Status

Loading

Avalie

Este texto foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

AMEIANOITE

  Acordei com o toque do celular, mas antes que eu conseguisse me mover, senti um peso em volta da minha cintura; permanecia dormindo profundamente com uma feição adorável, e eu dedilhei o seu braço até chegar nos seus dedos, entrelaçando com os meus. Ouvi o seu breve resmungo e ele me puxou para mais perto, encaixando o seu rosto na curva do meu pescoço. Um arrepio percorreu o meu corpo e eu suspirei, tendo que sair da nossa posição para ver quem me ligava incessantemente. O nome de Hellen surgiu no visor e, pela quantidade de mensagens, só significava uma coisa: o seu ex havia voltado, vulgo o meu melhor amigo. Alonguei os braços demoradamente e respondi a garota, concordando com a sua visita às oito e meia da manhã para entregar a sua chave. Encarei o relógio e eu tinha cerca de vinte minutos para ficar minimamente decente, e enquanto eu descia as escadas para ir para a cozinha, chequei a mensagem dos meus pais, avisando que chegariam antes do almoço de sua viagem.
0
Comente!x

  Viagem a qual, preciso citar, fizeram com as mães de .
0
Comente!x

  Assim que eu e completamos um mês “ficando”, eu conheci Noeli e Lara em uma de suas vindas para Luna. Não foi estranho como pensei, e quando percebi, eu já me sentia familiarizada com suas presenças e estava marcando para irmos fazer compras. Elas eram extremamente adoráveis e incríveis, além de serem muito bonitas e para a felicidade dos meus pais, os quatro compartilhavam o mesmo neurônio. Ou seja, nesse “um mês” de ficantes, nossos familiares viajavam juntos pelos quatro cantos dos dois mundos, sendo os melhores amigos inseparáveis.
0
Comente!x

  E já se passaram mais três meses desde então. Quatro meses de um relacionamento não rotulado e três das aventuras do quarteto.
0
Comente!x

  O sabor da balinha de coração nunca saiu da minha boca, e eu me pegava relembrando o dia em que eu e nos conhecemos; nenhum dos dois tinha vergonha na cara para assumir um namoro, porém, se dissessem que estávamos namorando, não negávamos. Eu não sabia o sabor que deu a dele, e o homem não revelou qual foi, por mais que eu achasse que tinha sido igual a minha. Contudo, eu não lhe disse também, e nem creio que precise. Tudo o que queríamos fazer nós fazíamos, e o amor, sexo e atração existem independente do que a bala tenha dito.
0
Comente!x

  – Ele com toda a certeza será o meu fim.
0
Comente!x

  – Bom dia? – apareceu atrás de mim, me abraçando – “Ele” seria eu?
0
Comente!x

  – É um tanto óbvio, não é? – Soltei um risinho. – Minha mente foi invadida por memórias da noite passada e agora eu queria muito te levar de volta pra cama.
0
Comente!x

  – Hum… – o rapaz beijou o meu ombro. – E não podemos?
0
Comente!x

  – Infelizmente, não. Nossos pais estão voltando, a última coisa que quero é dar mais motivo para eles – seus olhares suspeitos e as risadinhas ainda assombravam o meu ser ao verem eu e com marcas pelo corpo –, e Hellen precisa da minha assistência, Seokjin está de volta.
0
Comente!x

  – Oh, quer que eu faça algo? – Prestativo como sempre, contudo, neguei com a cabeça.
0
Comente!x

  – Provavelmente eles vão voltar. – Dei de ombros.
0
Comente!x

  – Como sabe?
0
Comente!x

  – Intuição – sorri –, além do fato de que a gata virá buscar a chave dela.
0
Comente!x

  – Ah, minha mãe tem uma! Ela adora usar esse objeto quando está chateada com minha outra mãe, no entanto, a sua pose se desfaz em cinco minutos. Lara é muito boazinha para ser malvada.
0
Comente!x

  – Suas mães são tão adoráveis.
0
Comente!x

  – São mesmo. E sobre o seu amigo, já sabe o que dirá a ele?
0
Comente!x

  – Acho que um “vai tomar no cu” será o suficiente. Mas, isso pode esperar até de noite, afinal, hoje é dia de lua cheia e halloween!
0
Comente!x

  Outubro é um mês bastante corrido, e na última semana não tivemos um segundo sequer de folga; os preparativos para a data que mais amamos celebrar não podiam ser feitos na véspera, e até ontem trabalhamos dobrado para suprir a falta que meus pais faziam. Toda a cidade estava devidamente decorada e com crianças correndo pelas ruas pedindo doces, e os demais finalizavam o que faltava para a festa. A festividade ocorria na praça do centro, com barraquinhas de comidas e tendas de vendas de produtos diversos, assim como algumas com serviço de prever o futuro ou de cartas. Há também uma “casa assombrada” no cemitério, mesas com bebidas e áreas que você pode tirar fotos com alguns objetos relacionados ao halloween.
0
Comente!x

  Por mais pacata que Luna seja, suas festas nunca deixam a desejar – o que explica a quantidade de turistas nas ruas.
0
Comente!x

  Como em todos os anos, preparamos poções, amuletos e potes com doces para vendermos, entre outras coisas; papa Rey é um ótimo cozinheiro e confeiteiro, e suas guloseimas sempre eram campeãs de vendas, jogando eu e Marc para escanteio com as poções. De qualquer forma saímos no lucro, visto que tem aqueles que vêm especialmente para buscar nossos produtos, significando que temos oportunidades para voltarmos à competição. Sim, minha família é bastante competitiva quando se trata de ser o melhor em algo, não se limitando apenas a nós três, mas em um todo – até com lojas das cidades vizinhas. No entanto, na nossa própria competição, quem perdesse teria que fazer tudo que o ganhador quisesse, e assumo que não estou nem um pouco a fim de lidar com os pedidos do meu pai. Infelizmente, teve a brilhante ideia de se juntar ao mais velho – seus dotes culinários eram tão bons quanto –, um fato que eu tento não encarar como ruim?
0
Comente!x

  – Vocês passaram esses últimos dias cozinhando e eu não acredito que o meu humano favorito uniu alianças com o papa Rey.
0
Comente!x

  – Eu prometo pegar leve nos meus pedidos, meu bem – sorriu atrevidamente, puxando a minha cintura.
0
Comente!x

  – É? – Coloquei minhas mãos em volta do seu pescoço, o olhando de pertinho. – Cuidado com as suas palavras, eu não planejo te dar folga.
0
Comente!x

  – Talvez eu queira que você me mantenha ocupado. – Seus dedos deslizaram em um movimento de vai e vem pelas minhas costas, causando um arrepio gostoso. – De todas as maneiras possíveis e impossíveis.
0
Comente!x

  Sorri satisfeita com sua resposta, encostando nossos lábios sem delongas. Sua boca tinha gosto de morango, banana e caramelo, e sua língua fazia questão de compartilhar comigo todos esses sabores mais uma vez, como se fosse a primeira vez.
0
Comente!x

  – Não me digam que estavam fazendo algo na cozinha, hein?
0
Comente!x

  – Você realmente acha que eu herdei os seus traços, né? – Rolei os olhos ao responder o meu pai. Ele e o trio entraram na cozinha cheios de bolsas e foi ajudá-los.
0
Comente!x

  – Pois deveria. – Marc pôs a mão na cintura. – Eu sou seu pai.
0
Comente!x

  – Eu sou adotada – fingi falar sério, o que arrancou umas risadas das mães de .
0
Comente!x

  – Você sabe que não é. – O homem revirou os olhos e voltou a guardar algumas compras.
0
Comente!x

  – Eu também sou seu pai – Rey beijou o topo da minha cabeça –, e felizmente minha princesa teve um bom exemplo de quem puxar.
0
Comente!x

  – Ei! – meu pai Marc exclamou um tanto ofendido. – Serei obrigado a contar para os presentes as coisas que você já fez nessa mesma cozinha?
0
Comente!x

  – , minha princesa, você com toda certeza é a cópia de seu pai Marc – ele sussurrou em seguida. – Concorde comigo para não ter que sofrer depois.
0
Comente!x

  – É o que ele disse. – Vi o sorrisinho que Marc deu com a resposta. Era engraçado enchê-lo com essas brincadeiras e irritações, afinal, o homem sempre quis que eu realmente tivesse o puxado mais do que puxei. – Como foi a viagem?
0
Comente!x

  – Foi maravilhosa! – Lara contou sobre, empolgada, entregando os presentes que haviam comprado para mim e .
0
Comente!x

  – Nós quatro nos damos muito bem, ficamos felizes por termos nos encontrado. – Noeli mantinha sua feição séria, porém era nítida a sua alegria genuína.
0
Comente!x

  – Que bom que gostam dos meus pais, às vezes eu me perguntava se mais alguém os aguentaria ou seria somente eu pelo resto da minha vida. – Eu as abracei. – Obrigada pelo presente.
0
Comente!x

  – Acho que teremos que trocar de filho, Lara – Marc comentou.
0
Comente!x

  – Eu adoraria – ela disse em um tom despretensioso e eu me joguei em seus braços, sendo apertada. – Contudo, nós já consideramos a como nossa filha.
0
Comente!x

  – É a mesma coisa aqui. – Vi os dois abraçarem .
0
Comente!x

  – Os parentes mais adoráveis dos dois mundos. – suspirou. – As fantasias estão prontas?
0
Comente!x

  A mudança de assunto veio em boa hora, visto que os quatro fizeram suspense das deles; eu e o meu querido decidimos em sermos o lobo e a chapeuzinho vermelho, na respectiva ordem. Um pouco óbvia a minha escolha, entretanto, eu mal via a hora de ver vestido com a capa e os demais adereços, prontinho para eu poder mordê-lo.
0
Comente!x

  – Só revelaremos na hora do evento. Agora, se nos dão licença, os adultos irão finalizar os assuntos pendentes enquanto as crianças têm uma folga. – Não importa se eu tenho 24 anos e o 28, Marc sempre nos chamaria de crianças. – Hellen chegou.
0
Comente!x

*

  A visita da minha melhor amiga foi mais rápida do que eu esperava, todavia, a garota me garantiu que estaria presente na festa. Provavelmente com Seokjin, mas Heli nunca assumiria isso em voz alta. O restante do dia seguiu sem maiores problemas, e o relógio já marcava um pouco mais das nove quando nos reunimos na frente da casa para seguirmos para a festa que começaria às dez. Eu e piscamos algumas vezes ao vermos as fantasias de nossos pais, meio que sem acreditar.
0
Comente!x

  – Originalidade tá em dia, hein? – Tentei esconder a risada, mas foi em vão.
0
Comente!x

  – Vocês são mesmo adoráveis. – O rapaz riu comigo.
0
Comente!x

  – Quem foi que teve a ideia?
0
Comente!x

  – Noeli e Marc, e nós embarcamos. – Papa Rey deu uma voltinha. – Eu daria uma bela fada, certo?
0
Comente!x

  – Sem dúvidas – concordou enquanto analisávamos os looks de cada um. Basicamente, Marc estava de vampiro, Lara de lobisomem e Noeli de bruxa.
0
Comente!x

  – Como já fizemos a revelação das fantasias, o trabalho nos chama!
0
Comente!x

  – E não se esqueçam…
0
Comente!x

  – Que vença o melhor! – falamos em uníssono.
0
Comente!x

*

  A música não incomodava as minhas orelhas, felizmente os cidadãos são conscientes e não colocavam as caixas de som estourando. Algumas pessoas conhecidas passavam pela gente e paravam para cumprimentar, aproveitando para garantirem os seus produtos. Os doces iam muito bem, entretanto, as vendas de poções tiveram um pico alto, e não duvido nada que Marc tenha acrescentado algo a mais no nosso marketing – ou as pobres almas só querem partilhar a lua cheia com beijos e sexo. Por ter inúmeros turistas – e humanos que tinham conhecimento do nosso mundo –, não é à toa que vendemos em uma única hora o triplo que geralmente vendemos em uma semana. Eu e meu pai somos precavidos e preparamos uma boa porcentagem de frascos, caso contrário, teríamos que recusar vendas. “Poção do amor” era o item mais procurado, e independente de saberem e serem informados que o status que vinha com o nome não passava de uma invenção alheia para gerar mais interesse, as pessoas continuavam a comprar, sem se importarem com a veracidade. Há quem realmente faça poções do tipo, mas eu e meus pais preferimos não interferir no romance de cada um, além de acharmos péssimo essa prática. A nossa, no entanto, era feita com licor, frutas e outras misturas de ingredientes, que tornavam a poção tão docinha e deliciosa que era impossível não levar mais uma. Acabou que por conta de seu sabor, vários queriam presentear os seus possíveis parceiros com um de nossos frascos, e de acordo com o “boato” que Marc espalhou, se duas pessoas bebessem juntos, eles teriam uma ótima noite.
0
Comente!x

  A verdade é que as pobres almas gostam de se iludir – e eu não as julgava.
0
Comente!x

  Pelo menos a poção lhes proporcionaria um beijo gostoso e saboroso.
0
Comente!x

  – Sejam bem-vindos à barraca Solari! Como posso ajudá-los? – ouvi falar com os clientes no momento em que eu abastecia a nossa vitrine.
0
Comente!x

  – Olá, , .
0
Comente!x

  – Heli, você veio! – Minha animação foi embora ao bater o olho em Jin.
0
Comente!x

  – , sabia que eu senti saudades? – Meu melhor amigo era sincero na sua fala.
0
Comente!x

  – E? – Dei de ombros.
0
Comente!x

  – Me desculpa por ter sumido por seis meses e quase não ter conversado com a melhor amiga do mundo?
0
Comente!x

  – Seokjin – o chamei com a voz mais doce –, vai tomar no seu cu.
0
Comente!x

  – Merecido. – Hellen soltou um risinho.
0
Comente!x

  – Enfim, , esse é o famoso Seokjin que eu te contei. Seokjin, esse é o .
0
Comente!x

  – Oh, nós nos conhecemos. Nossas empresas são sócias. – Eu os encarei com a sobrancelha arqueada, quem imaginaria que os dois teriam uma amizade?
0
Comente!x

  – Oh. – Respirei fundo. – Então não precisamos mais de apresentações. Quais são os planos, Heli?
0
Comente!x

  – Jin insistiu para que comprássemos as poções. Sabe, por causa da superstição. – Esperei que continuasse. – E queríamos que nosso relacionamento fosse abençoado também nessa nova fase. Estamos noivos!
0
Comente!x

  – Oh. – Demorei um tempinho para raciocinar a informação. – Eu imaginei que vocês voltariam a namorar, mas Seokjin sempre está um passo à frente, né? Parabéns para vocês dois. Eu amo você, Hellen! – A abracei bem forte, extremamente feliz com a notícia. – Seokjin, o quê que tenho a ver?
0
Comente!x

  – ! – Ele me abraçou.
0
Comente!x

  – Parabéns pelo noivado, Jin – Lhe dei um breve sorriso. – Agora, vão aproveitar essas poções por conta da casa e garantir um ótimo lugar para observarem a lua cheia, sim? Eu e o meu humano favorito temos bastante trabalho pela frente.
0
Comente!x

  Nos despedimos e o casal foi contar para os meus pais a novidade, logo sumindo no meio da multidão. Faltando quinze minutos para a meia-noite, meus pais e as mães de nos expulsaram da barraca, alegando que éramos jovens perdendo a juventude por ficarem cuidando dos negócios da família. Entrelaçamos os nossos dedos e eu o guiei para dentro da floresta, sentindo o meu coração bater mais rápido. Toda a aura da noite causava uma excitação em meu corpo, e ter um momento a sós com era o que eu mais almejava desde de manhã.
0
Comente!x

  – Estamos chegando?
0
Comente!x

  – Quase lá. – Suspirei. – Quem diria que os meus melhores amigos vão casar e que você conhecia o Jin esse tempo todo.
0
Comente!x

  – Coincidência, não é? – O espiei brevemente, não compreendendo o que quis dizer. – Eu queria te perguntar duas coisas, a primeira: a lua cheia não vai te afetar?
0
Comente!x

  – Vantagens de ser híbrida, . – Olhei para o céu. – Ela não me afeta tanto quanto o meu pai, mas é capaz das minhas orelhas darem o ar da graça.
0
Comente!x

  – Adorável. – Senti os seus lábios beijarem as costas da minha mão.
0
Comente!x

  – E a próxima pergunta? – perguntei curiosa.
0
Comente!x

  – É verdade o que dizem sobre a poção?
0
Comente!x

  – Não sei… Quer testar? – Estendi a canga no chão, tirando as duas poções da bolsa. O homem tentou pegar uma, contudo, o impedi. – Para fazer o efeito completo, dizem que precisamos tomar assim que o ponteiro anunciar a meia-noite. E que temos que adicionar uma pequena dose de veneno.
0
Comente!x

  – É? – Seu dedo desenhou a curva do meu pescoço, subindo para a minha orelha.
0
Comente!x

  – É inofensivo para humanos, desde que passe pela minha boca primeiro.
0
Comente!x

  – Mesmo se fosse mortal, eu beberia até a última gota.
0
Comente!x

  Sorri com a sua resposta, preparando os frascos em ordem; sentei em seu colo, com suas mãos devidamente posicionadas na minha cintura, a segurando firmemente e soltei um gemido abafado ao sentir mais um arrepio.
0
Comente!x

  O som do relógio central ecoou por toda a cidade, anunciado a chegada da hora tão esperada por seus cidadãos e visitantes. A coloração da lua ia gradativamente se tornando vermelha, iluminando Luna com o seu luar avermelhado. O líquido das poções deslizou por nossos lábios, e não demorei para pegar o veneno, me deliciando com o seu gosto. A sua essência era a mesma da balinha de coração, e o meu interior ansiava para deixar ter o mesmo prazer que o meu. Levantei levemente o meu quadril e apoiei um braço no tronco da árvore, tendo uma maravilhosa visão dele embaixo de mim. Me aproximei de seu rosto e o beijei, sentindo a sua língua saborear a minha sem delongas, podendo desfrutar do veneno igualmente. Lambi o que ficou em seu lábio inferior, voltando a sentar com uma certa força em seu colo. Seus dedos enrolaram o meu cabelo, o puxando de forma que meu pescoço ficasse totalmente exposto e distribuiu beijos molhados por toda a pele, mordendo e chupando. Não consegui conter minha voz, seus toques eram precisos e nos locais certos, fazendo com que eu ficasse cada vez mais viciada nele e com uma puta vontade de tê-lo só para mim.
0
Comente!x

  Pelo resto da minha vida.
0
Comente!x

  – Namora comigo – falei pressionando o meu corpo contra o seu, com nossos rostos brevemente afastados. O beijei de novo e de novo, com uma urgência nunca sentida antes. – Venha e vire todos os dias comigo… Seja à meia-noite, ao meio-dia, qualquer horário. Seja somente meu, .
0
Comente!x

  – É, acho que a poção fez efeito. – Ele sorriu e segurou o meu rosto, mordiscando o meu lábio. – Pelo menos um de nós não pulou uma etapa.
0
Comente!x

  – Hum?
  – Casa comigo, . E seja minha pelo resto de nossas vidas.
0
Comente!x

  Pisquei algumas vezes até minha mente tentar assimilar as suas palavras, no entanto, não foi preciso mais que um segundo para eu respondê-lo após admirar a sua carinha de enfeitiçado.
0
Comente!x

  – Eu amo você, . Cuide bem da sua noiva.
0
Comente!x

  – Eu te amo, meu amor. – beijou os meus dedos, pondo a minha mão em seu rosto. – Esse foi um dos sabores da minha balinha.
0
Comente!x

  Selei nossos lábios novamente, extremamente contente em finalmente saber e ter a certeza que o nosso resultado foi igual. Definitivamente, o homem seria o meu fim, o meu futuro e o que mais ele quisesse ser; dei uma última olhada na lua, que tinha a sua coloração de volta ao normal e sorri, agradecendo por toda a sua bênção.
0
Comente!x

  Retornei a atenção para o meu noivo, ansiando pela próxima surpresa que a nova meia-noite traria para nossas vidas.
0
Comente!x

Fim

  N/A: A continuação de “Balinha de Coração” veio mais rápida do que eu imaginava!
0
Comente!x

  Eu já sabia como seria o enredo, mas acabei adicionando algumas coisas conforme eu ia escrevendo, então acabou ficando um pouco maior do que planejei hehehe
0
Comente!x

  Inclusive não teria pedido de casamento na primeira versão que pensei KKKKKKKKKK
0
Comente!x

  Eu amo MUITO os parentes dos principais, eles são divertidos de escrever e são pessoas bem leves e engraçadas.
0
Comente!x

  Espero que a capa da fic não tenha enganado vocês em relação ao enredo HEHEHEHE confesso que gostei muito dessa versão, aí acabei usando essa mesmo.
0
Comente!x

  Seokjin e Hellen aparecendo e a zero paciência pro best dela, quem amou? E a amizade do pop entre Jin e ? Talvez em alguma fic futura eu aprofunde um pouco sobre a amizade deles.
0
Comente!x

  Enfim, espero que tenham gostado!
0
Comente!x

  Até a próxima e leiam “Cadeado”, que é sobre os nossos bests noivinhos (Jin e Heli) <3
0
Comente!x

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
9 meses atrás
  - Obrigado pelo apoio, não se preocupe, eu mal passo o dia com ela. Eu trabalho o dia inteiro e…" Read more »

MEDO desse tom em “coincidência” kkkkkkkkk

Lelen
Admin
9 meses atrás

As histórias dessa série são muito gracinha, amo demais <3
EU FICO NO AGUARDO DA HISTÓRIA DA AMIZADE DOS KIM, MIMDÊ. OBRIGADA.
Teremos dois casamentos, que lindo *—*
No aguardo da continuação <3


You cannot copy content of this page

3
0
Would love your thoughts, please comment.x