Posted by on 28/10/2016

Love You Goodbye {Outros, Finalizada}

Nota: (1 / 5)

ESTA CRÍTICA CONTÉM SPOILER!

ASPECTOS POSITIVOS: O enredo é ótimo, um pouco batido, porém a ideia é consistente e bem bacana. Os personagens também são legais, e seriam mais ainda se tivessem sido mais desenvolvidos.

ASPECTOS NEGATIVOS E COMO MELHORÁ-LAS: Primeiro de tudo, existem alguns erros gramaticais, principalmente em algumas falas, que são bagunçadas e a pontuação está de forma errada, se fosse algo simples e que não incomodasse poderia passar, contudo é algo que atrapalhou a leitura, por deixar o texto confuso.
Além disso, faltou algo que eu venho apontando há algum tempo: profundidade. Você apenas expor fatos não significa que está desenvolvendo a história, os achei um pouco jogados, todos os flashbacks poderiam ser mais explorados. Por ser uma shortfic eu acho que o ideal seria trabalhar melhor esses momentos que marcaram a vida da personagem principal de maneira simples e rápida, pois precisamos nos afeiçoar à personagem rapidamente, contudo não foi o caso.
O maior problema, para mim foi o primeiro parágrafo que apresenta a doença da garota, Leucemia. No meu raciocínio ao ler repetidas vezes esse período é que a autora quis deixar uma “frase de efeito”, algo que soasse legal e que fizesse sentido, entretanto quando ela fala que o personagem principal, que faz casal com a garota, não pôde a salvar da leucemia me deixou extremamente confusa, a frase foi mal formulada e é isso que precisa de atenção. Eu conhecia leucemia, porém fui procurar novamente como ela é adquirida, a pessoa tem isso por uma “alteração genética adquirida, ou seja, não hereditária”, ou seja, ele não poderia salvar a garota, nem em sonho. Na minha percepção ela ficou ambígua, e isso é um problema recorrente na história, mesmo esse caso sendo o mais alarmante. E ah, mais para frente ela fala “câncer pela alimentação desregulada”, autora, como assim?! Isso pode acontecer, mas não em pessoas que possuem leucemia! Procure saber mais do que você está escrevendo, tem coisas que podemos ter uma licença porética, mas esse tipo de coisa que existe no “mundo real” não podemos ter! Isso é uma doença, não deixe que informações do senso comum contaminem seu plot.
A maneira de contar a história é extremamente confusa, vários espaços entre os parágrafos que não terminam os pensamentos e a curta história que está sendo contada naquela parte.

DICA E MENSAGEM: Autora, de todo o coração, me dói dar essa nota baixa, ainda mais para uma história que tinha um grande potencial de ser uma coisa bem bacana. Seu plot ficou raso e, apesar de você ter apresentado todos os fatos, você não os desenvolveu, eu entendo a ideia de uma história curta só que isso não significa que você não possa desenvolver de maneira profunda sua história e personagens! Teve partes confusas, você tem uma escrita ótima e cativante, porém ela em alguns momentos se torna repetitiva e ambígua.
Meu maior problema foi o da doença, autora, como assim você escreve uma história que tem grande foco em uma doença e você “inventa” uma razão pela garota ter tido ela? Isso é câncer, e esse em particular não é causado pela alimentação desregulada, como eu disse ali em cima é uma mutação. Nunca, nunca mesmo, escreva algo sem ter pesquisado, como eu também já disse tem coisas que você tem a famosa licença poética, mas esse tipo de coisa não… Procure, não tenha certeza de nada antes de escrever, procure, sempre procure. Informações erradas deixam a história ruim e mal contada e isso é um grande problema.
E mesmo que na maioria das vezes esse câncer não tenha uma origem facilmente detectada, isso não significa que seja o certo inventar uma causa, nesse caso você deveria ter feito o médico dizer “não sabemos a causa, mas ela tem câncer”.
Você tem potencial, aprofunde seus personagens e enredo e, mais importante, tenha certeza das informações que você for colocar em seu texto.

– Crítica por: Quione Rodriguez

O site possui a permissão do autor em elaborar postar todas as críticas divulgadas em nosso domínio.
Leia outras críticas aqui.

Comments

Be the first to comment.

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*