Esta história pertence ao Projeto Quiz



Status

Loading

Avalie

Este texto não foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui
Quiz #010
// O Tema
Qual tipo de viagem combina com você?
// O Resultado
Viagem sozinho


Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

Road to Daeluson

  

   encarava a última mensagem que havia lhe enviado há dois meses. Fazia dois meses que havia desaparecido enquanto fazia uma trilha pela floresta de Arashiyama em Kyoto. A princípio não havia se preocupado, vivia se embrenhando no meio da mata de qualquer lugar para explorar e acabava por acampar onde quer que estivesse, mas daquela vez havia sido diferente. Após a última mensagem, um “Encontrei uma caverna aqui… Estranho.”, ele não havia mais dado sinal de vida.
0
Comente!x

   era uma estudante universitária de Tokyo e era seu melhor amigo de infância. O rapaz costumava ser aventureiro e aquilo geralmente o fazia se meter em algumas confusões quando pequeno, mas rendeu a ele variados conhecimentos aleatórios. Ele era o único entre os amigos de doze anos – e até mesmo grande parte dos adultos – que saberia como sobreviver em praticamente qualquer tipo de cenário. Além disso, por gostar muito de experimentar coisas, havia aprendido ao menos o básico de alguns tipos de luta como o karatê e o jiu jitsu. era o tipo de garoto elétrico e pentelho que não parava quieto quando criança, sempre atrás de alguma coisa interessante, nova e instigante. Ao crescer não havia mudado muito, apesar de ter de lidar com as responsabilidades de ser adulto. Por aquelas razões ninguém ligou muito quando parou de dar sinais de onde estava.
0
Comente!x

  Mas não importava o que ele estivesse fazendo ou em que floresta estava enfiado, nunca deixava de informar à o que estava acontecendo, principalmente sabendo o quanto ela vivia preocupada com ele em suas expedições. Ela nunca havia gostado de florestas, as árvores altas e todas juntas a deixava apavorada, além do fato de ela ser uma negação em andar em solo que não fosse o da cidade grande.
0
Comente!x

  Quando finalmente os outros decidiram começar a se preocupar, já estava se descabelando e tinha acionado a guarda florestal para procurar pelo amigo havia um bom tempo. Mesmo vasculhando a floresta toda duas vezes, ninguém encontrou sequer um sinal de que havia estado ali. Semanas de busca até finalmente desistirem. havia tentado todos os argumentos e truques possíveis para persuadir a guarda a continuar procurando, mas nada adiantou. Todos lhe disseram que o melhor a se fazer era se conformar… Mas como ela poderia se conformar? Seu melhor amigo estava desaparecido e ela sabia que ele ainda estava vivo então não podia simplesmente se conformar.
0
Comente!x

  Mesmo assim, só havia tomado coragem de pegar o trem para Kyoto naquele instante, quase dois meses após o desaparecimento. Apesar de tudo, Arashiyama ainda era uma floresta. Ela sentia arrepios só de pensar em se embrenhar sozinha em algum lugar no meio da natureza. Agora, juntando toda a coragem que tinha, ela estava na entrada que levava às trilhas marcadas de Arashiyama. Por mais que a floresta não fosse somente verde, ainda era natural demais para . Ela deu mais uma olhada na mensagem de , uma caverna. Ela nunca havia ouvido falar em nenhuma caverna por ali e, aparentemente, nenhum dos guias tampouco. estava equipada com o normal de uma pessoa que vai fazer trilhas, uma mochila com o essencial para emergências – que incluía barras de cereais e água, lanterna com baterias extra, fósforos e isqueiro, canivete e uma corda –, usava roupas leves e tênis próprios para caminhadas. Ela não tinha ideia do que estava fazendo, nunca havia ido fazer trilhas ou acampar com , não depois de terem crescido. As experiências de quando criança não haviam sido lá muito legais do ponto de vista dela.
0
Comente!x

   pegou o mapa que entregavam aos visitantes do lugar, claro que apenas as partes de fácil acesso e liberadas estavam marcadas no papel. E é claro que não havia ficado dentro daquele perímetro. Ela só precisava ter sorte para saber onde exatamente ele havia se desgarrado no meio do caminho comum, tinha plena certeza de que o amigo havia caminhado um pedaço pelas trilhas no mapa antes de sair por aí desbravando o próprio caminho.
0
Comente!x

  Com um suspiro pesaroso, escolheu o caminho pelo qual iria começar sua busca. “Direita sempre” era o que costumava dizer quando tinha um lado para escolher.
0
Comente!x

  Minutos passaram e logo viraram horas. não sabia exatamente há quanto tempo estava ali, talvez umas duas horas? Ela já se xingava – e xingava também – por ter tido aquela ideia estúpida em primeiro lugar. Como ela pensava em sobreviver no meio do mato caso precisasse se mal sobrevivia à vida na cidade?
1
Comente!x

   resmungava consigo mesma quando sentiu. Ela olhou para o lado e encontrou o que parecia a entrada discreta de uma caverna que teria passado despercebida se algo não tivesse chamado sua atenção. Normalmente era péssima com intuição e coisas do tipo, mas alguma coisa a puxava em direção àquela caverna; ela não se deixou raciocinar por muito tempo, ou não iria a lugar algum.
0
Comente!x

  Caminhou com cuidado para dentro do lugar, que a cada passo ficava um tom mais escuro, estava quase em completa escuridão quando a lanterna que havia ligado antes de adentrar mais o lugar acabou se apagando sem mais. estava irritada dando tapinhas e agitando o objeto na tentativa de fazê-lo funcionar novamente, quando, por um instante de descuido, seu pé escorregou e ela caiu para… dentro d’água? A água gelada fez os pulmões da garota se contraírem quase dolorosamente, e a surpresa a fez se desesperar. Quando percebeu, água entrava por seu nariz e boca enquanto ela tentava se manter na superfície, mas seus braços e pernas de repente pareceram tão pesados…
0
Comente!x

   já estava desistindo de tentar lutar por sua vida quando sentiu braços fortes a puxando de volta à superfície. Respirar nunca pareceu tão bom antes. mal tinha forças para abrir os olhos no momento, tampouco para conseguir enxergar quem a havia salvado. Ela só conseguiu balbuciar um “obrigada” quase incompreensível antes de voltar a sorver ar com certo desespero.
0
Comente!x

  — A senhorita está bem? — uma voz grossa e aveludada perguntou, num tom com vestígios de respiração entrecortada.
0
Comente!x

  , ainda ofegante, conseguiu se colocar sentada e abrir os olhos finalmente. A visão mal focalizou quem falava.
0
Comente!x

  — Sim… Eu… Obrigada… — murmurou, mas logo se parou quando percebeu o cenário – muito diferente do anterior – em que estava.
0
Comente!x

  Ela havia caído na água dentro de uma caverna escura, agora estava arfando por ar em um gramado verde em frente a um lago cristalino em um dia muito claro.
0
Comente!x

  O olhar do rapaz que a salvou ficou um pouco confuso e preocupado quando voltou a falar:
0
Comente!x

  — Senhorita? — chamou. — Tem certeza que está bem? Está pálida.
0
Comente!x

  Ah, ela devia mesmo estar pálida, mas não por quase ter morrido afogada numa caverna escura e horrível, mas por ter sido salva em um lugar quente, ensolarado e bonito. Ela não sabia como reagir, então apenas abriu a boca, tentando montar alguma frase que fizesse sentido, mas falhando.
0
Comente!x

  — Senhor, o senhor não devia sair correndo assim da- — Uma voz conhecida para soou, trazendo-a de volta para o presente.
0
Comente!x

  — ?
0
Comente!x

  — ?
0
Comente!x

Continua em algum momento

  Nota: Essa história era pra ser em andamento, mas eu sou ansiosa então cá está só porque cabia no quiz 🤓
  Eu ainda não sei se vou manter ela como uma série de short ou vou “repostar” com o restante dos capítulos ou o que farei, MAS TENHAM CALMA QUE A CONTINUAÇÃO VEM. Só não sei quando 🫢🫢

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Liv
Liv
2 meses atrás
  Minutos passaram e logo viraram horas. não sabia exatamente há quanto tempo estava ali, talvez umas duas horas? Ela já…" Read more »

é gata, agora dá teus pulos pra sair da floresta

Liv
Liv
2 meses atrás

só tu mesmo pra colocar “continua em algum momento”, Lelen KKKKKKKKK
MULHER, posta como long, nunca te pedi nada <3
Estou super curiosa para saber mais!!!!


You cannot copy content of this page

2
0
Would love your thoughts, please comment.x