Esta história pertence ao Projeto Adote Uma Songfic

Status

Loading

Avalie

Este texto não foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Temporada #018
Ideia #003

Mess
Jordan Fisher

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

Mess

“Can’t even focus now, all up in my ear, girl you need to settle down! You can’t play like that with all of these folks around… Girl, I know that look but no, none of that right now. No none of that right now!”

  Eu a observava diretamente enquanto ela ria, despreocupada, segurando a garrafa de vinho no balcão. A risada dela, gostosa e contagiante, ainda ecoava em meus ouvidos após ela ter subido no balcão. Parecia que ela sabia do efeito que tinha sobre mim, e não podia negar que a provocação estava lá.
0
Comente!x

   era irmã de Jimin, um dos meus melhores amigos e ex-colega de apartamento. Recentemente, ela se tornou minha colega de apartamento, já que Jimin se mudou há quinze dias para o apartamento de sua nova namorada. Eu a conhecia há muito tempo, embora não tivéssemos convivido muito de perto, devido à diferença de idade de seis anos. Não a via há pelo menos dois anos, pois ela estava morando e estudando fora. Agora, voltara para fazer uma pós-graduação, e a situação se encaixou perfeitamente: ela precisava de um apartamento perto do campus, e eu precisava de alguém para dividir as despesas. Era o acordo perfeito.
0
Comente!x

  No entanto, havia um problema. Agora, ela era uma mulher feita e, sem dúvida, linda, incrivelmente linda. Conforme os dias passavam, o desejo que sentia por só crescia. Ela parecia ciente do impacto que tinha sobre mim, e às vezes, brincava com isso, caminhando pela casa com roupas curtas e sensuais, lançando olhares profundos nos meus olhos. Era difícil ignorar a tensão que se formava entre nós, uma tensão que ameaçava a estabilidade da nossa relação e minha lealdade a Jimin.
0
Comente!x

  Eu a observava mais uma vez, hipnotizado, enquanto dançava sobre o balcão. Ela parecia estar se divertindo, os movimentos do corpo eram graciosos e sensuais, e eu não conseguia desviar meus olhos dela. A música pulsava no ambiente, e a atmosfera estava carregada de eletricidade.
0
Comente!x

  No entanto, o que aconteceu a seguir me pegou de surpresa. Um homem desconhecido se aproximou dela, passando as mãos pelas pernas dela de maneira atrevida. Minha respiração se tornou mais pesada enquanto a raiva e a preocupação borbulhavam dentro de mim. pareceu surpresa com a investida do estranho, mas não demonstrou resistência imediata.
0
Comente!x

  Sem pensar duas vezes, movi-me rapidamente em direção ao balcão e a tirei de cima dele, encarando o intruso com firmeza. Meus olhos encontraram os dele, e o silêncio tenso se abateu sobre nós. parecia surpresa e um pouco chocada com minha ação, mas eu não podia deixar que um desconhecido desrespeitasse a sua intimidade daquela maneira. Nossos olhares se mantiveram fixos, e eu estava determinado a protegê-la, custasse o que custasse.
0
Comente!x

  Com firmeza, coloquei no chão, minhas mãos segurando sua cintura com determinação. Nossos olhares se encontraram, e o ar ao nosso redor parecia eletrificado. Ela me olhou intensamente, com um sorriso provocativo brincando em seus lábios.
0
Comente!x

   sabia o que estava fazendo, e não havia como negar a tensão palpável entre nós naquele momento. Nossos olhos se encontraram em um jogo de desejo e atração, e o silêncio entre nós estava repleto de palavras não ditas. Eu a encarava intensamente, a preocupação misturada com a atração enquanto tentávamos decifrar nossos sentimentos naquele momento carregado de emoção.
0
Comente!x

  - Está com ciúmes? – perguntou com um sussurro sensual, seus lábios roçando meu ouvido enviando arrepios pela minha espinha –
0
Comente!x

  A provocação em sua voz só aumentou a tensão no ar. Eu me senti pego de surpresa, mas não podia entregar meus sentimentos.
0
Comente!x

  - Não sei do que você está falando! – respondi, tentando manter minha voz firme, apesar de toda a atração queimando dentro de mim –
0
Comente!x

  Ela riu, uma risada que parecia um convite.
0
Comente!x

  - Então, por que você me tirou do balcão? – ela continuou a provocação, seus olhos fixos nos meus –
0
Comente!x

  - Para ajudar você a não ter que lidar com esses abutres! Aliás, eu estou indo para casa, você quer uma carona ou vai ficar mais?
0
Comente!x

   parecia satisfeita com minha resposta, e seu sorriso provocativo se alargou.
0
Comente!x

  - Você é um verdadeiro cavalheiro, não é Namjoon? E eu aprecio isso… – ela deu um passo mais perto de mim, seus olhos mantendo um contato intenso com os meus –
0
Comente!x

  Eu estava ciente de que a noite estava apenas começando e que as coisas estavam esquentando entre nós. A tensão que pairava no ar era palpável, e eu me sentia cada vez mais atraído por ela!
0
Comente!x

  - Vou aceitar sua carona, as garotas parecem todas ocupadas beijando na boca e você e o Jimin provavelmente não vão me deixar flertar, então vamos embora!
0
Comente!x

***

“Oh, yeah, anytime, any place, you be all in my face, you don’t care! Girl, you think it’s a game cause I can’t do a thing… It ain’t fair! No, it ain’t fair! Doesn’t matter what I say… You do what you want anyway!”

  À medida que saímos da festa e caminhávamos em direção ao carro, a tensão só aumentava, e eu tentava desesperadamente colocar meus pensamentos em ordem. No entanto, parecia determinada a não me dar um momento de paz.
0
Comente!x

  Dentro do carro, ela começou a provocar de maneira sutil e irresistível. Seus dedos roçaram minha coxa, subindo lentamente enquanto seu olhar fixo no meu me consumia. Ela inclinou-se na minha direção, seus lábios quase tocando os meus, mas não se atrevendo a selar o beijo.
0
Comente!x

  Cada toque, cada olhar, era uma tortura deliciosa que me deixava ansiando por mais. Minha respiração ficava irregular à medida que o desejo tomava conta de mim, e a estrada à nossa frente parecia uma eternidade, enquanto a tensão sexual aumentava a cada segundo. sabia exatamente o que estava fazendo, e eu não sabia se conseguiria resistir à sua provocação silenciosa.
0
Comente!x

  , depois de uma série de provocação sutil e intensa no carro, parou subitamente, como se decidisse dar uma pausa na tensão que havia construído entre nós. Ela pegou o celular e começou a mexer nele, desviando sua atenção do jogo de sedução que havíamos estado envolvidos até aquele momento.
0
Comente!x

  O restante do caminho até o apartamento deles foi preenchido com um silêncio desconfortável. O que antes havia sido uma atmosfera eletrizada agora parecia esfriar rapidamente, e a incerteza se instalou. Eu me perguntava se o momento de paixão que havíamos compartilhado seria esquecido ou se o que estava por vir apenas intensificaria a complexidade de nossos sentimentos.
0
Comente!x

   estava absorta em seu celular, e o silêncio pairava entre nós enquanto chegávamos em casa. As palavras não eram necessárias; o ar estava carregado com tudo o que não havíamos dito. O que aconteceria a seguir permanecia um enigma, e nossos sentimentos estavam à mercê dos acontecimentos que viriam quando chegássemos ao apartamento.
0
Comente!x

***

“You like to mess with me, sending all them pictures! You like to mess with me! Don’t know how you do it… You stay finessing me. Touch me just a little, and now you’re reckless, see? You like to mess with me!”

  Assim que a porta foi fechada atrás de mim eu perguntei:
0
Comente!x

  - Você está com fome? – umedeci os lábios e, em seguida, se virou para me encarar com um olhar carregado de insinuações –
0
Comente!x

  - Sempre estou com fome, Namjoon… – ela respondeu, seu tom de voz carregado de um duplo sentido bem explícito que me deixou sem fôlego – E você, do que está com fome?
0
Comente!x

   se aproximou de mim, sua proximidade era quase insuportável, e eu não conseguia evitar o desejo que ardia dentro de mim. A tensão que havia diminuído momentaneamente no carro voltou com força total, e eu sabia que não seria capaz de resistir por muito tempo.
0
Comente!x

  Sem mais conseguir conter o desejo que nos envolvia, nossos lábios finalmente se encontraram em um beijo impulsivo e ardente. Era como se o momento de paixão que havíamos compartilhado anteriormente no carro estivesse apenas esperando para ser liberado.
0
Comente!x

  O beijo era cheio de desejo, como se nossas bocas se encaixassem perfeitamente, e todas as palavras não ditas e a tensão acumulada fossem expressas naquele momento. As mãos de exploravam meu corpo com urgência, e eu a segurava com firmeza, como se não pudesse deixá-la escapar. A paixão nos consumiu enquanto nos entregamos ao momento, e a incerteza que havia pairado entre nós deu lugar a um desejo incontrolável.
0
Comente!x

  O beijo ardente parecia uma promessa de algo mais profundo e intenso que estava por vir. Não conseguíamos nos desgrudar, como se o mundo à nossa volta desaparecesse, deixando apenas o calor do nosso desejo. Com mãos ansiosas, exploramos um ao outro, nosso toque enviando ondas de eletricidade por todo o corpo.
0
Comente!x

  Finalmente, quebramos o beijo com dificuldade, nossas respirações pesadas preenchendo o ar.  Nossos olhares se encontraram, e parecia que ambos sabíamos o que estava prestes a acontecer…
0
Comente!x

  Um momento de consciência invadiu minha mente, e eu disse, com um sussurro entrecortado:
0
Comente!x

  - Nós não podemos fazer isso…
0
Comente!x

  Mas , com um olhar desafiador e um sorriso travesso, provocou-me ainda mais, seus dedos traçando um caminho provocante em meu peito. Ela sussurrou:
0
Comente!x

  - Quem disse que não podemos, Namjoon?
0
Comente!x

  Sua provocação irresistível fez com que todas as minhas dúvidas desaparecessem. Com um desejo avassalador, nossos lábios se encontraram novamente em um beijo apaixonado, e nossos corpos continuaram a se aproximar enquanto caminhávamos para o quarto.
0
Comente!x

  Assim que adentramos o cômodo do meu quarto as mãos dela levantaram a blusa preta que eu usava e o beijo foi cortado para que ela pudesse voar para um canto qualquer e logo os lábios dela estavam em meu peito nu, distribuindo algumas lambidas e beijos por lá e uma onda de calor e excitação percorreu meu corpo.
0
Comente!x

  Cada lambida e beijo que ela distribuía em minha pele despertava uma torrente de sensações intensas. Meu coração batia descompassadamente, e a tensão sexual que havia sido construída ao longo da noite finalmente encontrava sua liberação. Cada toque dos lábios dela parecia uma promessa de paixão incontrolável, e eu me perdi nas sensações avassaladoras que estava despertando em mim.
0
Comente!x

  As mãos dela subiram por meu corpo até que seus braços envolveram meu pescoço e então nós voltamos a nos beijar. Com as mãos de percorrendo meu corpo, seus braços envolvendo meu pescoço, nós nos beijamos apaixonadamente mais uma vez. Era como se nossos lábios estivessem famintos um pelo outro, e o desejo incontrolável que compartilhávamos nos consumia completamente.
0
Comente!x

  Cada beijo era cheio de urgência e paixão, como se estivéssemos finalmente nos entregando ao fogo que queimava entre nós. Nossos corpos estavam unidos, e o quarto estava cheio do som dos nossos suspiros entrecortados e gemidos sussurrados. Estávamos entregues ao momento, sem restrições, prontos para explorar os desejos que haviam sido mantidos em segredo por tanto tempo.
0
Comente!x

  Com um suspiro, decidi interromper o beijo, descendo meus lábios pelo pescoço suave e perfumado de . Cada centímetro daquela pele parecia emitir um convite irresistível, e meu corpo vibrava com desejo ao sentir sua textura sob meus lábios.
0
Comente!x

  As mãos dela acariciavam meu cabelo enquanto eu explorava seu pescoço com beijos lentos e intensos. O calor entre nós aumentava a cada toque, e a atmosfera no quarto estava impregnada de uma eletricidade sensual. Cada respiração, cada gemido sutil, ecoava como uma melodia sedutora, indicando que estávamos prestes a transcender os limites da paixão.
0
Comente!x

   entregou-se completamente ao momento, e meus lábios continuaram a trilhar um caminho de desejo por sua pele, prometendo uma noite de intimidade e prazer. O quarto tornou-se o cenário de uma paixão incontrolável, onde os desejos mais profundos finalmente se manifestaram.
0
Comente!x

   suspirou suavemente enquanto meus lábios exploravam seu pescoço, e senti suas mãos acariciando delicadamente minha nuca. A proximidade entre nós era palpável, e a atmosfera carregada de desejo tornava cada toque mais intenso.
0
Comente!x

  À medida que meus lábios desciam pelo pescoço dela, minhas mãos exploravam lentamente suas curvas, traçando caminhos que aumentavam ainda mais a intensidade do momento. Cada toque era como uma promessa sussurrada, uma entrega mútua aos desejos que haviam sido mantidos em segredo por tanto tempo.
0
Comente!x

   e eu dançávamos na linha tênue entre a paixão e a ternura, nossos corpos respondendo ao chamado do desejo que nos consumia. O quarto era um santuário de sensações, onde o tempo parecia desacelerar, permitindo-nos explorar cada nuance do prazer que compartilhávamos naquele momento mágico.
0
Comente!x

  Encostei a testa na dela, nossos olhares intensos se encontrando em um silencioso entendimento. Um momento de conexão profunda que transcendeu as palavras. Minhas mãos, guiadas pelo desejo, começaram a despir com uma delicadeza meticulosa.
0
Comente!x

  Cada peça de roupa que caía era como uma barreira removida, revelando a beleza de sua pele macia. Nossos olhares permaneciam fixos, carregados de emoção, enquanto a antecipação do que estava por vir enchia o quarto. entregava-se ao toque suave das minhas mãos, e a cada movimento, a paixão entre nós aumentava. A delicadeza daquele momento tornava tudo mais intenso, criando uma atmosfera de intimidade e entrega mútua. Estávamos imersos na dança ardente do desejo, prontos para explorar os limites do prazer que nos aguardavam à nossa frente.
0
Comente!x

  Com agora completamente nua diante de mim, meus olhos percorreram seu corpo voluptuoso e cheio de curvas sem pudor. Cada detalhe, cada centímetro da sua pele, era uma obra de arte que me hipnotizava. A luz suave do quarto realçava suas formas, criando sombras que adicionavam uma dimensão extra à sua beleza.
0
Comente!x

   permanecia diante de mim com uma confiança sensual, seus olhos refletindo um misto de desejo e expectativa. O silêncio entre nós falava volumes, como se nossos corpos estivessem sintonizados em uma linguagem única de paixão e entrega.
0
Comente!x

  - Gosta do que vê?
0
Comente!x

  Ao ser questionado por se eu gostava do que via, eu respondi com um sorriso inebriado:
0
Comente!x

  - Gosto mais do que posso expressar…
0
Comente!x

  O brilho de desejo em seus olhos aumentou, e, à medida que nos entregávamos à paixão, compartilhei confidências que até então eram mantidas em segredo…
0
Comente!x

  - Você já foi a musa de muitas das minhas fantasias, ! Já imaginei esse momento inúmeras vezes, mas a realidade supera qualquer fantasia.
0
Comente!x

  Os labios de e os meus se reconectaram com uma paixão intensa, e a sensação de seu toque despertou uma resposta imediata em mim. Meu membro pulsava dentro da calça, ansioso pela liberdade que estava por vir.
0
Comente!x

  Minhas mãos continuaram a percorrer o corpo de , explorando cada curva com desejo crescente. Em um momento de pura luxúria, senti uma de suas mãos desabotoando meu jeans, sua palma pressionando meu membro que endureceu ainda mais sob seu toque habilidoso.
0
Comente!x

   e eu mantivemos nossos lábios apenas encostados enquanto respirávamos com força, a tensão e a antecipação aumentando a cada segundo. Com a ajuda das minhas mãos, ela abaixou minha calça e cueca, e eu sabia que naquele momento não havia mais retorno.
0
Comente!x

  O ar estava carregado com a eletricidade da paixão, e a atmosfera no quarto era uma mistura de desejo e entrega. Nossos olhares se encontraram, como se buscássemos aprovação e confirmação do que estava prestes a acontecer. O silêncio era interrompido apenas pelo som ofegante de nossas respirações entrecortadas.
0
Comente!x

  Nossos lábios se uniram novamente em um beijo faminto enquanto eu a deitava suavemente sobre a cama. A sensação do toque de sua pele contra a minha era eletrizante, e a paixão entre nós crescia a cada segundo.
0
Comente!x

  A cama se tornou o palco onde nossos corpos se entrelaçavam, dançando na sinfonia da paixão que ecoava no ar. Minha língua traçou um caminho provocante até um dos seios de , onde o mamilo intumescido aguardava ansiosamente. Com um toque deliberado, passei a língua em movimentos circulares, provocando suspiros arrebatadores daquele cenário de desejo.
0
Comente!x

  , ofegante e entregue ao prazer, respondia com movimentos sutis do corpo, intensificando a conexão íntima que compartilhávamos naquele instante. A cama era o testemunho silencioso de nossa entrega mútua, e a paixão que ardia entre nós prometia uma noite repleta de êxtase e intimidade. Quando eu abocanhei seu seio, as unhas dela cravaram minhas costas, subindo e descendo, o ritmo ascendente e descendente de suas carícias adicionava uma nota de urgência à nossa dança apaixonada.
0
Comente!x

   e eu estávamos imersos em um êxtase mútuo, onde os limites do prazer eram desafiados a cada toque e gemidos. Nossos olhares se cruzaram brevemente numa troca de cumplicidade e desejo, antes que meus lábios se movessem para abocanhar seu outro seio. O gemido sutil que escapou dos lábios de era uma sinfonia de prazer, e suas mãos continuavam a percorrer meu corpo com uma intensidade crescente.
0
Comente!x

  Meus lábios seguiram beijando sua barriga e parte interna das coxas até que eu cheguei aonde mais desejava… minha boca salivou intensamente quando a vi abrir ainda mais as pernas me dando uma visão completa de sua intimidade. Com os olhos fechados e minhas mãos lhe apertando as coxas com força eu passei minha língua faminta por toda a extensão de sua intimidade, molhando-a ainda mais.
0
Comente!x

  Enquanto eu explorava cada centímetro com desejo, sussurrei provocativamente:
0
Comente!x

  - Parece que você já estava ansiosa por isso, não é? Quanto mais molhada você fica, mais eu me perco em você…
0
Comente!x

  , entregue ao prazer, reagiu com suspiros e movimentos que denunciavam a intensidade do êxtase compartilhado naquele momento. A provocação acrescentava uma camada a mais de excitação à nossa dança sensual, elevando a paixão que ardia entre nós.
0
Comente!x

  Os gemidos de prazer ecoavam no quarto enquanto eu continuava a explorar cada canto da intimidade de . Minha língua, faminta e determinada, continuava a provoca-la. se entregava completamente, suas mãos apertando os lençóis enquanto o calor do desejo se intensificava. Cada movimento, cada toque, era uma sinfonia de prazer que nos consumia.
0
Comente!x

  A respiração ofegante, os suspiros entrecortados, anunciavam que ela estava à beira do clímax. Seus gemidos se tornaram mais agudos, e seu corpo tremia em êxtase. Eu continuei a proporcionar prazer, guiando-a suavemente pelo clímax, enquanto me deleitava com a visão e os sons da sua satisfação.
0
Comente!x

  , envolta em sensações intensas, experimentava o ápice do prazer, e o quarto era preenchido com a doce melodia dos suspiros que escapavam de seus lábios. O momento era dela, uma celebração da entrega ao desejo que compartilhávamos naquele instante mágico.
0
Comente!x

  Enquanto se recuperava da intensidade do orgasmo, eu aproveitei o momento para me levantar e pegar um preservativo na gaveta próxima à cama. O quarto estava impregnado com a atmosfera da paixão compartilhada, e a expectativa do que viria a seguir pairava no ar.
0
Comente!x

  Ao retornar para a cama, deslizei o preservativo com habilidade, mantendo o contato visual com . Seus olhos, ainda nublados pelo prazer recente, encontraram os meus, comunicando uma mistura de desejo e ansiedade.
0
Comente!x

  - Eu não consigo e nem quero mais esperar … – murmurei, revelando a urgência crescente que ambos compartilhávamos –
0
Comente!x

   assentiu levemente, seus lábios entreabertos em antecipação. Os olhares intensos entre nós eram como uma promessa silenciosa de paixão e entrega. Com a urgência palpável, minhas mãos encontraram o caminho até o corpo de , explorando suas curvas com um toque cheio de desejo.
0
Comente!x

  Enquanto nossos lábios se encontravam em um beijo apaixonado, a conexão física entre nós se aprofundava. A suavidade de sua pele, os suspiros compartilhados, tudo era um prelúdio para o ápice da nossa paixão.
0
Comente!x

  Com cuidado e desejo, guiei-me para estar completamente conectado a . O quarto se transformou em um santuário de intimidade, onde os corpos se uniam em uma dança ardente de prazer. Cada movimento era uma expressão do amor carnal que compartilhávamos, e o êxtase que se aproximava prometia transcender os limites do desejo.
0
Comente!x

   e eu nos entregamos ao momento, perdidos na sinfonia do prazer que crescia entre nós. O quarto testemunhava a fusão de nossos corpos, criando uma memória íntima que ecoaria em nossas mentes por muito tempo.
0
Comente!x

  Num sussurro carregado de desejo, murmurei:
0
Comente!x

  - Você é incrível…
0
Comente!x

  , entre suspiros, respondeu:
0
Comente!x

  - Não consigo acreditar que estamos fazendo isso… é tão intenso!
0
Comente!x

  Cada palavra trocada entre nós era um eco da paixão que compartilhávamos naquele momento. Os gemidos e suspiros se misturavam, criando uma sinfonia única de prazer e entrega. O diálogo, ainda que sutil, aprofundava a conexão entre nós, tornando o ato ainda mais íntimo e especial. O quarto, agora, era palco de uma troca de palavras que complementava a dança ardente dos nossos corpos.
0
Comente!x

  Enquanto me movia em uníssono com , nossos lábios se encontraram em beijos famintos, cada toque uma expressão do amor carnal que queimava entre nós. O calor do momento se intensificava a cada movimento, e o quarto se transformava em um santuário de prazer.
0
Comente!x

  , entre gemidos e suspiros, murmurou:
0
Comente!x

  Não consigo mais segurar… é tão bom…
0
Comente!x

  Cada palavra dela era como uma nota na melodia do êxtase que se aproximava. Nossos corpos, em uma dança frenética, alcançaram o ápice do prazer juntos. O clímax, uma explosão de sensações intensas, nos envolveu, e o quarto foi preenchido com os gemidos compartilhados da realização mútua.
0
Comente!x

   e eu, entregues à paixão que nos unia, compartilhamos um momento de êxtase que ficaria gravado em nossas memórias, uma lembrança íntima e especial da conexão intensa que tínhamos construído naquela noite.
0
Comente!x

***

“Oh, yeah! Anytime, any place, you be all in my face, you don’t care! Girl, you think it’s a game cause I can’t do a thing, it ain’t fair! No, it ain’t fair! Doesn’t matter what I say, you do what you want anyway…”

  Na manhã seguinte, a atmosfera na cozinha era carregada de uma mistura de constrangimento e curiosidade. Nos encaramos por um momento, nossos olhares carregados de memórias da noite anterior.
0
Comente!x

  Com um suspiro, murmurei:
0
Comente!x

  - Aquilo não deveria ter acontecido,
0
Comente!x

  Ela, com um sorriso travesso brincando nos lábios, respondeu:
0
Comente!x

  - Oh, Namjoon, relaxa! Foi só uma noite divertida!
0
Comente!x

   provocou, dando uma risadinha que ecoou pela cozinha, e continuou:
0
Comente!x

  - A menos que você não tenha achado divertido…
0
Comente!x

  O clima tenso se dissipou um pouco com a risada dela, mas a tensão ainda pairava no ar enquanto nos encarávamos. se aproximou de mim enquanto eu dava alguns passos para trás, até que meu corpo caiu no sofá. Ela se alinhou entremeio as minhas pernas e então entrelaçou as mãos em meus cabelos, puxando-os com certa força, me fazendo encará-la:
0
Comente!x

  - Namjoon, relaxa! – ela provocou, seu sorriso travesso se transformando em uma expressão mais séria – Foi uma noite incrível, não foi?
0
Comente!x

  A tensão ainda pairava no ar, mas a provocação de estava surtindo efeito. Meu coração acelerou enquanto ela se aproximava mais, seus lábios a milímetros dos meus.
0
Comente!x

  - Você realmente não se divertiu?- ela murmurou, desafiadora –
0
Comente!x

  Sem dar tempo para eu responder, selou seus lábios aos meus em um beijo impulsivo, rompendo qualquer resistência que ainda pudesse existir. O calor da paixão queimava naquele beijo, e a tensão se transformava em desejo. Estávamos prestes a embarcar em um novo capítulo, onde as fronteiras entre nós se tornavam mais difíceis de distinguir.
0
Comente!x

  O beijo se desfez lentamente, deixando um rastro de desejo entre nós. , com um sorriso malicioso nos lábios, afastou-se, quebrando a proximidade íntima.
0
Comente!x

  - O café da manhã está pronto. Eu já estava indo para a faculdade, então nos vemos à noite, certo? – ela disse, mantendo um ar de casualidade –
0
Comente!x

  Eu, ainda atordoado pelo beijo, apenas assenti, observando-a se afastar em direção à porta. A tensão persistia, mas agora estava misturada com a promessa de um reencontro à noite. Enquanto ela deixava o apartamento, eu me perguntava como aquele novo capítulo de nossa relação se desdobraria.
0
Comente!x

***

“We got the movie on, underneath the blanket, you’re way too comfortable. Girl, your mama here! Wish you would leave me ‘lone… Tryna power down, you tryna turn me on, you tryna turn me on…”

  A noite chegou com sua mãe, e a atmosfera se encheu de calor familiar. Eu a conhecia desde muito pequeno e sabia que ela tinha muito carinho por mim!
0
Comente!x

  - Oi, Namjoon! – cumprimentou-me ela, com um sorriso afetuoso – Como você está querido?
0
Comente!x

  - Está tudo bem, obrigado! É sempre bom vê-la por aqui… – respondi, tentando parecer descontraído enquanto ela me abraçava e depositava um beijo em minha bochecha –
0
Comente!x

  , aproveitando o momento para ir tomar um banho, deixou sua mãe e eu na sala. Enquanto ela se afastava, sua mãe começou a preparar o jantar, mantendo uma conversa leve.
0
Comente!x

  - Como tem sido para vocês dois dividirem o apartamento? – perguntou ela, enquanto pegava as panelas dentro do armário –
0
Comente!x

  - Tem sido ótimo, estamos nos adaptando bem… – respondi depois de raspar a garganta, tentando não revelar muito sobre a intensidade da nossa convivência –
0
Comente!x

  A conversa fluiu de forma amigável entre nós dois, até que saiu do banho já vestida em seu baby doll. Ela se aproximou do sofá, olhando para mim com um sorriso travesso nos lábios.
0
Comente!x

  - Vamos assistir a um filme? – sugeri, tentando mudar um pouco o foco da situação –
0
Comente!x

   concordou e se sentou ao meu lado no sofá, sob as cobertas. Escolhemos um filme, e a sala se encheu do som da narrativa enquanto nos acomodamos.
0
Comente!x

  Alguns segundos depois senti uma das mãos de subir delicadamente por minha coxa, e rapidamente ela já estava em minha virilha, repousada lá. Encarei enquanto engolia seco, e ela permanecia encarando a TV como se nada estivesse acontecendo. Quando ela apertou o local com força e desceu outra vez a mão pela minha coxa eu segurei a mão dela.
0
Comente!x

  Sussurrei em seu ouvido:
0
Comente!x

  - , sua mãe está lá na cozinha. Pare com isso!
0
Comente!x

   olhou-me com um sorriso travesso nos lábios, como se desafiasse a situação. A tensão entre nós crescia, misturando-se com a expectativa do que poderia acontecer quando finalmente estivéssemos a sós novamente.
0
Comente!x

  Assim que soltei sua mão, voltou a apertar minha coxa com força, cravando as unhas nela me fazendo tensionar os músculos. A mão dela subiu até alcançar meu membro e então ela o acariciou sobre o tecido da calça de moletom que eu usava. Fechei meus olhos.
0
Comente!x

  Num sussurro carregado de provocação, inclinou-se na minha direção, seus lábios roçando meu ouvido:
0
Comente!x

  - Vai me dizer que não gosta disso? A adrenalina, a provocação… é tão excitante, Namjoon!
0
Comente!x

  Aquelas palavras, sussurradas com uma mistura irresistível de ousadia e malícia, aumentaram ainda mais a tensão no ar. Eu, porém, sabia que precisava manter a compostura diante da presença da mãe dela na cozinha.
0
Comente!x

   continuava a testar os meus limites me acariciando lentamente, mas eu fazia o possível para manter a calma e não ceder à tentação na frente da mãe dela. Até que a mãe dela nos informou que o jantar estava pronto e eu retirei a mão dela de mim, com firmeza, segurando-a pelo pulso.
0
Comente!x

  A voz da senhora Park ecoou lá da cozinha informando que o jantar estava pronto, e eu segurei a mão de com firmeza. Mesmo diante da firmeza com que segurei seu pulso, manteve um sorriso inocente nos lábios, como se estivesse completamente alheia à tensão que havia se desenrolado debaixo dos cobertores. Levantou-se graciosamente, seguindo em direção à cozinha atrás da mãe.
0
Comente!x

  Enquanto elas conversavam na cozinha, aproveitei a oportunidade para me retirar e ir até o banheiro. Fechei a porta atrás de mim, respirando fundo para acalmar os ânimos. A tensão acumulada durante o jantar ainda pulsava em minhas veias, e eu sabia que precisava de um momento para recobrar o controle antes de encarar as duas na mesa do jantar.
0
Comente!x

  O jantar transcorreu com uma mistura de disfarces e provocações, mas a senhora Park continuava alheia a situação toda. Assim que a refeição chegou ao fim, ofereci-me para ajudar a limpar a mesa, buscando uma desculpa para me afastar da situação carregada. , no entanto, não perdia a oportunidade de lançar olhares sugestivos, mantendo a chama da tensão entre nós acesa.
0
Comente!x

  À medida que nos aproximávamos do final da noite, a expectativa do que poderia acontecer quando finalmente ficássemos sozinhos novamente crescia. Eu me perguntava se conseguiria manter sua provocação até o momento certo ou se cederíamos à intensidade do desejo que se acumulava entre nós.
0
Comente!x

  Após o jantar tenso, decidi ocupar-me lavando a louça, buscando uma breve pausa para acalmar os ânimos. Enquanto eu me dedicava às tarefas na cozinha, e sua mãe conversavam na sala, alheias à tensão que persistia.
0
Comente!x

  Ao concluir as tarefas, despedi-me das duas, expressando agradecimento à senhora Park pelo jantar. Alegando uma enxaqueca, retirei-me para o quarto, buscando um refúgio para a agitação que se instalara. Enquanto a senhora Park se preparava para partir, também anunciou sua retirada, encerrando o dia repleto de provocações e expectativas.
0
Comente!x

  No silêncio do quarto, mergulhei em meus próprios pensamentos, aguardando o desdobrar dos acontecimentos e o próximo capítulo dessa trama que se desenrolava entre nós.
0
Comente!x

***

“You like to mess with me, sending all them pictures! You like to mess with me! Don’t know how you do it… You stay finessing me. Touch me just a little, and now you’re reckless, see? You like to mess with me!”

  Na última semana, os nossos horários pareciam conspirar contra nós. O tempo escasso tornou raras as oportunidades de nos encontrarmos. Essa falta de contato, paradoxalmente, trouxe um certo alívio. As tensões que pairavam no ar diminuíram, permitindo uma pausa na dança intensa que compartilhávamos.
0
Comente!x

  Os dias se desenrolaram em uma rotina que, de certa forma, serviu como um respiro para os sentimentos que se misturavam entre nós. A ausência física trouxe um novo matiz aos nossos pensamentos e emoções, e cada momento longe um do outro era como uma contagem regressiva para o próximo encontro.
0
Comente!x

  Essa semana foi marcada pela dança sutil da antecipação, onde a distância física apenas alimentou o fogo do desejo. As palavras não ditas e os gestos suspensos ganharam espaço em nossas mentes, preparando o terreno para um próximo encontro que prometia ser carregado de intensidade e expectativas.
0
Comente!x

  Ao chegar em casa, decidi me aventurar na cozinha para preparar o jantar. Enquanto os ingredientes se misturavam na panela, meu telefone notificou a chegada de mensagens. Ao verificar, fui surpreendido por fotos provocativas de , uma provocação visual que incendiou o ambiente.
0
Comente!x

  Na mensagem dizia: “Estou na casa da minha mãe, organizando algumas coisas no meu antigo quarto… Acabei de sair do banho e olha o que achei? Não é a sua cor favorita?”
0
Comente!x

  As imagens provocantes de adicionaram um toque ardente à minha noite. Enquanto mexia a panela, minha mente divagava para as promessas silenciosas contidas naqueles registros sensuais. A mensagem dela reacendeu a chama da antecipação em meu corpo.
0
Comente!x

  Em meio aos pensamentos excitantes, minha mente flutuou para a lembrança da noite que compartilhamos. Cada toque, cada suspiro, estava gravado em minha memória, uma experiência que transcendia a mera paixão física. No entanto, a realidade insistia em bater à porta, lembrando-me da complexidade da situação.
0
Comente!x

  Ela era muito mais nova, a irmã do meu melhor amigo. Essa revelação provocou uma resistência dentro de mim, um lembrete constante dos limites e das consequências. A atração era inegável, mas eu precisava ser cauteloso, considerando não apenas os desejos momentâneos, mas também o impacto a longo prazo em nossas vidas e relacionamentos. Afastei os pensamentos tentadores, mantendo-me firme na minha decisão de resistir às tentações proibidas.
0
Comente!x

  A chegada de uma nova mensagem de trouxe consigo uma nova onda de antecipação. Ao abrir a imagem, me deparei com outra provocação visual, uma que deixou claro que ela sabia exatamente como atiçar as chamas do meu desejo.
0
Comente!x

  A mensagem sugeria: “Estava pensando em usar essa lingerie só para que você tivesse o prazer de tirá-la de mim… O que acha?”
0
Comente!x

  Os pensamentos se agitaram diante da insinuação tentadora. Por um momento, a tentação sussurrou em meu ouvido, alimentando os desejos latentes. No entanto, a voz da razão falou mais alto, lembrando-me das complicações que envolviam nossa situação. A resistência continuava a ser minha aliada, e mesmo diante das provocativas sugestões de , mantive-me firme na decisão de manter a distância necessária para proteger não apenas nossa relação, mas também os laços que compartilhávamos com outras pessoas importantes em nossas vidas.
0
Comente!x

  Respondi a provocação de com uma firmeza renovada: , não podemos seguir por esse caminho… É melhor mantermos uma distância saudável. Não podemos nos envolver mais. Entenda isso!”
0
Comente!x

  Depois de lidar com as tentações visuais de , optei por jantar sozinho na tranquila sala de estar. A refeição foi um momento de recolhimento, uma pausa necessária para refletir sobre as decisões que precisavam ser tomadas.
0
Comente!x

  Após o jantar, encaminhei-me para o banheiro, permitindo que a água quente do chuveiro acalmasse os pensamentos tumultuados. A sensação reconfortante da água escorrendo sobre minha pele era uma espécie de purificação mental, uma forma de deixar para trás as tentações que surgiram durante a noite.
0
Comente!x

  Após o banho, vesti apenas uma bermuda e me acomodei no sofá, um livro nas mãos. A tranquilidade da sala, iluminada apenas pela luz suave da luminária, proporcionava o ambiente perfeito para a leitura. Cada palavra impressa nas páginas era uma fuga temporária das complexidades da vida e dos desejos que teimavam em se manifestar.
0
Comente!x

  Pouco a pouco, mergulhei nas páginas do livro, deixando que a narrativa me transportasse para um mundo distante. Era um refúgio necessário, uma maneira de encontrar clareza em meio à turbulência emocional que pairava sobre mim.
0
Comente!x

   adentrou a sala, surpreendendo-me enquanto eu estava concentrado na leitura, sem camisa e entregue às palavras do livro. Seus olhos capturaram a cena, e um sorriso travesso dançou em seus lábios ao perceber que havia capturado minha atenção.
0
Comente!x

  Num impulso, ela se aproximou, ficando de pé diante do sofá. Sua presença era magnética, e a proximidade despertou uma série de sensações. Antes que eu pudesse reagir, ela começou a despir suas roupas, cada peça caindo como uma provocação silenciosa.
0
Comente!x

  Com uma ousadia clara no tom de voz, ela falou:
0
Comente!x

  - Namjoon, você acha justo dizer que não podemos nos envolver enquanto espera por mim assim, todo sexy no sofá lendo um livro?
0
Comente!x

  Meus olhos ergueram-se do livro, encontrando os dela, carregados de desejo. Foi quando percebi que ela usava a lingerie preta, a mesma que havia mostrado nas fotos provocativas. A provocação visual causada por ela ali, agora em carne e osso era muito mais intensa, uma tentação que desafiava a resistência que eu havia reafirmado.
0
Comente!x

  A tensão no ar era palpável, e eu me debatia internamente entre a resistência que eu tanto tentava manter e a atração magnética que ela exercia sobre mim.
0
Comente!x

  Ela se aproximou ainda mais, o calor de seu corpo contrastando com a frieza do meu conflito interno. Sua voz, suave como um sussurro, continuava a desafiar a barreira que eu erguera.
0
Comente!x

  - Namjoon, resistir a isso é inútil! Não podemos ignorar o que sentimos!
0
Comente!x

  O olhar dela, carregado de intensidade, encontrou o meu, desafiando-me a ceder à irresistível conexão entre nós. A linha entre a razão e o desejo tornou-se tênue, e eu sabia que o próximo passo poderia redefinir o rumo de tudo.
0
Comente!x

  - Namjoon, por que resistir tanto? – provocou, seus olhos fixos nos meus, carregados de desejo – Vai continuar mentindo para si mesmo?
0
Comente!x

  A tensão no ar aumentava a cada palavra dela, e eu sentia as últimas barreiras da minha resistência desmoronando. Uma faísca de desejo ardente acendeu em meu peito, e eu não conseguia mais ignorar a atração que nos envolvia.
0
Comente!x

  - , isso é complicado… – tentei argumentar, mas ela se aproximou ainda mais, seus lábios a centímetros dos meus –
0
Comente!x

  - Complicado ou não, Namjoon, eu sei que você quer… E eu quero também!
0
Comente!x

  Não resisti mais! A atração era irresistível, e nossos lábios se encontraram em um beijo apaixonado, selando o destino que ambos ansiávamos secretamente.
0
Comente!x

  O beijo entre nós era como uma explosão de desejo contido, uma mistura ardente de paixão e anseio. O livro que eu segurava se tornou uma vítima da nossa urgência, sendo jogado descuidadamente para um canto do sofá.
0
Comente!x

   se moveu graciosamente para o meu colo, e eu a segurei com firmeza enquanto aprofundávamos o beijo. Nossos lábios dançavam em sincronia, explorando a fome que compartilhávamos. O calor do momento envolvia cada parte de nós, e a tensão acumulada se dissolvia em uma entrega apaixonada.
0
Comente!x

  As mãos de percorriam meu corpo, intensificando a conexão entre nós. Cada toque era uma chama que avivava o fogo que nos consumia. O mundo ao nosso redor desapareceu, e éramos apenas nós dois, entregues à paixão que finalmente se libertava.
0
Comente!x

  O beijo ardente entre nós continuava a nos consumir, cada vez mais profundo e intenso. O sofá se tornou o palco onde a paixão se desdobrava, e eu, sem hesitar, a deitei suavemente, nossos olhares ardentes comunicando desejos que haviam sido guardados outra vez.
0
Comente!x

  , agora deitada no sofá, passava as mãos pelo meu abdome, explorando cada curva com um toque cheio de fascinação. Seus dedos traçavam caminhos sedutores, enquanto ela expressava em palavras o que os olhares já denunciavam:
0
Comente!x

  - Namjoon, você sabe o quanto é atraente? Sempre desejei isso entre nós… – sussurrou ela, sua voz carregada de desejo –
0
Comente!x

  Cedi à irresistível atração entre nós, deixando que o desejo finalmente guiasse minhas ações. Seus lábios nos meus eram como um convite, e nossos corpos se entrelaçaram no sofá, dançando uma dança íntima e apaixonada.
0
Comente!x

  - Não sei por que resisti tanto tempo… – murmurei, entregando-me ao calor do momento – Sempre soube que havia algo especial entre nós.
0
Comente!x

  Sua risada suave ecoou no ambiente, misturando-se aos suspiros compartilhados. A chama que nos consumia não conhecia mais barreiras, e cada toque, cada beijo, era uma expressão de uma paixão que se desvelava com intensidade.
0
Comente!x

  O calor da paixão envolvia cada palavra e gesto, e a sutil tensão que existia entre nós se desfez completamente. Nossos diálogos eram sussurros carregados de desejo e confissões há muito guardadas.
0
Comente!x

  - Namjoon, você não faz ideia de quanto esperei por isso… – confessou ela, os olhos refletindo um misto de emoções – Por você finalmente cedendo ao que sente por mim! Você tem que parar de fugir de nós!
0
Comente!x

  - , eu… não posso mais resistir a isso… – admiti, entregando-me à sinceridade do momento – Sempre soube que éramos inevitáveis!
0
Comente!x

  Ela sorriu, um sorriso cheio de promessas e anseios realizados. Os beijos se tornaram mais urgentes, as carícias mais intensas, e a barreira que antes existia agora era apenas uma lembrança distante.
0
Comente!x

  O sofá se tornou o testemunho silencioso da nossa rendição ao desejo, e cada instante compartilhado era uma confirmação de que, dali para frente, não haveria mais tentativas de resistência. Os nossos corpos se moviam em uma dança ardente, explorando o desejo que havíamos mantido oculto por tanto tempo. O sofá se tornou nosso refúgio, e as palavras tornaram-se supérfluas diante da linguagem intensa dos toques e dos olhares apaixonados.
0
Comente!x

  Naquela noite, a paixão que flutuava no ar se tornou irresistível para mim e . Cada toque, cada beijo, era como um eco dos desejos que mantivemos ocultos por tanto tempo. A resistência que eu tentava manter desmoronou, e cedemos ao inevitável, quebrando as barreiras que nos separavam.
0
Comente!x

  O futuro permanecia incerto diante da nossa escolha, mas a chama ardente que nos consumia era inegável. Enquanto nos entregávamos à paixão naquela noite, percebemos que o caminho à frente poderia ser cheio de desafios, mas estávamos dispostos a enfrentá-los juntos.
0
Comente!x

  Enquanto tomávamos um banho juntos, com as testas e corpos colados eu sorri, ladino:
0
Comente!x

  - Se eu soubesse que ler um livro sem camisa no sofá provocava tanto você eu teria feito antes!
0
Comente!x

   riu, uma risada leve e cheia de malícia, e respondeu:
0
Comente!x

  - Quem disse que eu sabia que isso me provocaria tanto? Eu estava disposta a desistir de você depois da sua mensagem! Você foi o responsável por quebrar as regras, Namjoon…
0
Comente!x

  Eu a abracei mais forte, perdido no calor do momento compartilhado.
0
Comente!x

  - Talvez tenha sido a melhor quebra de regras que já fizemos…
0
Comente!x

   concordou com um brilho travesso nos olhos, e enquanto a água caía sobre nós, soubemos que aquele era apenas o começo de uma história que escreveríamos juntos. O futuro permanecia incerto, mas a paixão que nos uniu naquela noite era a certeza de que enfrentaríamos qualquer desafio de mãos dadas.
0
Comente!x

Fim

  Curiosidade: A ideia dessa fanfic uniu o útil ao agradável: o adote uma idéia e uma foto do Namjoon todo musculoso e sem camisa lendo um livro gerada por IA que foi a causa do meu surto. É isso!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ray Dias
Ray Dias
8 meses atrás

E foi assim que ele virou cunhado do Jimin 😂


You cannot copy content of this page

1
0
Would love your thoughts, please comment.x