantor estacionou a moto próximo a uma praia, remota e aparentemente vazia. Eles desceram e retirando o all star dos pés, correu pela areia de forma livre e empolgada.
0
Comente!x

  — O que achou? — perguntou o cantor, indo atrás dela.
0
Comente!x

  — É lindo… — ela parou por um momento e fixou seu olhar no mar em sua frente, nunca havia tido um momento assim.
0
Comente!x

  Não acompanhada pela pessoa que ela amava. Estar com Noah a deixava ainda mais rendida à felicidade. Mesmo com seus medos de tudo acabar mal para os dois, ela enfrentava as inseguranças internas para assim viver aquele amor com ele.
0
Comente!x

  — Que tal um banho de mar? — perguntou ele, num tom de brincadeira ao pegá-la no colo e rodopiá-la.
0
Comente!x

  — Noah. — ela riu um pouco no susto — Não faz isso.
0
Comente!x

  Pediu sentindo seu corpo estremecer pelo olhar dele, o coração de ambos acelerou assim que o rapaz a beijou com mais intensidade.
0
Comente!x

  — Noah… — sussurrou ela, um pouco insegura.
0
Comente!x

  — Me desculpa, não consigo resistir a você… Eu te amo, . — sussurrou ele, de volta ao colocá-la no chão novamente — Estar perto de você é como contemplar o pôr-do-sol na primavera…
0
Comente!x

  — Hum… Devo entender a comparação? — indagou ela.
0
Comente!x

  — Você nunca quer que algo tão bonito termine, mas pede a Deus para paralisar o tempo, é isso que eu quero… — confessou ele — Quero que nunca termine e nosso amor paralise o tempo.
0
Comente!x

  Ela sorriu de leve e o beijou de volta. O casal continuou o passeio deles ao luar, aproveitando cada segundo que podiam antes de voltarem à realidade que tinham. Em um dado momento, Noah fez uma provocação com ela, e revidou o fazendo persegui-la pela praia aos risos. Ao conseguir alcançar a atriz, Urrea a puxou de leve, fazendo seus corpos trombarem e caírem sobre a areia.
0
Comente!x

  Olhares encontrados e corações acelerados.
0
Comente!x

  — Noah… — sussurrou ela.
0
Comente!x

  — Sim. — ele continuou atento a ela.
0
Comente!x

  — Queria te perguntar uma coisa. — ela respirou fundo, tomando coragem para seguir em frente.
0
Comente!x

  — Diga. — assentiu ele.
0
Comente!x

  Antes que pudesse continuar, ela sentiu uma sensação estranha e ao olhar para o lado, avistou ao fundo, escondido atrás de um carro vermelho, alguém aparentemente fotografando o casal.
0
Comente!x

  — O que está olhando? — perguntou ele, voltando seu olhar para mesma direção que ela.
0
Comente!x

  — Alguém nos fotografou. — sussurrou.
0
Comente!x

  Seu corpo gelou de imediato, apenas imaginando o caos que aquilo causaria.
0
Comente!x

Come with me, feel the rush
Let’s get close and share the love
Take my hand, it’s yours to hold
Come together, don’t let go.

– Come Together / Now United

15. Legends

“Você só vive uma vez.
É sua obrigação viver a vida da melhor forma possível.
Jojo Moyes – Como Eu Era Antes de Você

  
  Rio de Janeiro, verão de 2019

   se encolheu sentindo um frio na espinha, assim que Noah confirmou que era mesmo um paparazzi que estava seguindo eles. Em um movimento repentino, ele a pegou pela mão e a puxou para voltarem a moto, subindo no veículo, seguiram novamente para o hotel em que estavam hospedados. A mente da garota só conseguia pensar em coisas negativas e no quanto aquela foto poderia prejudicá-los, afinal a mídia sempre tinha o poder de juntar e separar seus casais.
0
Comente!x

  — ? — assim que Noah estacionou a moto na lateral do prédio do hotel, ele correu para alcançá-la — Espera! Fica calma.
0
Comente!x

  — Como eu posso ficar calma? Fotografaram a gente, eu estou desesperada por dentro. — confessou ela, com o olhar angustiado.
0
Comente!x