Envie sua história!
Não deixe de fazer parte deste grupo.

Sobre o site & Projetos
O Espaço Criativo está no há mais de um ano com o intuito de fornecer o melhor para seus autores e leitores.

Conheça nossos projetos!

Creidim

por Luh Marino

O que existe fora da nossa realidade é algo que não podemos descobrir ou controlar. Quando você duvida de algo, tenha certeza do que está escolhendo. Às vezes, você pode estar muito, muito errado. Agora cabe a você acreditar.

{Outros, Andamento}

~ Leia a História

11/10/2017

Nossa equipe
Conheça um pouco mais sobre quem faz o site!

Beta-readers

Quem cuida das suas histórias!

Capistas

Quem faz as melhores capas!

Resenhistas

Quem faz os melhores resumos!

Colunistas

Quem te dá as melhores dicas!

Trailer Makers

Quem faz os melhores trailers!

Criticistas

Quem te ajuda a melhorar!
Últimas Atualizações
Confira

Dicas de Gramática – O Uso do “que” Parte II

jan. 9, 2018 by

Confira a primeira parte dessa coluna aqui!

O “que” é uma palavrinha muito versátil e que tem diversas utilidades na língua portuguesa. Por causa disso, é muito comum que acabemos utilizando-a várias e várias vezes ao longo do nosso texto, sem perceber que acaba ficando muito repetitivo. Muitas das funções realizadas pelo “que” podem ser, na verdade, substituídas por palavras adequadas a cada situação, o que elimina o excesso e limpa nosso texto. Nesta segunda parte da coluna, falaremos dos casos em que não tem problema trocar por alguma outra palavra com o mesmo valor, e quais palavras podem ser essas.

PARTE II – Uso do QUE: Substituível

Primeiramente, é importante destacar que apesar da palavra “que” ser substituível em muitos casos, ela não pode ser substituída por qualquer palavra em qualquer situação. É preciso prestar atenção, pensar se aquilo soaria direito de ambas as formas, e realizar as alterações necessárias. Você precisa pensar no sentido que quer dar na sua frase, e pensar em outras palavras que possam ter esse sentido, como as que exemplificarei abaixo.

Na última coluna, falamos do “que” como pronome interrogativo substantivo, pronome indefinido substantivo e pronome interrogativo adjetivo, e como nesses casos ele não pode ser substituído por outras palavras. No entanto, quando ele é um pronome indefinido adjetivo, com a função de adjunto adnominal (explicada na outra coluna!), ele é equivalente às expressões quanto(s), quanta(s). Portanto, você pode substituí-la exatamente por esses exemplos caso seu texto esteja muito poluído. Veja o exemplo:
Que perda de tempo e dinheiro!
Quanta perda de tempo e dinheiro!

Percebe como as frases podem ser equivalentes?

Outro exemplo bastante parecido com este é quando o “que” está como advérbio de intensidade – e é muito fácil encontrar equivalentes a advérbios de intensidade. Veja só:

Que bom termos ido até lá.
Muito bom termos ido até lá.

E você pode até mesmo substituir isso por outra frase equivalente, como:

Foi fantástico termos ido até lá.
Adorei termos ido até lá.
Fico feliz que tenhamos ido até lá.

Uma coisa que temos costume de fazer é trocar a preposição “de” que acompanha alguns verbos por “que”, em nosso uso coloquial da língua. É claro que elas não são incorretas, mas não custa nada usar o original quando se pretende limpar seu texto.

Tenho que resolver esse problema.
Tenho de resolver esse problema.

Agora, também temos os casos das conjunções coordenativas e subordinativas. As coordenativas são aquelas que ligam orações independentes entre si, mas acrescentam uma relação de sentido a elas. Esses sentidos também são as classificações das conjunções. E todos os casos em que usamos “que”, podemos trocar para uma dessas conjunções cuja função é mais específica para aquele tipo de relação.

Vejamos os exemplos:

Conjunção Aditiva = e
Anda que anda e nunca chega a lugar algum.
Anda e anda e nunca chega a lugar algum.

Conjunção Explicativa = porque
Fique, que você não vai se arrepender.
Fique, porque você não vai se arrepender.

O “que” pode substituir ainda algumas conjunções alternativas (mas, porém) e alternativas (ou), no entanto, seria mais difícil trocá-la nestes casos pelas conjunções originais, tendo que alterar muita coisa da frase ou até reescrevê-la.

É importante lembrar que nem sempre a frase ficará do mesmo jeito quando você substituir o “que”, algumas alterações precisarão ser feitas. Alguns exemplos disso serão mostrados a seguir, que falaremos das conjunções subordinativas.

As conjunções subordinativas também conectam orações, mas com dependência entre elas, ou seja, uma das frases completa o sentido da outra. Elas também apresentam categorias, e muitas vezes substituímos as conjunções mais comuns delas por “que” pelo costume. É também interessante destacar que há muitas construções que utilizam a palavra “que” no meio delas, por isso se você tiver a intenção de tirar ela dali, talvez não seja a melhor opção. No entanto, já dá um sentido a mais na frase quando “que” está em conjunto com outra coisa. Veja a seguir quais são as conjunções, suas funções, e opções de substituição.

– Conjunção causal
Não sairemos agora, que vai chover.
Não sairemos agora, porque vai chover.
Não sairemos agora, uma vez que vai chover.
Não sairemos agora, visto que vai chover.

– Conjunção consecutiva
Choveu tanto que não pudemos sair.
Choveu tanto, de forma que não pudemos sair.
Choveu tanto, de sorte que não pudemos sair.

– Condicional
Que me esforçasse mais, a situação seria outra.
Se me esforçasse mais, a situação seria outra.
Caso me esforçasse mais, a situação seria outra.

– Conformativa
Que eu saiba, nada de grave ocorreu.
Conforme o que eu sei, nada de grave ocorreu.
Segundo o que sei, nada de grave ocorreu.

– Concessiva
Indisciplinados que sejam, merecem nova oportunidade.
Embora sejam indisciplinados, merecem nova oportunidade.
Ainda que sejam indisciplinados, merecem nova oportunidade.

– Final
Fazemos votos que você alcance o sucesso.
Fazemos votos a fim de que você alcance o sucesso.
Fazemos votos para que você alcance o sucesso.

– Temporal
Passara um ano que ele retornara de Nova Iorque.
Passara um ano desde seu retorno de Nova Iorque.
Passara um ano depois que retornara de Nova Iorque.

Como você deve ter observado, em alguns casos o “que” foi mantido, mas junto com outras palavras que formam a conjunção, como nos casos das conjunções finais, concessivas, conformativas, consecutivas e causais. No entanto, só de usarmos outro tipo de conjunção além do “que” sozinho já muda o ar da frase. E, no caso de alguns outros exemplos, podemos apaga-lo completamente. É legal notar também como algumas frases mudaram de um exemplo para o outro, estruturalmente, para encaixar melhor com a palavra escolhida.

Espero que essas dicas tenham ajudado a tornar a substituição do “que” um pouco mais fácil, e o mais importante é manter em mente que o texto pode se tornar muito repetitivo mesmo com essas pequenas palavrinhas, e reler e tentar substituir algo pelo equivalente pode fazer uma baita diferença tanto para sua escrita quanto para os leitores!

Coluna por Annelise Stengel


Como Funciona – Destaque TOP Fics

jan. 2, 2018 by

Coluna criada pela administração.

Desde o início, o Espaço Criativo conta com uma área de destaque chamada TOP Fics ou TOP Histórias. Nela, uma lista com 10 colocados recebe uma atenção maior em na página principal do site.
A colocação é definida com base em um sistema automático de análise, que verifica o número de visitas que a página recebeu em um determinado tempo (mês e ano).
Até o ano passado (2017), a seleção do TOP Fics era feita somente na lista das 10 histórias que constavam nos primeiros lugares da análise, sendo atualizada quinzenalmente.

O QUE MUDOU?

Agora que você já sabe como funcionava a seleção no ano passado, vamos entender como o TOP Fics funcionará a partir deste mês (Janeiro/2018).
O método de análise continuará sendo baseado no sistema automático, contudo, a seleção irá diferir um pouco do que era em 2017, para investirmos mais na divulgação, conforme informamos no lançamento da última versão do site.

1. NOVAS HISTÓRIAS

Durante o ano passado, acompanhamos todas as histórias que entraram no TOP Fics e chegamos à conclusão de que a lista raramente possuía novas histórias, sendo que, quando havia, eram aquelas que haviam saído na semana anterior, parecendo haver um ciclo fechado de determinadas histórias com mais visualização.
Sendo assim, uma mesma história poderá permanecer somente 3 meses SEGUIDOS em nosso TOP Fics, independente de sua colocação. Ele poderá retornar depois de 2 meses, caso permaneça entre os 10 mais visitados, para que os visitantes e leitores da história possam saber que suas visitas continuam sendo importantes.
Essa decisão faz com que novas histórias tenham a oportunidade de entrar no TOP Fics, além de criar uma diversidade maior na lista de divulgação do site.

2. SOMENTE HISTÓRIAS ATUALIZADAS

Diferente dos demais destaques, o TOP Fics não aceitará histórias que esteja em hiatus, a fim de valorizar fanfics da qual os autores se esforçam em manter atualizadas.
Além disso, histórias que acabaram de sair do hiatus deverão atualizar 2 ou mais vezes para entrar no TOP Fics.
O Espaço Criativo acredita que, para uma fanfic ser considerada TOP, é necessário mais do que muitas visualizações. É preciso também dedicação do autor em manter sua história atualizada. O leitor que desejar ler uma nova história, poderá apostar no TOP Fics para encontrar uma fic que seja atualizada com uma boa frequência, sem correr o risco de ver o enredo que tanto gosta sem atualizar por mais de 6 meses.

3. DIVULGAÇÃO

As fanfics listadas no TOP Fics receberá uma atenção extra na divulgação feita pelo site nas redes sociais. Autores que se dedicam às suas histórias e aos seus leitores, evitando deixar a fanfic sem atualizar por muito tempo merecem uma atenção dedicada do site.


O que você está esperando para atualizar suas histórias ou enviar novas para o site? O TOP Fics é somente uma das dezenas de maneiras de você ter sua fanfic em destaque no site!
Leia nossas colunas para aperfeiçoar sua escrita ou sair daquele bloqueio. Abaixo, indicaremos as colunas com mais visualização para que você expanda seu conhecimento:

E se você já está enfrentando problemas de bloqueio ou insegurança, aproveite o Brainstorm, um projeto em que tutoras aguardar sua inscrição para auxiliar a ultrapassar qualquer barreira que esteja impedindo você de postar ou atualizar sua história!

Envie sugestões para as próximas colunas: formulário de sugestões

Últimas Atualizações! Feliz 2018! 🎉

dez. 31, 2017 by

Lembrete: As atualizações são anunciadas diariamente pelo twitter da equipe. Siga o perfil para saber quais histórias foram atualizadas!

Não deixe de acompanhar as nossas redes sociais! Estaremos atualizando-as com frequência!
Página do Facebook | Ask.fm | Twitter

O Espaço Criativo deseja a todos os nossos leitores e autores um 2018 repleto de novas histórias e muita criatividade! Agradecemos a companhia durante este ano de 2017 e esperamos tê-los todos conosco no próximo ano!

PARA ATUALIZAÇÕES DA SEMANA PASSADA, CONFIRA POSTS ANTERIORES!

NOVAS!

05. I’m Not The Only One, por Gabi Heyes {Outros, Finalizada}
A Única Exceção, por Geo {Outros, Finalizada}
Av. Pelinca, 263, por Yasmin Albuquerque {Outros, Finalizada}
Bastidores, por Sephora McCall {Original, Andamento}
Hotter Than Hell, por Cheryl Harset {Futebol, Borussia Dortmund, Restrita, Finalizada}
Last Dance, por Cheryl Harset {Futebol, Atletic de Madrid, Restrita, Finalizada}
O Sorriso de uma Desconhecida, por Martins {Original, Não-interativa, Finalizada}
Take Over, por Rayanne Dias / Ray Dias {Artistas, Nick Jonas, Finalizada}

ATUALIZAÇÕES

A Herança, Epílogo {Outros, Restrita} – A história foi finalizada!
Power, Capítulo 02 {One Direction, Restrita}

CAMPANHA: VAMOS DAR TRABALHO ÀS BETAS!
ENVIE SUA HISTÓRIA PARA NÓS! CLIQUE AQUI.

[www] Está precisando de novas ideias ou não quer mais alguma que possui? Participe do Adote Uma Ideia!
[www] Escreva uma história em parceria com outro(a) autor(a)! Participe do Co-Written!
[www] Vagas abertas! Inscreva-se!

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das novidades!