Posted by on 03/11/2015

O que dizer desse titulo? Apenas ciúmes ou obsessão?

Quem nunca deu um sorrissinho e suspirou após ler alguma cena aonde o(a) personagem demonstra ciúmes? Ai, ai… Isso só pode significar uma coisa, ele(a) o(a) ama!
Claro que um ciúmes ou outro sem exagero é normal na vida de qualquer pessoa. Sentir-se ameaçado na presença de alguma outra pessoa do lado de seu/sua amado(a). Invejar a(o) namorada(o) daquela pessoa que você gosta. Quando seu/sua amigo(a) conversa com as inimigas. Até aí beleza, ciúme normal.
Mas, com o tempo o que era fofo vira um problema. Cada dia mais a pessoa vai te cercando, te ilhando, deixando apenas as pessoas a qual ele(a) confia para deixar fazer parte de sua vida. Isso é amor? Excesso de ciúmes é amor? Ou apenas outro nome para obsessão?
“Sempre achei que mulheres que continuavam levando um relacionamento violento e abusivo só podiam ser umas idiotas. […] Que motivo elas teriam para continuar? E eu já vira mulheres na televisão ou em revistas dizendo coisas como “Não é tão simples assim”, e eu sempre pensava, claro que é, é simples, sim – apenas vá embora, afaste-se dele. Somando-se a esse momento de percepção, um momento pelo qual eu já passara, notei que se afastar não era uma alternativa simples, afinal de contas.”
No Escuro – Elizabeth Haynes
Eu sei que muitas pessoas pensam como nesse trecho do livro, que é simples, é só não aceitar e ir embora, mas muitas vezes não é tão fácil assim. Uma pessoa obsessiva é mais perigosa do que aparenta ser. Até porque obsessão já uma doença psicótica!
“Clarice não podia tê-lo chamado de monstro. Não tinha esse direito. Ele não era um monstro. E precisava desesperadamente que ela acreditasse nisso.” Dias Perfeitos – Raphael Montes
Nesse outro trecho vemos que o obsessivo não quer acreditar, aceitar na hipótese dele ser realmente doente, um monstro. Ainda mais imaginar que ele era visto como monstro por sua amada.
Quantas fic hoje retratam ou poderiam retratar esse tema? A aqueles que falam sobre Síndrome do Estocolmo, a obsessão de um sequestrador. As histórias que poderiam relatar essa obsessão são inúmeras.

Espero que tenham entendido a diferença de ciúmes e obsessão, agora só falta colocar a mão no teclado e escrever!
Porque eu te amo
E amor, não tem nada no mundo que não farei por você.

Thaís M.

CAMPANHA: VAMOS DAR TRABALHO ÀS BETAS!
ENVIE SUA HISTÓRIA PARA NÓS! CLIQUE AQUI.

[WWW] Vagas abertas! Inscreva-se!
[WWW] Peça sua capa/crítica!
[WWW] Autor, você já possui sua página em nosso site?

Comments

Be the first to comment.

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*