Natashia Kitamura
Visite o Perfil

Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

  • A pergunta que criou essa fanfic, foi: “Se você fosse viajar sozinha, qual o tipo de aventura gostaria de enfrentar?”
    E aí? O que acharam da minha resposta?

Em Busca de Mim

Capítulo 1

  Olhei uma vez mais para o endereço que indicava em meu celular.
0
Comente!x

  É claro que eu havia conferido tudo cerca de vinte vezes antes de fazer a maior loucura – e aventura – da minha vida. Afinal, ninguém simplesmente sai de casa após alugar um apartamento em outra cidade, só para dar de cara com um dos homens mais charmosos já visto desde 2011, quando Chris Hemsworth debutou mundialmente no papel de Thor.
0
Comente!x

  Bem. Talvez alguém faça isso. Pode ser que várias pessoas saiam de casa sem rumo propositalmente. Definitivamente não uma pessoa com mania de ter tudo sob controle, que gosta de planos e listas, e certamente que calcula possíveis erros de percurso. Eu me encaixo na segunda definição, o que torna o momento atual um completo desastre, seguido de uma enorme palpitação no peito (será um ataque cardíaco?) e o medo de ter sido vítima de um golpe (será que eu faço um vídeo para expor o proprietário do apartamento na internet?).
0
Comente!x

  Tudo bem. Não é o fim do mundo. Eu calculei que o lugar fosse um golpe e eu precisasse encontrar um hotel que não prejudicasse o budget da viagem. Estou – ainda – com tudo sob controle, o que não justifica meus pés não se moverem e eu parecer uma tonta com uma mala enorme de 23 quilos enquanto o homem que aparenta ter saído de uma edição perfeita do Photoshop me encara com um pequeno sorriso de lado (por Deus, ele deveria tomar uma multa por esse sorriso).
0
Comente!x

  – Você é ?
0
Comente!x

  Ah, a voz masculina. Existe uma tênue diferença entre um homem ter uma voz sedutora, que em uma simples ligação consegue te fazer estremecer da cabeça aos pés, e um homem com uma voz que te faz criar milhares de fantasias impuras em questão de segundos. Ele se encaixa no minúsculo espaço (0,01%) entre esses dois círculos.
0
Comente!x

  Quem diria que um simples nome sem graça como o meu pudesse causar um estrago tão grande quando dita na voz correta?
0
Comente!x

  – Alô? – ele balançou o braço entre nós dois.
0
Comente!x

  Pisquei, saindo do breve transe (espero que tenha sido breve) e levei cerca de 1,9 segundos para olhar uma sétima vez para o celular.
0
Comente!x

  – Acho que a informação não mudou desde a última vez que olhou aí. – ele soou bem humorado. O sorriso, no entanto, mostrava que ele estava mesmo era se divertindo às minhas custas.
0
Comente!x

  – Eu aluguei esse apartamento.
0
Comente!x

  – Acho difícil. Eu o aluguei.
0
Comente!x

  – Não. – balanço a cabeça após perceber que havia sido muito grossa. – Quero dizer, não é possível, pois eu fiz a reserva há 4 meses.
0
Comente!x

  Ergui meu celular com a reserva aprovada na altura de seus olhos. Percebi que precisei, literalmente, quase esticar meu braço inteiro para completar a ação.
0
Comente!x

  Observei seus olhos escuros percorrerem de um lado para o outro. Seu braço que não estava apoiado no batente da porta ergueu até o celular e, com um dedo, moveu a tela para ler todo o conteúdo.
0
Comente!x

  O Homem-Charmoso suspirou e entrou no apartamento, me deixando sozinha no corredor com uma mala enorme, uma mochila e minha bolsa de documentos e dinheiro. Olhei para o lado, mas não havia ninguém que pudesse presenciar essa situação constrangedora. No vizinho, eu podia ouvir uma moça cantar Earth, Wind and Fire, e não pude deixar de pensar em como isso era tão nova-iorquino. Eu tinha vindo para Nova Iorque para agir dessa forma. Eu agiria como uma garota da cidade grande de um país gringo. Caminharia pelas ruas como se soubesse para onde iria, passaria em uma banca de flores na volta de casa, só para ter o prazer de pensar que essa era minha vida de sempre.
0
Comente!x

  – Houve um engano – disse o Homem-Charmoso, me tirando dos meus pensamentos.
0
Comente!x

  Ergo uma sobrancelha, pois até então ele não disse nada de novo. Esperei que ele concluísse a fala, pois deveria haver um complemento. Uma solução. Um estorno do meu dinheiro e, quem sabe, uma indenização.
0
Comente!x

  – O site de reservas não computou a sua reserva e por isso Joshua permitiu que eu ficasse aqui.
0
Comente!x

  – Joshua?
0
Comente!x

  – O dono do apartamento.
0
Comente!x

  – E o que Joshua vai fazer sobre isso? Devo ligar para a empresa que fiz a reserva?
0
Comente!x

  Vi seu braço comprido se erguer e sua mão coçar a nuca enquanto ele soltava um longo suspiro.
0
Comente!x

  – Ele não quer dor de cabeça. Acabou de perder a esposa e está meio que em uma fase de luto. Então nós podemos resolver isso entre nós.
0
Comente!x

  – O que nós dois temos a ver com esse engano feito pelo site de reservas?
0
Comente!x

  Seus olhos permanecem em mim, mas percebo um traço de curiosidade.
0
Comente!x

  Você é um desastre, , ouço a voz de , minha melhor amiga. É por isso que você nunca namorou.
0
Comente!x

  Ou transou, , a outra ponta de nosso trio, diria.
0
Comente!x

  Minhas melhores amigas são as pessoas mais destrutivas que existem na face da Terra. Elas que criam teorias abusivas sobre o motivo de eu, aos 27 anos, nunca ter namorado, transado ou… bem, vivido um romance no geral. Pode ser que elas culpem a imaginação excessiva e o fato de terem assistido todos os tipos de romance nos últimos 15 anos, mas isso não deveria ser justificativa para depredar minha vida amorosa.
0
Comente!x

  – Joshua é meu amigo.
0
Comente!x

  – Ah.
0
Comente!x

  – Olha – ele olhou para os lados, como se estivesse prestes a fazer uma proposta indecente –, há dois quartos aqui. Você pode ficar com um e eu com outro. Não sou um psicopata, muito menos invasivo, além disso, fico a maior parte do tempo fora por conta do trabalho.
0
Comente!x

  Essa é, de fato, uma proposta indecente.
0
Comente!x

  – Eu paguei para ficar com o apartamento inteiro.
0
Comente!x

  É isso. Minhas amigas têm razão. Vou morrer virgem. E sozinha. E sem animais, porque a maioria deles têm pêlos e sou alérgica a eles.
0
Comente!x

  Mas é meu sonho que está sendo destruído aqui. Ou desconstruído. Eu venho planejando essa viagem há um ano. Fiz a compra da passagem porque dessa forma não havia como desistir. Juntei muito dinheiro para conseguir converter em dólar (a moeda brasileira é mesmo o equivalente a lixo por aqui) e levei 8 meses para encontrar um lugar ideal que se encaixasse no meu budget. Tudo deu certo. Meu passaporte. Meu visto. Minhas férias. Não fui barrada na alfândega e minha mala não foi extraviada. Estou a um passo de realizar todos os meus planos e agora não consigo mais, porque um site maldito não atualizou o sistema como deveria.
0
Comente!x

  Vejo a expressão do Homem-Charmoso ficar um pouco mais séria. Talvez ele seja um psicopata. Talvez seu plano fosse me atrair para dentro e então me usar como um de seus experimentos, e eu nunca mais seria encontrada, porque ele é perfeito em eliminar provas.
0
Comente!x

  – Eu posso sair, então.
0
Comente!x

  – Para onde vai? – eu não deveria me importar, mas algo em seu olhar ativou minha empatia.
0
Comente!x

  Seus ombros largos se erguem, esticando ainda mais a camiseta branca que vestia e então descem em uma queda que quase me faz querer segurá-los para não se machucar. Seu peitoral sobe em um suspiro e então ele olha para trás.
0
Comente!x

  – Só vou precisar de uma hora. Preciso arrumar minhas coisas…
0
Comente!x

  – Você tem para onde ir? – interrompo-o.
0
Comente!x

  – Eu posso achar um outro lugar.
0
Comente!x

  Uma namorada. Um amigo. Diversas amizades coloridas. Um homem desse não pode simplesmente ser solteiro. Ou pode, considerando que alguém comprometido jamais deveria sugerir dividir um apartamento com uma estranha. Talvez ele não seja do tipo fiel.
0
Comente!x

  – Acho que… – fecho os olhos, prestes a me arrepender. – Acho que você deve ficar.
0
Comente!x

  O pequeno sorriso de lado volta a tomar conta de seus lábios e eu tenho vontade de erguer o outro lado da boca com um dedo, só para ele não parecer tão atraente assim.
0
Comente!x

  – Há chave na porta? – pergunto, espiando o lado de dentro. – Não que eu ache que você… eu só… quero dizer…
0
Comente!x

  – Sim, há chave – ele abre a porta por completo e, com um sorriso, faz sinal com a cabeça para que eu entre –, acho que eu deveria me preocupar se você não fizesse essa pergunta.
0
Comente!x

  – Eu não sou psicopata. Ou paranoica. Ou qualquer coisa que possa ser prejudicial para a saúde física, emocional ou mental das pessoas ao meu redor.
0
Comente!x

  Você deveria é ficar de boca fechada, . Digo a mim mesma, fechando meus olhos e então dando-lhe as costas para pegar minha mala.
0
Comente!x

  – Deixe que eu ajudo – ele passa por trás de mim, seu corpo extremamente quente quase roçando em minhas costas, me fazendo dar um pequeno pulo –, os dois quartos são suítes, mas acho que você irá preferir ficar com a melhor vista.
0
Comente!x

  Em 15 minutos, o Homem-Charmoso apresentou todo o apartamento e deixou meus pertences em um canto do quarto principal intacto. Ele disse estar acostumado com o de hóspedes, porque era o quarto que dormia quando precisava passar a noite na casa do casal de amigos.
0
Comente!x

  – Imagino que você queira tomar um banho e relaxar – ele diz, esfregando as mãos e olhando no relógio de punho. Percebo que gosta bastante dos modelos caros. Ele bem que poderia se passar por um modelo de relógios, com todo o porte e o estilo.
0
Comente!x

  – Na verdade – olho para meu próprio relógio, pequeno, com uma pulseira de couro falsa quase descascando, mas de ponteiro, porque gosto de fingir que sei ler as horas sem precisar pensar onde está o ponteiro menor e o maior por alguns minutos. Vejo que tenho tempo extra para gastar, porque imaginei que houvesse algum problema no percurso –, gostaria que tivéssemos algumas regras para convivência.
0
Comente!x

  O Homem-Charmoso ergueu as sobrancelhas e o sorriso de lado logo voltou. Deu dois passos para trás e sentou-se no banco da bancada que ditava o modelo americano da cozinha e apoiou um dos cotovelo na bancada.
0
Comente!x

  – O que você tem em mente?
0
Comente!x

  – Acho que é válido coisas como “não comer a comida do outro” ou “não trazer pessoas estranhas”. Pode ser, hum, desagradável.
0
Comente!x

  – Tudo bem.
0
Comente!x

  – E devemos manter as coisas limpas para o outro poder usar sem problemas em seguida.
0
Comente!x

  – Consigo fazer isso.
0
Comente!x

  – E a faxina…
0
Comente!x

  – Não se preocupe. Contratei uma faxineira para vir limpar tudo duas vezes por semana. Você consegue lidar com outros cinco dias sem ela?
0
Comente!x

  Ignorei o tom de sarcasmo em sua voz e olhei para cima, pensando se havia algo mais a acrescentar em nossas regras.
0
Comente!x

  – Ah – ergo um dedo -, acho justo nos conhecermos para podermos ter um bom relacionamento de… hum, colegas de apartamento.
0
Comente!x

  – Você quer sentar para beber?
0
Comente!x

  – Não – dou um passo para trás, defensiva –, é só que… você sabe meu nome e ainda não me disse o seu. Me parece um pouco… injusto.
0
Comente!x

  O Homem-Charmoso permaneceu me encarando por alguns segundos com uma expressão de riso que também decidi ignorar, porque não quero que exista animosidade entre nós desde o primeiro dia. Apesar de ter deixado o Brasil para me afastar desse tipo de pessoa, consigo lidar com elas em outra língua.
0
Comente!x

  – – ele diz –, a propósito, bem-vinda a Nova Iorque.
0
Comente!x


  Nota autora: Rindo de nervoso, porque aqui estou eu novamente com uma fanfic em andamento 🤦‍♀️
A questão é que eu me empolguei e acabei não conseguindo finalizá-la a tempo para o quiz, então escrevi uma intro à parte para não deixar de participar do projeto, hehehe, e agora todas nós que lutemos com a fanfic em andamento 😬 conto com a participação, e principalmente a paciência de vocês.

De qualquer forma, estou me divertindo à beça escrevendo ela, que já deu gatilho para as outras duas fanfics em andamento que estão online, então logo mais vem atualização de tudo ao mesmo tempo (oba!).

Capítulo 2

  Tento controlar o embrulho que insiste em revirar dentro do meu estômago desde que abri a porta. Foi muito fácil ignorar a surpresa inicial, a postura defensiva e o olhar receoso, porque minha atenção estava nos lábios vermelhos, o cabelo liso desgrenhado de um possível voo longo, as bochechas coradas e o corpo cheio de curvas.
0
Comente!x

  Joshua havia me avisado que iria receber uma hóspede, que ela era do Brasil e que eu deveria deixá-la confortável, para que não causasse nenhum problema no prédio. Mas ele não disse nada sobre o problema maior ser ela ser uma das mulheres mais bonitas que já pisou em terras americanas.
1
Comente!x

  Na verdade, o engano do site foi que eles informaram a Joshua que a reserva era de somente um quarto, o que tornou-se conveniente porque ele já havia combinado comigo que eu poderia ficar no apartamento dele enquanto o meu estava em reforma. Josh queria sair do ambiente que criou com Melina, que faleceu no ano passado em decorrência de uma infecção. Quando recebeu o e-mail de aluguel de e viu que calhava na mesma época que eu ficaria no apartamento, ele decidiu que era um sinal de que precisava se reerguer, e por isso tirou alguns meses sabáticos – que podem muito bem completar 1 ano.
0
Comente!x

  Por isso saber que queria o apartamento inteiro para ela me deixou, no mínimo, decepcionado. É claro. Quem iria querer dividir moradia com um estranho após horas dentro de um voo?
0
Comente!x

  – Existe mais alguma regra que você queira colocar na lista?
0
Comente!x

  Eu, honestamente, achei graça. Cada vez que decide falar, é possível ver em seus olhos que ela planeja tudo com precisão dentro de sua cabeça. Enquanto permaneço sentado relaxado, ela está rígida, de pé no meio da sala, assim como os réus quando estão prestes a receber suas sentenças.
0
Comente!x

  Vejo seus olhos se erguerem, botando mais uma vez o cérebro para funcionar, e então ela volta sua atenção para mim.
0
Comente!x

  – Você tem alguma regra?
0
Comente!x

  – Eu gosto das suas.
0
Comente!x

  – Que bom. Mas tem alguma que você queira incluir?
0
Comente!x

  Permaneci encarando . “Não me conquiste e depois quebre meu coração”, foi a primeira coisa que veio à cabeça. Mas a quem eu quero enganar? Ela meio que já me conquistou.
0
Comente!x

  – Bata na porta antes se precisar entrar – jogo a primeira coisa que vem à mente e a vejo concordar com a cabeça. – Só isso.
0
Comente!x

  – Só isso?
0
Comente!x

  – Não sou muito exigente, . Só quero uma relação amigável entre nós.
0
Comente!x

  – Ok, sou muito amigável.
0
Comente!x

  Vejo o arrependimento dela antes mesmo de seus olhos fecharem em um pesar. Mais uma vez, acho graça. Ela é do tipo que fala coisas sem graça e só percebe depois como foi, mas não se desculpa, porque claramente isso é só um traço charmoso da personalidade dela.
0
Comente!x

  – É um prazer poder dividir moradia com você por…
0
Comente!x

  – Um mês.
0
Comente!x

  – Um mês – me delicio com a notícia –, se você precisar de alguma coisa, este é meu telefone – entrego a ela meu cartão de visita.
0
Comente!x

  Seus olhos passeiam pelo cartão e então ela olha para mim surpresa.
0
Comente!x

  – Você é advogado?
0
Comente!x

  – Não pareço um? – abro meu sorriso e a vejo mudar o peso de perna.
0
Comente!x

  – Parece.
0
Comente!x

  – Caso entre em alguma cilada, estou à disposição.
0
Comente!x

   aperta os lábios e abre um pequeno sorriso. Meu estômago revira novamente. Adoraria ouvir o que ela teria para dizer. Uma nova pérola que a deixasse arrependida e sem graça.
0
Comente!x

  Ao invés disso, ela apenas se vira e entra no quarto principal.
0
Comente!x

  As quartas são o dia do juízo final no escritório.
0
Comente!x

  Nossos estagiários precisam ir até o fórum retirar processos detidos, negados ou aprovados. Geralmente, é quando todos os advogados perdem a cabeça ou permitem que seus estagiários saiam no horário certo.
0
Comente!x

  – Qual a probabilidade de eu conseguir mudar para o doutor ?
0
Comente!x

  – Por que você gostaria de mudar para o doutor ?
0
Comente!x

  – Você viu a reação do Fernandez depois do almoço? Se ele pudesse soltar laser com os olhos, ele certamente o faria – disse a jovem estagiária de Hugo.
0
Comente!x

  Ela tinha razão. Hugo costuma se exaltar demais quando perde algum processo. Na semana passada, ele trincou a parede de vidro que separa seu escritório da área comum e foi uma dor de cabeça para a maioria das pessoas ali terem que lidar com a poeira e o barulho da troca do material.
0
Comente!x

  – E por que o ? Eu gosto de ser estagiária da doutora Linz. Ela se tranca dentro da sala dela e esquece que tem um estagiário.
0
Comente!x

  – Ah, você é só uma novata – outra voz diz. – O doutor nunca perde um processo.
0
Comente!x

  – Isso é impossível.
0
Comente!x

  Abro um pequeno sorriso enquanto leio os resultados dos processos e, como disse os estagiários, nenhum me parece nem um pouco rejeitado ou desaprovado.
0
Comente!x

  – Mas não é. A maior surpresa é você não conhecê-lo ou nunca ter ouvido falar dele…
0
Comente!x

  Ergo as sobrancelhas. Não sou tão famoso assim.
0
Comente!x

  –… Ele é conhecido por só pegar casos que tem certeza de que irá ganhar.
0
Comente!x

  – Mas daí qualquer um consegue, né.
0
Comente!x

  – Hu-hum. Na-não. Os casos que ele pega são aqueles que ninguém mais quer, porque são complicadíssimos de serem ganhos. É por isso que ele cobra uma fortuna a hora. Todo mundo quer o no caso. Os escritórios da concorrência odeiam quando é ele quem entra na sala de reuniões para negociar algum acordo.
0
Comente!x

  – Você pode estar à vontade com a Linz – diz outro deles –, mas a melhor experiência de estagiário com certeza é com o .
0
Comente!x

  – A Samantha é uma ótima advogada, Lucas – digo em meio à leitura de um processo digital –, dá para se aprender muito com ela também.
0
Comente!x

  O grupo pula com o susto e fingem estar preparando o café ou limpando a área utilizada, mas eu já havia ouvido toda a conversa. Abro um pequeno sorriso e aceito a xícara de café oferecida por Kendal.
0
Comente!x

  – Além disso, faço meus estagiários trabalharem o dobro que vocês – e dou uma piscadela, fazendo-os perceber que nem Julia, nem Logan estão presentes no meio da fofoca.
0
Comente!x

  Deixo a sala do café, mas ainda ouço as garotas suspirarem e dizerem:
0
Comente!x

  – Eu com certeza não me importaria de fazer hora extra só para ficar olhando o doutor por mais tempo.
0
Comente!x

  – Ele é mesmo um gato.
0
Comente!x

  Solto uma pequena risada antes de voltar à leitura do processo. Então, um pensamento chega sem aviso na minha mente:
0
Comente!x

  Será que também não se importaria em ficar comigo até tarde?
1
Comente!x

Continua

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Liv
Liv
2 meses atrás

Naaat, eu super te entendo! Vou trazer duas longs pro site que eram pra ser do quiz hehehehehe eu que lute
MAS, falando sobre essa belezinha aqui: aceito att <3
Eu gosto muito de histórias nessa temática e quero MUITO romance com esses dois!!!! Já estou apaixonada pelos personagens e pelo nosso querido Jackson HEHEHEHE (agora não sei se imagino ele como o Eunwoo ou o Jackson mesmo kkkkkkkkk)
E eu adorei o fato da prota continuar decidida apesar de tudo. Espero que ela viva muitas experiências novas <3

Liv
Liv
2 meses atrás
  Joshua havia me avisado que iria receber uma hóspede, que ela era do Brasil e que eu deveria deixá-la confortável,…" Read more »

amoooooo

Liv
Liv
2 meses atrás
  Será que também não se importaria em ficar comigo até tarde?" Read more »

claro que não rs

Liv
Liv
2 meses atrás

Olha, já tô shippando os dois e eles tiveram uma interação só hehehehehe
essa história tem a vibe de que será uma leitura muito gostosinha, esperando por mais capítulos <3


You cannot copy content of this page

4
0
Would love your thoughts, please comment.x