Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

cupid

  — Ah, se eu vou! — gritei para ele — E trate de parar de me seguir, !
0
Comente!x

  A chuva parecia ter apertado, e por já estar molhada, não me importei em continuar encharcada, afinal, meu foco era sair da floresta o mais rápido possível. A cada passo que eu dava, o cupido vinha atrás com uma feição de coitadinho, além da esperança de que eu ouviria o que tinha a falar – não é como se eu não fosse dar uma chance para ele, mas sua aparição foi extremamente repentina, e ninguém havia me preparado para tal acontecimento. Respirei fundo, recuperando o meu fôlego e felizmente eu conseguia avistar minha prima e meus tios na entrada da floresta, segurando seus respectivos guarda-chuvas. Corri na direção deles com o coração muito acelerado, querendo fugir desse local antes que as minhas emoções viessem à tona, e fui recebida com um abraço caloroso dos três. Sorri pequeno para eles, logo dando as costas para o amontoado de árvore, e consequentemente, para o cupido.
0
Comente!x

*

  — Quando eu falei que você encontraria as respostas para as suas dúvidas, não achei que os deuses mandariam o problema em questão para você se virar, sabe?
0
Comente!x

  Minha prima fez uma careta ao se referir ao rapaz, me fazendo rir; ela estava terminando de encher a banheira para aproveitarmos um momento de paz, visto que Lua e Namjoon tinham se desentendido enquanto eu fui para a floresta. Aparentemente a discussão se deu por conta de alguma decoração do casamento, e eu apenas a escutei, vendo que a garota precisava desabafar. Entramos na água aquecida e eu já podia sentir o efeito das ervas relaxando o meu corpo, além de emanarem um aroma tão delicioso. Suspirei alto, tentando não pensar excessivamente no cupido que encontrei na noite anterior e falhei, não conseguindo afastá-lo dos meus pensamentos. Durante o tempo que nos relacionamos, ele sempre teve essa magia de me fazer ficar rendida por si, e não era algo difícil. Eu gostava da sensação de estar em seus braços e de sentir cada parte do meu corpo reagir com o seu toque, no entanto, mais do que o efeito que causava fisicamente, eu ainda estava completamente apaixonada pelo homem mesmo após um ano. Contudo, não é por estar apaixonada que eu o permitiria entrar na minha vida do nada, muito menos quando o cupido sumiu sem dar uma única satisfação.
0
Comente!x

  — Nem me diga — a respondi depois de longos minutos. — Pelo menos garanti as ervas.
0
Comente!x

  — Realmente — Lua riu e bebericou a sua bebida, oferecendo para mim — e garantiu o nosso sagrado banho! Agora, não querendo te apressar, mas já tem noção de como lidará com a situação? Só estou perguntando por causa do meu pressentimento.
0
Comente!x

  — Qual pressentimento? — indaguei um tanto curiosa e preocupada. O sexto sentido da minha prima é o mais aguçado que existe, já que possui o DNA de lobisomem e de bruxa.
0
Comente!x

  — De que o seu cupido favorito ficará na frente da loja até que você decida falar com ele. A propósito, sinto que chegará em cinco minutos.
0
Comente!x

  — Que se foda. — mergulhei a fim de molhar o meu cabelo, ignorando tudo que Lua falou.
0
Comente!x

  — Gosto da resposta, pena que não é como se sente de verdade — rolei os olhos com as suas palavras tão verdadeiras. — Foi mal, às vezes é meio difícil parar de ler as pessoas facilmente.
0
Comente!x

  — Eu sei — sorri marotamente, adorando o fato da mulher ser sincera por nós duas. — Uma hora irei “enfrentá-lo”, entretanto, vamos focar no que importa: o halloween é nessa semana!
0
Comente!x

  — Já que estamos no assunto, você vai entrar na competição?
0
Comente!x

  — Qual delas?
0
Comente!x

  Um fato sobre festivais em Luna é que os cidadãos são loucos por competições, não importa do que seja. Se tem prêmio, eles estão dentro.
0
Comente!x

  — A da família. E, claro, o concurso de fantasia.
0
Comente!x

  — Oh. Quase esqueci a da fantasia, mas me inscrevi assim que mudei para cá, então…
0
Comente!x

  Por mais que a cidade seja repleta de seres sobrenaturais, isso não os impedia de se fantasiarem e competirem entre si, e confesso que sempre quis fazer parte desse evento por conta do que Lua me falava nos outros anos. Lembro perfeitamente de ter deixado as malas no meu quarto na pensão e ter descido para o bar, assinando o meu nome na prancheta e ter comemorado por finalmente participar.
0
Comente!x

  O único problema é a fantasia que eu me inscrevi.
0
Comente!x

  Quando você confirma a sua participação, é necessário informar a fantasia usada, já que todas são confeccionadas pelos meus tios, e como eles respeitam as solicitações dos clientes, esses dois meses eram essenciais para os dois fazerem tudo perfeitamente de acordo com as exigências dos moradores.
0
Comente!x

  — Meninas — tio Marc falou do outro lado da porta —, não esqueçam da prova de roupa!
0
Comente!x

  — Suas fantasias estão prontas! Hellen virá também, então preparamos algumas pizzas e doces para passarem a noite. — Rey completou.
0
Comente!x

  — Sairemos em cinco! — respondemos juntas, já começando a nos preparar para dar adeus a nossa querida e enorme banheira.
0
Comente!x

  — Tão bom poder morar em uma casa grande! — exclamei animada — E longe dos meus parentes.
0
Comente!x

  — Melhor coisa você ter vindo para cá, prima. — a vi sorrir de lado. — Seus pais são péssimos.
0
Comente!x

  — São mesmo. Felizmente me livrei das minhas correntes!
0
Comente!x

  A última palavra me levou automaticamente a pensar em e em sua situação, mas tentei deixar para lá, focando em apenas me secar e pôr uma roupa confortável para terminar os preparativos para o halloween.
0
Comente!x

*

  — , meu bem — Rey finalizava os ajustes na minha fantasia. — Por que temos um cupido na nossa porta há cinco dias? Quer que eu o expulse?
0
Comente!x

  Olhei para o mais velho com um olhar de desculpa e ele soltou um risinho, sabendo de toda a história; diferente dos dois humanos que me colocaram no mundo, meus tios eram fáceis de conversar e não me julgavam, agindo mais como meus pais do que os verdadeiros. não me perturbou nessa semana que passou, nem tentou falar comigo, mas em contrapartida, achou que seria uma boa ideia aparecer na frente da nossa casa toda noite. Respirei fundo, tentando compreender a sua lógica, mas desisti rapidamente ao perceber que eu não teria uma resposta se eu não o questionasse. Encarei minha prima e nossa amiga, ambas fantasiadas de anjos para combinarem comigo, e toda vez que eu via o meu reflexo no espelho, me arrependia da escolha, apesar de estar simplesmente maravilhosa.
0
Comente!x

  — Não há necessidade, tio. Obrigada, de qualquer forma. — sorrimos um para o outro.
0
Comente!x

  — Já chequei a entrada e não tem nenhum visitante — Rey avisou.
0
Comente!x

  — Terminamos aqui também! Vamos?
0
Comente!x

  Com tudo pronto, fomos em direção ao festival, preparados para a noite.
0
Comente!x

*

  A lua cheia iluminava todo o ambiente, e os cidadãos de Luna se encontravam em tamanha euforia com a sua data favorita. Avistei Hellen e Seokjin se aproximando da barraca, de mãos dadas e segurando algumas sacolas. O casamento deles seria antes do de Lua e Namjoon, e provavelmente aproveitaram as promoções para comprarem algumas coisas para a sua casa, já que começaram a morar juntos desde que me mudei. Observei as pessoas sem muita animação, sendo cutucada pela minha prima que apontou para o meio da multidão, me mostrando rodeado de pessoas visivelmente encantadas com sua beleza. Revirei os olhos com força, sabendo que não tinha o direito de sentir ciúmes, mas foi meio inevitável. Voltei a atenção para os fregueses que não paravam de chegar, os atendendo com a maior simpatia e na tentativa de me distrair com suas presenças.
0
Comente!x

  As horas passaram voando, e quando reparei, a competição de fantasia estava prestes a iniciar. Minha família estava na primeira fileira, e as mães de Namjoon tinham preparado um cartaz para torcerem por mim, o que achei ser extremamente adorável – era como se eu tivesse sido também adotada por elas. Eu não me importava em ganhar, contudo, perder não é uma opção, principalmente sendo da família Solari.
0
Comente!x

  — Agora com vocês: Solari e sua releitura da Deusa do Amor!
0
Comente!x

  As inúmeras palmas ecoaram pelo lugar, dando um gás a mais para que eu prosseguisse com o meu desfile; meus tios souberam trabalhar perfeitamente com a ideia que eu dei, e todos os mínimos detalhes faziam com que eu me destacasse no meio dos outros concorrentes. Por ser uma devota do amor no mundo humano, eu cresci rodeada de histórias e estudos sobre a deusa e seus subordinados, os cupidos. Mesmo que eu fosse proibida de experimentar o sabor do amor, eu dediquei a minha vida por esse sentimento, e na hora de assinar o formulário, acreditei que essa seria a melhor escolha de fantasia.
0
Comente!x

  Eu só não contava com o fato de me envolver com um cupido de verdade.
0
Comente!x

   me observava de longe, porém, perto o suficiente para nossos olhares cruzarem e eu ter a sensação de que o mundo a minha volta havia parado. Eu queria desviar desse contato e fingir que nada aconteceu, que eu não o amava e que tudo não passava de um sonho distante, mas, o olhar que eu recebia era o mesmo da nossa primeira vez: o olhar que me fazia sentir amada e desejada, e mais uma vez, eu podia degustar do delicioso sabor do amor.
0
Comente!x

*

  — Parabéns para a nossa ganhadora! — Lua e Hellen jogaram confete em mim, preparando o celular para tirarmos uma selfie.
0
Comente!x

  — É óbvio que ela ganharia, é a nossa sobrinha número 1! — Marc comentou.
0
Comente!x

  — E a única que vocês tem.
0
Comente!x

  — Justo.
0
Comente!x

  — Está quase na hora da lua vermelha. — Rey disse ao checar no relógio central da cidade — Vamos fechar a barraca, vocês podem ir se organizando.
0
Comente!x

  — Isso mesmo — Lara falou —, se eu chegar no dez e ver um de vocês, mandarei Noeli morder seus pescoços.
0
Comente!x

  — É o que a minha queridíssima esposa disse — a vampira riu.
0
Comente!x

  — Tudo bem, já entendemos! — levantamos as mãos em rendição.
0
Comente!x

  — Até mais, crianças! Não espero vê-los em casa antes do amanhecer!
0
Comente!x

  Saímos aos risos com a fala de Rey e nos separamos ao entrar na floresta, cada casal indo para o seu lado e eu acabei parando no exato local que encontrei o cupido anteriormente. Ainda faltava alguns minutos para a coloração da lua mudar, e optei por sentar em um tronco caído, esperando uma certa pessoa aparecer.
0
Comente!x

  — Foi mais rápido do que pensei. — ri sem humor, encarando o homem na minha frente — Feliz Halloween, cupido.
0
Comente!x

  — Feliz Halloween, .
0
Comente!x

  Suspirei melancólica, lembrando das vezes que ele me chamava assim e de como a sua voz ainda tem um efeito sob mim. não mudou nada desde a última vez que nos vimos, e era como se o rapaz nunca tivesse ido embora.
0
Comente!x

  Eu queria que não tivesse ido.
0
Comente!x

  — Eu senti a sua falta.
0
Comente!x

  — Eu sei — respondi —, caso contrário não teria ficado na porta da minha casa durante cinco dias. Sem falar nada.
0
Comente!x

  — Não queria incomodá-la — coçou a nuca um tanto desconcertado por ser pego no flagra. Não que tenha tentado esconder sua presença. — Não sabia que tinha saído da pensão.
0
Comente!x

  — Três meses depois que você foi embora — dei de ombros, espiando sua feição confusa. — Eu te esperei voltar por três meses, só que percebi que estava sendo iludida o bastante e parei de aguardar o seu retorno, me mudando para a casa dos meus tios.
0
Comente!x

  — Me desculpa, . — parecia triste. — Sei que minhas desculpas não apagam o que eu fiz, mas, de verdade, eu sinto muito por ter te feito passar pelo que passou.
0
Comente!x

  — E acredito que tenha uma explicação? — arqueei uma sobrancelha.
0
Comente!x

  — Tenho, e gostaria que a ouvisse.
0
Comente!x

  — Você pode pular a parte da sua questão com a deusa do amor, Lua me contou sobre.
0
Comente!x

  — Oh.
0
Comente!x

  — Não foi por mal, se ela não falasse nada, eu provavelmente te odiaria mais.
0
Comente!x

  — Você me odeia? — pude ver em seus olhos o quão desesperado ele estava.
0
Comente!x

  — O que você acha? — balancei as pernas, sentindo o vento bagunçar o meu cabelo.
0
Comente!x

  — Eu não sabia o que fazer! — o olhei fixamente, um pouco surpresa com a exclamação — Por toda a minha existência eu fui ensinado que deveria semear o amor, e nunca havia experimentado tal sentimento na minha própria pele. Há uma enorme diferença entre ser o intermediário e o destinatário final. Além do meu trabalho, a única coisa que eu sabia era me envolver superficialmente com humanos, mas, como não sou um, não compreendo muito bem como funciona a mente de vocês. Ou como os humanos funcionam, de uma forma geral. Não importava quantas vezes a deusa nos contasse sobre, nunca fez sentido para mim amar alguém, independente de ser o responsável pelo o amor. Até que eu a encontrei, nesse mesmo lugar, com uma feição tão serena e uma curiosidade adorável para tocar nas minhas asas. Eu fiquei curioso para saber mais de você, e achei que isso era normal, afinal, não foi a primeira vez que me envolvi com um humano. No entanto, quando fomos para o seu quarto e eu a olhei pela luz do luar, eu tive a visão mais bela de toda a minha existência, e pude experimentar o amor na sua forma mais pura. Eu tentei ignorar isso, até que comecei a sentir medo. — fiquei surpresa novamente, não imaginei que sentiria medo de algo. — Medo desse novo sentimento, de não poder ficar ao seu lado… de te perder. Ao mesmo tempo que fugi feito um covarde, eu decidi que terminaria as minhas missões e concluiria a prova de amor para ser livre e poder voltar. Mas, levou um ano para que eu cortasse os laços com a deusa do amor…
0
Comente!x

  Minha respiração estava descompassada, e a medida que eu o escutava, a vontade de fugir era tamanha. Eu tenho plena noção que daria uma segunda chance para ele se continuasse ouvindo a sua explicação, contudo, eu simplesmente não iria embora, era necessário saber o lado dele da história para que eu possa seguir com a minha vida.
0
Comente!x

  — E recebesse sua benção. No dia que eu a encontrei, ela disse que eu já havia feito o meu ato de amor, o que me deixou sem palavras. Para mim, essa seria a próxima etapa a ser terminada, todavia, com um sorriso e um abraço caloroso, a deusa falou que a prova do meu ato de amor estava na Terra, e que eu devia correr para essa pessoa o mais breve possível já que segundas chances são raras de se conseguir. Eu não espero que você vá me perdoar, mas eu gostaria de lhe pedir uma segunda chance para mostrar que o meu amor é real e a me ajudar a ser como um humano.
0
Comente!x

  — Você parece um personagem saído diretamente de um livro — soltei um risinho abafado. — Eu só queria ter sido avisada, não teria problema algum se desde o início sinalizássemos que seria apenas um sexo casual, sabe? Entretanto, , você literalmente me fez sentir amada por completos dois meses. Como eu poderia adivinhar que eu seria deixada sem ao menos uma despedida? Por mais que faça sentido você não saber lidar com humanos, eu gostaria que pelo menos tentasse se comunicar naquela época. Eu senti tanto a sua falta, . — desci do tronco — E, do nada, após um ano, você reaparece sem aviso prévio. Imagina como os meus sentimentos ficaram no momento que eu te vi?
0
Comente!x

  — Desculpa,
0
Comente!x

  — Já entendi que sente muito — abanei com a mão dispensando suas desculpas sem muita paciência. — O que quero saber é se você está sendo 100% sincero com seus sentimentos.
0
Comente!x

  — O que você quer dizer?
0
Comente!x

  — Eu vou te dar um ano. Esse é o prazo para você provar que o seu amor é real. — o encarei — Não há garantias que eu aceitarei o seu amor no final, cupido.
0
Comente!x

  Agora, estávamos iluminados pela lua vermelha e pelo silêncio que inundou o ambiente; me aproximei o suficiente para segurar o seu rosto e fiz um carinho de leve, o vendo fechar os olhos com o meu ato.
0
Comente!x

  — No entanto, precisamos ficar longe um do outro por um tempo para colocarmos a cabeça no lugar, não acha? — o vi concordar com um sorriso triste — Aposto que Namjoon e Jin vão adorar te ter como colega de quarto. E você sabe onde eu moro. Quando estivermos prontos, saberemos onde encontrar um ao outro.
0
Comente!x

  O envolvi com meus braços, o puxando para um abraço; seu rosto se encaixou na curva do meu pescoço, e eu pude sentir a sua respiração contra a minha pele, causando um arrepio. Ficamos desse jeito até a lua voltar a sua coloração normal, e assim que nos separamos, partimos em direções contrárias, apenas com o peso dos nossos sentimentos gritando em nossos corações e iluminados pelo luar.
0
Comente!x

Fim

N/A: A continuação veio mais rápido do que imaginei, mas mais triste do que o planejado KKKKKKKK
Confesso que adoro esse casal que não é mais casal, e escrever sobre os dois é uma experiência diferente visto que eu só escrevo – 90% das vezes – finais felizes.
Espero que tenham gostado! Será que teremos uma continuação? Hehehehe
Essa fic faz parte do universo da “Balinha de Coração”! Então, se quiserem saber mais sobre os casais citados e sobre a cidade, recomendo a leitura da “Balinha de Coração” e sua continuação “AMEIANOITE”, que conta a história da Lua e do Namjoon, e “Cadeado”, que conta a história da Hellen e do Seokjin.
Até a próxima <3

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  – Que tal se você não estender mais do que o combinado com seu filho?" Read more »

Eita, já começou tomando patada, Jimin. Que moral, hein?

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  Engulo o bolo que se forma em minha garganta ao ver minha família tranquila em uma rotina sem mim, como…" Read more »

Hahahaha minha pessoa favorita!

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  Engulo o bolo que se forma em minha garganta ao ver minha família tranquila em uma rotina sem mim, como…" Read more »

Você pode agir com a rebeldia que quiser, mas nada muda a realidade ‍♀️ /sorrynotsorry

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  E sei mesmo." Read more »

Ai que delícia <3

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  – Cara, você também sabe voar?" Read more »

Hahahaha, não quero dizer, mas é inevitável. O Jimin é brasileiro

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  – É claro que não odeia – ela me responde sem tirar os olhos da tela – Ele ainda não…" Read more »

Altas expectativas do Jimin surpreender a pp no festival. Não me decepcionei Jimin-ssi.

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  "Você poderia se dedicar mais a ele, sabia? Pode ser que ele não diga, mas Jake sente sua falta todos…" Read more »

Exatamente o que eu responderia

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  - Eu senti mais. – ouvi seu murmúrio." Read more »

Isso mesmo, vai juntando esses cacos aí hahahaha

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás
  - Eu senti mais. – ouvi seu murmúrio." Read more »

Uma hora quero ver todos eles juntos

Natashia Kitamura
Admin
7 meses atrás

Que beleza! Adorei a short, Liv! Esperando pela próxima, quero ver o que esse cupido vai fazer de criativo para provar o amor dele. Espero que seja bem difícil, ta achando que amor é brincadeira, é? Hahahahaha!


You cannot copy content of this page

14
0
Would love your thoughts, please comment.x