Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

company

   às vezes se questionava o motivo de continuar com sua amizade com Lee , visto que além de ser irritante e chata, ela o metia em cada furada que drenava a sua energia. Mas, ao pensar em todas as coisas que já havia feito para si e para o Seventeen, ele respirava fundo e murmurava para si mesmo que não queria ter outra melhor amiga. Apesar de reclamar da mulher, tinha plena certeza de que era tão chato quanto ela, e talvez seja por isso que eles se davam tão bem desde que se conheceram.
0
Comente!x

  Agora, como se pagasse os pecados de sua vida, estava fazendo um favor para sua amiga e mantendo a antiga companhia de longe dos dois, torcendo para que Lee conseguisse se declarar para o seu amigo. Até tentou espiá-los, contudo, ambos já haviam sumido na multidão e sorriu, acreditando que tudo daria certo. Por um momento quase esqueceu da sua nova companhia, que olhava meio desinteressada para as pessoas na pista de dança enquanto bebia o seu segundo drink. nunca teve problemas em se comunicar com pessoas que não tinha amizade, porém, algo na mulher ao seu lado o fazia ficar sem palavras.
0
Comente!x

  — Você sabe que não precisa me fazer companhia, certo? — A voz da garota soou alta o suficiente, levando em consideração o volume da música de fundo. — Não há problema algum em perder o interesse em alguém.
0
Comente!x

  O sorriso dela era extremamente bonito, pensou . Não é como se tivesse perdido o interesse, a verdade é que não tinha tido nenhum até o exato momento, e como estava mais focado no futuro casal que se formaria, acabou não prestando tanta atenção na mulher.
0
Comente!x

  — Eu sei que você não tem interesse em mim, . — Ela se virou com um sorriso sapeca estampado em seu belo rosto, se divertindo com a expressão surpresa do rapaz. — Até manteria o meu teatro por mais tempo, mas não estou em posição de enganar mais uma pessoa.
0
Comente!x

  — Enganar? — a olhou confuso e curioso.
0
Comente!x

  — Apenas estava fazendo um favor para um… amigo. Você acha mesmo que eu acreditei que você estava a fim de mim?
0
Comente!x

  — Ah, … — suspirou — Você me paga.
0
Comente!x

  — Não culpe a pobre, queria chamar a atenção dela — a moça deu de ombros —, e conseguiu. Não sei qual é a dos dois, claramente gosta dele e ele fica nessa… Sinceramente, não tenho paciência.
0
Comente!x

  — Quem é você e como conhece eles? — se sentia perdido. Não fazia a mínima de quem era a misteriosa mulher, e o que era para ser uma simples distração, se tornou um quebra-cabeça um tanto complicado.
0
Comente!x

  — A sua carinha confusa é uma graça, já te falaram isso? — Ela tentou se segurar para não rir, sendo em vão no minuto que franziu as sobrancelhas, mais perdido ainda. — Eu e nos conhecemos por conta de alguns familiares que são amigos, e as outras vezes que nos esbarramos foram em premiações e eventos que vocês se apresentaram. Como ele já fez um favor para mim, decidi retribuir, afinal, sabe quantas vezes eu já escutei a falar dele? Chega uma hora que se a gente não mexe os pauzinhos, os protagonistas não ficam juntos por serem densos e devagar demais.
0
Comente!x

  — Isso responde uma parte. — O rapaz pediu mais dois drinks para o garçom, oferecendo um para a sua companhia.
0
Comente!x

  — Certo, quem eu sou. Você deve conhecer a sims, né? Amiga da e da Myung-Dae, que nunca está nos mesmos eventos que vocês por conta da agenda atarefada.
0
Comente!x

  — Oh, eu assisto algumas streams dela! — não sabia o paradeiro dessa conversa, todavia, estava minimamente satisfeito com as descobertas até agora.
0
Comente!x

  — Ela ficaria feliz de saber que o seu bias wrecker faz parte de sua audiência. — sorriu meio sem jeito. — Então, eu sou a irmã mais velha dela. Além de nós duas, tem a do meio, que também é streamer de jogos, só que de terror. E que você certamente conhece.
0
Comente!x

  — Oh… — o homem falou após ponderar, percebendo a semelhança entre as três irmãs. se sentiu um pouco devagar por ter demorado a reconhecê-la, ainda mais pelas irmãs serem parecidas. — Então você é a famosa , maquiadora das bandas famosas?
0
Comente!x

  — Achei que não fosse me reconhecer. — Ela arqueou uma sobrancelha.
0
Comente!x

  — Agora quase tudo faz sentido. — descansou o corpo na parede, sem quebrar o contato visual com .
0
Comente!x

  — Ah, você deve estar se perguntando a razão da não me reconhecer? — O outro assentiu. — Desde que completei a maioridade eu saí de casa e comecei a minha longa jornada pelo mundo da maquiagem, então eram raras as vezes que eu visitava a casa dos meus pais, já que estava ocupada demais estudando ao redor do mundo. Felizmente tenho duas irmãs compreensivas que não se importavam da sua unnie estar longe, porém, nossos pais adoeceram juntos e eu percebi que precisava assumir o meu posto de primogênita e voltar para cá, e com a proposta de trabalho ficou mais fácil de me estabelecer novamente. E respondendo a sua pergunta depois do meu longo monólogo — riu, sem se importar em escutá-la caso tivesse algo a mais para compartilhar —, mesmo de volta, na maioria dos dias eu precisava ficar fora de casa o dia inteiro, então e convidavam para jantar ou jogarem conversa fora. Por mais que eu quisesse estabelecer uma conversa com as três, o fato delas falarem de vocês o tempo todo era um pouco demais para mim. Não me entenda errado, eu curto as suas músicas, mas após passar tanto tempo ouvindo as fãs da banda que eu trabalho, você meio que fica cansada. É por isso que Lee não me reconheceu. E me desculpa por te alugar para falar da minha vida.
0
Comente!x

   sorriu. Era bacana poder conversar com outras pessoas fora do seu círculo de amizades, apesar da mulher ser, de alguma forma, parte dele. Ele não a achou chata, tampouco se viu desinteressado quando a outra contou sobre a sua vida; a verdade é que começou a ter um certo interesse em , e por mais que não fosse dizer em voz alta, agradeceu a amiga mentalmente por tê-lo colocado em uma “roubada”.
0
Comente!x

  — Devo te chamar de noona? — O rapaz se aproximou o bastante para sussurrar no pé do ouvido de , ganhando um sorriso desafiador de volta.
0
Comente!x

  — Nós temos a mesma idade, oppa. — revidou, se aproximando mais do rosto do rapaz, ficando apenas a míseros centímetros de distância.
0
Comente!x

  — Justo. se afastou, esticando a mão para a mulher. — Me daria as honras de continuar sendo a minha companhia pelo resto da noite?
0
Comente!x

  — Se eu dissesse que não estou curiosa para saber mais de você, estaria mentindo. — colocou o seu copo em uma mesa qualquer e voltou para o seu par, segurando a sua mão em resposta.
0
Comente!x

*

   poderia não saber, mas possuía um certo interesse nele bem antes dessa festa.
0
Comente!x

  Suas irmãs sempre foram fãs do Seventeen, então mesmo que não quisesse, a mais velha ficava antenada em todas as notícias da banda, e como tinha como bias wrecker, escutava bastante o nome do rapaz pela casa. Quando se sentiu curiosa o suficiente para pesquisar sobre o homem, ela se viu encantada com o jeitinho dele, o achando uma graça. O único problema é que quando algo ou alguém chama a atenção de , a garota faria o que estivesse ao seu alcance para conquistar o seu objetivo.
0
Comente!x

  — Você estava pedindo para me apresentar a você? Então a senhorita está a fim de mim, hein?
0
Comente!x

   revirou os olhos, arrancando uma risada de que se encontrava maravilhado ao descobrir mais fatos sobre a moça. Ambos conversavam por mais de duas horas em uma das salas de karaokê, sem se incomodarem com a presença das demais pessoas e suas cantorias. Conforme conheciam mais um ao outro, os dois se viram cativados a prosseguirem com o bate-papo e até trocaram números, querendo manter o contato após a festa.
0
Comente!x

  — Definitivamente é irritante. — jogou as mãos pro alto, como se estivesse se rendendo. — A resposta é sim, agora pode parar de me encher.
0
Comente!x

  — Bom, seja ou , acho que tenho que agradecê-los por te colocarem no meu caminho. E, claro, a sua determinação de não só ajudar os meus amigos, mas em ser honesta com seus sentimentos e ir atrás do que quer.
0
Comente!x

  — Meu Deus, ! — caiu na gargalhada. — Você é simplesmente o maior bobo de todos, né?
0
Comente!x

  — Vai dizer que não gostou? — Ele agiu de maneira convencida.
0
Comente!x

  — E te dar um gostinho para se achar mais? Nunca.
0
Comente!x

  — Tudo bem, tudo bem — cruzou os braços, a cutucando com o ombro —, mas eu queria dizer que a sua companhia é a melhor que eu poderia ter tido hoje.
0
Comente!x

  — E você acha que eu acredito? — não desviou o olhar, por mais que suas bochechas estivessem coradas.
0
Comente!x

  — Pois deveria, senhorita. Sabe o quanto eu estou pondo em risco ao falar isso para você? Se ou um dos meninos me escuta, serei expulso de casa no dia seguinte.
0
Comente!x

  — Oh, pobrezinho.
0
Comente!x

  — É, brinca mesmo. Quando eu estiver batendo na sua porta, não venha reclamar.
0
Comente!x

  — Sinta-se à vontade. As meninas vão adorar… — cortou a frase ao ver o sorriso travesso de . Ela basicamente disse que tudo bem ele bater na sua porta, e mais uma vez sentiu o seu rosto quente, sem saber se era da bebida ou da vergonha que sentira.
0
Comente!x

  — Manterei essa informação em mente, .
0
Comente!x

   havia sido baixo. sustentava qualquer tipo de provocação, porém, ao sentir os lábios do rapaz encostarem no seu pescoço, o restante da sua sanidade foi pelo ralo. Ele sabia muito bem o que estava fazendo, e sorriu extremamente satisfeito ao ver a reação da sua companhia, que não deixou barato e se virou completamente para ele, pondo uma de suas mãos na coxa dele.
0
Comente!x

  — Sabe, tem uma coisa que me causou curiosidade durante a noite toda… — Seus dedos passeavam pelo corpo do rapaz por cima da roupa até chegarem na sua boca, desenhando o contorno com o seu polegar. , então, levou o seu olhar mais uma vez para o de , o vendo tão sedento quanto si. — falou que você tem pegada. É verdade?
0
Comente!x

   se levantou abruptamente, trancando a sala e abaixou a cortininha da porta, demonstrando que a entrada dos demais não era permitida. Já fazia um tempinho que estavam sozinhos, contudo, o rapaz não se perdoaria caso alguém os atrapalhasse, por isso preferiu se prevenir. voltou para o sofá e rapidamente trocou a posição com , a colocando sentada em seu colo sem aviso prévio; a mulher sorriu, se inclinando para beijá-lo assim que terminasse de torturá-lo com as mordidinhas e chupões que dava em seu pescoço. achava uma graça, mas mais do que isso, o fato dele ser um gostoso e saber agradá-la perfeitamente o fazia sair melhor do que um dia imaginou, e toda vez que se afastava para recuperar o fôlego, o desejo de sentir a boca dele devorá-la por completo como suas mãos faziam a deixavam totalmente quente.
0
Comente!x

*

  — Você teve a sua resposta?
0
Comente!x

   recebeu um beijo molhado em sua bochecha, sorrindo com o gesto. Por mais que tenha superado as suas expectativas, ela não assumiria tão rapidamente, ainda mais por ter noção de que ele iria provocá-la com esse fato.
0
Comente!x

  — Acho que vai precisar mais do que uma ficada para descobrir — falou em um tom despretensioso, brincando com a situação.
0
Comente!x

  — Que bom, porque estou prestes a te chamar para sair na próxima semana. — não se surpreendeu, mas ficou contente pelo convite.
0
Comente!x

  — Você tem duas semanas até eu sair em uma mini turnê com os meninos, .
0
Comente!x

  — Então teremos que nos ver todos os dias.
0
Comente!x

  — Isso não parece ser tão ruim… — lhe beijou rapidamente antes de voltarem para o salão principal.
0
Comente!x

  Os dois se reuniram com os seus respectivos amigos, apesar de trocarem olhares e sorrisos sempre que podiam. Com a cabeça nas nuvens, mal percebeu que sua melhor amiga – e sua fada madrinha, como decidiu chamá-la a partir de hoje – estava na sua frente, e assim que abriu a boca para perguntar como foi com , encostou a cabeça no peito do amigo, visivelmente tristonha. O homem olhou para , que perguntou o que havia acontecido, certamente preocupada com o andar do romance alheio, porém, parou de se comunicar com ao ter a companhia de com uma feição também triste. suspirou, e da mesma forma que o seu ficante, se questionou o que ocorreu nessas últimas horas.
0
Comente!x

  — Hoje é o dia que você perderá sua amiga atacante, . Desisto do meu crush.
0
Comente!x

  Merda. amava os amigos, contudo, nesse momento se perguntava o que tinha de errado com um de seus melhores amigos por não corresponder . Independentemente de ter noção da resposta, ele não superaria nem tão cedo que o seu shipp não seria real, talvez estivesse até mais triste do que os dois em questão. O homem tentou animar a sua melhor amiga enquanto fazia o mesmo com , só que a única coisa que não esperava era avistar o ex rolo de sua amiga vindo em suas direções.
0
Comente!x

  — , se recomponha. — Se abaixou para ficar na altura da amiga. — Seu ex está atrás de você.
0
Comente!x

  Lee encarou o membro da outra banda e sorriu pequeno, abrindo espaço para que o rapaz se juntasse a si e engataram em uma conversa. , apesar dos pesares, ficou feliz que sua amiga estava se distraindo, e ao receber uma mensagem da mesma dizendo para ele ir atrás da sua companhia, sorriu e beijou o topo da cabeça da amiga, se despedindo do seu colega e andou o mais rápido possível na direção de , a chamando para ir embora consigo. Com as mãos entrelaçadas, ambos saíram da multidão e ao chegarem na saída da festa, pediram um táxi e começaram a fofocar sobre o que havia acabado de acontecer – sem pouparem os detalhes das duas partes –, compartilhando da mesma tristeza de não verem o shipp decolar.
0
Comente!x

*

  — Bem-vindo a minha casa! — acendeu as luzes, as apagando assim que pegou duas garrafinhas de água, entregando uma para o homem. Depois de fofocarem bastante, o casal optou por trocarem mais beijos até chegarem na casa da mulher, além de conversarem sobre mais assuntos aleatórios.
0
Comente!x

  — Adorável casa, senhorita! — a seguiu pelo longo corredor, reparando nos quadros pendurados na parede.
0
Comente!x

  — Espere até conhecer o meu quarto. — Ela soltou um risinho, sorrindo sugestiva.
0
Comente!x

   e adentraram o quarto da mulher rapidamente, e logo ela o puxou para si, o beijando profundamente. Felizmente, não havia ninguém em casa, então eles não teriam que se preocupar em não fazer barulho. A mulher o guiou para o banheiro do seu quarto e deixou a banheira encher, o olhando um tanto convidativa; sorriu maliciosamente, sem precisar de mais para entender perfeitamente o intuito da moça. Ele a segurou pela cintura, selando os seus lábios mais uma vez antes de entrarem na banheira, garantindo que a atenção dela fosse somente nele.
0
Comente!x

  Definitivamente, era a melhor companhia que poderia ter tido na festa, e se dependesse dele, ela continuaria sendo por bastante tempo.
0
Comente!x

Fim

  N/A: e veio aí a fic do mingyu e da ruby!
  Enquanto uns tão ganhando uma rejeição e sofrendo de amor, outros estão aproveitando bastante a noite JDNLSJKDSDNKJSD gostei bastante de escrever essa fic, e sinceramente, também queria estar nessa festa KKKKKKKKK
  Sei que o final teve um leve foco no Scoups e na Leylin, mas eu quis colocar essa partezinha por conta do final da fic deles hehehehe esse ex bofe da Leylin é mais misterioso do que uma pessoa low profile, né? A autora promete que um dia ele terá a identidade revelada kkkkkkkkkkk
  Creio que eles não terão continuação por enquanto, MAS, com certeza aparecerão nas fics do Scoups/Leylin e do Wonwoo com a sua namorada misteriosa (que vocês já devem ter captado quem é JAHSAKAJHSJ)
  Não se esqueçam de comentar <3 inclusive, deem uma olhadinha na minha nova fic “Enemies to Neighbors”, que tem o Gyu e o Joshua como principais <3
  Até a próxima <3

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
9 meses atrás

Nossa, eu tava pronta pra xingar o Mingyu aqui por achar ruim de ter sido a “isca” pra livrar o Coups da moça, mas ainda bem que as coisas foram se encaixando, tá perdoado, Gyu KKKKKKKK
O moço tá provando que tem pegada, hein? HEHEHEHEH (@Nat, corre aquiii)
Eu tô aqui apegada à Lola, mas pensando que eu super assistiria as lives da Aria porque AMO um bom terror, mas na real não consigo jogar nada do tipo porque eu congelo KKKK
Vou dizer que tô no aguardo de uma história final mostrando todos os casaizinhos juntos e felizes e bonitos <3
PODE MANDAR MEU NUNU, ESTOU PRONTA!


You cannot copy content of this page

2
0
Would love your thoughts, please comment.x