Esta história pertence ao Projeto Adote Uma Ideia

Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui
Ideia #070

doada por Millena Borges

// A Ideia
No folclore alemão existe o que eles chamam de Doppelgänger. A lenda diz que para cada ser humano na Terra há um deste, uma espécie de “clone”, com características físicas e de personalidade exatamente iguais as do seu respectivo humano. Dizem que o Doppelgänger de uma pessoa pode estar mais próximo dela do que se imagina, ou então, em qualquer outra parte do mundo.
O namorado da principal morre em um acidente, e ela era perdidamente apaixonada por ele.
Abalada pelo acontecimento ela resolve se mudar para outro lugar, outro continente, querendo refazer sua vida, e refazer o tempo perdido.
Então depois de ter sua faculdade transferida e tudo já pronto, ela conhece um homem exatamente igual ao seu namorado morto, e se apaixona novamente.

// Sugestões
A história pode ir mais pro lado de ser uma cópia mesmo e não um monstro.
O homem poderia descobrir sobre o ex namorado da principal e se irritar
// Notas
--

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

Beyond Resemblance

PRÓLOGO

  11 de outubro de 2023, Napoli – Itália

  Era provavelmente a nona chamada que ela fazia para o telefone de e, de novo, caía na caixa de mensagens.  Aquilo não era normal, as duas coisas: ele não ter chegado ainda no trabalho e não atender as ligações.
0
Comente!x

   era a personificação de pontualidade e responsabilidade, nunca havia faltado ao trabalho, desde que se entendia por gente, ele era responsável, afinal de contas os dois se conheciam desde criança já que as famílias eram amigas.
0
Comente!x

   e compartilhavam uma amizade desde a infância, frequentando os mesmos eventos familiares e compartilhando risadas nos campos de vinhedos que suas famílias possuíam. No entanto, à medida que a adolescência os envolvia, uma nova dimensão se revelava em sua relação.
0
Comente!x

  A paixão pelo processo de produção de bebidas finas os aproximou ainda mais. Juntos, eles exploravam os segredos dos vinhos da família , mergulhando em um mundo de aromas e sabores. O tempo passado nas adegas tornou-se momentos preciosos de intimidade, e a sutil troca de olhares começou a carregar um significado mais profundo.
0
Comente!x

  Em uma noite estrelada, durante uma festa familiar sob as vinhas iluminadas, e compartilharam um beijo apaixonado, marcando o início de um romance que floresceria com o tempo. O namoro adolescente deles foi doce e cheio de descobertas, enquanto eles se apoiavam mutuamente em seus sonhos e ambições.
0
Comente!x

  À medida que o tempo avançava, e decidiram canalizar sua paixão por bebidas finas para suas carreiras. Ambos embarcaram em jornadas educacionais e se especializaram na arte da vinificação e destilação. Com dedicação e habilidade, conquistaram seus lugares na Cantina Famiglia .
0
Comente!x

  , nascido de pais italianos e coreanos, trazia consigo uma riqueza de influências culturais. Sua dupla nacionalidade adicionava uma camada fascinante à sua personalidade, tornando-o uma ponte entre tradições distintas. Essa diversidade cultural enriqueceu não apenas a vida deles, mas também o processo criativo na produção de bebidas, resultando em blends únicos e inovadores.
0
Comente!x

  O amor de e floresceu em meio à tradição e inovação, criando uma base sólida tanto na vida pessoal quanto profissional. Contudo, na atualidade, a ausência de gerava apreensão, lançando uma sombra sobre o equilíbrio perfeito que eles haviam construído ao longo dos anos.
0
Comente!x

  O sol começava a banhar o escritório da mãe de , Francesca , com uma luz dourada, contrastando com a tensão que se instalava no coração de . Ela bateu levemente na porta antes de entrar, encontrando sua mãe imersa em documentos e registros da Cantina Famiglia .
0
Comente!x

  - Mãe, você tem um minuto? – perguntou, com um suspiro preocupado.
0
Comente!x

  Francesca ergueu os olhos do papel percebendo então a expressão da filha:
0
Comente!x

  - , claro. O que está acontecendo?
0
Comente!x

  A mais jovem fechou a porta atrás de si e se aproximou da mesa da mãe, preocupação evidente em seus olhos.
0
Comente!x

  - ainda não chegou e ele não atende minhas ligações. Isso não é normal, mãe! Ele nunca se atrasa e sempre está disponível…
0
Comente!x

  A mulher colocou os documentos de lado, preocupada.
0
Comente!x

  - Eu entendo, , vamos tentar manter a calma… Talvez ele tenha tido algum problema ou imprevisto!
0
Comente!x

   balançou a cabeça.
0
Comente!x

  - Eu sei, mãe, mas algo não está certo! Eu sinto isso… Ele nunca faria isso sem avisar.
0
Comente!x

  Francesca se levantou da cadeira e foi até a filha, colocando uma mão reconfortante em seu ombro.
0
Comente!x

  - Vamos tentar ligar para alguns contatos dele, ver se alguém sabe onde ele está. Às vezes as coisas não são tão ruins quanto parecem.
0
Comente!x

   assentiu, agradecendo pelo apoio materno, mas a angústia persistia em seus olhos.
0
Comente!x

  - Eu só preciso saber que ele está bem, mãe! Não posso deixar de me preocupar!
0
Comente!x

  Mãe e filha compartilharam um olhar compreensivo, sabendo que, independentemente dos desafios, a força da família era o alicerce que os sustentaria. Juntas, iniciaram a busca por notícias de .
0
Comente!x

   e Francesca, começaram a ligar para os contatos mais próximos de , buscando qualquer informação sobre seu paradeiro. O clima no escritório da Cantina Famiglia tornou-se mais tenso a cada ligação sem respostas conclusivas.
0
Comente!x

  As mãos de tremiam enquanto discava o número dos pais de . Após alguns toques, a chamada foi atendida:
0
Comente!x

  “Olá, bom dia! Vocês sabem algo sobre ? Ele não chegou ao trabalho e não atende minhas ligações… estou bem preocupada!”
0
Comente!x

  , não sabemos de nada. Ele saiu para trabalhar no horário normal. Vamos tentar refazer o caminho que ele faz para a Cantina e te avisamos se soubermos de algo ok, filha? Não se desespere!” – pediu a mãe de .
0
Comente!x

   e Francesca continuaram ligando para os amigos mais próximos do rapaz, mas ninguém tinha informações recentes sobre ele. A ansiedade crescia a cada resposta negativa.
0
Comente!x

  A incerteza se instalou no coração de , enquanto as respostas negativas acumulavam-se. Onde estaria ? A ausência dele começava a parecer mais do que apenas um atraso casual, aumentando a preocupação e a apreensão no escritório da Cantina Famiglia .
0
Comente!x

***

  O cheiro característico de hospital e a agitação na recepção envolviam e Francesca quando chegaram ao local. Seus passos apressados ecoavam pelo corredor até encontrarem os pais de , ansiosos, na sala de espera.
0
Comente!x

  - Onde está o ? O que aconteceu? – ela perguntou com os olhos marejados enquanto abraçava a sogra.
0
Comente!x

  - , Francesca! – a sogra respondeu também com os olhos marejados.
0
Comente!x

  Francesca cumprimentou Hyunwoo, o pai de .
0
Comente!x

  - Por favor, nos digam o que aconteceu! – pediu a mulher.
0
Comente!x

  - sofreu um grave acidente a caminho do trabalho… Um motorista distraído o atingiu. Ele está na sala de cirurgia agora.
0
Comente!x

  O silêncio pesou no ar e sentiu um nó na garganta. A notícia a atingiu como um golpe, e a realidade da situação começou a se desdobrar diante dela.
0
Comente!x

  - Como ele está? Há algo que podemos fazer? – perguntou com a voz trêmula.
0
Comente!x

  - Os médicos estão fazendo o possível! A situação é delicada, mas estão cuidando dele da melhor forma possível, filha! – informou Hyunwoo com a voz trêmula também.
0
Comente!x

   olhou para a mãe em busca de apoio, e Francesca colocou uma mão reconfortante sobre os ombros da filha.
0
Comente!x

  - Onde podemos ficar informadas sobre o estado dele?
0
Comente!x

  - Os médicos nos manterão atualizados. Vamos atravessar isso juntos, como uma família, querida!
0
Comente!x

  Giorgia segurou as mãos da moça com força.
0
Comente!x

  A sala de espera do hospital transformou-se em um espaço de angústia compartilhada enquanto todos aguardavam notícias sobre . A incerteza pairava, mas a determinação de enfrentar a situação unidos era visível nos olhos de , sua mãe e seus sogros.
0
Comente!x

  , sentindo o peso da preocupação em seu coração, decidiu buscar refúgio na capela do hospital. Com passos silenciosos, ela atravessou os corredores até encontrar a pequena sala de oração. Ao entrar, a atmosfera tranquila e a suave luz das velas a acolheram.
0
Comente!x

  As lágrimas, até então contidas, começaram a escorrer pelo rosto da moça enquanto ela se ajoelhava diante do altar. Com as mãos entrelaçadas, ela fechou os olhos, buscando forças em uma prece silenciosa.
0
Comente!x

  - Por favor, cuide dele! Dê-lhe força para superar este momento difícil! Eu não sei o que fazer, mas confio que o Senhor está guiando os médicos e cuidando do !
0
Comente!x

  A luz das velas dançava ao redor dela, proporcionando uma sensação de paz temporária. continuou a orar, compartilhando seus medos e esperanças. A capela tornou-se um refúgio onde ela podia expressar as emoções que, por enquanto, eram difíceis de articular para os outros.
0
Comente!x

  Após um tempo, permaneceu ajoelhada, respirando fundo, sentindo uma leve calma emergir dentro dela. Com a fé como seu alicerce, ela se levantou, determinada a enfrentar o que viesse pela frente, sabendo que cada pensamento, prece e esperança eram parte de seu apoio emocional durante esse período difícil.
0
Comente!x

***

  O momento tenso na sala de espera foi interrompido quando um médico se aproximou de , Francesca e dos pais de . Seus passos eram cautelosos, refletindo a seriedade da notícia que estava prestes a compartilhar.
0
Comente!x

  - Familiares de Bianchi? – Eles se levantaram, indo em direção ao médico. – Sou o Dr. Rossi. A cirurgia foi realizada, mas preciso ser honesto sobre o estado dele…
0
Comente!x

  Os olhares ansiosos se voltaram para o médico, esperando por notícias, por mais difíceis que fossem.
0
Comente!x

  - Como ele está, doutor? – Giorgia perguntou com a voz trêmula e fraca.
0
Comente!x

  - O estado de é muito grave! Ele está em coma profundo e há uma preocupação séria com o risco de ocorrer morte cerebral.
0
Comente!x

  Um silêncio pesado pairou no ar, e os olhares dos presentes demonstravam a compreensão dolorosa da situação.
0
Comente!x

  - O que isso significa, doutor? – Os olhos dela voltaram a marejar pesadamente.
0
Comente!x

  - Estamos monitorando de perto as funções cerebrais de . Infelizmente, existe a possibilidade real de morte cerebral, o que tornaria a situação irreversível!
0
Comente!x

  A notícia os atingiu como um soco, e um pesar profundo se instalou na sala. O médico continuou a explicar o plano de tratamento, discutindo opções e decisões difíceis que teriam que ser consideradas.
0
Comente!x

  - Eu não posso acreditar… – sussurrou.
0
Comente!x

  - Nós faremos o que for melhor para o , não é? Obrigada, doutor.
0
Comente!x

  O Dr. Rossi se retirou, deixando a sala de espera envolta em silêncio, exceto pelos sussurros de consolo e apoio entre os familiares. Os pais de tinham os rostos marcados pela angústia, trocaram olhares carregados de preocupação. As mãos de Giorgia tremiam levemente, enquanto Hyunwoo, de semblante firme, tentava esconder a dor que se refletia em seus olhos.
0
Comente!x

  A incerteza do futuro pesava sobre eles como uma sombra impenetrável. Cada palavra do Dr. Rossi reverberava em seus pensamentos, trazendo à tona a dura realidade que agora enfrentavam. As mãos dos pais se encontraram, buscando conforto um no outro diante da inquietação que se instalara em seus corações.
0
Comente!x

  - Como isso pode estar acontecendo? sempre foi tão cuidadoso no trânsito… – A voz embargada de Giorgia ecoou na sala.
0
Comente!x

  - Vamos dar o nosso melhor para ele, como sempre fizemos. Não podemos perder a esperança, querida! – O marido a abraçou.
0
Comente!x

  As palavras de consolo de Hyunwoo buscavam amenizar a dor, mas o medo do desconhecido pairava forte. O amor e a preocupação dos pais de , agora expressos em olhares trocados e gestos de apoio, destacavam a união da família diante da adversidade.
0
Comente!x

  , observando os pais de , sentia uma onda de empatia por sua dor. Enquanto a incerteza do futuro os envolvia, a sala de espera tornou-se um espaço onde o apoio mútuo era a única âncora em meio à tempestade de emoções desconcertantes.
0
Comente!x

***

  O tic-tac do relógio na sala de espera ecoava como um lembrete constante do tempo que passava. As horas se arrastavam dolorosamente, e a incerteza sobre o destino de pairava sobre a sala, tornando cada minuto uma eternidade.
0
Comente!x

  , envolta em pensamentos e preocupações, sentiu o impulso de buscar consolo na capela mais uma vez. As lágrimas já secas deixavam um rastro em seu rosto, e o cansaço emocional começava a pesar em seus ombros.
0
Comente!x

  Silenciosamente, ela se dirigiu à capela, os corredores do hospital agora silenciosos à medida que a noite avançava. Ao entrar na sala de oração, a luz suave das velas ainda dançava, criando uma atmosfera de tranquilidade em contraste com o tumulto emocional que enfrentava.
0
Comente!x

  Sussurrando, ela pediu:
0
Comente!x

  - Por favor, dê força ao ! Guie os médicos em seus cuidados. Não sei quanto mais posso aguentar essa angústia…
0
Comente!x

  A oração de era um desabafo silencioso, uma expressão de vulnerabilidade diante da incerteza que dominava sua vida. Cada palavra uma súplica por um milagre, por uma luz de esperança em meio à escuridão.
0
Comente!x

  As horas passaram enquanto ela permanecia na capela, uma mistura de preces e reflexões preenchendo o tempo. A sensação de estar enredada em um pesadelo persistia, mas a capela oferecia um refúgio, um lugar onde as emoções podiam ser compartilhadas com o divino, buscando conforto e forças para enfrentar o que quer que o destino reservasse.
0
Comente!x

  Ao sair da capela, retornou à sala de espera, encontrando-a mais silenciosa do que antes. Uma solidão sutil pairava no ar, e ela percebeu que apenas sua mãe permanecia ali.
0
Comente!x

  - Onde estão os pais do , mãe? – Ela arregalou os olhos, apreensiva.
0
Comente!x

  - Eles foram autorizados a entrar e ver . O médico deve estar também os atualizando sobre o estado dele… – assentiu, compreendendo a necessidade de os pais estarem com o filho neste momento crítico.
0
Comente!x

  - Eu também gostaria de vê-lo!
0
Comente!x

  - Eles sairão em breve, minha filha, e você terá a chance de ficar ao lado dele um pouco!
0
Comente!x

  As palavras da mãe trouxeram um conforto momentâneo, mas a ansiedade de continuava a pulsar em seu peito. Ela se sentou na sala de espera, aguardando o retorno dos sogros, seu olhar perdido no chão, mergulhada em pensamentos e orações silenciosas.
0
Comente!x

  O tempo passou lentamente até que os pais de emergiram da sala. Os olhos de sua mãe estavam vermelhos e seu pai, normalmente firme, parecia abatido pela gravidade da situação.
0
Comente!x

  - Agora é a sua vez, querida! Vá, fique com ele um pouco… nós estaremos aqui quando sair.
0
Comente!x

   se levantou, sentindo uma mistura de apreensão e determinação. Ela seguiu em direção à sala onde estava, preparando-se para enfrentar o desconhecido, ao mesmo tempo em que mantinha viva a esperança de um milagre.
0
Comente!x

  Com passos hesitantes, se dirigiu à porta da sala onde estava. O brilho suave da luz hospitalar contrastava com a tensão que pairava no ar. Ao abrir a porta, ela foi recebida pelo som dos monitores e pela visão do namorado deitado na cama, frágil e imerso em um sono profundo.
0
Comente!x

  O coração de apertou ao ver o rosto sereno de , que agora estava pálido e marcado pelos traços da batalha que ele enfrentava. Com um suspiro trêmulo, ela se aproximou da cama, tomando a mão dele entre as suas.
0
Comente!x

  - , você precisa lutar! Por nós, por tudo o que construímos juntos… – ela sussurrou. – Amor, você é a luz da minha vida. Juntos, construímos tantos sonhos, superamos desafios e compartilhamos momentos inesquecíveis. Lembra-se da nossa primeira colheita nos vinhedos? Das risadas sob as estrelas?
0
Comente!x

  Ela fechou os olhos deixando as lágrimas caírem.
0
Comente!x

  - Estamos conectados por laços que vão além do tempo. Nossa história é uma tapeçaria de amor e superação. Você é minha âncora, meu confidente, meu melhor amigo. Nossas vidas estão entrelaçadas de uma maneira que vai além da compreensão comum… – Ela apertou a mão dele. – Lembro-me do dia em que você me disse “eu te amo” pela primeira vez, e aquele momento tornou-se o refrão constante da nossa jornada. Cada sorriso compartilhado, cada abraço apertado, são tesouros que guardo em meu coração.
1
Comente!x

  Ela ficou em silêncio mais alguns segundos, deixando as lágrimas caírem livremente por suas bochechas.
0
Comente!x

  - Agora, enfrentamos um desafio que jamais imaginamos. , preciso que ouça, que sinta: sua força é imensa. Você é capaz de superar até mesmo os momentos mais sombrios. Eu acredito em você, em nós. Prometo que estarei aqui a cada passo do caminho. Nossa história não está completa; há capítulos que ainda não foram escritos. Então, por favor, meu amor, lute. Lute por nós, por nossa história, por todos os momentos que ainda estão por vir. Eu não consigo imaginar minha vida sem você!
0
Comente!x

   permaneceu ao lado de , sua voz cheia de amor ecoando na sala de cuidados intensivos. As palavras de encorajamento fluíam como uma melodia, uma expressão de esperança em meio à incerteza.
0
Comente!x

  Ela acariciou suavemente o rosto do rapaz:
0
Comente!x

  - Você é minha inspiração, . Juntos, construímos um amor que transcende as adversidades. Nossa história é um testemunho do poder do compromisso e da fé inabalável. Eu sei que você pode superar isso, porque o amor que compartilhamos é mais forte do que qualquer obstáculo!
0
Comente!x

  A sala permaneceu tranquila, com perdendo-se em lembranças e promessas. Ela continuava a falar, como se suas palavras fossem um bálsamo para a alma de .
0
Comente!x

  - Este não é o fim da nossa história, meu amor! Estou aqui, aguardando, torcendo por você. Sei que o caminho à frente pode ser desafiador, mas nossa jornada ainda não está completa. Você é meu porto seguro, minha âncora, e juntos enfrentaremos o que vier.
0
Comente!x

  A cada palavra, expressava seu amor e compromisso, enquanto o destino de permanecia suspenso entre o presente e o desconhecido futuro. A sala de cuidados intensivos tornou-se um refúgio onde as promessas de amor ecoavam, na esperança de alcançar a consciência de , encorajando-o a lutar contra as sombras que ameaçavam apagar a luz da vida.
0
Comente!x

  Após sua comovente conversa com o namorado na sala de cuidados intensivos, retornou à sala de espera, onde os pais de aguardavam com apreensão. Unidos pela incerteza do destino, compartilharam lembranças reconfortantes do rapaz, destacando momentos de alegria, risadas e amor que compartilharam com ele ao longo dos anos.
0
Comente!x

  As horas passaram em uma mistura de esperança e ansiedade. A sala de espera tornou-se um refúgio de apoio mútuo, onde histórias de eram compartilhadas e o amor por ele se fortalecia ainda mais a medida em que enfrentavam juntos os desafios do momento.
0
Comente!x

  No entanto, a tensão atingiu seu ápice quando o médico finalmente voltou, trazendo consigo uma notícia difícil de ser dita. Com palavras cuidadosas, ele informou que, infelizmente, o estado de não havia melhorado, e a morte cerebral havia sido confirmada.
0
Comente!x

  A notícia abalou a sala, e um silêncio pesado substituiu as histórias de momentos felizes. Os olhares trocados entre e os pais de expressavam uma tristeza profunda, enquanto a realidade da perda começava a se instalar. O médico ofereceu condolências e o eco do vazio permeou o espaço antes preenchido por esperanças e amor.
0
Comente!x

  , agora confrontada com a dolorosa realidade, enfrentou o desafio de aceitar a perda de seu amor. A sala de espera testemunhou a mistura de emoções, desde a saudade até o choque da despedida, enquanto todos tentavam encontrar forças para seguir em frente diante da perda irreparável.
0
Comente!x

  Ela permaneceu estática por um momento, processando a notícia que acabara de receber. Seus olhos, antes cheios de esperança, agora refletiam um vazio doloroso. A sala parecia diminuir ao redor dela, enquanto a realidade da perda pesava em seus ombros.
0
Comente!x

  - Não pode ser… Não pode ser verdade… – proferiu em um sussurro, quase como uma prece.
0
Comente!x

  As lágrimas, que ela havia segurado começaram a escorrer lentamente pelo seu rosto. A dor da perda era avassaladora, envolvendo-a em uma onda de tristeza e incredulidade. sentou-se, quase automaticamente, enquanto os pais de compartilhavam olhares de pesar, unidos na dor.
0
Comente!x

  - Minha querida, sinto muito! Eu estou aqui por você, querida! – A mãe abraçou pelos ombros.
0
Comente!x

  A dor compartilhada uniu as três almas na sala de espera, enquanto enfrentava a angústia de perder o amor de sua vida. As palavras de consolo pareciam distantes, abafadas pelo eco da notícia devastadora.
0
Comente!x

  Os momentos felizes compartilhados com tornaram-se uma lembrança amarga, e sentiu-se envolvida por uma saudade que transcendia o presente. A dor da perda reverberava em seu ser, e o futuro agora parecia um caminho incerto, obscurecido pela sombra da ausência de .
0
Comente!x

***

  12 de outubro de 2023, Napoli – Itália

  O velório de foi realizado em um local tranquilo, cercado por flores e fotografias que capturavam os momentos mais felizes de sua vida. Amigos, familiares e colegas se reuniram para prestar suas últimas homenagens.
0
Comente!x

   permaneceu ao lado do caixão, suas lágrimas silenciosas testemunhando a despedida dolorosa. As palavras de conforto e apoio preenchiam o espaço, mas a tristeza era inegável. Os pais de recebiam abraços apertados, compartilhando a dor da perda com aqueles que se aproximaram para oferecer apoio.
0
Comente!x

  Os momentos de recordação destacavam a personalidade vibrante de , suas paixões e conquistas. , embora abalada pela dor, encontrou consolo nas histórias compartilhadas e no apoio caloroso daqueles que vieram homenagear o homem amado que partira.
0
Comente!x

  O momento do enterro chegou, e uma atmosfera solene envolveu o local escolhido para o descanso final de . O caixão foi colocado sobre a terra, cercado por coroas de flores que simbolizavam o amor e a memória eterna.
0
Comente!x

  , vestida de preto, permanecia com os olhos fixos no caixão, seu rosto expressando a dor de uma despedida prematura. As palavras do celebrante ecoaram, destacando a vida vibrante de e o impacto positivo que ele deixou em todos ao seu redor.
0
Comente!x

  O som do solo sendo lançado sobre o caixão ressoava como um lamento coletivo. Amigos e familiares depositaram flores, simbolizando não apenas a perda, mas também a gratidão por terem compartilhado a jornada da vida com .
0
Comente!x

  , entre lágrimas, lançou uma rosa sobre o caixão, prometendo manter viva a chama do amor que compartilharam. O silêncio pairou por um momento, enquanto o adeus se tornava uma realidade inegável.
0
Comente!x

  O enterro foi um adeus doloroso, marcando o fim de uma jornada terrena para . , apoiada pela comunidade que a cercava, enfrentou o difícil processo de aceitar a ausência de seu amado e buscar forças para continuar a jornada da vida sem ele.
0
Comente!x

***

  30 de outubro de 2023, Napoli – Itália

   mergulhou de cabeça no trabalho na Cantina Famiglia , buscando uma fuga nas atividades diárias para lidar com a dor avassaladora da perda de . O ambiente familiar da Cantina tornou-se tanto um refúgio quanto um lembrete constante do amor compartilhado com seu namorado e parceiro de negócios.
0
Comente!x

  Apesar dos sorrisos forçados e da determinação de em manter as aparências, o luto era evidente em seus olhos. No entanto, ela continuava a liderar com a mesma paixão e dedicação que compartilhava com o namorado, mantendo viva a visão que os dois construíram juntos.
0
Comente!x

  Um dia, Francesca notou a exaustão que começava a se acumular em e decidiu abordar a situação.
0
Comente!x

  - , minha querida, você está se sobrecarregando! É importante que você cuide de si mesma durante esse período difícil…
0
Comente!x

  A moça suspirou:
0
Comente!x

  - Eu sei, mãe! Só estou tentando manter as coisas funcionando aqui, como faria.
0
Comente!x

  - Eu entendo, minha filha, mas não precisa carregar o peso do mundo nos ombros! Falei com os outros sócios e acho que seria melhor adiarmos a inauguração da filial na Coreia… Precisamos cuidar de você antes de nos aventurarmos em novos projetos.
0
Comente!x

  - Não, mãe, não podemos adiar! e eu sonhamos com isso juntos, e seria um desrespeito aos nossos planos não seguir adiante. Eu vou liderar essa inauguração em homenagem a ele.
0
Comente!x

  O tom de voz da mãe sugeriu preocupação:
0
Comente!x

  - , você está certa de que é isso que quer fazer? Talvez seja melhor dar um passo atrás por um tempo.
0
Comente!x

  A convicção de se fez presente enquanto ela encarava a mãe.
0
Comente!x

  - Eu entendo suas preocupações, mãe, mas seguir em frente com o plano é a melhor maneira de honrar o . Além disso, eu já decidi… vou me mudar para a Coreia como planejado.
0
Comente!x

  Francesca colocou a mão no ombro da filha com carinho e preocupação.
0
Comente!x

  - , entendo que você queira honrar os planos que compartilhava com , mas a morte dele ainda está muito recente. Lidar com algo tão grande assim pode trazer mais sofrimento do que você está preparada para enfrentar neste momento, minha filha!
0
Comente!x

  - Mãe, eu compreendo toda a sua preocupação, mas adiar a inauguração e mudar nossos planos seria como negar tudo o que eu vivi com ele! Ele acreditava nesse projeto tanto quanto eu, e eu sinto que seguir adiante é a maneira certa de homenagear a memória dele.
0
Comente!x

  - Eu sei o quanto vocês dois sonhavam com isso… -Francesca sorriu, melancólica. – Não quero que tome decisões precipitadas enquanto ainda está lidando com a dor. Mudar de país, liderar uma inauguração… isso é muita coisa para suportar agora!
0
Comente!x

  - Eu entendo a gravidade da situação, mãe, mas acredite, essa decisão não é impulsiva. Eu já refleti muito sobre isso. e eu construímos esse sonho juntos e não posso deixar que a dor nos impeça de realizá-lo. Além do mais, vai ser uma forma de me afastar um pouco daqui! Aqui, tudo, absolutamente tudo, me lembra ele!
0
Comente!x

  - , a vida na Coreia será uma mudança significativa. Você está preparada para enfrentar tudo isso enquanto ainda está lidando com a perda?
0
Comente!x

  - Eu sei que será difícil, mãe. Mas não posso permitir que o luto me impeça de viver. Eu já tomei minha decisão. Vou para a Coreia, liderar a inauguração e continuar o legado que construímos com .
0
Comente!x

  O olhar de refletia não apenas determinação, mas também a firmeza necessária para enfrentar o futuro incerto que se desenhava diante dela. O diálogo, embora carregado de emoções, deixava claro que estava determinada a seguir em frente, mesmo que isso significasse enfrentar os desafios da mudança em um momento tão delicado de sua vida.
0
Comente!x


  Curiosidade: Essa fanfic veio da minha vontade de dar para o personagem Seojun de Beleza Verdadeira um final mais feliz haha

Capítulo 1

  O dia amanhecera nublado em Napoli, refletindo o clima sombrio que envolvia sua partida iminente para a Coreia e observava as grandes malas dispostas pelo quarto quando Francesca deu dois toques na porta e a abriu. Mãe e filha se olharam e então Francesca olhou no relógio antes de olhar para a filha outra vez.
0
Comente!x

  - Vamos? – quebrou o silêncio. – Não quero me atrasar, sempre que neva aqui em Napoli o trânsito fica um caos!
0
Comente!x

  Quando Francesca entrou no quarto, notou a hesitação nos olhos da mãe. Um silêncio carregado pairava entre elas, pesado com emoções não ditas. pôde perceber que a preocupação de Francesca não era apenas com o caos do trânsito causado pela neve.
0
Comente!x

  - Você quem sabe minha filha! Estamos com tempo, mas você tem razão, o trânsito com neve fica caótico!
0
Comente!x

  Apesar das palavras tranquilizadoras de Francesca, captou o tom sutil de desapontamento em sua voz. Era como se as palavras de sua mãe escondessem uma preocupação mais profunda, uma tristeza não expressa pela partida iminente de para a Coreia.
0
Comente!x

   engoliu em seco, o peso da mudança iminente pesando ainda mais em seu coração. Ela se perguntava se estava tomando a decisão certa, se estava sacrificando demais em sua busca por seguir em frente. No entanto, seu compromisso com os planos que compartilhara com permanecia firme, apesar das dúvidas que agora assombravam sua mente.
0
Comente!x

   caminhou pelos corredores da casa, seus passos ecoando suavemente em meio ao silêncio que pairava no ar. Cada canto, cada objeto familiar, parecia contar uma história de tempos mais felizes, agora tingidos pela sombra da despedida iminente.
0
Comente!x

  Ao se aproximar dos funcionários da casa, sentiu um aperto no coração. Eles não eram apenas empregados, eram parte da família, testemunhas silenciosas dos altos e baixos, dos risos e das lágrimas que permeavam a vida naquela casa.
0
Comente!x

  - Obrigada por tudo, todos vocês! Vocês foram mais do que funcionários, foram companheiros em momentos difíceis. Vou sentir falta de cada um de vocês! – ela pronunciou com a voz embargada.
0
Comente!x

  As expressões dos funcionários refletiam uma mistura de tristeza e gratidão. Eles se despediram de com abraços calorosos e palavras de encorajamento, desejando-lhe sucesso em sua nova jornada.
0
Comente!x

  Em seguida, dirigiu-se aos cômodos da casa, cada detalhe familiar evocando lembranças preciosas. Ela acariciou os móveis, observou as fotografias nas paredes e respirou fundo, tentando gravar na memória cada pedaço daquele lugar que um dia chamou de lar.
0
Comente!x

  Ao entrar no carro ao lado de sua mãe, lançou um último olhar para a casa, sentindo um aperto no peito diante da despedida iminente. Era como se estivesse deixando para trás não apenas um lugar, mas uma parte de si mesma, uma parte de sua história que agora pertencia ao passado.
0
Comente!x

  Com um suspiro resignado, deixou que as lágrimas escorressem livremente pelo rosto enquanto o carro se afastava lentamente, levando-a em direção a um futuro incerto, mas permeado pela esperança de novos começos.
0
Comente!x

  O caminho até o aeroporto foi marcado por um trânsito caótico, a neve caía tornando as ruas ainda mais perigosas e congestionadas. O som dos carros e buzinas incessantes ecoava pela cidade, enquanto e sua mãe permaneciam em silêncio dentro do veículo.
0
Comente!x

  A moça estava recostada no banco traseiro, seu rosto marcado pelas lágrimas silenciosas que escorriam sem controle. Cada quilômetro percorrido parecia uma eternidade, uma jornada dolorosa em direção a um futuro incerto.
0
Comente!x

  Francesca dirigia com cuidado, respeitando o momento de sua filha. Ela não tentava quebrar o silêncio, sabendo que as palavras seriam inúteis diante da dor avassaladora que enfrentava.
0
Comente!x

  O interior do carro era preenchido apenas pelo som do motor e pelo som abafado do choro da jovem. O olhar de Francesca ocasionalmente encontrava o da filha pelo espelho retrovisor, compartilhando uma troca de olhares carregada de compaixão e amor materno.
0
Comente!x

  Enquanto o carro avançava lentamente pelas ruas congestionadas, segurava firmemente a mão de sua mãe, buscando conforto na presença silenciosa e solidária dela.
0
Comente!x

  O caminho até o aeroporto se estendeu como um tormento, cada minuto arrastando-se dolorosamente até que finalmente chegaram ao destino. O silêncio que os envolvia era uma expressão tangível da despedida iminente, do adeus doloroso que os esperava no portão de embarque.
0
Comente!x

  O carro finalmente parou em frente ao terminal do aeroporto, e o silêncio que havia preenchido o interior do veículo agora se estendia para fora, envolvendo mãe e filha em uma atmosfera de despedida iminente.
0
Comente!x

   enxugou as lágrimas dos olhos e virou-se para encarar sua mãe, cujos olhos expressavam uma mistura de tristeza e apoio.
0
Comente!x

  - Obrigada, mãe… Por tudo. Por estar aqui por mim, por me apoiar… Mesmo quando tudo parece tão difícil. – A voz embargada de atravessou os ouvidos de Francesca.
0
Comente!x

  Com a voz trêmula, a mãe respondeu:
0
Comente!x

  - Minha querida… Você é a luz da minha vida, e ver você partir dói mais do que consigo expressar em palavras. Mas sei que você é forte, minha filha. Você vai enfrentar o que vier com a mesma coragem e determinação que sempre teve.
0
Comente!x

   soltou um soluço contido e lançou-se nos braços de sua mãe, abraçando-a com força, como se pudesse absorver todo o amor e apoio que Francesca estava disposta a oferecer.
0
Comente!x

  - Eu te amo, mãe! Mais do que palavras podem dizer! – Entre lágrimas, apertou-se no abraço da mãe.
0
Comente!x

  - Eu também te amo, minha querida! Sempre estarei aqui, torcendo por você, não importa onde a vida te leve. – Francesca acariciou os cabelos da filha.
0
Comente!x

  O momento de despedida foi permeado por um silêncio carregado de emoções indescritíveis. Mãe e filha compartilhavam um vínculo inquebrável, uma conexão que transcendia a distância e o tempo.
0
Comente!x

  Com um último abraço apertado, afastou-se de sua mãe e dirigiu-se para o interior do aeroporto, carregando consigo não apenas suas malas, mas também as palavras de amor e apoio de Francesca, que continuariam a guiá-la em sua jornada, não importa o que o futuro reservasse.
0
Comente!x

***

  Com um nó na garganta, se despediu de sua mãe e pegou suas grandes malas, carregando consigo não apenas roupas e pertences, mas também memórias preciosas de uma vida que agora parecia distante e irreal.
0
Comente!x

  Ela caminhou até o balcão de despache de bagagens, onde cuidadosamente entregou suas malas para o embarque. Cada mala despachada era um lembrete tangível da jornada que estava prestes a começar, uma jornada que ela tinha planejado com tanto cuidado ao lado de .
0
Comente!x

  Enquanto aguardava o processo de despache, permitiu-se mergulhar em suas lembranças. Ela fechou os olhos por um momento, deixando as memórias de inundarem sua mente.
0
Comente!x

  Ela se lembrou dos dias felizes que passaram juntos, das risadas compartilhadas e dos momentos de ternura que agora pareciam tão distantes. Cada lembrança era uma faca afiada em seu coração, uma saudade que a consumia por dentro.
0
Comente!x

  Com um suspiro, abriu os olhos e dirigiu-se para o setor de embarque. Ela se instalou em um dos assentos, perdida em seus pensamentos enquanto aguardava o chamado para o seu voo.
0
Comente!x

  O tempo parecia desacelerar enquanto ela mergulhava na dor da perda, permitindo-se sentir cada emoção, cada lembrança de como se fosse a última. Ela sabia que não seria fácil seguir em frente sem ele ao seu lado, mas estava determinada a enfrentar o desafio, honrando o amor que compartilharam e construindo um futuro que ele teria orgulho.
0
Comente!x

   encontrou um pequeno café no setor de embarque do aeroporto e decidiu fazer uma pausa para comer algo antes do embarque começar. Ela pediu um café e um croissant, sentindo-se grata pela distração momentânea que a comida proporcionaria.
0
Comente!x

  Enquanto saboreava seu café e o croissant fresco, retirou um livro de sua bolsa. Era um romance que havia lhe presenteado em seu último aniversário juntos, e ela ainda não havia tido a chance de lê-lo.
0
Comente!x

   mergulhou na história, deixando-se envolver pelas palavras do autor e pelo mundo imaginário que se desenrolava diante dela. O livro proporcionava uma fuga bem-vinda da realidade, um refúgio temporário das dores e desafios que ela enfrentava.
0
Comente!x

  À medida que as páginas passavam, se viu absorvida pela narrativa, perdendo a noção do tempo enquanto aguardava o chamado para o seu voo. O aroma do café e o sabor do croissant combinavam-se perfeitamente com a atmosfera tranquila do aeroporto, criando um momento de calma em meio ao caos e à incerteza que cercavam sua vida.
0
Comente!x

  Ela sabia que o futuro seria desafiador, mas também estava determinada a enfrentá-lo com coragem e determinação. Enquanto esperava pelo embarque, encontrou conforto na companhia de um bom livro, saboreando cada página como uma promessa de novos começos e possibilidades.
0
Comente!x

  O anúncio final de embarque ecoou pelos alto-falantes do aeroporto, chamando os passageiros para seus respectivos voos. guardou seu livro na bolsa e se levantou, pronta para encontrar seu assento no avião.
0
Comente!x

  Ela seguiu as placas indicativas e finalmente chegou à sua fileira. Com um suspiro de alívio, encontrou seu assento no corredor e começou a arrumar suas coisas, acomodando sua bolsa no banco a seu lado e ajustando o cinto de segurança.
0
Comente!x

  Poucos minutos se passaram, e então um homem se aproximou, olhando para o número do assento ao lado dela. Seus olhos se encontraram por um breve instante antes que ele se virasse para com um sorriso amigável.
0
Comente!x

  - Com licença, bom dia! – O homem asiático se sentou ao lado da moça.
0
Comente!x

   mesmo com os olhos inchados, sorriu de volta para o mesmo, deitando a bolsa do banco logo em seguida e a acomodando em seu colo.
0
Comente!x

  - Pode se sentar, perdão!
0
Comente!x

  O estranho sorriu agradecido e se acomodou confortavelmente em seu assento, colocando sua bagagem de mão no compartimento acima. notou que ele era incrivelmente bonito, com traços refinados e um sorriso cativante.
0
Comente!x

  Enquanto ele se ajeitava em seu assento ao lado de , ela não pôde deixar de notar o charme e a elegância natural que ele exalava. Seus olhares se encontraram mais uma vez, e um breve momento de reconhecimento passou entre eles, mesmo que fosse apenas por um instante.
0
Comente!x

   se viu intrigada pela presença do homem a seu lado, sentindo-se atraída pela aura de mistério que o envolvia. No entanto, ela rapidamente afastou esses pensamentos, lembrando-se de que eles eram completos estranhos e que não sabiam nada um sobre o outro.
0
Comente!x

  Enquanto o avião se preparava para decolar, tentou concentrar-se em seu próprio mundo, afastando qualquer pensamento sobre o homem ao seu lado. Ela mergulhou em seu próprio espaço, procurando encontrar conforto na familiaridade de suas próprias emoções e pensamentos.
0
Comente!x

  O asiático, por sua vez, parecia perdido em seus próprios pensamentos, seus olhos ocasionalmente encontrando os de enquanto ele ajustava seu cinto de segurança e acomodava-se em seu assento. Uma sensação de curiosidade pairava no ar, uma faísca de conexão que ambos sentiam, mesmo que não soubessem exatamente por quê.
0
Comente!x

  Enquanto o avião começava a taxiar pela pista, e ele trocaram mais alguns olhares fugazes, cada um capturando um vislumbre da alma do outro sem dizer uma palavra. Era um encontro fugaz, um momento de conexão em meio ao caos e à agitação do mundo ao seu redor.
0
Comente!x

  Conforme o avião começava a decolar, sentiu uma mistura de emoções enquanto observava a cidade se afastar rapidamente pela janela. Era como se estivesse deixando para trás uma parte de si mesma, enquanto se dirigia para um futuro incerto.
0
Comente!x

  Poucos minutos após a decolagem, o homem retirou um notebook de sua grande mochila, revelando um grande adesivo com a inscrição “InnovateTech“. observou o adesivo com curiosidade, sua mente lutando para fazer a conexão entre aquela marca e suas memórias.
0
Comente!x

  Um franzir de cenho se formou em sua testa enquanto ela tentava recordar de onde conhecia aquela marca. Ela revirou sua mente, buscando pistas que pudessem elucidar o mistério, enquanto observava ele concentrar-se em seu trabalho no notebook.
0
Comente!x

  Um lampejo de reconhecimento atravessou sua mente, e sentiu uma sensação de déjà vu enquanto tentava associar a marca a uma lembrança específica. Ela se perguntou se talvez tivesse visto a marca em algum lugar antes, talvez em uma publicidade na rua ou em algum produto que já havia encontrado.
0
Comente!x

  - Algum problema? – ele perguntou enquanto desviava o olhar para que ainda tinha a testa franzida.
0
Comente!x

  Ela pigarrou, nervosa.
0
Comente!x

  - Ah, não! É só que pareço conhecer a marca da sua empresa!
0
Comente!x

  O moreno abaixou um pouco a tampa do notebook e os dois olharam para lá.
0
Comente!x

  - É uma empresa de tecnologia!
0
Comente!x

  - Da Coreia mesmo? – Ela coçou a nuca.
0
Comente!x

  - Sim senhora! – ele respondeu levantando a tampa outra vez.
0
Comente!x

  Ela franziu o cenho outra vez.
0
Comente!x

  - A senhorita trabalha com o que? Talvez já tenha contratado nossos serviços alguma vez!
0
Comente!x

   sentiu um leve rubor subir às suas bochechas enquanto respondia:
0
Comente!x

  - Na verdade, eu sou dona de uma produtora de bebidas finas chamada Cantina Famiglia !
0
Comente!x

  Ele arqueou as sobrancelhas, demonstrando interesse.
0
Comente!x

  - Ah, sim, eu já ouvi falar da Cantina Famiglia … Suas bebidas têm uma reputação bastante sólida. Vocês não vão inaugurar uma loja em Seul?
0
Comente!x

   assentiu, sentindo-se ligeiramente mais relaxada ao ver que o homem reconhecia sua empresa.
0
Comente!x

  - É uma honra ouvir isso! Sim! Semana que vem inauguramos a loja! Estou indo para isso… E você, trabalha com qual área da InnovateTech?
0
Comente!x

  O homem sorriu, inclinando-se levemente para frente.
0
Comente!x

  - Eu sou engenheiro de software, trabalhando principalmente no desenvolvimento de novas tecnologias para nossos produtos.
0
Comente!x

   assentiu, impressionada.
0
Comente!x

  - Deve ser um trabalho fascinante. Eu sempre tive interesse na interseção entre tecnologia e indústria alimentícia.
0
Comente!x

  Ele sorriu mais uma vez, e os dois mergulharam em uma conversa animada sobre seus respectivos campos de trabalho, deixando temporariamente para trás as preocupações e incertezas do voo que os aguardava.
0
Comente!x

  O voo transcorreu em um ritmo constante, com e seu companheiro de poltrona aproveitando o tempo de diversas maneiras.
0
Comente!x

  Inicialmente, os dois conversaram animadamente sobre a Coreia e a Itália, trocando histórias e experiências sobre suas respectivas culturas e tradições. ficou fascinada ao ouvi-lo descrever a vibrante vida urbana de Seul, enquanto ele mostrava interesse pela riqueza histórica e culinária da Itália, lar de .
0
Comente!x

  Durante o voo, foram servidas refeições deliciosas, permitindo que e Cha Eunwoo experimentassem uma variedade de pratos tradicionais tanto da culinária italiana quanto coreana. Eles compartilharam suas impressões sobre os sabores e ingredientes únicos de cada prato, enriquecendo ainda mais sua experiência culinária.
0
Comente!x

  Enquanto alguns passageiros aproveitavam para dormir, encontrou refúgio na leitura de seu livro, mergulhando nas páginas enquanto o tempo passava. Enquanto isso, o homem aproveitava para trabalhar em seu notebook, imerso em projetos e ideias que pareciam consumir sua atenção.
0
Comente!x

  Apesar das horas voando, o tempo parecia passar rapidamente, impulsionado pela energia compartilhada entre e ele. Eles alternavam entre conversas animadas, momentos de tranquilidade e períodos de concentração em seus próprios interesses, criando uma dinâmica cativante ao longo do voo.
0
Comente!x

  À medida que o avião se aproximava do destino final, e o homem coreano trocaram olhares significativos, conscientes de que suas vidas estavam prestes a mudar de maneiras inesperadas. O voo não era apenas uma jornada física, mas também uma jornada emocional, que os aproximava cada vez mais de um futuro cheio de possibilidades e promessas.
0
Comente!x

  O avião pousou suavemente no aeroporto de Incheon, marcando o fim da longa jornada de e seu novo “amigo”. Assim que desembarcaram, eles seguiram em direção à esteira de bagagens, ansiosos para recuperar suas malas.
0
Comente!x

   se viu um pouco sobrecarregada com suas inúmeras malas, mas antes que pudesse se preocupar, o quase desconhecido se ofereceu para ajudá-la. Com um sorriso de gratidão, aceitou a ajuda dele, sentindo-se aliviada ao dividir o peso de suas bagagens.
0
Comente!x

  Enquanto esperavam suas malas aparecerem na esteira, e o homem finalmente tiveram a oportunidade de se apresentar formalmente.
0
Comente!x

  - Muito obrigada por me ajudar com as malas. Sou !
0
Comente!x

  - O prazer é meu, ! Eu sou Cha Eunwoo.
0
Comente!x

  Um sorriso caloroso se formou nos lábios de ambos, enquanto trocavam um aperto de mãos. Apesar de terem compartilhado o voo juntos, este momento de apresentação formal parecia marcar o início de uma nova fase de sua jornada juntos na Coreia.
0
Comente!x

   e Eunwoo trocaram números de telefone, cada um digitando os contatos do outro em seus celulares com um sorriso no rosto.
0
Comente!x

  - Aqui está meu número, . Se precisar de alguma coisa ou quiser sair para conhecer a cidade, não hesite em me ligar!
0
Comente!x

  - Obrigado, Eunwoo… Eu também vou deixar meu número. Pode deixar que se eu precisar de ajuda com algo ou quiser companhia para explorar Seul, eu ligo!
0
Comente!x

  Enquanto terminavam de trocar os contatos, não pôde deixar de mencionar seu convite para a inauguração da Cantina em Seul.
0
Comente!x

  - Ah, e falando nisso, gostaria muito de convidá-lo para a inauguração da nossa filial da Cantina em Seul. Seria ótimo ter você lá conosco para celebrar esse momento especial.
0
Comente!x

  - Seria um prazer, ! Fico honrado com o convite e adoraria comparecer à inauguração.
0
Comente!x

  Com os números de telefone trocados e o convite feito, e Cha Eunwoo se despediram, com ela mal podendo esperar para começar suas aventuras na Coreia.
0
Comente!x

***

   saiu do aeroporto e procurou por um serviço de carro. Rapidamente, um motorista se aproximou e ofereceu sua assistência. agradeceu e o acompanhou até o carro, onde ele ajudou a colocar suas malas no porta-malas.
0
Comente!x

  Ela acabou cochilando levemente e quando acordou eles já estavam em Seul, e não mais em Incheon. Seus olhos brilharam!
0
Comente!x

  Enquanto o carro se movia por Seul, observava os prédios altos e modernos que pontilhavam a paisagem urbana de Seul. Lembranças de inundaram sua mente, recordando-se das vezes em que ele falava sobre a cidade com entusiasmo e admiração.
0
Comente!x

  Ela se lembrou das histórias que ele compartilhava sobre as ruas movimentadas, os mercados animados e os monumentos históricos que tornavam Seul tão única. costumava falar sobre a energia vibrante da cidade e sua rica cultura, e agora podia ver isso com seus próprios olhos.
0
Comente!x

  Apesar da tristeza que ainda a envolvia pela perda de , sentiu uma sensação de esperança e curiosidade crescer dentro dela enquanto explorava a cidade que ele tanto amava. Ela sabia que, de alguma forma, ele estava com ela, guiando-a em sua nova jornada na Coreia.
0
Comente!x

   chegou ao prédio de seu apartamento, sentindo uma mistura de emoções enquanto subia os degraus em direção à porta. Ela estava ansiosa para finalmente ver o lugar que ela e planejavam chamar de lar juntos, mas também sentia uma pontada de tristeza pela ausência dele.
0
Comente!x

  Ao abrir a porta, foi recebida por uma visão surpreendente. O apartamento estava lindamente decorado, com cada detalhe cuidadosamente escolhido por . As paredes estavam adornadas com fotos dela e de juntos, capturando momentos felizes e memórias preciosas que compartilharam.
0
Comente!x

   sentiu as lágrimas brotarem em seus olhos ao ver o amor e a dedicação que havia dedicado à decoração do apartamento. Cada móvel, cada peça de decoração, contava uma história de seu amor e compromisso um com o outro.
0
Comente!x

  Ela se viu caminhando pelos cômodos, admirando cada detalhe com reverência. Cada objeto parecia carregar um pedaço de , como se ele estivesse ali com ela, guiando-a através das lembranças de seu tempo juntos.
0
Comente!x

  Apesar da tristeza que ainda a envolvia, sentiu uma sensação de conforto e gratidão por estar cercada pela presença de , mesmo na ausência física dele. Aquela surpresa, aquela demonstração de amor e cuidado, era uma lembrança tangível de que seu amor ainda vivia dentro daquele lugar, esperando por ela para continuar sua jornada.
0
Comente!x

  Com um suspiro de emoção, pegou o telefone e ligou para sua mãe para avisar que havia chegado com segurança. Depois de uma breve conversa, ela desligou e começou a arrumar suas roupas dentro do guarda-roupas.
0
Comente!x

  Enquanto organizava suas roupas, ela não pôde deixar de admirar os detalhes cuidadosamente preparados por em todo o apartamento. Ela notou os pequenos toques pessoais em cada canto, desde as fotografias emolduradas até os móveis cuidadosamente escolhidos.
0
Comente!x

  Cada item parecia contar uma história, relembrando os momentos felizes que eles compartilharam juntos. sorriu ao lembrar das vezes em que ela e discutiam sobre o estilo de decoração, e como ele sempre conseguia encontrar o equilíbrio perfeito entre suas preferências.
0
Comente!x

  Enquanto vislumbrava mais detalhes do apartamento, sentiu uma sensação de paz e conforto se instalar em seu coração. Apesar da ausência de , seu amor e cuidado estavam presentes em cada cantinho daquele lugar, lembrando-a de que ele sempre estaria com ela, não importa a distância.
0
Comente!x

***

  No dia seguinte, Eunwoo chegou à InnovateTech com determinação, cumprimentando os funcionários que encontrava pelo caminho. Ele caminhou pelos corredores familiares do prédio até chegar à sua sala, onde sua equipe já o aguardava.
0
Comente!x

  Ao entrar na sala, Eunwoo foi recebido com sorrisos calorosos e cumprimentos entusiasmados de sua equipe. Ele retribuiu os cumprimentos, expressando sua gratidão por trabalhar com uma equipe tão dedicada e talentosa.
0
Comente!x

  Depois de se acomodar em sua mesa, Eunwoo mergulhou no trabalho, concentrando-se nas tarefas do dia. Ele revisou os projetos em andamento, trocou ideias com sua equipe e fez planos para o futuro da empresa.
0
Comente!x

  Poucos minutos depois, bateu à porta da sala de Eunwoo, chamando-o para um café. Eunwoo sorriu e assentiu, reconhecendo a oportunidade de uma pausa bem-vinda e uma conversa informal com seu chefe e colega. Ele fechou seu laptop e seguiu até a cafeteria, ansioso por um momento de relaxamento e camaradagem.
0
Comente!x

  Enquanto caminhavam em direção à cafeteria, Eunwoo percebeu o semblante cansado e até tristonho de . Preocupado com seu amigo, ele decidiu abordar a situação.
0
Comente!x

  - , você parece um pouco abatido hoje… Aconteceu alguma coisa?
0
Comente!x

   suspirou, parecendo hesitante por um momento antes de responder:
0
Comente!x

  - Ah, não é nada demais, apenas algumas preocupações pessoais!
0
Comente!x

  Eunwoo assentiu, respeitando a privacidade de seu amigo, mas ainda preocupado com seu bem-estar.
0
Comente!x

  - Se precisar conversar sobre isso, estou aqui para você, meu amigo! Às vezes, compartilhar nossos fardos pode torná-los mais leves, você sabe que pode contar comigo!
0
Comente!x

   sorriu levemente, agradecendo o gesto de Eunwoo.
0
Comente!x

  - Obrigado, Eunwoo. Talvez eu aceite sua oferta em breve…
0
Comente!x

  Eles continuaram seu caminho em direção à cafeteria, com Eunwoo determinado a oferecer apoio a seu amigo sempre que fosse necessário.
0
Comente!x

  Ao chegarem à cafeteria, Eunwoo e encontraram uma mesa livre e se sentaram. Enquanto faziam seus pedidos, decidiu iniciar uma conversa.
0
Comente!x

  - Então, como foi a viagem para a Itália, Eunwoo? Conseguiram resolver tudo com o cliente lá?
0
Comente!x

  Eunwoo assentiu, pegando sua xícara de café antes de responder:
0
Comente!x

  - Sim, a viagem foi produtiva. Conseguimos finalizar os detalhes pendentes com o cliente e garantir que tudo estivesse em ordem. Parece que o projeto está avançando conforme o planejado.
0
Comente!x

   parecia interessado, inclinando-se ligeiramente para frente enquanto ouvia.
0
Comente!x

  - Isso é ótimo de ouvir… Fico feliz que tenha sido uma viagem proveitosa. E você, como está se sentindo sobre a mudança de volta para a Coreia e o início do trabalho aqui na InnovateTech?
0
Comente!x

  Eunwoo sorriu, expressando sua empolgação com a nova fase de sua vida.
0
Comente!x

  - Estou ansioso para recomeçar, na verdade. A mudança de volta para a Coreia é um passo importante para mim, e estou animado para fazer parte da equipe aqui na InnovateTech. Tenho certeza de que teremos muitas oportunidades interessantes pela frente.
0
Comente!x

   assentiu, compartilhando o entusiasmo de seu amigo.
0
Comente!x

  - Estou certo de que você se encaixará perfeitamente aqui. Bem-vindo a bordo, Eunwoo!
0
Comente!x

  Com sorrisos de camaradagem, os dois amigos continuaram sua conversa, desfrutando do café e da companhia um do outro enquanto discutiam sobre os desafios e oportunidades que os aguardavam na InnovateTech.
0
Comente!x

  Após terminarem seus cafés, Eunwoo e voltaram para a empresa. Enquanto caminhavam pelos corredores, Eunwoo decidiu abordar novamente o assunto que havia notado anteriormente.
0
Comente!x

  - , desculpe se estou sendo intrometido, mas você parece realmente preocupado desde mais cedo. Não quer mesmo compartilhar?
0
Comente!x

   hesitou por um momento, mas depois decidiu abrir o jogo com seu amigo.
0
Comente!x

  - Na verdade, Eunwoo, aconteceu sim… Eu e Nari, terminamos. Ela saiu de casa e estamos tentando descobrir como seguir em frente.
0
Comente!x

  Eunwoo ficou surpreso com a revelação, mas imediatamente expressou seu apoio a .
0
Comente!x

  - Sinto muito ouvir isso, ! Se precisar de alguém para conversar ou qualquer tipo de apoio, estou aqui para você. Terminar um relacionamento pode ser incrivelmente difícil, mas tenho certeza de que você encontrará uma maneira de superar isso.
0
Comente!x

   assentiu, agradecendo a compreensão de Eunwoo.
0
Comente!x

  - Obrigado, Eunwoo! Significa muito para mim saber que posso contar com você…
0
Comente!x

  Com seus laços de amizade fortalecidos pela confiança mútua, Eunwoo e continuaram a caminhar em direção à InnovateTech, prontos para enfrentar os desafios que surgiam em suas vidas pessoais e profissionais com coragem e determinação.
0
Comente!x

  Durante a semana seguinte, se esforçou para se adaptar à sua nova vida na Coreia. Enquanto lidava com a dor do luto pela perda de , ela também tentava se concentrar em seu trabalho na Cantina . Apesar das lembranças constantes de seu amado, ela encontrou conforto ao conhecer pessoalmente sua assistente, Jia, e os outros funcionários da empresa.
0
Comente!x

   correu contra o tempo para ajustar os últimos detalhes antes da inauguração da filial da Cantina em Seul, trabalhando incansavelmente para garantir que tudo estivesse perfeito para o grande dia. Entre os momentos de trabalho, ela trocava mensagens com Eunwoo, encontrando conforto em sua amizade e até se encontrando com ele para almoçar algumas vezes, o que proporcionava um alívio temporário para sua dor.
0
Comente!x

  E enquanto isso, Eunwoo e enfrentavam seus próprios desafios pessoais. Eunwoo continuava a se adaptar à sua nova posição na InnovateTech, mergulhando de cabeça nos projetos da empresa. No entanto, ele também encontrou tempo para tentar ajudar seu amigo a lidar com o término de seu relacionamento com Nari.
0
Comente!x

  Durante a semana, Eunwoo e tiveram várias conversas, tentando entender e superar a situação. Eles compartilharam conselhos e apoio mútuo, buscando maneiras de seguir em frente. Enquanto o caminho à frente ainda parecia incerto, os dois amigos sabiam que podiam contar um com o outro para enfrentar os desafios que surgissem em suas vidas pessoais e profissionais.
0
Comente!x

***

  Eunwoo caminhou até a casa de com determinação, decidido a convencer seu amigo a acompanhá-lo na inauguração da Cantina . Ele sabia que havia resistido à ideia algumas vezes, mas estava determinado a fazer com que ele reconsiderasse.
0
Comente!x

  Ao chegar à porta de , Eunwoo respirou fundo e bateu com firmeza. abriu a porta, visivelmente surpreso ao ver seu amigo ali.
0
Comente!x

  - , precisamos conversar.
0
Comente!x

   franziu o cenho, claramente relutante em deixar Eunwoo entrar, mas ele cedeu e deu espaço para que seu amigo entrasse.
0
Comente!x

  - Eunwoo, o que está fazendo aqui?
0
Comente!x

  - Vim te convencer a ir comigo na inauguração da Cantina . Eu sei que você disse que não queria ir, mas a conta com sua presença, eu já disse a ela que levaria um amigo! Seria uma oportunidade de nos divertirmos juntos e quem sabe até esquecer um pouco dos problemas.
0
Comente!x

   suspirou, ainda resistente à ideia.
0
Comente!x

  - Eunwoo, você sabe que não estou exatamente em um bom momento para festas…
0
Comente!x

  Eunwoo colocou a mão no ombro de , olhando-o nos olhos com determinação.
0
Comente!x

  - Eu entendo, . Mas sei também que, às vezes, é exatamente o que precisamos.  Além disso, não precisamos ficar até tarde se não estivermos nos sentindo confortáveis. , por favor!
0
Comente!x

   olhou para Eunwoo por um momento, percebendo a sinceridade em suas palavras. Ele suspirou, resignado, e finalmente assentiu.
0
Comente!x

  - Tudo bem, Eunwoo! Vou com você!
0
Comente!x

  Eunwoo sorriu, aliviado, e abraçou seu amigo com gratidão.
0
Comente!x

  - Ótimo! Vai ser divertido, você vai ver!
0
Comente!x

  Com o acordo feito, os dois amigos se prepararam para a noite que estava por vir, prontos para enfrentar juntos o que quer que o destino lhes reservasse.
0
Comente!x

***

   estava radiante na inauguração da Cantina em Seul. Enquanto recebia os convidados com um sorriso caloroso, ela não podia deixar de sentir uma mistura de emoções borbulhando em seu peito.
0
Comente!x

  Por um lado, havia uma sensação de realização ao ver seu sonho se tornar realidade. Desde o início, ela e haviam imaginado expandir a Cantina para além das fronteiras da Itália, e agora isso estava se tornando uma realidade. Era um momento de orgulho e alegria, um testemunho do trabalho árduo e da dedicação deles.
0
Comente!x

  No entanto, havia também um vazio doloroso em seu coração. A ausência de era sentida profundamente em cada momento da inauguração. Ele deveria estar ali ao seu lado, compartilhando aquele momento especial com ela. não pôde deixar de se perguntar como as coisas teriam sido se ele ainda estivesse vivo, e a dor da perda pesava sobre ela…
0
Comente!x

  Mesmo assim, tentou se concentrar no presente, apreciando a presença dos amigos, e colegas que vieram celebrar com ela. Ela sabia que estaria feliz por ela, e isso a ajudava a encontrar forças para seguir em frente, mesmo nos momentos mais difíceis.
0
Comente!x

  Enquanto a noite avançava e a festa continuava, se permitiu mergulhar na alegria do momento, honrando a memória de enquanto olhava para o futuro com esperança e determinação. A inauguração da Cantina em Seul marcaria o início de um novo capítulo em sua vida, um capítulo que ela estava determinada a viver plenamente, em homenagem ao amor que compartilhou com .
0
Comente!x

  Eunwoo e chegaram à inauguração da Cantina, sendo recebidos pela animação e agitação do evento. Enquanto caminhavam pelo local, cumprimentando conhecidos e até colegas de profissão, não pôde deixar de ficar impressionado com o ambiente.
0
Comente!x

  - Uau, esse lugar é incrível. Sua amiga realmente fez um trabalho maravilhoso aqui.
0
Comente!x

  Eunwoo sorriu, concordando com o amigo.
0
Comente!x

  - Com certeza. É impressionante ver como ela conseguiu transformar a visão dela em realidade. Estou feliz por estar aqui para testemunhar isso!
0
Comente!x

  Enquanto continuavam a explorar o local, Eunwoo e encontraram mais alguns conhecidos, trocando cumprimentos e pequenas conversas. A atmosfera festiva da inauguração era contagiante, e ambos se sentiam envolvidos pelo espírito de celebração.
0
Comente!x

  Enquanto observava o ambiente ao seu redor, ele não pôde deixar de se sentir grato por ter sido convencido por Eunwoo a comparecer ao evento. Apesar de suas reservas iniciais, ele estava começando a perceber que aquela noite poderia ser exatamente o que ele precisava para afastar um pouco a dor do término de seu relacionamento.
0
Comente!x

  Com uma nova sensação de otimismo e esperança no coração, Eunwoo e continuaram a desfrutar da inauguração da Cantina , prontos para criar novas memórias e celebrar o futuro que os aguardava.
0
Comente!x

Capítulo 2

   conversava animadamente com os convidados da inauguração, ela teve a oportunidade de conhecer um pouco mais da cultura coreana através de suas interações. Alguns dos convidados compartilharam histórias e tradições locais, explicando detalhes fascinantes sobre a vida na Coreia.
0
Comente!x

  Enquanto absorvia essas novas informações, não pôde deixar de sentir um aperto no peito ao pensar em … Ela se perguntava como ele teria reagido àquelas conversas, se ele teria ficado tão encantado quanto ela em aprender sobre uma cultura tão rica e diversificada mesmo ele tendo pais coreanos. A lembrança dele estava sempre presente, tingindo até mesmo os momentos mais felizes com um toque de saudade.
0
Comente!x

  Apesar da dor da perda, tentou se concentrar no presente, apreciando cada momento da inauguração e as novas experiências que ela proporcionava. Ela sabia que estaria feliz por ela, e isso a ajudava a encontrar um pouco de conforto em meio à dor que ainda persistia em seu coração.
0
Comente!x

  Enquanto tirava algumas fotos para a imprensa, focada em posar com um sorriso radiante, Eunwoo, que estava andando pela cantina com , avistou-a de longe. Um sorriso caloroso iluminou o rosto de Eunwoo enquanto ele observava , admirando sua beleza e determinação.
0
Comente!x

   percebeu o olhar de admiração de Eunwoo e seguiu seu olhar até avistar a mulher. Embora ele não a conhecesse pessoalmente, não pôde deixar de notar a presença cativante dela, mesmo à distância.
0
Comente!x

  Seus olhos vagaram pelos contornos delicados de seu rosto e pelo brilho radiante de seu sorriso, reconhecendo instantaneamente sua beleza, no entanto, enquanto observava , também notou a expressão encantada de Eunwoo ao vê-la. Ele percebeu o brilho nos olhos de seu amigo e, por um momento, ponderou sobre a possibilidade de Eunwoo estar interessado na moça.
0
Comente!x

  Com um tom de curiosidade na voz ele questionou o amigo:
0
Comente!x

  - Você parece estar muito interessado nessa … você olha para ela encantado, meu amigo!
0
Comente!x

  Eunwoo desviou o olhar da mulher, um tanto surpreso pela percepção de . Com um sorriso leve, ele respondeu:
0
Comente!x

  - Na verdade, eu só a admiro muito como empresária. Nos conhecemos recentemente e estamos nos tornando bons amigos.
0
Comente!x

   assentiu, compreendendo a explicação de Eunwoo. Então, Eunwoo sugeriu:
0
Comente!x

  - Vem, vou te apresentar para ela! Você vai gostar de conhecê-la. — Com um gesto convidativo, Eunwoo liderou o caminho em direção a , ansioso para apresentar seu amigo a ela.
0
Comente!x

  Conforme Eunwoo e se aproximavam da moça, ela continuava a conversar com o pessoal da imprensa ao lado de Jia, sua assistente. Ao perceber a aproximação dos dois, Jia se aproximou deles com um sorriso educado:
0
Comente!x

  - Olá, posso ajudá-los? Vocês são da imprensa?
0
Comente!x

   e Eunwoo trocaram olhares breves, surpresos pela abordagem, antes de Eunwoo responder com um sorriso:
0
Comente!x

  - Ah, não, nós não somos da imprensa! Eu sou Cha Eunwoo e este é meu amigo . Somos da InnovateTech e viemos como convidados da inauguração pela .
0
Comente!x

  - Ah, sim! Ela me falou que você viria! Sua empresa é a responsável pelos nossos novos softwares, né? – Eunwoo assentiu para a morena.
0
Comente!x

  Jia sorriu e então voltou-se para para informá-la da chegada dos dois. Enquanto isso, observava com curiosidade, sentindo uma mistura de nervosismo e expectativa se aproximando dela.
0
Comente!x

  Jia se aproximou de com um sorriso discreto e sussurrou algumas palavras em seu ouvido, informando-a da chegada de Eunwoo e . assentiu, agradecendo a informação, e então Jia apontou na direção dos dois homens.
0
Comente!x

  Quando a mulher olhou na direção indicada por sua assistente, um choque repentino percorreu todo o seu corpo. Uma sensação de vertigem a atingiu, fazendo com que ela se sentisse tonta e desequilibrada. Seus olhos se fixaram em , cujos traços pareciam saltar diretamente de uma memória de . Cada detalhe do rosto do homem lembrava tanto o de seu falecido namorado que mal conseguia acreditar no que via.
0
Comente!x

  Um turbilhão de emoções a invadiu naquele momento. Uma mistura avassaladora de choque, incredulidade e dor a deixou paralisada, enquanto ela lutava para processar a semelhança surpreendente entre e . A presença dele despertou lembranças dolorosas de seu amado, e sentiu como se estivesse revivendo o momento de sua perda tudo de novo.
0
Comente!x

  Por um instante, ela teve que apertar os olhos para ter certeza de que não estava sonhando, e então, uma onda de emoções a fez perder o equilíbrio, mas antes que pudesse cair, Jia correu para ampará-la. Logo em seguida, Eunwoo se aproximou, preocupado, oferecendo apoio enquanto tentava recuperar o controle de si mesma diante da presença avassaladora de .
0
Comente!x

  - , está tudo bem? Você pareceu um pouco tonta. – A voz de Eunwoo ecoou longe em seus ouvidos.
0
Comente!x

   ainda mantinha os olhos fixos em , que também parecia preocupado com a situação. Jia respondeu à pergunta de Eunwoo, tentando acalmar a situação.
0
Comente!x

  - Acho que foi uma queda de pressão devido ao estresse e à correria da inauguração.
0
Comente!x

  Eunwoo assentiu com a cabeça, compreendendo. Enquanto tentava se recuperar do choque, ela finalmente conseguiu reunir coragem para perguntar a Eunwoo sobre o homem que a deixara tão abalada.
0
Comente!x

  - Quem é ele? – perguntou, ainda com a voz um pouco trêmula, indicando discretamente com um gesto de cabeça.
0
Comente!x

  Eunwoo olhou brevemente para e fez um gesto com a cabeça, chamando-o para se aproximar. O homem se aproximou com uma expressão serena, mas podia sentir seu coração acelerar ainda mais ao vê-lo de perto, surpreendida com o quão idêntico ele era a .
0
Comente!x

  - Esse é o , meu amigo e dono da InnovateTech. Lembra que te falei dele?
0
Comente!x

   tentou manter a compostura enquanto cumprimentava o rapaz, mas não pôde deixar de notar a semelhança impressionante entre ele e . Cada traço, cada expressão, cada gesto parecia uma cópia exata de seu amado, fazendo-a sentir como se estivesse diante de um fantasma do passado. Ela engoliu em seco e forçou um sorriso, tentando disfarçar a tumultuada torrente de emoções que a invadiu naquele momento.
0
Comente!x

   percebeu a reação estranha de à sua presença e decidiu abordá-la com delicadeza. Ele ergueu a mão na direção dela com um sorriso gentil nos lábios e disse:
0
Comente!x

  - Prazer em conhecê-la!
0
Comente!x

  Sua voz era calma e reconfortante, e seu gesto amigável transmitia uma sensação de tranquilidade. A moça olhou para a mão estendida por um momento, sentindo uma mistura de emoções confusas, antes de finalmente estender a dela para cumprimentá-lo.
0
Comente!x

   examinou delicadamente o rosto de , procurando uma explicação para a semelhança impressionante entre ele e . Cada traço, cada linha, cada expressão parecia ecoar a imagem de seu amado perdido. Ela sentiu um aperto no peito enquanto seus olhos percorriam o rosto de , em busca de pistas que pudessem explicar aquele mistério.
0
Comente!x

  Por um momento, ela se viu perdida em suas próprias lembranças, revivendo momentos compartilhados com e comparando-os com a presença de diante dela. Era como se estivesse olhando para um espelho distorcido do passado, uma versão ligeiramente diferente daquele a quem ela amara profundamente, mas, por mais que examinasse o rosto de , não conseguia encontrar uma explicação clara para aquela semelhança. Uma sensação de perplexidade a envolveu enquanto ela lutava para compreender como duas pessoas poderiam ser tão idênticas, e ao mesmo tempo tão diferentes.
0
Comente!x

   notou o leve tremor na mão de enquanto ela tocava na dele, e seus olhos examinaram o rosto da mulher intensamente. Embora achasse aquilo um tanto estranho, ele optou por não comentar e apenas soltou suavemente sua mão quando ela recuou.
0
Comente!x

  Eles se entreolharam por um momento, um silêncio tenso pairando entre eles antes que se virasse para Eunwoo, ainda atordoada pela experiência.
0
Comente!x

  - Fiquem à vontade! Tem uma mesa com o nome de vocês. Eu… eu preciso tomar um ar. – Sua voz estava um pouco trêmula, e ela rapidamente se afastou, deixando e Eunwoo sozinhos por um momento.
0
Comente!x

   observou-a partir com uma expressão pensativa, sua mente girando com perguntas não respondidas sobre aquela estranha e inesperada reação.
0
Comente!x

  Jia lançou um olhar significativo na direção de e Eunwoo antes de se afastar, seguindo que havia saído da sala principal da cantina. Quando encontrou a mulher escorada na parede em um canto mais escuro do ambiente, Jia se aproximou com uma expressão preocupada.
0
Comente!x

  - Chefe, está tudo bem? Você quer um copo de água?
0
Comente!x

   olhou para cima, surpreendida por encontrar a assistente ao seu lado, mas agradeceu o gesto com um sorriso fraco.
0
Comente!x

  - Obrigada, Jia! Um copo de água seria ótimo, obrigada.
0
Comente!x

  A moça assentiu e rapidamente se afastou para buscar a água, deixando a chefe sozinha por um momento para coletar seus pensamentos e tentar acalmar os sentimentos tumultuados que a invadiam naquele momento.
0
Comente!x

   fechou os olhos por um momento, deixando-se levar pelas lembranças que inundavam sua mente. Ela recordou os momentos felizes ao lado de , os sorrisos compartilhados, os sonhos construídos juntos. Mas logo essas memórias deram lugar a outras mais sombrias, repletas de dor e perda.
0
Comente!x

  Ela pensou no acidente trágico que tirara de sua vida, na angústia da espera no hospital, na terrível notícia da morte cerebral. Recordou-se do velório solene, das lágrimas que haviam inundado seus olhos e do vazio que sentira ao se despedir do homem que amava. E então, em meio a essas lembranças dolorosas, o rosto de surgiu em sua mente, trazendo consigo uma torrente de emoções conflitantes. Ela tentou conter as lágrimas que ameaçavam transbordar, mas era impossível ignorar a semelhança assombrosa entre ele e , uma semelhança que a deixava ainda mais vulnerável à dor da perda.
0
Comente!x

   engoliu em seco, lutando para controlar as emoções que a consumiam, mas as lágrimas acabaram vencendo, escorrendo silenciosamente por suas bochechas enquanto ela se permitia sucumbir ao peso de sua dor.
0
Comente!x

  Jia voltou com o copo de água em mãos, pronta para oferecer conforto a sua chefe, mas ao se deparar com chorando, seu coração se apertou de preocupação. Ela se aproximou rapidamente, segurando o copo de água enquanto observava a mulher com uma expressão de angústia.
0
Comente!x

  - Chefe, o que está acontecendo? Por que você está chorando?
0
Comente!x

   não respondeu imediatamente, sua respiração soluçante interrompendo qualquer tentativa de fala. Em vez disso, ela simplesmente estendeu os braços em silêncio, convidando Jia para um abraço. Sem hesitar, Jia envolveu em seus braços, oferecendo-lhe o apoio silencioso e reconfortante de uma amiga.
0
Comente!x

   se entregou ao choro, soluçando enquanto os braços de sua assistente envolviam seu corpo em um abraço reconfortante. A moça não questionou nada, apenas acalentou em seus braços, oferecendo-lhe um ombro amigo para chorar suas mágoas.
0
Comente!x

  Por alguns instantes, o único som no ambiente era o suave murmurar das lágrimas de e a batida compassada de seus corações. Jia permaneceu ao lado dela, sustentando-a com sua presença silenciosa e empática, sem pressa para entender ou resolver nada além do simples ato de estar ali para sua chefe em um momento de vulnerabilidade.
0
Comente!x

  E assim, juntas, elas compartilharam o peso da dor com encontrando conforto na companhia da assistente, que agora, já era amiga.
0
Comente!x

  Com o tempo, começou a se acalmar um pouco, seus soluços diminuindo gradualmente até se transformarem em suspiros silenciosos. Ela se soltou lentamente do abraço de Jia e pegou o copo de água que ainda estava com a assistente. Levando-o aos lábios, ela tomou pequenos goles, sentindo a água refrescante acalmar sua garganta ressecada pelo choro.
0
Comente!x

  - Obrigada, Jia. Desculpe por isso… Eu só… Eu só não consigo evitar algumas lembranças às vezes. — Sua voz ainda estava embargada pelo choro, mas havia um leve tom de gratidão em suas palavras enquanto ela olhava para a amiga ao seu lado.
0
Comente!x

  Jia apenas sorriu gentilmente, oferecendo-lhe um apoio silencioso e compreensivo.
0
Comente!x

  - Não precisa se desculpar, . Estou aqui para o que precisar.
0
Comente!x

   assentiu, sentindo-se grata pela presença reconfortante de Jia ao seu lado. Com um suspiro resignado, ela voltou sua atenção para o copo de água, concentrando-se em recuperar sua compostura e enfrentar o restante da noite com determinação e força.
0
Comente!x

***

   e Eunwoo finalmente encontraram sua mesa e se acomodaram, mas a expressão pensativa de não passou despercebida pelo amigo. Eunwoo observou com preocupação enquanto parecia absorto em seus pensamentos, sua expressão refletindo uma mistura de curiosidade e inquietação.
0
Comente!x

  - Hyung, você está bem? Você parece um pouco distante…
0
Comente!x

   piscou, como se voltasse à realidade, e lançou um olhar preocupado para Eunwoo.
0
Comente!x

  - Ah, sim… Eu estou bem. Só estava pensando na reação estranha da sua amiga quando me conheceu. Parecia que ela tinha visto um fantasma ou algo do tipo…
0
Comente!x

  Eunwoo franziu o cenho, preocupado com a forma como havia reagido à presença de . Ele conhecia bem o amigo e sabia que o rapaz não costumava passar despercebido, então a reação dela realmente o intrigou. e Eunwoo trocaram olhares confusos, compartilhando a mesma sensação de perplexidade diante da reação da mulher.
0
Comente!x

  - Realmente, foi estranho… Mas talvez ela esteja realmente sobrecarregada por causa da inauguração e tenha tido uma queda de pressão! Ou esteja, sei lá, passando por algo que eu ainda não saiba…
0
Comente!x

   assentiu, ponderando sobre a possibilidade de que estivesse lidando com questões pessoais desconhecidas por eles. No entanto, a peculiaridade da reação dela ainda pairava em sua mente.
0
Comente!x

  - Pode ser… Mas mesmo assim, foi como se ela me reconhecesse de algum lugar, mas isso é impossível!
0
Comente!x

  Eunwoo concordou, achando a situação cada vez mais intrigante.
0
Comente!x

  - Talvez seja só uma coincidência. Vamos tentar não pensar muito nisso e aproveitar a noite…
0
Comente!x

  Os dois concordaram em deixar o assunto de lado por enquanto, decidindo focar na inauguração e nas interações com os outros convidados. No entanto, a estranha reação de permanecia como um enigma que os deixava curiosos e um tanto inquietos.
0
Comente!x

   e Eunwoo decidiram deixar de lado a estranha reação de e se concentrar em desfrutar a noite. Aproveitaram para experimentar os diferentes vinhos, whiskys e tequilas oferecidos na inauguração, apreciando os sabores e trocando impressões sobre cada bebida. Além disso, deliciaram-se com a variedade de pratos servidos, desfrutando das iguarias da culinária italiana e coreana que estavam disponíveis.
0
Comente!x

  Aos poucos, a atmosfera animada e descontraída da festa começou a contagiar os dois amigos, que se deixaram envolver pelo clima festivo. Conversaram com outros convidados, riram juntos e até arriscaram alguns passos de dança quando a música animada começou a tocar.
0
Comente!x

  Enquanto a noite avançava, e Eunwoo esqueceram temporariamente as preocupações e aproveitaram o momento, celebrando o sucesso da inauguração e desfrutando da companhia um do outro.
0
Comente!x

***

  , após o breve momento de desespero e emoção do lado de fora da cantina, decidiu reunir suas forças e voltar para dentro do evento. Jia a acompanhou de perto, oferecendo apoio silencioso enquanto observavam os convidados desfrutando da festa.
0
Comente!x

  De volta à cantina, se esforçou para manter a compostura e focar nas interações com os funcionários e os outros convidados. Ela evitou deliberadamente a mesa onde Eunwoo e estavam sentados, optando por circular pelo ambiente e garantir que tudo corresse bem na inauguração.
0
Comente!x

  À medida que a noite avançava, Eunwoo e eventualmente se despediram de . Eunwoo se aproximou dela, expressando palavras de admiração pela inauguração e pela cantina, e perguntando gentilmente se ela estava se sentindo melhor. assentiu com um sorriso grato, segurando a mão de do amigo por um momento enquanto agradeceu pelo apoio.
0
Comente!x

  Enquanto isso, permaneceu mais afastado, observando a cena de longe. Ele fez um gesto de cabeça em direção a e uma breve reverência ao se despedir, antes de se afastar silenciosamente. Apesar da distância, a mulher sentiu olhar de sobre ela, deixando-a com uma sensação de intriga e curiosidade sobre aquele homem que parecia tão familiar.
0
Comente!x

***

   finalmente chegou ao seu apartamento, sentindo-se aliviada por estar em casa após um dia tão intenso. Antes de abrir a porta para Jia, que se ofereceu gentilmente para passar a noite com ela, a mulher fez um comentário enigmático:
0
Comente!x

  - Agora você vai entender o porquê de todas aquelas reações…
0
Comente!x

  Jia olhou curiosamente para sua chefe, mas não teve tempo de fazer perguntas antes de entrar no apartamento. Assim que acendeu a luz da sala, Jia passou os olhos pelo ambiente e deteve-se nas fotos espalhadas pelas prateleiras e paredes. Seus olhos se arregalaram de surpresa ao ver as imagens dispostas por lá, e ela olhou para em estado de choque, buscando uma explicação para aquela descoberta inesperada.
0
Comente!x

   observou a reação surpresa de Jia e, compreendendo sua confusão, decidiu explicar:
0
Comente!x

  - Esse era o , meu namorado falecido… – começou, sua voz embargada pela emoção. – Era um sonho dele abrir a Cantina aqui na Coreia, por ser o país onde ele nasceu. E eu abracei esse sonho junto com ele, mas ele faleceu antes de nos mudarmos para cá para a inauguração.
0
Comente!x

  Jia escutou atentamente, absorvendo as palavras de sua chefe com compaixão. Ela se aproximou e abraçou com carinho, oferecendo apoio silencioso diante da dor da amiga. se deixou envolver pelo abraço reconfortante de Jia, agradecendo silenciosamente por ter uma amiga tão compreensiva ao seu lado.
0
Comente!x

  - Eu não consigo acreditar… Ele é tão parecido com o … Como isso é possível? – murmurou Jia, sua voz transbordando perplexidade.
0
Comente!x

   afastou-se ligeiramente do abraço e olhou nos olhos da amiga, sentindo o peso da confusão que também a assombrava.
0
Comente!x

  - Eu… Eu não sei… – confessou , sua voz embargada pela incerteza. – Foi uma reação instintiva… Eu… Não sei como lidar com isso.
0
Comente!x

   respirou fundo, tentando controlar as emoções que a assaltavam, e então se afastou um pouco para encarar Jia com determinação.
0
Comente!x

  - Desculpe por não ter te contado antes… É tudo tão confuso para mim também. Não sei como lidar com a semelhança entre o e esse tal de … – confessou a mulher, sua voz carregada de pesar.
0
Comente!x

  Jia segurou as mãos de com firmeza, oferecendo seu apoio incondicional.
0
Comente!x

  - Não se desculpe, . Estou aqui para você, não importa o que aconteça. E vamos descobrir juntas como lidar com isso, está bem? – respondeu a moça, sua expressão refletindo determinação. – sorriu levemente, reconhecendo a amizade sincera de sua assistente.
0
Comente!x

  - Obrigada, Jia. Eu não sei o que faria sem você ao meu lado – disse , sentindo-se grata pela presença reconfortante da amiga.
0
Comente!x

  Juntas, as duas compartilharam um momento de solidariedade, fortalecendo ainda mais o vínculo que as unia.
0
Comente!x

   se deitou na cama, deixando escapar um suspiro cansado. Mesmo com a presença reconfortante de Jia ao seu lado, sua mente continuava a vagar para os pensamentos tumultuados sobre . Ela se perguntava como era possível que alguém pudesse ser tão parecido com , trazendo à tona lembranças dolorosas e sentimentos conflitantes.
0
Comente!x

  Enquanto tentava desviar seus pensamentos, sentiu o peso do cansaço e da tristeza se acumulando sobre ela. Ela fechou os olhos, desejando encontrar um pouco de paz em meio ao turbilhão de emoções que a consumia.
0
Comente!x

Continua

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
4 meses atrás

IHA, FINALMENTE ADOTARAM ESSA IDEIA MARA!
Nossa, deve ser dureza perder alguém assim jovem, né? Não é o esperado apesar de a morte ser a única certeza :B
Confesso que tô igual a mãe da pp sobre essa ideia de continuar trabalhando, mas ao mesmo tempo fico “pode dar certo pra ela passar pelo luto” e também porque sabemos o que ela vai encontrar nessa viagem, mas enfim KKKKKKKK
Eu não assisti Beleza Verdadeira, então tô moscando sobre o final do personagem, MAS FINAL FELIZ A GENTE ACEITA. Bora, mal posso esperar pra ver a cópia do mozão aparecer!

Lara :D
Lara :D
4 meses atrás
  - Estamos conectados por laços que vão além do tempo. Nossa história é uma tapeçaria de amor e superação. Você…" Read more »

Cara, eu fui lendo e lendo, bastante concentrada e totalmente envolvida com a história, e quando chegou esse momento dela entrar no quarto, foi bastante emocionante, principalmente essa fala dela!

Lara :D
Lara :D
4 meses atrás

Eu estava ansiosa por uma fic de Hwang In Yeop, e esse prologo já nos trouxe fortes emoções! Sienna já se mostra ser uma mulher muito forte de determinada, mesmo passando por um momento tão complicado como o luto e a perda de um grande amor, mas em Seul parece que as emoções serão ainda maiores! Aguardando ansiosa os próximos capítulos! :’) Já tá muito incrível!!! s2

Lelen
Admin
2 meses atrás

Gente, o pobre da Sienna ainda sofreni pelo ex-mozão, agora vai dar de cara com o futuro-novo-mozão que vai parecer com o ex-mozão, QUE LOUCURAAA.
Confesso que levei um susto quando o Eunwoo apareceu e fiquei confusa, mas aí continuei lendo e entendi kkkk
Eunwoo vai fazer papel de amigo dos dois e maybe cupido? Fofuraa <3
O pobre do Inyeop (socorro que vou demorar pra decorar esse nome, HELP!) também na merda por causa de relacionamento (mas pelo menos o mozão dele não morreu repentinamente, né), bora animar isso aí, gente! Eunwoo, faz alguma coisa!

Lelen
Admin
1 mês atrás

Ooown, finalmente os bonitos se encontraram!
Vish, imagina o nó na cabeça da pp nesse momento, acho que eu ia pensar que o amor da minha vida tinha ressuscitado ou que eu tava louca.
O que será que o Inyeop vai pensar? Será se os dois vão ter um final feliz? E o senhor Eunwoo, por um momento eu tava com medo de ele ser fura olho do amigo, mas é só um fofo mesmo <3
Ainda bem que a Sienna tem bons amigos nessas horas. BORA PRA MAIS DESSA LOUCURA TODA, TÔ PRONTA (menos se tiver mais sofrência nova, aí não tenho certeza se estou pronta mesmo kkkkk) 💪💪💪


You cannot copy content of this page

10
0
Would love your thoughts, please comment.x