In A Little While

Escrito por Giovanna Gomes - Siga a autora no Twitter
Beta-Reader: Natashia Kitamura



Parte do Projeto Songfics - 15ª Temporada // Música: Wiseman, por James Blunt

Tell me that you turned down the man
Who asked for your hand
'Cause you're waiting for me

(Diga-me que você recusou o homem
Que pediu sua mão
Porque você está esperando por mim)

1 ano antes...

, você aceita casar-se comigo? — estava ajoelhado aos pés da moça de apenas 24 anos.
— Co-como? — Gaguejou ela.
— Isso mesmo que você ouviu, agora aceite por favor . Você está ferindo o meu ego desse jeito.
, levante-se. — Ela se afastou um passo. — Eu não sei como te dizer isso, mas eu não posso me casar com você. Eu ainda não esqueci o .
olhou nos olhos e guardou a caixinha com o anel no bolso.
— E só agora você me diz isso? — Perguntou ele, furioso.
— Você queria que eu fizesse o quê? Eu pensei que algum dia pudesse esquece-lo! — gritou em sua defesa.
— Ah, sim! — Ele riu sarcástico. — Aposto também que você pensava nele enquanto fazíamos sexo, não é, ?
— Claro que não , de onde você tirou isso? — A moça não acreditava que estava ouvindo essas coisas de .
Ele sempre foi um ótimo namorado, era doce, gentil... Um verdadeiro cavalheiro, mas não o amava.
— Quer saber, eu não quero mais olhar para você! — segurou o queixo de . — Nunca mais.
, por favor, não faça isso. A culpa foi minha.
— Realmente a culpa foi sua, , eu te amei e você jogou esse amor fora. Agora eu quero que você se dane!

Nos dias de hoje ...

And I know you're gonna be away a while
But I've got no plans at all to leave

And would you take away my hopes and dreams
And just stay with me

(E eu sei que você vai estar longe por um tempo
Mas eu não planejo sair

E você tiraria minhas esperanças e sonhos
E só ficaria comigo)

olhava-se no espelho, estava cansada.
Era um dia muito especial para ela, estava completando 25 anos.
Eram 7:00 horas da manhã e a moça já estava fora da cama.
Ela balançou a cabeça e pegou a chave do carro em cima da cama junto com o bilhete que ia colar na porta para sua mãe.
— Onde foi que eu deixei a fita adesiva? — Perguntou a si mesma, então viu que o rolo estava em seu pulso como uma pulseira enorme e nada charmosa.
Ela riu de sua situação e saiu de casa, colou o bilhete na porta e jogou o rolo de fita na tapete da sala.

desceu no ônibus e respirou fundo.
Faziam anos desde que ele não pisava naquela cidade, e escolhera justamente aquela data para voltar.
Ele se lembrava muito bem onde morava, nunca poderia se esquecer da garota de olhos verdes e sorriso angelical que cativava a todos a sua volta.
, esse era um nome que ele jamais esqueceria.

pegou um taxi e desceu bem na frente da casa da moça.
Sorriu quando viu que ela ainda usava cortinas nas janelas.
Ele foi andando em direção a porta e viu o bilhete que havia deixado, era destinado a sua mãe.
Ele sabia que ela ficaria longe por algumas horas, mas ele não planejava sair dali enquanto ela não voltasse.

, agora sabia, que poderia largar toda sua vida, desistir de todos os seus sonhos e esperanças só para ficar com .

All my senses come to life
While I'm stumbling home as drunk as I
Have ever been, and I'll never leave again
'Cause you are the only one

(Todos os meus sentidos ganham vida
Enquanto eu estou tropeçando em casa tão bêbado quanto jamais estive
E eu nunca vou embora de novo
Porque você é a única)

desceu do carro segurando uma sacola de compras com um sorriso no rosto, ela não sabia o motivo, mas estava tão feliz!
Ela levantou o olhar e viu um homem parado na frente de sua casa.
— Bom dia senhor, está procurando alguém? — Perguntou ela e se virou. — !
? — Ela estava surpresa. — O que faz aqui? — Ela se afastou um passo.
— Vim te desejar um feliz aniversário querida! — Falou ele tocando seu ombro.
— Por que você voltou? — Perguntou ela.
— Porque eu soube que você não aceitou a proposta de casamento do , você não aceitou porque ainda me ama.
— Quem te disse isso?
— O próprio , ele fez questão de jogar isso na minha cara. Não sei nem como ele conseguiu meu número.
— Eu não entendo... — murmurou abaixando a cabeça.
— O que você não entende? — usou o dedo indicador para levantar o queixo da moça.
— Por que você me abandonou para depois voltar?
— Porque eu descobri que sem você minha vida não faz sentido, não posso ficar longe de você . E eu precisei de um ano para descobrir isso, eu tentei te esquecer bebendo todas as noites em um bar por 3 meses, mas depois eu vi que nada poderia apagar você da minha memória, sabe por quê? — Ela balançou a cabeça como um "não". — Porque meu corpo estava em Los Angeles, mas o meu coração esteve aqui o tempo todo, com você, aqui no Tennessee.

And all my friends have come to find
Another place to let their hearts collide
Just promise me you'll never leave again
'Cause you are the only one

(E todos os meus amigos encontraram
Outro lugar para deixarem seus corações colidirem
Só me prometa que você vai ser sempre uma amiga
Porque você é a única)

, eu sei que na época eu fui burro o bastante para te deixar aqui... Mas se eu pudesse eu teria ficado, mas o meu coração é seu, e você pode quebra-lo, antes que os meus medos nos separem, eu te peço... Siga-me pelo escuro, não me deixe aqui sozinho.
Os olhos da moça encheram-se de lágrimas, ela não sabia o que falar.
Só sabia que amava a muito, muito mais que a si mesma. E ela ainda o amava o suficiente para perdoa-lo e segui-lo pelo escuro como ele havia pedido.
— Se você não puder me perdoar, apenas me prometa uma coisa, prometa que vai continuar sendo minha amiga, porque você é a única. Apenas para você eu contei todos os meus segredos, meus medos, sonhos... Você é a única, a única que existe, não sabe disso?

Take my hand and my heart and soul
I will only have these eyes for you
And you know, everything changes
But we'll be strangers
If we see this through
You can stay within these walls with him
But just stay with me

(Pegue minha mão e meu coração e alma
Eu só terei olhos para você
E você sabe, tudo muda
Mas vamos ser estranhos
Se formos ver isso
Você pode ficar dentro destas paredes com ele
Mas só fique comigo)

— Não, eu não sei disso não. — desviou o olhar e cruzou os braços. — Agora, vá direto ao ponto porque eu tenho várias coisas para fazer.
estava tentado fugir de seus sentimentos por .
Ela não queria dar o braço a torçer e dizer que o queria da mesma forma que ele queria ela.
sabia que as coisas mudavam, mas se ela fosse parar para pensar os dois, e ela seriam apenas estranhos.

All my senses come to life
While I'm stumbling home as drunk as I
Have ever been, and I'll never leave again
'Cause you are the only one

(Todos os meus sentidos ganham vida
Enquanto eu estou tropeçando em casa tão bêbado quanto jamais estive
E eu nunca vou embora de novo
Porque você é a única)

— Eu não te e entendo, , por que está me tratando desse jeito? — Perguntou .
— Diga o que você quer e vá embora ou me convença e... — Ela suspirou.
— Se você me deixar ficar dessa vez, eu prometo nunca mais ir embora. Você é a única .

And all my friends have come to find
Another place to let their hearts collide
Just promise me you'll always be a friend
'Cause you are the only one

(E todos os meus amigos encontraram
Outro lugar para deixarem seus corações colidirem
Só me prometa que você vai ser sempre uma amiga
Porque você é a única)

— Muitos dos meus amigos lá de Los Angeles passavam muitas noites de sua vida com mulheres qualquer, enquanto eu esperei por você. Desde de que parti jamais beijei outra mulher que não fosse você , eu te amo! Já não falei o suficiente.

I'm stumbling off drunk
Getting myself lost
I am so gone
So tell me the way home
I listen to sad songs
Singing about love
Where it goes wrong

(Estou tropeçando, bêbado
Me perdendo
Estou tão louco
Então diga-me o caminho de casa
Eu ouço músicas tristes
Cantando sobre o amor
Onde ele dá errado)

começava a ser convencida pelas palavras de .
Enquanto olhava para o rosto dela, ele lembrava das noites em que ficou bêbado até quase cair e então voltou para casa, dirigindo em alta velocidade enquanto ouvia músicas sobre corações partidos.

All my senses come to life
While I'm stumbling home as drunk as I
Have ever been, and I'll never leave again
'Cause you are the only one

(Todos os meus sentidos ganham vida
Enquanto eu estou tropeçando em casa tão bêbado quanto jamais estive
E eu nunca vou embora de novo
Porque você é a única)

— Será que você me deixaria ficar? — suspirou. — Minha vida não tem sentido sem você, eu não vou desistir de nós dois.

And all my friends have come to find
Another place to let their hearts collide
Just promise me you'll always be a friend
'Cause you are the only one

(E todos os meus amigos encontraram
Outro lugar para deixarem seus corações colidirem
Só me prometa que você vai ser sempre uma amiga
Porque você é a única)

— Sim. — Lágrimas rolaram pelo rosto de . — Eu te deixo ficar. — Ela abraçou-o com toda sua força.
— Eu te amo , nunca mais deixarei você.
Os dois olharam-se nos olhos antes de iniciarem um beijo apaixonado.
Há alguns minutos, essa dor não doeria mais.
estava em casa, e quando a noite respirasse fundo e a luz do dia não tivesse fim, ele sabia que poderia rastejar, poderia ir rastejando até em casa, porque estaria lá.

Essa garota, bem, essa garota pertencia a .
E ele a conhecia desde... Desde que ela era apenas uma menininha que brincava no balanço da escola.
E Deus! Como ela havia crescido.
Bem, isso já fazia um tempo.
Ela fazia o coração de bater mais rápido.
Os homens sonhavam com um dia poder voar, os homens pegam um foguete e voam para o céu apenas para ver uma estrela que morre ao nascer do sol.
Mas não precisava de nada disso, o animava.
Ela o animava.

— Posso fazer uma pergunta? — se afastou da moça um passo.
— Claro! — Ela sorriu e secou uma lágrima.
— Quer se casar comigo? — Perguntou ele em tom de voz tímido.
— Sim, sim e sim! — Respondeu .
tirou de dentro do bolso uma caixinha de veludo e abriu, tirou de lá uma anel e pôs no dedo anelar da mão esquerda da moça.
Ele abraçou-a e beijou sua bochecha.
— Esse foi o melhor presente de aniversário que alguém poderia pedir. — olhou para que sorriu.
Segurou a mão do amado e com a mão livre pegou o saco de compras do chão. — Vamos, nós temos um almoço para preparar. — Os dois sorriram.
Agora estavam juntos, e nunca mais se separariam.

 

Comentários da autora

 --


Comente aqui