Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

bills

  — Você sabe que não pode continuar fazendo isso, .
0
Comente!x

  Por mais que o anoitecer fosse chuvoso, conseguia enxergar a mulher perfeitamente do outro lado da rua, e reparou que ela possuía uma feição tristonha acompanhada de um sorriso mais dolorido ainda. Por um momento, achou que tivesse quitado todas as suas dívidas relacionadas ao amor, tentando acreditar que estava livre de qualquer cobrança, mas, ao ver sua ex-namorada, percebeu que as suas contas não estavam totalmente pagas. Ele sabia que se continuasse a andar em sua direção não conseguiria deixá-la ir, nem se tentasse ao máximo para sair do ciclo vicioso que ele e conseguiram, de uma forma ou de outra, por um fim há pouco tempo.
0
Comente!x

  O homem respirou fundo, contando até dez em uma maneira de voltar aos seus sentidos e agir com o resquício de razão que lhe sobrava, visto que quando se tratava da outra, agia com toda a sua emoção. Ele não poderia simplesmente jogar fora todo o esforço dos dois após conseguirem terminar de um modo amigável, ainda mais quando teve um tempo difícil para aprender e compreender o preço do término, de estar longe da sua .
0
Comente!x

  Desde o fatídico dia, com as lágrimas rolando por suas bochechas, optou a prosseguir sua vida considerando a dor como um de seus bens. Até o momento, o homem acreditava que sua ex estava na mesma página que a dele, visto que a mulher aparentava estar bem nas redes sociais ou quando trocavam mensagens; tinha plena noção que não seria fácil para ambos, porém, não imaginava que tentaria reatar o namoro, mesmo tendo alguém ao seu lado.
1
Comente!x

  Seus amigos lhe contaram como viram a sua ex e um novo interesse romântico em um encontro e, apesar dos pesares, apenas sorriu, desejando genuinamente que ela ficasse bem. Ele não a julgava por sair com outras pessoas, afinal, os dois não eram mais namorados, então a sua reação diante das notícias foi até melhor que esperava. É claro que doía, contudo, o homem aceitou a conviver com essa questão no momento que aceitou manter a amizade com a mulher.
0
Comente!x

  Talvez fosse difícil por ainda se amarem, ou pelo simples fato de que sete anos não se tornaram vinte, trinta, como sempre acreditaram. e se conheceram quando crianças, e não é preciso de muito para imaginar o destino deles; melhores amigos que avançaram para o status de namorados na época do ensino médio, sendo admirados por seus amigos que diziam que e eram almas gêmeas, e, por mais que concordassem com os demais, o casal sabia – bem lá no fundo – que isso não era verdade. Não sabiam explicar a razão, só que havia algo que incomodava eles sempre que escutavam isso e, infelizmente, tiveram a confirmação um tanto tarde.
0
Comente!x

  — Não há como voltarmos no tempo, né? — aumentou o tom de voz. — Eu sinto muito por ter te arrastado pra fora de casa com essa chuva, é só que… eu queria te ver mais uma vez para finalmente colocar um ponto final na gente.
0
Comente!x

  — Você falou isso da última vez. — suspirou, segurando as lágrimas. Quanto mais ficavam na presença um do outro, o preço de ir embora aumentava, tornando a situação mais difícil do que já estava.
1
Comente!x

  — Eu sei — ela sorriu, se aproximando da beirada da calçada —, mas essa é definitivamente a última vez, eu prometo. Nós não podemos continuar sendo amigos, mas eu nunca me perdoaria se não te falasse essas últimas palavras pessoalmente: eu fico feliz por termos compartilhado mais de sete anos juntos, e obrigada por me amar. E eu continuarei te amando por todo o meu futuro, no entanto, não do jeito que amo agora. E espero, do fundo do meu coração, que você possa abrir mão dessa dor, . Você não é responsável por mim e nem eu por você, então não quero que tenhamos um futuro no qual a dor ainda é presente.
1
Comente!x

  Ignorando toda a sua racionalidade, o homem foi em direção a mulher, a envolvendo em seus braços urgentemente; ele sabia que não tinham mais volta e que assim que se soltassem um do outro, seguiriam os seus caminhos separadamente, apenas com as lembranças do que um dia tiveram a chance de ter. Uma parte de si queria continuar no abraço, dizer que a amava e tentar voltar a como eram antes, porém, mais do que ninguém, sentia que a página já havia sido virada e com as últimas palavras de , sentiu que suas contas estavam pagas.
1
Comente!x

  — Vou te levar para casa — anunciou ao ver que a chuva apertou, se afastando um pouco dela.
0
Comente!x

  — Não tenho como contestar. — se deu por vencida. Não havia chance alguma de conseguir chamar um táxi ou de pegar um ônibus, e ela possuía plena noção do quão teimoso o seu ex podia ser. — Obrigada pela carona e desculpa mais uma vez por ter te feito vir aqui.
0
Comente!x

  — Eu vim por livre e espontânea vontade, . Não há com o que se preocupar, está bem? — sorriu ao vê-la concordar, a última coisa que gostaria era de fazer a outra se sentir mal.
0
Comente!x

  Afinal, já tinham tido emoções demais na noite, certo?
0
Comente!x

*

  O trajeto para a casa de não foi estranho ou incômodo, por mais que tenham ficado em silêncio durante longos trinta minutos. Ambos precisavam por suas cabeças no lugar, e finalmente conseguiam respirar aliviados por terem tirado um peso dos ombros; trocou a estação da rádio até achar uma música que gostasse e quando a melodia começou a tocar, ela olhou para animada, como se fosse nos velhos tempos:
0
Comente!x

  — Você se lembra dessa? A que costumávamos cantar com os nossos amigos na escola.
0
Comente!x

  — Só consigo lembrar do pessoal sendo desafinado. — Riu.
0
Comente!x

  — Você só fala isso por sempre ter tido uma bela voz. — revirou os olhos, arrancando mais uma risada do rapaz.
0
Comente!x

  — Agora me deu saudades daquela época — falou honestamente, sem segundas intenções. A vida de havia mudado bastante desde que se formou, e às vezes se pegava pensando em como estava todo mundo.
0
Comente!x

  — Seria legal se pudéssemos voltar naquele tempo por, pelo menos, um dia, né? Sabe, curtir mais uma vez com os nossos amigos e com a inocência de que a vida adulta não seria tão difícil.
0
Comente!x

  — É, seria. — sorriu marotamente.
0
Comente!x

  — Obrigada pela carona, ! E tenha cuidado na volta!
0
Comente!x

  — Você também… Merda.
0
Comente!x

  Tudo aconteceu rápido demais.
0
Comente!x

  No segundo que percebeu o que aconteceria, ele jogou o seu corpo contra o de , tentando protegê-la do impacto. Ele não conseguia distinguir se havia sido um carro ou um caminhão, ou se, de fato, a protegeu; a única coisa que sentia era uma tontura interminável, fazendo com que sua visão ficasse turva o suficiente para não identificar nada ao seu redor. tinha a certeza de que estava sangrando, mas não sentia nenhuma dor, não compreendendo como isso era possível. Antes de adormecer, uma silhueta de cabelos longos surgiu na sua frente e ao sentir um toque quente, o rapaz fechou os olhos, sonhando com um dia que tanto gostava.
0
Comente!x

Fim

  N/A: e vamos de pagar contas?
  PRIMEIRAMENTE: O MEU HOMEM ESTÁ VIVO, OK? OK.
  Bem, tecnicamente.
  Como esse mês tem halloween e o meu aniversário, quis fazer essa série hehe
  Essa fic terá continuação logo menos, e eu tô empolgada para escrever hihihi Temos bastante coisa pela frente (são seis fics no total), e se querem mais um spoiler (eu tô sendo muito boazinha, viu?), as fics serão baseadas no álbum do Enhypen que eu tô completamente viciada hehehehe <3
  Enfim, não se esqueçam de comentar (Lelen, não me xingue HJSABHSHAJJHSA)!
  Até a próxima!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
9 meses atrás

SENHORA, É BOM TU JÁ ESTAR ENVIANDO A CONTINUAÇÃO DESSA HISTÓRIA PRO SITE PORQUE EU TÔ SEGURANDO OS XINGOS, HEIN?
Ah pronto, nosso menino não tá morto, provavelmente só em um coma lutando pela vida OIHASODIHASDOIASDHO
Agora quero saber o que vai acontecer e o que aconteceu com esses dois para terem terminado e não poderem ser amigos. PRECISO DE RESPOSTAS.

(Só pra comentar, queria participar com histórias pro Halloween também, mas meu espírito dark não está lá tão inspirado pra isso KKKKKKK)

gio
gio
9 meses atrás
  Desde o fatídico dia, com as lágrimas rolando por suas bochechas, optou a prosseguir sua vida considerando a dor como…" Read more »

mulheeeer superaaaa
mas eu a entendo, tbm não ia conseguir superar esse homem

gio
gio
9 meses atrás
  Ignorando toda a sua racionalidade, o homem foi em direção a mulher, a envolvendo em seus braços urgentemente; ele sabia…" Read more »

me senti vendo um dorama aqui

Li Santos
Li Santos
9 meses atrás
  — Você falou isso da última vez. — suspirou, segurando as lágrimas. Quanto mais ficavam na presença um do outro,…" Read more »

😭

Li Santos
Li Santos
9 meses atrás

LIV PELO AMOR DO SANTO CRISTO EU QUASE FUI COM DEUS AGORA
ESPERO que o pp realmente esteja vivo, socorro eu chorei aqui . Achei que a emoção fosse esse término (de novo), mas não esperava por ESSE FINAL.

Vai ter continuação? Ótimo pq neu coração não aguenta essa curiosidade em saber oq rolou depois. ANSIOSA POR MAIS.

Ray Dias
9 meses atrás
  — Eu sei — ela sorriu, se aproximando da beirada da calçada —, mas essa é definitivamente a última vez,…" Read more »

Isso bateu na alma em lugares que eu nem sabia que existiam.

Ray Dias
9 meses atrás

Pelo amor de Deus em nome de Jesus nessa nota de autora aí que essa fanfic tem que ter continuação com esse boy vivo, socorro, engoli até as vírgulas. Mulher!? Plmmds. Eu achei que a mina ia se matar depois achei que seria só uma história de fim de namoro consciente, e eu termino traumatizada. Oi? Quero mais desses dois, e quero a conta bancária pra mandar pro terapeuta, porque a conta é sua bebê. Hahhaa ansiando pela continuidade. Tu prometeu ein.


You cannot copy content of this page

12
0
Would love your thoughts, please comment.x