This Song Is About You

Escrito por Rebeca Pimentel - Siga a autora no Twitter
Beta-Reader: Lelen



Música: This Song Is About You, por Olly Murs

Capítulo 1 - This is my confessional

Pov's
Acordei com meu celular tocando, mas estava cansada demais para atender.
- desliga esse celular, eu quero dormir. - resmunguei com meu namorado enquanto cobria meu rosto com o edredom, o celular continuava tocando - Amor, por favor, desliga isso para mim? - pedi me virando para ele e então percebi que estava sozinha, peguei meu celular e era me ligando.
- Oi - disse seca, pois quando dormi ele estava aqui e saiu sem me avisar, não que seja uma namorada "controladora" mas essa não é a primeira vez que ele faz isso.
- Eu não te acordei né? - perguntou receoso e eu tive que rir com isso, incrível como em três meses de namoro ele já me conhece tão bem...
- Me acordou sim e não da maneira como imaginei, pensei que você fosse ficar um pouco comigo hoje. - disse calma e ouvi suspirando do outro lado da linha.
- Desculpe, apareceu uma entrevista em uma rádio de última hora e sai correndo bem cedo, você estava dormindo tão linda que foi impossível te acordar. - sorri instantaneamente com essas palavras.
- Ah entendi,..  Mas você volta logo né? Faz tanto tempo que não ficamos juntos, estou com saudade. - disse sincera, sempre soube que namorar um cantor não seria fácil, mas não imaginei que seria assim.
- Também estou com saudade de você minha , porém não tenho hora para chegar hoje, estou estragando suas férias, pensei que estando aqui em Londres seria fácil, mas minha agenda nunca esteve tão agitada. - falou tão rápido que tive um pouco de dificuldade para compreender.
- Tudo bem , eu entendo. - disse pausadamente.
- Me desculpe, prometo te recompensar depois. - disse e pude sentir que ele não estava feliz.
- Pare de se desculpar amor, não tem problema. - disse tentando anima-lo.
- Tem certeza que está tudo bem? - me indagou.
- Tenho . - respondi.
- Então mais tarde quando tiver um tempinho te ligo novamente okay? - disse animado.
- Estarei esperando! - respondi enquanto me levantava da cama e ouvi alguém chamando ele.
- Tenho que desligar agora , tchau. - disse como sempre apressado.
Tomei um banho demorado e resolvi ir ao Westfield Shopping Center (n/a esse shopping existe, fica em Londres mesmo) me arrumei e chamei um táxi já que meu carro tinha emprestado para minha amiga .

No shopping fui tomar meu café da manhã no Starbucks, pedi meu frapuccino com leite condensado e um cupcake de morango, me sentei em uma mesa discreta, olhei o local e todos ali estavam acompanhados ou mexendo em seus celulares o que me fez sentir solitária, bebi um pouco do frapuccino e resolvi entrar no twitter, fazia umas semanas que não fazia isso pois as fãs do sempre escreviam coisas desagradáveis sobre mim, e assim que abri o twitter me arrependi, tinham varias fotos minhas aqui no shopping e as fãs do diziam que eu estava traindo meu namorado! Como elas tem coragem de dizer isso? Estou sozinha! Então resolvi escrever algo sobre isso:

"Como uma vinda casual ao shopping pode causar tantas acusações sem sentido? Amo meu namorado e nunca faria isso com ele. Isso chega a ser cômico!! hahaha xx"

 E então garotas histéricas começaram a me xingar de diversas maneiras, dizendo que eu não amava ele de verdade, que tinha um amante e até que eu queria aparecer na mídia! Ler tantas coisas ruins ao meu respeito me deixou mal e apaguei minha conta no twitter, assim elas não vão me atingir desta forma nunca mais, sorri pensando nisso.

        Terminei de beber meu frapuccino e comer o cupcake e fui a dar uma volta no shopping, entrei em uma loja que tinha uma linda jaqueta na vitrine, comecei a ver as roupas da loja quando notei duas garotas perto de mim tirando fotos.
- Tenho certeza que ela só quer aparecer, assim que conseguir uns cinco minutos de fama ela larga o . - cochichou uma das garotas.
-Tenho certeza, só espero que ele não sofra muito quando isso acontecer. - respondeu a outra garota e sem ao menos perceber já estava chorando, como elas podem pensar que eu faria o sofrer? Eu amo ele! Sai da loja secando aquelas malditas lagrimas que insistiam em escorrer pelo meu rosto.
Chamei um taxi e liguei para o , mas ele não atendeu, deve estar ocupado então deixei uma mensagem de voz:
- Oi , por favor, assim que puder me liguei, preciso falar com você- me limitei a dizer.

        Nunca quis isso para mim, eu amo o , não tenho dúvida nenhuma disso, entretanto as fãs dele me odeiam, posso contar nos dedos as vezes que li algo positivo sobre mim vindo delas! E o nosso relacionamento não anda muito bem, estou de férias do meu emprego e queria viajar entretanto o pediu para mim ficar aqui em Londres pois ela passaria um bom tempo aqui, dando entrevistas, fazendo ensaios fotográficos e coisas do tipo, mas tudo que ele tem feito é trabalhar enquanto eu fico sozinha, talvez seja melhor terminar, sei que ele não está feliz com essa situação e eu não aguento tanta pressão em cima de mim, posso não estar fazendo a coisa certa mas é isso que irei fazer! Voltei para o apartamento do e comecei a pegar todas as minhas coisas que estavam lá, roupas, sapatos, bolsas, livros, só agora notei quanta coisa minha tem aqui, e então meu celular começou a tocar, meu coração bateu mais rápido, tenho certeza que é o , atendi o celular com as mãos trêmulas.

- Oi amor, aconteceu alguma coisa? – pergunto e não sabia o que responder – ? Você está ai?
- Sim – disse sentindo um aperto no meu coração.
- Sim você está ai, ou sim aconteceu alguma coisa? – perguntou .
- Aconteceu uma coisa, para falar a verdade, vem acontecendo há um tempo... Não dá mais para mim. – disse e comei a chorar.
- Ei o que você está falando? Espera só mais umas horas que eu chego em casa e conversamos melhor. – disse rápido, ele parecia preocupado.
- Não temos que conversar melhor , eu não aguento mais tudo isso. – disse sincera.
- E você acha certo me dizer isso por telefone? Por favor, vamos conversar direito quando eu chegar em casa! – disse .
- Me desculpe, quando você chegar já vou ter ido embora. – disse pronta para desligar o telefone e então ele falou a única coisa que não queria ouvir nesse momento:
- eu amo você, e você me ama também não é? – pergunto , meu coração acelerou e não sabia o que dizer. – Acho que esse silêncio está querendo dizer “Eu te amo também ” – disse imitando minha voz o que me fez rir.
- Obrigada por tudo, você foi e sempre será único na minha vida, tchau – e dessa vez desliguei rápido antes que ele falasse algo e me deixasse indefesa novamente. Ele me ligou, mas eu não atendi, enquanto voltava para o meu apartamento ele ligou novamente e deu uma vontade de atender só para ouvir a voz dele uma ultima vez... Bom acho que saudade da voz dele eu não vou sentir, toda hora toca as músicas dele no rádio mesmo.

Capítulo 2 - I won't lie, no I'm not ok!

Pov’s
Ela realmente não vai me atender?! Isso está me deixando preocupado, será que ela estava falando sério? Queria voltar correndo para o meu apartamento, pois ela ainda deve estar lá.
- a entrevista já vai começar tudo bem? – perguntou a moça que ia me entrevistar.
- Para ser sincero eu não estou bem, preciso voltar para casa agora, me desculpe por isso, depois ligue para o meu agente e ele remarca a entrevista. – disse enquanto ia em direção à saída.
- Espere ! Essa entrevista é importante! – gritou a moça enquanto eu me afastava.
Voltei para casa correndo, e ela não estava mais lá, resolvi passar no apartamento dela, já que fica a umas três quadras daqui, ela não podia terminar comigo assim por telefone, tudo o que tivemos não pode acabar desta forma! Cheguei lá e o porteiro disse que ela tinha ido viajar e ia ficar fora por 15 dias, agradeci ao porteiro e voltei para casa.
Como ela pode ser tão egoísta? No final das contas ela só queria viajar e me deixou aqui! Não vou mais ligar para ela, cansei desses joguinhos.
Resolvi compor um pouco para me acalmar, pois a um tempo atrás havia me dito que queria  uma música feita exclusivamente para ela, e agora ela vai ter...

This is my confessional
Pen and paper round gonna write this down
Saying things you never thought
That were on my mind
Let the truth pour out
Cause I'm tired of the games
I won't lie, no I'm not ok!
You were wrong you're to blame
Now the world knows your name

Essa é a minha confissão
Com caneta e papel, vou escrever
Direi coisas que você nunca pensou
Que passassem na minha cabeça
Deixe a verdade se derramar
Pois cansei de joguinhos
Não vou mentir, eu não estou bem!
Você estava errada, você foi a culpada
Agora o mundo todo sabe o seu nome

Compor é como uma terapia é como se toda a angustia que estou sentindo estivesse escorrendo pela ponta da caneta...

So here you go
You're finally getting a song about you on the radio
Are you happy now that you broke me down!
Now I curse the day that I met you
I hope you know this song is about you
This was no mistake, yes I meant to
I hope you know this song is about you, about you!

Então pronto
Você finalmente ganhou uma música sobre você no rádio
Está feliz agora que você acabou comigo?
Eu amaldiçoo dia em que te conheci
Espero que você saiba que essa música é sobre você
Não foi engano, foi a minha intenção
Espero que você saiba que essa música é sobre você, sobre  você!

Ela está feliz eu tenho certeza, foi arte viajar! O que me deprime é saber que enquanto eu estou aqui sofrendo com tudo isso, está viajando e curtindo a vida, não vejo a hora de ir ao estúdio gravar essa música, ela precisa ouvir...

When you hear this play
I hope you feel the same way that I felt that day
That you let me, yeah you left me!
This is my confessional
Pen and paper round gonna write this down

Quando você ouvir tocar
Espero que você sinta como eu me senti naquele dia
Que você me deixou, é, você me deixou!
Essa é a minha confissão
Com caneta e papel, vou escrever

É realmente isso o que quero, quando ela escutar essa música ela se sinta como estou me sentindo agora.

So here you go
You're finally getting a song about you on the radio
Are you happy now that you broke me down!
Now I curse the day that I met you
I hope you know this song is about you
This was no mistake, yes I meant to
I hope you know this song is about you
About you, about you, about you, about you!
This song is about you
This song is about you, yeah
This song is about you
This song is about you, oh!

Então pronto
Você finalmente ganhou uma música sobre você no rádio
Está feliz agora que você acabou comigo?
Eu amaldiçoo dia em que te conheci
Espero que você saiba que essa música é sobre você
Não foi engano, foi a minha intenção
Espero que você saiba que essa música é sobre você
Sobre você, sobre você, sobre você, sobre você!
Essa música é sobre você
Essa música é sobre você, é
Essa música é sobre você
Essa música é sobre você, oh!

É acho que fiz um bom trabalho, a música ficou ótima!

Capítulo 3 You're finally getting a song about you on the radio

Dois meses depois
Pov’s
Hoje minha amiga volta para Londres! Estou no aeroporto esperando ela há uns quinze minutos.
- Hey ! – ouvi a voz de e virei em sua direção.
- ! – disse enquanto abraçava-a.
- Há quanto tempo não é mesmo? – perguntei
- Ah nem tanto a uns meses vi você e seu namorado na capa de uma revista teen. – disse rindo e fechei a cara de imediato, não contei para muitas pessoas que e eu não estávamos mais juntos.                     
Caminhamos até meu carro e foi dirigindo até porque eu não sei direito o caminho para a casa dela daqui do aeroporto.
- Feliz por estar de volta? – perguntei
- Ahan, não muito claro, Londres é sinônimo de trabalho e fast food para mim já o Canadá é sinônimo de família e comida caseira. – disse rindo e o silencio reinou novamente. Resolvi ligar o rádio, coisa que não fazia há um tempo.
- e eu terminamos. – disse, pois sabia que mais cedo ou mais tarde teria que contar isso a ela.
- Como assim terminaram? Ele fez alguma coisa? – perguntou me fitando.
- Ei olha para frente! É muita pressão namorar alguém famoso, e as fãs deles me odiavam. – disse dando de ombro.
- Eu achei que você o amava. – disse Bruna e não queria continuar falando disso então permaneci calada. Prestando atenção no rádio quando a locutora disse que estava com um convidado especial hoje, e era Justo o , que legal a vida né?
- Então , seu novo single não faz parte do seu ultimo cd, é uma composição nova?
- Sim, bem nova para falar a verdade, não estou com planos de fazer um novo cd no momento já que o outro não foi bem explorado, estava fora dos planos lançar uma música inédita, mas achei essa música perfeita.
- E o que todas as suas fãs querem saber, essa música teve uma inspiradora?
- Sim, uma ex-namorada, nada de mais.
- E atualmente você está solteiro?
- Eu nunca estive melhor, pretendo permanecer solteiro por um bom tempo.
- Ouviram isso garotas? está solteiro e livre para negócios! Muito obrigada pela entrevista , é sempre um prazer ter você aqui. Agora vamos de “This Song Is About You”! – e então essa nova música do começou a tocar:

This is my confessional
Pen and paper round gonna write this down
Saying things you never thought
That were on my mind
Let the truth pour out
Cause I'm tired of the games
I won't lie, no I'm not ok!
You were wrong you're to blame
Now the world knows your name

Essa é a minha confissão
Com caneta e papel, vou escrever
Direi coisas que você nunca pensou
Que passassem na minha cabeça
Deixe a verdade se derramar
Pois cansei de joguinhos
Não vou mentir, eu não estou bem!
Você estava errada, você foi a culpada
Agora o mundo todo sabe o seu nome

Como assim joguinhos? E só eu tive culpa? Quem ele pensa que é?

So here you go
You're finally getting a song about you on the radio
Are you happy now that you broke me down!
Now I curse the day that I met you
I hope you know this song is about you
This was no mistake, yes I meant to
I hope you know this song is about you, about you!

Então pronto
Você finalmente ganhou uma música sobre você no rádio
Está feliz agora que você acabou comigo?
Eu amaldiçoo dia em que te conheci
Espero que você saiba que essa música é sobre você
Não foi engano, foi a minha intenção
Espero que você saiba que essa música é sobre você, sobre você!

Sério que ele pensa que eu só queria uma música? Eu o amei intensamente, ainda amo e ouvi isso dói, ele se arrepende de tudo que tivemos ao ponto de “amaldiçoar” o dia que me conheceu? Senti me fitando discretamente.

When you hear this play
I hope you feel the same way that I felt that day
That you let me, yeah you left me!
This is my confessional
Pen and paper round gonna write this down

Quando você ouvir tocar
Espero que você sinta como eu me senti naquele dia
Que você me deixou, é, você me deixou!
Essa é a minha confissão
Com caneta e papel, vou escrever

Eu não sei como ele se sentiu quando terminamos, entretanto dúvido que se compare ao que estou sentindo agora, não foi só ele que ficou triste quando terminamos, porém agora estou me sentindo uma pessoa horrível...

So here you go
You're finally getting a song about you on the radio
Are you happy now that you broke me down!
Now I curse the day that I met you
I hope you know this song is about you
This was no mistake, yes I meant to
I hope you know this song is about you
About you, about you, about you, about you!
This song is about you
This song is about you, yeah
This song is about you
This song is about you, oh!

Então pronto
Você finalmente ganhou uma música sobre você no rádio
Está feliz agora que você acabou comigo?
Eu amaldiçoo dia em que te conheci
Espero que você saiba que essa música é sobre você
Não foi engano, foi a minha intenção
Espero que você saiba que essa música é sobre você
Sobre você, sobre você, sobre você, sobre você!
Essa música é sobre você
Essa música é sobre você, é
Essa música é sobre você

Sem ao menos perceber já estava chorando.
- Hey , está tudo bem? – disse Bruna quando chegamos à entrada do seu prédio e desligou o rádio.
- Eu vou para casa, mais tarde eu te ligo. – disse secando as lagrimas enquanto saia do meu carro.
- Então mais tarde eu te ligo. – disse , é por essa razão que ela é minha melhor amiga, ela sabe que não sou de falar dos meus sentimentos e não fica forçando nada.
Quando cheguei em casa me olhei no espelho, eu não posso ser essa pessoa que o descreveu na música, se for eu mesmo, ele deve me odiar! São 21:00 horas, será que está em casa, ele me deve alguma explicação sobre isso, tudo mundo que escuta essa música vai pensar que eu sou uma pessoa desprezível! Não que eu ligue para o que pessoas que nem me conhecem iram pensar de mim, entretanto o pensa isso de mim? Tenho que saber a verdade sobre isso!

Capítulo 4 - Is Real

Arrumei-me rápido e fui até a casa do a pé, pois é pertinho, enquanto caminhava pensava o que vou dizer para ele? “Oi, ouvi sua nova música tocando no rádio hoje, é mesmo sobre mim?”, quando cheguei à entrada do prédio, fiquei receosa de falar com o porteiro quando avistei o carro do chegando, me aproximei sentindo meu coração acelerando, ele abaixou o vidro e pareceu surpreso ao me ver ali.
- ? O que faz aqui? – perguntou ele, olhei para dentro do carro, e ele não estava sozinho, é realmente ele tem aproveitado a vida de solteiro! Resolvi não dizer nada e voltar para casa, ele deve pensar que eu sou louca! Eu só piorei as coisas! Ouvi gritar meu nome e comecei a andar mais rápido, começou a chover e eu resolvi correr para não me molhar muito, quando faltava um quarteirão para chegar em casa senti uma mão sobre meu ombro direito.
- Não sabia que você corria tanto assim! – disse respirando forte devido à corrida, por quê? Ele correu atrás de mim? Tinha uma mulher com ele no carro!
- Eu tenho que ir. – disse voltando a andar
- Só me diz o que você estava fazendo na entrada do meu prédio. – disse parando na minha frente.
- Queria falar com você, porém vi que estava acompanhado e não quis atrapalhar. – disse olhando em seus olhos.
- É impressão minha ou você está com ciúmes? – perguntou segurando um riso o que me deixou nervosa.
- O que te faz pensar que eu teria ciúmes de você? – disse rápida.
- Talvez o fato de você ter saído correndo, estar corada e evitando olhar em meus olhos. –disse com um sorriso vitorioso nos lábios. – Me diz o que você queria falar comigo? – perguntou depois de notar o quão constrangida eu fiquei.
- Você me odeia? – perguntei em baixo tom baixo, enquanto fitava meus pés.
- Eu não ouvi o que você disse . – disse se aproximando e segurando meu queixo me forçando a olhar em seus olhos.
- Você me odeia né? – perguntei mais alto dessa vez.
- O que te faz pensar que eu te odeio? – perguntou com uma expressão confusa.
- A sua música nova. – disse e pareceu surpreso.
- Eu não te odeio . – disse sério.
- Tem certeza disso? Pois o fato de você amaldiçoar o dia que me conheceu me faz pensar o contrario... – disse um pouco mais nervosa só de lembrar da música.
- O que te faz pensar que “This Song Is About You” foi inspirada em você? – me indagou com um sorriso vitorioso nos lábios.
- Bom, você disse que foi sobre uma ex-namorada e então pensei que era para mim. – disse dando de ombros e me afastando um pouco dele.
- Digamos que tenha feito essa música para você, o que tem a me dizer sobre “This Song Is About You”? me olhava com os olhos semicerrados.
- Eu diria a você que estou com raiva e magoada, pois não sou essa pessoa egoísta que a música descreve tudo que vivi com você foi especial para mim e dói saber que para você não foi tão especial assim. – disse fitando meus pés.
- olhe para mim? – pediu e direcionei meu olhar a ele e então não existia mais distancia entre nossos corpos, ele me abraçava como pude me esquecer dessa sensação maravilhosa que é sentir os braços de me envolvendo?
- Senti a sua falta. – disse sem pensar e por vergonha o abracei mais forte para ele não ver o quão vermelho meu rosto está. Posso jurar que está sorrindo agora...
- Então prove. – disse baixo na minha orelha e então fiquei estática, ele depositou um beijo no meu pescoço e um choque percorreu meu corpo, e quando menos percebi já estava com meus lábios colados nos de , e esse selinho se tornou um beijo com gostinho de saudade, paixão e amor, um amor que independente do que os outros vão pensar ou dizer, é real.

 

Comentários da autora



Então gostaram? Por favor, me digam aqui embaixo nos comentários okay?
Até a próxima!!