Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

love and goodbye

  A observei retornar para o bar sem reação, apenas sendo deixado sozinho com os meus sentimentos que não pareciam querer se acalmar nem tão cedo. Soltei o ar pesadamente, encarando o chão antes de tomar coragem para adentrar o local, pondo o melhor sorriso no meu rosto para que nossos amigos não suspeitassem de algo.
0
Comente!x

   estava sentada com e , então optei por ficar mais afastado, e veio me fazer companhia assim que terminou de cantar no karaokê. Chequei o celular e vi algumas mensagens de Hyo-Jin, o que me fez bloquear a tela automaticamente; ri sem humor, tentando não pensar muito nela e decidi focar nos meus amigos, mas a minha cabeça se encontrava com um milhão de pensamentos que não me largavam.
0
Comente!x

  Eu conseguia escutar a voz de ao fundo, contudo, não ousei olhá-la depois que partimos, visto que tínhamos “combinado” de não nos vermos mais. Virei todo o conteúdo do meu copo na boca, optando por usar o álcool como aliado para esquecer dos últimos acontecimentos, no entanto, era impossível apagar as memórias que eu possuía de nesses quase três meses.
0
Comente!x

  A primeira vez que eu a vi foi em uma cafeteria que eu e os meus amigos começamos a frequentar. achou o lugar e, como era próximo ao campus, marcamos de ir conhecer com mais colegas assim que possível. Ao chegar no estabelecimento, senti como se estivesse no meio de um filme, o qual o foco era somente em mim e na ; não sei por quanto tempo ficamos em transe, mas eu lembro perfeitamente de como me senti no momento, e com um misto de ansiedade e felicidade, tive a certeza que me apaixonaria por ela, sem mais nem menos. Por maior fã de romances que seu fosse, a ideia de “amor à primeira vista” era bem distante da minha realidade, e eu não acreditava em tal coisa até conhecê-la.
0
Comente!x

  Me vi com certa urgência de voltar na cafeteria dia após dia, apenas para encontrar a garota sentada no seu lugar de sempre, acompanhada de uma ou duas amigas e, como se estivéssemos realmente em um filme, trocávamos olhares por tempo indeterminado, até que um de nós fosse chamado por suas respectivas amizades ou por um dos funcionários do café.
0
Comente!x

  Conforme os dias se passaram, nossos encontros foram ficando frequentes, e dois meses pareciam suficientes para eu estar completamente apaixonado por ela, porém, por mais que eu quisesse – e muito –, eu não conseguia falar com , e o motivo possuía nome e sobrenome, e um relacionamento que se arrastava por anos.
0
Comente!x

  Cha Hyo-Jin e eu nos conhecemos desde crianças e crescemos juntos por conta da proximidade de nossas famílias. Por ter perdido seu pai ao completar quinze anos, eu tentei ao máximo consolá-la e mantê-la por perto, o que resultou no nosso quase namoro. Foi uma época em que eu estava passando por alguns problemas, então eu e Hyo-Jin encontramos um no outro o conforto – ou a falsa ideia dele – que tanto buscávamos, sem nos importarmos com o futuro.
0
Comente!x

  No início tudo aparentava estar bem, e a sensação de preenchermos o vazio dentro de nós durou um pouco mais de dois anos, que foi quando o nosso relacionamento começou a desandar. Se não estávamos brigando, estávamos ignorando a existência um do outro até que a saudade apertasse, e em todo fim da discussão, acabávamos enrolados nos lençóis de sua cama, agindo como se nada tivesse acontecido.
0
Comente!x

  Passamos vários períodos desses sete anos separados, mas por alguma razão, não conseguíamos abrir mão do nosso fracassado “namoro”, e cada vez mais eu sentia que mergulhávamos tão fundo que seria impossível voltar para a superfície. Em um dos “términos”, recebi a notícia que um ente seu havia falecido e, correndo o máximo que pude, fui confortá-la, lhe prometendo que não a abandonaria.
0
Comente!x

  Hyo-Jin nunca lidou muito bem com nenhum tipo de perda, e mais do que ninguém, eu a conhecia perfeitamente para saber como a garota agiria em relação às situações que passava no momento, e eu simplesmente não consegui deixá-la mesmo quando ela visivelmente já havia superado todo o seu passado.
0
Comente!x

  Nosso relacionamento não tem mais jeito, e temos plena noção disso.
0
Comente!x

  Ultimamente, a única coisa que temos feito é discutir, e por mais que um dia fomos exclusividade um do outro, atualmente não existe isso com nós dois. Eu sabia muito bem que ela saía com outras pessoas e, independente de um dia ter gostado verdadeiramente dela, essa questão não me incomodava, contudo, me irritava um pouco. Não por ela não poder sair com quem quisesse, mas por eu não conseguir seguir em frente como Cha Hyo-Jin e me sentir preso a um relacionamento fadado ao fracasso desde o seu primeiro dia.
0
Comente!x

  Quando meus olhos encontraram os castanhos de , pela primeira vez eu esqueci de tudo relacionado a Hyo-Jin e sonhei com a possibilidade de me entregar a alguém, todavia, a realidade me bateu tão fortemente que o medo tomou conta de mim. Eu não queria trazer para a bagunça que era a minha vida, não podia fazer isso com uma pessoa tão linda e alegre como ela, e por mais que eu tentasse, eu não conseguia desviar do seu olhar tão doce. O olhar que era unicamente para mim.
0
Comente!x

  No dia em que eu e Hyo-Jin tivemos mais uma briga e nos viu, eu senti como se o meu coração estivesse sendo apertado fortemente ao observar a sua feição. Eu queria pedir para ela esperar, falar que não era o que a garota pensava, mas assim que soltei Hyo-Jin e vi a outra correr para dentro do café, a minha ficha caiu, e eu percebi que não tinha o direito de trazê-la para a minha vida enquanto eu não resolvesse a minha situação.
0
Comente!x

  Depois da nossa conversa no bar, eu e não nos vimos mais. Na verdade, às vezes nos esbarrávamos na faculdade, mas nada de especial, praticamente agimos como se nossas declarações não tivessem sido ditas. Eu tentei não procurar sobre ela, a única coisa que sabia era por meio dos meus amigos que, ironicamente, estavam namorando as suas amigas, contudo, nada mais que isso. Eu ainda gostava tanto dela e conforme os dias passavam, eu gostava mais ainda. Não havia um momento em que eu não pensasse que poderíamos estar juntos desde o primeiro dia que nos conhecemos, e eu me arrependo profundamente por não ter sido capaz de ter resolvido a situação com Hyo-Jin mais cedo.
0
Comente!x

  — Você não me chamou aqui para ficar admirando a minha beleza, certo? — Encarei a garota na minha frente e soltei um suspiro, vendo que ela nunca mudaria.
0
Comente!x

  — Queria ter a sua autoestima.
0
Comente!x

  — E deveria ter. — Hyo-Jin colocou a mão na cintura, como se fosse me dar um sermão. — Você já se olhou no espelho, ? Você é um dos caras mais bonitos desse campus, não há razão para se pôr para baixo. E você deveria correr atrás do que quer de uma vez por todas, não acha?
0
Comente!x

  — Hum? — A olhei verdadeiramente confuso com a troca de assunto repentina, sem entender muito bem.
0
Comente!x

  — Você não me chamou para apenas me ver, né? — Ela jogou o cabelo para trás e cruzou os braços, me dando um sorriso que não consegui decifrar. — Estou aqui para terminarmos de vez o que devíamos ter deixado na Austrália anos atrás.
0
Comente!x

  Fiquei em silêncio por longos segundos, assimilando a sua fala; não era para me surpreender tanto assim, mas eu não esperava que Hyo-Jin fosse ser tão direta.
0
Comente!x

  — Nós dois temos nossa parcela de culpa nesse relacionamento, — a vi se aproximar —, e eu sinto muito por não abrir mão de você mais cedo.
0
Comente!x

  — Eu sinto muito também, Hyo-Jin. — Sorri um tanto tristonho. — Acho que nenhum de nós teve coragem de sair da nossa zona de conforto. Uma pena termos levado sete anos para isso.
0
Comente!x

  — Pois é, mas é como dizem: antes tarde do que nunca, né? — A garota depositou sua mão no meu ombro, me olhando com carinho. — Eu espero sinceramente que você possa viver a sua linda história de amor que sempre sonhou. Ou você acha que eu nunca vi as letras de músicas que escreveu?
0
Comente!x

  — Ei, elas eram pessoais! — falei na defensiva, um pouco tímido por descobrir que minha ex sabia das minhas letras.
0
Comente!x

  — , você nunca muda — a sua risada invadiu todo o ambiente —, é por isso que aquela garota, qual o nome… . É por isso que se apaixonou por você. Você continua sendo o mesmo garoto adorável de sempre.
0
Comente!x

  — Como sabe disso?!
0
Comente!x

  — Não precisa ficar na defensiva. — Hyo-Jin se afastou. — Achou mesmo que eu era tão idiota por não perceber naquele dia?
0
Comente!x

  — Ah…
0
Comente!x

  — E eu conversei com ela.
0
Comente!x

  — O quê?! — Quase pulei com essa informação, sentindo o meu coração acelerar. Qual razão Hyo-Jin teria para falar com ?
0
Comente!x

  — Eu sei que sou uma parcela do motivo de vocês não estarem juntos, e como você consegue ser muito devagar e tapado na maioria das vezes, decidi dar um empurrãozinho como pedido de desculpas. — A mulher deu de ombros. — Mas , se você continuar preso no passado e não correr atrás do que quer, perderá oportunidades maravilhosas. Eu fiz a minha parte, agora você tem que fazer a sua. Bem, isso não é mais problema meu, então te desejo toda a sorte do mundo no que decidir para a sua vida. Adeus, .
0
Comente!x

  A assisti ir embora até sua silhueta desaparecer do meu campo de visão, e sorri pequeno por finalmente ter conseguido me desvencilhar desse relacionamento. Peguei o meu celular e mandei uma mensagem para um certo número, me apressando para dar tempo de passar nos lugares que eu queria antes de pôr o meu plano em prática.
0
Comente!x

  Eu queria encontrá-la o mais breve possível, entretanto, para isso era necessário dizer as seguintes palavras para que o ponto final fosse colocado de uma vez por todas e eu pudesse seguir em frente:
0
Comente!x

  — Adeus, Cha Hyo-Jin.
0
Comente!x

Fim

  N/A: e vamos de futuro namoro?
  Nos meus planos, o lado do Felix não era pra ser exatamente uma continuação de onde “love at a bar?” parou, porém, acabei sendo por ter ficado melhor assim. Sei que talvez vocês quisessem ver um desenvolvimento do casal, mas essa fic foi pra mostrar o lado dele mesmo kkkkkkkk e mais do relacionamento do meu xuxuzinho com a ex.
  Espero que gostem do mesmo jeito <3
  E não prometo a continuação tão rápida que nem essas últimas, mas sairá em breve!
  Até a próxima <3

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
11 meses atrás

Ai, amei que a “vilã” da história não era vilã não e é um amorzinho. kkkk
São apenas pessoas sendo pessoas e confusas LOL
E pqp, SETE ANOS NISSO AÍ? Gzus, eu já tinha magoado milhares de pessoas no processo porque eu corro dessas coisas que não são boas pra mim (minha terapia tá em dia kkkkk)
Ok, agora o caminho tá livre. BORA LIX, BORA SER FELIZ <3


You cannot copy content of this page

2
0
Would love your thoughts, please comment.x