Ray Dias
Visite o Perfil

Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

No Desabrochar do Shougatsu

*Shougatsu: É a forma como chama-se o “Ano Novo” no Japão.

Capítulo Um

  As ruas de Konoha estavam pouco movimentadas e repletas de neve devido aos fortes ventos da madrugada anterior. Aquele seria um Shougatsu bastante friorento! Sakura caminhava encolhida dentro de seu sobretudo, com algumas sacolas nas mãos. A rosada não sabia dizer o motivo pelo qual estava tão nostálgica naquela semana. Talvez porque, há anos, fora debaixo de uma nevasca de início invernoso que ela despediu-se dele. Talvez fosse porque o frio lembrava ele. E aquele seria seu primeiro Shougatsu na sua nova casa, seu primeiro passo para novas memórias.
0
Comente!x

  Morar com seus pais não era de todo ruim — exceto pela ausência de privacidade — não tinha tantas responsabilidades com contas, por exemplo. Até porque Sakura já estava com seus vinte anos de idade e não era uma ninja ingênua como antes. Apesar de seus pais insistirem para que ela ficasse com eles por mais algum tempo, a jovem mulher sentia que precisava dar um passo adiante. Vinha sendo treinada por Tsunade para ser uma grande ninja médica, e Sakura não queria ser “uma grande ninja médica que morava com os pais e estava presa a um amor infantil”.
0
Comente!x

  Não é que ela ainda o amasse como antes. Sasuke não era mais o grande amor de sua vida, porque, no fim de tudo, todos os sentimentos que a garota nutria por ele eram coisas da sua cabeça. Uma ilusão platônica de primeiro amor. No entanto, não poderia também refutar que o sentimento foi genuíno por parte dela. Amá-lo representou muita coisa em sua vida e não o ter ali desde a sua última partida causava-lhe um rombo no peito. Quando deixou a vila pela primeira vez e retornou, Sakura sabia que Sasuke não permaneceria em Konoha por muito mais tempo. Contudo, tivera esperanças de que poderiam ser amigos, não como no início de tudo, pois nem ele e nem ela era o mesmo, mas sim recomeçar do zero. E claro, havia uma pontinha de esperança no coração da jovem garota de dezessete anos, de que pudessem se apaixonar um pelo outro de forma recíproca.
0
Comente!x

  Agora, aos vinte anos de idade, Sakura não queria nutrir mais nenhuma esperança de uma vida ao lado do moreno. Ela queria esquecer as dores, tornar-se uma mulher mais forte, mesmo que Kakashi às vezes lhe dissesse: “você é uma mulher forte, e não estou falando da sua capacidade de destruir o rosto de quem quiser”. Kakashi não era de falar muito, mesmo após deixar de ser o sensei dela e de Naruto oficialmente. Para os dois mais jovens, ele sempre seria um sensei, óbvio, mas Kakashi também se tornou um grande amigo. Várias vezes, durante os momentos em que Tsunade-sama depositava horas e mais horas extras de treino em Sakura, e por mais que a rosada conseguisse lidar com tudo de forma ímpar, devido o bom controle de seu chakra, Kakashi sempre surgia para interromper e dizer à Hokage: “Você está pegando muito pesado com a minha aluna, e ela já não é mais uma aluna fraca”. Assim como ouvia a resposta dura da Hokage a dizer-lhe: “E ela não é mais sua aluna, Hatake”.
0
Comente!x

  Sakura sorriu ao lembrar-se do homem mais velho que causava suspiros pela vila e era sempre tão misterioso. Quase como se seu suspiro fosse um jutsu de invocação, Kakashi surgiu à sua frente no cruzamento de algumas ruas. Caminhava devagar, concentrado em pensamentos e mal dera conta de que Sakura se aproximava.
0
Comente!x

  — Kakashi! — A garota parou de caminhar ao se aproximar mais do outro e lhe sorriu o chamando.
0
Comente!x

  O homem alto e até mais forte do que quando ela o conheceu — talvez porque quando era uma garota de 13 anos, Sakura não notasse aquele tipo de característica — direcionou os olhos à mulher e arregalou-os em espanto. A brisa leve passou pelos cabelos que ela insistia em manter curtos, sacudindo-os à frente das írises esmeraldas, tão doces e gentis, como Sakura não costumava ser entre as pessoas mais íntimas. Era educada e gentil, no geral, mas como amiga, era um tanto impetuosa e não escondia.
0
Comente!x

  — Sakura? Não deveria estar em casa?
0
Comente!x

  A pergunta soou à mulher como uma indagação de alguém que esperava mantê-la longe de algo, por isso perguntou desconfiada:
0
Comente!x

  — Aconteceu alguma coisa, Kakashi?
0
Comente!x

  — Não! Apenas estranhei porque… É… Não, não é hoje que o pessoal irá à sua casa?
0
Comente!x

  — Sim! Não só o pessoal, mas você também, não é? — Sakura franziu o cenho, como alguém que iria iniciar uma discussão.
0
Comente!x

  Kakashi sorriu ao ver a expressão dela e, a fim de tirar o foco para a resposta que daria, ele se aproximou mais da mulher que era mais baixa do que ele e direcionou-se às mãos dela. Retirou as sacolas que ela segurava e notou o rubor repentino da mulher pela proximidade. Não foi algo que o incomodou, já estava acostumado com aquele tipo de reação das mulheres, mas à Sakura, sim, foi uma informação nova. Ela não se percebia “encabulada” por Kakashi desde que se lembrava. Alguma vez ela já se sentiu constrangida perto dele?
0
Comente!x

  — Eu não poderei ir, Saky. — O homem respondeu suspirando, esperando o sermão que não veio, e estranhou a mulher estática à sua frente, como se ela estivesse noutra dimensão: — O que houve?
0
Comente!x

  Sakura estava surpresa. Era a primeira vez que sentia o coração batendo forte com a aproximação de alguém que não fosse ele. E só se deu conta de como Kakashi lhe deixava confortável e de como ela pensava no grisalho às vezes, sem muita razão como fazia há pouco antes dele aparecer, naquele instante. Quando ele se aproximou para pegar as sacolas de sua mão, ela pôde sentir o perfume de Hatake lhe fazer palpitar o peito. Que sensação era aquela agora!? E o cheiro de Kakashi a fez recordar-se do dia de sua mudança, meses antes, quando depois que todos foram embora do mutirão de mudança, ficaram apenas os dois.
0
Comente!x

  Kakashi instalava uma lâmpada e, ao descer, Sakura passava pano no chão e correu para acender a luz animada; por pouco não vai ao chão com o escorregão que tivera. Foi Kakashi, um dos ninjas mais sutis e rápidos que ela conhecia, que se aproximou de Sakura em um piscar de olhos e a segurou em seus braços para que a mulher não estatelasse no chão como manga madura. Naquele momento foi a primeira vez em que Sakura se sentiu estranha com o homem, a primeira aproximação em que ela sentia Kakashi revolver com seus hormônios. E novamente acontecia naquele momento.
0
Comente!x

  Então por isso a aprendiz de ninja médica estava estupefata à frente dele. Ouvir o apelido que o homem copiou de Ino saindo de sua boca também lhe deu uma sensação diferente. Não era como em todas as outras vezes, que a sós ele a chamava de “Saky”. Antes que Kakashi se aproximasse mais da mulher, preocupado pelo modo como ela estava tão atônita, Sakura sacudiu a cabeça e respondeu:
0
Comente!x

  — Como assim não poderá ir?! Kakashi, é o primeiro Shougatsu na minha casa nova! Já não basta papai e mamãe não poderem ir?
0
Comente!x

  — Eles viajaram, não é? — Kakashi perguntou, suspirando como uma forma de dar-se mais tempo para uma desculpa.
0
Comente!x

  — Sim! Aproveitaram para uma viagem à dois… — A mulher sorriu ao dizer, mas logo recompôs: — Que espécie de desculpa idiota você vai me dar, hein coroa!?
0
Comente!x

  — Saky! Já pedi para não me chamar assim..— Ele riu, embora quisesse ser duro. A verdade é que Kakashi não conseguia mais ser duro com a mulher como antes.
0
Comente!x

  Sakura tomada por um rompante de decepção, inflou o peito em raiva e soltou o ar indo bruscamente até as mãos dele para retirar as sacolas dali, mas o ninja moveu-se para o lado de forma veloz, rindo do quanto ela ainda achava que podia surpreendê-lo.
0
Comente!x

  — Eu vou levar as compras até sua casa. — falou, e Sakura deu de ombros caminhando emburrada à frente, fazendo ele rir e retrucar: — Ah, qual é, Sakura, você não tem mais treze anos!
0
Comente!x

  — Pois é! E você continua me tratando como se pudesse me comprar com um lamen no Ichiraku depois! Detalhe: ainda por cima se esquecendo de que eu não sou o Naruto!
0
Comente!x

  — É impossível que eu confunda você com o Naruto. — Kakashi falou manso, em um tom de voz que provocou arrepios na garota. — Não importa o genjutsu que você tente.
0
Comente!x

  — Kakashi! — Ela retesou a caminhada, virando-se séria para o homem ao seu lado: — É sério! Por que não pode ir? Não acredito que Tsunade-sama lhe deu uma missão, se até mesmo ela aparecerá!
0
Comente!x

  — Eu prometo que tentarei aparecer antes dos fogos estourarem, ok?
0
Comente!x

  Sakura bufou, dando de ombros, e como já estavam bem próximos de sua casa, eles pararam em frente à entrada. Saky abriu a porta e entrou, dando passagem ao mais velho, que sorria por baixo da máscara ao ver a expressão emburrada dela. Kakashi entrou observando ao redor de forma discreta e se encaminhou diretamente à cozinha. Deixou as sacolas sobre a mesa de madeira talhada, presente do pai da Sakura, e encostou-se à pia. De onde estava, ele conseguia ver a entrada da casa e Sakura retirava seu sobretudo e a touca de frio, revelando o suéter verde e justo que vestia. Kakashi engoliu a saliva em seco. Ele desviou o olhar, porque há algum tempo se pegou percebendo um tanto quanto mais aos trejeitos da mulher.
0
Comente!x

  Desde aquele dia em que ela caiu e ele a segurou em seus braços, teve a oportunidade de encarar os olhos dela tão profundamente próximos como nunca tivera feito. Lembrou-se imediatamente daquele instante, do dia em que flagrou Sakura caminhando sozinha, chorosa e bêbada pelas ruas escuras de Konoha, dias após Sasuke partir. Ela certamente não se lembrava de cair ajoelhada ao chão, aos prantos tão intensos e que, alguém surgiu às suas costas com um casaco, abraçando-a por trás e pegando-a no colo ao vê-la desmaiar. Na verdade, Sakura lembrava-se daquele dia, lembrava-se de amanhecer em casa com Tsunade-sama ao pé de sua cama. Então ela sempre achou que fora a sua mentora quem lhe amparou minutos antes dela perder a consciência naquela noite.
0
Comente!x

  Foi no primeiro momento em que seu olhar solitário cruzou com o olhar ameno de Sakura, que Kakashi notou um reverberar diferente em si. Contudo, como Naruto dizia: “você é tão tarado como o velho-tarado!”, Hatake imaginou que fosse apenas sua imaginação experiente em tantas edições de Icha-Icha. Entretanto, vendo Sakura caminhar em sua direção agora, tão bonita em roupas tão simples, e percebendo as razões pelas quais estava evitando ir à festa em sua casa à noite, o ninja mais velho desconfiava que talvez ele não estivesse imaginando coisas. Sakura estava mesmo causando alguma coisa diferente em si.
0
Comente!x

  — Anda, Hatake, tire este sobretudo! Você encheu minha casa de neve!
0
Comente!x

  — Oh! — murmurou surpreso olhando para si, e notando como as roupas estavam mesmo molhadas. — Desculpa!
0
Comente!x

  Sakura estendeu a mão à frente dele pedindo para que entregasse o casaco, e ele obedeceu com um risinho debochado sob a máscara, o qual Sakura não via, mas sabia estar presente. Ele tinha ciência de que ela sabia de suas expressões mesmo sem ver seu rosto, apenas pelo modo como ela erguia as sobrancelhas em resposta a ele.
0
Comente!x

  — Vai tirando as compras para mim, por favor?
0
Comente!x

  Kakashi pôs-se a fazer o que ela pediu e enquanto Sakura não voltava, pensava que raios de sensações esquisitas eram aquelas. Na real, ele sabia bem o que era, mas por sua ex-aluna? Quatorze anos mais jovem que ele? Céus… Naruto tinha razão! Jiraiya deixou um pupilo sem que o próprio soubesse.
0
Comente!x

  — Então? Vai mesmo fazer mistério? — Sakura perguntou o olhando e parando ao lado dele, esvaziando a outra sacola, sem desistir de investigar: — Por acaso é alguma namorada? Você tem um encontro e não pode vir, é isso?
0
Comente!x

  — O quê? — Ele parou o que fazia para olhar a garota, de modo surpreso.
0
Comente!x

  — Não se faça de idiota, eu não sou mais criança, Kakashi. E depois… Você nunca aparece com ninguém, mas não é como se não tivesse suas pretendentes ou contatinhos, não é?
0
Comente!x

  — E você acha que eu deixaria de estar aqui com todos os nossos amigos por causa de uma namorada? Não seria mais fácil eu trazê-la?
0
Comente!x

  — Então tem uma. — Sakura riu divertida, embora a informação tenha deixado-a um pouco confusa: — Pode trazer ela! Eu e todos os outros com certeza ficaremos felizes em conhecer a “grande mulher” que foi escolhida pelo velho Hatake da montanha!
0
Comente!x

  — Velho Hatake da montanha? — falou ofendido: — Você e a Ino precisam parar com estes apelidos!
0
Comente!x

  — Ok, mas fala logo! Qual o nome dela? Vai trazê-la?
0
Comente!x

  — Sakura, eu não tenho uma namorada e… Me admira você achar que eu deixaria de vir ao Shougatsu por conta de um encontro! É muito mais fácil e econômico fazer o encontro aqui!
0
Comente!x

  — Que mão de vaca! Está claro o motivo de ser um solteirão de 34 anos!
0
Comente!x

  Os dois riram, mas Sakura percebeu que ele não diria os motivos para não aparecer em sua festa.
0
Comente!x

  — E você vai cozinhar? — Kakashi encarou aqueles ingredientes todos na mesa, um tanto debochado.
0
Comente!x

  — Eu sei que você acha que eu cozinho bem! Até porque, se não fosse isso, por que um velhote como você exploraria uma jovem adolescente para cozinhar nas nossas missões? Não é possível que você seja assim tão baixo!
0
Comente!x

  Kakashi riu, mas suspirou cansado e se aproximou do rosto de Sakura propositalmente, querendo a constranger como recentemente descobriu que conseguia e ordenou:
0
Comente!x

  — Pare de me chamar de velhote. Diferença de idade é só um número.
0
Comente!x

  Sakura imediatamente ruborizou. Pigarreou, desviando o olhar, e voltou a sua atenção para a geladeira, onde guardaria as compras. O que ele quis dizer com aquela frase? Ela não sabia, mas tal como ela, Kakashi também estava surpreso e confuso por ter dito aquilo. E nem ele acreditava na retórica proferida, então, por qual real motivo dissera aquilo em voz alta? Aproveitando que a garota estava de costas e concentrada em esconder seu rubor dele, Kakashi despediu-se:
0
Comente!x

  — Hey, Sakura, eu vou indo.
0
Comente!x

  — Já? Mas você nem esperou eu fazer um chá! Queria te contar a nova besteira do Naruto! — falou manhosa e entristecida.
0
Comente!x

  Kakashi sorriu genuinamente alegre por notar o quanto ela ficara chateada pela ausência dele.
0
Comente!x

  — Eu não vou desaparecer, Sakura. — brincou sem pensar bem em como aquela frase poderia soar, dado o passado de Sakura.
0
Comente!x

  — Não vai mesmo, você é preguiçoso demais para sumir no mundo. — Zombou ela, mas cruzou os braços ao encará-lo: — Poxa, Kakashi, eu não sei se te perdoo por sumir logo hoje! Esta festa não vai estar completa sem você também.
0
Comente!x

  — Também? — perguntou confuso sobre quem não viria — Achei que estivesse bem com a ausência dos seus pais…
0
Comente!x

  Sakura olhou para o chão sorrindo fraco, deixando subentendido que era dos pais mesmo que falava, embora não fosse. E como não achou que aconteceria, Kakashi percebeu: ela falava de Sasuke.
0
Comente!x

  — Olha… — O mais velho aproximou-se extremamente incomodado e disse tocando com uma palma inteira no rosto da garota: — Eu prometo que a primeira pessoa que você verá ano que vem, serei eu.
0
Comente!x


  Notas finais: Misericórdia este homem gente! Eu não tenho estruturas emocionais para lidar com um grisalhão da montanha, tocando meu rosto com uma promessa desta! Ai, ai… Este Hatake…

Capítulo dois

  Kakashi se encaminhava rumo à pedra dos Hokages na Vila da Folha. Aquele era um lugar em que o antigo sensei da equipe sete gostava de ir com certa frequência para pensar. Na ocasião, havia sido questionado por Shikamaru se iria à festa de novo ano, na casa de sua ex-aluna, Sakura Haruno. O grisalho afirmou com uma animação até incomum para um homem que sempre fizera questão de demonstrar a discrição de seus sentimentos. Então, o motivo pelo qual estava alegre e um pouco ansioso para este evento, causara-lhe uma dor de cabeça tão grande, que ele não conseguiu dormir.
0
Comente!x

  A vista daquele ponto, mesmo à noite, era extremamente agradável, e o vento que batia no alto cume era capaz de embalar as mais diversas preocupações. Kakashi poderia dizer que aquele era seu lugar favorito sim, mas o que ele, sem sombra de dúvidas, não imaginava era deparar-se com a silhueta de um intruso em seu local favorito. Embrenhando-se pelos telhados das casas, Hatake pôde sentir o chakra. O conhecido chakra dele.
0
Comente!x

  Seus pés ágeis e silenciosos demais, não passaram despercebidos pelo Uchiha, mesmo sendo o Hatake, antigamente, um ninja especial ANBU. Sasuke estava de costas para si, observando toda a vila e brevemente olhou para trás sobre os próprios ombros.
1
Comente!x

  — Kakashi. — Ele cumprimentou como se visse um velho amigo.
0
Comente!x

  — Sasuke… — O prateado observava o homem à sua frente, com certa desconfiança e atento ao redor. Aparentemente Sasuke estava sozinho. — Sasuke, o que voc…
0
Comente!x

  — Eu vim vê-la, Kakashi. — O moreno interrompeu o mais velho, deixando esclarecida a sua visita, e não deu nem tempo de Kakashi responder ou falar qualquer outra coisa. Sasuke rapidamente se teletransportou dali.
1
Comente!x

  O antigo sensei continuou observando ao redor e tentou ir atrás do ex-aluno enquanto sentia o chakra dele, mas assim como ele, Sasuke era um exímio ninja, capaz de ocultar-se muito bem.
0
Comente!x

  Desde aquela noite, Hatake estava atento em tudo na vila.
0
Comente!x

   “Eu vim vê-la”.
0
Comente!x

  Aquilo significava que ele ficaria até o Shougatsu? Sasuke iria até Sakura por qual questão? Talvez tentar levá-la? Não… Ele não a colocaria no mesmo tipo de vida que o jovem escolheu para si… Foram com tais pensamentos que Kakashi não dormiu e passou a madrugada e a manhã seguinte espreitando pela Vila da Folha até que esbarrou em Sakura.
0
Comente!x

  Dizer a ela que não estaria em seu Shougatsu era a última coisa que o mais velho desejava no momento. Mesmo porque seu coração estava confuso! Andava palpitando mais vezes pela presença da jovem mulher, ansiava expectativas de encarar seus olhos; não apenas seu peito incendiava quando estavam juntos, mas todo o seu corpo. Para ele, era um tanto desrespeitoso pensar em Saky como mulher da forma como vinha pensando. Mesmo que dissesse a ela que “idade é só um número”, Kakashi sabia o quanto as pessoas poderiam julgá-lo por nutrir aquele tipo de desejo. Sakura não era mais criança, tampouco menor de idade, mas ainda assim… Uma relação entre homem e mulher com ela poderia ser um fardo.
0
Comente!x

  Quando a rosada pensou que ele não apareceria por causa de outra mulher, Kakashi realmente pensou em dizê-la que apesar do extenso fã-clube, ele não se interessava em relações daquele tipo. Não com qualquer mulher. Tivera uma em seu passado, e a frustração daquele amor mal vivido foi o suficiente para ele. Então, estar em um encontro, dentro dos conformes, com direito a apresentação de uma namorada aos amigos… Não. Não! Ele não faria aquilo, mas, no instante vivido entre Saky e ele, na casa dela, Kakashi apenas buscava uma forma de não magoar a Haruno com sua ausência na festa, e amenizou o quanto pôde.
0
Comente!x

  Saindo da casa dela, Kashi — como Sakura gostava de chamá-lo às vezes — direcionou-se à sala da Hokage. Tsunade-sama como sempre estava estressada por tanto trabalho, mas nunca negava ver o ninja. Então Shizune, com um sorriso amistoso, abriu a porta para que ele entrasse. Apesar da máscara em sua face, as mãos nos bolsos e as maneiras displicentes de quem não quer nada com a vida, o vinco na testa do ninja prateado era notável.
0
Comente!x

  — Você não tem boa coisa a dizer. — Tsunade proferiu suspirosa, com os cotovelos apoiados sobre a mesa e uma das mãos já à cabeça como se lamentasse de dor.
0
Comente!x

  — Sasuke apareceu.
0
Comente!x

  — O quê?!
1
Comente!x

  Tão direto como poderia ser, Kakashi soltou a informação causando um olhar de desconfiança e preocupação em ambas as mulheres presentes.
0
Comente!x

  — Ontem à noite, na pedra dos Kages. Estava sozinho e não consegui falar com ele mais do que o necessário. Gostaria de pedir à senhora que me permita a vigília pela Vila.
0
Comente!x

  — O que exatamente vocês conversaram? Ele falou porquê surgiu logo agora?
0
Comente!x

  — Veio atrás de Sakura. Disse que… — repetir as palavras causava um embargo desconhecido no homem, e isso não foi algo que a Hokage deixou de notar —, que veio vê-la.
0
Comente!x

  — Ver Sakura? E você esteve com ela? Ela sabe disso? Oras, Hatake! Dê toda a informação, não faça mistérios! — Tsunade disse duramente após esperar que ele lhe falasse mais e vê-lo emudecido.
2
Comente!x

  — Não tenho mais informações. Foi só o que ele disse antes de desaparecer novamente. Não o encontrei de novo na Vila. Não sei se tem o intuito de somente ver ou levá-la… Ou se há quaisquer outras intenções. No entanto, Sasuke não levaria Sakura para a vida que escolheu. Nem poderia, não permitiremos.
0
Comente!x

  Tsunade escorou-se ao encosto da própria cadeira e levou as mãos cruzadas sob o queixo analisando a situação, lançou um olhar analítico também para o ninja à sua frente:
0
Comente!x

  — Não permitirei mesmo. Não a minha aluna! E como você vive com este seu instinto de proteção com ela, não me preocupo também.
0
Comente!x

  Kakashi engoliu em seco.
0
Comente!x

  — Hatake… Tem permissão para averiguar os perímetros da vila, mas prefiro que se mantenha próximo à Sakura. Não sei se, caso Sasuke aparecer diante dela, se ela manteria segredo ou não. Além do mais, você não é mais um ANBU, e eu posso designá-los para caçar o Uchiha.
0
Comente!x

  — Não compartilhei essa informação para que o cacem, Hokagesama, apenas para alertar. Não acredito que Sasuke queira fazer algo. Se quisesse, ele não teria sido pego por mim do modo como foi.
0
Comente!x

  — Sei que quer proteger seu ex-aluno, mas ele é um desertor que fugiu antes de pagar a sua pena com Konoha, Kakashi. Concentre-se em Sakura. Não é como se fosse algo difícil para você, ou é?
0
Comente!x

  O tom de Tsunade estava carregado de intenções. A loira trocou olhares com Shizune pedindo de maneira silenciosa, que ela saísse. Kakashi observou a reação entre as duas de forma quase preocupada. Quase, porque sabia que tal como Jiraiya, Tsunade era intrometida quando queria.
0
Comente!x

  — Vamos lá, Hatake. Eu tenho uma pergunta e exijo que responda com sinceridade.
0
Comente!x

  — ‘Hm? — Apenas murmurou o ninja, em um suspiro cansado.
0
Comente!x

  — O que há entre você e a Sakura? Não me venha com a história de que ela é sua aluna. Ela não é mais. É minha.
1
Comente!x

  — O que um sensei poderia sentir por uma antiga aluna? — O grisalho perguntou tentando fugir da questão levantada pela Hokage, mas nem mesmo Kakashi sabia a resposta da própria pergunta. Ele ouviu o risinho baixo de Tsunade a respondê-lo:
0
Comente!x

  — Toda admiração pode tornar-se algo a mais, Hatake. Ela pode vê-lo como um herói, um mestre, e você a ela como a sua pupila preciosa a qual viu crescer. Entretanto, mesmo no histórico que vocês têm este tipo de admiração, não exclui o fato de que são homem e mulher. E até onde sei… Um homem e uma mulher podem sentir muitas coisas.
1
Comente!x

  — Hokage, o que a senhora está insinuando?
0
Comente!x

  — Não insinuo. Percebo. Sakura mexe com você já há algum tempo, Hatake! — falou de forma rígida: — Mas entendo que talvez você não saiba me dizer se veio dedurar o Sasuke por ciúme, ou por medo.
1
Comente!x

  — Eu fiz o que acho que deveria. O que seria o certo. Apenas isso.
0
Comente!x

  Apesar da voz mansa e calma, Kakashi carregava um tremor em suas cordas vocais ao proferir aquilo.
0
Comente!x

  — Se ele não oferece perigo à Vila como você tentou fazer parecer, então sua atitude é uma maneira de protegê-la do alcance dele, Kakashi. Você veio até aqui para me pedir para vigiá-lo, pois eu repetirei, aproveite o Shougatsu de Sakura e vigie-a de perto. Assim poderá evitar que ele chegue perto dela.
0
Comente!x

  — Minha intenção não é vigiá-la. Eu quero encontrá-lo, Hokagesama. Então por favor…
0
Comente!x

  — Encontrá-lo por quê?
0
Comente!x

  Kakashi não soube responder. Não queria fazer perguntas, já tinha feito todas. Sabia exatamente o que Sasuke pretendia. Desde os assuntos que ele teria com a Vila, até mesmo com os assuntos referentes a ela. Ainda não poderia afirmar que o Uchiha viera apenas vê-la, ou falar com ela, mas a aproximação era um fato.
0
Comente!x

  — Digamos que é uma forma de proteger. Como você mesma disse… O instinto protetor de sensei.
0
Comente!x

  — Ora, Hatake! — Tsunade desconversou um pouco irritada, não com ele, mas por ainda estar ali trabalhando e o homem vir com aquela conversa mole — Fique com Sakura! Eu colocarei ANBUS atrás de Sasuke. Mesmo depois de o capturarmos, ele escolheu continuar como um traidor ao invés de conquistar o perdão de Konoha!
0
Comente!x

  — Não irei ao Shougatsu, já afirmei isso a ela. Irei me reunir aos ANBUS que a senhora designar.
0
Comente!x

  Kakashi fez a reverência e saiu da sala sob o olhar inquisidor de Tsunade, como se a mesma o dissesse: “eu já entendi tudo! E estou lhe julgando!”. Contudo os julgamentos da mais velha não eram da forma como ele pensava.
0
Comente!x

  O Hatake caminhava confuso pelas ruas da vila após sair da conversa com a Hokage. De fato, o incomodava muito o retorno de Sasuke e Tsunade estava certa: era ciúme. Não admitiria aquilo nem para seu melhor amigo Obito, estivesse vivo ou ainda na pedra memorial. Contudo, o ciúme que a Hokage percebeu e Kakashi dava-se conta naquele instante, dividia lugar com a preocupação. Apesar de tudo, Sasuke era seu ex-aluno.
0
Comente!x

  Treinado com afinco por Kakashi, o jounin sentia semelhança entre si e o garotinho dos olhos negros e tristes. Então, por mais que Sasuke tivesse sido capturado, sua fuga ainda o fez manter-se como um desertor. E a pena que viria a cumprir por aquilo quando fosse pego, era o correto a ser feito, além de ser uma dor ao coração do sensei, que se culpava por nunca ter conseguido impedir a partida de Sasuke e seu plano de vingança.
0
Comente!x

  E agora mais aquela: Kakashi estava perturbado pela mulher que outrora foi apaixonada por seu aluno! O fato de Sasuke estar ali por conta dela, arriscando-se de tal forma, o fazia pensar que talvez Sasuke também amava a Sakura. E se aquilo fosse verdade, o que aconteceria?
1
Comente!x

  O antigo sensei não teve tempo de continuar divagando em seus pensamentos, porque logo foi tomado de susto por um clone surgindo em sua frente.
0
Comente!x

  — Naruto! — ralhou ele.
0
Comente!x

  — Eu consegui surpreender o Kakashi-sensei? — O loiro, que estava com uma expressão irritada, transformou sua face em surpresa: — Alguma coisa muito séria deve ter acontecido, não é, Kakashi?
0
Comente!x

  — Do que está falando?! — continuou o outro, irritado, levando as mãos aos bolsos da calça.
0
Comente!x

  — Você está de guarda baixa. Eu nunca vi isso acontecer, mesmo nas nossas missões mais difíceis. — Naruto explicou.
0
Comente!x

  O kage bunshin* do loiro desapareceu e então Kakashi virou-se ouvindo os passos do Naruto verdadeiro atrás de si.
0
Comente!x

  [*kage bunshin: jutsu de multiclone das sombras]
  — O que você quer? Não deveria estar com a Hinata?
0
Comente!x

  — Está mesmo mal humorado, Kakashi! O que aconteceu?
0
Comente!x

  Se ele dissesse ao ninja cabeça-oca dos olhos azuis o que ocorria, seria verdadeiramente pôr fim no Shougatsu da Saky, e ela jamais o perdoaria.
0
Comente!x

  — Eu só estou um pouco estressado, mas diga, o que faz aqui que não está com a Hyuuga?
0
Comente!x

  — Oras, mas que coisa! Por que todo mundo fica me perguntando sobre a Hina!? — Naruto enrubesceu.
0
Comente!x

  — Talvez porque… — Kakashi permitiu-se sorrir e zombar um pouco o amigo e ex-aluno: — Vocês estejam namorando?
0
Comente!x

  — Eu… Eu… — gaguejando e avermelhando-se quase como a própria raposa, Naruto suspirou e então puxou Kakashi pela mão: — Vem comigo, sensei!
0
Comente!x

  Às vezes ele ainda o chamava daquela forma, e Kakashi sentia-se feliz por saber que seus ex-alunos ainda o admiravam daquele modo. Na verdade, quando era Sakura a dizer, o Hatake sentia-se um pouco incomodado. E quanto à Sasuke… O ninja ansiava por ouvi-lo o chamar daquele modo, já que há muitos anos o menino nunca mais se referiu a ele daquele modo.
0
Comente!x

  — Onde está me levando, Naruto?
0
Comente!x

  — Sabe, Kakashi, eu vim atrás de você por causa da Sakura-chan, mas agora que tocou nesse assunto, preciso conversar com um homem mais experiente!
0
Comente!x

  Kakashi arregalou os olhos assustado. Primeiro porque Sakura mandou Naruto atrás dele ou coisa parecida. Segundo, porque Naruto precisava falar com um homem experiente. E aquilo lhe remetia a algo que o sensei gostaria de não precisar falar. E terceiro… acabavam de passar pelo Ichiraku e não foi ali que Naruto entrou, então, Kakashi pensava que o assunto era sério demais e não fazia noção de para onde estava sendo guiado. Até que chegou em frente ao apartamento de Naruto.
0
Comente!x

  O mais jovem entrou e abriu a porta para que o mais velho entrasse. Kakashi observou a casa arrumada, como nunca era na infância do bagunceiro Naruto. Sentiu-se orgulhoso do jovem de vinte e poucos anos.
0
Comente!x

  — Naruto, você está me assustando. Eu tinha certeza de que o velho Jiraiya teria lhe ensinado este tipo de coisa, mas se acaso o assunto for sobre isso, por favor, aceite minha coleção de Icha-Icha emprestados e me poupe desse assunto, ok?
0
Comente!x

  Naruto observou seu professor falar-lhe de modo entediado, mas sentiu o desespero em sua voz. Anos ao lado do Hatake fizeram com que ele, Sakura e Sai soubessem ler bem as emoções de Kakashi por trás de sua máscara, seu olhar indiferente e seu tom de voz. Contudo, o rapaz não compreendia a situação.
0
Comente!x

  — Oras, por Deus, Naruto! O que você precisa conversar com um “homem experiente”? — Hatake fez aspas com as mãos e Naruto arregalou os olhos ruborizando de novo e gritando:
0
Comente!x

  — Minha nossa! Mas você é mais pervertido do que o sábio tarado mesmo, Kakashi-sensei!
0
Comente!x

  — Naruto! — O outro falou em tom de repreensão.
0
Comente!x

  Os dois se perceberam constrangidos e começaram a rir juntos.
0
Comente!x

  — Minha nossa! Eu não quero saber de onde vêm os bebês, Kakashi! A Sakura já me ensinou isso há muito tempo!
0
Comente!x

  Naruto ria ao sentar-se na cama com as mãos cruzadas atrás da cabeça a explicar aquilo, mas o grisalho arregalou os olhos e emudeceu-se no mesmo instante. Como assim, Sakura o ensinou?
0
Comente!x

  — Kakashi? — Naruto preocupou-se com a expressão mais pálida dele.
0
Comente!x

  — Como… Como… — Kakashi segurou a língua e respirou fundo apertando o nariz na altura dos olhos — Naruto, você e a Sakura… Eu nunca percebi. Quer dizer… Eu notei que você gostava dela, mas, que raio de história é essa agora?
0
Comente!x

  Quando Naruto compreendeu o mal-entendido, ele explodiu novamente em gargalhadas.
0
Comente!x

  — Eu juro que não gostaria de entrar na sua mente, Kakashi! Deve ser uma imundice isso aí! — Gargalhou até que parou de repente com a ideia que teve em mente: — Se bem que… A Ino-chan poderia me ensinar o Shinten Bunshin* e aí eu teria uma grande vantagem em saber o que se passa na mente do jounin tarado da vila!
0
Comente!x

[*Shinten Bunshin: jutsu de domínio do clã Yamanaka, o qual realiza a troca de consciência entre as mentes].
  — Pare de gracinhas! Para me prender no Shinten Bushin, primeiro você teria que me pegar! — Kashi riu, sentando-se ao lado do amigo e relaxando um pouco mais ao notar que foi outro mal-entendido.
0
Comente!x

  — Só para esclarecer, Kakashi. Eu gostava mesmo da Sakura-chan, mas não é mais desse jeito. E eu e ela nunca fizemos nenhum bebê, seu pervertido! Ela me explicou tudo quando a gente era mais novo e eu tinha dúvidas, só isso.
0
Comente!x

  — Naruto. Ainda é muita informação para minha cabeça.
0
Comente!x

  — ‘Tá, chega desse assunto! Ainda bem que eu não precisei de você para isso! Você não tem o menor jeito! Kakashi como vai ser quando seus filhos te perguntarem?
0
Comente!x

  A pergunta inocente de Naruto disparou uma válvula sensível no coração de Kakashi: filhos? Ele ainda poderia pensar nisso?
0
Comente!x

  — Se bem que, você precisa de uma namorada para ter filhos, então… Precisamos arrumar uma namorada para você e quando chegar o momento… Bem, o Sábio tarado fará mesmo muita falta…
1
Comente!x

  A lembrança tornou o momento alegre em algo nostálgico, e triste. Percebendo a situação Kakashi resolveu desconversar enfim:
0
Comente!x

  — Você disse que foi atrás de mim por causa da Saky?
0
Comente!x

  — Saky? Eu ainda não me acostumei com você chamando a nossa rosadinha de Saky, confesso! — Naruto gargalhou de novo, continuando sem notar o rubor do outro: — Mas, sim! Ela está péssima! Passei na casa dela para saber se precisava de ajuda, e a Sakura estava chorando! Eu insisti e ela não quis contar. Quando eu falei que ia chamar você para obrigá-la a falar, ela disse que era sua culpa! Então eu saí da casa dela te caçando para dizer que eu vou meter um rasengan* na sua cara se não for pedir desculpas para ela e consertar isso!
0
Comente!x

  — A Sakura estava chorando por minha culpa? — Kakashi não só não entendeu, como também não acreditou que fosse ele a razão daquele choro.
1
Comente!x

  [*rasengan: jutsu de manipulação de chakra puro, em forma de uma esfera espiral de chakra.]


  Nota Final: Será que o Kashi vai entender porque Sakura estava chorando? Teorias sobre o próximo capítulo, leitoras? Podem mandar comentários à vontade! Eu amo! Quero aproveitar, e agradecer a minha adorável beta-reader desta história por seu trabalho! ♥

Capítulo Três

  — O que você fez para ela, Kakashi!? — Naruto estava sério de novo.
0
Comente!x

  — Eu não fiz nada — Hatake suspirou —, mas se ela está triste e eu tenho algo a ver com isso, pode ser porque não estarei no Shougatsu.
0
Comente!x

  — O quê!? — Naruto alarmou-se ainda mais, ficando de pé e cruzando os braços de modo incisivo ao mais velho. — Sabe que ela preparou tudo com tanta devoção! Ela conta com todos nós lá, Kakashi! Ainda mais por que esta é aquela data!
0
Comente!x

  Kakashi sentiu-se confuso com a veemência que Naruto se referia à data.
0
Comente!x

  — O que quer dizer?
0
Comente!x

  — Oras, Kakashi-sensei! Foi no Shougatsu que ela implorou ao Sasuke para ficar com ela, e ele mesmo assim a deixou! Todo ano essa é uma data dolorosa para a Saky! E bem… Este ano ela pensou que poderia ressignificar isso, mas… Lá está você a abandonando também!
1
Comente!x

  Kakashi não tinha palavras. Iria dizer ao Naruto que tinha missão naquele dia, mas o modo como o loiro enfatizou que seu antigo sensei estava abandonando a rósea mulher, deixou-o desconsolado e aflito. Kakashi deu até logo ao Naruto, dizendo que precisava resolver algumas coisas enquanto escutava os gritos do mais novo a lhe perguntar aonde iria. O caminho recém-feito à torre da Hokage fora refeito, e por sorte, pegou Tsunade na saída de sua sala entregando papéis aos ANBUS.
0
Comente!x

  — Já está de volta, Hatake? — Ela perguntou estranhando a presença dele, mas cruzando os braços, petulante pela forma como o homem havia a deixado, sozinha.
0
Comente!x

  — Preciso falar com alguém que não vá me julgar. Você tem um passado ruim para julgar qualquer pessoa nessa vila, Tsunade.
0
Comente!x

  A expressão de derrota e angústia fora tão notada pela mulher como a maneira com a qual ele dispensou os honoríficos.
0
Comente!x

  — Não acha que está sendo um tanto quanto…
0
Comente!x

  — Por favor, sensei. — Ele interrompeu o sermão dela.
0
Comente!x

  Sensei? Certo, a coisa era grave! Kakashi só chamou em toda a sua vida, três pessoas daquela forma: Minato, Jiraiya e ela. Entretanto, há anos que ele não a chamava por aquele pronome. A última vez foi quando seu coração havia sido partido por uma das mulheres mais perigosas da Vila.
0
Comente!x

  — Não é possível que o assunto seja o mesmo, afinal ela está morta e…
0
Comente!x

  — Não. Não é sobre a Hyuchiga. É sobre a Sakura.
0
Comente!x

  A expressão de desespero da Hokage aliviou-se ao saber que não havia rastros realmente de mais uma pessoa inesperada na vila. Tsunade deu passagem e aproveitando que Shizune não estava, trancou a porta assim que entrou. Kakashi sentou-se à janela, o lugar em que ele preferia geralmente, e a Hokage tomou o seu posto. Puxou uma garrafa de saquê que mantinha escondida embaixo de sua mesa, sorrindo aliviada por uma razão para aquilo:
0
Comente!x

  — Se falaremos de amor, temos que beber!
0
Comente!x

  — Nem pense nisso! Você ainda está em serviço, e eu… Eu tenho coisas a fazer. — Kakashi cortou a onda dela, mas a mulher virou um gole farto no gargalo, ignorando-o.
0
Comente!x

  — Você é um cretino, Kakashi! Soube a grande merda que é ser Hokage, pulou fora, jogou a bomba na minha mão e agora me vem com essa de que eu não posso beber! Essa vila me deve uma bebida a qualquer hora!
0
Comente!x

  Apesar de seu coração estar aflito, Kakashi riu ameno pela postura sempre arrogante de Tsunade, que gostava de fingir não ter respeito ao próprio cargo.
0
Comente!x

  — Vamos, diga logo! Descobriu que era ciúme? — A loira perguntou encarando-o, atenta.
0
Comente!x

  — Acho que eu só quis negar porque pensar na possibilidade é assustador demais, porém… É verdade que ela tem mexido com meus sentimentos.
0
Comente!x

  — Claro que tem! Ela não é mais uma garotinha. — Tsunade sorriu — Ela se tornou uma bela mulher, e eu acho que vocês fazem um bonito casal.
0
Comente!x

  — Não haja como se fosse simples, Tsunade! Esse é mais um relacionamento que eu não posso viver.
0
Comente!x

  — De novo você está preso nessa mania de ficar pensando no que os outros irão achar? Não me venha mais uma vez com aquela história de ser uma escória como ninja e blábláblá Hatake! — A Hokage revirou os olhos revoltada.
0
Comente!x

  — Você é o tipo de ninja que faz o que quer. Eu sou o tipo de ninja que faz o que deve fazer.
0
Comente!x

  — Nem tanto! Há pouco saiu desobedecendo-me dessa sala.
0
Comente!x

  Kakashi suspirou pesaroso e olhou para a vista pela janela da sala, onde estava sentado. A Vila da Folha pacata era uma das cenas favoritas de Kakashi desde a infância, por isso sempre ia à Pedra dos Kages, onde podia contemplar toda a vila. Pacata, significava que o trabalho árduo dos ninjas e as baixas de pessoas queridas, havia valido a pena. Pacata, Konoha simbolizava o pequeno paraíso de Kakashi. Mesmo sem uma família, com a perda precoce de seu pai, ele sempre teve outra família em Konoha. Fosse por seus amigos ou mestres, e até mesmo por seus pupilos. Eram aqueles tipos de pensamentos que o faziam crer que, Kakashi precisava ser o melhor ninja possível, e assim tornou-se o grande jounin que era, vislumbrando que seu paraíso e as pessoas dele, precisavam de sua proteção.
0
Comente!x

  Agora, depois de um tempo, Kakashi notou que a sua segunda grande cena favorita era o sorriso de Sakura e por isso lhe doía saber que ela estava chorando por sua culpa, mas ao mesmo tempo, ele sabia que ela era parte daquele paraíso que precisava de sua proteção. Eis o impasse: Sasuke ameaçava seu paraíso, porém era também uma parte dele, também por isso, ele sempre sentiu que deveria salvar o antigo aluno. Não que pensasse como Naruto, sabia que salvar alguém dependia mais da pessoa do que de outros, contudo a culpa… Ah, a maldita culpa! Não conseguiu evitar o ódio no coração do Uchiha quando ainda era seu aluno, e agora, não conseguia evitar o ciúme.
0
Comente!x

  Eram muitas as culpas de Kakashi, a mais recente, referia-se ao amor que vinha nutrindo pela garota que um dia deveria pertencer ao seu ex-aluno.
1
Comente!x

  — Hatake!
0
Comente!x

  Tsunade gritou jogando nele um grampeador, o fazendo pegar o objeto no ar. A guarda baixa havia passado, pelo menos. Depois daquela de Naruto não poderia permitir uma falha dessas de novo.
0
Comente!x

  — Está me ouvindo, seu grisalho idiota!?
0
Comente!x

  — Não. Eu estava pensando em Sasuke e em como essa vinda dele implica tantas coisas.
0
Comente!x

  — Para de pensar no Sasuke! Ele não é mais um menino, e fez a escolha dele! Você precisa enterrar essa maldita culpa pelas escolhas dos outros, Kakashi! Neste momento, você é quem precisa decidir a sua vida! Está apaixonado por Sakura e precisa estar ao lado dela, pelo menos até saber se ela sente o mesmo!
1
Comente!x

  O Hatake ouviu atenciosamente aquilo e lembrou-se de Naruto o dizendo sobre a rosada chorar por sua culpa.
0
Comente!x

  — O que pode significar Sakura chorando por eu não estar no Shougatsu?
0
Comente!x

  — Bem, essa é uma data importante para ela! Ela está tentando deixar o passado para trás, e você está evitando estar nas memórias que ela quer criar. Logicamente, você está causando a mesma dor do abandono. E é por isso que eu estou furiosa pela vinda repentina de Sasuke! — confessou Tsunade, mostrando que até ela sabia mais sobre o sentido da data para Sakura, do que o Kakashi — Ele não deveria aparecer logo na época em que a abandonou! É por isso que Sasuke não pode vê-la, Hatake! Ele não tem esse direito!
0
Comente!x

  — Então, o sofrimento dela nada tem a ver com o fato de que eu não estarei lá, não é? É um sofrimento por fazê-la se lembrar dele…
0
Comente!x

  — Kakashi! Isso não é hora pra você ficar pensando no quê a Haruno sente ou não! É hora de você ficar do lado dela! Já pensou se o Uchiha realmente aparece diante da Sakura?
0
Comente!x

  — Já! — Kakashi suspirou levantando-se calmo e dizendo: — Já pensei e quero acreditar que ela não abandonaria tudo para ir com ele. Preciso acreditar nisso.
0
Comente!x

  — Essa é uma crença corajosa demais. Eu temo Kakashi. Temo porque sei que um amor tão marcante quanto ele foi para ela, é forte o suficiente para cegar a realidade. Sasuke Uchiha por anos foi o genjutsu* em que Sakura mais quis estar presa. A ilusão de viver com ele algo eterno… Você realmente vai confiar nos sentidos racionais da Sakura?
0
Comente!x

   [*genjutsu: jutsu de ilusão]
  Kakashi escutou o conselho de Tsunade entendendo finalmente o que ela queria dizer. Ele precisava mostrar que se importava com ela. Ele precisava estar e se fazer presente, ainda que mantivesse o segredo de seus sentimentos. Ele precisava ajudar Sakura a construir memórias novas. Do contrário, as lembranças tão rasas de seu passado, que para ela eram como pérolas, permaneceriam sendo um bem dos mais preciosos, e ele não poderia permitir ser menos do que um diamante na vida dela.
0
Comente!x

  — Eu estou apaixonado pela minha ex-aluna, Tsunade. — Ressoou a voz de quem confessava um crime.
2
Comente!x

  Aquele era o tom utilizado por Kakashi. O grisalho encarou a Hokage, que o observava em silêncio, e olhando novamente para a vila atrás de si, ele proferiu:
0
Comente!x

  — Ainda não é o momento de fazê-la saber, tampouco sei se devo ser sincero com ela sobre o que sinto, mas eu serei fiel a mim. Afinal, sobre amar no silêncio, é algo que eu tenho uma boa experiência, não é?
0
Comente!x

  Tsunade sorriu ladina, um pouco pela determinação de Kakashi, e um pouco ironizando o fato de que ele achava que todo amor fosse igual.
0
Comente!x

  — As histórias não se repetem em um mesmo livro, Hatake. E no livro da sua vida, já passaram esses capítulos de amores às sombras.
0
Comente!x

  — Eu tenho que ir. Obrigada por me ouvir, sensei.
0
Comente!x

  — Disponha. Ainda não compreendo porque sempre vem chorar suas pitangas de amores ferrados comigo, eu não sou uma mulher que entenda de amor!
0
Comente!x

  — Ah, é sim! — Hatake riu zombando ao se direcionar a porta de saída. — Não é romântica, nem delicada, mas é uma mulher extremamente fiel ao que sente. Essa sua fidelidade de guardar os seus grandes amores no seu coração e protegê-los dentro de si, Tsunade, é o que eu espelho.
0
Comente!x

  A Hokage sentiu o embargo na garganta. Queria dizer ao Kakashi que aquele tipo de proteção era na verdade um aprisionamento doloroso, mas se não fosse também o modo como ela encontrou de proteger o que sentia, provavelmente teria perdido seus grandes amores entre as passagens de sua vida. Abandonar Dan e Jiraiya, não era algo que ela fosse permitir; nunca. Por isso, aprisionou os dois na eternidade de seu coração.
0
Comente!x

  Kakashi saiu dali e havia tomado uma decisão: estaria atento sim, ao Sasuke, mas não deixaria Sakura desprotegida.
0
Comente!x


  Nota Final: Ai meu Deus! A coisa está ficando cada vez mais profunda, não é? No próximo capítulo, será que Sakura e Sasuke se encontram? E o que será que a rosada está sentindo, hein? O que vocês acham que vai acontecer?

Capítulo Quatro

  Sakura terminava a decoração de sua festa com a ajuda de seus amigos. Há algumas horas seria dado o início da festa, e embora quisesse sentir-se plena com a comemoração, com todos os seus amigos enchendo sua casa de risos e alegrias, ela não podia sentir-se inteira.
0
Comente!x

  Não fosse apenas pela data que lhe trazia aquele sentimento de solidão, no momento, a ausência de alguém a deixava ainda mais tristonha: Kakashi. Ele não apareceu para ajudar a preparar as últimas coisas e por isso, deveria ser verdade que ele estaria em missão.
0
Comente!x

  A rosada queria encontrar-se com sua sensei e desbravar as razões pelas quais, logo naquela noite, Tsunade dera ao Kakashi um motivo para estar distante dela. No entanto, se fizesse aquilo, seria como confessar a falta que o mais velho lhe fazia, seria como confessar que estava nutrindo sentimentos quase proibidos pelo homem. Nunca em seus mais sórdidos sonhos, Sakura imaginou-se curiosa por saber como seria pertencer a outro que não fosse o Uchiha. Nunca em seus mais sórdidos sonhos, Sakura desejou tanto estar nos braços de Kakashi.
0
Comente!x

  Quando tudo aquilo se tornou tão intenso? Ela não sabia dizer. Aparentemente as coisas entre eles estavam passando por debaixo de seus olhos tão naturalmente que nem sentiu. Se aquilo era algo intensificado pelo sentimento de carência provocado pela data, ou se era algo que já estava latente em si, embora silencioso, Sakura não sabia, mas a Haruno teve a certeza que nada seria como antes, depois daquele Shougatsu. Sabia que rever Kakashi quando ele retornasse, lhe provocaria sensações estranhas, nada castas.
0
Comente!x

  — Testuda!? — Ino falou um pouco firme, mas mantendo o baixo tom próximo à amiga. — Em que planeta esta testa de marquise está?
0
Comente!x

  — Ino… Desculpe, eu… — Sakura suspirou, desistindo de explicar e olhando para as luzes de LED que segurava em suas mãos.
0
Comente!x

  — Sakura… — o tom de voz de Ino passou a ser acolhedor —, você precisa parar de pensar nele, sabe… Nós estamos virando essa página com você.
0
Comente!x

  Ino sequer poderia imaginar em qual “nele” Sakura pensava. Pela primeira vez em anos não era Sasuke, somente, a ocupar a mente da rosada em um dia como aquele. Na verdade, ela mal pensou no antigo amor naquele dia, porque o fato de que Kakashi não estaria ali, lhe doía muito mais.
0
Comente!x

  — Olha… Precisamos ir. Eu preciso ficar gostosa para entrar o ano, poderosa, e se eu fosse você largava isso também! — Ino falou com certo humor para animar a amiga e retirou as luzes de LED da mão dela continuando: — Eu soube que tem gente que estará nessa festa bastante interessado em você e comecei a mexer meus pauzinhos! Então você precisa estar gostosa, ouviu?
0
Comente!x

  Sakura revirou os olhos, mal dando atenção ao que Ino insinuava, e antes de dizer a amiga para parar de besteiras, a mão de Naruto pegando os LED’s que Ino tomou de Sakura, e a voz séria dele, chamou a atenção de ambas.
0
Comente!x

  — Pode ir, loira, eu ajudo a Saky a terminar. Sei o quanto ela quer ver essa casa iluminada, não é?
0
Comente!x

  E mesmo o tom sério não escondeu o sorriso arteiro e doce de seu amigo para si.
0
Comente!x

  — ‘Hm… Então ‘tá! Pode deixar que eu arrasto a Hina e deixo ela bem bonitona pra você Narutinho!
0
Comente!x

  Naruto começou a gritar com Ino, e a loira saiu rindo e passando os próprios braços pelos da Hyuuga, que nada entendia. Logo todos os outros amigos se despediram de Sakura e Naruto, e a sós, eles terminaram de pendurar as luzes.
0
Comente!x

  Quando acabaram, Sakura sorriu para ele e lhe ofereceu uma xícara de chocolate quente, sentando-se na escada, que havia na sala e dava acesso aos quartos. Naruto sorriu sentando-se ao lado dela.
0
Comente!x

  — Nós ainda fazemos um bom trabalho juntos, não é, Saky?
0
Comente!x

  Ele falou, olhando a decoração linda e depois encarou o rosto da amiga ao seu lado. Em outros tempos, a proximidade provocaria nele instintos de timidez e euforia.
0
Comente!x

  — Sempre, Naruto. Acho que entre todos aqui, você é a pessoa mais preciosa, porque você nunca deixou de estar comigo. Obrigada por isso, cabeça-oca.
0
Comente!x

  Naruto já tinha sentido como ela estava cabisbaixa, e se preocupado. Por isso dispensou os outros colegas e Ino, queria ficar sozinho com Sakura para conversar. Passou o braço ao redor dos ombros dela a puxando para um abraço e disse tranquilo, embora sério:
0
Comente!x

  — Eu nunca vou te deixar Sakura. Nem eu, e ninguém que está aqui. Todos amam você.
0
Comente!x

  O choro sussurrado se fez ouvir e o coração do loiro se tornou menor. Como ele queria arrancar aquela dor do peito da amiga, e vê-la apenas sorrir.
0
Comente!x

  — Ei, Saky… — consolou. — O que aconteceu? Por favor, me conta… Ainda é culpa do Kakashi?
0
Comente!x

  — Ele não veio ao menos ajudar, Naruto. Isso significa que ele realmente está em missão e então… Não vai aparecer.
0
Comente!x

  Naruto suspirou e arqueou a sobrancelha. Por que ela estava tão sensibilizada com a ausência do antigo sensei?
0
Comente!x

  — Sakura, se o Kakashi está em missão não é que ele tenha te deixado, você sabe… Não é como se pudéssemos escolher e…
0
Comente!x

  — Eu sei, Naruto — ela interrompeu —, mas eu queria que ele estivesse aqui.
0
Comente!x

  — Entendo…
0
Comente!x

  Naruto ficou pensando o que a ausência do antigo sensei estava provocando nela, mesmo sabendo que ele não tinha culpa, e então sua mente foi até a vovó Tsunade.
0
Comente!x

  — Mas aquela vovó cachaceira também não é fácil, ‘hein!
0
Comente!x

  — Naruto! — Sakura sorriu, aninhada ao corpo do amigo, embora as lágrimas não parassem de escorrer por seu rosto.
0
Comente!x

  — É verdade! Por que ela foi dar uma missão a ele logo hoje?
0
Comente!x

  — Tsunade deve ter tido suas razões…
0
Comente!x

  Um silêncio breve apossou-se do instante entre o abraço dos dois, mas Naruto ainda estava confuso. Confuso com as reações não só de Sakura, mas também com o modo como Kakashi fugiu dele mais cedo.
0
Comente!x

  — Sakura…
0
Comente!x

  — ‘Hm?
0
Comente!x

  — Por que a ausência do sensei mexe tanto com você?
0
Comente!x

  A pergunta veio como uma kunai em um ataque certeiro. Sakura não havia se preparado para aquele tipo de pergunta. Soltou-se de Naruto, com os olhos ainda marejados e as orbes verdes encararam as orbes azuis dele. Cheios de curiosidade e confusão, os olhos de Naruto buscavam na expressão de Sakura sinais do que ela estava pensando.
0
Comente!x

  — ‘Oras, Naruto… Porque… Porque eu quero todas as pessoas aqui. Todas as pessoas importantes para mim.
0
Comente!x

  — Você está chorando desde cedo por causa do Kakashi, Sakura. E sabe que ele saiu em missão, mas vai voltar. A Tsunade não o designaria para algo que ele não desse conta, ao ponto de correr risco de vida, não hoje. Então… Eu estou achando que…
0
Comente!x

  — Que história é essa, Naruto!?
0
Comente!x

  Sakura interrompeu o olhando assustada. Não tinha parado para pensar ainda no risco de uma missão de ranking difícil e que colocasse a vida de Kakashi em risco:
0
Comente!x

  — Claro que toda missão é arriscada! O Kakashi pode ser um ótimo ninja, e… Não! Ele vai voltar, mas como você pode ficar assim tão tranquilo?
0
Comente!x

  Sakura se levantou abruptamente do degrau em que estava sentada e levou sua caneca ainda cheia de chocolate quente para a cozinha, deixando-a na bancada. Apoiou as mãos ali, sentindo mais lágrimas grossas descerem por seus olhos, e sentia-se tão idiota por ser fraca daquele modo. Naruto já estava percebendo que ela estava ficando louca! E tal como ela, Naruto seguiu para a cozinha, andando de modo mais calmo e cuidadoso. Deixou sua caneca vazia ao lado da dela, e a virou para encará-lo. Segurava o rosto da amiga, de modo que ela não pudesse desviar de seus olhos e constatou algo que em sua mente parecia óbvio, mas que poderia ser também absurdo.
0
Comente!x

  — Você está apaixonada pelo Kakashi-sensei, não é?
0
Comente!x

  Sakura não pôde evitar. Mordeu o lábio assustada, dolorosa e surpresa. Quando em sua vida achou que o idiota do Naruto seria tão perspicaz?
0
Comente!x

  — Eu sempre te observei bem, Saky. Não precisa me olhar como se alguém tivesse me contado.
0
Comente!x

  — Nem poderiam. Ninguém sabe — respondeu desabando em um choro e Naruto a puxou para seus braços acolhedores e fraternos. — Eu acho que estou amando o Kakashi sim, Naruto! E isso é horrível! Por que eu sempre me apaixono por quem não devo?
0
Comente!x

  Naruto estava chocado, embora realmente imaginasse que as reações de Sakura eram óbvias, mas quando a ouviu dizer que o amor era algo horrível porque ela não devia se apaixonar por ele, aquilo lhe chocou ainda mais. Afastou a rosada de si, e duramente lhe perguntou:
0
Comente!x

  — Quem te disse isso!? — Sakura ficou em silêncio, olhando para Naruto e chorando. — Que ideia absurda é essa, Sakura?! Por que não deveria se apaixonar por ele, e de onde tirou que amar é algo horrível? Ele não é o Sasuke, Sakura!
0
Comente!x

  — Mas ele é meu antigo sensei! — falou duramente para Naruto, que arregalou os olhos.
0
Comente!x

  Ou o loiro era mente aberta demais, ou as pessoas complicam muito as coisas simples, na ótica dele.
0
Comente!x

  — E qual o problema? Diferença de idade? É isso? Vocês dois são adultos e podem fazer o que quiserem! Eu apoio, Sakura! Além de mim, que outro homem melhor poderia ter para você?
0
Comente!x

  Sakura bateu no ombro do amigo, quase cedendo ao riso:
0
Comente!x

  — Deixa de falar besteira, Naruto!
0
Comente!x

  — Não estou falando besteira! — Ele ainda se manteve sério, o que deixou claro que não havia tom de brincadeira em suas falas: — Kakashi e eu somos as pessoas que melhor te conhecem nessa vila, somos sua família, te amamos e protegemos verdadeiramente! Não consigo imaginar quem teria o mesmo instinto de cuidado e amor por você como nós, mas agora já era rosinha, você perdeu a chance comigo!
0
Comente!x

  — Naruto, como eu posso te levar a sério?! — Sakura começava a se irritar.
0
Comente!x

  — Eu não estou rindo, estou?
0
Comente!x

  Os dois desviaram o olhar e sentiram-se ainda mais confusos com o rumo da conversa, até Naruto em seu rompante de lucidez e maturidade rara, dizer o que pensava:
0
Comente!x

  — Não se culpe por amar alguém, Sakura. Não tem nada de errado em sentir algo assim por quem quer que seja! Kakashi foi o nosso sensei, e será sempre em nosso coração como um mestre, mas se no seu coração ele passa a ser também um homem com quem você quer construir uma história, orgulhe-se disso!
0
Comente!x

  Sakura ficou um pouco chocada com Naruto. Pensou se seria Hinata a responsável por lhe ensinar tanta coisa, mas na verdade, dentro da bestialidade de Naruto, ele sempre tivera certa sabedoria própria. Seu modo de enxergar o mundo de maneira positiva e otimista era o que o tornava tão incrível entre tantas outras qualidades.
0
Comente!x

  — Ele sabe? – Naruto perguntou, pensando em outras coisas.
0
Comente!x

  — O Kakashi? — indagou, bebendo de novo seu chocolate já frio. — Claro que não! Na verdade, eu não sabia também. Eu acabei de perceber isso. Acabei de perceber que eu estou enfeitiçada por ele, mas é só isso, Naruto. Talvez o fato de enxergar o homem antes do sensei agora, e as maneiras como Kakashi sempre cuidou e cuida de mim, esteja me deixando um pouco confusa, só isso.
0
Comente!x

  — Não acho que seja confusão. Me parece genuíno quando olho para você e vejo a maneira como ele te faz falta, e pelo jeito que seu olho brilha ao falar dele… Na verdade, acho que isso está aí há algum tempo. Só que nós só percebemos agora…
0
Comente!x

  — Você acha? — Sakura perguntou, ainda perdida e preocupada, e Naruto assentiu.
0
Comente!x

  — É. Se observarmos como vocês têm estado juntos… Digo, o modo como a amizade de vocês tem sido nos últimos anos.
0
Comente!x

  — Droga, Naruto! Eu não deveria me apaixonar por ele! O Kakashi nunca me veria como algo além de uma pirralha! E tenho certeza que ele não assumiria um romance escandaloso desses! Ele sempre foi discreto em tudo!
0
Comente!x

  — Sakura, não seja boba! Quem é que domina essas coisas?
0
Comente!x

  — Mas, aí que está! Ele não sente ou sentiria o mesmo, Naruto. Então, entre nós dois, Kakashi é sim capaz de dominar a situação, e é por isso que eu vou matar esse sentimento, como tenho matado algo idêntico por anos.
0
Comente!x

  — Sasuke? — Naruto sorriu fraco: — Não percebe que não matou o que sente pelo Sasuke, Saky? Você apenas não sente exatamente o mesmo que sentia. Na mesma intensidade, talvez porque agora Kakashi também ocupa o seu coração dessa forma. Não estou dizendo que não tenha amor pelo nosso antigo amigo desertor, mas que há chances de ter um amor a mais, semelhante ou não… Ou pode ser que, você realmente não sinta o mesmo tipo de amor devido a frustrações e o tempo que se passou desde que Sasuke foi embora. Uma hora, a realidade bate, e a gente acaba aceitando que algumas coisas não devem ser… Sei do que ‘tô falando, nem sempre dá pra ter espaço em um coração que já está cheio… No final, a gente transforma os sentimentos, o que era paixão se torna admiração, e o que era amor se torna amizade fraterna. E assim que vamos colocamos outras pessoas aqui dentro.
0
Comente!x

  Naruto falou de frente para a amiga apontando o próprio peito. O que ele estava contando para ela, referia-se ao que ele sentiu por Sakura e como ele deu espaço à Hinata em sua vida. Ela, comovida pelas palavras do amigo, pegou as canecas, e um pouco aérea e pensativa foi lavá-las. No entanto, Naruto manteve-se um pouco intrigado, e depois de se despedir e sair da casa da Haruno, ele caminhava pelas ruas e sussurrou para si:
0
Comente!x

  — Mas se Kakashi não sabe, porque ele reagiu daquele jeito?
0
Comente!x

[…]

  Dois anos atrás.

  Depois que Sasuke havia deixado a vila, Sakura intensificou ainda mais seus treinos com a senhora Tsunade. Claro, depois de se permitir uma dor lancinante. Várias vezes Kakashi tivera que acolher Sakura. Às vezes a encontrava agachada ao portão de entrada de Konoha, debaixo de chuva em um estado quase mórbido.
0
Comente!x

  — Sakura, você precisa sair da chuva. Vem comigo…
0
Comente!x

  — Não! — gritou a jovem para seu sensei o afastando de tocar seu braço. — Eu estou esperando! Ele vai voltar, Kakashi-sensei! Eu sei que vai!
0
Comente!x

  Kakashi suspirou. Estava tão chateado quanto ela com a escolha de Sasuke, mas a vida precisava seguir, contudo, nem Naruto havia conseguido tirar Sakura daquele portão. Os amigos tiveram que o chamar, e lá estava ele observando a rosada sentada na chuva. Já fazia um ano que Sasuke tinha partido, mas ela ainda permanecia na ilusão de que ele voltaria um dia. Sakura estava se tornando cada vez mais afundada em uma esperança inútil. Neji, Tenten, Kiba, Hinata e Naruto estavam atrás de si, olhando-a com pena. Era um tanto deplorável na opinião de Kakashi, porém Sakura não parecia notar ou se importar com aquilo.
0
Comente!x

  Ele abaixou-se ao lado dela, sentindo o frio da chuva gelada e falou baixo perto do ouvido da rosada:
0
Comente!x

  — Se ele voltar… É doente que você quer que ele a encontre?
0
Comente!x

  Então a mulher encarou Kakashi. A última coisa que ele queria, era dizer mentiras, frases ilusórias para Sakura, mas não encontrou outra maneira de tirá-la dali naquele momento. Sakura negou em um meneio de cabeça, e os olhos verdes estavam também avermelhados, irritados de tanto chorar, e não era possível definir se ela ainda chorava, já que a chuva lavava seu rosto.
0
Comente!x

  Kakashi suspirou e passou os braços ao redor da cintura e pernas dela, tomando-a em seu colo e caminhando com Sakura aninhada em seu peito, debaixo da chuva e rumo a casa dele.
0
Comente!x

  — Por favor, Tenten — falou ele à jovem amiga de Sakura: — Pode dizer que ela está na sua casa ou na casa de Ino? Não quero que os senhores Haruno vejam-na nesse estado.
0
Comente!x

  — Claro, Kakashi, mas acredito que Ino será um álibi melhor. Eu vou chamar ela…
0
Comente!x

  — sensei! — Naruto o chamou. — Para onde vai levar a Sakura?
0
Comente!x

  — Para minha casa, Naruto, não se preocupe, eu cuido dela.
0
Comente!x

  Naruto assentiu e novamente Kakashi pediu a Tenten:
0
Comente!x

  — Se a Ino puder ir até minha casa…
0
Comente!x

  Tenten assentiu e saiu em disparada. Os outros logo se dispersaram também. Kakashi entrou em sua casa com Sakura adormecida nos braços. Chorou tanto que adormeceu e nem mesmo a chuva foi capaz de impedi-la de relaxar nos braços de seu antigo sensei. O grisalho subiu as escadas rumo ao seu quarto e deitou a mulher em sua cama, mesmo com as roupas molhadas. Desceu as escadas, preparou um chá quente e naquele tempo Tenten surgiu.
0
Comente!x

  — Desculpa, Kakashi, eu não encontrei a Ino em casa. Então, eu trouxe algumas roupas minhas e… Suponho que precise de ajuda.
0
Comente!x

  — Obrigado, Tenten, pode subir, ela está no meu quarto.
0
Comente!x

  A garota entrou pela primeira vez na casa do ninja, e embora estivesse curiosa e até um pouco nervosa, porque tudo ali tinha o cheiro e a aura do Kakashi, ela apressou-se ao quarto do homem. Quando entrou, sentiu-se ainda mais ruborizada. Era inegável que Kakashi era um homem sensual e que provocava a imaginação das mulheres, então estar diante do cômodo tão íntimo de sua casa, era de atiçar a mente feminina. Viu Sakura deitada na cama meio sonolenta, e logo foi ajudar a amiga a acordar. Levou a rosada até o banheiro que havia ali no quarto e a Haruno estranhou o lugar, vendo Tenten um tanto quanto nervosa.
0
Comente!x

  — Que lugar é este? É… A sua casa? — Saky perguntou, confusa.
0
Comente!x

  — Sakura! — Tenten sussurrou ralhando com ela. — Estamos no quarto do Kakashi!
0
Comente!x

  — O quê?
0
Comente!x

  De repente a rosada deu-se conta do que havia ocorrido. Ela estava na chuva, Kakashi apareceu, tirou-a de lá, pegando-a no colo e depois a rosada não se lembrava de muita coisa.
0
Comente!x

  — Meu Deus! A… Atchim!
0
Comente!x

  — Viu só? Aposto que está resfriando! — Tenten brigou, enquanto a ajudava.
0
Comente!x

  Sakura tomou banho, sozinha, apesar de sentir o corpo um pouco mole, e pouco disposta. O susto de estar no quarto de seu sensei não apagava o fato de que ela estava triste demais para reagir à vida. Depois que ela terminou de vestir as roupas emprestadas de Tenten, a rosada voltou para a cama de Kakashi se deitando ali e sentindo o cheiro do sensei.
0
Comente!x

  — Sakura!? — Tenten chamou vendo-a ficar ainda mais sonolenta e a ignorando: — Vo-você vai dormir na cama dele? Quero dizer… Sakura, vamos para casa!
0
Comente!x

  A rosada não respondeu, e a morena bufou. Não sabia se a amiga estava se aproveitando da situação, da bondade e cuidado do seu antigo sensei, ou se realmente, estava dopada de tanta tristeza.
0
Comente!x

  — Kakashi…
0
Comente!x

  Tenten adentrou a cozinha onde o homem ainda se mantinha de pé, agora já preparando a bandeja com chá. O Hatake virou-se para a jovem morena, e sorriu agradecido.
0
Comente!x

  — Obrigado por vir, Tenten. Como ela está?
0
Comente!x

  — Er… Então, sobre isso… Ela voltou a deitar-se, não consegui fazê-la vir comigo e…
0
Comente!x

  — Não se preocupe! — Kakashi sorriu sincero. — Ela pode ficar e você também se quiser, se não, pelo menos beba o chá que preparei antes de sair.
0
Comente!x

  Tenten agradeceu, negando com um sorriso e despediu-se de Kakashi saindo. Quando estava correndo debaixo da chuva de novo, a morena parou para olhar a direção da casa do ninja, e pensou se realmente estaria tudo bem em deixar Saky ali. A chuva cessou, mas apenas sob a cabeça de Tenten, que deu de cara com Neji, segurando um guarda-chuva sobre si, e aquilo foi o suficiente para ruborizá-la e tirar sua atenção da rosada deitada na casa de Kakashi.
0
Comente!x

  O sensei subiu as escadas e de forma cuidadosa, entrou no quarto com a bandeja de chá.
0
Comente!x

  — Sakura — chamou baixinho ao se posicionar ao lado da cama e viu ela abrir os olhos devagarinho. — Ei, Sakura. Não faz isso. Você tem que se cuidar, pegar chuva esperando Sasuke não o fará voltar.
0
Comente!x

  — Ele não vai voltar, não é? — A rosada perguntou chorosa ao ver Kakashi sentando ao pé da própria cama e encarando ela com um semblante preocupado.
0
Comente!x

  Sobre aquele suspiro do jounin ela já conhecia o significado, e portanto não impediu o novo choro desesperado, mas dessa vez se lançou nos braços do homem o abraçando desesperada. Kakashi foi pego de surpresa pelo ato repentino, e notou que não era mais uma menina em seu abraço, e sim uma jovem mulher de corpo quente, apesar de tanta chuva. Ficou ali a consolando até que ela parasse de chorar, bebesse o chá, e voltasse a se deitar. Sakura naquela noite dormiu aninhada ao travesseiro de Kakashi, enquanto ele tentava compreender como poderia ajudar a jovem a sair daquela fossa, deitado no sofá desconfortável de sua casa.
0
Comente!x

  Contudo, aquela foi apenas uma das ocasiões.
0
Comente!x

  Em outras vezes a encontrava bêbada, pelos bares da cidade. Kakashi arrumava a sua estante de livros, quando uma fotografia caiu em seus pés, uma mulher, de cabelos escuros e olhos róseos nebulosos, ainda estava ali. Como ele poderia ter esquecido que guardava aquela fotografia? Rever a Hyuchiga lhe fazia perder um pouco de seus sentidos. A morte sempre o separava do que ele amava, era por tal motivo, que Kakashi evitava amar.
0
Comente!x

  Caminhou para um bar da vila, disposto a passar a noite ali bebendo de forma desesperada para esquecer todas as lembranças que tomavam sua mente, com apenas uma simples fotografia. Sentou-se em uma mesa ao fundo e já ia pedir uma bebida, quando uma cabeleira rosa lhe chamou atenção. Deitada sobre uma mesa estava Sakura com a cabeça sobre um braço estendido, meio cambaleante.
0
Comente!x

  — Sakura? — Kakashi pronunciou assustado, mais para si e se levantou indo até a mesa dela.
0
Comente!x

  Quando estava ao lado dela, em pé, Kakashi se abaixou notando a mulher balbuciando palavras ininteligíveis, a garrafa de saquê vazia sobre a mesa.
0
Comente!x

  — Você é mesmo uma pupila da Tsunade, não é?
0
Comente!x

  A pergunta retórica não obteve resposta. Kakashi pagou a conta de Sakura, e ajeitou-a em suas costas a levando para a casa dela. Ao chegar em frente à casa dos Haruno, ele subiu ocultamente para o quarto dela, deixou ela em sua cama e a cobriu. Em seguida saiu pela janela rumo à sua casa. Não precisou beber para esquecer o passado. Ao encontrar com Sakura daquele jeito, o antigo sensei da jovem logo teve os pensamentos tomados por ela. Ele jurava ser preocupação. Apenas isso.
0
Comente!x

  No dia seguinte, Sakura saía da sala de Tsunade após uma bronca da sensei, e enquanto andava pelas ruas de Konoha, sentiu um chakra conhecido a seguindo.
0
Comente!x

  — Vai me seguir até quando, Kakashi?
0
Comente!x

  — Muito bem, Sakura. Melhorou muito a sua guarda. — Ele falou sorrindo e se aproximando da garota, que parou para esperá-lo.
0
Comente!x

  — Melhorei tanto que sei que foi você quem me levou pra casa ontem… — disse, quase envergonhada. — Obrigada, Kashi.
0
Comente!x

  — Sakura, sabe que não vai adiantar se afundar assim. Você me deixa preocupado, sabia?
0
Comente!x

  — Desculpa, Kakashi. Eu sei que… Sei que não deveria estar agindo assim, é só que… Às vezes eu me sinto tão… — Parou de falar e suspirou.
0
Comente!x

  — Sozinha? Abandonada? — Kakashi complementou, chamando a atenção dela e então se aproximou da garota a puxando para um abraço. — Eu sei como é isso. Então, vamos fazer um acordo: vamos ser abandonados juntos, ok?
0
Comente!x

  Sakura arregalou os olhos com a demonstração de carinho pública do sensei. E não conseguiu disfarçar também o impacto das palavras dele. Hatake logo a soltou, explicando:
0
Comente!x

  — Eu sei o que você sente, Saky. Deixe-me ser um sensei também para suas dores, ‘huh? Não é desse jeito que você está fazendo que vai funcionar. Não vai passar a dor desta forma, pelo contrário, só vai arrumar dores maiores e ferir quem te ama e está ao seu lado também.
0
Comente!x

  Sakura não conseguia decifrar o que aquelas palavras lhe causaram, mas bateram forte demais. Ela aprofundou o olhar, ao único olho livre de Kakashi, e sorriu amena.
0
Comente!x

  — Podemos começar uma nova parceria então. — respondeu-o.
0
Comente!x

  Desde então, os dois vinham se aproximando mais e mais naqueles dois anos, em uma amizade bonita, sólida, respeitosa e que sem notarem, ganhava cada vez mais significado.
0
Comente!x

Capítulo Cinco

  A noite do Shougatsu havia se iniciado, e Sakura estava deslumbrante! Era inverno, e embora Ino dissesse que era impossível as pessoas ficarem feias com o inverno, Saky conseguiu mesmo arrancar da amiga uma expressão de surpresa. Eram os cabelos rosa, com certeza! A mistura dos fios róseos com os olhos esmeraldas destacou-se com a mulher dentro de uma calça dourada, botas brancas e um suéter justo e elegante, também branco. Sakura vestia roupas simples, mas como estava maravilhosa!
0
Comente!x

  Ela recebeu os amigos, aos poucos, e os reunia ao redor da lareira. A casa também estava impecável e ali havia a participação de cada um deles, o que deixou todos orgulhosos. Conversavam animados, bebendo, comendo e aproveitando o Shougatsu de Sakura, inclusive ela. Embora, seus trejeitos demonstrassem ansiedade constantemente e seus olhos às vezes buscassem pelas pessoas que ainda não estavam ali: Kakashi e Tsunade.
0
Comente!x

  Quando sua mestre chegou, Sakura sorriu alegre ao recebê-la. Já estavam mais perto da virada de ano, faltavam meia hora, e a Haruno pensou que não a veria ali, além de descobrir uma nova informação sobre a ausência de Kakashi.
0
Comente!x

  — Tsunade-sama! — A rosada abraçou a outra. — Muito obrigada por vir!
0
Comente!x

  — Que história é essa, Haruno? Onde é que eu estaria logo hoje? — Tsunade sorriu, passando a mão no rosto da pupila, e Sakura sorriu também. Tsunade correu o olhar em volta a procura de certo grisalho e ao não vê-lo, indagou a anfitriã: — Onde está o Kakashi?
0
Comente!x

  Como assim a Hokage lhe perguntava aquilo?
1
Comente!x

  — Oras… — Sakura perguntou ainda mais confusa: — A senhora não o mandou em missão?
0
Comente!x

  — A missão que eu dei àquele rebelde era estar aqui hoje. — A mais velha murmurou com irritação pela escolha de Kakashi e adentrou à festa.
1
Comente!x

  Sakura sentiu-se desolada. Se não era uma ordem da própria Hokage, por qual razão ele não foi ao seu evento? O que ela havia lhe feito de tão grave ao ponto de seu amigo evitá-la?
0
Comente!x

  — Saky? — Naruto apareceu pronto para perguntar o que havia acontecido a ela.
0
Comente!x

  — Ele não vem, Naruto, e não é por conta de uma missão da Hokage! Ele não quis vir, Naruto! — Seus olhos começavam a brilhar, pela emoção da tristeza.
0
Comente!x

[…]

  Ao lado de fora, Sasuke estava espreitando há alguns metros de distância. Não poderia arriscar que sentissem seu chakra, e sabendo que a Hokage estaria ali e os ANBUS também. Infelizmente, deveria contentar-se com a situação de admirar Sakura de longe, pelo menos até que todos fossem embora, e ele pudesse surpreendê-la.
1
Comente!x

  — Quero que você seja a primeira beleza que eu vejo quando o ano virar, Sakura.
0
Comente!x

  — Então foi para isso que veio? Vê-la de longe? — Kakashi perguntou, atrás do moreno, que sorriu enviesado.
2
Comente!x

  Sasuke sabia que seu antigo sensei poderia aparecer, e sentiu-se frustrado por Kakashi ainda conseguir esconder tão bem seu chakra dele.
0
Comente!x

  — Eu não poderia me aproximar dela, poderia, Kakashi? — Virou-se de frente ao grisalho.
0
Comente!x

  — Não enquanto a Hokage estiver presente. Me responda, Sasuke… Não está pensando em levar Sakura, não é?
0
Comente!x

  Sasuke conseguia ver através de Kakashi, e não era preciso utilizar seu Sharingan ou qualquer outro poder ocular para entender que havia algo diferente na postura do jounin.
0
Comente!x

  — Por que parece que dessa vez, você não está preocupado em me fazer desistir de minha partida, Kakashi?
0
Comente!x

  — Não era de se esperar que eu me preocupasse com um possível sequestro?
0
Comente!x

  — Sabe que eu não a levaria para minha vida miserável. Eu a terei comigo, quando eu puder oferecer a ela o melhor de mim, e do mundo.
1
Comente!x

  As palavras convictas de Sasuke deixaram um tremor no estômago do Hatake.
0
Comente!x

  — Você deveria entregar-se, Sasuke, e tentar de alguma forma, reaver novo perdão da vila. Essa seria uma forma inteligente de fazê-la ser sua mais rápido.
0
Comente!x

  E Sasuke percebeu que a voz do antigo sensei era desafiadora, quase uma voz de quem estava com raiva.
0
Comente!x

  — Você está apaixonado pela minha Sakura, Kakashi?
1
Comente!x

  — Eu vim para alertá-lo que Tsunade e os ANBUS sabem da sua vinda, Sasuke, então, é melhor você se apressar para ir embora.
0
Comente!x

  Kakashi ignorou a pergunta do ex-aluno e lhe dava as costas para sair, quando Sasuke apareceu em sua frente dizendo:
0
Comente!x

  — Eu entendo qualquer homem que a ame, porque não há como não amar a Sakura, mas saiba que eu não desisti dela, Kakashi. Ela sempre foi a dona do meu coração, e eu voltarei para conquistá-la de novo se for preciso!
0
Comente!x

  O Hatake olhou para Sasuke e seu tom de ameaça não o amedrontou, pelo contrário, deu-lhe coragem. Kakashi sumiu em segundos, teleportando-se para a casa de Sakura.
0
Comente!x

  Naruto estava saindo pela varanda para pegar mais lenha e levar para a lareira, quando viu o ex-sensei chegando.
0
Comente!x

  — Kakashi! Minha nossa, mas e a missão!? — Naruto falou se aproximando.
0
Comente!x

  — Minha missão da noite é estar aqui, ao lado de Sakura.
0
Comente!x

  Naruto notou o olhar urgente e apreensivo de Kakashi ao espreitar a casa do lado de dentro pelas janelas, buscando qualquer sinal dos cabelos rosados.
0
Comente!x

  — Ei… Esse tom… Esse olhar… Eu conheço isso!
0
Comente!x

  — Do que está falando, Naruto? — perguntou enquanto via o olhar maroto do loiro brilhar em sua direção.
0
Comente!x

  — Você gosta da Saky! — gritou risonho e Kakashi suspirou, já ia contestar aquilo, quando Naruto confessou: — E aquela boba chorando por não ser correspondida!
0
Comente!x

  — O quê?
0
Comente!x

  Os segundos passaram rápidos. Naruto falou que levaria as lenhas para dentro e avisaria da chegada do Hatake, e Kakashi estava boquiaberto e estático quando Neji e Shikamaru apareceram do lado de fora posicionando os fogos que estourariam e ao verem o grisalho ali, o puxaram para ajudar.
0
Comente!x

  Naruto deixou as lenhas nas mãos de Kiba e se apressou até Sakura, vendo-a com a vovó Tsunade. A Hokage passou ao lado do loiro, e o rapaz deu-lhe uma risadinha cumprimentando-a.
0
Comente!x

  — Está animado, Naruto. Não vai aprontar nada, não é? — Ela perguntou sem esperar resposta, adentrando mais pela casa, e parando perto de Kurenai e Asuma.
0
Comente!x

  — Saky? — Naruto apareceu pronto para perguntar o que havia acontecido a ela, que aparentava-se abalada.
0
Comente!x

  — Ele não vem Naruto, e não é por conta de uma missão da Hokage! Ele não quis vir, Naruto! — Seus olhos começavam a brilhar, pela emoção da tristeza.
0
Comente!x

  — Do que está falando, Sakura? Kakashi está lá fora ajudando a preparar os fogos! — Naruto respondeu com um risinho malicioso de quem queria a surpreender e conseguiu.
0
Comente!x

  Sakura arregalou os olhos verdes, e apressada foi em direção aos fundos de sua casa, sem ligar para o frio, sem se importar com mais nada, nem com as pessoas que lhe falavam qualquer coisa até conseguir atravessar a casa. Neji e Shikamaru foram os únicos presentes a testemunhar a cena de Sakura Haruno se jogando nos braços de seu antigo sensei, em um abraço caloroso e… Talvez, íntimo demais?
0
Comente!x

  — Kashi! — falou enquanto se aproximava animada até ele.
0
Comente!x

  Kakashi ao ouvir seu apelido saindo na voz dela, virou-se rápido e foi surpreendido no abraço da garota, que estava também derramando lágrimas de alegria.
0
Comente!x

  — Ei, Saky… Por quê está chorando?
0
Comente!x

  — Seu idiota! — Sakura o bateu no ombro ao se afastar minimamente — Você disse que não viria!
0
Comente!x

  Neji e Shikamaru se entreolharam de forma cúmplice, dando licença para os dois, não tinham certeza de nada, mas parecia que aqueles dois estavam envolvidos além da amizade crescente que todos vinham testemunhando.
0
Comente!x

  — Ei, eu me lembro bem de ter feito uma promessa.
0
Comente!x

  — E você cumpre suas promessas?
0
Comente!x

  — Claro. Eu não sou de prometer as coisas sem pensar, como o Naruto!
0
Comente!x

  Sakura riu e zombou:
0
Comente!x

  — Mentira. Eu me lembro de você prometer chegar no horário em todos seus compromissos e se atrasar.
0
Comente!x

  — Isso não é uma promessa. — Ele riu. — Isso é meu estilo ninja, como diz o Naruto.
0
Comente!x

  Sakura e ele se olhavam felizes, loucos para dizer o que sentiam um pelo outro, mas novamente, a voz do cabeça-oca do Uzumaki interrompeu. Todos os presentes apareceram, estavam apressados com o horário e os rapazes corriam para os fogos. Toda aquela felicidade parecia completa para Sakura agora que Kakashi estava ali.
0
Comente!x

  A contagem começou, os dois se mantiveram enlaçados lateralmente um ao outro, sem nenhuma vergonha por sentirem que seriam julgados, afinal, não faziam nada errado.
0
Comente!x

  Quando os fogos estouraram e o coro de felicitações pela entrada de um novo ano se fez ouvir, Kakashi entrou na frente do campo de visão da mulher e abraçou Sakura sussurrando ao seu ouvido:
0
Comente!x

  — Eu disse que a primeira pessoa que você veria, seria eu.
0
Comente!x

  — Obrigada por estar aqui, Kashi. Não seria o mesmo sem você.
0
Comente!x

  — Eu não poderia estar em outro lugar, Saky.
1
Comente!x

  Tsunade viu os dois, e sorriu feliz. Desviou o olhar para a mata ao longe, ciente de vê-lo e saber que ele também estava vendo-os.
0
Comente!x

  Sasuke acompanhou cada gesto e movimento entre Kakashi e Sakura, viu a Hokage lançando um olhar em sua direção, e teve certeza que ela realmente havia notado o chakra dele ali, mas diferente de Tsunade, o Uchiha não só viu tudo, como leu os lábios do casal, e o dela ao lhe dizer:
0
Comente!x

  — Não espero vê-lo distante de novo, Sasuke. Da próxima vez, você não fugirá.
0
Comente!x

  Sasuke suspirou derrotado. Kakashi estava apaixonado por Sakura, e sua rosada, aparentemente havia o esquecido e não poderia culpá-la. Ele pretendia ficar e aparecer diante dela ainda aquela noite, mas ao que indicava, Sakura estava melhor sem ele. Então, seguiria o conselho da Hokage e fugiria logo. Quando a encontrasse de novo, certamente seria para redimir-se com a vila, e talvez, sua Haruno nem o quisesse mais.
0
Comente!x

  Kakashi olhou para Tsunade no momento em que a viu focada ao lugar onde Sasuke estaria, e a amiga Hokage lançou um riso alegre para o grisalho, como se mostrasse aprovar o que ele fez: estar ali.
0
Comente!x

  Sakura se aproximou dele, com uma xícara de bebida quente entregando-o e com o semblante confuso perguntou:
0
Comente!x

  — Mas Kashi… Você disse ter uma missão esta noite, e Tsunade-sama deixou claro que não lhe deu nenhuma missão, a não ser é claro, vir aqui… — Ruborizou a rosada, mas continuou: — Então, onde é que você esteve Kakashi?
0
Comente!x

  O homem sorriu sob a máscara, aproveitando-se do seu “estilo ninja de ser”, meio despretensioso e envolto em mistérios e a deixou sem respostas claras:
0
Comente!x

  — Te deixando ansiosa.
0
Comente!x

  — O quê? — Irritou-se a Haruno. — Por quê?!
0
Comente!x

  — Porque é a primeira vez que eu sou pontual desde que me tornei jounin. Você é a primeira a me fazer chegar antes do horário para cumprir a minha promessa, Sakura.
0
Comente!x

  A mulher deu-se conta do fato e sentiu-se especial, embora aquilo não explicasse nada, nem fizesse sentido algum.
0
Comente!x

  — E isso significa que…?
0
Comente!x

  — Que eu precisei de um dia inteiro longe, concentrando-me para isso, oras! Eu tinha que estar bem disposto e bonito para minha chegada triunfal. Você acha mesmo que eu estaria aqui, pontualmente, se tivesse vindo ajudar?
0
Comente!x

  — Kakashi Hatake! Eu não acredito que tudo isso foi só para fugir de nos ajudar a preparar a festa!? — Ela falou mais alto, chamando a atenção dos outros.
0
Comente!x

  — Sakura, você sabe que quebrou o meu estilo ninja de anos? Por que está brava e gritando comigo? — perguntava rindo.
0
Comente!x

  Naruto então percebeu do que se tratava a discussão dos dois e gritou:
0
Comente!x

  — Minha nossa! O Kakashi chegou antes da meia-noite! Ele não se atrasou! Pessoal… É melhor nós irmos todos ao templo o quanto antes, porque este ano, com certeza, não será um ano simples.
0
Comente!x

  — Kakashi, você não é um amuleto de azar, não é? — Tsunade brincou entrando na conversa: — Não quero lidar com guerras ninjas este ano.
0
Comente!x

  Todos riram, e Sakura ainda mantinha um bico em seu rosto. O Hatake aproveitou-se da distração de todos, e beijou a bochecha dela sussurrando em seu ouvido:
0
Comente!x

  — Eu só quis tornar tudo isso inesquecível porque para mim, você é especial, Sakura.
0
Comente!x

  Ela o encarou ruborizada e lamentou a distância de seu rosto ao dele. Teve uma absurda vontade de o beijar, mas Ino surgiu lhe puxando pela mão para contar que Kiba estava interessado em chamar a Haruno para um encontro.
0
Comente!x

  Kakashi ficou ali ao lado dela, risonho, vendo Sakura iniciar agora uma discussão com a Ino sobre o quanto ela não estava interessada em encontros com ninguém, e como Ino estava agindo inconveniente tal qual o Naruto. E apesar de não ter certeza, a frase que Naruto deixou escapar ao descobrir que ele estava apaixonado por Sakura, fizera com que o Hatake se sentisse suficientemente seguro ao saber que, talvez, Sakura só não quisesse se encontrar com nenhum outro que não fosse ele.
0
Comente!x

  Naruto observando os dois, lado a lado, percebendo que Ino falava incessantemente na cabeça de Sakura, ficou pensativo se deveria ou não contar à rosada sobre o que havia descoberto.
0
Comente!x

  — Por que você tanto olha para aqueles três? — Hinata o perguntou, curiosa.
0
Comente!x

  — Eles se gostam, Hina. O Kakashi e a Sakura.
0
Comente!x

  — O quê? — A garota de cabelos azulados ruborizou, arregalando os olhos perolados que Naruto tanto amava.
0
Comente!x

  O loiro deu uma risadinha travessa ao notar a expressão de espanto da namorada.
0
Comente!x

  — Ora, por quê o espanto? Eles se aproximaram bastante nos últimos tempos.
0
Comente!x

  — Ma-mas, a Sakura é bem mais nova e além disso ele foi o sensei de vocês…
0
Comente!x

  Naruto ficou sério, um pouco decepcionado por Hinata pensar que aquelas questões fossem um problema.
0
Comente!x

  — E daí? Desde quando existem regras para sentir amor por alguém?
0
Comente!x

  — Na-Naruto… — Hina murmurou o nome dele envergonhada, e então tentou justificar: — É só que…
0
Comente!x

  — Você acha estranho e errado.
0
Comente!x

  — Não! Errado não! Mas… Você não acha… Desconfortável que o seu antigo sensei namore com a sua amiga de infância? Vocês eram alunos dele e…
0
Comente!x

  — Eu não tenho que achar nada desconfortável, Hina. Eles são adultos, e além do mais, fico feliz que a Saky esteja amando alguém que a corresponda. Por anos, ela amou sozinha, e foi amada também… Unilateralmente. — Naruto murmurou a última palavra, lembrando do que ele sentia pela amiga.
0
Comente!x

  Hinata se sentiu ainda mais constrangida pela maneira como Naruto parecia a repreender.
0
Comente!x

  — E como você soube disso?
0
Comente!x

  Embora confiasse na namorada, Naruto achou prudente não expor que aquela era uma verdade. Deixou subentendido como uma suposição sua, e então viu Hinata suspirar, talvez um pouco aliviada. Não entendeu a reação da parceira, porém achou melhor não perguntar nada. Sabia como o clã Hyuuga era tradicional, e o quanto Hinata foi a vida inteira moldada a ser, pensar e agir como seu pai achava certo. Naruto não via problema algum no amor entre seu antigo sensei e a amiga. A relação de aluna e professor não existia mais há anos, e eles eram pessoas livres, adultas, capazes de amar e merecedores de serem amados. Contudo, como conhecia bem seu velho sensei, ele também sabia que Kakashi não diria nada.
0
Comente!x

  Apesar do aparecimento dele e da troca de abraços e sentimentos através dos olhares entre ele e Sakura, que de longe foram notados por Naruto — talvez por todos — o loiro pensou que não havia ocorrido nenhuma confissão direta ali. Então, ele disse a Hinata que buscaria bebidas para eles e já ia ao encontro de Sakura, quando viu Kiba se aproximando da mulher. O ninja mais novo falou alguma coisa, que levou Sakura a segui-lo.
0
Comente!x

  — Kiba? — Naruto pensou, e quando se deparou com Ino cheia de risinhos olhando os outros dois, falando sem parar ao lado de Sai, ele logo matou a charada — Ino, sua velha casamenteira!
0
Comente!x

  A reclamação do garoto foi escutada pela loira, que começou a gritar com ele:
0
Comente!x

  — O que é, Naruto!? Velha é a sua vó, seu moleque folgado!
0
Comente!x

  — Tá, tá! Hey, Sai, cale a boca dessa sua namorada que só faz besteira!
0
Comente!x

  — Aaarrrgh! Naruto! — A loira começou a gritar, mas o Uzumaki deu de ombros, empurrando Kakashi, que nada entendia, para uma área mais isolada da varanda de Sakura.
0
Comente!x

  — Naruto, o que está fazendo?
0
Comente!x

  — Você vai lá contar para ela, ou eu conto? Deixa de ser burro, Kakashi! Para um homem experiente você é bem devagar, hein!?
0
Comente!x

  — Do que está falando, Naruto!? — Kakashi revirou os olhos, sabendo bem.
0
Comente!x

  — O Kiba vai chamar a Sakura para sair!
0
Comente!x

  — E daí?
0
Comente!x

  — Como assim, e daí? Não é porque ela gosta de você que ela esteja disposta a alimentar um sentimento que só ela sente e acha impossível!
0
Comente!x

  Naruto nunca foi tão sábio aos olhos de Kakashi como naquele dia, mas não teve tempo de contestar o mais novo dizendo que não iria pressioná-la, ou sair falando do que está sentindo sem muita segurança, apenas porque outros homens estão interessados nela. Naruto o empurrou rumo ao caminho que Sakura e Kiba haviam seguido e encontraram Kiba voltando sozinho. Naruto gritava com Kakashi, dizendo que ele deveria ser menos solitário e devagar, e se calaram quando o Inuzuka passou por eles rindo para os dois atrapalhados.
0
Comente!x

  — Ele não está com cara de quem vai sair com ela. — Kakashi murmurou de modo desafiador para Naruto.
0
Comente!x

  — Você vai esperar ficar com todas as rugas possíveis nesse rosto até confessar para ela? Quando isso acontecer, aí que não precisa mesmo tirar essa máscara!
0
Comente!x

  — Deixa de ser idiota, Naruto! — Kakashi riu. — Que história é essa de rugas?
0
Comente!x

  — Dizem que você é muito bonito embaixo da máscara, mas daí esperar ter 87 anos para falar com ela é autoconfiança demais até pra você, Kakashi!
0
Comente!x

  Naruto estava emburrado de braços cruzados e Sakura se aproximava suspirosa e de cabeça baixa, mas quando viu os dois, ela se empertigou e sorriu amena chegando mais perto.
0
Comente!x

  — O que fazem aqui? Não me digam que estavam me espiando?
0
Comente!x

  — O Naruto estava.
0
Comente!x

  — Na verdade, o Kakashi quer te contar uma coisa!
0
Comente!x

  O grisalho olhou para o amigo de forma cortante. Sakura estava na expectativa, e Naruto sorria.
0
Comente!x

  — Ah… Tá… Bem, vou deixar vocês a sós, então! — Naruto falou, de forma irritada, ao perceber o olhar do mais velho. — Um homem velho desses e está tímido com a minha presença!
0
Comente!x

  E se distanciou um pouco levantando as mãos aos céus, rabugento.
0
Comente!x

  — Do que ele está falando, Kashi?
0
Comente!x

  — Ah, nada… O Naruto está um pouco bêbado e…
0
Comente!x

  — Hey, Kakashi! — gritou um clone do loiro um pouco mais perto de onde eles estavam: — Eu estou ouvindo tudo!
0
Comente!x

  Kakashi lançou uma kunai no clone que desapareceu, e Sakura riu de modo discreto, embora estivesse confusa.
0
Comente!x

  — O que você tem para me contar? Naruto não é de desistir, seja lá o que for.
0
Comente!x

  O Hatake suspirou e então com os dois dedos em sua própria testa, e braços cruzados, ele ficou em silêncio por um tempo.
0
Comente!x

  — Eu só queria te agradecer por ser tão carinhosa comigo. Quero dizer… Eu me senti alguém realmente esperado essa noite e…
0
Comente!x

  — Que enrolação! O Kakashi-sensei está apai… — A voz de Naruto atrás do mais velho os surpreendeu.
0
Comente!x

  E tudo aconteceu rápido demais.
0
Comente!x

  Naruto estava prestes a dizer a palavra que o mais velho ainda não queria dizer, e o rubor que subiu no rosto do ninja foi imediato, embora a máscara não permitisse que Sakura visse.
0
Comente!x

  A rosada olhava para o amigo ninja de modo surpreso por ele não ser notado chegando pelo ninja mais velho, mas ainda mais por expectativa: estava cada vez mais curiosa para ouvir o que Naruto revelaria. E em um piscar dos seus olhos cor de esmeralda, ela sentiu uma mão de Kakashi em sua nuca, e ao encará-lo de novo, não pôde perceber com calma aquele rosto, porque seus lábios estavam grudados de forma emergencial. E foi beijando a Sakura, que Kakashi calou Naruto, que deu sua risadinha maquiavélica atrás dos dois.
0
Comente!x

  Quando o casal separou-se do beijo, os olhos de Sakura estavam não só arregalados por surpresa devido a atitude do Hatake, mas também por ver aquele rosto tão lindo quanto inimaginável por ela, e rubro de vergonha. Já o olhar dele, era baixo, tímido.
0
Comente!x

  — Bem, agora você explique a ela porque beijar foi a melhor forma de me fazer não dizer que você gosta dela, Kakashi!
0
Comente!x

  Naruto riu e cruzou as duas mãos atrás da cabeça, caminhando assobiando para o retorno de onde todos estavam na casa. Não só o silêncio fez presença ali, mas também a neve, que começou a cair sobre os dois.
0
Comente!x

  — Er… Vamos…
0
Comente!x

  — Você gosta de mim? — A voz da Haruno era firme, mas as suas pernas tremiam como todo o seu corpo.
0
Comente!x

  —Olha Sakura… Eu não quero que você pense que…
0
Comente!x

  — Só me responde, Kashi! Esse beijo, você desejava ele?
0
Comente!x

  Kakashi suspirou e coçou a nuca soltando um muxoxo de vergonha.
0
Comente!x

  — Si-sim. Eu não sei se…
0
Comente!x

  Não precisava nada mais a ser dito para Sakura, e por isso, ela se lançou sobre o homem abraçando-o pelo pescoço e grudando novamente seus lábios. Eles se entregaram ao beijo, enquanto a neve caía sobre os dois, e os grilos do inverno cricrilavam. O frio que havia ao redor de Sakura e Kakashi, não era páreo para o quanto o coração dos dois se sentia aquecido. Sakura parecia uma flor desabrochada no meio de um inverno. E Kakashi era como o inverno sendo derretido pelo calor daquele amor que nascia, como uma fogueira pequena acesa em meio a um lago congelado.
0
Comente!x

Fim

  Notas finais: Eu não sei nem como me despedir de vocês. Sério! Essa foi a minha primeira fanfic de Naruto na vida, e certamente, foi uma experiência muito gostosa! Escrevi esse PLOT pensando inclusive num pós- Shougatsu, mas eu não vou prometer nada agora. Hehehe Eu quero agradecer a cada leitura, mesmo aquelas que estiveram por aqui como “leitoras fantasmas”. Obrigada a cada leitora e/ou leitor. ♥ Espero que possamos nos encontrar em breve, em mais fanfics minhas do universo Narutinho! ♥ E para não quebrar o costume: deixa aqui seu comentário sobre este final, por favor!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  Seus pés ágeis e silenciosos demais, não passaram despercebidos pelo Uchiha, mesmo sendo o Hatake, antigamente, um ninja especial ANBU.…" Read more »

Ah, então quer dizer que o bonito apareceu, humpf

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — Eu vim vê-la, Kakashi. — O moreno interrompeu o mais velho, deixando esclarecida a sua visita, e não deu…" Read more »

Oxe

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — O quê?!" Read more »

Exato, a reação que todos queríamos

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — Ver Sakura? E você esteve com ela? Ela sabe disso? Oras, Hatake! Dê toda a informação, não faça mistérios!…" Read more »

É, faz o serviço completo, po!

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — Ver Sakura? E você esteve com ela? Ela sabe disso? Oras, Hatake! Dê toda a informação, não faça mistérios!…" Read more »

Precisamos da fofoca completa

Ray Dias
Ray Dias
9 meses atrás

O tipo de coisa que a Tsunade diria se tivesse um sakê do lado hahaha

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — O que há entre você e a Sakura? Não me venha com a história de que ela é sua…" Read more »

Hummmmmmm adorei esse senso de possessividade pela sakurinha <3

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — Toda admiração pode tornar-se algo a mais, Hatake. Ela pode vê-lo como um herói, um mestre, e você a…" Read more »

Ouçam a rainha

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — Não insinuo. Percebo. Sakura mexe com você já há algum tempo, Hatake! — falou de forma rígida: — Mas…" Read more »

Os dois, né kkkkk se sentiu ameaçado

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  E agora mais aquela: Kakashi estava perturbado pela mulher que outrora foi apaixonada por seu aluno! O fato de Sasuke…" Read more »

Me gusta um triângulo amoroso entre esses três, hein? <3

Ray Dias
Ray Dias
9 meses atrás

Já notei que você gosta de um trisal né Nat? Mas será? Esses três em um triângulo é muita terapia envolvida!

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — Se bem que, você precisa de uma namorada para ter filhos, então... Precisamos arrumar uma namorada para você e…" Read more »

Hahahahaha! Amo a tapadisse do Naruto ao mesmo tempo que ele é mega inocente

Ray Dias
Ray Dias
9 meses atrás

Ah, o Naruto é o Naruto né ♥ Acho que você vai gostar muito dele nessa história.

Natashia Kitamura
Admin
9 meses atrás
  — A Sakura estava chorando por minha culpa? — Kakashi não só não entendeu, como também não acreditou que fosse…" Read more »

eita

Natashia Kitamura
Admin
8 meses atrás
  — Oras, Kakashi-sensei! Foi no Shougatsu que ela implorou ao Sasuke para ficar com ela, e ele mesmo assim a…" Read more »

Xablau! Toma essa

Natashia Kitamura
Admin
8 meses atrás
  Eram muitas as culpas de Kakashi, a mais recente, referia-se ao amor que vinha nutrindo pela garota que um dia…" Read more »

Ela vai pertencer a ela mesma e oferecer o amor dela para quem ela quiser. Se é você, só aceita, seu bobão

Natashia Kitamura
Admin
8 meses atrás
  — Para de pensar no Sasuke! Ele não é mais um menino, e fez a escolha dele! Você precisa enterrar…" Read more »

QUEEN! OUÇA A RAINHA!

Natashia Kitamura
Admin
8 meses atrás
  — Eu estou apaixonado pela minha ex-aluna, Tsunade. — Ressoou a voz de quem confessava um crime." Read more »

Você está apaixonado por uma mulher, po. Esquece o papo de aluna.

Ray Dias
Ray Dias
8 meses atrás

hahahaha Mas de certa forma eu entendo o complexo ético dele, sabe?

Natashia Kitamura
Admin
8 meses atrás
  — Eu estou apaixonado pela minha ex-aluna, Tsunade. — Ressoou a voz de quem confessava um crime." Read more »

Ps. E meu eu interior surtou por ele admitir? Surtou muito <3

Ray Dias
Ray Dias
8 meses atrás

Ai nossa, imagina a cena! Aquele DEUS Grisalho admitindo isso, enquanto está sentado na janela observando a vila, todo descolado como só ele é… AFF Pra me fazer rastejar mais que o Kakashi só mesmo o Itachi.

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  Como assim a Hokage lhe perguntava aquilo?" Read more »

Kakashi amarelão!!!

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  — A missão que eu dei àquele rebelde era estar aqui hoje. — A mais velha murmurou com irritação pela…" Read more »

Se não tá facil pra Sakura, imagina para nós, meros mortais…

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  Ao lado de fora, Sasuke estava espreitando há alguns metros de distância. Não poderia arriscar que sentissem seu chakra, e…" Read more »

Outro bundão. Mereço 🤦🏻‍♀️

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  — Então foi para isso que veio? Vê-la de longe? — Kakashi perguntou, atrás do moreno, que sorriu enviesado." Read more »

Hahahaha ala a reunião dos covardes

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  — Então foi para isso que veio? Vê-la de longe? — Kakashi perguntou, atrás do moreno, que sorriu enviesado." Read more »

O mínimo que espero de vocês dois é uma briga pela Sakura pq sim

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  — Sabe que eu não a levaria para minha vida miserável. Eu a terei comigo, quando eu puder oferecer a…" Read more »

A decisão deveria ser também dela, mas ok. Fique aí perdendo o seu tempo

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  — Você está apaixonado pela minha Sakura, Kakashi?" Read more »

HUMMMMMMMMM queria saber quem deixou você tomar posse da mana que ta lá sozinha na virada do ano novo, caraio kkkkkkk

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  — Eu não poderia estar em outro lugar, Saky." Read more »

♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás

Awww, fofura de fanfic! Adorei! Queria mais briga do Sasuke com o Kakashi porque eu gosto mesmo é de um fogo kkkkkk mas também amei muito a participação do Naruto com o tapado que é o mais esperto dentre todo mundo na história 😂 narutinho não decepciona nunca.

Ray Dias
Ray Dias
6 meses atrás

Nat ♥ Fico muito feliz que você gostou da história! Então, essa briga dos machos por ela não estava mesmo nos meus planos para essa fanfic. hehehe O Naruto nessa versão “sábio tapado” é o que eu mais gosto também! Vamos ver se em 2024 eu consigo trazer mais fanfics desse anime que eu amo TANTO.


You cannot copy content of this page

31
0
Would love your thoughts, please comment.x