Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

rain

  — Será que a chuva vai parar?
0
Comente!x

  Encarei sem interesse o céu nublado, sem saber a resposta para a pergunta. Já havia perdido as contas de quantos dias os cenários eram invadidos pela chuva e, sendo sincero, eu não me importava mais. Lidar com os assuntos restantes do meu governo nessa reta final tomava bastante do meu tempo, além de ter que treinar a minha sucessora, que desde que foi anunciada, não saía do meu lado e fazia questão de me acompanhar independente do lugar que fosse. As gotas grossas rolavam pelo meu rosto, me fazendo pensar se eu deveria deixá-las me cobrir por completo; recebi um tapa tão forte que achei que meus óculos fossem voar para outro cenário, encontrando uma certa pessoa um tanto irritada.
0
Comente!x

  — Mais um pensamento como esse e eu te meto a porrada, ! Eu não trabalhei que nem uma filha da puta para você desperdiçar o meu esforço.
0
Comente!x

  Olhei para com um sorriso pequeno, a vendo abrir os braços para receber um abraço de desculpas e logo me aproximei, sentindo o seu calor se misturar com o meu. Diferente de mim, ela conseguia estabilizar a sua temperatura, o que era ótimo ao lidar com os cidadãos do outro extremo, já que não corria risco de causar um choque simples. O que difere o simples do fatal é que o primeiro ocorre com qualquer um que seja de extremos diferentes e os danos são mínimos, já o outro é apenas quando dois indivíduos se amam e acabam se beijando, indo contra as leis dos cenários e causando a sua destruição. ter sido a escolhida fazia total sentido, era a primeira vez que víamos um caso igual ao dela, então não havia ninguém melhor para me suceder.
0
Comente!x

  Por mais que eu não desejasse esse cargo para ela.
0
Comente!x

  Não necessariamente eu preciso me casar e ter um herdeiro para que o meu extremo tenha um novo governante, às vezes a lua escolhe uma pessoa para ser o seu filho e é assim que é decidido o próximo sucessor, apesar de ser raro. Eu e nos conhecemos na lua cheia, em um cenário que até então, só eu tinha acesso; por algum motivo, eu não fiquei surpreso com a sua presença e logo percebi que os seus poderes eram iguais aos meus, com detalhes a mais: conseguia ler mentes e conversar com os outros desse jeito, sem contar a questão da sua temperatura. Por essa razão que todas as vezes que eu ficava a mercê da melancolia, a garota carinhosamente me trazia de volta à realidade.
0
Comente!x

  — Você precisa melhorar o seu temperamento, — sugeri ao dar de ombros, ganhando um olhar de reprovação. — Como o seu namorado te aguenta?
0
Comente!x

  — Do mesmo jeito que tenho que aguentar vocês dois, . — Revirou os olhos, se desvencilhando de mim. — A gente meio que…
0
Comente!x

  — Brigaram de novo?
0
Comente!x

  — Eu tenho a péssima mania de achar que posso resolver tudo sozinha, mas não posso simplesmente trazê-lo para a “guerra” que estou planejando. — Suspirou pesadamente, se sentando debaixo da árvore.
0
Comente!x

  — Ainda com essa ideia? — Me juntei a ela, encarando o horizonte sem humor.
0
Comente!x

  — Eu sou privilegiada o suficiente por amar alguém do mesmo extremo que o meu, mas do que adianta se esse direito será tirado de mim no momento em que eu assumir o governo? E como responsável pelo meu extremo, não ficarei calada com a injustiça que é ser proibido de amar alguém por causa dessa merda de choque. Sério, não sei por qual razão a lua me escolheu, mas ela deveria saber melhor do que ninguém que a sua filha se revoltaria contra si.
0
Comente!x

  — Talvez seja por isso que foi escolhida, . — A vi me encarar com curiosidade, levemente confusa com a minha fala. — Você tem aquilo que não tenho: coragem. Talvez a lua estivesse à espera daquele que fosse colocar um fim no ciclo.
0
Comente!x

  — Então a história sobre a lua é real, huh? — As lendas que eram passadas de geração em geração diziam que a lua teve o seu coração partido pelo sol e, em um momento de raiva, o amaldiçoou, fazendo a separação que temos hoje em dia dos dois extremos.
0
Comente!x

  — Vai saber. — Troquei de cenário ao estalar os dedos, trazendo a garota comigo. — Temos esse daqui ainda para restaurar, quanto mais cedo terminarmos, mais tempo você terá com o seu namorado.
0
Comente!x

  — — sua voz firme me chamou, me fazendo parar automaticamente. A minha tentativa de mudar de assunto foi falha e percebeu —, tem que ter bastante coragem para abrir mão do amor da sua vida. É por isso que eu vou enfrentar quem quer que seja para mudar a lei dos cenários, para que todos aqueles que foram corajosos o bastante em abrir mão de seus poderes, talentos e amores sejam honrados. E por você, o líder do nosso extremo que usa da chuva o seu escudo para esconder a tristeza que mora no seu coração. Mesmo sofrendo, você mascara os seus sentimentos para o bem do seu povo, e por mais que eu te ache um tanto idiota, sua ação é bem nobre.
0
Comente!x

   e o seu maldito poder de ler mentes. Ela me abraçou novamente, aquecendo o seu corpo para se livrar do frio que fazia no cenário e em uma maneira de me confortar, e eu sabia que também precisava do conforto. Por mais forte que fosse, lidar com o que lidaria em um futuro bem próximo não seria fácil, tampouco divertido; correr o risco de perder tudo o que tinha e ser fadada ao fracasso e julgada possuía uma probabilidade maior de acontecer, contudo, isso não a fazia recuar. Só lhe dava mais forças para continuar seguindo em frente, acreditando em si e nos seus ideais.
0
Comente!x

  Talvez eu devesse usá-la como exemplo.
0
Comente!x

  — Aish. — Levou os dedos às têmporas, massageando a área com os olhos marejados. — Ler mentes é um poder bem útil, mas às vezes eu esqueço de filtrar o que quero ouvir.
0
Comente!x

  — Quer que eu chame um fluffy? — perguntei preocupado. Fluffys eram criaturas bem fofinhas que voavam, servindo como mensageiros e seres de cura.
0
Comente!x

  — Nah, o meu tá voando logo ali. — Deu de ombros, parecendo ter melhorado. Afaguei sua cabeça e a ajudei com a dor, sendo mais uma diferença entre nós. Assim como os Fluffys, eu também tenho elementos de cura.
0
Comente!x

   se tornou a minha melhor amiga desde o dia da lua cheia, ganhando um espaço na minha vida que eu nem sabia que seria capaz de abrir para outra pessoa. O seu jeito extrovertido e estressado era o oposto do meu, porém, nossa amizade floresceu rapidamente e eu senti que poderia continuar seguindo em frente ao ter um apoio distinto dos demais. Todos acreditavam que por eu ser o governante, eu “ficaria bem sozinho”, em forma de consolo que eu já estava exausto de ouvir, principalmente por sempre recordar de e da vez que ela disse isso para mim.
0
Comente!x

  Nossos últimos encontros eram apenas uma preparação para o adeus, só que perceber isso só agora machucava muito, ainda mais quando anos se passaram e não tivemos mais notícias um do outro. As memórias de surgiam todas as vezes que eu fechava os meus olhos. E quanto mais a saudade crescia no meu interior e ao meu redor, a sua imagem sorridente se distanciava, a ponto de eu não conseguir nem chamar o seu nome.
0
Comente!x

  Será que um dia a chuva vai parar? Por muito tempo tem sido frio em um extremo que todos são quentes, diferente do de , que é a filha do sol e não precisa lidar com a frieza que os cenários poderiam proporcionar a não ser a sua própria. Tudo em nossas vidas parecia trocado e nada fazia mais sentido.
0
Comente!x

  — Por que a chuva me escolheu? — falei baixinho, sentindo as gotas se misturarem com as minhas lágrimas. — Por que ela insiste em escolher a mim, alguém que não tem para onde ir com esse amor transbordante?
0
Comente!x

  Meu corpo continuou imóvel, apesar do frio e da tempestade; eu estive perseguindo o passado tão fielmente que esqueci de olhar o futuro bem diante dos meus olhos, aquele que eu seguia em direção, mas nunca o encontrava. As cicatrizes se curavam em um ritmo devagar, de modo que eu pensava se um dia eu me recuperaria delas e se era merecedor disso.
0
Comente!x

  Eu realmente não poderia deixar a chuva me cobrir?
0
Comente!x

  — pegou a minha mão e me puxou para mais um abraço. O seu rosto estava vermelho e completamente molhado por causa das lágrimas e, ao contrário do que imaginei, ela apenas me apertou mais contra o seu corpo, sem dar indícios que me bateria novamente —, sendo sincera, eu odeio ler mentes. Não compensa a dor de cabeça… — Respirou fundo e me encarou. — Você é o meu melhor amigo e uma das pessoas que mais gosto, então é meio inevitável eu não escutar os seus pensamentos, quer dizer, você se prende nessa confusão mental que é tão alta que eu sou obrigada a escutá-la. E ver o meu melhor amigo se martirizar tanto parte não só o meu coração, mas o de… Enfim — a vi morder os lábios, como se estivesse prestes a falar o que não podia e se retraiu —, você tem olhos que se prendem ao passado e dedos que podem levar toda essa chuva e sofrimento embora. Não acha que está na hora de ir para outro cenário e finalmente abrir mão dessa chuva? Eu tô toda ensopada por sua culpa e cheia de trabalho para fazer, minimamente você pode me compensar levando a tempestade embora, sabe? — Pela primeira vez em muito tempo, conseguir rir sinceramente mesmo que por breves segundos — Bom, você não tem escolha, .
0
Comente!x

  Antes que eu pudesse reclamar, fui empurrado para outro cenário, escutando as últimas palavras de :
0
Comente!x

  — Eu amo você e espero que aproveite bastante esse cenário! E não ouse voltar sem antes dar um jeito nessa chuva, idiota.
0
Comente!x

*

  Observei o cenário com um riso sem humor, percebendo que a chuva continuava a cair do céu carmesim. Apesar da intensidade das gotas, o céu estava limpo e o ambiente em silêncio, o que eu não sabia se era bom ou ruim. Olhei para as minhas mãos, decidindo não parar com a chuva por enquanto; queria aproveitar mais um pouco desse cenário que era idêntico ao que eu e nos encontrávamos, e talvez fosse isso que quis dizer com “aproveite bastante”. Não sei como, mas o criou perfeitamente sem ler a minha mente, como se tivesse tido ajuda dela. Balancei a cabeça negativamente, seria impossível que conhecesse a minha sucessora, visto que a garota vivia grudada em mim quando não estava com os seus amigos.
0
Comente!x

  — Por que seria impossível quando eu também leio mentes, meu ?
0
Comente!x

  Senti cada parte do meu corpo congelar, de modo que a única coisa que ainda funcionava eram os meus olhos; colocou o seu guarda-chuva em cima de nossas cabeças, ficando na ponta do pé para isso e sorriu, trazendo aquela paz a e tranquilidade que um dia compartilhamos.
0
Comente!x

  Eu levei meus dedos até o seu rosto, parando a poucos centímetros de distância sem acreditar que ela estava mesmo ali. Ela inclinou o seu corpo na minha direção, pegando a minha mão e a beijou antes de colocá-la na sua bochecha que ainda era gelada. A encarei sem entender muito bem o que acontecia e como nenhum choque havia sido ativado.
0
Comente!x

  Não tinha uma corrente de ar sequer nos envolvendo quando claramente ainda possuíamos nossos talentos e poderes como governantes.
0
Comente!x

  — O novo filho do sol assumiu o meu cargo na última semana — sua voz continuava no mesmo tom sereno e acolhedor — e como presente, ele me deu esse amuleto. — Puxou o pequeno cordão com um pingente de coração e me mostrou, sorrindo. — Esse amuleto permite que os meus poderes não interfiram com os seus. Quando recebi, fiquei sem entender como ele funcionava, mas assim como a sua lua, o meu sol deseja terminar com essa lei ultrapassada. De acordo com o garoto, esse amuleto foi um presente de seus avós, que, assim como eu e você, se amaram por tantos anos sem poder ao menos se tocar. Eles desejaram que o seu neto cuidasse bem e entregasse para alguém que verdadeiramente merecesse esse amuleto, por mais que eu continue achando não ser merecedora de tal.
0
Comente!x

  — , eu…
0
Comente!x

  — Shh, não terminei. — A mulher colocou o seu indicador nos meus lábios, me impedindo de prosseguir. — Eu te causei muito sofrimento, meu , e sinto muito por não conseguir ser mais sincera no passado. Eu queria me jogar nos seus braços e ser irresponsável, mas ao pensar em todos aqueles que dependiam e precisavam de mim, eu simplesmente não podia abandoná-los. Infelizmente eu tive que abrir mão de você, o amor da minha vida… e de nós. Assim como você, eu me martirizei todos os dias por não ter a coragem de ser egoísta uma única vez na minha vida, mas de uma maneira inusitada eu escutei uma voz na minha cabeça, e a julgar pelo tom que usava, a pessoa estava prestes a me dar um tapa telepático.
0
Comente!x

  — Então foi assim que você e se conheceram… — Joguei a cabeça para trás e ri, impressionado como realmente tinha algo planejado desde o início.
0
Comente!x

  — Uma hora ou outra eu teria que conhecê-la, só não esperava que seria dessa maneira. — sorriu largamente. — O filho do sol e ela são… amigos? Ainda não entendi muito bem a relação deles, contudo, em uma de suas idas ao meu extremo, ouviu os meus pensamentos, já que esqueci de colocar uma barreira, logo percebendo que eu era a sua . Apesar da sua irritação, ela foi educada e perguntou se estava tudo bem em conversar comigo, contando o seu plano. A princípio, achei uma loucura — a sua feição tensa se desfez e eu apenas concordei com a cabeça, tendo plena noção de que a minha sucessora tinha umas ideias mirabolantes —, no entanto, ao ouvi-la e ver o quanto a garota se preocupa não só com o seu amor, mas com o direito de todos dos dois extremos, não pude deixar de sorrir. é realmente uma pessoa especial, né?
0
Comente!x

  — Ela é, apesar de ser agressiva demais. — Arranquei uma gostosa risada sua.
0
Comente!x

  — Não posso culpá-la — fechou os olhos brevemente, com o semblante tranquilo —, eu também agiria desse modo se estivesse no lugar dela. E foi graças a e ao filho do sol que eu parei de me culpar. Os dois me disseram coisas parecidas, sabe… — Suspirou ao se aconchegar no meu peito, me abraçando. — É preciso ter coragem para lutar pelo que quer, mas é necessário o dobro para abrir mão do que realmente deseja e assistir o seu amor ir embora. Eu sinto muito que nós dois tivemos que passar pelo o que passamos, meu . Você é o meu início, meio e fim, não há discussão em relação a isso e ao que sinto por você desde o nosso primeiro encontro. Eu não esqueci da nossa promessa e espero que continue se lembrando dela pelo resto de nossas vidas.
0
Comente!x

  Segurei o seu rosto com delicadeza, tendo a certeza de que minha não era somente uma projeção da minha mente; seus olhos violetas brilhavam novamente, e eu podia ver os meus sendo refletidos nos seus, o que fez com que eu a puxasse mais para mim, selando os nossos lábios verdadeiramente pela primeira vez. Mesmo com sua boca gélida, tinha um gosto doce e os seus toques me faziam sentir em casa, como se nunca tivéssemos nos separado; colei as nossas testas e sorri, sem acreditar que finalmente podíamos ficar juntos apesar de sermos de extremos diferentes. Senti algo esquentar no meu bolso e me afastei um pouco de , que me olhava com curiosidade.
0
Comente!x

  — Então era isso que os dois novos governantes estavam preparando em segredo — a mulher disse em meio a risadas, impressionada em como os mais novos eram sorrateiros.
0
Comente!x

  — Não sei como colocou o amuleto no meu bolso — respondi honestamente, pensando no sermão que daria mais tarde após agradecê-la. — Agora faz sentido podermos estar juntos sem ter danos.
0
Comente!x

  — Um amuleto só não seguraria o choque dessa forma, né? — tocou as minhas bochechas e traçou um caminho até os meus lábios, dedilhando eles. — Ei, sei que temos muita coisa para pôr em ordem, mas… quer se casar comigo?
0
Comente!x

  — Contanto que essa não seja mais uma daquelas mentiras gentis que costumávamos contar ao longo dos anos…
0
Comente!x

  — Essa é a nossa primeira promessa — se separou de mim e observou o horizonte, se virando um pouco depois —, aquela promessa que não conseguimos manter no passado e que fizemos debaixo desse mesmo céu. Eu nunca a esqueci, nem por um segundo, meu .
0
Comente!x

  — Eu também não a esqueci, minha . — A encarei com um sorriso pequeno. — Teremos todo o tempo do mundo para fazer mais e mais promessas futuramente. Juntos.
0
Comente!x

   estendeu sua mão para mim, me aguardando debaixo do seu guarda-chuva; ao entrelaçar os nossos dedos, tive a certeza de que a chuva continuaria caindo, mas, pela primeira vez, eu pude sentir o calor que tanto desejei bem debaixo desse guarda-chuva.
0
Comente!x

Fim

  N/A: o final nem foi tão triste assim, vai kkkkkkkkkkkk
  Obviamente eu traria um final feliz pois já chega de sofrimento na vida real, mas gostei bastante do resultado tanto dessa e da the promise we made hihi <3
  eu tô muito na vibe de fics mais tristes, então já peço desculpas caso venham mais assim e vocês fiquem tristes junto kkkkkkk quando comecei a escrever histórias no geral, eu escrevia muitas fics desse tipo (tristonhas, protagonistas indo de base, etc), resultando nas minhas amigas ficarem com medo de sofrer e chorarem KKKKKKKKK as pobis só queriam um romancezinho e recebiam pedrada HSBHAJSBAHJSJ
  eu amo esse anime demais, gente. que saudade das openings, endings e do meu amor chamado ling 🥹😩🤧 a música dessa fic é a Rain – Sid, e é tão linda e dolorosa quanto a da outra fic hasjkajshajsha
  Enfim, chegamos na última desse casal (que já deixou um gancho para a long que pretendo fazer em um futuro distante HEHEHEHE) e apesar das dificuldades, eles conseguiram ficar juntos <3 eu adoro a Melisha, e juro que o Woo e Dani aparecerão também hehehehe mas sabe-se lá quando a autora vai escrever.
  Não se esqueçam de comentar!
  Até a próxima <3

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
7 meses atrás

Ame wa itsuka yamu no deshō ka, zuibun nagai aida tsumetai
Ame wa dōshite boku wo erabu no

Tu me despertou a memória, agora aguente eu cantando kkkkkkkkk
O final foi feliz, grazadeus, meu Nunu merece <3
Tenho interesse em mais histórias nesse universo e aguardo a longfic – por favor, Deus, que o “sabe-se lá quando” seja em breve 🙏
Tu falando das amigas pedindo romance e recebendo sofrência, elas ainda saíram on lucro, porque as minhas pediam romance e recebiam vinganças sangrentas e cabeças rolando kkkkkkkkkkkkkkk

PS: Amei a Mel demais <3


You cannot copy content of this page

2
0
Would love your thoughts, please comment.x