Posted by on 11/11/2016

Tarefa Final {Outros, Finalizada}

Nota: (4,8 / 5)

ASPECTOS POSITIVOS: A sinestesia é uma situação pouco abordada nas histórias, muito menos que o TOC. É por isso que logo me senti intrigada em como a autora abordaria o assunto, visto que, devido à escassez do assunto nos enredos, seria preciso uma introdução à doença para que o leitor se situasse e não visse tudo como uma causa natural. Provavelmente um dos pontos mais positivos da minha crítica, será justamente à maneira como a autora abordou o tema: com sutileza e naturalidade. Não foi preciso pensar muito para entender o que é a sinestesia; os pensamentos que deveriam estar ligados à necessidade de entender o que é a doença acabaram sendo direcionados à curiosidade de saber o quanto aquilo influenciaria ao romance do casal principal.
A maneira como a autora realizou a construção da sinopse foi muito interessante. É uma sinopse que possui dose de curiosidade e fofura.
Outra característica marcante é que o personagem narra a história de uma maneira que dá para saber, mesmo sem os traços da sinestesia e do TOC, que ele é diferente, especial. Talvez seja essa forma de narrar que cause um apego ainda maior do leitor com o personagem.
Por ser uma “carta” do favorito à principal, não há muitas cenas que mostre como era a relação entre os dois personagens e achei legal a autora ter a sensibilidade de perceber isso e “explicar” no final da história, a razão de não tê-lo feito. É claro que gostaria que houvesse as tais cenas, só para me regozijar mais na relação que tenho certeza ter sido fofíssima; mas a falta delas não foram fator negativo, pelo contrário, apenas fez com que treinássemos mais nossa imaginação para saber tudo o que a personagem fez para tornar-se tão especial ao favorito.

ASPECTOS NEGATIVOS E COMO MELHORÁ-LAS: Não tenho um ‘A’ de reclamação de Tarefa Final, a não ser a relação do título com o enredo. Deixou um pouquinho (só um pouquinho mesmo) a desejar.
Eu poderia ser chata e voltar à história mais uma vez para procurar algum aspecto negativo, mas acredito que a primeira impressão de criticista, que já lê julgando tudo, é a que deve ficar.

MENSAGEM: Autora, que delicadeza formidável você teve com a escrita da história. Estou encantadíssima com o resultado e só tenho elogios a dizer! Que garoto (no meu caso foi homem, hahaha) mais doce. O final da carta é de abalar o coração de qualquer uma! Só fiquei triste porque ELE NÃO ESTÁ AQUI COMIGO. Por essa parte, achei ofensivo, não gostei. Rsrs!
Você está de parabéns com a história! Achei ela demais! Espero que você tenha outras aqui no site para eu ter o prazer de ler! Irei, com certeza, lê-las com as melhores expectativas!

– Crítica por: Jess Manis

O site possui a permissão do autor em elaborar postar todas as críticas divulgadas em nosso domínio.
Leia outras críticas aqui.

Posted in: Críticas
Tags:

Comments

  1. Suellen
    15/12/2016

    Leave a Reply

    Fiquei com muita vontade de ler a fic depois dessa crítica, o comecinho já me deu vontade de clicar no link, adoro fics que abordem assuntos diferentes! Muito obrigada, vou começar imediatamente! *w*

  2. Belle Rangel
    21/11/2016

    Leave a Reply

    Obrigada pela crítica!

    Eu tive sérios problemas com título dessa fic. Entendo perfeitamente o que vc quis dizer, nada que eu pensei encaixou. Dai como geralmente eu peço esse tipo de carta em momento de “fechamento” de algum problema ou tópico em terapia, me surgiu esse nome. (Mas eu sei que ele só faz sentido na minha cabeça! Hahahaha)

    Beijo

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*