Esta história pertence ao Projeto Songfics

Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Temporada #029

Apesar de querer
Rodrigo Alarcon

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

apesar de querer

  — Você está bem?
  Pisquei os olhos algumas vezes, pensando se eu não estava delirando com tamanha proximidade dos nossos rostos; seus cílios quase batiam nos meus, e a sua respiração não era tão ofegante quanto a minha, contudo, eu tinha uma visão privilegiada do seu belo rosto. Os longos segundos que permanecemos assim foram cortados a partir do momento em que ela se afastou, estendendo sua mão para que eu aceitasse, e assim eu fiz, levantando sem demais problemas. Continuei a observá-la por um breve momento até retornarmos ao centro do campo, apontando as espadas um para o outro a fim de iniciarmos mais uma partida. Seus movimentos sempre foram polidos e certeiros, e toda vez que eu a assistia lutar, era como se ela dançasse com o seu adversário, mas somente Celine sabia os passos.
  Eu poderia passar horas assistindo Celine Fiore fazendo o que ela mais ama que eu não me cansaria.
  Mas, infelizmente, isso não é mais possível.
  Nós dois nos conhecemos no início da adolescência na academia, e por mais que ela seja da nobreza, o seu status nunca atrapalhou a nossa amizade ou a sua simpatia com todos. Não é difícil assumir que a minha paixão se tornou amor ao longo dos anos, e que se Celine quisesse fugir da pressão que seus pais colocavam em cima dela eu estaria pronto, porém, a garota nunca fugia de uma luta, muito menos quando a envolvia. Fiore sempre sorria para mim, independentemente de estar satisfeita ou não com as escolhas de seus pais, e dizia que apesar da situação que se encontrava, não poderia ignorá-la por muito tempo. Às vezes eu sentia como se ela falasse mais para mim do que para si, em uma maneira de me tranquilizar, no entanto, meu coração se apertava mais e mais ao saber que Celine já tinha alguém.
  E esse alguém nunca seria eu.
  A garota seria a futura marquesa do reino de Bellary, e com a cerimônia de seu debute se aproximando, seus pais a pressionavam para se casar logo, já haviam até escolhido o seu noivo. Quando soube de seu casamento arranjado, uma parte de mim tinha noção que eu não poderia continuar tão próximo da minha melhor amiga, apesar de eu querer. Eu queria lhe mostrar que ao meu lado é um bom lugar, que Celine não precisava estar fadada a viver uma vida forçada e o quanto eu a amava, mas, tudo isso era em vão ao olhar em seus olhos dourados e perceber que, apesar de eu querer, ela também queria. Mas, não podia.
  O nosso afastamento foi gradativo, entretanto, nunca perdermos o contato de fato. Nós dois viramos soldados, e por ser descendente da Ordem – grupo de famílias de soldados com forças 2 vezes maiores do que qualquer ser humano –, ela começou a atender a família real, uma de suas poucas escolhas.
  Eu vaguei entre uma região e outra, e por ser um dos cavaleiros mais altos do meu ranking, eu a via em vários eventos da nobreza, e felizmente tínhamos a chance de conversarmos como nos velhos tempos. No dia do seu casamento, eu compareci com uma flor e um acessório dourado para o seu cabelo vermelho, a encontrando horas após a cerimônia ter sido finalizada. Apesar de querer colocar o presente em seu cabelo, apenas o entreguei com um sorriso genuíno, tentando demonstrar que eu continuaria no meu lugar como melhor amigo, ou um amigo distante. O seu brilho no olhar me fazia sentir uma certa culpa por ainda nutrir os meus sentimentos por ela durante todos esses anos, porém, eu não me aproximaria mais do que o limite, para o bem de ambos. Assim, me despedi da garota com um sorriso sincero, lhe desejando o melhor. Fiore sorriu mais uma vez e com os olhos marejados, desejou que eu tenha uma ótima vida, pois eu sempre seria a melhor pessoa para ela.
  Eu e Celine não teríamos um futuro juntos. E cada vez que eu repetia essa verdade, mais o meu coração queria tê-la ao meu lado. De uma maneira tola e ilusória, às vezes eu pensava em como seria se um dia esse desejo se tornasse realidade, e apesar de querer essa realidade, eu tenho plena noção que as minhas noites seriam preenchidas apenas com saudade e o amor que eu continuaria a sentir sozinho.

Fim

  N/A: Mais uma songfic pra conta!
  Quando recebi a música, pensei em alguns enredos que se encaixariam, e confesso que esse sobre o Emílio e a Celine foi o que mais me empolgou hihihi
  Ficou bem curtinha, e essa é a segunda short que faço sobre algum personagem secundário de “A Vilã Da Casa Bellerose”, a primeira vez foi sobre a Ivy (Kill Bill), e pretendo trazer mais algumas fics de outros personagens também! Se quiser saber mais sobre o Emílio, futuramente ele dará o ar da graça na longfic, a Celine já apareceu hehehe
  Enfim, espero que tenham gostado!
  Até a próxima <3

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
10 meses atrás

MEU DEUS, A GENTE VAI DESCOBRIR MAIS SOBRE ESSA MULHER MISTERIOSA? E esse moço apaixonado? Será que rola um felizes para sempre tardio pra esses dois? Não me importo com o destino de Perci Fiori, só quero que seja sofrido <3
Vou lá ler a side story para saber mais HEHEHEEHH


You cannot copy content of this page

2
0
Would love your thoughts, please comment.x