Ana Ammon
Visite o Perfil

Status

Loading

Avalie

Este texto não foi revisado
Encontrou algum erro? Clique aqui

Esta história não possui capas prévias (:

Sem curiosidades para essa história no momento!

Everything For One Band

21 – Curitiba

  Sai da sala de desembarque me esquivando das fãs junto com as meninas, esperamos por eles ao lado da van que estava no estacionamento ao lado do aeroporto, quando chegaram entramos na van ainda naquele silêncio horrível e fomos até o hotel, aparentemente o mesmo hotel onde Avenged estava hospedado.
0
Comente!x

  - Vamos ficar no mesmo hotel deles?
0
Comente!x

  - Sim, vamos. – David respondeu seco.
0
Comente!x

  - Hm, sei não se é uma boa idéia. – Comentei observando alguns fãs de Avenged olhando feio para umas pessoas com a camiseta do Simple.
0
Comente!x

  - Ué, logo você falando isso? Achei que iria querer aproveitar os três dias aqui junto com o Matt. – Jeff comentou sem desviar o olhar do celular.
0
Comente!x

  - Meu deus como vocês dois são. – Bufei e cruzei os braços. – Estava falando em relação a segurança dos fãs, só isso.
0
Comente!x

  Os dois ficaram em silêncio e começaram a observar os fãs também, revirei os olhos notando que até então eles não tinham olhado para fora, quando a van parou no estacionamento eu logo desci e peguei minha mala, fui até a recepção onde ironicamente encontrei os caras do Avenged se preparando para encontrar aos fãs.
0
Comente!x

  - Hey Matt. – Falei passando por ele em direção a recepcionista.
0
Comente!x

  - ! Finalmente chegaram! – Ele me parou e me abraçou.
0
Comente!x

  - Sim! – Senti meu rosto queimar com o abraço.
0
Comente!x

  - E ai como você está? – Ele me olhou e sorriu, senti meu inglês voando para longe com aquele sorriso, dei graças a deus que o Jeff chegou.
0
Comente!x

  - Oi Matt.
  - Jeff. – Ele o cumprimentou com um abraço. – Fizeram boa viagem?
0
Comente!x

  - Sim! Como estão as coisas por aqui?
0
Comente!x

  - Tranquilas aparentemente, notei que está cheio de fãs de vocês lá fora também.
0
Comente!x

  - Sim notamos isso, será que vai dar algum problema?
0
Comente!x

  - Que nada, se der a gente barra quem tá brigando no show, simples assim.
0
Comente!x

  - Não seria certo fazer isso sem um aviso prévio – A chegou cumprimentando eles.
0
Comente!x

  - Concordo. – o Brian falou chegando mais perto.
  - Bom, então vamos fazer o anúncio agora lá fora. – O Matt juntou a banda dele e saiu.
0
Comente!x

  Eu sinceramente estava em uma espécie de transe por causa do abraço que o Matt me deu, sai do transe quando o David pegou minha mala e começou a andar em direção ao quarto, comecei a seguir ele me perguntando se por acaso eu não iria ficar no quarto do Jeff, quando entramos no quarto ele colocou minha mala ao lado da dele e se sentou na cama com um pacote pardo na mão.
0
Comente!x

  - .
  - David isso não é o que estou imaginando, certo?
0
Comente!x

  - Então, nós temos que conversar.
0
Comente!x

  - Mano… – Me sentei ao lado dele. – Que foi?
  - eu sei que você não é uma fã qualquer, mas nós da banda temos que fazer isso quando existe a suspeita, me perdoa, mesmo.
0
Comente!x

  - Que? Espera, me explica direito David.
  - , é o seguinte, eu não posso ir embora depois do próximo show sem ter a certeza se você está ou não carregando um bebê, entende? – Ele deixou o pacote na cama e passou a mão pelos cabelos. – Não é certo isso por que eu também tenho que me proteger, entende?
0
Comente!x

  - David eu não sou uma fã aleatória, pelo amor de deus, não vou ter um bebê e falar que é seu depois!
0
Comente!x

  - Eu sei disso , tenho plena consciência que jamais faria isso, mas você entende o motivo que eu preciso fazer isso? É meio que uma regra de nós cinco.
0
Comente!x

  - Tá, eu entendo, vocês são famosos deve ter alguém que dá dessas toda hora. – suspirei. – Você falou para eles que tomei tudo o que tomei?
0
Comente!x

  - Exatamente! – ele parou e me olhou. – Não, eu acho que esqueci de falar.
  - Só que ai eu vou te explicar o porquê estou esperando para fazer esse teste. – Suspirei e encarei minhas mãos. – David, para saber se estou ou não vai levar uma semana desde aquele dia mas você não tem como ficar aqui uma semana, só se passaram dois dias David, entendeu agora por que falei que não quero me preocupar com isso agora?
0
Comente!x

  - , vai matar fazer o teste de farmácia?
0
Comente!x

  - Não, não vai, porém vai dar negativo e é possível que seja um falso negativo. – Eu suspirei. – É muito cedo, o certo é esperar uma semana.
0
Comente!x

  - Como assim?
0
Comente!x

  - Teria que fazer o exame te sangue, o beta hcg para ter certeza e ainda assim dependendo do tempo pode dar falso negativo.
0
Comente!x

  - Por que?
  - É mais preciso. – O olhei e passei a mão pelo seu rosto. – Você quer que eu faça o de farmácia eu faço sem problema nenhum.
0
Comente!x

  - Mesmo?
  - Sim, se isso vai te tranquilizar mesmo que seja um pouco eu faço. – sorri para ele. – lembra que até compramos um?
0
Comente!x

  Ele sorriu aliviado e me entregou o envelope, me levantei e fui ao banheiro, quando sentei e peguei aquele copinho na mão senti meu corpo inteiro tremendo, eu estava tão nervosa quanto o David para ser bem sincera, mesmo sabendo que se saísse negativo existia a chance de ser um falso negativo sentia cada músculo do meu corpo tenso, coloquei a fitinha o xixi e a apoiei em cima da pia, fiquei esperando o que pareceu ser uma eternidade para sair o tal resultado.
0
Comente!x

  - DAVID – Berrei do banheiro e em uma fração de segundos ele estava do meu lado.
0
Comente!x

  - Que foi? – Ele apoiou a mão trêmula no meu ombro.
0
Comente!x

  - Deu negativo. – Me levantei jogando o restante do xixi do copo na privada e dando descarga. – Fazemos outro mais para frente para termos certeza.
0
Comente!x

  - Ok. – Ele respondeu aliviado. – Antes de eu voltar para o Canadá fazemos um de sangue, pode ser?
0
Comente!x

  - Combinado. – Joguei o teste no lixo.
  - Se você for sair com alguém…
0
Comente!x

  - Claro que vou usar camisinha, não só por isso como também não sei se a pessoa tem IST ou não David, não se esqueça que no nosso caso a camisinha estourou.
0
Comente!x

  Ele só concordou com a cabeça e eu me joguei na cama para descansar um pouco, afinal estava cedo para me preocupar com o show do Avenged, acabei pegando no sono enquanto olhava vídeos aleatórios no celular, acordei na hora do almoço com o David me chamando.
0
Comente!x

  Me espreguicei e fui me ajeitar para almoçar, quando levantei senti meu estômago revirar e corri para o banheiro, me ajoelhei na frente da privada e vomitei horrores. Quando finalmente parei de vomitar notei que o David estava apoiado no batente da porta me olhando.
0
Comente!x

  - Será que foi um falso negativo?
0
Comente!x

  - Sei lá, só sei que aquele patê de atum de hoje de manhã não caiu bem. – Me levantei e fui escovar os dentes. – Não entra na pira. – Falei colocando a escova de volta no estojo de viagem quando notei que ele ainda estava parado na porta. – Vamos almoçar?
0
Comente!x

  - Vamos.
  Saímos do quarto e fomos em direção ao restaurante onde já estavam todos sentados em uma mesa, nos sentamos junto com eles ambos em silêncio e pensando sobre eu ter passado mal momentos antes, escolhi um prato simples e leve para comer, assim quem sabe meu estômago aceitava melhor a comida.
0
Comente!x

  Depois de almoçarmos fomos ao encontro dos caras do Avenged que estavam em um terraço no topo do hotel, nos sentamos com eles em uma mesa e de novo senti o inglês indo embora, fiquei em silencio durante um tempo e presa dentro dos meus pensamentos, quando me dei conta estávamos só eu, a , o Brian e o Matt.
0
Comente!x

  - ?
  - Hm? Que foi?
0
Comente!x

  - Se perdeu aí?
0
Comente!x

  - Aham, como sempre. – dei risada. – Enfim estávamos falando de que mesmo?
0
Comente!x

  - Sobre os fãs e que já deu confusão.
0
Comente!x

  - Eu avisei na van isso.
  - Real que você avisou, mas não explicou.
0
Comente!x

  - E precisa mesmo explicar? – Os três fizeram que sim com a cabeça. – Simple tem fanbase formada por emos antigos, Avenged tem fanbase formada pelo mesmo estilo de fãs que Metallica e afins, claramente não ia dar certo.
0
Comente!x

  - Ela tem um ponto em que não pensamos.
0
Comente!x

  - Poucos fãs de um são fãs do outro ué, e os que são preferem a época de city of evil do Avenged, digo os fãs por imagens tá, que em sua maioria não são fãs pela música e sim pelos caras. – Dei de ombros. – Achei que era óbvio ué.
0
Comente!x

  - Correção Matt, ela tem dois pontos que não pensamos.
0
Comente!x

  - Mas aí, vão me falar qual foi a treta ou não?
0
Comente!x

  - Quando saímos para atender aos fãs tava rolando uma discussão sobre o pop punk ou emocore ser rock ou não.
0
Comente!x

  - Tá e qual a definição de rock dessas pessoas? – Suspirei e ajeitei o cabelo enquanto notei que Simple havia voltado para a mesa junto com as meninas com bebidas e todos me observavam. – Ué que foi?
0
Comente!x

  - Nada, continua, qual a definição de rock? – O Pierre falou empolgado.
0
Comente!x

  - Bom, para mim, Villas Boas, Rock atualmente é algo associado à rebeldia e a intensidade das emoções e afins de quando se é jovem, para mim é isso, claro que originalmente não era marcado por isso e sim pelos solos de guitarra e coisas do gênero.
0
Comente!x

  - Alguém andou estudando sobre.
0
Comente!x

  - Não ué, é só o que eu acho sobre.
  - Pois é, sua definição está certa.
0
Comente!x

  - Então, o rock tem muitas divisões gente, subgêneros, tem o punk, o pop punk, o metal, o emo e quinhentos outros, aí entra o que falei de fãs que não entendem isso. – Dei de ombros e notei que estava ligeiramente irritada.
0
Comente!x

  - Não se estressa, não vale a pena. – O Matt apoiou a mão na minha coxa e eu instantaneamente esqueci o stress.
0
Comente!x

  - Não é stress, eu fico é brava com gente babaca, a vontade de sentar a porrada sabe?
0
Comente!x

  - Olha mana eu sei bem como é. – a falou dando um gole na bebida. – Discuti agora pouco com uma fã babaca.
0
Comente!x

  - Mas já ?
  - Ah faz parte né? – Ela deu risada. – Sempre tem algum surtado, sabemos disso.
0
Comente!x

  - Olha, real.
  Ficamos conversando ali até perto da hora do show, quando os caras do Avenged começaram a ir aos quartos se arrumar foi quando desci para me trocar também, peguei uma regata que eu tinha com a estampa da caveira da banda, o meu guerreiro short com spikes e meu coturno, coloquei uma jaqueta de couro por cima e enquanto me olhava no espelho tentando identificar se estava bom ou não o David entrou no quarto.
0
Comente!x

  - Está bonita!
  - Obrigada, acho que vou assim para o show.
0
Comente!x

  - Bom, vou comprar uma camiseta lá.
0
Comente!x

  - Hm, será que tem alguma bacana?
0
Comente!x

  - Segundo eles tem sim.
  - Eles podiam dar uma de presente né? – Dei risada. – Enfim, vou ver se compro uma nova também.
0
Comente!x

  Ele sorriu e foi se vestir para o show, me sentei na cama esperando ele ficar pronto e minha mente deu uma volta e ficou pensando no tal do “E se você estiver grávida, mesmo tomando aquilo tudo?” balancei a cabeça tentando ignorar o maldito pensamento que insistia em voltar, quando notei que o David estava pronto me levantei e fui em direção a porta.
0
Comente!x

  - David, nós vamos fazer o teste de sangue agora. – eu parei e o olhei. – Não quero lidar mais com a dúvida.
0
Comente!x

  - Tem certeza?
  - Absoluta, vou marcar para virem aqui colher o sangue. – falei pegando o celular e agendando para as dez da manhã do dia seguinte. – Agendado.
0
Comente!x

  - Ok, se você prefere assim.
  Nós descemos em silêncio no elevador até o hall de entrada onde encontramos o restante do Simple Plan e as meninas, fomos juntos até a casa de shows, chegando lá tinha um segurança que parecia bem nervoso atrás de nós.
0
Comente!x

  - Meu deus onde vocês estavam? O Matt está doido atrás de vocês.
0
Comente!x

  - Calma, já chegamos, onde ele está? – respondi o moço antes que alguém falasse.
0
Comente!x

  - Venham, por aqui.
  Ele entrou pela porta lateral da casa de shows e todos seguimos ele, o labirinto por trás do palco era mais confuso que o normal mas logo estávamos dentro do camarim com a banda, quando o Matt nos viu abriu um sorriso enorme e logo fez menção aos sofás para nos sentarmos. Me sentei e fiquei observando o quão diferente era a rotina deles comparado com Simple, mais guitarras, mais detalhes para serem vistos, fiquei curiosa com como seria o palco então me levantei sem aparentemente ninguém reparar, sai da sala e fui em direção ao palco, para minha sorte tinha uma linha verde neon no chão que indicava o caminho.
0
Comente!x

  Quando cheguei lá fiquei encostada no canto observando os staffs trabalhando, cada um ajeitando sua área do palco, até que notei que um deles não estava encapando os fios da maneira certa, claramente aquilo poderia desencadear um curto, comecei a caminhar em direção ao tal fio que passava bem próximo a plateia quando o segurança que nos encontrou do lado de fora me viu.
0
Comente!x

  - Moça onde você vai?
  - Olha, aquele fio desse jeito não é uma boa idéia não. – Apontei para o fio desencapado. – Imagino que aqueles fios sirvam para ligar a base da guitarra ou algo assim.
0
Comente!x

  - Sim, são para isso mesmo. – O staff parou ao meu lado. – Está falando que eu não estou fazendo meu trabalho direito?
0
Comente!x

  - Não, só estou falando que faltou encapar aquele pedaço onde tem fios que se encostarem um no outro dá curto e pega fogo.
0
Comente!x

  - Ah é? Onde? – Ele perguntou irônico.
  - Aqui, querido. – Apontei para o fio que já estava grudado no chão porém nitidamente faltando ser encapado. – Da próxima vez vai ser irônico com a sua mãe cacete, eu quero só prezar pela segurança da banda.
0
Comente!x

  O staff bufou e foi arrumar o fio eu segui o segurança até o camarim de volta, passei pelo Matt e peguei um sanduíche que tinha na mesa, me sentei em uma das cadeiras e fiquei prestando atenção neles se arrumando.
0
Comente!x

  - Tá brava? – O Jeff perguntou se sentando ao meu lado.
0
Comente!x

  - Fui até o palco, comentei com um staff que o cabo estava desencapado e podia fechar curto ele achou ruim. – Bufei. – Mas tá tudo bem.
0
Comente!x

  - Bom, geralmente os staffs não gostam quando alguém fala sobre o trabalho deles, achei que já sabia disso. – Ele comentou e deu um gole no refrigerante.
0
Comente!x

  - Saber eu sei, porém quis prezar pela segurança da banda, faço isso no show de vocês também.
0
Comente!x

  - A diferença é que nos nossos shows a crew toda já sabe quem são vocês.
0
Comente!x

  - Espera, alguém foi grosso com você, é isso mesmo?
0
Comente!x

  - Sim Matt, o staff que cuida dos fios no palco, falei para ele que um dos cabos estava desencapado.
0
Comente!x

  - Ah, vou falar para o empresário ver isso, desculpa ele ter sido grosso.
0
Comente!x

  - Imagina, que nem eu falei, acontece, vai ver ele não está tendo um bom dia. – Dei de ombros. – Deixa pra lá, se for falar algo só fala para ele prestar mais atenção nos fios, aquilo podia fechar curto e a casa de shows pegar fogo.
0
Comente!x

  O Matt avisou o empresário que saiu rapidamente do camarim, eu me ajeitei no sofá e voltei a observar a todos, cerca de meia hora depois eles estavam entrando no palco, eu e as meninas fizemos questão de ficar na platéia para assistir melhor e poder curtir tudo que tinha direito. Eles tocaram as melhores músicas deles, quando começaram a tocar nightmare eu, a e a surtamos e cantamos junto, curtimos cada momento do show que foi mais incrível que o esperado, quando começaram a tocar Scream eu senti minha respiração falhar, o Matt desceu no vão entre a platéia e o palco e veio em nossa direção, aquela cena com certeza não iria sair da minha cabeça nunca mais.
0
Comente!x

  Depois do show nós voltamos ao camarim onde encontramos os caras do Simple e a sentados conversando, eu, a e a completamente sem voz já, peguei uma coca cola e me sentei mais distante tentando curtir a ressaca pós show, quando Avenged voltou ao camarim todos aplaudiram por causa do show incrível que eles fizeram, nós curtimos um pouco com eles ali e logo todos voltamos ao hotel.
0
Comente!x

  Chegando no hotel eu desci e fui para a área da piscina, me sentei em uma espreguiçadeira e fiquei curtindo cada memória do show, afinal no dia seguinte teria o show do Simple, o que me lembrava que a turnê estava acabando, senti borboletas no meu estômago e uma tristeza enorme só de pensar que iria ficar longe deles de novo e eu não fazia idéia de quanto tempo iria demorar, da última demorou dois anos para poder rever eles, vai saber se eles não vão demorar quatro anos para lançar CD, já aconteceu deles demorarem seis anos entre um CD e outro.
0
Comente!x

  - ? – O Matt estava sentado na espreguiçadeira ao meu lado.
0
Comente!x

  - Oi?
  - Não ouviu eu falando com você?
0
Comente!x

  - Para ser sincera não.
0
Comente!x

  - Bem que o Jeff falou que você tem ressaca de show.
0
Comente!x

  - Tenho. – Suspirei e olhei para ele. – O que estava falando?
0
Comente!x

  - Perguntei se gostou do show. – Ele sorriu, o que me fez desviar o olhar e ter que controlar a vontade de pular em cima dele.
0
Comente!x

  - Eu amei o show, Matt, foi incrível. – Falei sentindo minha voz falhar de novo. – Fiquei até sem voz.
0
Comente!x

  - Cantou muito?
  - Não, eu berrei muito mesmo. – Ele deu uma gargalhada gostosa de ouvir. – Ah cara, vocês tocaram nightmare, almost easy, god damn, scream, entre outras que eu não consigo não cantar.
0
Comente!x

  - Sabe, é gostoso ver a reação de uma fã depois de um show. – Ele se ajeitou e olhou para o céu. – Não temos muito contato com os fãs depois do show, to considerando a idéia de fazer um meet pós show que nem o Simple faz.
0
Comente!x

  - Olha, falando como fã eu recomendo, a experiência de ver os ídolos depois do show é incrível, a gente pensa em milhares de coisas para falar para vocês, desde o quanto ajudaram a gente com as músicas até parabenizar pelo show. – Sorri e olhei para ele que estava me olhando. – Mas chega na hora dá branco e não lembramos nem mesmo nossos nomes.
0
Comente!x

  - É sério? – Ele deu risada.
  - Claro! Pensa que na primeira vez que vi Simple ao vivo e a cores na minha frente eu esqueci como falava português, inglês, esqueci o nome deles e até mesmo quem eu era, tudo que eu queria era abraçar eles e tirar foto. – Dei risada lembrando da situação. – Foi bem enrgaçado.
0
Comente!x

  - Olha pelo que você, a , a e a comentam eu vou falar com os caras para fazermos esse meet.
0
Comente!x

  - Vocês já tem o fã clube, né? – Ele concordou com a cabeça. – Então aproveita ele, faz um meet pós show só com o fã clube, abre as vendas só para eles.
0
Comente!x

  - Boa idéia! – Ele sorriu e ficou em silêncio.
  Minha mente deu voltas depois da conversa, quem diria eu conversando com um de meus ídolos e ainda dando idéias de o que fazer nos próximos shows, realmente as coisas mudam não é mesmo? Logo em seguida meus pensamentos foram invadidos pela história da gravidez novamente, por tudo que estava acontecendo em relação ao David e ao Jeff, eu bufei e cruzei os braços deixando os pensamentos rolarem, para ser sincera eu não tinha o que fazer, só esperar o dia seguinte para fazer o teste e então ver no que ia dar, afinal a merda já tinha sido feita.
0
Comente!x

  - , se precisar conversar…
0
Comente!x

  - Ah Matt a coisa é mais complicada que parece. – Bufei e olhei para ele. – Sabe, eu e o David temos um histórico super conturbado, não dá pra falar que eu e o Jeff não temos mas é menos, acontece que recentemente a camisinha estourou comigo e com o David e bom, por mais que eu tome anticoncepcional, tenha tomado a pílula e um chá, existe a neurose né.
0
Comente!x

  - Ah então é por isso que tá esse clima estranho entre vocês?
0
Comente!x

  - Sim, também tem o fato que ele falou que não me abandonaria.
0
Comente!x

  - E você acha que ele abandonaria?
0
Comente!x

  - Sim, sem dúvidas, ele iria era tomar um chá de sumiço e desaparecer do mundo, ele fez isso da primeira vez que nós transamos, simplesmente sumiu, não mandou mensagem, não porra nenhuma, por que agora seria diferente?
0
Comente!x

  - Você tem um ponto importante, se ele não se importou anteriormente com você por que se importaria agora, não é mesmo?
0
Comente!x

  - É EXATAMENTE ISSO! Meu deus alguém entende! – me ajeitei e o olhei.
0
Comente!x

  - Claro que entendo! – ele se ajeitou de frente para mim. – Sabe, a primeira gravidez da Valary não foi planejada, foi bem complicada inclusive, eu estava no meio de uma turnê e não dava para parar a turnê e acompanhar ela de perto, ainda bem que ela tinha a Michelle por perto que conseguiu dar todo o suporte necessário, um dos motivos do nosso término foi isso, nas duas vezes que ela ficou grávida eu não pude acompanhar ela, me sinto bem mal com isso mas na época não tinha o que eu fazer. – Ele suspirou. – Sabe, me arrependo de não ter acompanhado mas hoje em dia entendo que não deveria ter sido assim.
0
Comente!x

  - Obrigada por compartilhar isso comigo Matt. – Eu sorri.
0
Comente!x

  - Mas olha, se der positivo fala com ele na mesma hora.
0
Comente!x

  - Sem dúvidas Matt.
  Ele se levantou sorrindo e foi em direção ao restaurante, fiquei sentada ali por mais uns cinco minutos até que vi o Matt conversando com o David, me levantei e fui em silêncio até próximo deles, parei apoiada na bancada do bar da piscina, dali eu conseguia ouvir tudo o que eles estavam falando.
0
Comente!x

  - Não David, eu tenho certeza, o que eu estou te pedindo é só para cuidar dela, não seja o babaca que foi há um tempo atrás, entendeu?
0
Comente!x

  - Caralho Matt até você sabe disso?
0
Comente!x

  - Ela acabou de me contar o resumo do que aconteceu.
0
Comente!x

  - e sua mania de espalhar isso por aí.
0
Comente!x

  - Ela contou por que se sentiu confortável, apenas isso, agora é sério, cuida dela ou eu vou cuidar.
0
Comente!x

  - Ah pronto, mais um que tá me falando isso, é o que? Quer pegar ela? Vá em frente.
0
Comente!x

  - Caralho mano, como você é infantil, e olha que sou mais novo. – ele bufou. – Não é isso, não tem nada haver com querer ficar com ela ou algo assim, eu só to falando que uma mulher grávida merece a atenção do pai do bebê, entendeu?
0
Comente!x

  - O que tá acontecendo? – o Jeff chegou e eu escondi mais o rosto.
0
Comente!x

  - Aconteceu que o Sr. Sanders aqui tá jurando de pés juntos que a tá gravida.
0
Comente!x

  - Bom, se estiver o problema é dela e seu David.
0
Comente!x

  - Meu deus, eu to falando para ele cuidar da , não fazer a cagada que eu fiz com a Valary ou que o Pierre fez com a Lachelle, está dificil dele entender isso.
0
Comente!x

  - Ah, você diz não ficar distante?
0
Comente!x

  - Sim, não sumir do mundo.
0
Comente!x

  - Você realmente não conhece a né?
0
Comente!x

  - Meu deus vai colocar a culpa na garota agora?
0
Comente!x

  - To falando que existe a chance dela não contar.
0
Comente!x

  - Ela falou que vai contar e que espera compreensão dele. – Ele cruzou os braços e arqueou uma sobrancelha. – Ela só espera que ele não suma do mundo de novo.
0
Comente!x

  - Aparentemente já está sabendo das brigas.
0
Comente!x

  - Sim, estou, mas olha eu não vou me estressar com isso não, só queria deixar bem claro desde já que se por acaso vocês não derem atenção a ela quando ela falar para vocês que está grávida eu vou estar aqui para ela, entenderam?
0
Comente!x

  - Mais um com essa história. – o Jeff riu balançando a cabeça. – Olha amigo, eu já estive na sua situação, só não envolvia um bebê no meio…
0
Comente!x

  - Meu deus como vocês são egoístas. – o Matt apertou levemente as têmporas. – Eu estou falando sobre a porra da gravidez, não sobre o que vocês tiveram ou deixaram de ter com ela caralho, to falando de uma fucking vida que ela está possívelmente gerando que não merece crescer sem o mínimo de apoio do pai, caralho.
0
Comente!x

  - Bom, nesse caso eu não opino, não é filho meu. – Jeff deu de ombros. – A única coisa que falo sobre é que sim, o David tem que dar apoio.
0
Comente!x

  - Finalmente você entendeu Stinco! Caralho eu não tava falando sobre querer ficar com a , sobre porra nenhuma desse gênero, vocês definitivamente tem que trabalhar a mente de vocês em relação ao que aconteceu. – O Matt bufou e saiu andando.
0
Comente!x

  Continuei sentada durante um tempo ali no mesmo lugar até que recebi uma mensagem da me falando para encontrar com ela dentro do restaurante, me levantei e fui tranquilamente até o restaurante onde a encontrei sentada em uma mesa mais distante próxima as janelas que davam para um jardim de inverno.
0
Comente!x

  - Que foi? – Me sentei na frente dela.
0
Comente!x

  - , que auê é esse que tá rolando com o Matt, David e Jeff?
0
Comente!x

  - Auê?
  - É, o Brian veio me perguntar se eu sabia o que aconteceu, porque o Matt passou por ele super bravo.
0
Comente!x

  - Bom, eu expliquei pro Matt metade da treta toda sabe?
0
Comente!x

  - Aham.
  - Então, ai chegamos na desconfiança da gravidez, ele me deu uns bons conselhos e foi falar com o David, enquanto ele falava com o David o Jeff chegou e rolou uma pequena discussão. – Expliquei para ela em detalhes tudo o que eu havia acabado de ouvir. – Entende?
0
Comente!x

  - Olha, faz sentido, só não entendi uma coisa, se o Matt aparentemente não tem interesse romântico em você, por que ele ficou tão bravo?
0
Comente!x

  - Por que não acha justo mulheres passarem pelo que a Valary e a Lachelle passaram na gravidez.
0
Comente!x

  - Fez sentido. – Ela sorriu e olhou para trás. – Brian tá vindo aí com o Matt.
0
Comente!x

  - Thanks por avisar.
  Eles se sentaram com a gente e pediram algo para comer, eu fiquei em silêncio pensando na conversa do Matt com o David e o Jeff, também fiquei com a frase do Matt que ele estaria lá para mim caso eu precisasse na cabeça, meu instinto dizia que vindo dele aquilo era a pura realidade mas ao mesmo tempo minha mente dizia que eu queria acreditar naquilo somente por ser fã.
0
Comente!x

  Depois de comermos eu voltei para o quarto, eu estava extremante cansada e no dia seguinte teria o show do Simple, dei boa noite a todos e voltei calmamente ao quarto, olhei pela janela enquanto esperava o elevador e notei que ainda haviam fãs lá na frente, das duas bandas, mesmo sendo duas e meia da manhã, eu sorri pensando no quão fã aquelas pessoas eram e entrei no elevador já apertando o quinto andar, apoiei na parede e suspirei a fim de relaxar um pouco meus músculos que estavam ficando já doloridos, a famosa ressaca pós show né.
0
Comente!x

  Quando o elevador parou eu caminhei até o quarto, entrei e fui direto ao banheiro tomar uma ducha, logo em seguida me joguei na cama onde o David já estava deitado e adormeci até o dia seguinte. Acordei eram dez da manhã com o David acariciando meu rosto e me chamando para acordar.
0
Comente!x

  - Good morning sunshine. – Ele falou sorrindo.
0
Comente!x

  - Bom dia baby. – Respondi enquanto me espreguiçava. – Hoje é o show né?
0
Comente!x

  - Sim, o Pierre pediu pra avisar que vamos para a casa de show meio dia caso vocês queiram carona.
0
Comente!x

  - Vou ver com as meninas, mas antes, logo logo devem chegar para fazer o teste de sangue, vou fazer mais um de farmácia também. – eu o olhei. – David, desculpa o caos ontem com o Matt.
0
Comente!x

  - Então voce ouviu?
0
Comente!x

  - Sim. – peguei meu celular e mandei mensagem para as meninas
0
Comente!x

  “Booom diaaaa!
  Boom dia!
  Que horas vamos para lá?
0
Comente!x

  Bom, por mim vamos junto com eles, que acha e ?
0
Comente!x

  Fechou!
  Por mim fechou, já vi que tem gente na fila, é bom que curtimos na fila também.
0
Comente!x

  Então vou levantar e me arrumar para ir, encontro vocês lá em baixo
0
Comente!x

  Até daqui a pouco!”
  - Vamos com vocês. – Falei rolando na cama e abraçando ele.
0
Comente!x

  - Você tá bem?
  - Sim, só tive um sonho ruim. – Falei enfiando o rosto no peitoral dele.
0
Comente!x

  - Bom você reclamou bastante durante a noite.
0
Comente!x

  - Sério?
  - Sim, fiquei preocupado.
0
Comente!x

  - Desculpa, atrapalhei seu sono.
0
Comente!x

  - Que nada! – Ele deu um beijo na minha testa. – Vamos nos arrumar que daqui a pouco saimos.
0
Comente!x

  - Okay.
  Me espreguiçei na cama e ouvi o telefone tocar informando que o carro que eu havia solicitado estava na garagem, eu avisei ao David e fomos juntos, até tinha pensado no caso de virem colher o sangue e depois mandar o resultado mas desisti, afinal assim sairia muito mais rápido, chegamos na clínica e logo fomos atendidos, expliquei a situação toda para a médica que então disse que a probabilidade de ter um bebê dadas as circunstâncias eram mínimas.
0
Comente!x

  Ela tirou meu sangue e levou para ser feito o exame, coisa de vinte minutos depois o resultado estava nas nossas mãos, a tensão tomou conta de mim e do David, assim que abri o exame eu o olhei, nós respiramos fundo juntos e puxamos o papel com o resultado
0
Comente!x

  - Negativo… – falei aliviada. – Viu, está tudo bem.
0
Comente!x

  - Nossa… – ele sorriu. – Não sei se fico feliz ou triste. – ele deu risada.
0
Comente!x

  - Para ser sincera, estou feliz David. – sorri para ele. – Você será um ótimo pai, mas no momento certo, espera ficou chateado?
0
Comente!x

  - Um pouco, o que o Matt falou ontem me fez parar para pensar sabe?
0
Comente!x

  - Sei, David, não é que eu jamais teria um filho seu, só não é o momento.
0
Comente!x

  Voltamos para o hotel e subimos em silêncio, entrei no quarto, peguei a roupa que iria usar no show e me vesti, antes que ele pudesse falar alguma coisa eu desci para encontrar a todos na recepção do hotel, assim que cheguei o Matt estava falando com o Pierre, parei junto com as meninas que é nitidamente prestando atenção na conversa.
0
Comente!x

  - É sério Pierre, alguém tem que fazer isso entrar na cabeça dele.
0
Comente!x

  - Matt ele não é pai, ele não vai entender.
0
Comente!x

  - Sobre o David? – Perguntei em um sussurro para a que fez que sim com a cabeça. – Ele não é pai e não vai ser agora que vai se tornar. – falei meio alto chamando atenção dos dois. – fizemos o teste de sangue, está aqui o resultado bem claro, negativo.
0
Comente!x

  -
  - Não, eu cansei, cansei de vocês querendo resolver e decidir por mim, todo mundo aqui é adulto. – suspirei. – Fomos até a clinica agora de manhã e tiramos a dúvida, pronto, não estou grávida. – pude ver o Pierre e o Matt sorrindo.
0
Comente!x

  Notei que todos da banda já estavam ali prestando atenção no que eu havia falado e caminhei em direção a saída onde estava a van nos esperando, confirmei com o motorista se era ali mesmo e entrei pegando o assento do passageiro na frente, ao lado do motorista.
0
Comente!x

  - você vai na frente? – O Chris apoiou na janela.
0
Comente!x

  - Sim.
  - Então tá. – ele deu de ombros. – Tem certeza?
0
Comente!x

  - Absoluta Chris, deixa eles discutindo sobre o que quiserem, não to mais com paciência pra essas coisas não, já tirei a dúvida e pronto.
0
Comente!x

  - Okay, você pode ir atrás nessa van, afinal é a van dos staffs.
0
Comente!x

  - Ah é?
  - Sim.
  - Ótimo. – desci da parte da frente e logo me enfiei em um banco vago ao lado da staff de cabelos rosa. – Prazer, acho que não te conheço.
0
Comente!x

  - Sou a fotógrafa que eles contrataram para o show daqui e de Uberlândia. – ela falou empolgada. – Prazer, Ana.
0
Comente!x

  - Sou a , mas pode chamar de .
0
Comente!x

  - Ouvi falar bastante de você.
0
Comente!x

  - Espero que bem. – dei risada. – Mas tudo depende de onde você ouviu falar de mim.
0
Comente!x

  - Na fanbase… – ela falou sem graça. – Sou fã da banda.
0
Comente!x

  - Ah… – olhei para o Chris que deu uma risada sarcástica.
0
Comente!x

  - Vocês duas vão se dar bem, vai por mim.
0
Comente!x

  - Espero que sim.
  - Olha, eu acho que você ter saído com o David e com o Jeff foi pouco para ser bem sincera, eu no seu lugar teria pego todos.
0
Comente!x

  - Agora entendi o que você falou Chris. – sorri para a Ana. – Miga o problema é que minhas amigas estão pegando o restante da banda, entende?
0
Comente!x

  - Sei com é, mas fala que não tem vontade.
0
Comente!x

  - Estaria mentindo se dissese isso. – nós duas demos risada.
0
Comente!x

  - Bom, chegamos na casa de shows. – Chris falou descendo da van.
0
Comente!x

  - Caraca mas já?
  - Sim, é realmente muito perto.
0
Comente!x

  - Se eu soubesse tinha vindo a pé, assim pelo menos desestressava – falei em tom mais alto do que deveria.
0
Comente!x

  - Miga mas tá tudo bem?
0
Comente!x

  - Não, mas isso é assunto pra outro momento. – olhei para ela. – Sabe eu acho que te conheço de outros shows…
0
Comente!x

  - Então provavelmente sim, sou amiga da . – ela sorriu quando viu a descendo da van que parou atrás. – !!
0
Comente!x

  - Ana! Quanto tempo! Não sabia que estava no Brasil!
0
Comente!x

  - Sim mana! Voltei mês passado do intercâmbio.
0
Comente!x

  - , , , essa é a Ana, uma das amigas que a bandinha me trouxe,
0
Comente!x

  - Oi meninas.
  - Oi Ana. – nós sorrimos todas ao mesmo tempo.
  - por que foi na outra van? – a parou na minha frente antes que eu pudesse andar.
0
Comente!x

  - Ah , eu to exausta dessa coisa sobre a gravidez, uma hora é o David e os caras do Simple insistindo que estou grávida, ai tem o Matt também que tem falado com eles sobre, sabe isso cansa, eu dei piti, fui fazer o teste deu negativo e pronto, assim quem sabe eles desencandam entende?
0
Comente!x

  - Claro que entendo mana. – Ela me abraçou. – Sabe que estou do seu lado não importa o que aconteça né?
0
Comente!x

  - Eu sei, você sempre esteve e sempre estará ao meu lado. – Abracei ela mais forte. – Obrigada por tudo isso inclusive.
0
Comente!x

  - Pelo que doida? – Ela deu risada. – Sou sua irmã cacete, claro que vou te apoiar.
0
Comente!x

  -Não criatura, obrigada por nos primeiros shows você fazer por onde para estarmos aqui hoje. – Dei risada. – O resto é sua obrigação como irmã mais nova.  – Ela gargalhou e me deu um beijo na testa.
0
Comente!x

  - Vem, bora para a fila.
0
Comente!x

  - Bora.
  Eu e a fomos para a fila e notamos que as meninas logo acompanharam a gente, a Ana também veio junto conversando com a sobre o tal intercâmbio dela para estudar fotografia, pegamos nossos lugares na fila e eu me sentei no chão, em questão de meia hora sentada minha mente girou e lembrou que estava na semana de menstruar, nitidamente em desespero eu peguei meu celular e fui conferir o calendário que tinha tudo marcado, vi que iria menstruar naquela noite, encarei o celular mais um tempo pensando que não estava preparada e precisava comprar absorvente.
0
Comente!x

  - ? – A me chamou.
0
Comente!x

  -
  - Que houve?
0
Comente!x

  - Eu preciso comprar absorvente.
0
Comente!x

  - Calma, para quando?
0
Comente!x

  - Para hoje, pelo menos é o que o calendário diz.
0
Comente!x

  - Não entra em surto, calma, vai dar tempo.
0
Comente!x

  Eu suspirei tentando manter minha sanidade mental que naquela altura do campeonato já estava bem compremetida, o Danny saiu ajudando na minha distração, ele colocou as pulseiras nos braços das pessoas e voltou para dentro levando a Ana junto com ele.
0
Comente!x

  Me levantei para acompanhar a fila, entrei meio no automático dentro da casa de shows e quando me dei por mim já estava começando o show, o Pierre entrou já cantando Boom e agitando toda a platéia, era até difícil de ouvir a voz dele com o coro que ecoava na casa de shows, mais ou menos no meio do show eles começaram a tocar Promise, o David desceu no vão entre a platéia e o palco, parou na minha frente e cantou sem o microfone.
0
Comente!x

  - Break down i can’t take this, I need somewhere to go, I need you, I’m so restless, I don’t know what to do, we’ve had a rough time from fighting all night. – Ele saiu andando até o outro lado do palco e voltou no segundo refrão, parou na minha frente e estendeu a mão. – I promise, I won’t let you down if you take my hand tonight, I promise we’ll be just fine, this time if you take my hand tonight.
0
Comente!x

  Eu sorri e apoiei minha mão na dele que corou no mesmo instante, ele deu um beijo na minha mão e voltou ao palco, senti os olhares das meninas em mim mas continuei olhando para o palco. Durante o tempo em que eles passaram fora do palco notei a silhueta do Matt atrás da bateria apoiado em uma das caixas observando a platéia, sorri quando notei que ele realmente estava ali, eu não tinha certeza se ele havia vindo, afinal eu vim na van dos staffs. O Chuck entrou no palco com a bandeira do Brasil fazendo a platéia surtar, afinal aquilo era sinal de que o show estava acabando, o restante do show foi incrível, eles finalizaram com Perfect, Perfetcly Perfect e Untitled músicas que me fizeram surtar mais do que nunca, até palehta do Pierre eu ganhei em Perfect por estar chorando mais do que metade da platéia aparentemente.
0
Comente!x

  Quando o show acabou e as luzes se ascenderam novamente eu sai do transe que estava, ouvi duas garotas falando sobre a tal silhueta que apareceu atrás da bateria no momento da pausa do show, eu sorri quando ouvi elas chegando a conclusão de que deveria ser segurança particular dos caras do Simple.
0
Comente!x

  - Que foi ?
0
Comente!x

  - Nada não , só tava ouvindo conversa alheia.
0
Comente!x

  - Hm…
  - Aquelas duas ali. – Olhei para as duas e rapidamente voltei a olhar para a . – Elas estavam brisando sobre a tal silhueta que apareceu no intervalo do show atrás da bateria.
0
Comente!x

  - Matt?
  - Olha eu imagino que sim pela pose mas vai saber.
0
Comente!x

  - Sabe que ele tá aqui né?
0
Comente!x

  - Imaginei, por isso eu acho que era o Matt.
0
Comente!x

  - , sobre o que você falou com a lá fora antes do show, eu tenho aqui, me lembra de te entregar ok?
0
Comente!x

  - Obrigada , de verdade, vai me salvar a vida.
0
Comente!x

  Fomos junto com as meninas até o camarim, chegamos e mal olhamos para os meninos, fui ao banheiro colocar o absorvente porque estava pressentindo que viria uma cachoeira dessa vez, assim que me sentei pude ver a mancha de sangue.
0
Comente!x

  - CARALHO. – berrei dentro do banheiro.
0
Comente!x

  - ? – ouvi a voz do David do lado de fora.
0
Comente!x

  - David, chama as meninas. Agora.
0
Comente!x

  - Mana, somos nós, abre. – eu abri a porta e as três entraram. – Mano, puta que pariu, tá descendo uma cachoeira.
0
Comente!x

  - Meu deus . – a olhou para a minha roupa. – Há quanto tempo?
0
Comente!x

  - O que?
  - Está desse jeito.
  - Senti no meio do show, tanto que coloquei o moletom na cintura.
0
Comente!x

  - Nós temos que ir para o hospital, tipo agora.
0
Comente!x

  Ela saiu para o camarim, lá estavam todos reunidos, tanto do Simple quanto do Avenged, pude ouvir ela falando para o Pierre e para o David o que estava acontecendo, eu sinceramente estava morrendo de cólica, mal conseguia me mexer, coloquei o absorvente por desencargo e me vesti, assim que levantei minha vista ficou preta e só ouvi a e a me chamando e escancarando a porta pedindo ajuda, depois disso eu acordei no hospital com o Mat, David, Jeff, Pierre e as meninas ao meu redor
0
Comente!x

  - Gente, onde eu estou?
0
Comente!x

  - , você acordou, está no hospital.
0
Comente!x

  - Mana… – a pegou minha mão com delicadeza.
0
Comente!x

  - O que aconteceu?
0
Comente!x

  - Você teve efeito colateral de ter tomado a pílula do dia seguinte enquanto tomava anticoncepcional, acabou que a bomba de hormônios fez isso, mas está tudo bem.
0
Comente!x

  - Fizeram teste de novo
0
Comente!x

  - Sim, foi necessário.
0
Comente!x

  - Ok. – falei plena. – E o resultado?
0
Comente!x

  - Negativo, como já sabíamos.
0
Comente!x

  - Cara, que horas são?
  - , passou das onze já, você ficou muito mal, perdeu muito sangue, te colocaram no soro e você não voltava de jeito nenhum.
0
Comente!x

  - Puta merda…
  - Mas está tudo bem, inclusive a menstruação parou, falaram que a próxima que vier pode ser que venha meio bagunçada.
0
Comente!x

  - Ta… – olhei ao redor e notei todos ali. – Sério que vieram todos me ver?
0
Comente!x

  - Claro, você estava sangrando tipo MUITO mana, eles fizeram um pizza rápido e vieram para cá, o Matt quem te trouxe.
0
Comente!x

  A médica veio, me deu alta e voltamos para o hotel, eu por estar com fome fui direto até o restaurante comer algo, onde encontrei o Pierre que estava nitidamente preocupado comigo, ele me parou no caminho e me abraçou, foi um abraço apertado e forte, o mundo parecia que havia parado de girar e que finalmente tudo iria ficar bem, tudo o que eu precisava era de um abraço daquele, principalmente dele, o vocalista da banda que sou tão fã, eu simplesmente não sabia do quanto estava precisando daquele abraço provavelmente há meses já, eu fiquei completamente perdida naquele abraço, um abraço realmente de segurança e conforto, fiquei sem entender direito o motivo mas peguei um lanche e me sentei em uma mesa mais distante pensando na cagada que eu havi feito e por causa disso parei no hospital. Depois de comer caminhei sem rumo pelo hotel e acabei indo parar no andar onde o Matt estava hospedado, encontrei com ele no corredor e ele me abraçou perguntando se eu estava bem.
0
Comente!x

  - Obrigada. – murmurei sem me mover.
  - Você parecia realmente estar precisando desse abraço. – ele sorriu – o que faz acordada?
0
Comente!x

  - Poderia te perguntar o mesmo. – olhei para ele e senti meu rosto queimar. – Mas imagino o motivo.
0
Comente!x

  - não vou conseguir ir embora.
0
Comente!x

  - Vai sim Matt, fique tranquilo que está tudo bem, mas se quiser ficar eu também não irei te impedir.
0
Comente!x

  - Talvez mais uns dois dias. – ele sorriu e soltou o abraço.
0
Comente!x

  - Obrigada por tudo, principalmente por ter corrido comigo para o hospital.
0
Comente!x

  - Obrigada você , por deixar eu estar junto com você.
0
Comente!x

  - De qualquer forma estaria, Matt, Avenged e Simple sempre estão em todas as situações da minha vida.
0
Comente!x

  Ele sorriu e apoiou a mão sobre a meu ombro, notei a tatuagem da caveira com asas de morcego em homenagem ao Jimmy, eu acariciei a mão dele.
0
Comente!x

  - O que acha de beber uma cerveja?
0
Comente!x

  - Olha , foi recomendado repouso absoluto para você.
0
Comente!x

  - Eu sei, mas eu posso beber enquanto fico meio deitada em alguma cama ou espreguiçadeira.
0
Comente!x

  - Seu argumento é válido. – ele deu risada. – Quer ir no meu quarto beber então?
0
Comente!x

  - Claro!
  Fomos para o quarto dele, ele pediu duas long neck de heinekein e uma porção de batatas, eu me ajeitei na cama e senti meu corpo agradecer por aquilo, eu nem sabia exatamente o que tinha se passado no hospital e ninguém melhor que ele para me explicar, afinal foi ele quem me levou até lá. Quando as bebidas chegaram nós nos sentamos meio encostados na cabeceira para poder beber e comer.
0
Comente!x

  - Matt, me conta, afinal o que rolou no hospital?
0
Comente!x

  - Ah aquilo que a te contou.
0
Comente!x

  - Eu vi sua cara, sei que não foi isso.
0
Comente!x

  - Você tem certeza que quer saber?
0
Comente!x

  - Claro, é o meu corpo, é importante eu saber o que está acontecendo.
0
Comente!x

  - , você perdeu o bebê, sim, você estava grávida mas perdeu, não souberam explicar exatamente o motivo, se foi a bomba de hormônios, se foi o fato de você ser prensada na grade no show, simplesmente deram a notícia e foram embora.
0
Comente!x

  - Mas… Então…
  - Sim, você estava grávida , mas infelizmente perdeu.
0
Comente!x

  - Quer que eu seja sincera? Não sei se foi infelizmente. – falei pensativa enquanto dava um gole na cerveja. – Creio que ele será um ótimo pai um dia, mas pensando na situação toda, não seria um bom pai de um filho meu, seja lá o motivo agradeço aos céus por não ter seguido em frente.
0
Comente!x

  - Olha, faz sentido isso tudo.
0
Comente!x

  - Então… De verdade Matt, obrigada por estar comigo. – apoiei a mão na dele.
0
Comente!x

  Ele se aproximou lentamente e selou nossos lábios, dando início a um beijo intenso, o qual sinceramente eu estava disposta a me entregar, aos poucos ele foi deixando o beijo se intensificar, minhas mãos percorriam lentamente o corpo dele, a fim de memorizar cada detalhe, notei que ele também estava percorrendo meu corpo com as mãos, foi quando ele interrompeu o beijo.
0
Comente!x

  - Não acho que seja o momento…
0
Comente!x

  - Faz sentido. – sorri para ele. – Quem sabe mais pra frente.
0
Comente!x

  - Sabe , mesmo te conhecendo há pouco tempo, sinto como se a gente se conhecesse há anos, acabei criando um carinho enorme por você.
0
Comente!x

  Ele sorriu e se sentou na cama, nós ficamos comendo, bebendo e conversando sobre os shows, a carreira dele e sobre meu lado fã, saí do quarto depois de dar boa noite para ele e caminhei tranquilamente de volta para o quarto, no outro oposto do corredor vi o Pierre sentado mexendo no celular.
0
Comente!x

  - Psiu, o que foi?
  - A sumiu com o Jeff. – ele me respondeu guardando o celular. – Como você está?
0
Comente!x

  - Que? Estou melhor. – sorri para ele. – Obrigada por perguntar.
0
Comente!x

  - Sempre vou perguntar, eles sumiram do bar, achei que ela estava aqui no quarto, não está, já bati no quarto do Jeff, nada também.
0
Comente!x

  - Pierre, será que.
0
Comente!x

  - Eles tão se pegando? Acho que não… – o não saiu da boca do Pierre como um sussurro, nós vimos o Jeff e a saindo do elevador se agarrando, praticamente arrancando a roupa ali no corredor, foram ainda aos beijos em direção ao quarto do Jeff e entraram batendo a porta. – Porra, ela nunca me falou que ficaria com ele.
0
Comente!x

  - Você por acaso perguntou Bouvier?
0
Comente!x

  - Não mas já comentamos sobre quem pegaríamos, ela falou do Seb, não do Jeff.
0
Comente!x

  - Vai por mim, o Jeff tem lábia e conhecendo minha irmã deve ter simplesmente rolado.
0
Comente!x

  - Sacanagem cara, ela sabe que ele é um dos meus melhores amigos.
0
Comente!x

  - Ah e me fala qual dos quatro não é.
0
Comente!x

  - Olha… – Ele se levantou nitidamente irritado.
0
Comente!x

  - Ih lá vem o monstro.
0
Comente!x

  - Ah vai tomar no cú .
0
Comente!x

  - Vai você, Pierre. – Eu bufei e cruzei os braços encarando ele. – Vai falar o que ia falar ou vai ficar aí emburrado?
0
Comente!x

  - Você me faz perder a paciência de uma forma surreal . – Ele bufou. – Me tira do sério de verdade.
0
Comente!x

  - Por isso você se manteve distante de mim esse tempo todo? E o que foi aquele abraço mais cedo?
0
Comente!x

  - Nitidamente o abraço que você precisava a julgar pela sua reação. – Ele colocou as mãos no bolso e encostou na parede. – E sim foi por isso que te mantive distante.
0
Comente!x

  - Bouvier, entenda, você é o vocalista da minha banda preferida, literalmente a voz da banda, sabe o quanto significa pra mim ganhar um abraço que eu não pedi? – Ele me olhou com uma sobrancelha arqueada. – Significa muito Pierre, muito mesmo. Sobre me manter distante de você eu notei isso mas preferi ignorar e não levar para o lado pessoal, afinal todo mundo sabe que suas mudanças de humor são bem estranhas.
0
Comente!x

  - Legal que você nem reparou que eu te observo as vezes. – Ele encarou o chão. – Sabe, a tem ciúmes de você, ela já notou que eu te olho.
0
Comente!x

  - Pierre? Como assim mano? Me olha… – Olhei para ele desconfiada. – Da forma que to imaginando?
0
Comente!x

  - Se for da forma que o Jeff, o David e também o Matt te olham, talvez.
0
Comente!x

  - Como é? Como nunca notei?
0
Comente!x

  - A diferença é que você não me olha com esse interesse, pelo jeito para você eu sou como um amigo.
0
Comente!x

  - Ah me poupe Pierre, na moral, era só o que me faltava o vocalista da banda que sou fã falar que eu nunca tive segundas intenções com ele. – Dei risada apoiando na parede atrás de mim. – Me poupe, se poupe e nos poupe.
0
Comente!x

  - Então quer dizer que tem segundas intenções? – Ele apoiou uma mão na parede ao lado do meu pescoço e se aproximou.
0
Comente!x

  - Pierre… – sussurrei sentindo meu rosto queimar pela proximidade. – Essa proximidade é perigosa.
0
Comente!x

  - Depende, perigosa por que? – ele sussurrou ao pé do meu ouvido e senti um arrepio subir pela minha coluna.
0
Comente!x

  - Por que vai chegar em um momento que não vou responder pelos meus atos. – apertei levemente a cintura dele.
0
Comente!x

  - E isso é bom? – ele beijou meu pescoço.
0
Comente!x

  - Provoca mais que vai descobrir. – puxei ele para mais perto e beijei seu pescoço.
0
Comente!x

  Notei os pelos do pescoço dele ficaram arrepiados, logo ele selou nossos lábios dando inicio a um beijo intenso, o qual era nítido que os dois estavam segurando a vontade há tempos, minhas mãos percorriam o corpo dele com desejo enquanto as dele faziam o mesmo pelo meu corpo, ele me pegou no colo e me levou até o quarto dele onde gentilmente me deitou na cama, com certa ansiedade pelo que estava por vir nós dois tiramos as roupas um do outro as jogando pelos cantos do quarto, ele depositava beijos pelo meu corpo enquanto suas mãos seguiam firmes em meu quadril, quando eu estava próxima do meu ápice eu inverti a situação, deitei ele na cama e fui beijando cada pedaço de seu corpo exposto.
0
Comente!x

  - Eu estou perto.
0
Comente!x

  Ele sussurrou em meio a um gemido, me puxou para um beijo intenso, colocou a camisinha com agilidade e me puxou me deixando de quatro na cama, nós chegamos ao ápice juntos e em seguida eu me deitei na cama ofegante enquanto ele foi até o banheiro. Senti ele voltando para a cama e me abraçando, deu alguns beijos em meu pescoço e se aproximou mais.
0
Comente!x

  Ali naquele abraço com sensação de segurança e de sonho realizado eu adormeci, acordei na manhã seguinte eram umas oito da manhã, me espreguicei e notei que estava em um quarto diferente, foi quando olhei para o lado e praticamente pulei da cama, peguei minha roupa e me vesti o mais rápido possível, sai de lá e desci direto para o restaurante onde vi todos sentados juntos, peguei no buffet o que eu queria comer e fui para uma mesa mais distante, quando olhei para o Pierre ele estava me olhando, senti meu rosto corar e desviei o olhar.
0
Comente!x

  Meu deus , você transou com o Pierre, você tem idéia disso!? PUTA QUE PARIU AMADA! TALARICA DA PORRA, ELA É TUA IRMÃ CACETE!
0
Comente!x

  - ? – A se sentou na minha frente.
0
Comente!x

  -
  - , eu transei com o Jeff noite passada.
0
Comente!x

  - , eu transei com o Pierre noite passada. – Nós duas falamos praticamente juntas.
0
Comente!x

  - Sério? – ela perguntou curiosa. – E aí?
0
Comente!x

  - do céu… – senti meu rosto queimar.
0
Comente!x

  - Sei bem mana, ô se sei viu. – ela gargalhou. – Sobre o Jeff, como você nunca me contou?
0
Comente!x

  - Eu contei mana, e sei BEM o como é bom. – dei risada. – Você não ficou brava?
0
Comente!x

  - Claro que não mana! Sei que ele já foi sei favorito, e outra, querer monopolizar os ídolos é errado heim. – ela sorriu e apoiou a mão sobre a minha. – Você não ficou brava não né?
0
Comente!x

  - Claro que não! Tava era preocupada de você ficar pistola comigo.
0
Comente!x

  Nós duas demos risada, para ser sincera eu estava apreensiva sobre o que havia rolado em relação a mas nitidamente ela está de boa, terminamos o café e fomos ajeitar as malas para irmos para Uberlândia, quando cheguei no quarto o David não estava mais lá, provavelmente já estava na recepção com os outros caras, eu ajeitei minha mala e desci para a recepção, depois que demos a saída do hotel e entramos na van eu mandei mensagem para o Matt.
0
Comente!x

  “Hey, boa viagem hoje.
0
Comente!x

  Para vocês também!
  Nem te vi agora de manhã, o David falou que você não estava no quarto.
0
Comente!x

  Bom… Não no dele.
0
Comente!x

  Jeff?
  Não…
  De quem então?
0
Comente!x

  Pierre. A história é longa, deixa explicar, a e o Jeff estavam em altas pegações, para ser sincera eu aproveitei a deixa para poder ficar com o Pierre, aparentemente ele também queria, em resumo foi isso.
0
Comente!x

  Três ? Não eram só dois?
0
Comente!x

  Eram, falou bem hahahahah
0
Comente!x

  Você não presta garota hahahahah
0
Comente!x

  Só eu né Sanders, acha que não sei que tava com uma garota no quarto depois que saí.
0
Comente!x

  Que? Quem contou?
0
Comente!x

  A me contou, o Brian contou pra ela.
0
Comente!x

  Ah sim faz sentido hahahahaha
0
Comente!x

   See you later!

  See you!”
  Chegamos ao aeroporto e logo embarcamos, foi um voo tranquilo e assim que pousamos notei um clima tenso entre o Jeff, David e Pierre, eu estava torcendo para não ser nada relacionado ao que havia acontecido noite passada, mas no fundo sabia que tinha tudo haver. Entramos na van em completo silêncio e fomos para o hotel.
0
Comente!x

22 – Uberlândia

  Assim que chegamos no hotel, demos check-in, vi o David pegando minhas malas e rapidamente o segui, quando entramos no quarto ele as colocou no chão e bufou, caminhou lentamente até a cama e se sentou.
0
Comente!x

  - .
  - David?
  - Você dormiu com Pierre noite passada?
0
Comente!x

  - Sim. – Me sentei ao lado dele. – Ia te contar hoje mas aparentemente a notícia chegou por outra pessoa.
0
Comente!x

  - Pelo Jeff.
  - Hm, estou ouvindo, continua.
0
Comente!x

  - , por que não me falou antes? – Ele suspirou e me olhou meio triste. – O que aconteceu afinal?
0
Comente!x

  - Olha David, não te falei antes por que não devo satisfações a vocês, a única pessoa com quem conversei foi a mas o que aconteceu foi, subi do restaurante e o Pierre estava no corredor, fui falar com ele, que me contou que a e o Jeff haviam sumido, no meio da nossa conversa os dois apareceram se agarrando no corredor e foram para o quarto. – Suspirei. – Daí pra frente foi onde tudo desandou, a gente ficou e acabou transando, acordei as oito da manhã no quarto dele, para ser sincera achei que tinha sido sonho.
0
Comente!x

  -Ah então você tinha o sonho de transar com ele?
0
Comente!x

  - C’mon David, não esquece que sou fã.
0
Comente!x

  - Verdade, você explicou o que não tinham me explicado. – Ele bufou. – Acontece que fiquei bem bolado de não saber por você.
0
Comente!x

  - Não era essa minha ideia, desculpa, mas o que te falaram?
0
Comente!x

  - Só jogaram que você e o Pierre haviam dormido juntos, não explicaram a situação toda.
0
Comente!x

  - Tá, com a situação explicada, tem sentido para você?
0
Comente!x

  - Sim.
  - Então tá resolvido?
0
Comente!x

  - Sim, só uma coisa.
0
Comente!x

  - O que?
  - Usou camisinha né?
  - Claro que sim, por acaso você já ouviu falar do Pierre saia com fã e transar sem camisinha?
0
Comente!x

  - Verdade.
  - Bom, vou tomar um banho. – parei na porta do banheiro. – E David, fique tranquilo, que vou repetir pela última vez, eu não estou grávida.
0
Comente!x

  - Bom, pelo menos não mais né… – ele sussurrou em um tom que ainda era possível ouvir.
0
Comente!x

  - O que raios você está sabendo?
  - Que você teve um aborto , um aborto do nosso bebê.
0
Comente!x

  - Ah pronto, agora vai ficar sentido? Nos poupe David.
0
Comente!x

  Entrei no banheiro e fui direto para o chuveiro, deixei a água forte cair na nuca a fim de afastar as memórias insistentes da noite passada mas foi em vão, quando sai do banho me deparei com o Pierre sentado na cama com uma expressão de preocupado.
0
Comente!x

  - Que foi? Cadê o David?
  - Saiu e sabe que tô aqui.
  - A questão nem era tanto essa, mas fala, o que houve? – Falei me secando e pegando a roupa, notei que ele ficou corado e desviou o olhar. – Ah nem vem, não tem nada aqui que você não tenha visto noite passada.
0
Comente!x

  - Eu sei mas… – Ele deu risada. – Enfim, o Jeff tá bravo comigo.
0
Comente!x

  - Com que direito?
  - É isso que não to entendendo.
0
Comente!x

  - Bom tem alguém contando história pela metade até onde eu sei. – Falei enquanto dava os famosos pulinhos para a calça terminar de subir. – Mas logo você pensando nisso Pierre?
0
Comente!x

  - Só por que o Jeff tá bravo.
  - Deixa que falo com ele. – Falei ajeitando a camiseta e abaixando para dar um beijo na bochecha dele, ao mesmo tempo ele virou e acabou saindo um selinho. – Não fode Pierre.
0
Comente!x

  - Olha, não foi intencional.
  Eu dei risada e sai do quarto já caminhando em direção ao quarto do Jeff, eu sabia qual era por que sempre ficava dois quartos do lado do David, bati na porta e esperei pacientemente até ele vir abrir.
0
Comente!x

  - Posso entrar?
  - Pode. – Ele deu espaço, eu rapidamente entrei e me sentei no pé da cama. – Jeff você está bravo com o Pierre?
0
Comente!x

  - Sim.
  - Por qual motivo? Ele é seu amigo e não está entendendo nada.
0
Comente!x

  - Por que vocês ficaram juntos noite passada.
0
Comente!x

  - Ah pronto, virou o rei da hipocrisia agora. – Bufei cruzando os braços.
0
Comente!x

  - ele sabe que gosto de você.
0
Comente!x

  - É, e você sabe que ele estava saindo com a ué.
0
Comente!x

  - Não estou dizendo que o que eu fiz foi certo, também não me arrependo, mas ele não precisava revidar.
0
Comente!x

  - Jeff querido, entenda, simplesmente rolou. – Eu suspirei e expliquei pela milésima vez o que havia rolado e como tinha acontecido. – Entendeu? Viu como não foi nada planejado?
0
Comente!x

  - Entendi.
  - Ainda tá bravo com ele?
0
Comente!x

  - Na verdade não, é que a história que chegou em mim não bate.
0
Comente!x

  - Quem te contou essa história fui eu ou o Pierre?
0
Comente!x

  - Não.
  - Então desencana.
  Ele bufou e concordou com a cabeça, eu sai do quarto e fui em direção ao restaurante, ironicamente estava morrendo de fome e a cada vez que sentia essas fomes surreais me perguntava se era a ansiedade ou o nervoso, dessa vez eu lembrei que não havia comido nada noite passada, a não ser batata frita, cheguei no buffet já fazendo um belo prato de frutas, me sentei na mesa e fiquei tentando deduzir quem foi que começou com a fofoca, logo as meninas se sentaram comigo.
0
Comente!x

  - Gente, pergunta importante.
0
Comente!x

  - Diga.
  - Quem raios contou para o Jeff e para o David que transei com o Pierre?
0
Comente!x

  - AMADA VOCÊ O QUE? – a quase cuspiu o café.
0
Comente!x

  - Exatamente o que você ouviu, dormi com o Pierre noite passada.
0
Comente!x

  - Eu sei quem foi. – a falou bebericando o café.
0
Comente!x

  - E quem foi?
  - Uma camareira do hotel que aparentemente tirou foto do momento que você estava se agarrando com o Pierre.
0
Comente!x

  - Oxe como?
  - Provavelmente da mesma forma que você me viu com o Jeff, . – a suspirou.
0
Comente!x

  - Caralho como vocês não me contam essas coisas? – a falou indignada e nós demos risada. – Então você dormiu com o Jeff, Pierre e viram vocês entrando no quarto, provavelmente ficaram depois disso.
0
Comente!x

  - Exatamente , não contei nada por que a princípio nem o David e o Jeff sabiam, ia contar para eles antes, mas pelo jeito a camareira foi mais rápida.
0
Comente!x

  - Cara que ódio disso. – a falou irritada. – Deu um auê desnecessário.
0
Comente!x

  - Olha deu mesmo, agora o Jeff tava puto com o Pierre sabe deus por que.
0
Comente!x

  - A toa né, o Pierre não fez nada que ele não tenha feito também. – a falou juntando os talheres no prato.
0
Comente!x

  - Exatamente.
  - Bom, o show é quando mesmo?
0
Comente!x

  - Hoje a noite, na arena sabiazinho. – O Chuck falou passando atrás de nós.
0
Comente!x

  - Thanks Chuck. – Falamos em coro.
  - Bom, vou me arrumar para ir pra fila.
0
Comente!x

  - Vamos curtir como antigamente?
  - Claro! – falei empolhada. – Estou mesmo precisando disso depois do último show.
0
Comente!x

  - Fechou, em vinte minutos na recepção então!
0
Comente!x

  Nós quatro saímos do restaurante e fomos cada uma para um quarto, eu entrei já correndo em direção a mala sem nem reparar em quem estava no quarto, separei a calça jeans xadrez que havia comprado para usar no último show deles, peguei as correntes e o cinto de rebite, praticamente tirei todas as roupas da mala até achar a camiseta que eu havia comprado no primeiro show deles que fui na vida, peguei tudo e só então olhei para a cama onde estavam sentados o Jeff, David e Pierre.
0
Comente!x

  - Reunião é?
  - Mais ou menos…
  - Bom, vou me arrumar e já saio para não atrapalhar vocês.
0
Comente!x

  Peguei a roupa e fui em direção ao banheiro, fiz minha maquiagem e vesti toda a roupa que havia separado, sai para olhar no espelho de corpo inteiro que tinha atrás de onde eu havia colocado a mala, analisei cada detalhe e sorri empolgada com o look, peguei minhas meias e meu coturno e me sentei na poltrona para colocar, o silêncio estava ensurdecedor no quarto, olhei para eles que estavam me encarando confusos.
0
Comente!x

  - Gente vocês não falam não? – Falei começando a passar o cadarço do coturno.
0
Comente!x

  - Está bonita. – O David falou olhando a roupa.
  - Hm, obrigada. – Terminei de amarrar os dois pés e me levantei. – Vejo vocês no show.
0
Comente!x

  Sai do quarto tentando entender o que raios eles estavam fazendo, claramente falando sobre eu e as meninas e com medo de que eu ouvisse algo, encontrei as meninas na recepção e elas já haviam pedido um uber, quando chegamos na arena sabiazinho a fila estava razoavelmente grande, encontramos onde seria a fila do post game e ficamos por ali mesmo.
0
Comente!x

  - Hey acho que conheço vocês. – Uma moça morena parou ao nosso lado.
0
Comente!x

  - Talvez de outros shows.
  - Possível, prazer sou a Dalila.
  - Prazer!
  - Você está bem caracterizada para o show né. – Ela olhou para mim sorrindo.
0
Comente!x

  - Ah a inspiração estava grande hoje, afinal não é todo dia que tem show deles aqui no Brasil né. – Dei risada.
0
Comente!x

  Ficamos conversando com a Dalila e as amigas dela que estavam na nossa frente na fila do post game, eu resolvi ir dar uma volta para ver o tamanho da fila, me levantei e fui caminhando em direção ao final da fila que quase chegava na esquina do quarteirão, quando vi o final da fila eu dei meia volta e comecei a caminhar para onde as meninas estavam novamente.
0
Comente!x

  - Ei, você é a garota que tá seguindo eles em todos os shows né?
0
Comente!x

  - Sou sim. – Falei virando em direção a voz.
  - É você nessa foto? – A menina me mostrou o celular.
0
Comente!x

  - Pera, que foto? – Cheguei mais perto. – Tem como dar zoom?
0
Comente!x

  - Tem sim. – Ela ampliou a foto, era nitidamente eu e o Pierre no corredor do hotel. – Não sou eu não, é minha irmã. – Falei assim que olhei a foto.
0
Comente!x

  - Ah sim, a menina que já fica com ele né?
0
Comente!x

  - Isso, nós somos parecidas mesmo. – Sorri para ela. – Mas onde arrumou essa foto?
0
Comente!x

  - Ah minha prima é camareira do hotel que eles ficaram no show passado, ela tirou várias fotos e me mandou, quer ver?
0
Comente!x

  - Se não se importar, quero sim.
0
Comente!x

  A garota me mostrou foto por foto, ali tinham fotos minhas com o Matt na mesa do restaurante, minhas em altos beijos com o Pierre no corredor, fotos da com o Jeff no corredor e em um lugar que parecia um jardim de inverno, fotos da com o Chuck sentados abraçados no mesmo lugar da com o Jeff, fotos da com o Seb de mãos dadas andando pelo hotel, eu fiquei bem chocada com aquela quantidade de fotos que a garota tinha.
0
Comente!x

  - Viu, tem como você me mandar?
0
Comente!x

  - Claro! Como você está nelas eu te mando, acho justo, mas não tenho mandado para ninguém nem postado em lugar nenhum.
0
Comente!x

  - Sabe se por acaso sua prima mandou para alguém ou postou em algum lugar?
0
Comente!x

  - Que eu saiba não.
  - Okay. – Ativei o bluetooth do celular. – Manda por bluetooth mesmo.
0
Comente!x

  - Okay. – Ela abriu a pesquisa de aparelhos. – V.B?
  - Isso. – Aceitei os arquivos. – Obrigada mesmo mana, você não tem vip nenhum?
0
Comente!x

  - Tenho mas me disseram que essa era a fila.
0
Comente!x

  - Qual vip?
  - Post game.
  - Vem comigo, tá na fila errada a toa.
0
Comente!x

  - Ué mas me falaram que era aqui, bem que reparei que a fila tá grande demais.
0
Comente!x

  - É, a fila aqui é pra pista. – Falei começando a caminhar em direção a fila do post game. – Mesmo quando eu juro que não vou me envolver nessas coisas, aqui tô eu indo organizar fila…
0
Comente!x

  - Ah acho que depois de tantos shows acaba fazendo parte. – Ela sorriu.
0
Comente!x

  - Olha se fosse só isso que faz parte tava bom. – Dei risada. – As vezes tem umas doidas que brotam por aí.
0
Comente!x

  Ela deu risada e chegamos na fila do post game, mostrei para a garota onde a fila acabava e como funcionava, voltei até as meninas e me sentei com elas ainda inconformada com as fotos. Mandei as fotos para os meninos e para o grupo que eu tinha com as meninas, assim todos já teriam visto as fotos, o que ao meu ver era bem importante, quando me dei conta o Chris estava saindo para colocar as pulseiras nos braços de quem estava na fila, depois de pegar a pulseira eu voltei até onde a garota das fotos estava.
0
Comente!x

  - Sabe que você não me falou seu nome. – Falei parando ao lado dela.
0
Comente!x

  - Sabrina, você é a né?
  - Sim. – Sorri. – Olha, avisa sua prima que o que ela fez é invasão de privacidade, as fotos já estão com os caras da banda, não sei o que eles vão fazer sobre isso, mas tem até o arroba do instagram dela nas fotos.
0
Comente!x

  - Tenho certeza que ela não pensou nisso, sabe, quando pedi foto deles pra ela eu esperava que ela tirasse fotos só deles sabe, não fotos comprometedoras dessas, ela até tirou fotos deles dando entrada no hotel e atendendo aos fãs.
0
Comente!x

  - Gente do céu ela é invisivel? Como não vi ela?
0
Comente!x

  - Então também não sei, mas ela trabalha naquele hotel há quatro anos já.
0
Comente!x

  - Possível que ela saiba de esquemas que nós não sabemos.
0
Comente!x

  - Bem provável, ela conseguiu fotos únicas do pessoal do Coldplay também quando ficaram lá.
0
Comente!x

  - Bom, te vejo lá dentro? – Falei vendo que iriam abrir as portas.
0
Comente!x

  - Sem dúvidas!
  Sorri para ela e voltei para o meu lugar na fila, nós entramos, passamos abatido pelo merch e fomos garantir nossos lugares na grade, claro que eu e a ficamos no meio, a e a ficaram mais para o lado do Seb, eu apoiei na grade com os braços esticados pensativa sobre as fotos e sobre o que eles iriam fazer, o show começou já com Farewell fazendo a plateia surtar por eles terem trocado a setlist, eu me empolguei novamente surtando e cantando cada momento e cada música, quando o show acabou eu e as meninas esperamos até chamarem o post game para entrar, me apoiei na grade e peguei o celular.
0
Comente!x

  “ Hey ! Espero que esteja curtindo o show, não esquece de me avisar sobre alguma novidade ♡
0
Comente!x

  Hey Matt! Tô curtindo bastante, acabou de acabar o show e foi incrivel, eles mudaram a setlist, a plateia foi a loucura com a mudança, pode deixar que te aviso sim.”
0
Comente!x

  Bloqueei o celular e voltei a atenção as meninas, a estava falando com a Ana pela grade do palco, a e a estavam concentradissimas encarando alguma coisa no fundo do palco, eu senti borboletas no estômago de pensar em ir até o camarim, suspirei e voltei até as meninas que logo me avisaram que iriam abrir o post game.
0
Comente!x

  - Gente to estranha, acho que vou é para o camarim.
0
Comente!x

  - Okay, qualquer coisa chama.
  Concordei com a cabeça e fui até o camarim, no caminho encontrei o Jeff que passou em silêncio por mim somente acenando com a cabeça, entrei no camarim e estava só o Pierre sentado no sofá com um espelho na mão ajeitando o cabelo.
0
Comente!x

  - Hey Pierre.
  - Hey , está bem?
0
Comente!x

  - To estranha, logo passa, só preciso ficar longe de muvuca por enquanto.
0
Comente!x

  - Se quiser ficar no canto do palco junto com o seu amigo. – Ele deu risada. – Enfim, só não vale invadir o palco.
0
Comente!x

  - Amigo? Quem?
  - Hi … – Matt falou entrando pela porta do camarim. – Não consegui ir embora. – ele encarou os pés meio envergonhado.
0
Comente!x

  - Matt! – Pulei nele. – Era você que estava no fundo do palco?
0
Comente!x

  - Sim, sua irmã me viu provavelmente, logo que você saiu eu vim atrás de você e bom…
0
Comente!x

  - Sanders você não fez o que estou imaginando?
0
Comente!x

  - Olha Pierre, eu devo baquetas novas para o Chuck só, o resto tá tudo em ordem. – Ele deu risada.
0
Comente!x

  - Bom, tem o post game agora, você vem ?
0
Comente!x

  - Sim, estou melhor já. – Suspirei. – Acho que foi só minha pressão.
0
Comente!x

  Segui o Pierre pelos corredores dos backstages até chegar onde seria a sala do post game, ali o restante da banda estava esperando pelo Pierre para entrar, acenei com a cabeça e entrei na sala antes deles, logo vi a em um canto com uma cara meio triste, parei do lado dela e empurrei ela com o ombro de leve.
0
Comente!x

  - Que foi mana?
  - Nada, só que hoje é o último show…
0
Comente!x

  - Sim, não significa que não veremos eles de novo, eu preciso contar algo para você. – Antes que eu pudesse falar a banda entrou na sala. – Mas deixa para depois.
0
Comente!x

  - Tá, não esquece de me contar heim.
0
Comente!x

  - Não vou esquecer.
  Nós duas fomos curtir o último post game da turnê, tiramos fotos com cada um deles, fotos diferentes das que já tínhamos, depois que tirei todas as fotos fui pegar um pedaço de pizza que ironicamente estava ao lado do Jeff, peguei a pizza prestando atenção no que a fã estava falando para ele e me sentei em uma cadeira que tinha ali.
0
Comente!x

  Depois de comer e ouvir muitas fãs saindo de perto do Jeff falando o quanto queriam ter uma noite com ele, me levantei e fui encontrar a que estava conversando com o Seb, fiquei com eles até a hora da foto em grupo, depois da foto a fila foi formada para tirar a foto individual com eles, tiramos a foto e me dei conta de qual era a sensação que eu estava sentindo, a tal depressão pós show, sim finalmente ela chegou, eu adiei o máximo a sensação de tristeza de que realmente havia chego ao fim a turnê. Tantos momentos que passamos juntos, tantas hisórias pra contar, eu realmente não queria ter que lidar com aquela sensação.
0
Comente!x

  - , sua vez, você não vai?
0
Comente!x

  - , eu descobri o que tive na frente do palco. – Falei com os olhos marejados. – Não quero que acabe.
0
Comente!x

  - Ô , relaxa mana. – Ela me abraçou e deu um beijo na minha testa. – Vai lá, aproveita sua foto, eles só vão embora amanhã, vamos juntos até Belo Horizonte e de lá cada um vai para sua casa.
0
Comente!x

  - … – Falei chorando.
  - vai na frente. – A falou me dando um abraço apertado.
0
Comente!x

  - Pode deixar, eu e a vamos antes, fica tranquila.
0
Comente!x

  - Mana o que foi? – A falou soltando o abraço assim que elas saíram de perto.
0
Comente!x

  - , eu não estou preparada para ficar longe deles de novo, é sério.
0
Comente!x

  - Relaxa mana, não vai ser tanto tempo, eu te prometo.
0
Comente!x

  - Sério?
  - Sim, Pierre e Jeff prometeram vir visitar a gente.
0
Comente!x

  - Então eu aceito o fim da turnê. – Falei soluçando.
0
Comente!x

  - Agora limpa essa make borrada e vai lá tirar sua foto. – Ela me entregou um lencinho demaquilante.
0
Comente!x

  - Obrigada mana.
  Ela sorriu e foi em direção aos meninos, eu terminei de me ajeitar e fui tirar minha foto, depois da foto abraçei um por um bem forte, voltamos ao hotel e eu fui direto para o quarto, tudo o que eu precisava era de um bom banho e estaria pronta para ir curtir a última noite deles aqui, entrei no banheiro já ligando o chuveiro e deixando toda a roupa pelo chão, me sentei debaixo daquela ducha forte e deixei a água cair na minha nuca enquanto me perdia em meio aos meus pensamentos.
0
Comente!x

  Meu deus realmente tá acabando a turnê. Eu não quero ficar longe deles, na realidade não consigo mais imaginar minha vida sem eles por perto.
0
Comente!x

  Até mesmo o Matt, o salvador da minha vida, no sentido literal mesmo, afinal foi ele quem correu comigo para o hospital, não sei quantas pessoas sabem exatamente o que aconteceu lá, mas pretendo perguntar para o Matt.
0
Comente!x

  Ai caralho olha só tudo o que rolou dessa vez, não to nem um pouco a fim de deixar eles voltarem à normalidade e isso tudo se tornar só memórias.
0
Comente!x

  Fui tirada dos meus pensamentos com alguém batendo na porta interrompendo meu choro silencioso, pela intensidade da batia já fazia algum tempo que a pessoa estava batendo. Me levantei e berrei um “já vou” terminei meu banho, peguei um roupão e sai do banheiro, vi o David e o Jeff sentados na cama.
0
Comente!x

  - Guys. – Suspirei.
  - Você tá bem?
  - Sim, mas espera, deixa eu falar uma coisa. – Me sentei entre eles. – Olha, queria pedir desculpas, eu fui egoísta ao extremo, completamente filha da mãe com vocês, me entreguei ao meu lado fã, fiz coisas completamente erradas, vocês me desculpam?
0
Comente!x

  - Era tudo o que eu precisava ouvir. – Jeff falou apoiando a mão em meu ombro. – Claro que desculpo. – Eu sorri e olhei para o David.
0
Comente!x

  - Olha , eu sinto que chumbo trocado não dói, ninguém é perfeito, na primeira vez eu fui sacana, agora foi sua vez, assim como você me desculpou eu te desculpo também.
0
Comente!x

  - Obrigada gente. – Falei com a voz embargada sentindo o choro querer sair. – Vou sentir falta de vocês.
0
Comente!x

  Eles sorriram e me abraçaram, ter ali naquele momento o abraço dos dois mesmo que fosse cada um de um lado me fez desabar em choro, esse choro veio com saudades antecipadas, arrependimento de tudo que fiz, literalmente um combo sabe.
0
Comente!x

  Depois de me recompor eu me vesti e nós três descemos para a área do bar do hotel, onde estavam todos já sentados conversando, me sentei com eles e ali eu curti a última noite daquela turnê, com direito a vinho, rodadas de uno, truco, um pouco de tudo mesmo, eu e o David subimos para o quarto eram quatro da manhã para dormirmos.
0
Comente!x

  Assim que deitamos ele me abraçou ficando de conchinha comigo e sussurrou no meu ouvido “I’ll be here forever.” Eu me aninhei naqueles braços e dormi com a sensação de que tudo ficaria bem, independente do como fossem os outros dias. Acordamos na manhã seguinte cerca de nove da manhã com o Danny batendo na porta avisando que teríamos que ir dar o checkout do hotel, ajeitei minhas malas em silêncio e desci junto com o David, na recepção encontrei as meninas também na mesma situação que eu, a tal da depressão pós show tomou todas nós.
0
Comente!x

  Pegamos a van e fomos até o aeroporto para pegar o vôo até belo horizonte, onde de lá cada um iria para sua própria casa, quando chegamos e fizemos todos aqueles procedimentos de despachar malas e afins, fomos nos despedir deles, afinal iriamos voltar para São Paulo e eles iriam para o Canadá, as meninas foram antes de mim e já estavam abraçando e chorando com eles, claramente todas nós iríamos sentir falta deles.
0
Comente!x

  - Te vejo em breve. – David me abraçou apertado. – Promete que vai manter contato?
0
Comente!x

  - Prometo, você me promete que não vai sumir?
0
Comente!x

  - Prometo! – Ele me deu um beijo na testa. – Se cuida, qualquer coisa liga.
0
Comente!x

  Sorri para ele e fui me despedir do Chuck, Seb e Pierre, abracei um por um ainda sentindo lágrimas rolando pelo meu rosto, quando finalmente cheguei no Jeff eu fiquei completamente sem jeito quando ele me abraçou forte.
0
Comente!x

  - Jeff obrigada por tudo, e denovo, desculpa por ter sido uma babaca.
0
Comente!x

  - fica tranquila. – Ele deu um passo para trás e segurou meu rosto com as mãos. – Sabe, tudo aquilo que falei sobre o que sinto é a pura verdade, não se preocupa, todos temos um momento em que acabamos sendo babacas. – Ele me deu um beijo na testa. – Se cuida e qualquer coisa me liga.
0
Comente!x

  - Prometo ligar se precisar, se mudar de número não esquece de salvar o meu ou me chamar no insta.
0
Comente!x

  Abracei ele novamente sentindo um vazio enorme dentro de mim e fui encontrar as meninas que já estavam na fila de embarque do avião para São Paulo, quando embarcamos no avião eu senti como se um pedaço meu tivesse ficado com eles, me ajeitei na cadeira e preferi tirar um cochilo do que ficar conversando, quando desembarcamos do avião nós nos despedimos e cada uma foi para sua casa. Eu e a pegamos um uber até a Paulista para podermos comer algo antes de estar oficialmente de volta a rotina, sentamos na mesa do burger king com nossos lanches em completo silêncio.
0
Comente!x

  - Mana vou sentir falta deles.
  - Também vou mana. – Ela suspirou. – , me fala, você estava grávida?
0
Comente!x

  - Cara segundo o que o Matt me falou sim.
0
Comente!x

  - Como assim?
  - Bom, o Matt me levou para o hospital, certo? – ela concordou com a cabeça. – Ele disse que os médicos falaram para ele que eu tive um aborto…
0
Comente!x

  -Bom, eu não queria te contar… – Ela esticou a mão e pegou a minha. – Mas pelo que os médicos falaram foi isso mesmo, nada que não desse para limpar, mas foi algo bem intenso mesmo, o bom é que você não correu risco de nada, eu não ia te contar mas também não estava achando justo você não saber, então preferi esperar o fim da turnê.
0
Comente!x

  - Obrigada por contar. – Sorri apertando levemente a mão dela.
0
Comente!x

Continua

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lelen
Admin
4 meses atrás

Nossa, não tava esperando o Matt ser o sensato da história OPASMDOPAMSDPOASDMP
E preciso dizer: SUSPEITEI DESDE O PRINCÍPIO sobre o negócio do bb :B Por um lado, tristeza, por outro, grazadeus, somos jovens demais pra ser mães kkkkkk
E agora entrou mais um pro jogo, bora que eu quero ver onde isso vai terminar e quem vai ser o campeão. Lembrando que poliamor também serve HAHHAHAHAH

Lelen
Admin
4 meses atrás

Eu juro que no meio do capítulo eu já tava “AH PRONTO, TÁ GRÁVIDA DE NOVO!” (acho que seria humanamente impossível, mas ENFIM) kkkkkkkkk
Tô muito curiosa pra ver como essa história vai terminar porque pode ter um final “realista” ou um final completamente fanfic, tô só no aguardo HAOSIHASOI
E no início do capítulo eu tava julgando horrores o Jeff e o David, porque os dois podem sair passando o rodo geral, mas aí a menina não pode, né? Seus puto u.u
Enfim, bora ver o que nos aguarda!


You cannot copy content of this page

3
0
Would love your thoughts, please comment.x