Posted by on 19/01/2018

05. I’m Not The Only One, por Gabi Heyes {Outros, Finalizada}

Nota: (4,9 / 5)

ESTA CRÍTICA CONTÉM SPOILER!

RAZÕES PARA LER: Sempre começo minha avaliação pela sinopse, mas não é o que farei hoje, porque, acreditem se quiser, é a parte menos importante/ impactante dessa história maravilhosa!
Eu fiquei apaixonada por tudo o que encontrei em I’m Not The Only One, a construção dos personagens está extremamente boa, e posso afirmar que a relação entre eles complementa tudo de um jeito único. Surpreendeu-me demais a veracidade das emoções desses personagens e como se aproximavam da realidade, das ações que demonstraríamos naquelas devidas situações, a autora está de parabéns!
Um ponto extremamente positivo foi perceber o quanto as mulheres dessa história são donas de si mesmas! É muito difícil encontrarmos histórias que mostram mulheres assim, então pra mim esse foi um ponto positivo gigantesco, que nos lembra que somos sim nossa própria pessoa e que podemos fazer tudo que quisermos!
A fluidez da história é outro ponto colocado com excelência, pois, apesar de ser uma shortfic ela é um pouco longa, mas juro que por vezes parecia que estava vendo um filme no lugar de estar lendo de tão bem que a história corria. Em nenhum momento me peguei olhando quanto ainda faltava para terminar e também nem percebi o tempo passar enquanto lia e faz tempo que não tinha esse sentimento!
Uma coisa que amo em qualquer história que leio são as descrições, tanto de cenários quanto das ações dos personagens, essa trama não me apresentou isso, mas não ficou um sentimento de necessidade em relação a isso, na verdade eu só fui me dar conta ao escrever, pois descrição é uma das coisas que avalio normalmente, então se não estava claro anteriormente o quanto a história me prendeu, agora está, não é mesmo? Hahahah
A trama se dá, basicamente, de flashbacks e era um tiro que poderia ter saído pela culatra, mas, definitivamente, não foi o que aconteceu aqui! Esses flashbacks ajudaram a construir o texto de um jeito único e não sei se o trabalho ficaria bom do jeito que ficou sem que houvesse esse recurso, que a autora soube bem como utilizar.
A gramática foi um show a parte, as palavras usadas pela Gabi enriqueceram o texto e deram um ar profissional ao que estava sendo contado, está de parabéns!
Li a história ouvindo a música qual ela foi inspirada e só fez a acrescentar no clima criado pela autora, recomendo os leitores a fazerem o mesmo, que fica muito legal!

O QUE PODE MELHORAR: O único ponto que me deixou um pouco incerta e que me fez escolher o 4,9 no lugar de 5 foi a rapidez com que a personagem principal desiste de seu casamento. Entendo que a história é para ser curtinha, mas senti uma pequena falta do tentar, sabe? Poderia dar uma veracidade maior à história dar uma pincelada um pouco maior ao que enfrentamos quando um relacionamento termina, mas fora isso não há nada mais que queria pontuar aqui nesse tópico.

MENSAGEM: Gabi do céu, caramba! Fiquei uns bons minutos depois de ler para conseguir organizar meus pensamentos para fazer a critica ahahahaha I’m Not The Only One é excelente em todos os aspectos, fiquei impressionada com seu trabalho, você é extremamente talentosa! Por favor, não pare nunca de escrever, você vai longe, tenho certeza! Muito obrigada por me escolher para fazer a critica de sua história, porque pude ler esse trabalho maravilhoso. Aliás, vou ficar de olho em novas histórias suas pelo site ein! Hahahaha Parabéns, você merece!

SUGESTÃO DE COLUNA: N/A

– Crítica por: Tina H.

O site possui a permissão do autor em elaborar postar todas as críticas divulgadas em nosso domínio.
Leia outras críticas aqui.

Posted in: Críticas
Tags:

Comments

  1. Gabi Heyes
    20/01/2018

    Leave a Reply

    Meu deuss! Estou tão feliz que o resultado foi tão positivo! Muito obrigada pela crítica e pelas sugestões de melhora! Fiquei muito emocionada lendo e espero que consiga empregar suas dicas em futuras fics da forma devida. Obrigada novamente Tina❤️

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*