Status

Loading

Avalie

Este texto não foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

Boyz With Fun

Prólogo

“Ok, estamos aqui (aqui), os garotos divertidos, ok estamos aqui (aqui), os garotos divertidos. Divertidos, divertidos, divertidos, divertidos. Nem eu me conheço tão bem…”

  Os amigos se entreolharam enquanto analisavam a nova casa, que era bem espaçosa por sinal, bem mais do que a antiga que eles moravam.
0
Comente!x

  Os anos na faculdade ainda estavam começando, era um país diferente, uma cultura diferente e justamente por isso eles eram bem populares no campus.
0
Comente!x

  Asiáticos, estilosos e bonitos. Ah, e eles dançavam bem, cantavam bem e eram legais… ou seja: a fórmula perfeita para a popularidade na faculdade. Pelo menos no Brasil! Já na Coreia do Sul, era outra história! Eles escolheram o Brasil porque ficaram fascinados com o idioma e com as praias.
0
Comente!x

  Já instalados no país por um programa de intercâmbio de dois anos, eles conseguiram empregos e com certa ajuda dos pais iriam conseguir finalizar seus cursos aqui no país mesmo, já que haviam se apaixonado.
0
Comente!x

  Os sete eram figurinhas carimbadas nas festas universitárias, fossem elas nos campus, nos bares ou nas casas dos alunos, e eles eram os mais animados e sempre ficavam até o fim, então os amigos faziam questão da presença deles.
0
Comente!x

  Com a ajuda do pai de Jungkook eles finalmente conseguiram mudar de casa, então estavam ansiosos para poder finalmente dar a melhor de todas as festas!
0
Comente!x

  - Vocês tem certeza que a gente consegue dar essa festa hoje? A gente acabou de se mudar, literalmente!
0
Comente!x

  - Ah Jungkook! – Jimin repreendeu o maknae enquanto terminava de tirar o saco plástico do sofá – Você quer tanto essa festa quanto nós!
0
Comente!x

  Jungkook olhou para o mais velho enquanto continha a risada, ele estava certo, Jungkook amava as festas.
0
Comente!x

  - Nós precisamos ser rápidos, a gente tem que ajeitar a casa e ainda comprar bebidas e snacks! – Namjoon bagunçou os cabelos negros –
0
Comente!x

  - Se vocês ficarem parando para reclamar, nós nunca vamos terminar!
0
Comente!x

  Seokjin detestava reclamações e gente reclamando perto dele, o cara era o que se podia chamar de personificação de felicidade e positividade. E ele sentia que sua alma era sugada quando ouvia reclamações demais.
0
Comente!x

  Cinco dos garotos se jogaram no sofá, suspirando alto, cansados. Finalmente a casa estava pronta para a festa, bom, algumas coisas ainda estavam dentro das caixas, especialmente dentro dos quartos. Mas no geral, a casa estava pronta.
0
Comente!x

  Três deles saíram para comprar as bebidas e os petiscos, nada muito exagerado já que eles haviam pedido para os convidados levarem suas bebidas também, eles ajeitaram tudo dentro de um dos freezers que estava na enorme garagem da casa. Depois eles foram se arrumar, afinal de contas, o horário marcado estava se aproximando…
0
Comente!x

Primeiro Capítulo – Jimin e

“Garotos divertidos, até a Lua se pôr. Ah, é tão divertido! Toda falsidade foi para casa, então mesmo que você seja desafinado ou sem ritmo, não importa, não ligue pro que dizem, estamos nos divertindo, divertindo, divertindo… Venha se juntar aqui, eu vejo sua dancinha com os ombros…”

  A casa já estava abarrotada de gente, a música alta, alguns jovens começavam a ficar bêbados, alguns consumiam algumas drogas, já havia alguns casais se beijando pelos cômodos, e a festa rolava solta. A popularidade dos garotos certamente cresceria depois da festa, a piscina também estava liberada e havia alguns jovens por lá também.
0
Comente!x

  Foi quando Jimin avistou , rindo com as amigas com uma latinha de cerveja na mão. Os dois haviam estudado juntos no primeiro semestre, e já haviam se beijado numa das tantas festas universitárias que frequentaram, e logo depois disso os dois nunca mais se viram. Jimin ficou surpreso quando a viu no campus da faculdade alguns dias atrás, ele não sabia que ela ainda estudava por lá… a garota havia mudado um bocado desde então: os cabelos dela agora estavam longos e coloridos de um castanho clarinho. Jimin quis tocá-los… Continuou encarando a menina, será que ela sabia que aquela casa era dele também? Será que ela sabia que ele tinha vontade de repetir o beijo?
0
Comente!x

  Os pensamentos foram interrompidos por V, que lhe tocou o ombro.
0
Comente!x

  - Vai ficar só encarando a menina? Você já foi mais corajoso Jiminie!
0
Comente!x

  Jimin continuou encarando , quem sabe ela não recebia os olhares dele por telepatia?
0
Comente!x

  - Ela não deve se lembrar de mim!
0
Comente!x

  - Vocês já ficaram? – V ergueu a sobrancelha –
0
Comente!x

  - Já! Bem quando chegamos aqui, no começo do curso, no começo do intercâmbio…
0
Comente!x

  - Faz bastante tempo hyung! E você se lembra…
0
Comente!x

  Os dois riram e Jimin bebeu um gole de seu drink.
0
Comente!x

  - Só não me lembro o nome dela! Mas me lembro dela… e do beijo dela.
0
Comente!x

  Taehyung sorriu enquanto apertava o ombro do amigo. Agora dançava com os ombros enquanto mantinha os olhos fechados. Jimin sorriu achando-a a mais bonita da festa.
0
Comente!x

  - Vai lá hyung! Se já rolou uma vez, tem todas as chances de rolar de novo!
0
Comente!x

  - Você tem razão! Tem razão V! – eles trocaram um aperto de mãos –
0
Comente!x

  Jimin caminhou, se espremendo entre os jovens no caminho, cumprimentava a maioria das pessoas que encontrava, mas o coração batia rápido, com vontade de alcançar logo…
0
Comente!x

  Quando finalmente ele parou em frente a ela, viu os olhos de arregalaram levemente, e ela abriu a boca parecendo extremamente surpresa.
0
Comente!x

  - Você se lembra de mim? – Jimin sussurrou contra o ouvido dela –
0
Comente!x

  - Claro! Jimin, não é? – ela sussurrou de volta –
0
Comente!x

  O coração dele acelerou ainda mais dentro do peito. Ela se lembrava até do nome dele, e agora? Ele assentiu para ela, enquanto tentava vasculhar o nome dela na memória.
0
Comente!x

  - Você não lembra o meu nome não é? – ela gargalhou enquanto levava a latinha de cerveja aos lábios outra vez –
0
Comente!x

  Jimin sentiu as bochechas esquentarem pela vergonha. Ela havia percebido que ele tentava vasculhar na memória enquanto olhava para ela.
0
Comente!x

  - Não tem problema! Relaxa! – ela fez alguns gestos com a mão livre – Eu sei que foram muitas garotas depois de mim! Você tinha acabado de chegar no Brasil, mal falava português!
0
Comente!x

  - Não foram tantas garotas assim! – Jimin coçou a nuca – Mas que tal a gente começar de novo? Eu sou o Jimin!
0
Comente!x

  Ergueu a mão na direção dela. olhou para a mão dele, e sorriu, divertida.
0
Comente!x

  - ! Prazer, Jimin! – ele gostou da forma que o nome dele soava no tom de voz dela –
0
Comente!x

  - ! – ele repetiu enquanto apertava a mão dela – Esse nome é bonito!
0
Comente!x

  - Você é bonito! – ela subiu o olhar para os lábios carnudos dele –
0
Comente!x

  Jimin sorriu enquanto puxava a garota para mais perto, soltou a mão dela e pousou a própria na curva da cintura de .
0
Comente!x

  - Eu não me lembrei do seu nome, mas me lembrei que seu beijo era bom!
0
Comente!x

   gargalhou enquanto passava os braços em volta do pescoço dele.
0
Comente!x

  - E eu não consigo me decidir se você estava mais bonito quando nos beijamos, com os cabelos ruivos, ou agora, com os cabelos pretos!
0
Comente!x

  - Você tem a noite toda para resolver! – ele colocou a outra mão na cintura dela –
0
Comente!x

  - Eu achei que você não se lembraria de mim…
0
Comente!x

  - Eu também achei que você não se lembraria de mim, ! – ela gargalhou –
0
Comente!x

  Jimin achou a risada dela ainda mais gostosa que a de Hoseok.
0
Comente!x

  - Você não veio até mim à toa, não foi Jimin?
0
Comente!x

  Jimin ergueu uma sobrancelha, ele queria repetir o beijo que trocaram, é claro! Mas ele não ia ser tão direto assim, tinha medo de parecer um canalha, mas estava parecendo que ela queria ser direta.
0
Comente!x

  - Não! Eu vim por um motivo, bem específico!
0
Comente!x

  - Quer repetir o beijo?
0
Comente!x

  Ele disse que sim para com a cabeça, encostando a testa na dela logo em seguida. Jimin fechou os olhos.
0
Comente!x

  - Será que você merece? – ela acariciou o rosto bonito dele com o polegar –
0
Comente!x

  Jimin apertou a cintura dela com força, sentindo o calor da pele morena dela, exposta pela blusa curta de lã que ela usava.
0
Comente!x

  - E porque eu não mereceria? Foi ruim?
0
Comente!x

  A gargalhada gostosa dela ecoou outra vez nos ouvidos dele. soltou o corpo do dele, e levou a cerveja à boca outra vez.
0
Comente!x

  - Não! Não foi ruim! Mas você se lembra mesmo? Sua memória parece ser um pouco falha, e se você esquecer outra vez?
0
Comente!x

  - A gente repete várias vezes, assim eu nunca mais vou esquecer.
0
Comente!x

  As mãos dele continuavam firmes na cintura exposta de . Queria muito beijá-la, os lábios dele estavam formigando de vontade. Os olhos de passearam outra vez pelos lábios chamativos de Jimin.
0
Comente!x

  - Você tem uma cara de quem não vale nada! – foi a vez de Jimin gargalhar –
0
Comente!x

  - Você também! Viu só? A gente combina!
0
Comente!x

  - Tem razão! – encostou a testa na dele enquanto se livrava da latinha – Me convenceu.
0
Comente!x

   encostou os lábios nos dele enquanto subia vagarosamente as mãos por seu abdômen e tórax. Pousou as mãos por lá. Jimin parecia estar hipnotizado pelos movimentos dela, nem se deu conta quando os lábios famintos de se abriram, dando início a um beijo feroz.
0
Comente!x

  Ela embrenhou as mãos em seus cabelos enquanto as línguas brigavam uma com a outra. Os dois eram dominadores e estavam tentando impor isso no beijo, os corpos pareciam querer virar um só, e Jimin desceu as mãos pelo corpo esguio dela, ele quis tocar a parte de trás das coxas também expostas de , mas se conteve. O beijo foi ficando mais calmo, mais lento conforme as línguas de entendiam, e embrenhou ainda mais as mãos nos cabelos de Jimin. Ele se atreveu a acariciar com delicadeza então a pele exposta das coxas dela, que sentiu o corpo arrepiar com a simples carícia. O beijo voltou a ganhar força, e então os dois foram ficando cada vez mais próximos à piscina, com as pessoas passando e empurrando o casal.
0
Comente!x

  Quando os dois perceberam, já estavam molhados e dentro da piscina. gargalhava alto, com o corpo ainda próximo ao de Jimin, ele acompanhou a brasileira, enquanto jogava os cabelos para trás. Os dois se encararam e ele viu as bochechas dela ficarem vermelhas.
0
Comente!x

  - Eu sabia que mesmo a minha memória sendo ruim, o seu beijo era bom! Não sei porque está vermelha…
0
Comente!x

  Jimin voltou a colocar a mão na cintura fina da garota, que também tentava ajeitar os cabelos. A blusa de lã agora colada no corpo dela fez Jimin querer mais…
0
Comente!x

  - Também não sei! Normalmente não fico assim com ninguém!
0
Comente!x

  - Devo ficar feliz então? – ele trouxe para mais perto – Isso é bom, ou ruim?
0
Comente!x

  - Ai é que tá! Eu não sei! Mas gosto…
0
Comente!x

  - Gosta? – ele roçou os lábios nos dela – Eu também!
0
Comente!x

  - Quer repetir? Para não correr o risco de esquecer meu nome e meu beijo, de novo!
0
Comente!x

  - Quero!
0
Comente!x

  Antes que o beijo pudesse recomeçar ele mordeu o lábio inferior de que fechou os olhos com força. Os dois grudaram os lábios com urgência outra vez, e Jimin desejou muito que os dois estivessem sozinhos ali…
0
Comente!x

  Ele grudou o corpo no dela enquanto a encostou na borda da piscina, quando os lábios dele desceram para o pescoço de , ela gemeu baixinho, despertando os sentidos de Jimin.
0
Comente!x

  - Você quer se secar? – ele propos –
0
Comente!x

  - Quero!
0
Comente!x

  Jimin foi o primeiro a sair da piscina, ajudando em seguida. Os dois chegaram até um dos quartos, com certa dificuldade, já que a casa estava lotada. Já dentro do quarto, os dois voltaram a grudar os lábios enquanto os corpos molhados se chocavam com força.
0
Comente!x

  - Eu estou indo muito rápido? – ele perguntou enquanto descia as mãos para o bumbum dela –
0
Comente!x

  - Na verdade… – ela umedeceu os lábios – Acho que estamos indo devagar demais.
0
Comente!x

  Jimin sorriu, malicioso enquanto ela desabotoava os botões da camisa branca dele. A noite estava só começando para os dois…
0
Comente!x

Segundo Capítulo – Suga e

“Vamos dirigir, venha comigo! Eu vejo o topo lá longe, coloco um pouco de diversão na minha rotina e fico estranho… Você não pode chegar ao topo sendo normal, meu bem.”

  A bebida na mão não impediu Yoongi de puxá-la pela mão e a arrastar até a parte de fora da casa.
0
Comente!x

  - O que foi? – arregalou os olhos – Tá maluco?
0
Comente!x

  - Tô ! Tô maluco!
0
Comente!x

  - Ei! Me explica então o que tá acontecendo! Você tá estranho para caralho nesses últimos dias! Pelo menos comigo… e agora, isso?
0
Comente!x

  - Vamos sair daqui? – ele bagunçou os cabelos –
0
Comente!x

  - Mas vocês estão dando uma festa Yoongi!
0
Comente!x

  - Foda-se! – ele umedeceu os lábios – Eu quero dirigir, quero sair por aí! E precisa ser com você!
0
Comente!x

  - Você tá muito estranho! E está bêbado…
0
Comente!x

  - Então você dirige! – ele pegou a chave do carro no bolso – Preciso sair daqui para conseguir falar com você! Por favor, !
0
Comente!x

   bufou e então tomou a chave das mãos de Suga.
0
Comente!x

  - Bora, caramba! – ela viu o sorriso gengival do melhor amigo surgir –
0
Comente!x

  Os dois dirigiram por dez ou quinze minutos em completo silêncio. estava ansiosa.
0
Comente!x

  - O que tá acontecendo japonês? – ela zoou o amigo como sempre fazia –
0
Comente!x

  - Eu acho que estou apaixonado !
0
Comente!x

  - O que? – ela freou o carro bruscamente fazendo o corpo dos dois ir para frente com força –
0
Comente!x

  - Caralho ! Cuidado com o meu carro! Tá maluca? – ele desceu do carro batendo a porta com força atrás de si –
0
Comente!x

   fez o mesmo, indo atrás do melhor amigo.
0
Comente!x

  - Você me pegou de surpresa Yoongi! Em dois anos de convivência, eu jamais imaginei ouvir isso, então eu fui pega de surpresa! Caramba! Foi mal!
0
Comente!x

  Ela abraçou a si mesma, com frio. Yoongi retirou o paletó de cor o reta que usava e então cobriu os ombros da amiga com o mesmo.
0
Comente!x

  - Quem é ela? – perguntou enquanto vestia a blusa do melhor amigo direito –
0
Comente!x

  Ele andava de um lado para o outro, inquieto, bagunçava os cabelos sem parar.
0
Comente!x

  - Não sei se posso falar!
0
Comente!x

  - Porque? – arregalou os olhos outra vez – Eu não sou a sua melhor amiga, caralho?
0
Comente!x

  - É ! É! E é esse o problema…
0
Comente!x

  - Espera! Eu ser a sua melhor amiga é o problema? A garota não gosta de mim, é isso?
0
Comente!x

   não podia acreditar que entre ela e outra garota, Yoongi escolheria outra garota!
0
Comente!x

  - Não! O problema é que a garota é você, porra! E eu não podia ter me apaixonado por você!
0
Comente!x

  - E há quanto tempo você sente isso?
0
Comente!x

  Os olhos dela marejaram, então era por ela que ele havia se apaixonado? E agora? O que os dois fariam?
0
Comente!x

  - Eu não sei! Não me faça essa pergunta! Eu só sei que estou! E isso é péssimo!
0
Comente!x

  - Porque? – ela se sentiu ofendida –
0
Comente!x

  - Porque você me vê como um irmão! Porque você é uma das coisas mais importantes que eu tenho aqui no Brasil! Não posso perder sua amizade para esse sentimento estúpido!
0
Comente!x

  - Se acalma Yoongi! – ela gritou para ele – Vem aqui!
0
Comente!x

  - Você não está entendendo a gravidade da situação !
0
Comente!x

  Ele caminhou até a melhor amiga.
0
Comente!x

  - Porque está tão calma? Eu sei que você está prestes a quebrar meu coração, como você está tão calma!
0
Comente!x

   segurou o rosto dele entre as mãos e o fez olhar para ela.
0
Comente!x

  - Vai se acalmar?
0
Comente!x

  - Não! É possível? Estou prestes a perder você, como vou me acalmar?
0
Comente!x

   quis rir, e assim o fez, fazendo Suga ficar ainda mais nervoso.
0
Comente!x

  - Você vai rir? Do que eu to sentindo? Porra !
0
Comente!x

  Ele tirou as mãos dela de seu rosto e então caminhou em direção ao carro.
0
Comente!x

  - Espera Yoongi! – saiu correndo atrás do melhor amigo – Eu não quis te ofender, nem te magoar. É que você fica a coisa mais fofa do mundo nervoso, e eu não resisti!
0
Comente!x

  Ele não respondeu, mas parou de andar.
0
Comente!x

  - Espera! Ei! Para com isso, vamos conversar!
0
Comente!x

  - Você vai se afastar de mim, não vai? Vai dizer que não, mas vai!
0
Comente!x

  - Porque está fazendo todas essas conclusões precipitadas sobre a situação?
0
Comente!x

  - Porque estou desesperado? – ele ergueu uma sobrancelha –
0
Comente!x

  - Não é você que vive dizendo: “Você não pode chegar ao topo sendo normal, meu bem.”, não é você o mais confiante do Bangtan?
0
Comente!x

  Bangtan era como os amigos se referiam ao grupo de amigos formado pelos sete… e sim, ele de fato era. Mas estava apaixonado pela melhor amiga, e a incerteza do que esse sentimento poderia causar a amizade que ele mais prezava – além da dos meninos – fez com que Suga fugisse e se sentisse vulnerável, e ele não queria aquilo.
0
Comente!x

  - Não quando me sinto tão vulnerável assim! Eu só tenho os meninos, e você ! Não posso te perder…
0
Comente!x

  - E não vai! – ela segurou uma das mãos dele – Você precisa acreditar em mim!
0
Comente!x

  - Então me mostre! Me mostra que não vou perder você por causa dessa estupidez!
0
Comente!x

  - Amar não é estupidez Yoongi! Precisa perder esse medo do amor!
0
Comente!x

  - Como? – ele apertou a mão dela – Eu fugi disso a vida toda ! E fui me apaixonar logo por você! Eu não posso perder você!
0
Comente!x

  - Calma, Yoongi! – ela segurou a outra mão dele – Você nem me deixou falar!
0
Comente!x

  - É porque estou nervoso!
0
Comente!x

  - Porque não me contou antes?
0
Comente!x

  - Porque queria ter certeza, e porque não queria te perder! – ele apertou as mãos dela –
0
Comente!x

   respirou fundo e então passeou os olhos pelo rosto desenhado dele. Yoongi era o homem mais bonito que ela já conhecera. Nunca passou pela cabeça dela se envolver com ele, até porque ela jamais imaginou que um homem como ele se interessaria por ela, então ela iniciou uma relação de amizade com ele, tendo plena consciência de que os dois sempre seriam apenas amigos. Mas agora, olhando para ele ali, vulnerável, entregue, com as mãos tremendo, se declarando para ela enquanto morria de medo de perdê-la, fez ela pensar:
0
Comente!x

  - E se nós dois funcionarmos bem?
0
Comente!x

  - Hã? – ele pareceu se assustar –
0
Comente!x

  - E se der certo? Nós dois, juntos!
0
Comente!x

  Ela colocou as mãos dele em sua própria cintura. Yoongi tremeu ainda mais e então engoliu seco. falava sério? Ela encostou a testa na dele.
0
Comente!x

  - Acho que pode funcionar Yoongi…
0
Comente!x

  Ele encarou os olhos dela, o coração acelerou com força.
0
Comente!x

  - Não brinca comigo assim! É covardia fazer isso.
0
Comente!x

  - Eu não estou brincando, estou propondo. Porque não me beijou ainda?
0
Comente!x

  - Eu posso? – a voz dele saiu baixa –
0
Comente!x

  As mãos de Yoongi lhe apertaram a cintura e fechou os olhos. Ela disse que sim para ele com a cabeça. Os lábios de Yoongi engoliram os seus com urgência. , de olhos fechados, se concentrou em apenas sentir o gosto dos lábios dele contra os seus. Nem em seus sonhos mais loucos Yoongi imaginou que conseguiria beijá-la, e estava acontecendo. colou o corpo ao dele enquanto encaixava as mãos em seu pescoço. O gosto dele era incrível, e ela pensou no tempo que os dois perderam…
0
Comente!x

  Yoongi apertou a cintura dela com força enquanto pedia passagem com a língua, que foi facilmente cedida por . Yoongi quase gemeu quando a língua dos dois se enroscou uma na outra, era uma sensação indescritível! O coração dele ainda batia rápido dentro do peito, pela sensação gostosa de tê-la em seus braços. Os dois estavam se descobrindo, então o beijo era mais lento, os dois exploravam a boca um do outro enquanto se acariciavam. Quando já estavam sem ar, os dois se separaram. Yoongi permaneceu de olhos fechados enquanto mantinha um sorriso de canto. Não parecia real, o gosto dela ainda estava em seus lábios.
0
Comente!x

  - O que achou? – ele perguntou enquanto abria os olhos – Ainda podemos ser amigos?
0
Comente!x

  - Não! Nós dois deixamos de ser amigos no momento em que seus lábios pousaram nos meus!
0
Comente!x

  Os dois permaneceram se olhando por alguns minutos, e Yoongi mordeu o lábio.
0
Comente!x

  - Não acho que eu consiga mais ser só sua amiga agora!
0
Comente!x

  Os dois sorriam um para o outro e voltaram a se beijar. Algumas coisas certamente não seriam as mesmas para os dois depois daquela noite.
0
Comente!x

Terceiro Capítulo – Hoseok e

“No momento em que a música fluir, eu acho que vou ficar louco, eh! Você será sacudida pelo meu corpo agora, neste exato momento. Meus movimentos corporais fatais, minha insanidade louca…”

  Ele enxugava o pescoço e rosto com uma toalha de rosto enquanto se olhava no espelho, orgulhoso de si mesmo. Foi aí que ele viu o reflexo dela no espelho, um pouco espantada como se tivesse ficado paralisada.
0
Comente!x

  - Você quer usar o banheiro? Eu já estou saindo!
0
Comente!x

  A garota continuou lá, com a mesma expressão. Hoseok se preocupou, ela estava passando mal? Hoseok se virou, ficando quase de frente para a garota. Ele não se lembrava de tê-la visto pelo campus e muito menos nas festas. Será que ela era novata por lá? Ela era bonita… muito bonita por sinal! Se Hoseok já tivesse a visto ele se lembraria, certamente.
0
Comente!x

  - Está tudo bem? – ele se aproximou um pouco mais dela – Você está pálida, e não fala nada…
0
Comente!x

  A garota balançou a cabeça para ele que sim enquanto dava alguns passos para trás. Acabou esbarrando em algumas pessoas e então ela encostou na parede, sem tirar os olhos de Hoseok.
0
Comente!x

  - Tem certeza? – Hoseok voltou a se aproximar da garota – Você fala?
0
Comente!x

  Ele gargalhou enquanto enrolava a toalha nas próprias mãos e depois a soltou, jogando a mesma na pia.
0
Comente!x

  - Falo! – a garota soltou enquanto piscava várias vezes –
0
Comente!x

  - E você quer usar o banheiro?
0
Comente!x

  - Quero! – de repente ela se deu conta do quão apertada estava – Obrigada!
0
Comente!x

  Ela passou por Hoseok como um tiro, entrando no banheiro e trancando o mesmo. Hoseok escorou na porta, resolveu que esperaria pela mesma, para se certificar que de fato ela estava bem. Vai que ela passa mal lá banheiro…
0
Comente!x

   fez suas necessidades, soltando um suspiro de alívio quando finalmente sentiu a bexiga se esvaziar. Ela se levantou, deu a descarga e então encarou o próprio reflexo no espelho, arregalou os olhos ao se lembrar de Hoseok. Ela o achava o homem mais lindo do campus todo, ele era o amor platônico mais forte que ela já tivera. Ficava observando Hoseok de longe em todas as oportunidades que tinha, especialmente quando ele inventava de dançar nos intervalos. Achava que ele era espetacular enquanto dançava, e amava a risada e o sorriso dele… Mas tudo de longe, ela não era ninguém no campus, era invisível, e gostava de ser assim. A faculdade para ela era lugar de estudar e só. Ela foi arrastada pelas atuais amigas para a festa, é só foi por dois motivos: estava tentando arrumar algumas amigas e precisava se ajustar a vida social que elas tinham, – que era bem diferente da sua por sinal – e porque sabia que era na casa nova dos Bangtan, e ela não podia perder a oportunidade de admirar Hoseok, como sempre fazia.
0
Comente!x

  Só não esperava ver ele tão de perto… ele era ainda mais bonito e tentou acalmar as batidas do coração enquanto passava água pela nuca. Fez um rabo de cavalo baixo logo em seguida e se preparou para sair do banheiro.
0
Comente!x

  Hoseok quase caiu sobre ela quando abriu a porta, os dois acabaram voltando para dentro do banheiro e ela se segurou nos ombros dele com o impacto do corpo do rapaz caindo sobre o seu. Hoseok gargalhou alto enquanto colocava as mãos na pia, para impedi-los de cair dentro do box do banheiro. A proximidade do corpo dos dois fez as pernas de ficarem trêmulas, e ela apertou ainda mais os ombros dele.
0
Comente!x

  - Você tá bem? Por favor, só me responde isso! – o nariz dos dois se encostou –
0
Comente!x

   achou que fosse morrer, e olhou para os lábios dele tão perto dos seus. Umedeceu os próprios com a língua. O coração dela batia tão rápido que ela teve medo de que Hoseok pudesse sentir, tão colado o corpo dos dois estavam.
0
Comente!x

  - Você está me deixando preocupado garota! Precisa de alguma ajuda?
0
Comente!x

  Ela fez que não com a cabeça e então se preparou para falar:
0
Comente!x

  - Não! Está tudo bem! Eu só estava muito apertada, não tenho costume de tomar tanta cerveja assim!
0
Comente!x

  Hoseok sorriu, os dois ainda estavam colados um no outro. Ela não queria soltá-lo…
0
Comente!x

  - Que susto! Você me preocupou, menina!
0
Comente!x

  - Me desculpe, não foi intencional! Desculpe mesmo!
0
Comente!x

  - Tudo bem! – ele observou as pequenas sardas formadas entre as bochechas e o nariz dela –
0
Comente!x

  Ela parecia uma boneca, ou um desenho. Como assim os dois nunca haviam se visto por aí?
0
Comente!x

  - Você é nova no campus? – ele subiu as mãos para a cintura dela –
0
Comente!x

   fechou os olhos, achando que certamente estava sonhando, o toque dele era ainda mais firme do que ela imaginava.
0
Comente!x

  - Não! Sou veterana… Porque? – ela apertou o ombro dele, parecendo nervosa e Hoseok gostou –
0
Comente!x

  - Porque nunca vi você! Você é real mesmo? – ele roçou o nariz no dela –
0
Comente!x

  Os sentidos dela sumiram outra vez, ela apertou os olhos, ficando muda outra vez. Hoseok gargalhou.
0
Comente!x

  - Acho que sim! Só parece não querer conversar comigo… – ele subiu as mãos pelas costas dela –
0
Comente!x

  - Não! Eu só… – ela pausou sentindo um arrepio percorrer o corpo com as mãos dele subindo por suas costas desnudas pelo decote da blusa –
0
Comente!x

  - Hum? – ele perguntou –
0
Comente!x

  - Eu só não acredito que você tá aqui!
0
Comente!x

  - Porque? – ele franziu a testa – Eu também não pareço real para você?
0
Comente!x

  Ele voltou a subir e descer as mãos pelas costas dela.
0
Comente!x

  - Sim! Eu ainda acho que estou delirando! – fechou os olhos –
0
Comente!x

  Hoseok virou o rosto na direção da porta quando ouviu alguns barulhos e então ele fechou a porta com uma das mão, o barulho dela batendo fez com que abrisse os olhos, assustada. Ele trancou a porta e acompanhou com o olhar. O coração dela acelerou um pouco mais. Porque ele havia trancado a porta? Ele queria ficar sozinho com ela? Será que aquilo era real mesmo? Hoseok voltou a colocar as duas grandes mãos na pia, com o corpo colado ao dela, prensado no gelado do mármore da pia.
0
Comente!x

  - Você nunca aparece nas festas… ou to enganado?
0
Comente!x

  - Eu não gosto muito…
0
Comente!x

  - Porque? – ele encarou os olhos castanhos dela –
0
Comente!x

  - Não sei! Eu sou, desajeitada para essas coisas de festa, bebida, flerte…
0
Comente!x

  - E acabou parando aqui no meu banheiro? – ele sorriu e depois gargalhou –
0
Comente!x

   acabou gargalhando também com a bizarrice da situação.
0
Comente!x

  - Você está sozinha? – ele respirou perto do rosto dela –
0
Comente!x

  - Estou com mais duas amigas! – ela respirou fundo e o peito dela roçou o dele – E os seus amigos? Eles devem estar preocupados com você, você estava dançando e aí sumiu…
0
Comente!x

  - Eles devem estar ocupados! E bom, eu também estou.
0
Comente!x

  - Você é incrível dançando! – ela soltou – Eu fico impressionada todas as vezes que assisto!
0
Comente!x

  - Você já me viu dançando muitas vezes? – o sorriso dele se alargou – Quem é você? Uma admiradora secreta ou algo do tipo?
0
Comente!x

  As bochechas dela ficaram vermelhas instantaneamente, e Hoseok soube que sim.
0
Comente!x

  - Bom, você vive dançando pelo campus… e suas performances sempre chamam atenção! É isso!
0
Comente!x

  - Porque nunca vi você por lá? – ele subiu uma das mãos para o rosto de – Você certamente teria chamado a minha atenção assim que meus olhos te vissem…
0
Comente!x

  Ela achou que desmaiaria ali nos braços dele quando sentiu o polegar lhe acariciar a bochecha. Do que ele estava falando? Porque estava falando aquelas coisas todas? fechou os olhos com força e os abriu logo em seguida, se aquilo tudo fosse um sonho ela queria acordar logo. Seus olhos se arregalaram quando ela abriu os olhos outra vez e tudo continuava igual, e o dedo dele ainda lhe acariciava a bochecha.
0
Comente!x

  - Você está falando sério Hoseok?
0
Comente!x

  - Você já sabe o meu nome…
0
Comente!x

  - E tem como não saber? Vocês são populares no campus inteiro!
0
Comente!x

  - Eu estou em desvantagem, não sei nada sobre você… Me fala pelo menos seu nome!
0
Comente!x

   umedeceu os lábios com a língua e Hoseok acompanhou o movimento desejando que a língua dela fosse na verdade, a dele.
0
Comente!x

  - !
0
Comente!x

  - Que nem a cantora de funk? – ela quis esconder o rosto e assim o fez com as mãos –
0
Comente!x

  - Não! – a voz dela saiu abafada – Uma outra cantora! A paraguaia, da década de setenta, meus pais eram mega fãs dela e aí me deram essa presepada de nome! Que todo mundo associa a funkeira, mas é pior!
0
Comente!x

  A gargalhada gostosa de Hoseok invadiu o banheiro e os ouvidos dela.
0
Comente!x

  - Não ri! Eu tenho pavor dessa história! – e logo em seguida ela também riu, de nervoso –
0
Comente!x

  - Não estou rindo do seu nome! Jamais! Estou rindo da forma que você contou! O seu nome é lindo, que nem você! Eu quero mais, quero saber mais de você…
0
Comente!x

   fechou os olhos e sentiu as pernas vacilarem de novo, Hoseok com o reflexo de um gato segurou a cintura dela.
0
Comente!x

  - Mas eu não quero mais perder tempo, ! – ela sentiu os pelos do corpo se arrepiarem de novo – Você quer o mesmo que eu?
0
Comente!x

  Ela abriu os olhos, encarando as orbes negras de Hoseok dentro das suas.
0
Comente!x

  - E o que você quer? – ela falou tão baixo que Hoseok teve que encostar o ouvido nos lábios dela – O que você quer Hoseok?
0
Comente!x

  - Quero beijar você! – ele devolveu ao pé do ouvido dela – Quero sentir sua pele de novo…
0
Comente!x

  Ele voltou a acariciar as costas desnudas dela com as pontas dos dedos e sentiu os pelos dela se arrepiarem. Hoseok sorriu e então colou a testa na dela. O nariz dele roçou o dela.
0
Comente!x

  - Porque está fazendo isso? – foi a vez dela colocar as mãos na pia enquanto tentava se desvencilhar dele –
0
Comente!x

  - Você não quer? Não é o que o seu corpo disse quando eu passei minhas mãos aqui…
0
Comente!x

  Ele voltou a subir uma das mãos pelas costas dela e apertou a pia.
0
Comente!x

  - É só um beijo e nunca mais, certo? – ela umedeceu os lábios – Sei que não tenho esse direito, de te cobrar nada, a gente nem se conhece… Mas eu preciso saber!
0
Comente!x

  - Porque você acha isso?
0
Comente!x

  - Porque você e os seus amigos, ah! – ela desfez o rabo de cavalo que havia feito mais cedo e bagunçou levemente os cabelos –
0
Comente!x

  - Por causa da popularidade dos Bangtan… entendi! Você quer algo sério? Está em busca de um relacionamento?
0
Comente!x

  - Não! Não sei! Eu só não queria ser só mais uma garota que você beijou e nem vai se lembrar mais! Não quero ver você fugindo de mim no campus, ou sequer me cumprimentando… não sei se você me entende!
0
Comente!x

  - Claro que entendo e não sei que tipo de imagem você tem de mim, não sou assim!
0
Comente!x

  Ela continuava apertando o mármore da pia, as mãos começavam a formigar.
0
Comente!x

  - Mas se você não quiser, tudo bem! Hum? – ele soltou a cintura dela mas não se afastou –
0
Comente!x

  Continuou fitando os olhos castanhos de enquanto levava uma das mãos até a chave da porta. Numa fração de segundos segurou a mão dele, o impedindo de destrancar a porta.
0
Comente!x

  - Eu quero! – fechou os olhos rapidamente logo em seguida –
0
Comente!x

  Ela levou a mão dele de volta para sua cintura e Hoseok apertou o lugar, com desejo.
0
Comente!x

  - Não vou deixar você se arrepender! Prometo!
0
Comente!x

  Os lábios de Hoseok tocaram delicadamente os dela e ela apertou os braços dele antes de se entregar ao beijo. A língua dele pediu passagem e cedeu enquanto intensificava o beijo entrelaçando os braços em volta do pescoço de Hoseok, fazendo o garoto ficar surpreso com a fome dela.
0
Comente!x

  Quando ele embrenhou as mãos nos cabelos dela e os puxou, ela fez o mesmo com os cabelos dele. O gosto dele era um misto de morango e menta que fazia as pernas dela ficarem cada vez mais fracas. O beijo ainda era intenso, as línguas não brigavam, apenas tocavam uma na outra com urgência. Hoseok sentia o corpo reagir e então desceu a boca para o pescoço dela, assim que ele depositou o primeiro beijo por lá mordeu o lábio para não gemer e ele subiu os beijos para a clavícula dela, depois para a mandíbula… Mordeu o lóbulo da orelha da garota e então voltou a beijá-la. Mesmo sobre a roupa ela desceu as unhas pela extensão das costas dele e Hoseok gemeu no beijo.
0
Comente!x

  Quando os dois se separaram, as respirações estavam ofegantes e os olhos de ainda estavam fechados e ele se pôs a observar as sardas dela outra vez e voltou a se surpreender com o quanto ela era bonita.
0
Comente!x

  - Você quer sair e dançar comigo? Eu amo essa música!
0
Comente!x

  Ela fez uma careta e ele segurou as mãos dela.
0
Comente!x

  - Eu não sei dançar!
0
Comente!x

  - Ah! Por favor! Eu ensino você com toda paciência e carinho! Vem!
0
Comente!x

  Ele destrancou a porta e a abriu, saiu puxando com ele enquanto ela gargalhava e protestava. Chegaram na pista de dança improvisada na sala e então ele voltou a beijá-la, na frente de todos.
0
Comente!x

  - Eu vou cumprimentar você todos os dias, nem que eu te procure pelo campus inteiro! Chega de ser invisível né?
0
Comente!x

   sorriu.
0
Comente!x

Quarto Capítulo – Seokjin e

“Eu quero fazer tudo do meu jeito, não me toque! Embora eu seja o mais velho (não, não, não), embora eles brinquem comigo (não, não, não), quem se importa? Eu levo de boa, eu estou satisfeito, ok, ok!”

  Ele tinha a cabeça escorada na parede enquanto mantinha um sorriso no rosto. Tudo girava e ele queria vomitar, então se levantou rápido e foi amparado por uma desconhecida. Os olhos dela eram lindos, e ele fez questão de dizer a ela:
0
Comente!x

  - Que olhos bonitos você tem!
0
Comente!x

  A desconhecida sorriu para ele, ficando vermelha logo em seguida.
0
Comente!x

  - Os seus também são! Agora que tal a gente ir tomar um ar lá fora?
0
Comente!x

  - Lá fora? Você está querendo me beijar mocinha? – ele tocou a ponta do nariz da desconhecida –
0
Comente!x

  A gargalhada gostosa dela fez Seokjin fechar os olhos.
0
Comente!x

  - Não é nada disso seu maluco! Você quer vomitar aqui no meio de todo mundo e desmaiar? Correndo o risco de ser pisoteado?
0
Comente!x

  - Nossa! Não! Não quero morrer desse jeito! Eu sou novo demais para morrer mesmo sendo o mais velho!
0
Comente!x

  Ela ajudou Seokjin a caminhar até a parte dos fundos da casa. A garota ofereceu a própria garrafa de água para ele, que deu um longo gole.
0
Comente!x

  - Vocês tem remédios aqui? – Seokjin fez que não para ela – Ótimo! Vocês são bem irresponsáveis, hein?
0
Comente!x

  - Ei! Não fale assim dos meus amigos!
0
Comente!x

  - Estou te incluindo no balaio!
0
Comente!x

  - Sim! Eu sei! Mas não deixo ninguém falar mal dos meus amigos! – ele bebeu mais um gole da água dela –
0
Comente!x

  - Me devolva a minha água! Seu irresponsável!
0
Comente!x

  A desconhecida tomou a garrafa da mão dele. Seokjin ergueu as sobrancelhas. Ela era bem abusada de acordo com ele.
0
Comente!x

  - Eu achei que você era boazinha!
0
Comente!x

  - E eu sou! Você que é mau criado! Abusado!
0
Comente!x

  - Chega! Minha cabeça está rodando muito!
0
Comente!x

  Ele se sentou no chão.
0
Comente!x

  - Não saia daqui! Eu vou buscar mais água para você! Abusadinho!
0
Comente!x

  Seokjin assistiu o bumbum dela rebolar até que ela sumiu de suas vistas. Ele fechou os olhos por alguns segundos, tentando se recompor. Alguns minutos se passaram e ele acabou cochilando. Acordou com a estranha sacudindo-o pelo braço e então ele tomou quase a garrafa inteira de água.
0
Comente!x

  - Ei! Deixa um pouco de água! Eu trouxe um remédio para colocar aí dentro!
0
Comente!x

  - E como vou saber que você não está me drogando? – ele pegou a mão dela encarando o remédio –
0
Comente!x

  - Ah, pelo amor de Deus! Tá vendo aí o nome do remédio?
0
Comente!x

  - Aonde você conseguiu esse remédio?
0
Comente!x

  - Com a minha amiga que inclusive está beijando um dos seus amigos! Me dê logo essa garrafa!
0
Comente!x

  Seokjin estreitou os olhos.
0
Comente!x

  - Eu nem sei o seu nome! Estranha!
0
Comente!x

  -É ! Meu nome é ! Agora me dê essa garrafa, irresponsável!
0
Comente!x

  Ele se deu por vencido e entregou a garrafa para ela. devolveu para ele a garrafa com o efervescente borbulhando na mesma. Seokjin ficou observando a garrafa. observava o rosto dele, com as bochechas coradas. O cabelo dele parecia ser macio, e deixava ele com uma aparência fofa. Ela sorriu.
0
Comente!x

  - Nunca tomou porre? – ele perguntou –
0
Comente!x

  - Claro que já tomei! Hoje sei meus limites!
0
Comente!x

  - Também sei meus limites! Estranha!
0
Comente!x

  - Não parece! Irresponsável!
0
Comente!x

  Jin tomou o líquido da garrafa em uma “golada” só e fez uma careta.
0
Comente!x

  - Você está cuidando de mim porque?
0
Comente!x

  - Porque sei que é horrível passar mal assim por causa da bebida, seus amigos estão ocupados e minhas amigas também! Eu sou uma pessoa empática! – deu de ombros –
0
Comente!x

  - Não quer mesmo me beijar? Estranha!
0
Comente!x

  Ele virou o rosto na direção dela, os narizes se encostaram. olhou para os lábios convidativos dele.
0
Comente!x

  - Eu sou uma estranha, não sou? A pergunta deveria ser: você quer me beijar, irresponsável?
0
Comente!x

  - Eu acho que quero! Você é linda! Porque não?
0
Comente!x

  - Porque eu sou uma estranha…
0
Comente!x

   continuou olhando para lábios carnudos dele.
0
Comente!x

  - Depois que a gente se beijar você poderá não ser mais uma estranha!
0
Comente!x

   fechou os olhos quando ouviu o nome dela sair dos lábios de Seokjin.
0
Comente!x

  - Você é um estranho também!
0
Comente!x

  - Seokjin, prazer! Pronto, não sou mais, estranha!
0
Comente!x

  - Irresponsável!
0
Comente!x

  E os lábios dos dois se chocaram com força. A língua de Seokjin demorou a pedir passagem, antes ele quis que a garota se acostumasse com os lábios dele, que ela pedisse pela língua dele… e ela assim o fez quando afundou as mãos nos cabelos grandes dele. pressionou ainda mais os lábios nos de Seokjin, o gosto do remédio havia se camuflado com o gosto da bebida que vinha da boca dela. A língua dele pediu passagem delicadamente e cedeu, encostando a língua na dele também. O corpo de Seokjin arrepiou. Ele inclinou o corpo para frente e logo estava pateticamente deitado sobre ela na grama do jardim. As mãos dele lhe apertaram a cintura com força e sugou a língua dele em resposta. Seokjin não ousou muito, adentrou com uma das mãos para dentro da blusa dela, mas não subiu a mesma, apenas tocou a cintura dela por baixo da blusa.
0
Comente!x

  Foi a vez do corpo de se arrepiar com a mão quente dele lhe tocando a cintura. Ela mesma se atreveu a subir a mão dele mais um pouco, dando indícios que não se importava se ele fosse um pouco mais ousado. E Seokjin sorriu entre o beijo, enquanto ele mordia o lábio dela, a mão dele subiu o suficiente para lhe apertar um dos seios e tal foi a surpresa dele ao perceber que ela estava sem sutiã, e então encontrou um piercing por lá.
0
Comente!x

  Ele sentiu o corpo querer reagir e gargalhou quando os lábios dos dois se soltaram. A mão dele permaneceu lá, brincando com o piercing.
0
Comente!x

  - Não me faça querer levar você para outro lugar! – ele sussurrou contra o ouvido de
0
Comente!x

  - Você não deve ter camisinha, já que é um irresponsável!
0
Comente!x

  Ele gargalhou e então lentamente retirou a mão do seio dela, e então ele se deitou na grama do jardim. A cabeça ainda girava lentamente.
0
Comente!x

  - É claro que tem camisinha na casa! Meus amigos são responsáveis!
0
Comente!x

  Foi a vez de gargalhar enquanto se levantava do gramado. Seokjin observou a “estranha” se levantar e então os dois se encararam. respirou fundo e então mordeu o lábio. Seokjin acompanhou o movimento com os olhos, quis beijar a estranha de novo.
0
Comente!x

  - Você está melhor?
0
Comente!x

  - Estou melhorando! Obrigada pelo remédio!
0
Comente!x

  Ele se sentou outra vez no gramado.
0
Comente!x

  - Então é isso! Até qualquer outra festa! Irresponsável!
0
Comente!x

  Quando ela começou a caminhar, Seokjin ainda meio tonto e desajeitado tratou de se levantar do gramado, limpou as mãos no jeans claro e caminhou atrás dela.
0
Comente!x

  - Estranha! – ele gritou –
0
Comente!x

   se virou e então o corpo dos dois chocou um contra o outro. Aliás, não só o corpo, os lábios também. O beijo agora era mais selvagem, as bocas já se conheciam. sentiu as pernas vacilarem um pouco, mas Jin a segurava fortemente. As mãos dela lhe puxavam os cabelos com certa força.
0
Comente!x

  - Agora eu estou curioso… – ele sussurrou contra um dos ouvidos dela –
0
Comente!x

  - Sobre o que? – ela ergueu uma sobrancelha-
0
Comente!x

  - Sobre como esse piercing deve ser… será que ele é tão bonito quanto você?
0
Comente!x

   sentiu o estômago vibrar e então abriu um sorriso sacana para ele.
0
Comente!x

  - Posso te garantir que sim! – ela mordeu o lábio inferior dele enquanto o encarava nos olhos –
0
Comente!x

   viu os olhos de Seokjin se transformarem…
0
Comente!x

  A porta do quarto bateu com força atrás dos dois enquanto os lábios permaneciam grudados um no outro. Quando os pulmões imploraram por ar ele adentrou outra vez as mãos por baixo da blusa de que fechou os olhos. O gelado do metal encontrou os dedos de Jin, que voltou a brincar com o piercing enquanto observava o rosto bonito dela.
0
Comente!x

  - Irresponsável!
0
Comente!x

  - Estranha!
0
Comente!x

  Os dois voltaram a se beijar, sabendo que ainda teriam a noite toda para aproveitar.
0
Comente!x

Quinto Capítulo – V e

“Yo! Meu nome é V, eu domino todos…“

  V olhava a ex-namorada conversando ao pé do ouvido com um garoto qualquer e então ele deu o último gole em sua cerveja. Os dois haviam namorado pouco tempo, cerca de seis ou sete meses. V ainda gostava da garota, mas ela parecia já não se importar mais com ele… os rumores que correm pelo campus são que ele “namorada sozinho” ou que “o relacionamento dos dois era aberto, só ele que não sabia…” e coisas como essas haviam deixado o coração dele quebrado. Ela dizia que eram só boatos, e que ele podia acreditar se quisesse, mas que de fato ela não estava pronta para um namoro sério como Taehyung queria. Ele começou a acreditar nos “boatos” quando a viu postando uma selfie com uma mão misteriosa dois dias depois do término, e olhando para ela ali, flertando descaradamente com outro em sua frente, só fez o coração dele quebrar mais.
0
Comente!x

  Mas ele fingia que não! Que estava tudo bem, afinal de contas ele era conhecido por ser a borboletinha social dos Bangtan. O cara que conhecia todo mundo, que era amigo de todo mundo, que dominava todo mundo…
0
Comente!x

  - Toma! Já que a sua acabou! E você vai precisar se for ficar aí observando a sua ex paquerar com o meu ex!
0
Comente!x

  Ele franziu a testa e olhou para a mão delicada estendida em sua direção com uma latinha de cerveja. As unhas dela pintadas de preto faziam as mãos dela ficarem incrivelmente atraentes…. Quem era ela?
0
Comente!x

  - E qual o seu nome? – ele perguntou antes de pegar a latinha da mão dela –
0
Comente!x

  V sabia o nome dela, todo mundo sabia afinal de contas ela e o grandão que flertava com sua ex eram o casal mais famoso do campus, já que ela era namorada do capitão do time de basquete da Universidade e bom, mesmo tendo namorado ela era uma das garotas mais cobiçadas do campus… ele só quis ser educado.
0
Comente!x

  - ! O seu todo mundo sabe, não precisa se apresentar para mim!
0
Comente!x

  Ela bebeu o líquido de sua latinha. V torceu o lábio percebendo que a garota parecia um pouco amarga.
0
Comente!x

  - Terminaram mal?
0
Comente!x

  - Nem terminamos direito! Ele simplesmente me evitou por dias e agora está aí flertando com a sua ex! Então eu subentendi que ele está terminando comigo!
0
Comente!x

  Os dois se olharam e V percebeu como os olhos dela eram bonitos e como ela tinha o olhar intenso. Ela era realmente linda… não era à toa que todos os caras tinham uma queda por ela.
0
Comente!x

  - Estávamos há quase dois anos juntos! – ela voltou a beber sua cerveja – Babaca!
0
Comente!x

  - Realmente! – ele voltou a franzir a testa –
0
Comente!x

  - Sua ex sempre foi meio vadia mesmo! Nada contra o estilo de vida dela, se eu fosse solteira também seria a maior pegadora do campus! Se bem que agora eu sou né?
0
Comente!x

  V sempre soube da fama da ex, mas ela demonstrou estar tão apaixonada por ele quando começaram a namorar que ele acreditou genuinamente na mudança dela. Bem que os meninos diziam que ele era inocente demais…
0
Comente!x

  - Bom, ao que tudo indica agora você é! – ele e ela voltaram a se encarar –
0
Comente!x

  - Você tá malzão né? Tem disfarçado bem, mas se olharem bem no fundo do teu olho conseguem ver!
0
Comente!x

  - Você é alguma espécie de bruxa moderna?
0
Comente!x

   gargalhou, era a primeira vez que ela gargalhava tão genuinamente desde que toda aquela palhaçada com o ex havia começado. V era um rapaz atraente e ela se perguntou porque Samantha não aproveitou a oportunidade para de fato quietar o facho e ser a namorada de um dos caras mais populares do colégio… ele parecia ser gentil e legal também.
0
Comente!x

  - Tá mesmo a fim de ficar aqui vendo os dois?
0
Comente!x

  Ele voltou a olhar para Samantha e Fred. Os dois agora estavam quase se beijando, e V se perguntou se estava preparado para ver aquela cena. certamente não estava. Ela segurou a mão dele e então a apertou.
0
Comente!x

  - Vamos sair daqui? – ele apertou a mão dela de volta –
0
Comente!x

  Os dois se espremeram entre os jovens jogados pela casa, ele parava toda hora para cumprimentar alguém, mas sempre com a mão grudada na de , que percebia os olhares na direção das mãos entrelaçadas dos dois. Aquilo certamente estava sendo mal interpretado. E ela não ligou! Que falassem! Ele era um homem bonito mesmo, qual o problema de acharem que os dois estavam juntos?
0
Comente!x

  Quando finalmente chegaram na parte da frente da casa, a garagem estava lotada como qualquer outro canto da casa, mas pelo menos os dois estavam bem longe dos ex-namorados. Em silêncio eles beberam a cerveja.
0
Comente!x

  - Devem estar achando que estamos juntos!
0
Comente!x

  - Devem… – ele bebericou mais um pouco da cerveja – devem estar achando que estamos nos vingando dos dois!
0
Comente!x

  - Pode ser! Te incomoda?
0
Comente!x

  - Acharem isso?
0
Comente!x

  - É! Você parece certinho demais!
0
Comente!x

  V riu enquanto ajeitava o cabelo atrás da orelha.
0
Comente!x

  - Não! Não me incomoda acharem que estamos juntos, mas me incomoda acharem que nós somos os pobres coitados rejeitados que resolveram ficar juntos só para provocar o Fred e a Samantha! Isso me incomoda!
0
Comente!x

  - Eu sabia! Não disse? Certinho demais!
0
Comente!x

  - O que? O que você acha disso? Para você tudo bem acharem que estamos juntos só para nos vingarmos? Você não se importa com a fama de ter sido trocada depois de dois anos? Sendo que vocês pareciam o casal perfeito?
0
Comente!x

  - Não! Não me importo! Eu inclusive acho que deveríamos assumir exatamente esse papel! Os dois rejeitados, você pela maior vadia do campus e eu pelo grande capitão do time de basquete que era o namorado perfeito! Ah coitadinha dela né? – ela jogou a latinha de cerveja no chão, assustando V – E ah! Coitadinho do V! O cara é tão gente boa! O cara mais gente boa do campus foi enganado pela sem coração da Samantha! Agora os dois rejeitados acabaram achando um meio de se vingar, ficando juntos! Acho que nós dois deveríamos assumir os papéis que eles vão nos dar!
0
Comente!x

  - Do que você tá falando ?
0
Comente!x

  Ela segurou V pelo colarinho da camisa, encostou o corpo no dele e então fechou os olhos.
0
Comente!x

  -Que nós dois realmente deveríamos nos vingar! Que daria muito mais o que falar naquele campus se nós dois nos beijássemos, se disséssemos que sim, que estamos juntos! Os dois iam sair de vilões, a fofoca seríamos nós dois! Mas eu já sei! Você é puritano demais pra fazer essas coisas! Vai amarelar e continuar fingindo que tá tudo bem, que não foi nada, que a Samantha foi só uma aventura para você também! Já sei!
0
Comente!x

  Foi a vez de V repetir o gesto de , jogando a latinha no chão e então ele segurou o rosto dela entre as mãos e uniu os lábios dos dois num beijo. fechou os olhos quando sentiu os lábios dele lhe beijarem, automaticamente ela colocou as mãos na cintura fina dele. O beijo era lento e calmo, conforme o esperado por . Ela foi a responsável por aprofundar o beijo, pedindo passagem com a língua. V se assustou um pouco quando a língua molhada dela adentrou sua boca, ele achou que o beijo que ela queria dar na frente de todos era só uma encenação para os dois serem o assunto da semana. Mas pela forma que a língua dela brigava com a sua, parecia que ela estava gostando do beijo.
0
Comente!x

  V se entregou ao beijo finalmente e desceu as mãos pelo corpo magro de , deslizando as mãos pelas costas dela. subiu as mãos também pelas costas dele e embrenhou uma dela nos cabelos negros de V, e os puxou sutilmente. O beijo foi ganhando ainda mais intensidade e ele escorou o corpo dela na parede mais próxima aos dois. gemeu entremeio o beijo com o gelado da parede em seus ombros, o gemido dela fez V sorrir.
0
Comente!x

  Os dois não conseguiam pensar em mais nada ao redor, só no quanto os lábios dos dois se encaixavam tão bem e em como o gosto um do outro não parecia estranho ou desconhecido…
0
Comente!x

  Quando os lábios se desgrudaram, as testas não. Nenhum dos dois abriu os olhos, pareciam sem coragem de encarar um ao outro. O impulso mais gostoso da vida de ambos…
0
Comente!x

  - Acha que assim vamos ser o assunto de pelo menos uma semana no campus?
0
Comente!x

  V perguntou com o nariz colado no de . A respiração de ambos estava descompassada, os lábios inchados… ela estava ainda mais bonita aos olhos de V.
0
Comente!x

  - Ainda acho que não! – ela mentiu –
0
Comente!x

  Claro que seriam! Mas ela queria mais…
0
Comente!x

  - Não? – ele sorriu – Você pode falar numa boa que gostou do meu beijo, e que quer mais!
0
Comente!x

  - Quem te disse isso? – ela subiu as mãos pelas costas dele – Não comece a se achar muito não Bangtan Boy!
0
Comente!x

  A gargalhada dele ecoou pelos ouvidos dela.
0
Comente!x

  - Seu corpo me disse isso! Sua boca… – ele roçou os lábios nos dela –
0
Comente!x

   fechou os olhos e então puxou os cabelos de V fazendo a cabeça dele tombar para trás, ele também fechou os olhos. Ela depositou alguns beijos pelo pescoço dele enquanto a pele de V se arrepiava.
0
Comente!x

  - Você é alguma espécie de bruxo moderno? – ela imitou ele –
0
Comente!x

  - Posso beijar você de novo ou não? – ele pediu ainda com a cabeça para trás e com os cabelos presos nos dedos de
0
Comente!x

  Ela sorriu satisfeita com o efeito que havia provocado nele.
0
Comente!x

  - Pode! – soltou enfim os cabelos negros dele – Mas só se você caprichar um pouco mais!
0
Comente!x

  Provocou enquanto fechava os olhos. As mãos de V desceram para o bumbum da garota que arfou quando ele apertou o lugar com força e colou a boca dos dois novamente. Agora o beijo era mais livre, mais selvagem e barulhento. Os dois tinham o corpo tão colado um no outro que pareciam um só. As mãos subiam e desciam pelo corpo um do outro e sentiu o corpo começar a esquentar, o beijo dele era bom demais para ser verdade! As mãos dele adentraram a blusa dela com certa dificuldade e ele arranhou as costas dela com as unhas curtas causando arrepios na pele de . Ela o imitou e então quando os beijos dele foram para seu pescoço, ela viu os olhares sobre eles…fechou os olhos começando a sentir as bochechas esquentarem. As mãos de continuaram arranhando as costas de V enquanto ele mordia o lóbulo da orelha dela. Os dois voltaram a se beijar, dessa vez com menos pressa.
0
Comente!x

  - E agora?
0
Comente!x

  - Acho que agora sim! – ela sorriu ainda com os olhos fechados –
0
Comente!x

  V sorriu também enquanto acariciava o rosto dela.
0
Comente!x

  - Até no final da festa a gente pode virar assunto no campus por até um mês! O que acha?
0
Comente!x

   o beijou, deixando que o beijo dissesse a ele que sim, que concordava, mas ambos sabiam que não era esse de fato o intuito dos beijos. Não mais!
0
Comente!x

Sexto Capítulo – Namjoon e

“Pare de falar coisas sem sentido, está drenando minha energia! Nem pense em falar pelas minhas costas, eu sou sagaz… Eu vou te morder com os meus dentes até ver sangue. Voce comeu? Em chines isto é: chi fan le ma?“

  O sorriso desapareceu dos lábios de Namjoon assim que os olhos dele pousaram sobre os de . Os dois se odiavam desde que bateram o olho um no outro. era cerca de dois anos mais velha que Namjoon, ainda que lado a lado isso não parecesse, e ela estava no último já! Porém, a garota era extremamente inteligente, e Namjoon idem. Só tinha probleminha entre os dois: ela era melhor que Namjoon em Genética Molecular e Clínica, tanto que mesmo os dois sendo de cursos distintos, era a aluna orientadora dessa matéria para os alunos de Ciências Biológicas – curso da própria –  e Biomedicina – curso de Namjoon – o que fazia com que ele hora ou outra precisasse da ajuda e orientação dela.
0
Comente!x

  Ele admitia, para si mesmo e para os amigos que a garota era tão inteligente quanto ele, mas para ela: jamais! O motivo? Ele a achava insuportável! Ela fazia questão de botar defeito em tudo que Namjoon apresentava, sempre achava que ele não se empenhava o suficiente. Quem havia convidado ela e as amigas para a festa?
0
Comente!x

  - Quem convidou a insuportável da ? – ele direcionou o olhar para alguns dos amigos –
0
Comente!x

  Jungkook fingiu que não ouviu e então voltou a dançar.
0
Comente!x

  - Eu! – Hoseok levantou a mão enquanto soltava
0
Comente!x

  - Ah Hoseok! Tá de brincadeira né? Você sabe que eu não suporto ela!
0
Comente!x

  - Você sabe que isso tem outro nome! – ele desviou o olhar do de Namjoon –
0
Comente!x

  Ele franziu a testa e quando ia argumentar com o amigo, mas ele beijou e Namjoon deu de ombros enquanto ia buscar outra bebida na cozinha.
0
Comente!x

  Depois de conversar com alguns colegas de classe, ele foi em direção ao cômodo e encontrou de costas para ele conversando com .
0
Comente!x

  - Você é muito cara de pau ! Como teve coragem?
0
Comente!x

  - Eu fui convidada ! Os amigos todos dele vieram falar comigo! Inclusive seu BFF Suga! – ela deu de ombros – E não te conto o melhor! Saiu da boca dele mesmo, que o Namjoon na verdade sente uma atração incubada por mim, e que eles queriam ajudar o amigo! Já que ele é insuportável de chato e ninguém deve querer o coitado! Mas eu avisei que não faço caridade, só no natal!
0
Comente!x

  O maxilar de Namjoon travou e ele acabou cerrando os punhos involuntariamente. Ela estava maluca? Primeiro que os amigos jamais fariam aquilo! Segundo que ele não era insuportável – ela que era – e claro que as garotas se interessavam por ele! Agora sobre ele ter uma atração incubada por ela… Namjoon balançou a cabeça afastando os pensamentos.
0
Comente!x

  Ele fez questão de esbarrar no ombro dela enquanto caminhava até a grande lixeira da cozinha para jogar sua latinha fora. subiu o olhar já com a cara fechada e o semblante dela piorou quando se deu conta que era ele.
0
Comente!x

  - Você não enxerga não?
0
Comente!x

  - Não só enxergo muito bem, como ouço também!
0
Comente!x

   lançou um sorriso debochado na direção de Namjoon.
0
Comente!x

  - Bom! Vou indo! O Suga deve estar me procurando! Juízo voces dois!
0
Comente!x

   acariciou as costas de Namjoon, tentando acalmá-lo um pouco e depositou um beijo estralado e rápido na bochecha de . Os dois – Namjoon e – se encararam por longos segundos.
0
Comente!x

  - Seus amigos que começaram! – ela ergueu os braços, em rendição –
0
Comente!x

  - Não venha com lorota para cima de mim ! Conheço você!
0
Comente!x

  - Não conhece porra nenhuma! Deveria saber que seus amigos são loucos para juntar a gente! Coitados!
0
Comente!x

  - Coitados mesmo! Sem chance bebe! – ele levou a mão até o queixo dela e ergueu o rosto da garota até a altura do seu –
0
Comente!x

  - Você é ridículo Namjoon! Acha mesmo que eu algum dia quis alguma coisa você? Ou que vou querer? Se manca! Procura alguém da sua idade, o bebe aqui é você! Eu tenho certeza que você acha! Tem maluca para tudo né?
0
Comente!x

  O maxilar travado estava lá outra vez. Como ela ousava?
0
Comente!x

  - Você é muito petulante! Dentro da minha casa?
0
Comente!x

   mordeu o lábio e então passeou os olhos pelo rosto bem desenhado de Namjoon: o desgraçado era bonito de morrer, especialmente bravo. Ela se perguntou se aquela era uma das razões pela qual ela adorava deixá-lo nervoso…
0
Comente!x

  - Você gosta que eu sei, Joonie! – ela aproximou o corpo do dele –
0
Comente!x

  Namjoon não recusou a investida dela, e deixou que o corpo pequeno dela se encostasse ao seu. O apelido dele saindo da boca dela
0
Comente!x

  - Você que gosta! Adora me provocar… deve ser o seu maior fetiche!
0
Comente!x

  - Fetiche? – mal sabia ele que já havia sonhado várias vezes com a mão dele em seu pescoço, como um belo colar – É talvez! Ver você saindo de si, é bom demais! Ainda mais por minha causa!
0
Comente!x

  Namjoon respirou fundo e então o peito dos dois roçou um no outro, fechou os olhos, esperando que ele entendesse… O que estava acontecendo com os dois? Ela mal havia bebido e Namjoon também parecia perfeitamente sóbrio. Os dois se provocavam no dia a dia, mas nunca com segundas intenções. Não tão explicitamente como agora… Os olhos de Namjoon observaram os lábios carnudos dela ali, tão próximos aos seus, depois eles desceram para o pescoço exposto dela devido ao cabelo preso, e então eles desceram para o decote provocativo dela com os seios quase expostos. Ele nunca havia visto tanto da pele dela, no campus ela costumava se vestir de forma mais discreta. É claro que Namjoon já havia reparado no corpo da garota, em como ele era cheio de curvas e atraente. É claro que ele já havia fantasiado diversas vezes como ela seria nua… mas tratava de afastar os pensamentos todas as vezes que eles surgiam. Jamais poderia admitir.
0
Comente!x

  Ele segurou a cintura dela com as duas mãos, abriu os olhos, olhou para as mãos dele repousadas em sua cintura. Depois o olhar dela subiu para o rosto bonito dele de novo.
0
Comente!x

  - Droga Namjoon! – ela suspirou alto –
0
Comente!x

  Logo em seguida o corpo dela foi encostado à parede mais próxima dos dois e a testa de Namjoon estava colada a dela.
0
Comente!x

  - Você é maluca, e me deixa maluco! Droga !
0
Comente!x

  - Isso não deveria estar acontecendo, eu odeio você!
0
Comente!x

  - E eu odeio você mais ainda! Você é grosseira, e ríspida, metida, arrogante!
0
Comente!x

  - E você é exatamente igual a mim… nós somos o espelho um do outro Namjoon! Você vai me beijar ou não?
0
Comente!x

  Ela voltou a suspirar alto, parecendo estar impaciente. Namjoon sorriu de canto e então passou a língua sobre os lábios dela, molhando-os. fechou os olhos com força, é claro que ele a provocaria, faria ela implorar por aquele beijo… tão típico dele, ela pensou. apertou a cintura de Namjoon com força e não tirou as mãos de lá.
0
Comente!x

  - Eu já sei o que você pretende! Que eu implore, e eu não vou fazer isso Namjoon! Não quando sei que você quer o mesmo que eu!
0
Comente!x

  - Eu não pretendia nada disso, ! Eu só estava te provocando, mas não para te implicar ou para fazer você implorar por nada… para deixar você com mais vontade, porque eu estou com muita! Há anos!
0
Comente!x

  - Anos? – ela roçou o nariz no dele –
0
Comente!x

  - Há mais de um ano pelo menos! Mas… – ele pausou e suspirou pesadamente – Você é difícil!
0
Comente!x

   gargalhou apoiando a cabeça na parede.
0
Comente!x

  - Somos espelho um do outro, você é ainda mais difícil! Mas é gostoso para porra!
0
Comente!x

  Namjoon sorriu e ela achou que perderia tudo, então se atreveu a depositar um beijo demorado no pescoço dele, perto de seu pomo de Adão, que ela achava uma das coisas mais sexys nele. Ele fechou os olhos e ficou na ponta dos pés, alcançou a boca dele e então o beijou. Diferente do esperado, os dois se beijaram bem lentamente.
0
Comente!x

   acariciou os cabelos dele e Namjoon soltou um gemido abafado entre o beijo e então colou ainda mais o corpo grande no corpo pequeno dela. Era engraçado como ela se encaixava tão bem no corpo dele. Logo as mãos dela deixaram de acariciar os cabelos dele para puxar os mesmos. Namjoon apertou com força a cintura fina de e então pediu passagem com a língua, que foi facilmente cedida por ela. Parecia o paraíso!
0
Comente!x

   sentiu o estômago dar um nó, estava se sentindo uma adolescente com as sensações provocadas pelo beijo de Namjoon. A boca dele era quente e o beijo dele era molhado e provocativo. Ele subiu as mãos para as costas dela e deixou as mesmas repousadas por lá enquanto apertava o corpo ainda mais no de . Namjoon não estava esperando a mão quente dela encontrar sua pele por baixo da camiseta e então ele soltou mais uma gemido sôfrego entre o beijo,especialmente quando as unhas dela traçaram um tortuoso caminho pelo abdômen dele. Essa mesma mão passou levemente sobre o membro dele sobre a calça e Namjoon sorriu.
0
Comente!x

  - Isso não devia ter acontecido! – os dois disseram em uníssono –
0
Comente!x

  Ela tentou afastar o corpo de Namjoon do seu espalmando as mãos nos peitos dele. Ela conseguiu afastar o corpo dele alguns centímetros do seu e então o estapeou no peito algumas vezes enquanto sentia os olhos se encherem de água. Namjoon, assustado com a reatividade de segurou os pulsos dela com certa força para que ela parasse de lhe bater então ele puxou o corpo dela pra si outra vez envolvendo a garota num abraço. No começo tentou rejeitar o corpo de Namjoon, o abraço estava desajeitado e ele tentava aninha-lá em seu peito. foi se acalmando e acabou se permitindo ser acalentada por Namjoon. As lágrimas quentes enfim desceram por seu rosto enquanto ela se entregava ao choro.
0
Comente!x

  Namjoon, preocupado, passou a se perguntar se ele havia feito ou falado algo errado… ele acariciava as costas e cabelos dela, tentando acalmá-la. Precisava e queria entender o que tinha acontecido, mas precisava se acalmar primeiro.
0
Comente!x

  - Ei! Eu tô aqui! Calma! O que eu fiz?
0
Comente!x

  Ela balançou a cabeça em negativa e então ergueu o rosto encarando Namjoon enquanto limpava as lágrimas.
0
Comente!x

  - Você não fez nada! Eu que fiz!
0
Comente!x

  - O que ? O que aconteceu?
0
Comente!x

  Ele segurou os ombros dela, o semblante dele de preocupação fez voltar a chorar. Ela se soltou dos braços dele com muito esforço e então saiu da cozinha sem dar nenhuma explicação. Namjoon foi atrás dela na multidão, ele a chamava por seu nome mas ou ela não ouvia ou simplesmente o ignorava. Ele não podia deixar ela sumir! Os dois tinham que conversar sobre o beijo, Namjoon tinha que falar para ela tudo que sentia, e tinha que entender o que aconteceu.
0
Comente!x

  - ! – ele chamou outra vez quando ela estava quase entrando dentro de seu carro – Você não pode ir embora! Não assim!
0
Comente!x

  - Me deixa Namjoon! Eu preciso ir embora!
0
Comente!x

  - Não! – ele atravessou a rua um tanto quanto raivoso – Você vai me explicar o que aconteceu! E agora!
0
Comente!x

  Ele tomou as chaves da mão dela e escondeu dentro da própria calça e cueca. bufou alto.
0
Comente!x

  -Você é insuportável! Me devolve logo a porra das minhas chaves! Eu não te devo nada!
0
Comente!x

  - Me deve uma explicação porra! A gente se beijou! Qualquer pessoa perceberia a tensão sexual entre nós dois naquela cozinha! E não só isso! Seja madura !
0
Comente!x

  - Eu não quero caramba! – ela passou as mãos pelo rosto – Não quero ser madura! Satisfeito?
0
Comente!x

  - Não! Não ! Não! – foi a vez dele passar as mãos pelo rosto e cabelos –
0
Comente!x

  - E eu não consigo ver o final disto! Só quero sentir seu beijo nos meus lábios de novo! Droga! E agora todo esse tempo está passando! Mas eu não consigo te dizer por que! Dói toda vez que eu te vejo Namjoon! E sabe porque? – ele fez que não para ela com a cabeça – Percebo o quanto eu preciso de você!
0
Comente!x

  Namjoon engoliu seco.
0
Comente!x

  - E qual o problema de precisar de mim? Qual o problema me desejar? Qual o problema de se apaixonar por mim?
0
Comente!x

  - Eu penso em você quando não consigo dormir, ou logo depois do café, ou quando eu não consigo comer! Eu penso em você no banco da frente. Ainda tenho areia nos meus casacos, das noites que não lembramos! Droga Namjoon eu não posso me apaixonar por você!
0
Comente!x

  - Nem eu por você! Mas aconteceu ! E agora precisamos ser maduros para enfrentar isso!
0
Comente!x

  - Você se apaixonou? Logo você? Tão pé no chão! Me lembro de ouvir você dizer que esse era um sentimento inútil!
0
Comente!x

  Ele bagunçou outra vez os cabelos.
0
Comente!x

  - Eu estava tentando me convencer disso! Porque não queria me apaixonar pela garota que eu mais odiava!
0
Comente!x

   fechou os olhos, deixou as lágrimas escaparem outra vez.
0
Comente!x

  - Vadiei por aí e acabei me apegando a você!
0
Comente!x

  Se eu fizesse com você o que você faz comigo, você não gostaria dessa merda!
0
Comente!x

  Eu mandei a real, mas você não acredita, não é?
0
Comente!x

  - Você já se perguntou o que nós poderíamos ter sido?
0
Comente!x

  - Eu me pergunto o que nós podemos ser ! Droga!
0
Comente!x

  Ele bufou e então começou a caminhar para longe dela. saiu atrás dele.
0
Comente!x

  - As minhas chaves!
0
Comente!x

  - Toma! – ele retirou as mesmas de dentro da roupa íntima e entregou para ela –
0
Comente!x

  Ela pegou as chaves com ele e então os dois permaneceram se encarando. Os olhos dele exalavam toda a tristeza que ele parecia sentir naquele momento.
0
Comente!x

  - Eu te odeio! E eu te amo! E eu te odeio porque eu te amo Namjoon! Não queria, mas não consigo colocar mais ninguém no seu lugar.
0
Comente!x

  Ele segurou a nuca dela com uma das mãos e então a puxou para um beijo. Diferente do primeiro trocado pelos dois, esse era mais intenso, a língua dele já tocava a dela e a boca de Namjoon ditava o ritmo do beijo. subiu as mãos pelos braços dele e depois entrelaçou os braços em volta do pescoço de Namjoon.
0
Comente!x

  Namjoon mordeu o lábio superior dela, cravando os mesmos com força por lá. puxou os cabelos dele com força quando sentiu a ardência gostosa dos dentes dele cravados em seu lábio. Ela arqueou as costas quando a mordida ficou ainda mais profunda e logo o gosto do sangue invadiu a língua dos dois. voltou a passar as unhas nas costas dele por baixo da blusa, com força levantando vergões por lá. Quando os dois se soltaram, olharam outra vez um para o outro, assustados.
0
Comente!x

  - Eu ainda odeio você Kim Namjoon! – ela limpou o sangue que escorria do lábio dela –
0
Comente!x

  - E eu não te suporto!
0
Comente!x

  - Mas você não me deixa! – ele se aproximou dela outra vez –
0
Comente!x

  Passou os dedos pelos lábios de , limpando mais uma vez o pouco de sangue que ainda tinha por lá.
0
Comente!x

  - E então você beija meus lábios e de repente eu esqueço tudo! Não consigo lembrar do quanto você me irrita!
0
Comente!x

  - Eu odeio isso Você sabe exatamente como me tocar para que eu não queira mais discutir e brigar!
0
Comente!x

  Ela segurou a mão dele e então levou o dedo indicador dele até os lábios, chupando o mesmo. Namjoon fechou os olhos.
0
Comente!x

  - E eu odeio o quanto eu te amo, garoto!
0
Comente!x

  - Eu não suporto o quanto preciso de você!
0
Comente!x

  Os dois voltaram a se beijar.
0
Comente!x

  - O que a gente faz? – ela encostou a testa na de Namjoon –
0
Comente!x

  - A gente vai devagar! Por enquanto!
0
Comente!x

  - Eu te odeio!
0
Comente!x

  - Nós somos o espelho um do outro bebê! A recíproca é verdadeira! E quando você diz que me odeia eu fico ainda mais apaixonado!
0
Comente!x

  - E eu odeio te amar tanto assim, mas simplesmente não posso deixar você partir!
0
Comente!x

  Os dois suspiraram e então, de mãos dadas voltaram para a festa. Amor e ódio andam lado a lado e de mãos dadas.
0
Comente!x

Sétimo Capítulo – Jungkook e

“Não me pergunte, eu sempre fui assim! Nem eu sei, eu sou assim do começo ao fim!”

  - Perdão! – ele falou enquanto encostava no braço da quase desconhecida – Eu não vi você! Vamos lá no banheiro para você passar uma água no seu vestido!
0
Comente!x

  - Nao precisa! Isso aqui daqui a pouco seca! – a quase desconhecida passou uma das mãos pelo colo –
0
Comente!x

  - Mas vai ficar pregando! Vem, vamos lá! – Jungkook segurou a mão dela, praticamente a arrastando até o banheiro –
0
Comente!x

   , com a testa franzida, foi praticamente colocada dentro do banheiro minúsculo da casa por Jungkook. Ele era estranho… ela pensou. Os dois eram do mesmo curso e da mesma turma, trocavam cumprimentos e até já tinham ficado no mesmo grupo para um trabalho. achava Jungkook esquisito e gracioso ao mesmo tempo. Na sala de aula ele mal conseguia ficar quieto na cadeira, estava sempre mexendo-se e remexendo-se, saindo para ir ao banheiro, conversando com os colegas. Mas sempre tirava boas notas, ah e além de conversar com os colegas ele conversava sozinho também. riu ao se lembrar enquanto passava um pouco de água pelo próprio vestido branco.
0
Comente!x

  - Vai manchar né? – ele mordeu o lábio inferior –
0
Comente!x

   encarou os olhos grandes e negros de Jungkook pelo reflexo do espelho. Eles pareciam duas enormes jabuticabas. Ele parecia preocupado e assustado.
0
Comente!x

  - Talvez! – ela continuou molhando as mãos – Não se preocupe, é só um vestido Jungkook!
0
Comente!x

  - JK! – ele corrigiu – Prefiro JK! E além do mais, somos colegas de classe, não precisamos dessa formalidade!
0
Comente!x

  Ela riu da forma que ele falou e Jungkook abaixou a cabeça, ficando vermelho.
0
Comente!x

  - O que foi? – ele coçou a nuca –
0
Comente!x

  - Você é engraçado! – foi a vez de balançar a cabeça a abaixando – Pronto! Deu uma bela limpada! Já podemos voltar! Obrigada!
0
Comente!x

  - Me desculpe por ter sujado você e o seu vestido de cerveja! Eu estava procurando o Taehyung hyung e aí acabei encontrando um outro amigo no caminho e nós dois acabamos por emendar um assunto sobre super-heróis e fiquei empolgado, comecei a mexer meus braços e não vi você vindo! Aí quando eu vi… – gargalhando ela o interrompeu segurando seus ombros –
0
Comente!x

  - Tudo bem! Tudo bem Jungkook! Quer dizer, JK! Eu entendi! Você estava empolgado e acabou derrubando cerveja em mim! E tudo bem, a casa está lotada e essas coisas acontecem mesmo!
0
Comente!x

  Ele assentiu para ela repetidamente e quando acabou de Jungkook soltou:
0
Comente!x

  - Eu acho seu cabelo incrível! Seu nariz pontudinho também!
0
Comente!x

   voltou a rir do quão aleatório ele era.
0
Comente!x

  - Você é bem maluquinho né?
0
Comente!x

  Ela soltou o ombro de Jungkook e então saiu do banheiro. O rapaz veio logo atrás dela.
0
Comente!x

  - Isso foi uma crítica ou um elogio?
0
Comente!x

   se assustou com a voz dele em seus ouvidos e com a respiração batendo em seus cabelos. Ele realmente era imprevisível.
0
Comente!x

  - Que susto Jungkook! – ela levou as mãos até o peito –
0
Comente!x

  - JK! – ele voltou a corrigir, batendo as mãos nas coxas –  E me desculpe! Você me chamou de maluquinho, e eu não entendi muito bem se isso é ruim ou não!
0
Comente!x

  Jungkook coçou a cabeça por baixo do bucket preto que usava. suspirou, ele estava tão bonito! Porque de repente ela estava o achando ainda mais bonito do que já costumava achar? Seria a bebida começando a alterar seus sentidos? Precisava de água, para a bebida não subir muito rápido.
0
Comente!x

  - Onde é a cozinha?
0
Comente!x

  - A cozinha? – ele voltou a coçar a cabeça – Você também é bem maluquinha!
0
Comente!x

  Ele gargalhou deixando o nariz igual ao de um coelho. sorriu, ficando vermelha e sentindo calor.
0
Comente!x

  - Eu preciso de água Jungkook!
0
Comente!x

  - JK! – ele segurou a mão dela outra vez e a arrastou para a cozinha – Vem!
0
Comente!x

  - Onde estão os seus amigos? – ela procurou pelos amigos dele em volta –
0
Comente!x

  - Devem estar beijando por aí! Ou dançando! Ou conversando! Porque? Quer beijar algum deles?
0
Comente!x

  Os dois pararam de andar quando chegaram à cozinha e então ficaram cara a cara. Os olhos dele encaravam os dela sem piscar e ficou perdida neles por alguns segundos. Como ele era bonito! Ela pensou que se fosse para beijar algum deles, ela gostaria que fosse ele! Balançou a cabeça e JK riu, o narizinho de coelho aparecendo outra vez…
0
Comente!x

  - Não! Não quero beijar ninguém!
0
Comente!x

  - Ninguém? Você tem namorado?
0
Comente!x

  A boca dela secou. Porque ele queria saber?
0
Comente!x

  - Porque? – ela sibilou automaticamente –
0
Comente!x

  - Porque você é bonita e legal, certamente tem um namorado! – Jungkook deu de ombros –
0
Comente!x

  Antes que ela pudesse raciocinar ou falar algo ele se virou e foi até a geladeira, pegando uma garrafa de água mineral para ela. Ele mesmo abriu e aí reparou no braço musculoso e tatuado dele. Fechou os olhos. Porque estava tão atraída por ele de repente? Só podia ser o álcool!
0
Comente!x

  - O que foi? – ela abriu os olhos e pegou a garrafa das mãos dele –
0
Comente!x

  - Acho que tô meio tonta! Já bebi demais!
0
Comente!x

  Ela levou a garrafa até a boca e os olhos de Jungkook acompanharam a garrafa. O coração de acelerou um pouco e ela se amaldiçoou por ter bebido.
0
Comente!x

  - Tem ou não tem? – ele chegou mais perto dela –
0
Comente!x

  O coração acelerou um pouquinho mais e ela terminou de beber água.
0
Comente!x

  - Não tenho! E você?
0
Comente!x

   entregou a garrafa para Jungkook que a tapou e então depositou a mesma sobre o balcão que dividia o cômodo com a sala. Ele ainda olhava para ela.
0
Comente!x

  - Não tenho… mas gostaria de ter! – ele deu deu de ombros –
0
Comente!x

  - E porque não tem? – ela colocou uma mecha do cabelo atrás da orelha –
0
Comente!x

  - Porque as mulheres me acham muito novo! Costumo me interessar por mulheres mais velhas!
0
Comente!x

  - Ah acham? – ela levou a mão até a garrafa – Você é um bebê mesmo!
0
Comente!x

  - E nós não temos a mesma idade? – Jungkook ergueu a sobrancelha –
0
Comente!x

  - Temos? – foi a vez de erguer a sobrancelha –
0
Comente!x

  - Somos do mesmo período! – ele tirou o bucket e então colocou sobre a cabeça de
0
Comente!x

  Ela acompanhou com os olhos e depois os fechou, rindo logo em seguida.
0
Comente!x

  - O que é isso Jungkook? Ops, JK! – ela corrigiu antes dele –
0
Comente!x

  - Você fica bonita! Você é bonita!
0
Comente!x

  As bochechas dela ficaram rosa e ela abaixou a cabeça, sorrindo.
0
Comente!x

  - Você também é bonito! As minhas amigas devem estar me procurando… você saiu me arrastando! E eu as perdi!
0
Comente!x

  - Desculpa! De novo! – foi a vez das bochechas dele esquentarem –
0
Comente!x

  - Tudo bem! A gente se vê então!
0
Comente!x

  - Sim! A gente se vê! – ele mordeu o próprio lábio –
0
Comente!x

  Ela olhou para o lugar, o piercing na boca dele era convidativo demais… respirou fundo e então devolveu o chapéu para ele.
0
Comente!x

  - Fica! Eu tenho um monte!
0
Comente!x

  - Não! É seu! Sei que você gosta desses chapéus!
0
Comente!x

  - Fica! Depois eu pego com você! Por favor!
0
Comente!x

  - Tá bom! Posso levar a garrafa de água?
0
Comente!x

  - Claro! – ela pegou a garrafa –
0
Comente!x

  Ela sabia que deveria se mexer, sair de dentro da cozinha da casa e ir atrás das amigas, mas era como se algo a prendesse…
0
Comente!x

  - Vai mandar mensagem para elas?
0
Comente!x

  - Hã? – ela subiu o olhar –
0
Comente!x

  Jungkook riu.
0
Comente!x

  - Não vai mandar mensagem para as suas amigas? Para saber onde elas estão?
0
Comente!x

  - Ah! Vou! Vou! – ela balançou a cabeça –
0
Comente!x

  Pegou o celular na bolsa e então mandou mensagem para as amigas. Mordeu o lábio, nervosa enquanto esperava as amigas responderem. Jungkook chegou mais perto e então olhou para o celular dela, e olhou para ele. Perto demais…
0
Comente!x

  - O sinal aqui é ruim! Quer sair procurando por elas? Eu vou com você! – ele deu de ombros –
0
Comente!x

  - Ah! – coçou a cabeça – Tá bom!
0
Comente!x

  Os dois saíram da cozinha sob os olhares atentos de alguns convidados. Fofoqueiros, pensou.
0
Comente!x

  Caminharam procurando as amigas dela por todos os cantos e nada. Quando chegaram na parte externa da casa uma das amigas avisou que já havia ido embora. fez um biquinho com os lábios e Jungkook riu, fazendo o nariz de coelho mais uma vez.
0
Comente!x

  - Onde elas estão?
0
Comente!x

  - Em casa! – ela guardou o celular na bolsa outra vez – Então eu já vou também!
0
Comente!x

  - Não! – ele segurou uma das mãos dela – Não ainda! Fica mais um pouquinho!
0
Comente!x

  Ela voltou a sentir o coração acelerar.
0
Comente!x

  - Eu ainda não beijei você! E quero muito… não sei se você quer também!
0
Comente!x

   abriu a boca, surpresa e não conseguiu dizer nada.
0
Comente!x

  - ? Tá tudo bem?
0
Comente!x

  - Tá! Eu só não esperava!
0
Comente!x

  - Que eu quisesse te beijar? Porque?
0
Comente!x

  Ele ergueu a mão dela que ele segurava e depositou a mesma sobre seu ombro, ela automaticamente fez o mesmo com a outra, hipnotizada pelos olhos de jabuticaba de Jungkook.
0
Comente!x

  - Porque você disse gostar de mulheres mais velhas e porque você é bonito demais para ser real!
0
Comente!x

  Ele sorriu e então segurou o rosto dela entre as mãos.
0
Comente!x

  - Isso é um sim? Se você não quiser tudo bem…
0
Comente!x

  - Como você sabe meu nome?
0
Comente!x

  Jungkook gargalhou.
0
Comente!x

  - Depois eu que sou maluco! Nós somos da mesma sala, fizemos um trabalho juntos! Posso ser meio deslexico mas eu guardo nomes! E o seu nome é exótico, eu jamais esqueceria!
0
Comente!x

  Os olhos de saltaram um pouco. Ele era realmente imprevisível.
0
Comente!x

  - Eu… – ela fechou os olhos – Não sei o que dizer Jungkook! Mas subitamente eu também estou sentindo vontade de beijar você! Droga!
0
Comente!x

  Ela abriu os olhos e Jungkook encostou a testa na dela.
0
Comente!x

  - Se for ruim, prometo deixar você em paz quando acabarmos!
0
Comente!x

   viu Jungkook fechar os olhos e encostar os lábios nos seus. Ela sentiu o corpo começar a formigar e então fechou os olhos também.
0
Comente!x

  A língua dele pediu passagem e cedeu enquanto grudava o corpo no dele e passava os braços em volta de seu pescoço. O gosto forte de cerveja da boca dele fez ela intensificar o beijo para sentir ainda mais o gosto, o gelado do piercing dele fez a pele de se arrepiar.
0
Comente!x

  As mãos dele subiam e desciam pelas costas dela, inquietas como ele. Ela aproveitou para embrenhar as mãos nos cabelos grandes e lisos e Jungkook e como ela suspeitava, eles eram macios. Ele mordeu o lábio de com delicadeza e então voltou a beijá-la. O beijo agora era mais rápido e os dois pareciam já ter se beijado muitas vezes, tamanha sincronia dos lábios e do rosto dos dois.
0
Comente!x

  Algumas pessoas observavam os dois se beijando e comentavam: mais uma fofoca pra conta! Jungkook não ligava para o que falavam dele, e não estava interessada no que falariam sobre os dois. O beijo dele era tão gostoso que era só naquilo que ela queria focar no momento.
0
Comente!x

  As mãos dele passearam rapidamente por seu bumbum, marcado no vestido branco e suspirou contra o beijo. Jungkook apertou mais o corpo dela no seu e o beijo foi lentamente parando. Quando as bocas se soltaram, permaneceram roçando uma na outra e os dois ainda tinham os olhos fechados.
0
Comente!x

  - E então? Vou ter que deixar você em paz? Porque eu confesso que quero de novo…
0
Comente!x

   sorriu roçando os lábios e o nariz nos dele.
0
Comente!x

  - Por mim a gente pode se beijar a noite toda! Maluquinho!
0
Comente!x

  Jungkook sorriu de volta para ela.
0
Comente!x

  - Estranho pensar que eu sempre te achei bonita, mas precisei derramar cerveja em você para me dar conta que sempre quis te beijar! E você também é bem maluquinha, deve ser por isso que deu tão certo o beijo!
0
Comente!x

  Ela ajeitou o bucket na cabeça e voltou a abraçar o pescoço dele.
0
Comente!x

  - Acho que a gente pode ter ainda mais coisas em comum… – mordeu o lábio –
0
Comente!x

  - A gente pode descobrir! Temos a noite inteira. Agora… só mais um beijo?
0
Comente!x

  Os dois voltaram a se beijar deixando a chuva que começava a cair, molhar os dois. É como dizem: “Num deserto de almas também desertas, uma alma especial reconhece de imediato a outra.“
0
Comente!x

Fim

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
9 meses atrás

Apesar de Jin e Hobi serem meus amorzinhos, nessa história quem me ganhou foi o JK HAHAHAHAHAHAH
Não sei, ele foi o meu tipo aqui. Quero um JK assim na minha vida, aceito. Onde encomenda? kkkkk


You cannot copy content of this page

1
0
Would love your thoughts, please comment.x