Incredibly Sexy

Escrito por Joice Souza - Siga a autora no Twitter
Beta-Reader: Pepper



Parte do Projeto Songfics - 5ª Temporada // Música: Ciara feat Nicki Minaj - I'm Out

Nunca fui daquelas que se enrosca em um homem só, até mesmo porque eu sou da noite. Não suporto um homem na minha cola, dizendo o que eu devo e não devo fazer... e o diabo a quatro. Mas a vida foi lá e me colocou pra ser vitima de um vagabundo da esquina. Acabei por namorar ele por cinco meses, mas hoje eu estou fora.
Começo a me produzir e pensar: “para onde a noite irá me levar hoje?”. Tenho que esquecer os últimos cinco meses da minha vida, ou então eu não vou viver mais. Depois de arrumar o cabelo e terminar a maquiagem, coloco aquele vestido preto e justo que encontrei no guarda-roupa há alguns dias.
Fotos e mais fotos. Apenas o que faço nos últimos dez minutos. Posto algumas no Instagram e então vou para a porta do prédio onde moro, rumando até o ponto de taxi mais próximo.

O lugar está apenas lotado. Tenho certeza que se acontecer algo sério aqui dentro, nem 10% dos que estão presentes saem livres. Mas não é isso que me faz preocupar, e sim um homem. E que homem. O único problema é a garota com quem ele está acompanhada. Opa, problema pra qualquer outra, pra mim não.
Quando I’m out começou tocar, sabia eu que essa era a minha chance. Caminhei até a pista de dança e então comecei com os movimentos sexys. Vou mostrar para ele que eu sou melhor do quê aquela com quem ele está. Com passos decididos, mas ainda seguindo os movimentos da música, vou até ele. Então eu digo:
- Você vai sentir minha falta quando eu for embora.
“Que se danem os manés” é um lema que as mulheres usam. E cá entre nós, é melhor eles se foderem mesmo. Tem algumas garotas que não aguentam escutar a verdade e acabam por me perseguir, mas quem disse que eu me importo. Sei que o que elas querem mesmo é olhar para o meu bundão e, assim como os homens, ficam com vontade de pegar nele. Mas quem acaba fazendo isso sou eu. Agarro o bumbum dele e jogo-o no sofá. Tudo não dura mais de dez minutos. Acabei de transar em meio de todas aquelas pessoas, e não sinto nenhum pingo de vergonha. Me sinto ainda mais safada. Meus peitos enormes ficaram visíveis para qualquer um que passassem próximo de nós. Se espero que aquela garota com quem ele estava não tente me imitar.
- Meu nome é !
- Ei, me chamo , gostosa!
- Você vai querer ela ou eu? – rápida e direta, duas de minhas qualidades.
Se eu falar que voltei para o bar como se nada tivesse acontecido, eu iria parecer mais indecente do quê já estou? Peço para que o barman encha o copo, preciso comemorar mais um, brindar a despedida. Pela primeira vez eu quis ser apenas de um homem.
Sabe quando as pessoas não tem nada para fazer e então vai tirar fotos? Então... Essa é minha descrição no momento. Minutos depois que a primeira foi postada, o que vejo? Um comentário dele.
- Você vai se arrepender do dia em que me deixou. – digo e então viro o copo de tequila.

 

Comentários da autora