Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

Enchanted

Capítulo 1 — forcing laughter, faking smiles

   só queria ir para casa.
0
Comente!x

  As suas tão amadas férias haviam sido invadidas por suas amigas que inventaram de última hora que seria uma boa ideia elas passarem o final do ano no Havaí, apesar de ser a época em que mais chovia no local. De acordo com um amigo de um amigo de seu primo, Catherine afirmou que a estadia delas seria repleta de sol e praia, e, a contragosto, foi levada para a tal viagem, mesmo que dissesse que gostaria de passar o ano novo dentro de casa. A garota sabia mais do que ninguém que suas amigas nunca a permitiriam ficar reclusa, e por mais que quisesse bater nas meninas, não conseguia sentir raiva da ação precipitada delas, afinal, elas nunca a colocava em furadas, apesar de passarem um pouco em cima das suas decisões em alguns momentos. Agora, todas estavam no quarto de , já que decidiram alugar um para cada uma a fim de não terem problemas com a questão de “visitas” no meio da noite de ano novo.
0
Comente!x

  — Essa pousada parece mais um hotel! — Catherine falou animada, terminando de se arrumar — Sério, como é bom ser herdeira!
0
Comente!x

  — Melhor ainda é ser amiga de herdeira — Evelyn riu, sendo acompanhada das demais.
1
Comente!x

  — Vocês são tudo interesseiras, né? — Cath jogou uma almofada na amiga aos risos. — Infelizmente nossa estadia acaba depois de amanhã, mas, pelo menos, conseguimos alugar os quartos de última hora.
0
Comente!x

  — Nada como um cartão de crédito com limites altíssimos — rolou os olhos, dando uma última olhada no espelho. — Ficarei na festa até meia-noite, após os fogos retornarei aos meus aposentos.
0
Comente!x

  — Meu Deus, que chata! — Lola saiu do banheiro, devidamente pronta e retocando o batom — Os seus personagens fictícios não vão te odiar por serem deixados de lado por uma noite, !
2
Comente!x

  — Vocês esquecem que além de cansada, eu não tenho tido muita paciência para socializações — suspirou —, é por isso que eu queria passar sozinha…
0
Comente!x

  — Nem comece, senhorita — a herdeira pôs o dedo indicador nos lábios da amiga, a fazendo se calar — Você não precisa conversar com ninguém, mas é realmente tão ruim assim sair com as suas amigas por algumas horinhas? Sabe, terá bastante comida e música boa, vai ser ótimo para mudar um pouquinho os ares.
0
Comente!x

   ponderou, se dando por vencida um tempinho depois. Suas amigas só queriam curtir juntas o ano novo, e após os últimos acontecimentos na vida da garota, ela também precisava disso.
0
Comente!x

  — Tudo bem, mas tenham em mente que só irei pela comida.
1
Comente!x

  As amigas festejaram e logo foram terminar de organizar as coisas para a festa, que começaria em breve.
0
Comente!x

🎉

  Catherine não estava brincando ao dizer que teria bastante comida. A mesa continha das mais diversas culinárias do mundo, e para , aquilo era mais do que o suficiente para fazê-la aturar mais algumas horinhas da festa. Não que estivesse chata, mas havia perdido a conta de quantas pessoas – rapazes, em sua maioria – vieram tentar puxar assunto, quando claramente a expressão em seu rosto era de poucos amigos. Por mais que quisesse ignorá-los, apenas fingia sorrisos e risadas, rezando para que as suas amigas viessem salvá-la. Lola era a que mais checava a amiga, apesar de no momento estar aos beijos com um cara chamado , que dissera ter se interessado assim que pisaram na festa. soltou um risinho abafado, sua amiga era a primeira a bater os pés e afirmar que amor à primeira vista não existia, mas, ao contar para sobre , alegou que havia se apaixonado completamente. suspirou, enfiando um pedaço de queijo na boca enquanto pensava nesse tópico; ela nunca se apaixonou em seus vinte e quatro anos, talvez tenha sido esse o motivo de nenhum relacionamento durar muito. Por mais que a mulher encontrasse alguém legal, nunca era a pessoa certa, então às vezes ficava sonhando acordada com a chegada do seu prometido.
0
Comente!x

  Se é que um dia ele viria.
1
Comente!x

  Faltava um pouco mais de cinco minutos para a virada quando foi abordada novamente por um rapaz bonito, mas igualmente chato. Ela entendia perfeitamente a intenção dele, afinal, grande parte dos solteiros presentes – assim como suas amigas – queriam passar a virada beijando alguém, a para o azar do cara, não cumpriria o seu desejo nem que fosse paga. Felizmente, ele percebeu o incômodo e se afastou, provavelmente indo procurar outra pessoa para a sua virada. A contagem regressiva iniciou e todos estavam extremamente animados com os ponteiros do relógio que estavam prestes a baterem, mas simplesmente se desligou do mundo a sua volta no segundo que seu olhar cruzou com o dele.
0
Comente!x

  Os fogos de artifício se tornaram apenas um mero detalhe diante do holofote que surgiu entre a garota e ele, que a olhava tão intensamente quanto ela agora, partilhando desse momento único. pensou que poderia ser apenas os seus olhos lhe pregando uma peça, o homem era uma miragem tão bem desenhada que não seria possível existir; para , que nunca se apaixonou, teve a certeza de que ao ver o sorriso dele, não restava dúvidas: foi amor à primeira vista. Todos aqueles clichês que costumava a ver em filmes faziam tanto sentido agora, mas, diferente daquele friozinho na barriga, sentiu como se estivesse nas nuvens, invadida por uma tranquilidade sem igual. Quando escutava que o amor era calmo, não entendia muito bem, visto que as experiências que tivera não foram as das melhores; crescer em uma casa que os membros familiares mal se falavam e se envolver em relacionamentos fadados ao fracasso não eram os melhores exemplos, contudo, possuía a certeza de que o amor é, de fato, calmo.
0
Comente!x

  E gostoso de se sentir.
1
Comente!x

  O rapaz sorriu mais abertamente, desejando um “feliz ano novo” para que, apesar de não escutá-lo, entendeu perfeitamente o que dissera, desejando o mesmo para ele. Por fim, nem percebeu que também sorria feito boba enquanto ele se aproximava, mas, infelizmente, seus caminhos foram interceptados por suas devidas amizades que vieram festejar a virada, e quando a mulher o procurou novamente, ele havia sumido no meio da multidão, deixando apenas uma extremamente encantada com esse encontro.
0
Comente!x

Capítulo 2 — and it was enchanting to meet you

  O amigo do amigo do primo de Catherine tinha razão: a estadia delas estava sendo ensolarada e calorosa, como garantiu quando Cath entrou em contato. A manhã chegou com um céu limpo e raios solares que adentravam os quartos, acordando aqueles que queriam apenas mais cinco minutinhos de sono; para a surpresa de todos, já estava de pé e devidamente trajada para o passeio de barco que levariam as amigas e mais alguns hóspedes para as grutas próximas da pousada. Quando Cath anunciou o itinerário, ficou um tanto alegre, pois adorava andar de barco e conhecer novos lugares, no entanto, estaria mentindo se dissesse que esse era somente o único motivo de estar muito animada. A razão pela qual estava de pé às sete e meia quando precisaria encontrar as meninas apenas às nove tinha nome e sobrenome, que, infelizmente, ainda não descobriu. O rapaz da noite anterior ocupou todos os seus pensamentos, e não conseguia se concentrar o suficiente para continuar dormindo, então até o relógio marcar um horário considerável para se levantar, ela ficou rolando de um lado para o outro na cama, imaginando se aquele momento significou tanto para ele quanto para si. Era engraçado o quão boba ficava só de relembrar da virada e de como o sorriso do homem era o mais bonito que já tinha visto durante os seus vinte e quatro anos, além de sentir uma vontade imensa de procurá-lo pela pousada, por mais que talvez levasse o restante da sua estadia inteira, afinal, o lugar mais parecia um hotel.
0
Comente!x

  — Caiu da cama, donzela? — Evelyn passou um braço pelo ombro da amiga, a entregando o protetor solar. — Você esqueceu no quarto.
0
Comente!x

  — Obrigada, Eve — sorriu pequeno.
0
Comente!x

  — Então era aqui que você estava o tempo todo, ! Não acredito que tomou o primeiro café da manhã do ano sem a gente e nos deixou aturando a Lola repetir mais de dez vezes que estava apaixonada! — Catherine cruzou os braços com uma feição um tanto chateada.
0
Comente!x

  — Em minha defesa — abraçou Cath rapidamente, rindo da sua expressão —, eu escutei na festa e voltando para os nossos quartos. Vocês estavam ocupadas demais para ouvirem a Lola falar.
0
Comente!x

  — Por isso compensei no café da manhã — a mulher deu a língua para as demais. — Se os deuses estiverem ao meu favor, o encontrarei no barco.
0
Comente!x

  — Vocês não trocaram números? — perguntou enquanto elas caminhavam pela praia, indo em direção a ponte onde o barco estava parado.
1
Comente!x

  — Sinceramente? Nem pensei nisso… — Suspirou ao relembrar do tempo que passou com o rapaz — Se o destino quer que nos reencontremos, então pegarei o número dele.
0
Comente!x

  — Você nos encheu falando que ele é o amor da sua vida para no final você nem ter o número dele? É sério isso? — Eve falou incrédula — Até eu que sou a mais devagar do grupo peguei o número do querido que fiquei.
1
Comente!x

  — Inclusive, que querido, viu? — Cath comentou maliciosa, recebendo um tapa — Ei, ele é muito bonito e adorável!
0
Comente!x

  — Sim, e meu — lhe deu a língua, rolando os olhos — Diferente da Lola, eu e ele passamos boa parte da madrugada conversando, e felizmente e seus amigos estarão no barco.
0
Comente!x

  — Oh, então nossa querida amiga está destinada a se reencontrar com o amor da vida dela e nos dar uma trégua! — Catherine jogou as mãos para cima, agradecendo aos céus.
0
Comente!x

  — Inclusive, o seu gatinho também estará — Evelyn cutucou a amiga com o cotovelo, sorrindo sugestiva.
0
Comente!x

  — Eu sei, ele me avisou — deu uma piscadinha, arrancando uma gostosa risada das amigas.
0
Comente!x

  As quatro entraram no barco, ganhando pulseiras de identificação para controle da pousada, apesar que o grupo que faria o passeio não passava de vinte, contando com os dois representantes da hospedagem que seriam os seus guias. Elas se acomodaram juntas, contudo, ao avistarem os seus respectivos ficantes, decidiram dar um oi para eles, deixando sozinha por um momento. A garota não ligava e não fazia questão das amigas ficarem grudadas em si só por não ter ninguém, sem contar que não queria estragar a diversão de ninguém. espiou os rapazes, chegando à conclusão de que suas amigas tinha muito bom gosto e soltou um risinho, se lembrando automaticamente do homem misterioso de ontem e em como queria que ele também estivesse no barco, por mais que as chances deveriam ser mínimas. Ela murchou um pouco, tristonha com a possibilidade de nunca mais encontrá-lo; será que deveria sondar os interesses românticos das amigas para descobrir algo? não sabia muito bem o que fazer, porém, no momento que escutou o seu nome ser chamado por Cath, os seus olhos encontraram os de uma certa pessoa, a fazendo piscá-los algumas vezes para ter noção se era real ou não.
0
Comente!x

   o reconheceu imediatamente, percebendo que o homem misterioso não era somente uma bela miragem e estava parado na sua frente, com um sorriso amigável nos lábios. A mulher não conseguiu desviar o olhar, apenas respondendo Catherine com um joinha, fingindo que escutou o que a herdeira havia dito. Não demorou muito para que o sorriso do rapaz sumisse, assumindo uma expressão tranquila enquanto se sentava ao lado de , que ponderava se deveria puxar assunto ou não. Talvez devesse adotar os métodos das amigas e pedir pelo seu número no final do passeio, já que concordava Eve, mas, também concordava com Lola quando ela disse que se o destino quisesse, eles se reencontrariam.
0
Comente!x

  É como diz aquele ditado: se é para ser, será.
0
Comente!x

  — Espero que esse lugar não tenha dono — o loiro falou divertido, atraindo a atenção de para si.
0
Comente!x

  — É todo seu. Não é como se minhas amigas estivessem preocupadas com ele… — seu comentário o fez rir, a levando junto no clima.
0
Comente!x

  — Achei que por ter me atrasado, ficaria em pé — confessou ao coçar a nuca —, mas não esperava encontrar todos os meus amigos em cada canto desse barco apesar da quantidade de bebida que ingeriram ontem.
0
Comente!x

  — Pois é, não sei como as meninas estão tão revigoradas — pausou — Na verdade, entendo perfeitamente o motivo disso.
0
Comente!x

  — Somos dois — o rapaz se ajeitou melhor no assento, virando um pouco o corpo para encarar sem problemas. — Eu dormi e acordei com super animado com o passeio, só descobrindo agora a razão.
0
Comente!x

  — Então temos isso em comum! — Exclamou alegre até demais, o que a fez se encolher um pouco no seu lugar e desviar o olhar para o mar.
0
Comente!x

  — Qual é o seu nome?
0
Comente!x

  — , e o seu?
0
Comente!x

  — , mas os meus amigos me chamam de . — Sorriu marotamente.
0
Comente!x

  — Tudo bem, — sorriu pequeno para o rapaz. Ela não queria dizer que eles não poderiam ser amigos, mas por enquanto, preferia chamá-lo pelo nome; para , isso soava mais íntimo do que um apelido.
0
Comente!x

  — Posso ter um minuto da atenção de vocês? — Uma mulher surgiu no deck com uma prancheta nas mãos — Meu nome é Melisha e eu serei a guia de vocês. Por mais que a programação seja livre, nossa primeira parada será na gruta, onde faremos apenas uma pausa para o almoço e retornaremos para ela, nos reunindo novamente às três horas, já que teremos um pequeno luau na praia próxima da gruta até às nove. Voltaremos à pousada em segurança até dez horas, se tiverem alguma dúvida, é só me perguntarem! Boa viagem e que o primeiro dia do ano seja algo um para ser lembrado pela eternidade!
0
Comente!x

  Ela fez algumas anotações dos papéis, verificando em seguida se todos estavam a bordo para prosseguir com o passeio. A sua fala final foi recebida muito bem pelos participantes, que bateram palmas e soltaram gritinhos animados, desejando também que o dia fosse memorável.
0
Comente!x

   deu uma última olhada no mar antes de voltar a atenção para , que admirava o céu com um sorriso; ela não quis interrompê-lo, então apenas suspirou e desviou o olhar mais uma vez, se sentindo mais uma vez encantada por sua presença.
0
Comente!x

🏖⛵️

  A gruta era simplesmente linda, apesar de parecer pequena para o grupo de menos de vinte pessoas inicialmente. O caminho para chegar até ela foi tranquilo, visto que a sua entrada era pela praia; como o ambiente era deserto, só havia os passageiros do barco, e suspeitava que essa praia pertencia também aos donos da pousada, o que foi confirmado por Cath um momento depois. A garota se surpreendeu ao ir mais a fundo naquela caverna, percebendo que o ambiente era divido em dois: a primeira parte era de fato pequena, mas conforme você seguia as pedras, a continuação da gruta era mais espaçosa, com uma água cristalina e o sol invadia o local, iluminando o cenário e o transformando ainda mais em algo mágico. As meninas estenderam algumas cangas, organizando seus pertences antes de entrarem na água; Lola e Eve não demoraram muito para encontrarem com e , discutindo se tiraram algumas fotos primeiro ou pulariam na água juntos. Cath e levaram um tempinho a mais, já que estavam muito ocupados mostrando um ao outro fotos dos gatinhos que tinham na pousada. Por fim, alongou o corpo e guardou sua bolsa, ansiosa para molhar o seu pé na água. Logo se aproximou dela, devidamente trajado com sua roupa de banho e o peitoral à mostra, o que fez dar uma bela e respeitosa olhada, arrancando uma risada do rapaz.
0
Comente!x

  — Parece que fomos deixados sozinhos de novo.
0
Comente!x

  — Pois é — a garota deu um sorrisinho, dando uns passos para trás. só entendeu a intenção da mulher no momento em que foi empurrado para a água, caindo todo sem jeito.
0
Comente!x

  — Então esse era o seu plano? — Arqueou uma sobrancelha, olhando que não continha a sua risada.
0
Comente!x

  — Talvez? — Ela se agachou e esticou a mão para ele, a fim de ajudá-lo a sair da água.
0
Comente!x

  — Nada mais justo do que você vir me fazer companhia, né? — No segundo seguinte, estava completamente molhada e pôde ouvir a gargalhada maléfica de , que se aproximou ainda mais.
0
Comente!x

  — Tudo bem, foi justo — lhe deu a língua.
0
Comente!x

  — Sinceramente — olhou a sua volta, maravilhado com o lugar —, não imaginava que eu veria duas coisas tão bonitas em um pouco espaço de tempo.
0
Comente!x

  — Oh, realmente — sorriu — A gruta e a água possuem suas belezas, certo? Estou pensando em fazer algumas fotos debaixo d’água e… o que foi?
0
Comente!x

  — Nada, é só que você é um pouquinho devagar — não entendeu o sentido da sua frase e muito menos a razão pela qual o rapaz a encarava com um sorriso bobo nos lábios. — E isso é uma graça.
0
Comente!x

  — Que eu sou uma graça é um conhecimento universal — falou convencida, como se fosse óbvio —, mas, se você não ser claro comigo, eu não vou saber do que está falando.
0
Comente!x

  — Então não poderei flertar com você… — Fez um biquinho, provocando mais uma gargalhada — Você e a gruta, . Vocês são duas belezas encantadoramente estonteantes.
0
Comente!x

  Antes que pudesse formular uma resposta, deu um mergulho e se afastou consideravelmente da mulher, a deixando um tanto sem reação por breves segundos. rolou os olhos, tendo a certeza de que o cara por quem se apaixonou era um tanto bobo.
0
Comente!x

🏖⛵️

  — Você é estudante de gastronomia?
0
Comente!x

  Já se passava das duas horas da tarde quando e estavam conversando na beirada da água após o almoço, conhecendo mais um do outro. Seus amigos nem lembravam da existência dos dois, então eles permaneceram grudados – não que tivesse algo que pudesse separá-los a essa altura. No momento, discutiam sobre trabalhos e faculdades, e descobriu que é quatro anos mais velho e que tinha se formado em administração, mas trabalhava em uma escola de música e dava aula para adolescentes de violão e guitarra, além de ter um grupo com os seus outros três amigos.
0
Comente!x

  — Sim, só não sei se partirei para o ramo da confeitaria ou se tentarei a sorte abrindo o meu próprio restaurante. Confesso que não trabalho muito bem sob pressão, por isso penso em abrir um comércio só meu. — Suspirou pesadamente, sorrindo em seguida — Os estágios que tenho feito me dão um gostinho do que está por vir, e eu já tenho até um cardápio montado!
0
Comente!x

  — Sério? — A olhou impressionado — Quero ser chamado para a inauguração, com toda a certeza será o melhor restaurante ou confeitaria da sua cidade!
0
Comente!x

  — Obrigada pelo elogio, no entanto, é só um objetivo que está consideravelmente longe — encarou a água do mar sem muito humor, sendo pega por alguns pensamentos negativos rapidamente. Por mais que estivesse perto de se formar, ela sabia que ter o seu próprio negócio seria mais difícil do que parecia, e às vezes a garota só conseguia enxergar as possíveis dificuldades que enfrentaria ao invés de tentar ser um pouco positiva.
0
Comente!x

  — Não deixa de ser um ótimo objetivo — virou a cabeça na direção de , lhe oferecendo um sorriso amigável. — Em qualquer carreira haverá dificuldades, mas se é o seu sonho, acho que vale a pena se arriscar.
0
Comente!x

  — Mesmo se for a minha única opção?
0
Comente!x

  — Mesmo se for a sua única opção. Se você não tentar, como saberá se vai dar certo ou errado?
0
Comente!x

  — Muito bom escutar as palavras de alguém com mais experiência…
0
Comente!x

  — Está me chamando de velho? — Arqueou a sobrancelha.
0
Comente!x

  — Eu? Nunca! — Respondeu em um tom irônico, vendo o rapaz rolar os olhos. — Mas, obrigada.
0
Comente!x

  — Disponha — checou o seu celular e logo o bloqueou, emendando outro assunto — Como você veio parar no Havaí?
0
Comente!x

  — Foi de última hora. Meus planos eram passar a virada na companhia dos meus personagens fictícios, porém, Cath mexeu seus pauzinhos e nos trouxe para cá. Obviamente todas aceitaram a viagem mirabolante, apesar de eu ter sido a que mais relutou… mas, foi bom ter vindo. — Falou a última frase baixinho, balançando os seus pés na água. não imaginava que passar cerca de 17 horas dentro de um avião se tornaria um mero detalhe após os acontecimentos das últimas vinte e quatro horas; talvez, só talvez, a garota não reclamaria de ter sido praticamente obrigada pelas amigas a vir para o Havaí.
0
Comente!x

  — É, também acho que foi algo bom…
0
Comente!x

   e compartilhavam mais um momento em que o foco estava nos dois, com o holofote sendo somente deles; a única coisa que conseguiam escutar era o som das ondas quebrando lá fora, nem mesmo os seus amigos sendo barulhentos parecia incomodá-los. O que importava era que, mais uma vez, ambos se perderam no olhar um do outro, sentindo uma sensação tão gostosa que gostariam de sentir pelo restante de suas vidas. Como se fosse o próximo passo a seguir do roteiro, eles se aproximaram até que seus ombros tocassem levemente e suas respirações começassem a se embaralhar, de modo que quando perceberam, seus rostos estavam a poucos centímetros de distância. subiu o olhar, encontrando os olhos castanhos da mulher que possuíam um brilho tão bonito que o deixou hipnotizado.
0
Comente!x

   era extremamente encantadora, pensou.
0
Comente!x

  O rapaz repousou sua mão no pescoço dela e o puxou sutilmente para si, selando os seus lábios e dando um fim na distância entre os dois; suas línguas logo se entrelaçaram, aprofundando o beijo que nem sabiam que precisavam tanto, mas que descobriram a necessidade no mesmo segundo. Eles se afastaram um pouquinho para recuperar o fôlego, e deu um sorriso antes de beijá-la novamente, fazendo o coração de errar uma batida.
0
Comente!x

  Definitivamente, a garota se apaixonou completamente. Só não tinha noção do quão imersa no sentimento estava, mas tinha a sensação de que saberia muito em breve.
0
Comente!x

  Para azar dos pombinhos, a voz de Melisha ecoou um pouco longe, os chamando para a praia, já que logo teriam que arrumar as coisas para o luau. Ao se levantarem, repararam que estavam sozinhos e caíram na gargalhada, chegando à conclusão de que ficaram tão focados um no outro que nem perceberam que seus amigos tinham ido embora.
0
Comente!x

🏖🎆

  A noite caía serena, sendo repleta de risadas, comidas e música boa. Melisha havia preparado tudo anteriormente, então os passageiros não tiveram nenhum trabalho a não ser curtir bastante o restante do dia na praia. Apesar de passarem boa parte do tempo na água, eles não demonstravam cansaço, inclusive, a maioria brincava com a bola enquanto e continuaram sentados ao redor da fogueira, tratando de se conhecerem ainda mais. Ambos possuíam várias coisas em comum e se divertiam bastante na companhia um do outro, até que a guia do passeio anunciou que faltava menos de uma hora para retornarem à pousada e entregou a eles vários fogos de artifício de palito, que se semelhavam a velas de aniversário que soltavam faíscas. A mulher informou que tiraria algumas fotos e se quisessem, poderiam solicitar na recepção na manhã seguinte sem custos adicionais. ficou feliz com o fato de os funcionários da hospedagem fazerem questão de tornar as experiências dos seus hóspedes em únicas, e novamente sentiu como se tivesse feito uma das melhores escolhas da sua vida em ter vindo para o Havaí.
0
Comente!x

  Depois de acenderem os fogos, a diversão foi garantida. As amigas aproveitaram para gravar alguns vídeos que com certeza iriam para as redes sociais, assim como as fotos debaixo d’água que capturaram na gruta. Os rapazes logo se juntaram, participando de algumas gravações e curtindo cada segundo igualmente; Melisha havia tirado diversas fotos, e desde que começou a trabalhar na pousada da família, um dos seus hobbies favoritos era fotografar momentos como esse e, principalmente, fotografar o nascimento de futuros casais, já que essa praia era conhecida como a “praia do amor”.
0
Comente!x

  Só que os seus hóspedes não sabiam disso.
0
Comente!x

  Ainda.
1
Comente!x

  Que a volta é triste todos tinham plena noção, mas, voltar para a pousada após o dia excepcional que tiveram tornava tudo mais difícil. Os oito jovens se entrosaram muito bem, e ter que se despedir parecia uma tarefa que ninguém queria cumprir, no entanto, infelizmente precisavam. As garotas voltariam para casa no dia seguinte e já trocaram contatos com os rapazes, querendo manter a amizade e talvez algo a mais, apesar da distância considerável entre os países que moravam. Os únicos que não haviam feito isso estavam atrás dos seis, rindo de alguma coisa até que os amigos pararam no hall, se preparando para a despedida. respirou fundo, prestes a pedir o celular de e dizer como se sentia, independente de ser recíproco; a mulher não conteve o sorriso ao pensar o quão feliz ficara durante o dia, e vendo-a assim, também sorriu, se sentindo do mesmo jeito.
0
Comente!x

  Contudo, não conseguiu dar início a sua frase, já que uma voz feminina ecoou pelo local:
0
Comente!x

  — Vocês finalmente voltaram! Sabe quanto tempo fiquei esperando pelos quatro e principalmente por você, ?
2
Comente!x

  A mulher o abraçou apertado, com os braços em volta do seu pescoço e um sorriso que preferiu não tirar conclusões precipitadas, todavia, também não se sentiu confortável em assistir aquela cena.
2
Comente!x

  Será que eles têm algo?, foi a primeira coisa que pensou, no entanto, sabia que não tinha direito de bisbilhotar a vida alheia, ainda mais de alguém que conheceu há um dia – por mais que tenha beijado esse alguém em questão horas atrás. Tendo de fato direito ou não, ela decidiu retornar ao seu quarto, sem se despedir de . Apenas segurou a sua bolsa contra o seu corpo e sorriu pequeno para os meninos, caminhando em direção ao longo corredor sem olhar para trás.
0
Comente!x

Capítulo 3 — i’ll spend forever wondering if you knew
i was enchanted to meet you

   e as meninas terminavam de arrumar suas malas e optaram por comerem algo no aeroporto para não correr risco de se atrasarem, já que Cath tinha um histórico de atrasos um tanto grande. Ao chegarem na recepção, Melisha as atendeu, finalizando os detalhes do check-out e aproveitou esses minutinhos para fechar os olhos, pois mal havia dormido a noite. Ela sabia que deveria estar sendo emocionada demais, porém, como não ser quando finalmente se apaixonou por alguém? Após pensar bastante, a garota tinha noção de que possuía o direito de perguntar qual era o tipo de relacionamento de e de sua amiga, mas, também chegou à conclusão de que era quem deveria lhe contar, caso tenha significado algo para ele o dia anterior.
0
Comente!x

  — Vocês querem levar as fotos de ontem? — Melisha perguntou, mostrando as polaroids para as amigas. — Não se preocupem, se eles quiserem, eu fiz duas cópias. Ah, antes que eu me esqueça! Apesar de estarem indo embora, em todas as temporadas nós fazemos um correio do amor secreto, então vocês podem escrever um bilhete para quem desejarem que entregaremos mantendo o sigilo do remetente. Aqui estão os papéis e canetas, podem levar o tempo necessário!
0
Comente!x

  A mulher entregou tudo para o grupo, que concordaram em mandar para os seus respectivos ficantes como forma de mais uma lembrança. ponderou um pouco, sem saber muito bem o que escrever; por um lado, queria apenas dizer um “adeus” e desejar uma boa estadia, contudo, pelo outro, decidiu em chutar o balde e dizer o que sentiu durante o tempo que passaram juntos, mesmo que nunca mais fosse ouvir falar dele. olhou a polaroid dos dois juntinhos e sorridentes com os fogos de artifício e soltou um suspiro, feliz por ter conhecido independente de qualquer coisa.
0
Comente!x

  — Pronto — entregou o papel e a foto para Melisha assim que acabou, sorrindo cordialmente.
0
Comente!x

  — Obrigada! — Respondeu após longos segundos, colocando o conteúdo dentro de um pequeno envelope e o lacrou. — Espero que tenham gostado da estadia e aguardo vocês em breve!
0
Comente!x

  — Se tudo der certo, voltaremos no final do ano! — Cath anunciou animada.
0
Comente!x

  — Algo me diz que vocês voltarão antes disso… — a mulher comentou baixinho enquanto observava o quarteto se afastar.
0
Comente!x

💌

  O longo voo serviu para as garotas recuperarem as energias, por mais que não conseguiu descansar tanto assim. Ao pousarem, checou em seu celular o fuso horário, se perguntando se teria recebido o seu correio de amor secreto e, consequentemente, os seus sentimentos.
0
Comente!x

  “Registro do primeiro dia do ano ao lado da primeira pessoa por quem me apaixonei ao longo dos meus vinte e quatro anos 🙂
0
Comente!x

  Não sei se deveria escrever isso ou ser misteriosa, mas, como passarei muito tempo pensando nisso – provavelmente –, gostaria de descobrir se você sabia que eu fiquei encantada em te conhecer.
0
Comente!x

  Talvez a minha resposta nunca chegue, mas espero que possamos nos esbarrar em algum momento, talvez quando eu abrir o meu restaurante?
0
Comente!x

  De qualquer forma, deixarei o meu número. Faça o que quiser com ele :)”
0
Comente!x

Fim

Fim

  N/A: eu já estava com a ideia em mente faz um tempinho, e a primeira pessoa que veio em minha mente foi o Cheol, então, temos mais uma fic com ele <3
  Eu tinha uma fic no site chamada “Me Enamoré” – inclusive, pretendo trazê-la de volta em algum momento –, aí acabei aproveitando o universo dela, só me compliquei porque a minha protagonista tinha o nome de Melisha e acabei colocando o mesmo nome em outra personagem de outro universo (que será a protagonista). Por enquanto, continuaremos tendo duas Melisha KKKKKKKKK mas, enfim.
  Eu adorei escrever enchanted e por mais que não seja fã definais agridoces assim, achei que casou bem com a música e a minha ideia de enredo. Não era para os pps se beijarem, maaaas, eu mudei de ideia na metade do caminho (e ficou fofinho hehe). Confesso que se estivesse no lugar da Ayla, também deixaria que o bofe esclarecesse as coisas e vida que segue. Mas eu já teria pegado o número dele no barco, prioridades, né… no entanto, em defesa ao quase casal de lerdos, os momentos foram tão bons que eles esqueceram desse pequeno detalhe, sabe. E a Ayla segue o lema da amiga: se for pra ser, será, então kkkkkkkkk
  Talvez eu traga uma continuação em algum momento hehe
  Até a próxima <3



0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  — Melhor ainda é ser amiga de herdeira — Evelyn riu, sendo acompanhada das demais." Read more »

Meu sonho uma amiga herdeira bastante caridosa e que me adote kkkkkkk

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  — Meu Deus, que chata! — Lola saiu do banheiro, devidamente pronta e retocando o batom — Os seus personagens…" Read more »

É verdade, sai da toca!

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  — Meu Deus, que chata! — Lola saiu do banheiro, devidamente pronta e retocando o batom — Os seus personagens…" Read more »

O amor não bate na porta de todo mundo, não. Não vai achar que é especial, hein, bora se mostrar pro mundo

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  — Tudo bem, mas tenham em mente que só irei pela comida." Read more »

É só o que importa no final

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  Se é que um dia ele viria." Read more »

Ei, bora ser mais positivaaaa

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  E gostoso de se sentir." Read more »

É para isso que se ama, gente. Para sentir coisas gostosas

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  — Vocês não trocaram números? — perguntou enquanto elas caminhavam pela praia, indo em direção a ponte onde o barco…" Read more »

Por que será?????

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  — Você nos encheu falando que ele é o amor da sua vida para no final você nem ter o…" Read more »

Isso, joga na cara

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  Ainda." Read more »

Nada como descobrir coisa boa passando por ela <3

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  — Vocês finalmente voltaram! Sabe quanto tempo fiquei esperando pelos quatro e principalmente por você, ?" Read more »

AH NAO

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  — Vocês finalmente voltaram! Sabe quanto tempo fiquei esperando pelos quatro e principalmente por você, ?" Read more »

sai daqui

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  A mulher o abraçou apertado, com os braços em volta do seu pescoço e um sorriso que preferiu não tirar…" Read more »

éoke, sua kenga?

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás
  A mulher o abraçou apertado, com os braços em volta do seu pescoço e um sorriso que preferiu não tirar…" Read more »

e ele? não vai reagir?

Natashia Kitamura
Admin
6 meses atrás

Hahahahaha, meu riso é de nervoso!
Como que você para logo aí??????? AAAAAAAAAA
Nova parte postada até o final da semana, sua doidaaaaa! Não se faz isso com o coração de um leitor! kkkkkk
Adorei <3

Ray Dias
Ray Dias
6 meses atrás

Como assim acabou dona Liv? Eu preciso saber se ele recebeu o correio de amor da Ayla! aff, shippando super esses protas!


You cannot copy content of this page

18
0
Would love your thoughts, please comment.x