Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Capa por Collyn Darte

Gostaria de requerer a capa como oficial? Clique aqui!

Sem informações no momento.

The First Connection

Capítulo Único

  Uma música conhecida ecoava no meu quarto, enquanto eu tamborilava meus dedos no notebook, tentando controlar minha ansiedade. Caminhei ao banheiro, prendendo novamente meu cabelo que insistia em cair em meu rosto. Encarei meu reflexo por poucos segundos, já que meu leve nervosismo não podia me dar uma folga. Apaguei a luz, fui até meu quarto e peguei um livro qualquer, que quando fui ver, era o de gramática. Olhei rapidamente na tela do celular o horário, e conforme havíamos combinado, eu já ia me dirigindo ao portão. Meu coração acelerava gradativamente, e minha íris ia de encontro à rua, em busca do par de olhos . Reparei que havia uma ligação perdida de um número desconhecido, geralmente, eu ignoro, mas nessa situação, não o fiz. Retornei para o tal número, que acabei por descobrir que era dele. Aquela voz terna ecoou, e eu dei uma breve risada, já que ele estava um pouco perdido. Guiei-o e desliguei a ligação, esperando ver aquele rosto o mais rápido possível. Quando o avistei, tratei de largar o livro no chão, não tinha tempo para o por em casa. Abri o portão, e pus minhas mãos embaixo do meu queixo, fazendo uma pose que sempre produzia quando alguém me via. Quando estava perto o bastante, nos abraçamos fortemente. Pus meus braços em volta de suas costas, e as mãos em seus ombros, do jeito que ele descrevera como gostava. Ficamos desse jeito por um tempo, e ao separarmos, engatamos uma conversa sobre o fato de ter errado o trajeto. Nesse momento, pude perceber o quão bonito seus lábios eram, e em como eles formavam um sorriso contagiante. E isso fazia seus olhos ficarem pequenos, o que transformava a cena em algo fofo. Continuamos a conversar, e em partes, eu não conseguia falar olhando para , eu tinha uma mania de não prosseguir o olhar por muito tempo.
0
Comente!x

  Ainda sentia meu corpo sendo consumido pelo nervosismo, eu não parava quieta, precisava me movimentar. Algo que causava risos no moreno, que mesmo dizendo que odiava o seu sorriso, abria-o diversas vezes. Isso era um ponto em comum, dentro de vários que havíamos descoberto em conversas por redes sociais.
0
Comente!x

  Na primeira conversa, uma forte conexão foi estabelecida entre nós, e ambos os lados a sentia. Era engraçada e estranhamente boa aquela situação, eu já tinha chegado perto daquela sensação, porém, nada era capaz de chegar à que eu e estávamos passando. Queríamos saber aonde iria dar, como que surgira e o porquê de ter aparecido só agora.
0
Comente!x

  Minha mente voltou ao dia que nos encontramos no ônibus. Eu tinha corrido do treino para casa, e de casa para o veículo, já que meu horário estava apertado. Quando entrei, permaneci no compartimento da frente, pois a outra estava mais cheia. Ajeitei-me, e no momento em que olhei para o lado, olhara também.
0
Comente!x

  Estranhamente engraçado.
0
Comente!x

  O garoto deu um sorriso breve, e eu retribuí. Conforme ia chegando mais pessoas no ônibus, eu decidi passar a roleta. Porém, alguns indivíduos iam saindo do transporte, e querendo ou não, eu era posta para mais perto daquele belo rapaz. Em duas situações passadas já tínhamos trocado algumas palavras, e agora eu não sabia se iríamos sibilar qualquer coisa, até fazê-lo. Cinco pontos após, o moreno desceu, e minha cabeça fora preenchida pelo lembrete da fome que minha barriga anunciava. No dia seguinte, eu estava no facebook, quando o tal rapaz apareceu na sugestão de amizade, e o adicionei. Alguns dias depois, ele me chamara, e mantivemos contato até agora. Descobri que era uma pessoa cativante, alguém que eu me sentia bem e feliz ao trocar mensagens. Em pouco tempo, pudemos nos conhecer, saber de alguns gostos, achismos e sonhos um do outro. Teve também uma noite a qual viramos, e eu não podia deixar de sentir aquela ligação cada vez mais sendo presente.
0
Comente!x

  Acabei entendendo que mexia comigo, e muito.
0
Comente!x

  Voltei a prestar atenção nele, que segurava meus dedos e a outra mão passeava pelo meu rosto. Na primeira tentativa de me beijar, eu fiquei surpresa, mesmo sabendo que aquilo era provável de ocorrer. Nos encaramos e rimos, sendo outro encontro de lábios rapidamente iniciado. Um misto de desejo, urgência e sentimento descrevia essa junção. Segurei suas costas; ele, minha cintura. Pressionávamos nossos corpos o máximo que conseguíamos, e o meu acalmou-se da ansiedade, que me liberou naquele momento. A precisão desse ato era grande, a certeza que nossos corações tinham ultrapassavam qualquer nível de dificuldade e era isso que tornava único. Ao separarmos, envolveu minha extensão e ficamos um pouco nessa posição. Além de seu horário, eu também tinha o meu, que fora esgotado quando vi a silhueta da minha mãe chegar. Despedimo-nos com outro beijo, e eu tranquei o portão, peguei o livro e adentrei a casa correndo. Quando me sentei na cama, o meu visor ascendeu, e o número dele estava lá. Eu pude ter a confirmação de que sentimos as mesmas sensações e que iríamos nos ver por muito mais tempo.
0
Comente!x

  Afinal, não foi à toa que a conexão nos fez juntar nossos corações naquela noite.
0
Comente!x

Fim

  Nota: Tia Liv com mais uma short, yay! Essa tem um “Q” de especial, já que é para presentear uma pessoa!
  Parabéns, meu amor! Espero que goste da mesma forma que eu adorei ter escrito essa coisinha linda! Adoro-te! <3

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Brício
Brício
1 ano atrás

Que lindo,essa pessoa é bem sortuda haha sorte ao casal

Comentário postado originalmente em 26 de Setembro de 2016

Liv
Liv
1 ano atrás
Reply to  Brício

Obrigada, lindeza! <3

Comentário postado originalmente em 08 de Outubro de 2016

melzinha
melzinha
1 ano atrás

Que linnnnnndo, miga!!!! Que história linda! Você sabe que me identifiquei muito, né? E que o boy vai amar. Me conta depois sobre. <3<3

Comentário postado originalmente em 27 de Setembro de 2016

Liv
Liv
1 ano atrás
Reply to  melzinha

Sei sim, e fico agradecida, amiga! Pode deixar! <3 <3

Comentário postado originalmente em 08 de Outubro de 2016

moço
moço
1 ano atrás

Você me surpreende cada vez mais, meu Deus!

Comentário postado originalmente em 27 de Setembro de 2016

Liv
Liv
1 ano atrás
Reply to  moço

Essa é a intenção! Hahaha <3

Comentário postado originalmente em 08 de Outubro de 2016


You cannot copy content of this page

6
0
Would love your thoughts, please comment.x