Ideias » #181 a #190

Volte ao menu de Ideias.

Doada por Ally Dellafield.
Resumo: Você é uma adolescente extrovertida, falante e sem muita frescura. Apenas não se sente familiarizada com o clima de falsidade que existe em seu colégio, mas possui uma melhor amiga e isso basta. Bonita, esperta, adora shows de rock e as patricinhas a odeiam por você conseguir ser alvo de desejo dos garotos. Se diverte, fuma, bebe, pega quem quer e não está muito aí para os estudos. Um garoto novato chega a escola. As meninas, doidas por ele, embora ele não seja tããão galã assim, por ele ser músico. Ele já a viu antes, mas você estava bêbada demais pra se lembrar.
Nasce uma rápida amizade entre vocês.
Você o considera demais para estragar a amizade com algo mais.
Mas ele não perde as esperanças e não se incomoda com o que os outros dizem.
Você sugere “amizade colorida”.
Conquistar você definitivamente não era a parte mais difícil.
O ano acabou. Você não queria nada com a vida e não sabe o que fazer. Ele, muito menos, só pensavam em curtir o momento. A vida adulta chegou. E então ele tem a não tão brilhante ideia de se alistar no exército. Você entra em uma faculdade sem saber a mínima ideia do que quer da vida.
Ser adulta e enfrentar as coisas que uma adulta enfrentaria? OU voltar pro seu mundinho maravilhoso de substâncias ilícitas e saídas na madrugada?
A vida é feita de escolhas…
Fandom: Livre
Gênero: Romance / Restrita
Nota: O PP deve ser do tipo mais “palhaço” e extrovertido do que propriamente “galã”.
Sugestão:
Contato: E-mail

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Jeniffer Susan Castellano.
Resumo: O que pra nós era amor, uma loucura, mas amor, para eles era um crime…
Eu sou Harry Styles, integrante da boyband One Direction. Estou sendo processado por me apaixonar… Por quê?
Porque ela tem apenas 14 anos… Uma garota com a maturidade e com o corpo de uma mulher da qual me orgulho e gostaria de mostrar pra todo mundo e gritar o quanto a amo. Mas tive que esconder por muito tempo; agora que a nossa história veio à tona… Bem. Eu não sou um garoto apaixonado, eu sou o homem que namora uma criança.
Fandom: One Direction
Gênero: Romance / Suspense
Nota: Retratar a pedofilia. Uma história diferente do que estamos acostumadas no mundo das fanfics 🙂 Eu sou escritora também, mas gostaria de ver uma ideia minha sendo reproduzida por outra pessoa.
Sugestão: Eu gostaria que meu nome, Susan, fosse usado como o da personagem principal. Mas é apenas uma ideia…
Contato: E-mail | Twitter
Aviso da Administração: Este conteúdo é inapropriado para menores de idade. Ao adotá-lo, analise bem como será feita a elaboração da história; caso ela venha a conter informações impróprias ou denunciada por tal, será retirada do site sem aviso prévio.

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Fee Lemos.
Resumo: A personagem principal, quando ainda era criança, presencia alguma coisa e acaba tendo uma experiência traumática (ela pode ter visto um parente ou amigo sendo assassinado, pode ter sido estuprada, enfim, vai da autora). E desde então ela nunca mais é a mesma. Anos se passam. A autora pode escolher um dos dois caminhos: ou a principal, por conta do trauma, acaba virando uma pessoa dissimulada e malvada (e ninguém imagina isso até o final da fanfic) ou ela é perseguida por alguém que tem relação com o que aconteceu na infância dela. O par da principal pode ser tanto um cara que gosta dela, mesmo ela agindo estranho e nunca dando espaço para ninguém, ou alguém que a ajudará a se livrar de quem a persegue desde a infância (ou não).
Fandom: Outros
Gênero: Suspense
Nota: Seria legal ver a principal como mocinha e no final ela não ser nada daquilo que imaginavam.
Sugestão:
Contato: E-mail | Twitter

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Fee Lemos.
Resumo: A personagem principal e o par dela eram o casal perfeito. Se conheceram durante o colegial, namoraram durante alguns anos, casaram e tiveram uma linda filha. Alguns meses após se mudarem para a casa nova, a filha deles de 4 anos é sequestrada e eles nunca mais ouvem falar dela. Toda a tensão acaba os afastando, tornando-os dois desconhecidos, porque enquanto o pai fica igual louco atrás da filha durante os anos seguintes, a mãe entra em uma profunda depressão após um ano sem novidades. Após esse período de um ano, a principal se muda para a casa da mãe dela, porque já não suportava ver as coisas da filha e ter o marido ausente quase o dia inteiro.
Fandom: Outros
Gênero: Drama, Policial, Suspense
Nota: O par da principal pode ser policial e trabalhar em algum departamento que investiga casos parecidos com esse. Durante o sequestro, podia estar tendo algum festival na vizinhança, então qualquer um pode ser suspeito e isso atrapalha as investigações. O casal acaba se separando por conta disso, o marido passa mais tempo no trabalho do que em casa e ele pode até chegar a ter uma amante ou um flerte.
Sugestão: A principal, durante a depressão, pode tentar suicídio (uma maneira de acordar o marido para que ele veja que, embora tenha perdido a filha, ainda tem a esposa que precisa dele nesse momento difícil). Além disso, eles podem encontrar o corpo de uma criança durante as investigações, que pode ou não ser da filha deles. O principal da história é saber quem sequestrou, e possivelmente matou, a criança, e por quê.
Contato: E-mail | Twitter

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Beatrice.
Resumo: Mabel (pode mudar o nome é só pra ter uma ideia, ok?) tinha um primo que amava muito somente como irmão, mas ela se importava demais com ele, era a pessoa mais importante para ela, o único que parecia realmente se importar com a garota. Apesar de morarem um pouco longe e ele ser um pouco mais velho (ele tem idade pra dirigir e ela não, tipo isso) ele sempre vem visitá-la. Ela era uma garota normal que tinha alguns amigos (ou não, você pode escolher) e vivia se apaixonando, mas nunca suas paixonites davam certo, geralmente nem começavam, mas ela não desistia, sentia prazer em se apaixonar e sempre quebrava a cara; pedia ajuda para seu primo e este sempre a ajudava, aí a autora pode escolher as coisas boas que ele fazia com ela: na minha cabeça, ele sempre a levava para andar de carro em uma rua deserta, ele tinha um conversível e então ligava o som alto e ela ficava de pé no banco no passageiro e segurava no vidro do carro gritando alto e esquecendo a dor ele tinha esse poder sobre ela.
Ele dizia que um dia ele mesmo apresentaria o amor da vida dela e só aí daria certo.
Mas em uma noite, a garota se cansa de ser sempre rejeitada por suas paixões e desmorona em lágrimas, ligando desesperadamente para o primo que atende e tenta acalmá-la. Sem sucesso, ele decide ir de encontro dela, duas horas de carro não é muito, mas era de madrugada e chovia forte. Mesmo assim, ele entra em seu carro acreditando que a amizade deles vale muito mais que isso.
E então o acidente acontece: o carro capota e o garoto entra em coma. (Então, autora, você pode escolher se ele morre na hora ou fica em coma, eu sugiro que ele fique em coma e uma hora ele acorde a tempo de dizer uma linda frase para a garota, que pra mim seria: “A vida é uma escalada, mas a vista é linda.”, e que a música ‘The Climb’ – da Miley Cyrus – fosse a música que ele mostrasse toda vez que ela estivesse triste; então ele sofresse um ataque e qualquer coisa e morresse alguns minutos depois que ela saísse da sala.)
Ela se culpa pela morte dele durante um tempo e passa a levar flores ao túmulo todo mês. Escreve cartas, tudo o que acontece em seu dia, e deixa sobre o túmulo na esperança dele ainda estar junto dela. No entanto, naquele cemitério, um rapaz sempre leva flores à sua irmã gêmea que morreu no parto (ou qualquer outra pessoa querida dele que tenha morrido) e ele observa a garota que deixa flores no túmulo bem cuidado junto a envelopes. Um dia ele resolve ler e entra no mundo de sentimentos que a pequena garota suporta (aí você cria uma cena que eles se conhecem) então viram amigos; um grande amor surge entre eles (porém, se quiser deixar mais dramático, antes de virar amor você pode falar que ela se sentiu mal, pois achava que estaria substituindo o primo e inventa essas cenas), e então ela vê que seu primo estava realmente certo: seu verdadeiro amor seria somente apresentado por ele.
O fim você pode fazer o que quiser, acabando feliz ou não.
Fandom: Livre
Gênero: Drama / Romance / Tragédia
Nota: Eu só espero que se dedique nem que seja um capitulo, pois essa ideia é basada na minha vida. Eu perdi meu primo ano passado e ele era simplesmente tudo pra mim. Eu queria muito escrever essa fic, mas eu não consigo, porque não arrumo palavras à altura dele. Lógico que esse garoto que lê minhas cartas ainda não apareceu, foi só uma coisa que eu romântica que imaginei. Bom, originalmente o nome do primo é Danilo. Ele tinha 21 anos e morreu do jeitinho que ta escrito na ideia. E sim, ele me disse “A vida é uma escalada, mas a vista é linda.”, nossa música era The Climb, então seja lá quem for você e quer essa ideia, a cuide com carinho, se conecte com a a história e viva cada momento. Se precisar de ajuda em qualquer sentimento, me contate.
Sugestão: Uma sugestão é que você fale o início da fase sem o primo da garota antes de introduzir o garoto sabe? Deixe um tempo pro luto.
Contato: E-mail | Twitter

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Izabella.
Resumo: Uma neurocientista e um psicólogo que não se dão bem e trabalham na mesma universidade fazendo pesquisas. Então é proposto que eles façam um trabalho juntos sobre relacionamentos: “Quantas mulheres um homem pode namorar ao mesmo tempo sem que elas se descubram?”
Ela, analisando os neurológicos, responde que são entre 2 e 3; ele, que são entre 4 e 5. Eles então têm que testar a teoria num grupo de alunos da universidade que desenvolverão suas próprias histórias.
No fim, eles descobrem que ela estava certa e acabam juntos; as outras historias de amor também são resolvidas.
Fandom: One Direction / Magcon
Gênero: Restrita
Nota: Quanto aos personagens:
Ela — Responsável, tímida, calma, gosta de ler e não gosta de festas;
Ele — Irresponsável, extrovertido, está sempre em festas e não liga pra nada (gostaria que fosse ou o Liam Payne da One Direction, ou Jack G da old Magcon, aquele que você escolher determina da onde vão ser os meninos testados no experimento.)
Gosto que ela tenha looks no Polyvore, se você não souber ou deixar, eu gostaria muito de fazê-los.
Dos quatro garotos do experimento, devem nascer historias de amor.
Gostaria que a historia fosse restrita, senão a história não vai fazer sentido.
Se possível, queria um capítulo com sexo homossexual feminino pra contar sobre as experiências sexuais que ela já teve e mostrar pra ele que ela não é nenhuma santa.
Sugestão:
Contato: E-mail | Twitter
Aviso da Administração: Este conteúdo é inapropriado para menores de idade. Ao adotá-lo, analise bem como será feita a elaboração da história; caso ela venha a conter informações impróprias ou denunciada por tal, será retirada do site sem aviso prévio.

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Julia.
Resumo: A personagem principal é jovem, filha de mãe solteira (você pode decidir o que aconteceu com o pai dela) e estuda em um colégio tradicional de sua cidade.
Além disso, a garota é secretamente apaixonada pelo seu professor (você pode decidir de qual matéria) desde que ele entrou na escola. Por este motivo não consegue prestar atenção em suas aulas, e consequentemente vai muito mal nas provas. Depois de uma nota realmente ruim o professor chama a mãe da garota para uma reunião, e com o desenrolar dos fatos eles se envolvem em um romance, e o professor por quem a menina é apaixonada acaba se tornando o seu padrasto. Aí você pode decidir o que vai acontecer…
Fandom: Livre
Gênero: Romance
Nota: Tome cuidado apenas ao retratar esta situação.
Caso o padrasto se apaixone pela menina e fique com ela, tente imaginar e passar para o leitor a reação que esta mãe teria, a forma como o relacionamento deles seria, e etc.
Sugestão: Acharia interessante se o professor fosse jovem, muito mais novo do que a mãe da personagem.
Além disso, como sou belieber, adoraria ver meu babe no papel do professor 😉
Mas isto é apenas uma sugestão, deixei o fandom livre para não restringir muito a ideia.
Se a autora não quiser deixar a história muito longa, pode iniciar a fic já com a mãe da menina namorando o tal professor e com o desenrolar explicar como eles se tornaram namorados e por que a personagem não aceita o relacionamento.
Contato: E-mail

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Julia.
Resumo: Imagine duas pessoas diferentes, do tipo que dá significado à palavra opostos.
Imaginou?
Esse é o casal em foco nesta ideia.
Será que os opostos realmente se atraem?
Eles se conhecem desde a infância, são vizinhos e brincam junto com o pessoal da rua, mas sempre se odiaram por serem muito diferentes. (Eu imagino uma menina marrentinha, e um garoto mais banana, e ela batendo nele por exemplo haha). Com o passar do tempo, alguns amigos da rua se mudam, ele cresce e se torna um cara muito bonito, popular, rico, mulherengo demais, e extremamente sem personalidade (bem do tipo maria vai com as outras, sabe?)e tem um relacionamento problemático com os pais.
Já ela se torna menina linda, mas com uma personalidade impossível, uma garota geniosa que fala tudo o que pensa, e que adora usar de ironia e sarcasmo para zombar de quem a irrita sem piedade. Apesar de ser grossa na maioria das vezes, no fundo é uma garota com um coração lindo.
Eis que no terceiro ano do ensino médio ela muda de colégio e acaba caindo justamente na sala dele. Apesar de serem vizinhos, há muito tempo não se falavam, justamente porque ambos não se suportam.
É aí que começa o relacionamento dos dois. Só que não importa o que eles façam, as coisas simplesmente nunca dão certo. Em um minuto eles estão bem, estão se amando, e no outro se odeiam de novo. Um relacionamento tipo Roberta e Diego do Rebelde Mexicano, sabe?
No final da história você pode decidir se os personagens ficarão juntos, ou se perceberão que são diferentes demais e desistirão do romance.
Fandom: Livre
Gênero: Romance / Comédia
Nota: As únicas coisas que eu peço de coração são:
– Se você tem o histórico de começar a escrever alguma coisa e depois desistir no meio, NÃO ADOTE ESTA IDEIA!
– Você que adotar, por favor, entre em contato comigo por e-mail, quero acompanhar o desenvolvimento da história.
Sugestão: Caso você decida fazê-los ficarem juntos, eu acharia melhor se desse um jeito de eles se reencontrarem depois de muito tempo.
Por exemplo: faz na primeira temporada os dois terminando de vez. Digamos que ela vá fazer uma faculdade longe, ou então ele, e depois de muitos anos os dois se reencontrem novamente na cidade. É só uma sugestão. Mas eu acho que desta forma os dois juntos faria mais sentido, pois assim ambos já teriam envelhecido, amadurecido, e saberiam melhor como lidar com as diferenças.
Contato: E-mail

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Victória.
Resumo: Maya se apaixonou por um amigo de infância no dia em que estavam em um casamento, suas amigas acham que combinam muito, mas ela não quer ter nada com ele. Os meses passam e ela se apaixona realmente com toda força por ele. Quando as aulas começam, sua escola volta com um projeto de música e o melhor amigo de um dos amigos dela é quem vai dar aula. Esse cara que vai ser o professor também é aluno da escola, só que ele está no último ano e ela no primeiro. Ela, sem querer, também começa a gostar dele. Agora ela tem que escolher entre o lerdinho tímido que ela se apaixonou primeiro ou o ousado e galinha, porém gente fina que lhe dá aula de música…
Fandom: Livre
Gênero: Romance / Comédia / Aventura
Nota: Quem pegar essa ideia, por favor, cuide muito bem dela. Não é uma simples história, porque ela realmente existe ou existiu.
Sugestão: Pode conter cenas restritas, palavrões ou qualquer coisa que queiram adotar. Mas façam o primeiro garoto tímido, reservado e inteligente, o segundo bem aberto, principalmente com as garotas, e sempre dando em cima de alguma…
Contato: E-mail

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link

Doada por Camila W.
Resumo: “Ela era má. Ele era bom. Ela era atrevida. Ele tinha namorada. Ela odiava regras. Ele se apaixonou por ela. Ela destruiu seu coração. Ele nunca desistiu.”
Fandom: Livre
Gênero: Romance / Comédia
Nota: *Seja bom em drama e comédia.
Sugestão: *Alguma amiga lésbica engraçada, por favor.
Contato: E-mail | Twitter

Para adotar, complete o formulário a seguir: Link